Conhecendo a inteligência dos nossos sentidos…

Resultado de imagem para imagens da história cósmicaNossa História Cósmica é o centro do campo universal da inteligência.Este campo de inteligência é co-extensivo com a mente omni-dominante. O mundo fenomênico é um reflexo do campo de inteligência. A mente é o substrato absoluto do reino imaginal, que dá conta de tudo o que conhecemos no reino fenomênico. A inteligência é a capacidade da mente para organizar e qualquer organização implica inteligência.

Todo ser possui inteligência,sejam dos reinos vegetal e animal, inclusive.Quando evoluímos á níveis maiores de capacidade auto-reflexiva, a inteligência também é vista como um processo de propósito criativo mais alto, que pode criar imagens através de qualquer sistema sensorial que se utilize. Onde há inteligência, há propósito.

O mundo da manifestação parece estar fora de nossos sentidos. Isto é realmente verdadeiro?Onde termina o reino fenomênico e aonde começa o reino imaginal? Não se pode separar o campo de inteligência do reino imaginal, nem tampouco do campo do reino experencial. Porém, o que é a inteligência e onde está localizada? È a inteligência, como a mente,uma qualidade que permeia o Cosmo?

Quando pensamos na inteligência usualmente a associamos com ser elegante e saber como fazer as coisas.O dicionário define inteligência como;”A habilidade para aprender feitos, habilidades e aplicá-los, especialmente quando esta habilidade é altamente desenvolvida”.

Estamos falando sobre inteligência da seguinte forma;primeiro que tudo é um conhecimento avaliador, que nos permite fazer a distinção entre percepções e experiências, de acordo com uma finalidade assumida ou propósito.Daí, a inteligência estar sujeita a dar decisões, até o grau em que estas decisões ajudem, ulteriormente, a alcançar uma meta ou fim particular.

A mente toma diferentes dados no reino fenomênico,por meio dos sentidos e estruturas, e os organiza em imagens e linguagem. A partir da Mente Cósmica Universal, os diferentes fenômenos recebem diferentes nomes.O surgimento dos fenômenos, sempre corresponde a qualquer ponto na estrutura e etapa do desenvolvimento dentro da História Cósmica ao qual esse fenômeno se refere. Isto se deve ao fato de que a História Cósmica é uma descrição do processo criativo das etapas de criação, na qual se dá igual consideração à impulsos e estruturas imaginais e a dados fenomênicos e sua organização.

Do ponto de vista do Homem Planetário, os sentidos sempre estariam despertos e se estaria plenamente em contato com tudo ao seu redor. Como se organiza, o que se experimenta do reino fenomênico?Porque duas pessoas diferentes tem a mesma experiência mas a experimentam de forma diferente uma da outra? Tem que se desenvolver a completa sensibilidade para tudo ao seu redor. Tudo o que se experimenta são dados mentais.

Ao nível do Absoluto, não há nada senão pura harmonia. Ao nível fundamental ou relativo podemos perguntar;O que conhecemos é meramente uma função de nossas percepções sensoriais?E são essas percepções sensoriais de um humano, a totalidade do que pode ser conhecido? È isto um ponto ilusório ou há algo mais?O que está oculto, ou não manifesto, existe em um mundo além das percepções humanas que nós conhecemos como o reino imaginal.  Por meio de raciocínio analógico pode-se dizer que pensamos no conhecimento como a rã no fundo do poço, que olha para cima para ver o céu e pensa que é tudo o que há. Quando sai do poço , vê que as coisas são totalmente diferentes.Nossa consciência é como isso?

No  reino fenomênico, a capacidade para organizar está amplamente estruturada pelas percepções sensoriais. O Universo inteiro, como o conhecemos, está construído á partir do que estes órgãos percebem.Isto constitui um modelo de realidade psicofísica. Quando toda a entrada dos sentidos é organizada na mente, cria o universo imaginal. A entrada, desde os diferentes órgãos dos sentidos acoplados com a nossa própria composição psicogenética, cria o imaginário mental perceptível.

Estes são aspectos importantes a se considerar na criação de uma mais profunda visão de realidade e é importante entender como construímos uma imagem do mundo, e como as imagens do mundo podem ser estereotipadas.Aqui vemos novamente a dialética entre conhecimento condicionado e novos conjuntos de impressões. Dentro do processamento de informação cerebral e sistema de armazenagem, há o que se denominam filtros bioenergéticos.Uma vez que um padrão perceptivo condicionado é estabelecido na mente, muitas impressões, que são aceitas, correrão através de filtros bioenergéticos da mente conceitual, que está de acordo com uma percepção particular preconcebida da realidade;até que estes filtros sejam desprogramados,purificados e transcendidos, é muito difícil dizer que seja real.

Neste mundo tudo é relativo, porque as diferentes construções são nada mais que impressões subjetivas, ou distorções de miríades de ignorantes que constituem a biomassa humana.Poderíamos então fazer a pergunta novamente;Pode algo ser definido objetivamente?As diferentes espécies tem suas percepções sensoriais,porém,entre elas mesmas, a informação é sensorial subjetiva ou objetiva?

Sabemos que as pessoas, de um modo geral, podem ter a mesma percepção tal como o pôr do sol,por exemplo,porém,o que os indivíduos fazem com esta percepção é altamente variado.Porque temos diferentes sentidos e órgãos dos sentidos? È possível conceber a mais alta inteligência ou existência operando sem órgãos dos sentidos ou com órgãos sensoriais adicionais?A informação recebida através do nervo auditivo,por exemplo, é completamente diferente da informação recebida através do nervo óptico.

Visão pessoal…

Quantos sentidos são necessários para unificar o mundo?Qual é a forma e padrão da criação?Os elementos da criação são realmente projeções de pensamento mentais criativas da Mente Divina, o que quer dizer que são absolutamente perfeitas,precisas e reconhecíveis;tudo o que estamos fazendo está vindo puramente do reino imaginal divino…..Devemos começar a examinar o processo todo; Tudo o que existe é baseado em algum tipo de plano divino. Estamos descobrindo o mágico lugar do reflexo inicial. ….Houve sempre espaço vazio absoluto?O Plenum Cósmico/Deus, sempre existiu sem forma?O que ocorreu? Algo ocorreu e o Plenum/Deus projetou o plano e a forma?O que foi inscrito primeiro no molde divino?Qual foi o primeiro pensamento?Foi um som?Um puro pensamento visual??

ESTAS PERGUNTAS PODERIAM SER PROFUNDAMENTE CONTEMPLADAS EM SILÊNCIO.

Conhecer os outros é inteligência, conhecer-se a si próprio é verdadeira sabedoria. Controlar os outros é força, controlar-se a si próprio é verdadeiro poder.Lao-Tsé
Inspiração….
O Cérebro e a Inteligência-Daniel Goleman
Neuroaprendizagem e Inteligência Emocional-Ines Cozzo Olivares
O Código da Inteligência-Augusto Cury
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s