ROMPENDO COM AS CONVENÇÕES E PADRÕES ANTIGOS

Vivemos sempre em dúvida de que caminho seguir, qual não, e para realizarmos nosso livre arbítrio, sempre nós nos baseamos nos valores e crenças que recebemos dos pais e da sociedade. Mas estes valores, muitas vezes simples, são envoltos em muitas metáforas , que os deixam complicados e acabamos nos perdendo na forma e não no conteúdo. Ficamos presos aos valores éticos, aos religiosos, adotamos os conceitos da possibilidade da reencarnação que o espiritismo propagou, e com isto assumimos termos um carma que passa de vida em vida. Cada vez mais, então, somos presas da autoculpa que na realidade é o medo de ter magoado ou vir a magoar alguém, e colocamos um peso enorme quando erramos em uma ação, de forma que amarramos nosso desenvolvimento, por não nos acreditarmos merecedores do bem que a nós vem. Porém, podemos reduzir o conceito de carma a uma simples lei física, uma vez que somos um campo energético-material e a cada ação corresponde um resultado, e se estivermos nos movendo conforme o fluxo energético do Universo,  que é nosso caminho, as coisas serão fáceis e tranqüilas, mas, se tivermos opondo resistência de alguma forma ou quisermos determinar para onde temos que ir, a energia reagirá tentando manter-­nos no caminho, criando o conflito. Como um rio, as águas mansas o seguem para seu destino, o mar, fluindo, se não houver obstáculos; no entanto, as pedras que ficam no caminho são lapidadas para seu ponto de menor resistência, e num rio, é onde existem pedras que temos nas corredeiras e o fluxo se torna caótico. Temos o livre arbítrio de sermos água fluídica, ou pedras duras na vida. Podemos, desta forma, simplificar o conceito de que estar no Bem é seguir o fluxo energético (dharma), na busca da organização, e estar no mal é ir contra ele, criando um caos na energia (carma). Mas, como podemos perceber que estamos indo contra o fluxo no qual deveríamos ir? Basta olhar para nossa vida, se ela flui ou está travada e em que área temos problemas.

Estamos encarnados em um mundo de formas, de contrastes, da dualidade energética, que servem para que desenvolvamos nossa sensibilidade, ou seja, trabalhemos nosso lado emocional e sensorial. 

Porém, fomos ensinados desde crianças, pela lei da sobrevivência do mais forte e mais esperto, que nosso caminho evolutivo deve ser pelo intelecto, e criamos um monte de regras que se tornaram normais, mas não tem nada de natural.

Pela história, sabemos que Atlântida e Lemúria seguiram pelo caminho do desenvolvimento do poder mental, e foi uma civilização que chegou ao fim pela autodestruição. Cabe a nossa atual civilização, não seguir o mesmo caminho, já que conhecemos o resultado, e sim evoluirmos pelo sentimento. Pela mente, nunca conseguiremos fazer conexão de nosso Espírito, pois estamos presos manipulando a matéria, mas pela emoção positiva, poderemos modificar nosso campo energético, purificando nossa irradiação, de forma que possamos acessar um nível vibratório diferente.

REFLEXÕES SOBRE OS PODERES SUPRACONSCENCIAIS

Sabemos que a mediunidade, a paranormalidade, são decorrentes de estarmos despertos ao nosso campo energético, então, nos cabe a aprender a usá-­lo, como fizemos um dia,  quando éramos crianças ao lidar com o mundo material e social. Temos uma inversão de valores; a mente, nossa parte material, é quem acreditamos que comanda nossa vida, quando na realidade, quando nosso corpo o deseja ele paralisa a mente, nos deixando doentes .

Somos um espírito que tem sua parte mais densa manifestada, e não um corpo que tem em algum lugar (externo) um espíritoNa realidade, nosso corpo é só a ponta do iceberg, o visível, enquanto nosso espírito é todo ele, principalmente a parte submersa. Porém, vivemos como se só o que existe é a parte visível, e nos negamos a entrar em contato com nossa parte inconsciente, mas, na realidade, é ela que comanda nossa vida. Neste caso, só estaremos seguindo nosso caminho.

