2017-O ano da carta da Roda da Fortuna no Tarot de Marseille-Saiba o que isso significa….

Resultado de imagem para IMAGENS Da roda da fortunaUm dos procedimentos de previsão mais comuns associados ao Tarot é a soma dos algarismos de um ano. O número obtido é associado a um Arcano Maior, cujos símbolos e atributos regem acontecimentos e comportamentos durante aquele período específico. Portanto, a carta que rege o ano de 2017 (2+0+1+7=10), é a décima: A Roda da Fortuna.

A ENGRENAGEM QUE NÃO DESCANSA

Uma máquina. Uma estrutura circular. Uma roda gigante. A carta do Tarot que rege 2017 deve ser vista como um movimento incessante. Essa engrenagem da deusa Fortuna merece ser compreendida além do bem ou do mal, já que ilustra o ciclo natural das situações e das pessoas: nascimento, vida e morte. Ou, ainda, idéia, execução e finalização.

Tudo o que for colocado em prática a partir de janeiro poderá se desenvolver e chegar ao fim natural, como se fossem cumpridas as etapas de um processo. Isso porque a simbologia deste arcano preserva a idéia de movimento, de ritmo e de constância: a engrenagem da máquina do mundo, que não para de funcionar. Eis uma clássica metáfora para o fluxo dos planetas, das estações e dos elementos. Tudo em constante atividade.

O QUE ESTAMOS BUSCANDO?

A “Roda da Fortuna” nos lembra de que o controle total sobre nossa vida, assim como sobre nosso destino, é ilusório. Em determinadas situações, o exercício do livre arbítrio se restringe ao que diz respeito às nossas atitudes e posturas perante fatos consumados e fatores externos. Não raro investimos muita energia buscando segurança para nossas vidas, mas basta alguma reflexão para percebemos que deter o controle absoluto das situações é uma utopia. Devemos ser hábeis ao conduzir nosso leme, mas nem sempre podemos prever se o mar em que navegaremos será manso ou revolto. Ou mesmo se uma tempestade chegará sem aviso. Ainda que essas situações tenham sido antecipadas, nem sempre é viável evitar as adversidades.A “Roda da Fortuna” nos traz o ensinamento da confiança, em si mesmo e na vida. Impossível não cair nunca.

DEPOIS DE UM ANO MAÇANTE, UM PERÍODO MARCADO PELA AGILIDADE-ENTENDENDO O CONCEITO DE FORTUNA

Resultado de imagem para IMAGENS Da roda da fortunaA Roda da Fortuna, tal qual se vê nos baralhos de Tarot, é baseada num conceito mitológico bastante difundido na Idade Média: Fortuna, a deusa romana da sorte, gira a manivela de um maquinário – uma roda em que se situam os homens, os seres e os ciclos de tudo o que existe.Sendo senhora absoluta do acaso, Fortuna movimenta essa estrutura concedendo as benesses e as agruras a tudo e a todos. Durante o período medieval, a idéia se popularizou devido às diversas representações e iluminuras associadas ao poder monárquico: um rei coroado no topo da roda; um em declínio, perdendo suas nobres vestimentas; outro embaixo, sem reino e sem posses; e um último subindo, quase alcançando o topo.
Nada passa incólume à Fortuna, que rege o acaso e o tempo de cada um. Hoje o conceito se mantém, sobretudo nas cartas, ainda que o termo “roda da fortuna” seja popular para caracterizar jogos de azar ou programas de TV que se baseiam em sorteios, passando a restringir a palavra “fortuna” a dinheiro ou riqueza.
Mas ao longo de 2017 ficará mais claro que a boa ou a má sorte depende de como enfrentamos as situações que se apresentam. Cada pessoa tem a sua própria fortuna, termo que também se associa ao conceito de destino ou fado. Vejamos, a seguir, o que os símbolos do décimo Arcano Maior proporcionam durante o seu período de regência.

Devido à natureza dinâmica conferida à Roda da Fortuna, o ano de 2017, regido por este arcano do Tarot, passa a ser marcado pela rapidez, pela agilidade e pela agitação. Depois de um 2016 ano regido pelo arcano “O Eremita” , em que as coisas custaram a acontecer devido à lentidão e aos equívocos de toda ordem, os projetos agora podem desemperrar. Será possível, ao longo de 2017, reanimar idéias, planos e atitudes que tendem a surtir efeitos em curto ou médio prazo.

