Um olhar sobre o que é Consciência Alimentar…

Resultado de imagem para imagens sobre dietasDieta é um tipo de alimentação que se realiza por um tempo até ser alcançado determinado objetivo.

Comer, segundo o dicionário do Aurélio, é colocar qualquer coisa goela abaixo.

Alimentar-se é nutrir-se. É a forma que proporcionamos ao nosso organismo para ter vitalidade e saúde. Portanto, o ideal é que a alimentação seja consciente e balanceada, equilibra­da e saudável.

A Alimentação Balanceada parte de 3 conceitos básicos que respeitam a bioquímica da vida:

  1. Cada refeição ou lanche deve ser nutricionalmente completo, isto é, forne­cer quantidades adequadas de todos os nutrientes essenciais ao bom funcionamento do organismo.
  2. Valorização da qualidade de cada alimento, não segundo sua quantidade de calorias, mas segundo sua qualidade nutricional, seu potencial de gerar saúde e harmonia metabólica no organismo.
  3. Precisa ser consciente, não para atingir um propósito pontual (como as dietas), pois uma alimentação balanceada deve fazer parte de um propósito de vida.

A Ayurveda tem uma visão exclusiva sobre a constituição psicofísica dos seres humanos. São reconhecidas cinco forças da natureza que se combinam dinamicamente para formar o nosso organismo: éter (ou espaço), ar, fogo, água e terra. Esta combinação, chamada Prakritti (ou dosha), organiza todas as funções físicas, mentais e emocionais necessárias para a vida.

Descobrir a nossa prakritti é uma oportunidade para entendermos melhor a nossa individualidade. Ao nos familiarizarmos com a nossa natureza, aprendemos a nos manter em harmonia, conquistando uma vida equilibrada, bem estar e saúde.

Uma dica é ter sempre à mão porções de temperos para polvilhar em seu prato, de acordo com seu estado físico e emocional. Para a dieta de desintoxicação você poderá usar pimenta-do-reino (aumenta o ritmo do metabolismo), cominho (estimula o sistema digestivo), cúrcuma (melhora a imunidade), canela (ajuda o controle da pressão arterial e do colesterol), gengibre (antiinflamatório, reduz quadros de dores) e cardamomo (auxilia o trato gastrintestinal).

Na dieta desintoxicante ayurvedica a comida também deve ser servida sempre quentinha, para facilitar a digestão. E esqueça por esses dias laticínios, alimentos processados, carnes, chocolate, sorvete, fritura, condimentos artificiais, molhos cremosos, refrigerante, bebidas geladas, alimentos artificiais irradiados ou cozidos em microondas, pois roubam a energia.

O cardápio detox não prevê porções diminuídas, porém é preciso equilíbrio. Observe se você está com fome ou com vontade de comer. Uma medida adequada para ser ingerida corresponde à palma de suas duas mãos unidas; A recomendação nutricional tradicional de fazer lanches intermediários entre as principais refeições também é seguida na Ayurveda.

Leia mais;Alimentação Ayruvédica

A dieta adequada – um dos principais pilares da boa saúde – depende dessa compreensão. Tudo o que somos é o resultado da síntese dos alimentos físicos e/ou energéticos que ingerimos. Eles fornecem para o organismo o material necessário para o processo metabólico que nutre a vida. São os melhores medicamentos. Quando são adequados para o nosso corpo e devidamente digeridos, contribuem para nos tornar saudáveis. Quando a dieta não é compatível com a nossa constituição individual, sofremos de desequilíbrios físicos e psicológicos. Nossa saúde, nosso peso ideal, nossa estabilidade emocional, nossa acuidade mental e nosso bem estar geral dependem do que conseguimos e do que não conseguimos digerir.Mas, tão importante quanto a quantidade e a qualidade dos alimentos que ingerimos é o “por que” da nossa alimentação.

Um plano de Consciência Alimentar começa ao desligar o “piloto automático” que vem nos guiando ao longo da vida moderna e instalar a atenção plena. Devemos prestar atenção à potência da nossa fome, à quais alimentos nos caem melhor, qual é a quantidade de alimento que nos satisfaz e qual o sabor que mais nos convém.