No dia que abrirmos nossa sensibilidade para que ouçamos nosso próprio espírito, começaremos a levar a Luz do Autoconhecimento para as trevas daquilo que negamos em nós, e ao ouvirmos nossa alma, paramos de deixar que o mundo se imponha a nós, e sim que nós nos coloquemos no mundo, assim como somos de verdade e não como os outros querem que sejamos.

O PODER DO “EU SOU O QUE EU SOU”

Dizer que Eu sou o que Sou, e sustentar esta postura, é o mesmo que se assumir como um Ser integral, corpo e espírito, e não apenas uma máscara pintada para agradar quem a vê, pois nos é conveniente. Estar no bem, torna-­se estar vivendo a favor de si mesmo, da vida plena, e estar no mal é estar abrindo mão da própria vida para viver o que os outros desejam para nós. Temos que lembrar, que se acreditamos na reprogramação cármica entre vidas, teremos que prestar contas daquilo que fizemos de nossa vida, e não o que fizemos pela vida dos outros, pois não podemos dar a ninguém aquilo que não temos em nós mesmos. Muitas vezes nos consideramos sem forças, inseguros para nossas próprias coisas, mas, no entanto, cuidamos de toda a família com energia e determinação. Se pudermos ser generosos com os outros, não seria primeiro nossa obrigação sermos generosos conosco mesmos, já que nos dois momentos cruciais de nossa vida, o nascimento e na morte, percorremos sózinhos? Existe enorme diferença em fazer pelos outros o melhor, porque eu assim desejo e posso, e fazê-­lo por que eles desejam, como se estivéssemos comprando seu amor, por estarmos ajudando­-os porque nos devem uma contrapartida.

O PRINCÍPIO DO DAR E RECEBER

Quando estivermos vivendo nosso melhor para nós, automáticamente, teremos o nosso melhor para dar aos que amamos. Porém, se não vivemos nosso potencial, nada teremos a oferecer, só uma imagem, sem conteúdo, que com o tempo as pessoas se cansam. Não poderemos mostrar nossa alma, como é bela e plena, se não soubermos onde e com quem ela está, se estivermos ocos. Uma pessoa vazia não tem o que oferecer, mas uma pessoa integrada, tem sua alma para auxiliá-­la a ajudar a alma do outro a se manifestar e se sustentar, pois teremos a adaptabilidade e fluidez da água necessária para entender a linguagem do outro, e não seremos a pedra dura e inflexível, que apenas lhe indica o caminho que á nós foi ensinado como sendo o melhor. 

Integrados com nosso espírito, responsáveis pelo nosso campo energético, com a sensibilidade e conexão desperta, estaremos aptos a criar nossa própria realidade, sem culpa, temores, mágoas,e poderemos alterar sempre que assim desejarmos mudar nossas crenças e valores, obtendo sua essência, e jogando fora os escombros que não mais nos servem. 

Se nos aceitarmos como seres em constante treinamento evolutivo, e que é pela experienciação que envolve erros e acertos que se cresce espiritualmente, podemos errar, sem com isto carregarmos o peso do carma como se ele fosse um homem rígido nos apontando o dedo no nariz.

A vida é plena por si só, se seguirmos nosso coração com consciência de estarmos seguindo as leis universais, dedicando-­nos a conhecer nossos próprios potenciais, nossa vida fluirá facilmente, pois estaremos seguindo o fluxo que a vida nos reserva.

ROMPER COM AS CORRENTES

O desconhecido, o inédito e o mistério sempre nos impõem medo. Por mais que o desejemos, quando a oportunidade surge, o ego nos leva a duvidar,nos amedronta tentando nos impedir, nos fazendo acreditar que as velhas experiências, ­especialmente as ruins,novamente se repetirão. Um erro cometido uma vez, diz a mente, certamente vai se tornar o padrão usual da nossa vida. Mas, se conseguirmos superar este estágio e ir em frente apesar da mente, poderemos ser brindados, em algum momento, com inacreditáveis surpresas. 

É claro que a possibilidade do equívoco sempre estará presente, porém, ao contrário de nossa suposição, ele é um instrumento útil para o nosso aprendizado. A cada vez que uma escolha se mostrar inadequada e trazer as consequências , ao invés de nos fecharmos, deveríamos aceitá-­la como apenas mais uma etapa em nosso processo evolutivo. 

