Os caminhos para o desenvolvimento pessoal

Resultado de imagem para imagens sobre desenvolvimento humanoOs caminhos para o desenvolvimento pessoal são tantos, mas infelizmente as pessoas ainda preferem se manter em comportamentos cegos, padrões automáticos, que limitam nossas respostas e sentimentos durante toda vida. Preferimos reter mágoas e guardar as lágrimas ao invés de sentarmos para resolver os problemas, que muitas vezes de tão tolos e corriqueiros, poderiam ser resolvidos em apenas alguns minutos. Ao invés de abrirmos nosso coração e falarmos com equilíbrio e parcimônia sobre nossos sentimentos e inquietações, preferimos deixar para depois, engolir seco, até o dia em que nossos ânimos explodem e somos tomados por assustadores acessos de raiva, tristeza e decepção.

Não somos estimulados a conhecer-nos, a perceber nossos sentimentos e a expressar nossas angústias e problemas de maneira clara e racional. Muito pelo contrário, somos estimulados desde pequenos a tratar tudo com dramatização extrema ou frieza extrema, dois pólos que não se conversam e não se compreendem.

É preciso aprender de uma vez por todas a lidarmos com nossos sentimentos de maneira clara e objetiva. O equilíbrio e a equanimidade são ferramentas poderosíssimas para o desenvolvimento pessoal, através destes caminhos conseguimos nos entender, entender nossos semelhantes e simplificar nossas relações afetivas. Realizar o caminho inverso que estamos condicionados hoje, não só nos ajudará a resolver boa parte de nossos problemas e dificuldades emocionais, como também atuará como um poderoso aliado na evolução e no desenvolvimento espiritual e material.

Basta uma conversa, apenas um diálogo franco em tom moderado, com palavras sensatas e expressões reais. Lembre-se: o maior problema está em como passamos as mensagens para as pessoas e não no conteúdo propriamente dito. É extremamente possível e positivo dialogar sem recorrer às dramatizações, aos berros e palavras ofensivas. Com este comportamento tudo fica mais fácil, e os resultados do diálogo podem ser muito produtivos e completos.

Hoje, grande parte dos relacionamentos acabam ou não dão certo, sejam eles de ordem afetiva ou amistosa, justamente pela falta de diálogo e sinceridade. As pessoas se acostumaram tanto ao sentimento de posse e a falta de diálogo que fica quase impossível manter um relacionamento saudável por mais de dois anos. Após os períodos encantadores da paixão, os relacionamentos vão morrendo, e a arte de engolir sapos, mentir ou disfarçar sentimentos vão matando os relacionamentos a cada dia.

São ações impensadas, que parecem pequenas e efêmeras, mas que matam aos poucos todo sentimento de parceria, confiança e a vontade de estar juntos. É como um pequeno bichinho que vai corroendo silenciosamente, cavando buracos e deixando falhas, que com o tempo se tornam profundas e irreparáveis. O amor forte se constrói com o tempo, como uma casa, tijolo por tijolo. E se este terreno se apresenta pantanoso e frágil, jamais este sentimento poderá ser fortalecido e frutificar.

É preciso ter muita força de vontade, equilíbrio e sensatez para construirmos relacionamentos verdadeiros, felizes e duradouros. Deixar de lado a crença da posse e do controle, dando espaço para a construção da confiança, liberdade de expressão e do verdadeiro amor.

Imagem relacionadaA flor, a montanha, o monge e uma lição de vida

Um homem estava cansado de sua infelicidade. Estava buscando encontrar um caminho que ele trilhasse e que trouxesse a felicidade em todos os setores de sua vida. Estava cansado das dores e de todas as outras dificuldades que a vida lhe trazia a todo o momento.Assim descobriu que havia um monge muito sábio que ajudava as pessoas através de seus conselhos sábios e assertivos.Sabendo disso dirigiu-se até o monastério para conversar com o monge.

