Mente espiritual: Esse é seu cérebro durante uma experiência religiosa……

Resultado de imagem para imagens sobre religiãoUma experiência religiosa ou espiritual ativa os circuitos de recompensa do cérebro da mesma forma que experiências relacionadas ao amor, o sexo, as apostas, as drogas e a música.

A descoberta é de pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Utah, nos EUA. “Estamos apenas começando a entender como o cérebro participa de experiências que os fiéis interpretam como espirituais, divinas ou transcendentes”, diz o autor sênior e neuroradiologista Jeff Anderson. “Nos últimos anos, as tecnologias de imagem cerebral amadureceram de maneiras que nos permitem abordar questões que existem há milênios”.

Específicamente, os pesquisadores se propuseram a determinar quais redes cerebrais estão envolvidas na representação de sentimentos espirituais em um grupo, os devotos Mórmons,por ex., criando um ambiente que desencadeou nos participantes algo que eles chamam “sentir o Espírito”. Identificar esse sentimento de paz e proximidade com Deus em si mesmo e nos outros é uma parte críticamente importante da vida dos Mórmons – eles tomam decisões baseadas nesses sentimentos, os tratam como confirmação de princípios doutrinários, e os enxergam como um meio primário de comunicação com o divino.

Durante os exames de ressonância magnética, 19 jovens adultos membros da igreja – incluindo sete do sexo feminino e 12 do sexo masculino – realizaram quatro tarefas em resposta ao conteúdo destinado a evocar sentimentos espirituais. O exame de uma hora incluiu seis minutos de descanso, seis minutos de controle audiovisual (um vídeo detalhando as estatísticas de adesão de sua igreja), oito minutos de citações de Mórmon e líderes religiosos mundiais, oito minutos de leitura de passagens familiares do Livro de Mórmon, 12 minutos de estímulos audiovisuais (vídeo produzido pela igreja de cenas familiares e bíblicas, e outros conteúdos religiosamente evocativos), e mais oito minutos de citações.

 Durante a parte inicial das citações do exame, os participantes – cada um ex-missionário em tempo integral – viram uma série de citações, cada uma seguida pela pergunta “Você está sentindo o espírito?”. Os participantes responderam com respostas que vão desde “não sentir” até “sentir de forma muito forte”.

Os pesquisadores coletaram avaliações detalhadas dos sentimentos dos participantes, que, quase universalmente, relataram experimentar os tipos de sentimentos típicos de um culto intenso. Eles descreveram sentimentos de paz e sensações físicas de calor. Muitos estavam em lágrimas até o final do exame. Em um experimento, os participantes pressionaram um botão quando sentiram um pico de sentimento espiritual enquanto observavam estímulos produzidos pela igreja.

 

Resposta Física

“Quando nossos participantes do estudo foram instruídos a pensar sobre um salvador, sobre estar com suas famílias para a eternidade, sobre suas recompensas celestiais, seus cérebros e corpos responderam fisicamente”, diz o autor principal Michael Ferguson, que realizou o estudo como estudante de pós-graduação em bioengenharia na Universidade de Utah.

Com base nos exames, os pesquisadores descobriram que poderosos sentimentos espirituais foram reprodutivamente associados à ativação no núcleo accumbens, uma região crítica no processamento de recompensas do cérebro. A atividade de pico ocorreu cerca de 1 a 3 segundos antes de os participantes pressionarem o botão e foram replicadas em cada uma das quatro tarefas. Como os participantes estavam experimentando sentimentos de pico, seus corações batiam mais rápido e sua respiração ficava mais profunda.

Além dos circuitos de recompensa do cérebro, os pesquisadores descobriram que sentimentos espirituais estavam associados com o córtex pré-frontal mediano, que é uma região cerebral complexa, ativada por tarefas envolvendo avaliação, julgamento e raciocínio moral. Os sentimentos espirituais também ativaram regiões cerebrais associadas à atenção focalizada.

Veja o que acontece com o cérebro de quem acredita em uma religião

O mundo parece estar dividido entre pessoas religiosas e pessoas que acreditam na ciência. De acordo com um novo estudo, essa divisão não é acidental: o nosso cérebro se comporta de forma diferente quando vê o mundo através dos dois posicionamentos.Os pesquisadores da Universidade Case Western Reserve e da Faculdade Babson (EUA) chegaram à essa conclusão através de oito estudos independentes que envolviam questionários e experimentos. Cada um tinha entre 159 e 527 adultos e comparava os resultados daqueles com crenças em um deus ou em um espírito universal e aqueles sem religião.

Resultado de imagem para imagens sobre religiãoPensamento crítico x empático

A pesquisa indica que aqueles com crenças espirituais ou religiosas aparentam suprimir uma rede cerebral usada para o pensamento analítico. Assim, podem se engajar no pensamento empático. Igualmente, os não religiosos suprimem o pensamento empático para usar o analítico.

Tony Jack, o principal pesquisador desse trabalho, explica que deixar de lado o pensamento crítico para acreditar no sobrenatural faz sentido para nos ajudar a atingir a compreensão social e emocional.

Essas duas redes do cérebro se revezam para encarar as diferentes situações do nosso dia a dia. Apesar disso, os pesquisadores afirmam que nenhum dos dois tem o monopólio para trazer as grandes respostas da vida. A natureza humana permite que exploremos nossas experiências usando os dois padrões de pensamento.

“A religião não deve nos falar sobre a estrutura física do mundo; esse é o trabalho da ciência. A ciência deve informar nossa razão ética, mas não pode determinar o que é ético ou como devemos construir sentido e objetivo para nossas vidas”, acrescenta Jack.

Os pesquisadores também argumentam que a ciência e religião não devem ser sempre vistas como forças opostas. O estudo aponta que vários grandes cientistas tiveram crenças religiosas, incluindo 90% dos ganhadores do Prêmio Nobel. Entender a interação entre esses dois tipos de pensamento, porém, pode enriquecer os dois lados.

“Longe de estar sempre em conflito com a ciência, dentro das circunstâncias corretas as crenças religiosas podem promover a criatividade científica”, conclui o pesquisador

Imagem relacionadaApego a líderes e ideais religiosos

“A experiência religiosa é talvez a parte mais influente de como as pessoas tomam decisões que afetam a todos nós, para o bem e para o mal. Entender o que acontece no cérebro para contribuir com essas decisões é realmente importante”, diz Anderson. Ainda não sabemos se os fiéis de outras religiões responderiam da mesma maneira. Outras pesquisas sugerem que o cérebro responde de forma bastante diferente às práticas meditativas e contemplativas características de algumas religiões orientais, mas até agora pouco se sabe sobre a neurociência das práticas espirituais ocidentais.