Estou com fome? Do que me alimento? Por que estou comendo? O que estou comendo? Estou feliz? Triste ou ansioso? Como eu me sinto em relação à minha alimentação?

A Consciência Alimentar é um poderoso instrumento para a manutenção da boa saúde e também para quem quer perder ou ganhar peso.  Ela é um “farol” que já existe dentro de nós. Só precisamos despertá-la. Vamos usá-la para iluminar a nossa vida a cada momento; Dessa forma, vamos encontrar o verdadeiro sabor da vida. Isso não vai nos ajudar sómente a conquistar o bem estar físico – vai trazer à superfície a compreensão da riqueza e abundância da vida.

Resultado de imagem para imagens sobre dietasAbaixo seguem 10 dicas para ajudar você a começar a comer mais conscientemente-para os vegetarianos e não vegetarianos,mas para todos que querem uma consciência alimentar desenvolvida com equilíbrio.

1) Visualize Antes de dar a primeira mordida

Visualize-se comendo devagar e imagine-se comendo apenas até estar se sentindo em estado de saciedade. Feche os olhos , tome algumas respirações profundas e comece a cheirar a comida para identificar os diferentes aromas .

2) Deleite-se na experiência da primeira mordida

Dê a primeira mordida no alimento em sua boca e, em seguida, pouse os talheres à mesa. Focalize sua atenção na textura e sabor da sua comida, enquanto mastiga o alimento. Aproveite bem a mordida antes de, enfim, engolir o alimento.Imagine a comida descendo pela sua garganta suavemente até chegar ao seu estômago.

3) Mastigue devagar

A digestão começa na boca, com a ação da saliva. Quando mastigamos os alimentos muito rapidamente , não só acabamos comendo mais, como tornamos a digestão no estômago e intestinos mais difícil. E não damos tempo para o cérebro entender que nosso corpo já recebeu o que precisava comer em termos nutricionais.Como você mastigar cada mordida , observe atentamente a textura do alimento e o sabor de cada ingrediente.  Experimente fechar os olhos para sentir melhor o que está comendo. Mastigue bem até que perceba que já usufruiu ao máximo do sabor e das experiências de cada pedaço e só então engula esse pedaço.

4) Invista um tempo de qualidade na sua refeição

É sabido que  o cérebro leva cerca de 20 minutos para obter o sinal de que seu corpo está cheio , então se você comer muito rapidamente, é provável que você irá consumir mais do que você realmente precisa para sentir saciedade.É mais saudável levar o tempo que for necessário para comer com calma. Reserve o espaço para comer em sua agenda com a mesma importância que teria uma reunião com um cliente importante ou o chefe.Tome alguns goles de água entre as mordidas para limpar o seu paladar, de forma que cada mordida signifique uma experiência nova .

5) Use seus cinco sentidos 

Ao preparar sua comida e depois ao saboreá-la , tente se concentrar em cada um dos cinco sentidos.Qual é o seu som encontrado enquanto ele está sendo preparado? Preste atenção extra para organizar a sua comida lindamente no seu prato – o que pode aumentar o prazer de comer, e é por isso que muitos restaurantes gourmet são famosos por sua apresentação estética dos pratos.Enquanto está comendo, concentre-se no cheiro , bem como no gosto e na sensação da comida na boca durante a mastigação .  Entrar em sintonia em cada um dos 5 sentidos vai aumentar muito o prazer da sua refeição.

6) Desligue as distrações e entre em sintonia com o alimento

Enquanto come , procure se desligar de distrações como a televisão, rádio, computador ou até mesmo leitura. Isso vai ajudar você a se concentrar em sua refeição.Coma em uma mesa  onde você possa se sinta confortável e não permita quaisquer outras distrações durante a sua refeição.

7) Ouça o seu corpo

Quando você sentir fome, diferencie entre o desejo da sua mente por um prato específico e a necessidade de seu corpo por uma fonte de alimentos mais gerais. Preste atenção o seu corpo para determinar que tipo de comida realmente você precisa.Se a primeira coisa que vem à sua mente é um desejo de comer um hambúrger(se voce ainda não abandonou o costume de comer carnes), pergunte-se se a real necessidade de seu corpo não é de um pedaço de carne menos calórico que o hamburger. Quando você estiver um desejo por por açúcar, pode ser que seu corpo esteja realmente precisando de uma fruta. E assim por diante.