Mas, mesmo a mobilidade e a agitação projetam sombras. Uma associação direta à rapidez do tempo marcada pela carta traz como consequência a correria, a impaciência e também a superficialidade com que as coisas podem ser iniciadas, executadas ou finalizadas. É como se o improviso ou o acaso fizessem mais do que o planejamento sensato ou a dedicação frequente, culminando em situações marcadas pela falta de capricho, pobreza de detalhes e ausência de profundidade.

Imagem relacionadaHá de se ter cuidado, em 2017, em querer correr contra o tempo e acabar perdendo a chance de fazer algo bem feito. Deixar a desejar pode ser uma constante neste ano de atribulações e compromissos firmados na pressa.

Para quem já tem um compromisso amoroso, a orientação da carta do ano é avaliar a própria rotina. O que há de mais sólido entre as pessoas que se amam tende a sustentar qualquer empecilho, porque só os relacionamentos fortes é que resistem à oxigenação trazida pela Roda da Fortuna: salvos pelo gongo. Nem sempre é fácil, já que podem haver desentendimentos com alguma frequência, mas a primeira ordem é não deixar que as atribulações causem um gradativo distanciamento emocional: desculpas, pendências, cansaço e procrastinação podem desestruturar a paz do bom convívio.

AS VOLTAS QUE O BOLSO DÁ

No que diz respeito ao setor profissional e financeiro, o arcano de 2017 aponta para oscilações cada vez mais corriqueiras: nem sempre o emprego ou o salário dos sonhos será mantido por muito tempo.Cabe, ao longo destes meses, agir de maneira moderada em relação às próprias economias, já que é forte a tendência a gastos exagerados e muitas vezes desnecessários. O desperdício e o descontrole em relação ao dinheiro pressupõem uma postura cada vez mais assertiva e, sobretudo, realista: não é momento para esbanjar e nem para ceder aos caprichos de cada dia.O trabalho, por mais estressante ou incômodo que esteja, deve ser revisto com absoluta cautela. Mudar sua própria maneira de lidar com as dificuldades é que denota o quanto você se prepara para o que pode haver de melhor neste período. Acredite: ele é repleto de possibilidades. Não perca a paciência e nem falte com educação diante de qualquer adversidade. Quanto mais você permanece fiel ao seu próprio eixo – mantendo a calma, a gentileza e a autoconfiança – mais perto está das soluções.

O ÊXITO PODERÁ VIR DO ACASO

Ainda assim, o ano preserva oportunidades únicas de criar vínculos significativos. Os golpes do acaso se definem, em 2017, pelos encontros inusitados que acabam sendo determinantes para o êxito em alguma área ou situação específica: promoções, sorteios, premiações, propostas e possibilidades, esperadas ou repentinas, estão na pauta.

Imagem relacionadaA RODA GIGANTE E TODOS OS SEUS ALTOS E BAIXOS

 

Talvez a imagem mais acessível que temos da Roda da Fortuna no nosso imaginário seja a roda gigante. Os famosos altos e baixos que associamos ao humor ou às emoções são perfeitamente cabíveis nesta carta do Tarot, que em 2017 tanto nos influencia: a rotina pode não ser tão repetitiva quanto parecia no ano passado, em que nada saía do lugar E nem se resolvia por completo. Agora, porém, oscilam as impressões de estabilidade e instabilidade, porque ninguém fica no mesmo lugar para sempre.

Em 2017 está a chance de aprender, definitivamente, que a felicidade ou a infelicidade não são permanentes.

Tudo está em constante movimento: um dia de choro, outro de gargalhadas; um momento de vitória, outro de decepção. Por isso, uma das grandes metas que este arcano pressupõe que alcancemos é a atenção plena ao que fazemos da nossa vida e como agimos diante do que nos acontece. Em vez de ceder aos rompantes da má sorte ou achar que a boa sorte veio para ficar, vale apostar numa postura neutra: aprendendo com as dificuldades e celebrando as alegrias, mas não dependendo e nem se apegando demais a nenhuma delas.Quando estamos embaixo, é crucial se questionar sobre o motivo de estar sofrendo. Quando estamos subindo, devemos medir nossas expectativas de modo sensato para saber aonde (e como) queremos chegar. Quando estivermos no topo, é importante ver toda a vida por um panorama de sucessivas experiências: gente nascendo e gente morrendo, gente reclamando ou desperdiçando tempo e gente aproveitando o que há de melhor. E quando estivermos em declínio – devido a alguma frustração, substituição, demissão ou mesmo abandono – é crucial perceber que é um momento difícil, sim, mas não o fim derradeiro. Não é a primeira e nem a última queda, mas é a dádiva de aprender com as situações e se tornar mais forte diante de qualquer dificuldade que se apresente. Porque dias melhores já vieram e sempre virão.