“A associação de feedback positivo, música e recompensas sociais com crenças religiosas ou doutrinas pode fazer com que essas doutrinas tornem-se intrinsecamente gratificantes”, afirma Anderson. “Esses mesmos mecanismos podem ajudar a explicar o apego aos líderes e ideais religiosos. Pode ser que uma mulher luterana em Minnesota (EUA) e um seguidor do ISIS na Síria possam experimentar os mesmos sentimentos nas mesmas regiões do cérebro por sistemas de crenças completamente diferentes, com diferentes conseqüências sociais”, compara.

O estudo é a primeira iniciativa do Projeto Cérebro Religioso, lançado por um grupo de pesquisadores da Universidade de Utah em 2014, que visa compreender como o cérebro opera em pessoas com profundas crenças religiosas e espirituais. 

Visão pessoal…

Religião e guerra são dois temas que muitas vezes se cruzam.Desde as Cruzadas em 1095 até hoje em dia, vimos inúmeros conflitos travados em nome da fé.E enquanto muitos acreditam que as guerras explodiriam se não houvesse a religião e que a fé é, na realidade, uma grande promotora da paz, para outros a guerra e a religião não podem se separar.Desde muito tempo, a guerra e a religião se encontram em uma relação complicada e, muitas vezes, tensa.Mas será que a religião alguma vez é a causa principal de uma guerra? Ou simplesmente um veículo utilizado para incitar as tropas, dividir sociedades e saquear países?A causa original de qualquer guerra ou conflito é complexa e cheia de nuances, e há muitos fatores em jogo, como poder, ideologia, dinheiro,território,politica,etc.A origem da palavra religião, é religar, o ato de nos religarmos ao Pai-Mãe Criador, ou seja, se necessitamos nos religar, é porque já fomos ligados, ninguém se religa a alguma coisa, sem antes, no passado ter estado ligado, esta é a situação de nós seres humanos, éramos unos com o Criador, e de repente, caímos na roda das reencarnações, perdendo nosso vinculo com o cosmos.Mas como acontece sempre, o homem tem a necessidade de muletas, algum ou alguém que o sustente, que seja responsável ou responsabilizado, pelas graças e ou desgraças em sua vida, difícil nos reconhecer como únicos responsáveis pela felicidade ou desgraça alcançada; sempre,na nossa maneira de ver as coisas enquanto involuídos que estamos, teremos algum ou alguém como responsável ou co-responsável pelos nossos momentos.Muitas das religiões atuais, não irão sobreviver no futuro, mas apenas porque elas não irão se remodelar, terão de sofrer profundas mudanças positivas que tratarão o homem como o centro individual do universo e não mais a divindade como o salvador e/ou punidor.As religiões que continuarem a se tratarem como o único caminho, de modo exclusivistas e dogmáticos, estarão fadadas a extinção, pois  não trabalham o principal, o Amor a todos….. sem distinção.

Inspiração…

Trabalhos da Dra Elaine Howard Ecklund, diretora fundadora of Rice University’s Religion and Public Life Program

Trabalhos das universidades e pesquisadores referidos no texto

Monicavox

 

Recomendo…

Resultado de imagem para imagens sobre religião

Resultado de imagem para imagens sobre religião

 

 

Anúncios

Reinicie sua vida;Deixe de fazer auto-sabotagem

Resultado de imagem para imagens sobre autosabotagemMuitos podem ser os motivos que nos obrigam a tentar de novo algo que na primeira tentativa não fomos bem sucedidos, ou até mesmo comprovarmos que o caminho que tomámos não nos conduziu ao lugar desejado. Enquanto humanos que somos, e na posse de uma motivação orientada, podemos tentar de novo. Você pode encontrar-se num momento da sua vida onde começar de novo é imperativo. Provavelmente os acontecimentos de vida empurraram-no para a situação em que se encontra, talvez você tenha feito algumas asneiras que contribuíram para o seu estado. Independentemente da causa, ou das adversidades  de vida que enfrenta, existe a possibilidade de tentar novamente. Existe a possibilidade de perceber que pode reiniciar a sua vida.

O seu passado pode ser muito marcante, incisivo e perturbador, e propor-se a reorientar a sua vida pode parecer difícil de fazer. Acredito que sim. Acredito que pode encontrar-se num estado de dúvida, incerteza, com muita ansiedade, preocupação, sentido-se desesperado e até mesmo desesperançado no seu futuro. Todos esses sentimentos por certo são legítimos. No entanto, importa fazer algumas perguntas a si mesmo:

  • “Como é que me quero sentir no futuro?”
  • “O que é que eu quero para mim”
  • “Quais são os meus objetivos? (Os sentimentais, profissionais, de relacionamento, financeiros, e outros…)

Arrisco a responder algumas possibilidades:

  • “Quero sentir-me bem, realizado, boa auto estima e com confiança em mim e no futuro.”
  • “Quero uma vida tranquila, com conforto e bem estar, sentir-me vivo e de bem com a vida.”
  • “Quero ser feliz, alegre, motivado, bem disposto, ter sucesso no meu trabalho, amar e ser amado, ter dinheiro para pagar as minhas despesas.”

Ótimo. Fez questões às quais conseguiu dar resposta. E mais importante que tudo, essas perguntas e respostas, permitem orientar a sua vida de acordo com aquilo que deseja para si. Agora só tem de pegar nisso e dar um impulso na sua vida. Dar um novo e renovado impulso, reiniciando a sua vida. Mas, para que esse reinício possa constituir uma nova forma de olhar a sua vida, importa desfazer alguns equívocos que podem ter estado a fazer sabotagem aos seus objetivos.

Apresento em seguida alguns equívocos ou idéias que provávelmente foram-se enraizando na  estrutura mental. Essas idéias passaram a ser falsas verdades que lhe retiram ânimo, toldaram-lhe o pensamento e impossibilitaram a elaboração de decisões acertadas de acordo com os seus objetivos pretendidos.De uma vez por todas, você deve derrotar essas falsas verdades (crenças limitadoras) para colocar-se com uma atitude positiva antes de reiniciar a sua vida.

Eu não consigo fazer isso…

Esta é uma afirmação comum. É uma afirmação simples, banal e muito refutada por grandes líderes, em livros de auto-ajuda, por palestrantes motivacionais, e mesmo pelo comum dos mortais. Aparece muitas vezes referenciada em Slogan de campanhas publicitárias, como foi a campanha de Barack Obama, “Yes, we can“. Apesar de existir uma corrente que transmite esperança, e que contraria a afirmação negativa: “Eu não consigo fazer isso“. O que é certo, é que muitos de nós nos momentos de contrariedade e dificuldade da nossa vida, generalizamos essa afirmação para grande parte das coisas, e até mesmo para a própria vida.