8) Concentre-se em em sensações de fome e saciedade

A cada mordida, verifique suas sensações corporais para ver se você já começou a se sentir satisfeito. Uma vez que você fizer isso, pare de comer e limpe o prato e a cozinha . Lembre-se que você pode comer de novo sempre que estiver verdadeiramente com fome.

9) Livre-se da culpa

Está tudo bem se você comer alimentos que você deseja, mesmo que eles não sejam muito bons para você. Quando você optar por comer um doce , permita-se desfrutar uma pequena quantidade sem culpa.A idéia é que quando você se concentra sobre suas sensações de fome , plenitude e saciedade , bem como fica atento e presente saboreando a experiência de comer prazerosamente a comida, você ficará satisfeito com menores quantidades de alimentos.Essa pequena quantidade de alimentos, digerida de forma consciente – mesmo que eventualmente um pedaço de pizza ou um chocolate -não vai ficar no caminho de seus objetivos de perda de peso .

10) Dê-se Opções

Para comer saudavelmente o seu corpo precisa de uma boa mistura de proteínas magras , vegetais fibrosos e frutas , carboidratos de queima lenta e gorduras saudáveis . Faça uma lista de alimentos saudáveis que você gosta que se encaixam em cada uma dessas categorias e mantenha esses alimentos acessíveis.Abasteça sua geladeira com alimentos saudáveis e guarde na bolsa ou mochila, quando estiver em trânsito, os chamados “alimentos de combate”, como uma fruta ou barra de cereais.Quando a fome vier, pergunte a si mesmo o que você mais quer comer naquele momento …. e depois desfrute plenamente cada pedaço,  prazerosamente ….

Resultado de imagem para imagens sobre alimentação ayurvedaPara variar o cardápio

Frutas : maçã, pêra, uva, mamão formosa (não papaia), abacaxi doce, carambola, goiaba, pêssego, figo, manga. Devem ser levemente cozidas ou assadas. Evite: melancia, melão, abacate, frutas ácidas e oleaginosas (amendoim, nozes e castanhas).

Legumes : chuchu, abóbora, aspargo, jiló, quiabo, vagem, cenoura, maxixe, rabanete, nabo, beterraba. Devem ser consumidos cozidos, assados ou refogados e temperados com especiarias. Evite: tomate, berinjela, pimentão, brócolis, couve-flor, repolho e batata inglesa.

Folhas verdes : agrião, acelga, chicória, espinafre, almeirão, mostarda, couve. Devem ser levemente cozidas ou refogadas em azeite ou ghee e temperadas com especiarias, azeite de oliva e limão. Evite: folhas cruas e/ou refrigeradas

Raízes : inhame, bardana, mandioquinha, cará, mandioca (com moderação).

Leguminosas : feijão azuki, Moyashi, lentilhas, Mung Dal (prefira os grãos pequenos), temperadas com cominho, louro em folha ou pó, pimenta-do-reino ou assafétida.

Cereais : arroz integral ou arroz branco (cateto, agulhinha, Basmati), cevadinha, quinoa, amaranto, milho verde, fubá, farelo de trigo, gérmen de trigo, farinha de centeio, farinha e farelo de aveia, farinha de mandioca, macarrão integral, bifum (macarrão de arroz), flocos de arroz, sementes de girassol e abóbora. Evite: pão branco e farinha branca refinada.

Especiarias : açafrão, ajwain (sementes de aipo), alecrim, anis, assafétida, cardamomo, coentro em folha ou semente, cominho, curry (folhas), endro (dill), erva-doce, gengibre em pó, hortelã, louro, manjericão, manjerona, mostarda, orégano, pimenta-do-reino (pequena quantidade), pimenta rosa, salsa, sálvia, semente de papoula, tomilho. Alho e cebola podem ser consumidos com moderação, sempre cozidos.

