Nutrologia- O futuro da medicina que cura…..

 

Imagem relacionadaVocê nota algo diferente com sua saúde e vai procurar o médico especialista para saber como tratar.Por exemplo, uma dor no peito e você corre para o cardiologista, uma mancha na pele e você voa para o dermatologista.O médico solicita exames e prescreve um remédio para tratar o seu sintoma, dá um tchau e pede para retornar com a intenção de saber se o problema sumiu.Se desapareceu, então o medicamento funciona e está tudo certo…..

Mas,se persiste ou piora, uma droga mais forte é prescrita ou mais exames são feitos para tentar concluir algo (na pior das hipóteses tudo é em vão porque não há diagnóstico correto para o problema).Há pessoas que vão tomando um remédio atrás do outro (geralmente para tratar o efeito colateral de um remédio anterior) para o resto das suas vidas.Você já passou por isso ou pelo menos tem familiares e amigos que passaram por esse martírio de consultas (e longas esperas), exames (mais tempo gasto), farmácias (mais dinheiro saindo do seu bolso) e remédios (com efeitos colaterais) …

Percebeu que a medicina só trata o sintoma, o efeito?Aí você chega a conclusão óbvia que o certo é tratar as causas para não ter nenhuma doença…É tão simples mas não é assim que funciona, infelizmente.

Existem regiões na China onde os médicos são pagos apenas quando seu paciente está saudável. Se surgir alguma doença eles não recebem nada porque não fizeram seu trabalho direito.A função principal do médico é deixar seu paciente saudável.Então se ele faz sua função direitinho, recebe. Se surge alguma doença, não recebe.

 

Agora pense o que acontece com você:

  • Se você está cheio de vida e com saúde, os médicos estão ganhando algo?
  • Os médicos vivem às custas da sua saúde ou da sua doença?
  • Os laboratórios que fabricam medicamentos dependem de pessoas saudáveis ou doentes?

Calma, há soluções para esses dilemas e pessoas do bem dispostas em realmente oferecer saúde e prevenção.
Indo contra a indústria da doença.

 

Já pesquisei sobre o pão integral com queijo branco e peito de peru ….Uma dica: fuja de todos eles.
Também achei que gordura e colesterol faziam mal. Mais um mito que absorvemos sem questionar.Existem gorduras boas que são necessárias para o bom funcionamneto do cérebro…

Existem áreas de estudo que estão inovando conceitos antigos; a nutrologia, nutrigenética, nutrigenômica, medicina antienvelhecimento ou terapia do envelhecimento saudável para reverter esse quadro e mostrar as verdades escondidas sobre saúde, baseadas em ciência e estudos atualizados.Uma nova área da medicina focada em qualidade de vida

Resultado de imagem para imagens sobre nutrologiaTROCANDO EM MIÚDOS….

Nutrologia é a área que estuda os benefícios e malefícios causados pela ingestão dos nutrientes, com o objetivo de manter a saúde e reduzir o risco de doenças.

Nutrigenética é a ciência que relaciona a nutrição com a genética e com o funcionamento metabólico.

Nutrigênomica estuda como alimentos e nutrientes ingeridos influenciam o genoma. conhecendo a influência da dieta na estrutura e expressão dos genes ao longo do tempo.

Medicina antienvelhecimento (ou terapia do envelhecimento saudável), conhecida no mundo todo como Anti-Aging Medicine, tem o objetivo de pesquisar, detectar, prevenir e tratar doenças que surgem com o envelhecimento, através de métodos e protocolos que retardam e otimizam o processo de envelhecimento.

(Vale lembrar que não é só para idosos apesar do termo “envelhecimento”, vale para qualquer pessoa que deseja otimizar sua saúde.)

Apesar das definições acima serem um pouco diferentes, podemos dizer que são similares-(inclui também a medicina ortomolecular):São áreas da medicina que querem deixar você saudável, tratando seu corpo por inteiro antes que qualquer doença apareça.A tão sonhada PREVENÇÃO que todos querem.Foco na saúde e não na doença, assim como nossos queridos médicos chineses que descrevemos acima.