Martirizamo-nos e vitmizamo-nos:

  • “Eu nunca mais vou encontrar a pessoa certa.”
  • “Eu nunca mais serei feliz”
  • “A minha vida nunca mais vai sair deste buraco”
  • “Nunca serei capaz de passar o exame de matemática”
  • “Nunca ganharei o suficiente para ter aquilo que gostaria”
  • “Eu não consigo enfrentar o meu patrão”

O que você pensa acerca de si mesmo é realmente poderoso. Se você acha que não pode, que não consegue ou que nada de bom lhe irá acontecer, então provavelmente nesse estado de incapacidade nunca irá encontrar motivação e uma solução para fazer algo que permite reverter esses pensamentos negativos.

Henry Ford disse: “Se você acha que pode, ou você acha que não pode, você está certo”

Eu acabo sempre fazendo asneiras…

Se no presente momento está insatisfeito com a sua vida, existe uma forte possibilidade de ter construindo ao longo do tempo esta afirmação negativa na sua mente. Claro que este pensamento é legítimo. Mas, por certo não é animador, pelo contrário, retira-lhe forças e credibilidade em si mesmo. Se não é útil, porque razão ele ecoa na sua cabeça? Isto acontece, porque o nosso cérebro é forçado a encontrar respostas. E em última instância dirigimos a atenção para nós mesmos, e culpabilizamo-nos. Sim, na verdade você até pode ser o responsável pelo estado em que se encontra. Mas, construir uma ideia negativa acerca de si mesmo, e “confortavelmente” conviver com isso, não é por certo uma estratégia benéfica.

Resultado de imagem para imagens sobre autosabotagemEntão que fazer?

  • Perceba onde, como e porquê fez a asneira?
  • O que fazer, para não voltar a acontecer?
  • O que aprendeu com a asneira?
  • O que essa asneira lhe diz acerca da forma como você pensa?
  • O que precisa mudar no seu pensamento e forma de olhar para si, para que a asneira não se repita?
  • Quer continuar a fazer a asneira?

Se conseguir responder a estas questões, por certo irá ficar mais esclarecido. Com esse esclarecimento em mente, abandone a idéia depreciativa que tem de si mesmo. Essa idéia que de certa forma trás conforto, também tem o reverso da medalha. Quando você percebe que pode mudar algumas coisas para ser bem sucedido, mas que é necessário trabalhar, investir em si e esforçar-se, fica mais fácil verbalizar algo que justifica muita coisa menos boa que lhe acontece. Não se iluda mais, aceite essas asneiras, mas não se confunda nem se funda a elas. Você não é as suas asneiras. Você é aquele que percebe as asneiras que faz, e que tem a possibilidade de arranjar uma forma de evitar que isso volte a suceder. Não use mais uma afirmação que se encaixa no seu momento menos bom, mas que paralisa sua  mente na procura de soluções. Se esta afirmação não lhe é útil, não lhe serve, deixe simplesmente de verbalizá-la.

Nada acontece do jeito que eu quero..

Esta é uma mentalidade de vítima que você deve abandonar imediatamente. Não há problema em sentir pena de si mesmo no começo do processo de procura de entendimento e justificação para o momento que atravessa. Você pode e deve chorar a sua perda, indignação ou frustração. Mas, de modo bastante breve. Depois você precisa levantar-se, sacudir a mágoa do passado e seguir em frente. A vida não está contra voce. Acreditar que sim, só irá fazer com que se afunde ainda mais no seu desespero (do qual você não irá escapar se ficar nesse estado por muito tempo).

As coisas podem ter sido difíceis e o resultado não foi o esperado. Por vezes temos de encarar o lado oculto da felicidade. Inevitavelmente, as adversidades surgem no nosso caminho, experimentamos o sabor do outro lado da conquista, do desafio, do êxtase, da alegria e satisfação. O lado mais sombrio da  felicidade enraiza-se no sofrimento, no fracasso, na perda, na dificuldade, na injustiça, na tristeza e angústia de tudo o que nos impele ao sofrimento e consecutivamente a mudar crenças limitadoras.

Mas o que aconteceu até agora, não quer dizer que continue a acontecer. Se assim fosse nada mudava, nada melhorava, a vida seria estática. Nada pode estar mais longe da verdade. A vida é fluída, a vida não pára. Se assim é, e com este pensamento em mente, perspective algo de melhor para voce. Retire-se da sombra dos seus pensamentos negativos. Pense como gostaria que as coisas funcionassem para voce. Agora acrescente uma pitada de esperança. Em seguida apóie essa esperança, seja o braço direito da sua esperança renovada. Motive a sua esperança, de-lhe suporte, energia, alimente-a através da ação. Faça coisas orientadas pelo pensamento positivo. Desafie-se a ser bem sucedido…

Não vale á pena seguir os meus sonhos….

Todos merecemos a oportunidade de buscar a satisfação na nossa vida. Mas, por vezes, pouco a pouco, devido à interpretação dos acontecimentos negativos do nosso passado, emerge uma desmotivação. A descrença instalada constrói a percepção que não vale a pena seguir os seus sonhos e desejos. Esta idéia é suportada por uma mecanismo de defesa. Não nos propomos a seguir os sonhos, para evitar a dor e o sofrimento que julgamos vir a sentir com mais uma futura desilusão. Com base na mágoa do passado e uma descrença no futuro, comprova a teoria que é preferível não correr atrás do que é bom para si. Este até parece ser um pensamento lógico. De certa forma é,  funciona como uma proteção à possível desilusão, derrota e fracasso. É, no entanto uma crença tóxica, desadequada e destruidora.

Perante uma crença tão incapacitante, a pessoa caminha num eterno vazio. A forma de restabelecer a sua motivação, força e energia para propor-se a acreditar que vale a pena seguir os seus sonhos, é orientando-se por aquilo que quer e não por aquilo que sente. Perante uma conclusão negativa, o sentimento é igualmente negativo, e nesse estado as suas perspetivas são olhadas mediante essa realidade sentida. Para reverter o processo é necessário imaginar o que sentiria ao alcançar o que deseja. Foque-se naquilo que quer alcançar e no que sentiria quando isso se tornar realidade. Depois, na posse desse sentimento, faça coisas que o aproximem dos seus sonhos.