A GENTE SAI DO LUGAR, NÃO ESTAMOS EM UMA ESTEIRA-A RODA DA FORTUNA: MUDANÇAS INESPERADAS DA VIDA

Roda da Fortuna: mudanças inesperadas da vida

É importante frisar o quanto 2017 pode parecer, em algum raro momento, um fluxo ininterrupto de situações parecidas ou iguais. Uma reação em cadeia, como se a rotina estivesse se repetindo desde o começo dos tempos. Mas não é bem assim que as coisas acontecem. Com este arcano nós não só saímos do lugar, como também abrimos o leque de possibilidades de mudança: de casa, de trabalho, de amor, de crença, de rotina e de atitude.

Não estamos numa esteira, mas sim numa escada rolante: subindo e descendo. Neste ano tudo se move, de uma forma ou de outra. Meses de circulação em que podemos perceber várias mudanças na maneira de lidar com as pessoas e com os nossos próprios interesses. A Roda da Fortuna não tira nem concede poderes, ela testa o que somos e como lidamos com o que e quem acontece ao nosso redor. É a grande chance de renovar e desenvolver, dia a dia, uma postura cada vez mais maleável, atenta e inteligente diante da vida. Encontros inusitados, surpresas boas ou desfavoráveis, chances únicas e imperdíveis de colocar o próprio mundo nos eixos.


VOCÊ EM 2017

Visão pessoal…

Em seu sentido mais amplo, a “Roda da Fortuna” nos remete aos ciclos da vida. Como as galáxias e os grandes impérios passam por períodos de desenvolvimento, apogeu e declínio, assim também acontece com nossa vida. Entretanto, o movimento é circular e como nada se mantém para sempre no topo da roda, também nada se mantém em decadência. A roda gira e então inicia-se uma nova fase. São ciclos dentro de ciclos – alguns mais extensos, outros de curta duração;Instabilidade nos sentimentos, a roda que gira, os altos e baixos. Ansiedade, confusão emocional. Não se sabe o que se quer, tampouco o que não se quer. Tudo junto, ao mesmo tempo, agora.Este arcano nos questiona, portanto, quais são os ciclos que se repetem em nossa vida;Como podemos ver, são várias diretrizes a serem seguidas em 2017. Não se esqueça que Fortuna é a deusa regente do Tarot, ainda que não apareça representada em quase nenhum baralho disponível no mercado. Mesmo que o foco seja a Roda, a divindade é quem a mantém em movimento. Isso significa que um ano regido por ela é um ano de sorte – tanto aquela que comumente chamados de” boa sorte” quanto a “má sorte”, pejorativamente chamada de “azar”. É de nossa responsabilidade enxergá-la como positiva ou negativa.Mas o que importa mesmo é constatar o quanto somos afortunados em 2017. De experiências, de possibilidades….. Entender o mecanismo deste arcano ao longo do ano pode ser difícil, já que exige aceitar a duração das coisas e até das pessoas – os prazos de validade, a convalescência, os fins. Mas esse mecanismo também passa por momentos de alegria que surgem sem avisar e até mesmo por escolhas feitas de última hora, aquelas que nos levam a experiências realmente significativas.Por mais acertadas que sejam nossas atitudes, nem sempre o momento é propício para que possamos atingir aquilo que desejamos. Nem sempre é nossa culpa, nem sempre é nossa responsabilidade.A consciência de fazer o melhor que podemos e de dar o nosso melhor deve imperar em qualquer experiência, tenha ela um desfecho glorioso ou não. Assim, o conceito de que “somos responsáveis pelo nosso próprio destino” ganha um novo sentido e uma outra dimensão.Por isso, em vez de reclamar do que não agrada, fique de olho no tempo que corre. Ele não volta. Porque, em 2017, o que vale mesmo é constatar que, apesar de tudo, ainda temos sorte. Toda a sorte……


Inspiração…

O Código Sagrado do Tarot-Wilfried Houdouin

Jung and Tarot-Sallie Nicols

Os arcanos maiores e menores do Tarot- Vol 1 e 2- G.O.Mebes

cropped-cropped-cropped-cropped-preto-e-branco11.jpgMonicavox


Recomendo…

Resultado de imagem para IMAGENS De livros do tarot

 

Imagem relacionada

 

 

 

Imagem relacionada

 

 

Resultado de imagem para IMAGENS De livros do tarot

 

Anúncios

3 comentários em “2017-O ano da carta da Roda da Fortuna no Tarot de Marseille-Saiba o que isso significa….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s