Em resumo, a base dessas novas práticas médicas são:

  • Nutrição e Suplementação
    Uma alimentação adequada e uso de suplementos (vitaminas, nutrientes, etc) são fundamentais para abastecer seu corpo com os melhores “combustíveis” para sua saúde.
  • Gestão do estresse
    O aumento do estresse afeta negativamente sua saúde, isso porque nesta situação seu corpo libera o hormônio cortisol que prejudica diversas funções no organismo. Portanto saber controlar as fontes de estresse é fundamental para prevenir e manter a saúde.
  • Exercícios Físicos
    A importância da atividade física é bem conhecida, porém existem maneiras corretas de praticar os exercícios e obter melhora na saúde. Não basta apenas caminhar, por exemplo. É preciso aprender e realizar os programas de treinamento ideais para otimizar sua saúde.
  • Modulação Hormonal
    Nossos hormônios começam a cair a partir dos 30 anos e as consequências destes baixos níveis são uma série de distúrbios. Por isso é necessário verificar o nível dos seus hormônios (testosterona, estrogênio, progesterona, melatonina, DHEA, cortisol, vitamina D3, entre outros) e fazer um equilíbrio a partir da suplementação hormonal.

Antes que você se pergunte “Mas hormônio não causa câncer e outros problemas?”: diversos estudos e pacientes que fazem esse tratamento só provam que esse ainda é um grande MITO.Aconselho que todos  pesquisem, testem.E desconfie da autoridade médica, nem sempre o pessoal de jaleco branco está certo, estudou ou se atualizou o suficiente.Existem profissionais bons e ruins, como qualquer área.

Eu devo começar?

Se você tem algum desses sintomas ou doenças abaixo, já tem indicação suficiente para começar a mudar seus hábitos;

  • Obesidade
  • Diabetes
  • Hipertensão
  • Problemas cardíacos
  • Sistema imunológico fraco
  • Cansaço
  • Perda de memória
  • Queda do desejo sexual (libido)
  • Depressão
  • Osteoporose
  • Insônia e problemas de sono
  • Perda de concentração
  • Baixa auto estima
  • Alteração de humor
  • Irritabilidade
  • Flacidez muscular e redução da massa muscular
  • Queda de cabelos e pelos……

….Ou qualquer outro problema de saúde que queira eliminar ou prevenir para ter uma vida de qualidade e longe de medicamentos, hospitais e todo esse caos.