Eu tenho que castigar quem me prejudicou…

Às vezes, quando uma pessoa tem que começar de novo, sente-se a necessidade de vingança em relação a parte (ou partes) que podem ter contribuído para a sua situação atual. Isto é completamente inútil. Não estou a remeter para questões jurídicas. Isso tem de ter outro tipo de abordagem. Refiro-me à normal interação do dia a dia da vida de cada um de nós. Na verdade, é inteiramente contraproducente e um desperdício total de tempo focar a sua atenção e energia em algo que vai alimentar ainda mais o seu estado de negatividade, e eventualmente criar mais problemas

Supere isso. Deixe isso partir. Limpe a sua mente de todo esse absurdo. Alimentar a fúria só irá fazer aumentar a sua ansiedade, contribuindo para o seu mal estar. A fúria e a raiva, são sentimentos que por vezes lhe transmitem capacidade. Isto acontece devido à grande libertação de energia e ímpeto, impelindo-o para a ação. Mas esta é uma ação que em nada contribui para a solução e realinhamento de vida.O que importa  é reverter todo esse ímpeto para a construção de percursos de ação positivos e que estejam alinhados com os objetivos pretendidos para a sua vida, dentro de uma perspectiva de auto realização. Foque-se em si, gaste a sua energia consigo.

Eu não consigo o que quero por causa da economia…

Este é um pensamento que tem vindo a ser difundido na atualidade. A grande maioria da pessoas parece querer culpar  qualquer circunstância ruim na sua vida apontado o dedo à crise econômica. A realidade é que os fatores externos raramente são obstáculos intransponíveis, somos nós que fazemos isso acontecer. Obviamente que a economia tem um peso relativo no nosso sucesso, assim como muitas outras coisas têm. Temos que ter uma atenção redobrada, quando todo mundo está em estado de alerta relativamente à economia, podemos ter uma tendência para generalizar isso aos problemas que enfrentamos, e arranjamos uma boa desculpa para não fazermos nada.

Normalmente, inibimos a mudança e deixamos de adaptar-nos às novas realidades que nos rodeiam. Você pode ter de fazer as coisas um pouco diferentes. Você precisa colocar um olhar novo numa velha ideia. Você pode ter que fazer ajustes, tanto pessoais quanto profissionais, mas ainda assim pode sobreviver e até prosperar nesta economia ou noutra qualquer. Não deixe que essa avalanche dramática e estado de pânico geral impossibilite fazer aquilo que ainda é possível ser feito

Eu só tenho que ter muita calma…

Finalmente, quando confrontado com começar de novo, você pode ter tendência para procrastinar. A razão para que isso possa acontecer, é por arranjar desculpas para si mesmo. Por exemplo, você pode agarrar-se à falsa justificação que já passou por muita coisa ultimamente e merece ter calma por algum tempo. Embora seja geralmente uma boa ideia para “refrescar” depois de uma grande mudança de vida e antes de fazer qualquer grande decisão, não deixe que isso se torne num impedimento. As suas oportunidades de começar de novo, certamente surtirão maior efeito agora. Quanto mais você esperar, mais difícil será conseguir-se reverter a situação em que se encontra. Não deixe que o medo, mentiras e desculpas possam retê-lo.

As coisas até podem ir com alguma calma, mas passo a passo. Quer dizer, que mesmo lentamente você está a movimentar-se, está a fazer coisas para ir ao encontro do que pretende alcançar. Aguardar, é ficar parado. Fazer as coisas com calma, deve ser considerado, lentamente, pouco a pouco fazendo algo.

Reinicie a sua vida

Reiniciar sua vida não é fácil. A primeira batalha que você tem que ganhar está na sua própria cabeça. A forma mais capacitadora que acredito surtir efeito é tendo uma atitude positiva, e implementar o pensamento positivo na sua vida, acabando com a auto sabotagem. Estas sabotagens como podemos verificar, estão mascaradas e enraizadas por um conjunto de desculpas sem sentido, que criam uma imagem negativa de si mesmo. O seu cérebro tende a acreditar em tudo o que ouve, ou que você verbaliza para si mesmo. Se você pode abolir o diálogo auto crítico da sua mente e substitui-lo por mensagens de incentivo, reconfortantes e que puxem por si, então você estará construindo um caminho para derrotar essas sabotagens  e criar uma nova forma de olhar a vida.

Resumindo…

Na grande maioria da vezes perante a constante auto sabotagem da nossa vida, percebemos o que está acontecendo, numa fase muito avançada do problema. Isto acontece devido à dificuldade de mudar hábitos e rotinas de pensamento instituídas que minam a mudança de perspetiva. Numa situação de caminhar na sua vida em piloto automático, tudo parece natural, até mesmo a forma como aceita as suas debilidades, incapacidades e asneiras. Neste estado de aceitação confuso, funde-se a uma imagem depreciativa de si mesmo, comprovada pelo seu diálogo auto-crítico negativo.

A sua própria forma de pensar, suga-lhe a vida. Essa negatividade instalada é como uma erva daninha a crescer no quintal da sua casa, propaga-se rapidamente e toma o espaço só para ela.  Mata a esperança e a oportunidade para a mudança.

Você precisa de um novo caminho para sair dessa  forma de pensamento negativo que instituiu na sua rotina diária. E esse caminho pode construir-se na forma de uma pergunta:

“Se você continuar a seguir os mesmos padrões, quais são as chances de vir a alcançar as coisas que você quer e tornar-se na pessoa que espera ser?”

Arrisco a dizer que as suas hipóteses são extremamente reduzidas. Nenhum de nós escreve uma história de vida mais enriquecida sem uma mudança no padrão de ação. Abandone o seu círculo de hábitos de auto sabotagem. Reinicie a sua vida, tendo noção que deve eliminar as falsas verdades que foi construindo e que durante muito tempo orientaram as suas decisões. Acredite em voce. Faça coisas que suportem a crença que tem em voce. Torne-se no seu maior aliado. Invista na sua vida, você é o seu maior acionista.

Visão Pessoal…

Como já dizia Krishnamurti, não é sinal de saúde estar bem ajustado a uma sociedade profundamente doente. Mas também não é sinal de saúde ficar aí odiando a vida e secretamente invejando todo mundo que você critica. Independentemente dos objetivos, sonhos e propósitos de vida que cada um de nós possa ter, existe certamente algo que nos une a todos. Queremos mudar a nossa vida para melhor, queremos progredir, evoluir, crescer e desenvolvermo-nos no sentido de irmos ao encontro daquilo que perspectivamos conquistar, obter ou experienciar.No seu mundo agora, se você se identificou com tudo isso, só existe um erro de percepção. Está na hora de você se observar e se responsabilizar por sua própria vida. Está na hora de você redefinir o seu conceito de sucesso e criar suas próprias regras. Está na hora de você entrar em contato com a sua perfeição e glória. Está na hora de você se dar bem neste mundo, mesmo que não pertença a este mundo, e seja lá o que “se dar bem” queira dizer pra você…..

Inspiração…

Como mudar sua vida para melhor-Como trabalhar  nossos problemas-Miguel Lucas

Recomendo….

Resultado de imagem para imagens sobre livros de miguel lucas

Resultado de imagem para imagens do livro com o mudar sua vida para melhor Miguel Lucas

Monicavox

Alimentação para a vida….coma para viver e ascender….

