Autoconhecimento: Inicie esta jornada….

Resultado de imagem para imagens sobre autoconhecimentoAutoconhecimento, como sugere a própria palavra, é o ato de se conhecer e está ligado a uma das bases da inteligência emocional: A autoconsciência.

Diante do momento em que vivemos, ser autoconsciente e se conhecer são grandes desafios, visto que, não paramos, não refletimos, não nos observamos….Vivemos na sociedade do ter, onde há pouco espaço para o ser ou pouca preocupação em ser e consequentemente pouco espaço e tempo para descobrir o que se é.Na antiga Grécia a educação visava a conquista do homem­-excelência e se iniciava pela virtude e virtude para os gregos se resumia em conhecer a si em primeiro lugar, depois o outro e depois o mundo.Para os gregos os conhecimentos “técnicos” viriam com o tempo.

Não é magnífico e verdadeiro!? Iniciar a vida conhecendo-­me e a partir de mim conhecer o outro e o mundo… Será provável que se tivéssemos o prazer de aprender assim, teríamos uma sociedade muito melhor, do ponto de vista emocional?Na nossa atual sociedade em geral, não existe valorização quanto a importância desse “mergulho interno”. E essa percepção não é algo natural para todos.
Mais abaixo eu listo algumas perguntas simples que o farão refletir sobre o seu nível de autoconhecimento, você vai perceber o quão pouco refletimos sobre nós mesmos e nossos comportamentos. E essa falta de conhecimento sobre si mesmo não é algo feio, errado, ou demonstra falta de interesse, não há como saber algo que não aprendemos, afinal, em que momento da nossa educação somos orientados a olhar para dentro?

Se você não sabe quem é você se torna complicado encontrar alegria de forma plena em seu dia a dia, se você não conhece você mesma, infelizmente, será presa fácil a aceitar qualquer tipo de relacionamento e de trabalho.

Se os seus valores ainda estão em zonas desconhecidas você tende a não encontrar satisfação nas funções e nos lugares em que trabalha, se a sua essência é desconhecida você tende a migrar de relação em relação ou se sentindo insatisfeita ou sofrendo em relações destrutivas.

 No entanto, quando você volta o seu olhar para dentro, quando você se dá a chance de mergulhar dentro de si e encontra respostas nunca antes questionadas, o processo de viver torna-­se fluído, e entenda fluído no sentido de natural e não de fácil ou “rosa”.Através do autoconhecimento você passa pelos ciclos da vida com entendimentos antes desconhecidos, você faz escolhas mais condizentes com os seus valores, você busca alegria, prazer e amor com base na sua essência.
Imagem relacionadaReflita…

– Você sabe quais são os seus valores? Você consegue passar para a sua família quais são os seus principais valores?

– Você sabe qual é a verdade do seu ser?

– E você sabe se o seu trabalho tem a ver com a sua verdade?

Essas são as principais perguntas para iniciar um processo de autoconhecimento, o restante acontece em espiral e por toda a nossa existência.Pare e reflita: Quais são os seus principais valores?

Se tiver dificuldade com isso (e é normal ter) reflita sobre algo de muito importante que você gostaria de deixar aos seus filhos como ensinamento de vida. Esse é o seu principal valor. Se não tiver filhos, lembre-­se de uma decisão importante que teve que tomar em sua vida, essa decisão possívelmente, foi pautada por um dos seus principais valores.A verdade do seu ser você vai descobrir mergulhando em si, se observando, procurando por pontos fortes e fracos e aceitando os, identificando seus dons e desenvolvendo suas habilidades, dialogando com seu EU e procurando por pontos cegos.

Esse processo será contínuo, não espere chegar a um ponto X e imaginar que alcançou a iluminação e que está acima dos outros, quando iniciamos um processo de autoconhecimento tendemos a nos considerar “diferente” e querer se colocar em posição acima do nosso semelhante, não se permita permanecer nesse erro, quem estará no comando, em atitudes como essa, é o seu EGO e não a sua essência e se você permitir que ele continue no comando você interromperá o seu processo.O trabalho é essencial ao desenvolvimento do ser humano e não há nada mais prazeroso do que ser pago para fazer o que gosta, concorda? Mas nem sempre é possível, correto?

 O discurso de que é preciso viver de propósito e encontrar o trabalho que se ama é lindo e almejado por muitos, mas a realidade, as vezes, é bem diferente, e infelizmente a maioria das pessoas ainda não acreditam nas infinitas possibilidades do universo e não acreditam que possam gerar valor ao outro em troca de dinheiro.

Sendo assim, se você é uma dessas pessoas, que não vê saída para fazer algo que a deixa feliz, e ainda está no início do seu processo de desenvolvimento pessoal e autoconhecimento, encare o seu trabalho de outra forma, faça você mesma a ressignificação diária do seu trabalho para que ele tenha mais a ver com a sua verdade, e no paralelo busque pela sua missão de vida, se pergunte o que te apaixona verdadeiramente e procure por formas alternativas de ganhar dinheiro colocando em prática os seus dons e estando alinhada com a sua essência, ACREDITE, isso é possível….