Acreditar que cada nova oportunidade é um presente, e não uma ameaça, fará toda a diferença, seja qual for a área de nossa vida em que o desconhecido se apresente. Abrir-­se incondicionalmente para a possibilidade do risco e deixar que o novo nos surpreenda, muitas vezes favorávelmente, é o único caminho para viver uma vida plena e verdadeira.

AS ABERTURAS QUE O NOVO CICLO DO PLANETA NOS OFERECE

Aproveitemos este final  de um ciclo, quando uma Era se encerra, para refletir sobre as escolhas que faremos nesta Transição Planetária que se inicia. Seguiremos buscando o conforto do conhecido, ainda que ele não nos faça feliz? Ou, ao contrário, aceitaremos o desafio do novo e abriremos nossas mãos e nosso coração para as chances que a vida nos trouxer de fazer tudo diferente? .

Lembre­mos sempre que quando um novo momento, um novo insight, começa a permanecer em torno de nós, precisamos considerar a escolha o novo, ­ porque o velho não faz nem fará mais nada por nós, então, qual é o motivo de voltar atrás? Consideremos que será uma nova aventura: vamos nos dar a oportunidade de conhecer algo. 

Mesmo se  não alcançarmos a meta, pelo menos vamos ter aprendido a ter coragem para se mover em direção ao desconhecido,   que será o nosso ganho. Mas, prestemos atenção, porque o velho é muito pesado ­ ele vai querer nos “puxar” de volta. É muito confortável e conveniente ficar com o passado, mas o conforto e a conveniência não representam  nada já que o crescimento é tudo. Se o crescimento vier através de desconforto, do incômodo, pode ser um bom indicativo de que as coisas não estavam boas. Então continuemos a crescer, não nos tornando uma rotina, um lugar comum, começando a nos mover no mesmo círculo vicioso ,novamente e novamente e novamente.

FAZENDO UM UPGRADE DE CONSCIÊNCIA

Para conseguir esse aumento de consciência, temos que ter em mente que a partir de agora  vamos passar a fazer um “policiamento” em nossa maneira de pensar e agir, condicionando­-nos positivamente para viver uma vida mais plena, mais apaixonante, mais feliz e mais próspera. Abandonemos os maus hábitos, incluindo a preguiça e a descrença; Estudemos, pesquisemos, tenhamos fé em nós mesmos e vamos, centralizando as nossas forças físicas, mentais e espirituais, na meta a que nos propusermos. Para se chegar a algum lugar, é necessário ir de corpo inteiro. A mente pode divagar entre o antes,o aqui e o depois, mas se o corpo e o espírito não forem juntos, tudo não passará de ilusão.

Vamos unir os elos que compõem a nossa vida: corpo, matéria e espírito para que, em um trabalho uníssono,  sejamos levados para onde desejamos estar,pois temos que acreditar que, transformando nossas esperanças /desejos em ações , tudo vai dar certo. O bem ­estar é apenas um estado de espírito que pode ser induzido e mantido em nossa mente. 

Basta dirigir todo o nosso esforço nesse sentido, dando ênfase ao lado bom de todas as coisas. Vamos procurar dentro de nós, o estado de ânimo que gera a alegria de viver e assim, teremos dado um passo importante rumo a uma felicidade sempre crescente que produzirá riquezas mentais, espirituais e materiais.

FAZENDO SUBSTITUIÇÕES SAUDÁVEIS

Precisamos substituir pensamentos e sentimentos negativos por emoções que nos tragam alegria e felicidade. Mesmo que essa atitude seja forçada no início, não nos preocupemos. Logo nossa mente mais profunda passará a aceitá-­las como algo possível e merecido. Da mesma forma com que nós nos habituamos a cultivar crenças limitadoras, podemos estabelecer e manter hábitos elevados e remodelar nossa essência, de forma a tornar possível uma grande transformação. Cultivemos bons pensamentos e vamos dar ênfase ao bem ­estar cósmico que flui. Trabalhemos nossa mente e emoções de maneira imperativa no sentido de criar uma aura reluzente e agradável à nossa volta. è importante reafirmar sempre que “NÓS ESTAMOS NO COMANDO”. Mudemos o foco da nossa atenção, do mal que aprisiona, degenera e destrói, para o bem, que nos coloca em alinhamento com a Fonte. A transformação de nós mesmos pode até ser difícil e demorada, mas começa no exato momento em que, decididos, nós damos o primeiro passo.