Resultado de imagem para imagens sobre nutrologiaVisão pessoal…

A Nutrologia baseia-se no princípio de que as origens dos desequilíbrios corporais devem ser combatidas, de modo a tratá-los e preveni-los. Em geral, essas disfunções originam-se dos alimentos que ingerimos, dos exercícios físicos ausentes ou em excesso e de nossas alterações emocionais.A ocorrência desses desequilíbrios e sua intensidade variam entre os pacientes devido à sua individualidade genética.Cada corpo tem uma necessidade particular de nutrientes e possui uma produção individual de hormônios, neurotransmissores e toxinas – essas particularidades são as bases da nutrição funcional e da nutrologia para abordar, prevenir e tratar desordens crônicas complexas.O profissional especialista em medicina funcional e nutrologia elaborará um tratamento de reposição de nutrientes necessários ao equilíbrio do seu organismo de forma personalizada, levando em conta os cinco princípios básicos dessa prática: a individualidade bioquímica do paciente, o tratamento focado em sua saúde integral – e não apenas em sua doença – , biodisponibilidade dos nutrientes de acordo com as necessidades celulares de cada organismo, inter-relação entre todos os sistemas corporais e sua interação com o ambiente e a saúde como resultado do equilíbrio entre corpo físico e mental.O plano alimentar individual tem o potencial de melhorar a sua qualidade de vida e tratar e prevenir doenças.Em outras palavras, o corpo tem necessidade de ser alimentado por um equilíbrio de nutrientes e ninguém deveria favorecer um alimento em particular;uma alimentação ácida demais,  atrofia os músculos e faz empalidecer os lábios. Refeições sempre muito doces tornam os ossos doloridos e fazem os cabelos caírem.Hoje em dia, ter uma alimentação equilibrada está na moda, mas a comida que as pessoas consomem já está desequilibrada. Por exemplo, os antigos falavam dos cinco cereais: trigo, sorgo, milho, arroz e feijão. Quantas pessoas hoje são capazes de obter esses cinco cereais puros e integrais de verdade? De fato, os  grãos usados pelos antigos era um conceito baseado na ciência nutricional da época. Os conceitos são muito mais abrangentes do que os da nossa ciência nutricional atual.Para a ciência nutricional moderna, há mais do que vinte elementos nutritivos, diversas vitaminas, oligoelementos, proteínas, cálcio, fosfato, e assim por diante, mas, na realidade, a composição da vida no universo é muito complicada e não é tão simples como o conhecido pela ciência moderna.Os nutrólogos e dietistas de hoje chamam os elementos nutritivos não-identificados de fatores desconhecidos. Existem diversos fatores nutricionais incomuns; Acredita-se que um certo número de sintomas físicos são causados por uma alimentação desequilibrada. O simples fato de completar sua alimentação com certos nutrientes como o cálcio, o zinco, ou similares, não pode curar esses sintomas.Os antigos viam o corpo humano como um universo. Do ponto de vista macroscópico, nós podemos compreender e lidar com o corpo humano de acordo com os princípios do yin, do yang e dos cinco elementos.Os fenômenos físicos do nosso corpo podem ser explicados baseando-se nos movimentos do qi, do sangue, dos canais de energia, assim como na interação entre os cinco elementos e o equilíbrio do yin e do yang.Os tratamentos médicos da antiguidade(leia-se Medicina Indiana e Chinesa) não visavam fenômenos da superfície, mas os mecanismos mais profundos do corpo humano. Isto é verdadeiramente científico.A ciência médica moderna sabe que o corpo humano é um sistema muito complexo, mas ela só estuda sua superfície e os fenômenos associados. Sua compreensão do corpo humano é discreta e superficial. Seus tratamentos são, da mesma forma, muito diretos e pouco profundos.Porque ela se direciona à superfície, seus efeitos são visíveis sobre a superfície e fácilmente aceitos pelas pessoas, mas ela não pode curar as causas profundas das doenças.Na sociedade moderna, tudo se concentra em torno da produtividade e eficácia. Na agricultura, existem muitas culturas novas e gados híbridos. Eles têm um ciclo de vida geralmente curto e um crescimento muito rápido. As culturas e o gado são feitos de maneira intensiva.Do ponto de vista tradicional, em seu crescimento acelerado, as culturas e o gado com certeza não foram capazes de absorver suficientemente essência do céu e da terra. Se você analisar seu teor em proteína e energia, você achará que eles não são assim tão fracos. No entanto,  estão desequilibrados. Quando as pessoas consomem esses alimentos, elas terão um desequilíbrio também.Baseado no princípio da “geração mútua e inibição recíproca”, com um crescimento acelerado, outras propriedades, como a nutrição, deve diminuir. Assim, o nível nutricional e a qualidade global de um certo alimento podem nunca corresponder àquilo que o alimento produz naturalmente. Quanto mais o ciclo da produção em massa continua, mais as diferenças aumentam.Do mesmo modo,por exemplo, o ginseng agrícola não pode jamais ser comparado ao ginseng selvagem. Se as pessoas continuarem a comer alimentos artificialmente fabricados, quais serão as consequências para seus corpos?Voltaremos ao assunto em breve….


Inspiração….

Departamento de Clinica Médica – FMRP – USP: Nutrologia

Departamento de Nutrologia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP-

cropped-cropped-cropped-cropped-preto-e-branco11.jpgMonicavox


 

Anúncios

Um comentário em “Nutrologia- O futuro da medicina que cura…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s