Leia mais sobre bem-estar para o corpo e a alma : Consciência Alimentar Holística
Ioga ajuda a melhorar a imunidade
Contra a ansiedade e o estresse, respire
Óleos essenciais: cheiro de saúde no ar
Benefícios da massagem vão além do relaxamento
Receitas zen budistas

Chás terapêuticos protegem a saúde

Inspiração….

Documentários sobre alimentação viva e experiência pessoal.

Visão pessoal…

A alimentação consciente significa estar presente, atento e alerta ao aqui e agora, consciente de seu corpo, de suas emoções, de suas sensações e pensamentos, sem, no entanto, se apegar a essas emoções e pensamentos.Implica em perceber seu corpo como um observador atento, paciente e amoroso, sem fazer julgamentos ou críticas, sem comparar seu corpo com outros, aceitando-o como está agora e observando e aprendendo com cada experiência.A nossa dieta é um dos fatores mais importantes. Os alimentos podem curar ou adoecer nosso corpo ou nossa mente. Ás vezes os efeitos não são imediatos, acontecem mais a frente, e muitas vezes as pessoas não conseguem relacioná-los.Comer saudávelmente a implica uma série de recomendações…. nada impossível de se fazer. Até bem pouco tempo, nossos pais, avós ou nós mesmos, dependendo da idade e/ou região em que vivemos, tivemos a oportunidade de seguir muitas das recomendações.Hoje, por questões de “praticidade”, apelo das propagandas, desejo de consumo de artigos diferentes passamos a consumir alimentos nada saudáveis para o nosso organismo; para uma alimentação saudável devemos primeiramente saber escolher nossos alimentos.O momento da ida ao supermercado é fundamental para iniciarmos uma dieta saudável. O ideal é resumir-se ao setor de cereais, frutas e verduras frescas produzidas sem nenhum tipo de agrotóxico ou pesticida.A ingestão de alimentos enlatados (ervilhas, milhos, salsichas, creme de leite…), embalados (biscoitos, pães, molhos de tomate, maioneses, sucos de fruta de caixinha, leites…), processados (queijos, hamburgueres, embutidos, nuggets, catchup…), congelados (lasanhas, pizzas, quiches…) são contra indicados, assim como refrigerantes, óleos refinados, açúcar branco refinado, adoçantes, etc deve ser evitada ou suprimida.Há alguns anos (40 anos atrás) não existia a variedade de produtos industrializados que hoje vemos nas prateleiras do supermercado. Estes produtos contém diversos aditivos e conservantes químicos, açúcares que se repetem em cada embalagem. Com isso, quando nos permitimos consumi-los livremente, saturamos nosso corpo com tais substâncias químicas, que muitas vezes nem mesmo os médicos ou cientistas sabem os verdadeiros efeitos maléficos gerados em nossa saúde.Sendo assim, nosso organismo passa a ficar intoxicado. Por exemplo, de manhã tomamos um leite de caixinha longa vida com açúcar refinado, acompanhado de pão de forma, peito de peru e margarina. Todos estes ítens tiveram alguma substância adicionada em sua fabricação para terem uma durabilidade/consistência/aparência melhor/ maior;estão contaminados com produtos químicos altamente cancerígenos além de causar diabetes, colesterol e hipertensão;e não confie nos rótulos, pois não existem milagres;Fica claro, que no intuito de nos alimentarmos acabamos por nos intoxicarmos. Se pararmos para pensar, o mesmo se repete no almoço e no jantar. Com o decorrer dos anos vários órgãos ficam saturados e exaustos do constante trabalho de eliminar as toxinas.Alimentar-se saudávelmete, em primeiro lugar não significa só ter uma dieta específica para o seu biotipo, sem carnes, com baixa caloria, sem gordura ou sem açúcar. Significa sim, saber escolher corretamente boas gorduras, alimentos naturais, frescos e nutritivos, o açúcar correto, e se for de sua escolha, a adequada  proteína animal ou vegetal a ser ingerida…..

cropped-cropped-cropped-cropped-preto-e-branco11.jpgMonicavox

Recomendo…

Resultado de imagem para imagens sobre livros de dietas

 

Resultado de imagem para imagens sobre livros de dietas

Resultado de imagem para imagens sobre livros de dietas

 

 

Anúncios

Um comentário em “Um olhar sobre o que é Consciência Alimentar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s