Todas as coisas estão prontas para o que nós estivermos preparados. Então, o segredo do nosso êxito está em aceitar o bom, o belo e o justo como realidade em nossa vida. Do mais, basta ficar com a mente alerta para os insights criativos que surgem á todo momento.

A AUTO-ANÁLISE-CHAVE PARA A MESTRIA DA VIDA

~Por Paramahansa Yogananda-excerto da obra “A Eterna Busca do Homem”

“Deixe-­nos abandonar o confinamento do ego e refletir sobre os vastos campos do progresso espiritual.  A iniciativa de assumir o seu mais importante dever desta vida está quase sempre enterrada embaixo dos entulhos dos hábitos humanos. Vocês devem se libertar das influências embrutecedoras e começar a plantar as sementes do sucesso que vocês desejam. A vida vale a pena quando vocês estão executando o trabalho mais essencial, que é encontrar o sentido e os verdadeiros valores da sua existência. O homem deveria se instruir pelo filme cósmico da vida. Ele não nos é mostrado sem razão. À cada dia observamos diferentes cenas e cada dia possui sua lição. Vocês estão destinados a aprender a lição concentrando-­se no supremo propósito da existência humana: o de se conhecer e quem ou o que está por trás de suas vidas. Sem auto­-análise, o homem leva uma vida robotizada; milhões de pessoas nunca analisam á si mesmas. Mentalmente elas são produtos mecanizados da fábrica dos seus ambientes, preocupadas com café-­da-­manhã, almoço, jantar, trabalho e dormir, e indo daqui para ali para se divertirem. Elas não sabem o porquê ou o que estão procurando, nem porque nunca atingem completa felicidade ou satisfação duradoura. Ao fugir da auto-análise, as pessoas acabam se transformando em robôs, condicionadas por seus ambientes. A verdadeira auto-análise é a maior arte do progresso. Todos devem aprender a analisar desapaixonadamente a si mesmos. Relacione diáriamente seus pensamentos e aspirações. Descubra o que você é ­ não o que imagina que seja, ­ porque você deseja fazer de você mesmo o que você deve ser. Muitas pessoas não mudam porque não enxergam os seus próprios defeitos.Todo mundo é resultado de sua hereditariedade e ambiente.O seu ambiente é o resultado da sua verdadeira hereditariedade – as peculiaridades e desejos adquiridos por você em vidas passadas. Esta hereditariedade de encarnações passadas lhe levou a nascer na família e ambiente específicos nos quais agora você se encontra. Peculiaridade de vidas passadas nos influencia atualmente  e cada pessoa de uma família é um espírito individual que trás os seus traços distintos de vidas passadas. 

Considerando que sempre existe alguma semelhança em família proveniente da hereditariedade biológica, mesmo assim cada pessoa é diferente em caráter. Apesar disso, o homem é o arquiteto do seu próprio destino.

Pode-­se muitas vezes se prever o que alguém será na próxima vida através da análise dos seus interesses e hábitos atualmente dominantes. Qualquer coisa que você tenha feito, você pode desfazê­la , já que nós podemos nos modificar muito rápidamente com uma forte determinação; ninguém pode mudar sem esforço, ou em poucos minutos, os padrões de hábitos de anos. Para erradicar um hábito antigo você deve aplicar a força total de sua determinação na ação oposta até que que o mau hábito seja extirpado. Muitas pessoas não possuem a necessária paciência.,mas todos devem se sentir encorajados por esta verdade: qualquer coisa que vocês tenham criado ou feito, vocês podem desfazer. O pensamento produz todas as coisas no universo e tudo no universo é pensamento materializado. Os aspectos físicos e mentais do homem são intrínsecamente relacionados e  seus pensamentos e emoções são afetados pela sua condição física. Uma fraqueza dos órgãos gera um correspondente efeito de enfraquecimento no poder mental, pois a mente influencia mais o corpo do que vice­versa, mas a química do corpo influencia constantemente a mente. Corpo e mente são interdependentes.