Resultado de imagem para imagens sobre alimentação holisticaQuando se fala de Alimentação estamos entrando num tema muito extenso e que não está limitado exclusivamente àquilo que geralmente chamamos de comida. A cada momento do nosso dia a dia estamos fazendo escolhas de coisas que necessitarão de digestão, assimilação; podemos nutrir-nos ou envenenar-nos, poluir-nos. Tomamos a maior parte de tais decisões de forma automática – quase inconsciente. Muitas vezes, não temos nunca tomado o tempo suficiente para refletir e saber em base a que estamos escolhendo nem quais as conseqüências.

Há alimentos para o corpo físico, e outros para nossa mente, nossos sentidos e nosso espírito, ou seja: respiração, pensamentos, palavras, emoções, relacionamentos, leituras, músicas, cores, etc. Algo que sabemos é que precisamos alimentar-nos para nos mantermos vivos. Trata-se de um bom ponto de partida, porque nos indica uma responsabilidade individual precisa nesse sentido. Se observarmos que somos seres vivos, não é difícil entender que precisamos de alimentos vivos para manter a saúde, o bem estar e a alegria.

O Dr. Edmond Bordeaux-Szekely estabeleceu a seguinte classificação que pode ser de grande ajuda para nos orientar em nossas escolhas:

• Biogênico – que produz a vida.

• Bioativo – que mantêm a vida.

• Biostático – que diminui a vida.

• Biocídico – que mata a vida.

Outro aspecto que é importante lembrar quando pensamos em Alimentação é que temos um campo energético eletromagnético de consciência que sustenta o nosso ser físico que precisa ser recarregado e nutrido. Todo o manifestado existe como energia sutil antes de assumir uma forma específica. Primeiramente a energia condensa-se no que poderíamos chamar de molde etéreo do que será seu aspecto tridimensional, posteriormente adquire também a forma física. As qualidades vibratórias dos alimentos que escolhemos têm uma influência neste campo sutil ao mesmo tempo em que atuam no corpo mais denso. Por isso, a importância de privilegiar os produtos que mantêm intactas suas características energéticas vitais.

Uma Alimentação para a Vida dá preferência a alimentos que fazem parte das duas primeiras categorias, entendendo que o uso de alimentos que constituem as duas últimas categorias prejudica, com o passar do tempo, a saúde e a vitalidade, utiliza elementos frescos, sem cozimento, de preferência de origem orgânica (livres de pesticidas e fertilizantes químicos) e aproveita a contribuição especial dos brotos, reconhecendo neles uma maneira simples, prática e econômica de receber a mais concentrada forma de energia de vida comestível.

Resultado de imagem para imagens sobre alimentação holisticaO Alimento Cru Contém as Enzimas Necessárias para Ser Digerido

O Dr. Edward Howell – que dedicou a vida toda ao estudo das enzimas – chegou a concluir que estas são as transportadoras da energia vital. Todos os organismos possuem uma variedade quase infinita de enzimas que atuam como catalisadores das mais diferentes funções. No corpo humano foram encontradas milhares delas; aquelas implicadas na digestão são somente doze. Utilizando o mesmo exemplo dado pelo Dr. Howell em seu livro Enzyme Nutrition, é como se, ao nascer, o ser humano recebesse uma doação muito grande, embora limitada, de enzimas – ou energia vital – como se fosse uma soma de dinheiro depositada no banco. Se, durante a vida, se retira energia vital desta conta, sem nunca ter o cuidado de fazer depósitos nela, chegará o momento em que esta se esgotará. Se tomarmos, por exemplo, uma maçã e a comemos crua, aproveitaremos as enzimas ativas que promovem a sua fácil digestão.

Trata-se das mesmas enzimas que provocam a putrefação do fruto quando ele não é utilizado. Quando isto acontece com um fruto caído da árvore sobre o solo, resulta numa devolução de nutrientes orgânicos à nossa Mãe Terra, completando assim o ciclo vital do fruto.

Se as condições são favoráveis, é até possível às sementes brotarem, dando lugar ao nascimento de uma nova planta. Retornando ao nosso exemplo, a situação será diferente se comermos o alimento cozido. Neste caso, as enzimas estão inativas (as enzimas são compostas por dois elementos que, ao serem expostos a uma temperatura superior a 50º centígrados, ou a certo tipo de radiação, distanciam-se tanto entre elas a ponto de resultarem inertes) e nosso corpo deverá proporcionar as enzimas digestivas necessárias, valendo-se da reserva de energia vital. Quando a alimentação é constituída na maioria por produtos cozidos e processados industrialmente, o que fazemos é retirar continuamente de nossa conta bancária.

É desta forma que, na produção das doze enzimas digestivas, investimos a maior parte de nossa reserva de energia. O prejuízo, ao cozinhar os alimentos, não se limita à perda total das enzimas, perdem-se em forma considerável também as vitaminas – às vezes totalmente como no caso da vitamina B12 – e acontecem alterações das graxas, minerais e proteínas que deixam de ser metabolizadas do mesmo jeito de antes, convertendo-se, muitas vezes, em toxinas. No caso do forno microondas o quadro é ainda mais grave pelo fato que suas intensas radiações destroem completamente o campo energético dos alimentos, desvitalizando-os e modificam mais ainda sua estrutura molecular que não é reconhecida geneticamente pelo nosso metabolismo que entra em estado de alerta como quando na presença de agentes patogênicos.

Este fenômeno, chamado de leucocitose digestiva, acontece cada vez que for ingerido algum alimento cozido ou processado (também balas, bolachas, salgadinhos, refrigerantes). O número de leucócitos (glóbulos brancos) no sangue aumenta e se normaliza somente depois de hora e meia depois de cada refeição. Isto não acontece com os alimentos crus. As gorduras, por exemplo, em estado natural – cru -, contêm também elementos ativos que permitem a sua metabolização. Ao cozinhar, se perde este elemento, saturando as graxas numa forma que o organismo não pode metabolizar. Por esta razão é que o abacate e as sementes oleaginosas sem torrar – sempre que ingeridos com moderação – não produzem acúmulo de graxas saturadas prejudicial para a saúde, diferente das carnes, óleos, manteiga, margarina e azeite cozidos.

 É fundamental reduzir ao mínimo o consumo de graxas cozidas e saber que sómente os azeites e óleos prensados a frio mantêm intactos seus valores nutritivos. Em todos os demais casos, as semente s e as azeitonas foram tratadas com altas temperaturas para obter uma maior quantidade de azeite.