O autoconhecimento é um projeto de vida, onde se exige esforço e persistência, assim como a felicidade, e só depende de você iniciar essa busca e se permitir romper as suas próprias barreiras.

Resultado de imagem para imagens sobre liberdade

Autoconheça-se e liberte-se…

Liberte-se da necessidade de agradar todo mundo: fazer concessões é importante, mas nem todas as pessoas o são – ao menos não a ponto de te fazerem abrir mão de você.

Liberte-se da ânsia de ser compreendido. Nem todos compartilham da sua visão de mundo e das suas prioridades. Nem todos terão disposição de olhar para as suas escolhas sem julgamento.

Liberte-se da obrigação de compreender, incondicionalmente, o lado dos outros: o exercício de empatia é admiravelmente válido, mas identificar os próprios limites é essencial para o seu equilíbrio físico e emocional.

Liberte-se da necessidade de acertar sempre: errar e se propor a lidar com as falhas é mais bonito que ser parâmetro de perfeição. E, depois disso, liberte-se da culpa: aceitar com benevolência os próprios erros é leve e grandioso.

 Liberte-se da busca pelo corpo perfeito: seu corpo já é perfeito, tal qual como é – com gordurinhas sobrando (ou faltando), com celulites e estrias à mostra, com rugas se aprofundando, com músculos se escondendo ou com cabelos brancos aparecendo. Cuidar da saúde é primordial, mas a compulsão estética pode comprometer a percepção do tipo de beleza que realmente importa na vida.
 
Liberte-se da responsabilidade de levar seus relacionamentos adiante sozinho – sejam eles de amizade, familiares ou amorosos. Onde não há reciprocidade e disposição mútua, não há sentido em despender tempo e energia.
Liberte-se de condicionar suas vontades à existência de companhia. Planeje-se para o que gostaria de fazer e, se não tiver com quem ir, vá consigo mesmo. É incrível e altamente libertador conseguir curtir a própria companhia em qualquer lugar.

Liberte-se do que as pessoas pensam sobre você: isso é problema delas. Dê-se ao trabalho de se explicar apenas àqueles que são, de fato, imprescindíveis na sua vida.

Liberte-se da pressão para se adequar a padrões socialmente cristalizados. No trabalho, nas relações sentimentais e em todas as opções que se faz na vida o sucesso se mede com a fita métrica da satisfação pessoal e não com a do retorno financeiro ou da valorização da imagem.

 Liberte-se do que te cansa emocionalmente. Se seus investimentos não trazem o retorno que você gostaria e ainda exigem doação irrestrita, mude o foco. Às vezes não é por mal, mas quando as visões de mundo são incompatíveis não adianta insistir pra sempre.

Liberte-se do que te faz perder a espontaneidade. Se você restringe sua natureza por medo de não agradar, está usando um tempo precioso com as situações ou as pessoas erradas.

Liberte-se do sofrimento por situações que não pode controlar. Tente aceitar que algumas coisas são perfeitas como estão – e que essa perfeição não necessariamente vai se equilibrar com os seus modelos, com as suas expectativas ou com as suas vontades. Lidar com as dores irremediáveis sem se desesperar é um dos maiores sinais de sabedoria e maturidade de uma pessoa.

Liberte-se do apego. Ele é essencialmente egoísta e por isso mesmo terá sempre um peso difícil de gerenciar. Deixe fluir. Abra mão da posse. E abra os braços para o que quer entrar espontaneamente: são essas as coisas que têm valor genuíno na vida – e é só com elas que você poderá contar a todo e qualquer momento.

Visão pessoal…

O autoconhecimento é um processo lento que pede, antes de tudo, confiança. A espera necessária para alcançar aquilo que buscamos ­ uma profunda consciência
acerca de quem, de fato, somos ­ só será suportada se existir dentro de nós a
confiança de que a semente inevitavelmente germinará.
Se não estivermos preenchidos por essa certeza, nenhum resultado poderá ser obtido
e desistiremos diante do primeiro obstáculo que surgir. E eles serão muitos, pois a
mente nos coloca inúmeras armadilhas para nos convencer de que viver sob seu
domínio é a única forma de existência possível.
A confiança, porém, não pode vir acompanhada de ansiedade ou expectativa, porque
estas constituem os principais entraves para um estado de relaxamento e paz.
Aqueles que já se encontram nesse caminho, sabem que ao invés de ansiar pelo
resultado final, devemos usufruir de cada instante que vivermos durante essa jornada,
pois ela em si já se constitui numa grande bênção.
Se focarmos nossa energia na ânsia por obter algum resultado, certamente
deixaremos de enxergar os momentos preciosos que a vida vai colocando em nosso
caminho. A serenidade e a alegria são os principais critérios para sabermos se
estamos de fato no caminho de volta para nosso verdadeiro ser.

Inspiração…

A formação do homem grego- Paideia.
Inteligência Emocional- ­ Daniel Goleman.

cropped-cropped-cropped-cropped-cropped-preto-e-branco11.jpgMonicavox

Recomendo…

 

Resultado de imagem para imagens sobre livros de autoconhecimento

 

Resultado de imagem para imagens sobre livros de autoconhecimento

 

Anúncios

Um comentário em “Autoconhecimento: Inicie esta jornada….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s