Vocês devem manter em mente, entretanto, que não é sábio negligenciar o corpo. Devemos comer alimentos apropriados preferencialmente á alimentos inadequados. E se vocês precisam viver com pessoas que te deixam nervoso, bem, então seria melhor mudar de ambiente. Mas seria melhor ainda se vocês conseguissem mudar as suas atitudes mentais, desta forma não sendo mais pertubados pelas ações de terceiros. Mudem a vocês mesmos, e vocês poderão viver em paz e felicidade em qualquer lugar. A maior parte do mundo é como um hospital psiquiátrico. Muitas pessoas são doentes de inveja, outros de raiva, ódio e paixão. Elas são vítimas dos seus hábitos e emoções. Mas vocês podem fazer de seus lares lugares de paz. Analisem a vocês mesmos. Cada emoção se reflete no corpo e na mente. Inveja e medo empalidecem o rosto, o amor o faz brilhar. Aprendam a ser calmos e vocês serão sempre felizes. Então lembrem­-se, independentemente do tipo de ego que vocês possuam, do tipo de personalidade que vocês estejam tentando expressar, vocês devem fazer um esforço para analisar as suas verdadeiras naturezas e tentar desenvolver suas melhores qualidades. 

Aqueles que são produtos do ego material sofrem muito e desnecessáriamente. Essas pessoas devem aprender o autocontrole, de outra forma são como pedaços de matérias em ação; ­ elas têm que fumar várias vezes ao dia, elas têm que comer certos tipos de comida e sempre ficam com dor de cabeça caso não almocem, e elas sómente conseguem dormir em determinados tipos de cama. Tudo bem em usufruir dos confortos, mas sem ser escravo dos mesmos. As condições para a felicidade estão na vida plena e pensamentos superiores. Uma vida plena e pensamentos superiores devem ser as suas metas. Aprendam a levar todas as condições de felicidade dentro de vocês, meditando e sintonizando suas consciências ao sempre existente, sempre ­consciente e ao sempre­novo regozijo que é a Fonte. A sua felicidade nunca deve ser submetida a qualquer influencia exterior.

A despeito do que seu ambiente seja, não permita que a sua paz interior seja por ele tocada. Seja capaz de fazer as coisas quando e porque você deva fazê-­las e evite fazer coisas que você saiba serem prejudiciais; ­ essas são as chaves para o real sucesso e felicidade. Não mantenha a sua mente engajada em muitas atividades. Analise o que você delas obtém e veja se elas são realmente importantes. Não perca o seu tempo. Ler um bom livro lhe acrescenta muito mais que assistir filmes. Sempre digo: Se você ler por uma hora, escreva duas no seu diário espiritual; e se você escrever por duas horas, pense três horas; e se você pensar por três horas, medite o tempo todo. Independente de onde eu vá, sempre mantenho contínuamente a minha mente na paz de minha alma. Você também deve sempre focar a sua atenção no Pólo Norte do regozijo espiritual. Então ninguém vai atrapalhar o seu equilíbrio. Lembre-­se, se a cada dia você não se tornar uma pessoa melhor do que a que você foi no dia anterior, então você estará andando para trás ­ em saúde, em paz mental e em satisfação espiritual. Por que? Porquê você não se exercitou o suficiente no controle de suas ações. Você mesmo constrói os seus hábitos e você pode mudá-­los. Se você tem pensado errôneamente, dirija a sua mente para as boas companhias e para o estudo e meditação. Uma mudança de companhia pode fazer uma grande diferença para você.

ALGUNS TÓPICOS BÁSICOS NO NOSSO DIA -Á DIA PARA PRESTARMOS ATENÇÃO

1-Autocontrole – A pessoa entende melhor aquilo que sente, os seus pensamentos e os gatilhos que a levam a ter determinadas reações, além dos resultados que tal comportamento lhe trará e, portanto, a melhor forma de lidar com ele.

2-Autoestima – Quem se conhece melhor admite seus pontos fracos e reconhece seus pontos fortes, valoriza-se mais e fortalece a confiança em si próprio.

3-Abertura à diversidade – A autoanálise leva à compreensão e à aceitação de que cada indivíduo é único na forma de ser, pensar e agir.

4-Respeito aos próprios limites – O indivíduo que se conhece bem aceita suas limitações e busca pessoas de habilidades e competências complementares.