Imagem relacionada

O Excesso de Proteínas Prejudica a Nossa Saúde

Um dos grandes preconceitos de nossa época é a obsessão pelas proteínas. É importante esclarecer que praticamente todos os alimentos naturais contêm proteínas, sendo quase impossível uma deficiência protéica; é preciso chegar a casos extremos de desnutrição para que isto aconteça. Por outro lado, a necessidade de proteínas para o organismo é muito inferior àquela propagandeada com claras finalidades comerciais. Na composição do leite materno as proteínas representam somente entre o 2 e o 6%. Pode-se dizer que, tão importantes como as proteínas, e até talvez mais, são as vitaminas, os minerais, as enzimas e os oligo-elementos que, para ser energéticamente ativos precisam ser de proveniência natural.

É interessante observar que os minerais e as vitaminas de mais fácil absorção são aqueles de origem vegetal. Vitaminas e minerais sintetizados em laboratórios, em cápsula ou adicionados aos alimentos, não são completamente metabolizados pelo nosso organismo e resultam numa carga maior de trabalho de eliminação. O ferro adicionado, por exemplo, aos achocolatados traz muitas vezes como efeito colateral intestino preso e raramente consegue melhorar quadros de anemia. Voltando ao tema das proteínas, outro aspecto chave é que nosso corpo é perfeitamente capaz de produzi-las na medida necessária, sempre que lhe sejam fornecidos os materiais básicos, os aminoácidos, os quais são encontrados em forma facilmente metabolizável em vegetais e grãos, especialmente na etapa de germinação.

Os aminoácidos são 22, 12 são sintetizados diretamente no nosso organismo, 8, chamados essenciais, precisamos obtê-los a través dos alimentos. Todos os oito aminoácidos essenciais se encontram nos alimentos de origem vegetal não processados. Mais ainda, quando o corpo recebe os aminoácidos essenciais diretamente, como no caso de vegetais e brotos, está dispensado do trabalho de decompor as proteínas complexas em aminoácidos. A eliminação das proteínas em excesso (especialmente se de origem animal) sobrecarrega fígado e rins estressando-o.

Este processo de eliminação precisa de grandes quantidades de cálcio provocando perda óssea e cálculos renais devido à grande concentração de cálcio na urina. Outro produto que facilita a perda do cálcio ósseo é o açúcar refinado que o corpo aciona para neutralizar a hiperglicemia repentina que este provoca. Observa-se também, durante o processo da germinação, uma potencialização dos valores nutritivos e da energia vital da semente. Isto é fácil de entender se pensarmos que a semente, antes de brotar, contém – em estado latente – toda a informação necessária para o crescimento da planta completa. Quando germina, este potencial todo entra em movimento numa explosão energética comparável à do Big Bang de que falam os astrofísicos contemporâneos. Esta é a contribuição inestimável que nos dão as sementes germinadas, sempre que forem ingeridas no seu estado natural – cru – que resulta em importantes depósitos de energia vital a favor de nossa ―reserva bancária.

Visão pessoal…

As atitudes, emoções e pensamentos de quem trabalha na cozinha são absorvidas pelos alimentos e recebidas por aqueles que os consomem. O hábito de abençoar a comida com gratidão ajuda enormemente a purificá-los, sintonizando as freqüências dos alimentos com as freqüências dos nossos corpos. O acúmulo das substâncias tóxicas debilita o sistema imunológico, conseqüentemente, o organismo não será capaz de resistir à presença de elementos patogênicos. Compreender que a toxemia é a causa fundamental de todas as doenças, permite definir claramente o caminho até a saúde: favorecer a eliminação dos venenos e fortalecer o sistema natural de imunidade, introduzindo no corpo os alimentos capazes de fornecer as substâncias nutrientes necessárias para seu bom funcionamento. A causa comum de toda enfermidade é a má nutrição, da qual deriva a toxemia (alto nível de toxinas em nossas células). A má nutrição deve-se à desordem na alimentação e à ingestão de alimentos que satisfazem apenas ao paladar, enchem a barriga, mas são deficientes em nutrientes e qualidades vitais. Quando nossos veículos físicos não recebem os nutrientes necessários para a reprodução de novas células, são obrigados a construir com aquilo que encontram; pedindo, a distintas partes do corpo, doações de materiais básicos indispensáveis. O resultado é uma lenta e progressiva deterioração dos órgãos e tecidos e de suas funções, que termina produzindo a doença. O envelhecimento precoce do ser humano tem sua origem principal na má nutrição e no sedentarismo.  O ser humano parece começar a envelhecer já a partir dos quarenta anos, durando assim sua velhice, às vezes a metade da vida. Das 8.400.000 espécies que existem na Natureza, 8.399.999 comem alimentos que estão no próprio estado natural – não cozidos. O ser humano parece ser o único que está sujeito a maior quantidade de problemas relacionados com a saúde. A toxemia depende de uma série de fatores que vão se somando; O ar contaminado das concentrações urbanas, a água com seus minerais nem sempre metabolizáveis, o stress, o abuso de álcool, tabaco, carnes, remédios, drogas, excitantes, o estar em contato com elementos tóxicos no lugar de trabalho ou em casa, são todos fatores que contribuem para o excesso de concentração de toxinas no organismo. Mas a causa principal encontra-se nos alimentos do mundo contemporâneo:os resíduos de agrotóxicos nos vegetais, de hormônios e antibióticos em carnes e ovos, de químicos utilizados para processar alimentos como, por exemplo, para branquear o açúcar, a farinha, o sal, de conservantes nas carnes frias e nos produtos em lata e em garrafa, os corantes e sabores artificiais, as vitaminas sintéticas adicionadas que o organismo não metaboliza, etc. Outro fator que contribui para a intoxicação do nosso corpo é comer de novo quando não se tem ainda completada a digestão e comer quando irritado ou ressentido. Isto transforma tudo aquilo que está no estômago em substância tóxica, uma sobrecarga de trabalho para o sistema de eliminação. É de extrema importância o bom astral de quem prepara os alimentos, por isso a comida, se feita com amor, nos faz bem……

Ou citando  Hipócrates: ―Doenças atacam as pessoas não como um raio em céu azul mas são conseqüências de contínuos erros contra a Natureza.

Inspiração….

Documentário sobre alimentação viva-Imperdível-Dr Alberto Gonzales-

Microorganismos causadores de doenças de origem alimentar-PDF

Experiência pessoal

Monicavox

Recomendo….

Resultado de imagem para imagens sobre livros de dietas

Resultado de imagem para imagens sobre livros de dietas

Resultado de imagem para imagens sobre livros de dietas

 

Voce tem o Chakra da raiz equilibrado?Aprenda como testar e curar….

 O chakra da raiz …..