Chegando ao monastério o homem reverenciou o monge e logo fez a pergunta que assolava seu coração: “Mestre, como fazer para ser feliz em um mundo tão cruel e difícil? Como fazer para alcançar essa felicidade que todos falam, mas que eu não sinto e nem vejo”?.
O monge o fitou com um olhar sério e respondeu da seguinte forma: “O que me pergunta é a principal dúvida que está nos corações de todos os homens. Essa é a pergunta fundamental da vida que todos os homens buscam e por isso essa pergunta terá um valor que você deverá pagar”. O homem respondeu que pagaria o preço que fosse necessário. Então o monge disse que em uma montanha a oeste existia uma planta muito rara, que só crescia naquele local. Pediu ao homem que fosse até a montanha e trouxesse a flor que ali existia.

O homem saiu decidido a subir até a montanha e buscar a flor rara que estava lá. Começou sua preparação, equipou-se e preparou mantimentos para sua viagem. Ele estava muito empolgado com sua busca, pois sabia que isso representava o fim da tristeza e o início de sua felicidade.Quando chegou ao pé da montanha, verificou que a dificuldade seria enorme para a escalada. Contudo, não desanimou, pois sabia que seria apenas o início de sua busca pela felicidade. Assim ele começou sua escalada.As primeiras subidas causaram dor em suas mãos e pernas, pelo esforço que fazia para subir a montanha. No entanto ele não desanimava. Empenhava-se para ter ânimo e pensava que quando trouxesse a flor para o monge ele daria as respostas sobre como alcançar a felicidade.

A subida foi lenta e dolorosa e durou alguns dias, porém finalmente chegará até o cume da montanha. A vista era incrível, os ventos, o clima, tudo que ali estava era muito singular e bonito. Logo ele observou a flor. Uma única flor que ali estava em toda sua exuberância. O homem observou a flor durante alguns instantes e decidiu não levá-la. Depois desceu e dirigiu-se até o monge.Chegando ao monastério ele foi até o monge que o questionou sobre a flor. O homem um pouco envergonhado disse que não poderia tirar a planta de lá.

O monge perguntou ao homem porque ele não poderia tirar a planta da montanha. O homem conclui: “Não posso tirar a flor, pois em qualquer outro lugar ela morreria. Ela só existe naquele local, pois há o ambiente ideal para que ela se desenvolva, e caso eu a tire de lá a matarei”.
O monge então respondeu: “Assim como a planta vive com as condições específicas daquele local, a felicidade também precisa de condições ideais para ser cultivada. Você precisa plantar a semente de sua felicidade no solo da vida, regar com a chuva da fé e da esperança, adubar com o amor e deixar florescer a felicidade em seu coração”.

Precisamos cultivar o amor, a compaixão, a perseverança, a tolerância, a humildade, a fé e a esperança para poder fazer germinar a semente da vida em nosso coração, pois assim como a flor da história, nossa felicidade só cresce em um local muito específico.E você? O que você anda cultivando em seu coração? 

Visão Pessoal…

A auto-análise diária pode auxiliar na percepção de nosso comportamento nas diversas dimensões. Rever, após cada dia, os fatos importantes que nos absorvem e como reagimos a eles, amplia aquela percepção e permite o conhecimento de quais dimensões priorizamos ou negligenciamos em nossa conduta. A realização total de todas essas dimensões deve ser cultivada como ideal de vida, estímulo permanente de crescimento, sem gerar ansiedades decorrentes do imediatismo em querer evoluir instantaneamente. Estar harmonizado em cada uma dessas dimensões também pode significar a coragem de enxergar-se em toda a sua singularidade e ser paciente com seu próprio ritmo de desenvolvimento espiritual….

Inspiração…

Conexão mente corpo e espírito-Para o seu bem estar-Candace Pert PhD

A arte da guerra na transformação pessoal-Antonio Cordeiro-

Dinamize sua personalidade-Elmer Wheeler

Recomendo…

Imagem relacionada

A liberdade é a capacidade do homem de assumir seu próprio desenvolvimento. É nossa capacidade de moldar a nós mesmos….Rollo May

Anúncios

Um comentário em “Os caminhos para o desenvolvimento pessoal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s