5-Prontidão para a mudança – Quem está disposto a se enxergar de forma realista tem mais chance de avaliar as próprias falhas, aprender com elas e mudar.

Resumindo, o autoconhecimento permite um maior controle sobre a sua própria vida.

MAIS DICAS PARA O AO AUTOCONHECIMENTO E A CURA

 1-Esteja cônscio de seu estado de consciência – Infelizmente, muitas pessoas não estão cientes de seu atual estado de consciência, ou até mesmo o que define a consciência. Você pode até não estar consciente dos mais diversos estados de consciência possíveis, devido ao fato de que pode ter experimentado sómente um estado primário de funcionamento em toda a sua vida. Se você é uma pessoa que não experimentou outros estados, ou mais importante, não consegue entender o seu próprio estado, você está definitivamente perdendo alguns aspectos e entendimentos de percepção consciente importantes.

2- Estabeleça um exemplo positivo para os outros – Um exemplo positivo pode pertencer a qualquer área da vida e é altamente recomendável. Criar um exemplo positivo saudável para os outros seguirem, envia uma imagem positiva direta para as vidas e mentes dos outros. Tentar ser conscientemente um bom exemplo para os outros, irá aumentar ainda mais a sua consciência. Um mau exemplo, ou exemplo inconsciente, vai desacelerar, parar ou reverter o seu desenvolvimento consciente atual.

3- Guie outras pessoas interessadas em elevar suas consciências – Há muitas maneiras de ajudar os outros no processo de elevar a sua consciência, especialmente se você é um indivíduo mais conscientemente avançado. As probabilidades são grandes de que você precise fazer algum trabalho pessoal prévio, aumentando sua própria consciência, antes de que você possa colocar-se em uma posição eficaz para ajudar os outros a aumentar a  consciência deles. 

4- Compartilhe sua visão única e sabedoria própria – Todo mundo tem uma perspectiva diferente, com base em sua experiência pessoal, propósito e personalidade. Assim, cada indivíduo tem uma forma única de visão que eles podem compartilhar com os outros. Há infinitas maneiras e oportunidades para você se expressar e compartilhar o seu conhecimento com os outros. Tudo o que você precisa fazer é tomar medidas no sentido de encontrar um meio mais eficaz para permitir que você compartilhe o seu insight.

5- Ganhe sabedoria a partir da experiência de outros – Nenhuma pessoa detém toda a sabedoria do universo em seu cérebro. Por esta razão, é importante estudar a sabedoria dos outros e tentar aplicar à sua vida. Como mencionado anteriormente, todo mundo tem uma perspectiva única e base de conhecimentos para trazer para a si. Estudar a sabedoria dos outros pode ser feito de várias maneiras. Os exemplos incluem reunião face-a-face com um indivíduo mais consciente avançado para pedir-lhe conselhos para a vida, a leitura de websites com conteúdo edificante e de desenvolvimento pessoal de várias fontes diferentes, ou talvez assistir a diferentes seminários de desenvolvimento pessoal.

6- Mantenha seu ego sob controle – Quanto mais atento você é ao seu ego, mais fácil é se tornar mais consciente. Com isso dito, à medida que aumenta a sua percepção, o mesmo acontece com o seu estado de consciência. O inverso também se aplica: como sua consciência aumenta, o mesmo acontece com a sua percepção. Deixar o ego tomar o controle e tomar o lugar do “motorista” em nossa consciência tem potencial para reduzir rápidamente o nosso estado de funcionamento. Tomar o controle e responsabilidade de forma a manter o seu ego controlado, quando confrontado com a adversidade, lhe permitirá avançar conscientemente de uma maneira muito mais saudável.

7- Pratique o desenvolvimento pessoal – Tomar medidas para melhorar a sua vida através do conceito de desenvolvimento pessoal é uma forma extremamente eficaz de tornar-se um ser humano mais consciente. Pense em desenvolvimento pessoal como o ato de melhorar a função de cada área de sua vida, ao mais alto grau possível: saúde, finanças, relacionamentos, etc. Práticamente todos os aspectos do desenvolvimento pessoal levam a um maior desenvolvimento consciente, de uma forma ou de outra.