(MULADHARA)

7-chakra-pimage

O primeiro Chakra – Raiz, Base, está situado entre o ânus e o genital, também é ligado ao Cóccix e abre-se para baixo.
Cor: Vermelho
Elemento: Terra

Este Chakra é de grande importância, embora seja muito sendo confundido em suas funcionalidades pelo fato de ser ligado aos órgãos sexuais. Mesmo tendo essa função não se baseia únicamente nisto.

O Muladhara Chakra tem total importância em diversas outras funcionalidades do corpo material e etérico. Responsável pelo início da coluna vertebral – cóccix e toda forma rígida que sustenta o corpo. Ou seja, está em toda parte do corpo, além de ser a energia que circula por todo corpo através do sague que também é de sua responsabilidade. É ligado também à junção entre cada célula do nosso corpo.

Os estudiosos ou curiosos deste conhecimento confundem e usurpam o sentido das energias e as usam de forma errônea para fins sem motivos coerentes com este poder celestial que há dentro de cada um de nós. Como fizeram com a técnica Tântrica, que agora só se lembra do Tantra para sexo e orgias, ligam o Chakra Raiz ao sexo.

Este ponto energético tem reações e responsabiliza os sentidos de sobrevivência do individuo, proporcionando as ações básicas delas provenientes como: comer, beber, dormir, reproduzir-se, aprender… liga a pessoa à questões materiais, emprego, casa, comida. Razão.

O individuo com este Chakra alinhado, equilibrado, possui sua vida material, física e mental em perfeita harmonia. Além disso, demonstra uma pessoa em perfeito equilíbrio, domínio sobre o corpo físico e a sexualidade. Mostra-se estável na vida profissional, sentimental, intelectual, imobilidade em todos os aspectos sociais, refletindo assim, com sua paciência, tranquilidade, segurança que se reverte em saúde constante.

Como da mesma forma uma pessoa que não consegue equilibrá-lo, tanto ativamente quanto passivamente, ou seja, ativado ou desativado causa o efeito contrário que uma pessoa com o Muladhara Chakra equilibrado.Ativamente, mostra um quadro problemático, um ser aterrado em assuntos supérfluos, vícios desenfreados e destrutivos à vida e principalmente à espiritualidade. Fácilmente encontramos pessoas com o 1º Chakra Base muito ativos, sendo ambiciosos sem limites e inconsequentes. Podem apresentar problemas nos rins, pernas e colunas (lembrando que sempre há exceções).

Já tendo o Muladhara Chakra passivo, ou desativado, causa nessas pessoas um aspecto sem vida, apáticas, sem paixão pelo que faz, insatisfeitas com emprego, amizade, casa, relacionamento, mostrando ser frígida no mesmo. Na maior parte das vezes são depressivas e nunca satisfeitas com o seu corpo, apresentando assim obesidade, bulimia ou anorexia, e principalmente menosprezo por si.

Um ponto interessante que vale a pena falar é a questão do sentido em que gira. Nos Homens gira em sentido Horário e nas Mulheres gira em sentido contrário. Esse é o motivo que faz com que as mulheres sejam o contrário dos homens na maior parte das vezes. O Chakra girando em sentido Horário mostra que ele flui melhor, não que para o contrário como acontece na mulher seja melhor ou pior. Simplesmente flui melhor. Um exemplo: a sexualidade é muito mais desenvolvida nos Homens que nas mulheres, não tratando de procriação, e sim do desequilíbrio sexual, sexo sem importância.

Como Equilibrar este Chakra?

Meditação:

Posicionar-se preferencialmente em posição de Lotus com o Muladhara Chakra aterrada ao chão. Também é aconselhável escorar em uma arvore, ligando todos os Chakras aos da Árvore, descarregando assim as energias ruins e absorvendo energias purificadas pela Terra.Pare seus pensamentos por alguns minutos. Ou se não conseguir pela aflição e ansiedade, ponha-se em estado meditativo em silêncio absoluto. Respire profundamente, sentindo o ar encher os Pulmões, toda a entrada do Oxigênio e a saída do Gás Carbônico pela boca.Quando sentir que está suficientemente calmo visualize uma Luz Cósmica descendo do Universo, atingindo a atmosfera terrestre, aproximando do continente, do País, estado e finalmente onde você está. Esta Luz encontra diretamente este Cristal, que faz com que ele potencialize mais ainda essa Energia Cósmica mirando exatamente o seu Chakra Raiz, que vai se reorganizando naturalmente com o decorrer da meditação. Quando você sentir que é o suficiente, visualize a Luz voltando para o espaço da mesma forma que veio. Repita esse rito quantas vezes necessitar.

Resumindo…

Em estado de equilíbrio

Se você se sentir centrado e ligado à terra, com  uma sensação de pertença ao mundo, é muito provável que o seu chakra raiz esteja em estado de pleno equilíbrio. Com este chakra equilibrado você confia em si mesmo, e confia nos outros. Você é independente, você se sente vivo, e equilibrado.

Em estado de hiperatividade

 Quando este chakra está hiperativo, você tende a ser mandão e dominador para com os outros, e ter um grande ego. Você será tomado por sentimentos de ganância e violência, e agirá de forma astuciosa e egoísta.

root-chakra

Em estado enfraquecido

Se você tiver o chakra raiz enfraquecido, você não se sentirá amado(a) e se sentirá sexualmente inadequado(a). Sua vontade e ambição serão fracos, e você não consegue alcançar os seus objetivos. A frustração e o medo o tomarão, sentirá que não pertence a coisa nenhuma. Você será tímido, inseguro, se sentirá incapaz.

Cura reiki para o chakra da raiz

 Os praticantes de reiki podem ter sua própria técnica para equilibrar o chakra da raiz, este é apenas um dos métodos que muitos acham eficaz.
  • Relaxe confortávelmente;
  • Ative o fluxo de Reiki;
  • Coloque as suas mãos no chakra da raiz;
  • Visualize um rio de energia passando para baixo a partir das palmas das suas mãos e a transformar-se numa bola vermelha brilhante se transformando rapidamente. Direcione os seus pensamentos para essa bola de energia que está a enviar:
  • Você pode se sentir um pouco de calor a espalhar-se pelo seu corpo à medida que o chakra for ficando limpo;
  • Podem ser usadas pedras preciosas tais como, rubis, granadas e jaspe vermelho.Posicione um cristal à aproximadamente 10 cm da localidade do ponto inicial do Chakra. Este cristal pode ser um Quartzo Rosa, Ametista, Obsidiana, Quartzo fumê, Rubi e Turmalina Preta ou Pedras em tons avermelhados.