8- Mude o seu foco consciente –Ficar se preocupando com pensamentos de eventos passados e futuros tem potencial para dirigir a sua consciência na direção errada. Centrando a sua atenção neste exato momento (comumente referido como “o agora”), no entanto, é uma ótima maneira de aumentar o seu nível de consciência. Através de técnicas que lhe permitem aprender a deslocar a sua consciência para este exato momento, você pode fazer maravilhas no processo de avanço consciente.

9- Seja enérgico – Ser enérgico pode ser muito poderoso para avançar seu estado de consciência e para inspirar outros a se tornarem mais conscientemente avançados. Seu corpo pode tornar-se energizado, e seu cérebro pode tornar-se energizado. Quando ambos estão operando na máxima intensidade e energia, você está em um estado de pico de desempenho consciente.

10- Faça mudanças alimentares saudáveis –Fazer mudanças na dieta para ficar mais saudável significa buscar encontrar a melhor dieta possível para atender às suas necessidades mentais, necessidades físicas, espirituais;  Você está plenamente consciente do que você está consumindo? A fim de aumentar o seu próprio nível de consciência, é importante estar plenamente consciente dos alimentos que você está consumindo em sua dieta, e ser respeitoso ao aceitar as dietas de outros indivíduos, sem fazer julgamentos negativos.

11- Aceite os outros como eles são – Como mencionado acima sobre ser consciente sobre o que você come, é importante aceitar as dietas que outros optam por ter. Seja uma decisão consciente sobre ter uma dieta pouco saudável, ou uma decisão inconsciente, aceite suas ações. Aceitar outros pode aplicar-se a todas as áreas da vida. Não importa se você não concorda com as ações de outra pessoa que esteja em desacordo com a sua personalidade, ou em desacordo com a sua percepção de vida, é importante a aceitá-los pelo que são e não tentar forçar mudanças sobre deles. Resolva suas desavenças com outros indivíduos puramente ao aceitá-los pelo que são.

12- Aceite e ame a si mesmo por quem você é – A jornada da vida torna-se muito mais fácil e significativamente enriquecida se você puder aprender a aceitar a si mesmo como você é. Dependendo do seu estado atual de consciência, pode ser difícil de amar e aceitar quem você é. Aproveite o tempo para contabilizar suas bênçãos, ter aceitação por si mesmo e seu nível de consciência. Perceba que neste momento atual você está fazendo o melhor que pode para avançar de forma consciente.

13- Entenda o seu próprio processo de pensamento –uma forma extremamente eficaz para se tornar mais consciente é tomar nota de seu processo de pensamento e compreendê-lo com o melhor de sua capacidade;muitas pessoas andam em círculos mentais devido a uma compreensão ineficaz de seu próprio processo de pensamento. Ser consciente de seus pensamentos e por que está pensando neles é um passo fundamental para a criação de uma compreensão exata da sua realidade.

14-Abençoe tudo o que acontece – Há momentos ao longo da vida quando coisas incríveis acontecem a nós, e outras vezes eventos desagradáveis têm lugar. Assim como aceitar quem você é, é um grande hábito para internalizar, você também deve aprender a abençoar tudo o que acontece em sua vida. Não importa o quão ruim for um evento, tem potencial para causar um impacto positivo na sua vida no longo prazo. Sua capacidade de abençoar e apreciar, até mesmo o que pode ser inicialmente percebido como um cenário do pior caso possível, em última análise, pode fornecer-lhe grande satisfação consciente.

15- Tire um tempo para reflexão interna –  Tirar um tempo para reflexão interna é a maneira mais eficaz de aprender mais sobre si mesmo e seu atual estado de consciência. Reflexão interna certamente vai ajudar você a entender melhor seus pensamentos, emoções, espiritualidade, e fornecer clareza na sua situação de vida atual. Se você ainda não tem tempo para refletir internamente, você poderia muito bem começar uma rotina de meditação 20 minutos todas as manhãs, e observar a diferença que faz rápidamente em seu estado de consciência.

16- Foque em avançar conscientemente – No processo de desenvolvimento da consciência, é importante concentrar-se exatamente sobre o que você está tentando realizar: o ato de se tornar mais consciente. Durante este processo, é importante distanciar todas as distrações não-saudáveis, tais como relações negativas, abuso, luta, drogas ilícitas, etc. Se você se permitir se distrair com hábitos inconscientes e pouco saudáveis, então o ato de avançar conscientemente vai se tornar um processo muito mais difícil ou mais lento do que o normal.

Visão pessoal….

A importância do autoconhecimento  é como o primeiro degrau para a cura de uma sociedade enferma. Estamos culturalmente castrados, aprendemos que o dever é mais importante que o conhecer-se. Aquele que só aprende por exigência não desenvolve, não tem valores, tudo que faz, faz por preço, por um resultado, por um prêmio. Há uma morte de valores.Quando abordamos o modelo atual de educação, vemos que a parte espiritual do Ser está relegada ao plano das crenças e religiões, padrões estereotipados de uma sociedade rançosa e cheia de bloqueios.  Sem mostrar a importância de uma consciência melhor e mais desenvolvida, voltada para os reais valores do Ser e não do Ter, nossas gerações futuras repetirão os padrões antigos, como vem sendo feito á centenas de anos nas suas bases principais( educação, família , religião e sociedade);então, para essas novas gerações a  crise da civilização torna-se universal. “As pessoas são melhores quando compreendem a si mesmas”, afirma Yogananda.Na máxima do Cristianismo- “Amai ao próximo como a ti mesmo.”podemos questionar; Como? Se as pessoas não amam e nem compreendem a si mesmas. Ou seja, não se pode amar ao próximo se a criança interior estiver insatisfeita. O autoconhecimento é a base de tudo. Conhecer a si próprio nos torna conscientes de nossas potencialidades, de nossos pontos fortes, nos torna mais preparados para as escolhas, atitudes e a forma como vamos influenciar de forma positiva a realidade que fazemos parte.Então, ainda há esperança: dar importância em formar uma geração melhor, mais consciente de si, benévola, sábia e mais livre de condicionamentos e crenças limitadoras, pode mudar a forma como nos relacionamos com o mundo e como o transformamos.O autoconhecimento é a pedra fundamental da Inteligência Emocional, é a aptidão emocional sobre a qual se fundam outras como o autocontrole, a empatia e as habilidades de cada um, o potencial adormecido.Conceitua-se autoconhecimento como a clara percepção que o indivíduo tem da sua personalidade, incluindo, forças, fraquezas, pensamentos, sentimentos, crenças, motivações e emoções.A autopercepção não é a cura de todos os males, mas definitivamente é um belo começo. Ter  consciência dessa necessidade de autoconhecer-se, é o primeiro passo para  começar a modificar atitudes, hábitos, pontos de vista, e atrair novos resultados e possibilidades.Assim que nós nos  entendermos melhor, soubermos o porquê de agir e reagir da forma como fazemos habitualmente, teremos todas as ferramentas para mudar e passar a nos comportar da forma que escolhermos, e não mais agir no piloto automático, como de costume.O autoconhecimento exige, primeiro, uma autoavaliação sincera. O indivíduo precisa mergulhar em si mesmo e perceber suas qualidades, defeitos e limites; o que o tira do sério, o que acende o seu botão vermelho, o que o deixa inseguro, etc.Há diversos livros que ajudam nessa busca. Só que não basta a teoria, tem que se colocar em prática o que foi aprendido, exercendo o autoconhecimento no dia-a-dia. Listar os objetivos de vida, as características positivas, as dificuldades, principais crenças e valores, a fim de saber como lidar com elas e alcançar as metas. desejadas.Fazer meditação ou ioga são ótimas opções, já que a introspecção facilita o autoconhecimento.Na verdade, qualquer experiência vivida pelo indivíduo é capaz de promover uma autoanálise, segundo Yogananda. Só é preciso que se esteja com as antenas ligadas e receptivas.Enfim, não se tem aqui a pretensão de esgotar esse tema tão rico e complexo,mas, continuaremos com nossa série , abordando temas relativos ao assunto e dando dicas.Aguardem os próximos capítulos, que entraremos na parte de exercícios  ,que podem ser feitos por qualquer um que esteja sentindo que chegou a hora de evoluir.

Inspiração…

WEBSITE;-SELF-REALIZATION FELLOWSHIP
PARAMAHANSA YOGANANDA.ORG

Monicavox

Recomendo….

 

 

 

 

Anúncios