Root Chakra Stones

Medidas a tomar para limpar o chakra da raiz

  •  Pense vermelho, o chakra raiz está relacionado com a cor vermelha, visualizar uma chama vermelha brilhando intensamente na base de sua espinha pode ajudar a limpar o chakra raiz. Você pode começar com uma meditação visualizando a chama vermelha na base do seu coxis  e imagine a luz estendendo-se para as pernas e pés e enterrando-se no solo;
  • Cante e dance, dançar e cantar com a porta fechada, e sem se preocupar com o mundo exterior, pode ajudá-lo a expressar a sua liberdade e, portanto, limpar o seu chakra raiz. Cantar também ajuda a limpar o chakra da garganta;
  • Tome um banho ou ducha, expresse o seu amor por si mesmo, limpando e purificando o seu corpo com um bom banho quente. Esta é uma excelente maneira de limpar o seu chakra da raiz;
  • Caminhar, dar um passeio com sua mente focada em cada passo que você dá ao tocar no solo fomentará a sua conexão com a terra, isto também irá ajudar a limpar o chakra raiz;
  • Abrace uma árvore, você pode abraçar uma árvore, que forma melhor existe de entrar em contacto com a terra, senão por intermédio das raízes?;
  • Ande descalço, ao andar descalço será mais uma forma de estar em contato e sentir a terra.

Veja também como testar e curar os  chakras restantes,  clique nas imagens:

 

6-chakra-pimage5-chakra-pimage4-chakra-pimage3-chakra-pimage2-chakra-pimage1-chakra-pimage

Visão pessoal…

È importante sempre frisar que o estudos dos Chakras é uma parte importante do corpo físico, e nesta mudança de paradigmas da Transição Planetária, é fato que temos de estudar este assunto com afinco para poder compreender nosso mecanismo biológico.Todo Ser Animal possui órgãos vitais para o funcionamento de sua vida normal. Cada órgão é responsável por uma determinada função em nosso corpo. O Cérebro por sua comunicação com todas as partes do corpo, o coração pelo seu bombeamento de sangue, enfim, cada um com suas respectivas funções.Em nosso corpo Espiritual ou Corpo Etérico, possuímos também tais órgãos vitais, porém com algumas diferenças. Nosso espírito é parte da Centelha Divina, ou seja, é parte da mesma luz que provém de Deus. Somos luzes que parte do mesmo princípio Universal – o Amor. Como somos luzes, não possuímos órgãos assim como no corpo material, porém de forma totalmente diferente, pois não temos a necessidade, no plano espiritual, que temos em nosso corpo. Temos pontos de energia que brilham com sua potência e necessidade. Os fluído que temos materialmente chamamos de Veias Arteriais. No Espírito, chamados de Fluídos de Energia Cósmica Vital ou Chakras.Os Chakras realizam o trabalho de fazer a Energia Fluir dentro de nós e fora. É o responsável pela distribuição de energia recebida ou emanada.Eles,os do corpo material,  são 7 ,Básicos ou Vitais, que são localizados em forma vertical no nosso corpo etérico, contornando com sua energia todos os pontos vitais do corpo material….. 7 pontos de um perfeito equilíbrio energético desde o primeiro até o último, que torna a ser o primeiro retornando ao inicio o transformando em último novamente, assim constantemente. Tem a forma de uma serpente enrolada a nossa Espinha Cervical. …O Equilíbrio dos Chakras dependem em sua maior importância da conduta da pessoa. Caso o contrário, sua vivência na terra é conturbada de atos viciosos, manias negativas, atos vertiginosos, causa o desregulamento dos chakras, desalinhando todo o resto de sua Espiral.Por exemplo, uma pessoa que passa todo o seu tempo preocupado com o seu status social, faz sempre o possível para estar a frente de todas as coisas que acontecem ao seu redor, estes, causam danos ao seu 3º chakra, faz com que sua energia Solar – Luz amarela- flua mais que qualquer outra em seu corpo, ofuscando seus outros pontos vitais, causando seu desregulamento.Este desequilíbrio não é causado só pela aceleração deste ou de outro ponto, mas também com o não uso de certas atividades. Exemplo: 5º Chakra, Laríngio responsável pela Comunicação. Seu desregulamento pode ser causado por seus desequilíbrios na fala mais ou menos. Pessoas que não tem o hábito geralmente de ouvir as outras, falam desenfreadamente sem noção das coisas em que estão sendo ditas, “falar por falar”. Este é um dos males que podem agravar o 5º Chakra, assim como também o contrário; pessoas que são muito retraídas ocasionam o mesmo desequilíbrio, porém de forma diferente. O Fluído do Chakra precisa estar sempre em uma constância de fluxo. Meio termo para todos, nem mais nem menos.O fluxo vibracional dos chakras, são rotacionais, ou seja, o ponto de energia cósmica parte do interior do ponto e atravessa o corpo etérico para os dois lados, para sua frente e costas. Cada um com sua fluidez.Há diferença desse fluxo entre homens e mulheres. Para ocasionar mais equilíbrio na fertilidade natural do humano. No homem o Chakra Básico gira sentido Horário partindo da esquerda e girando para a direita. Nas Mulheres este chakras giram para o lado contrário. É um casamento energético perfeito. As aspirais no primeiro chakra são miradas para baixo, do homem e da mulher formam uma vértice de energia contrária, nunca se conflitando, causando uma dança espetacular, assim como no sétimo, subindo para o  espaço infinito….

Inspiração….

Vida Lusa-Reiki,Saúde Tecnologia e Informação

Monicavox

Recomendo…

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre chakras

 

 

 

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre chakras

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre chakras

 

 

Brian Greene- O Universo Elegante-A Realidade Oculta-O Mundo em Cordas-

1

“Escrevi “O Universo Elegante”, com o objetivo de tornar acessível a uma ampla faixa de leitores, especialmente aos que não conhecem física e matemática, o notável fluxo de idéias que compõe a vanguarda da física atual. Nas conferências que tenho feito nos últimos anos sobre a teoria das supercordas, percebi no público um vivo desejo de conhecer o que dizem as pesquisas atuais sobre as leis fundamentais do universo, de como essas leis requerem um gigantesco esforço de reestruturação dos nossos conceitos a respeito do cosmos e dos desafios que terão de ser enfrentados na busca da teoria definitiva. Espero que os dois elementos que constituem este livro — a explicação das principais conquistas da física desde Einstein e Heisenberg e o relato de como as suas descobertas vieram a florescer com vigor nos avanços radicais da nossa época — venham a satisfazer e enriquecer essa curiosidade.”~Brian Greene

 Nasceu em Nova York, em 1963. Graduou-se em física na Universidade Harvard e obteve seu doutorado em Oxford com uma tese sobre a teoria das cordas. Foi professor da Universidade Cornell entre 1990 e 1996 e atualmente leciona na Universidade Columbia, onde é co-diretor do Institute for String, Cosmology and Astroparticle Physics (ISCAP).Brian Greene é um dos mais consagrados estudiosos da formação, evolução, estrutura e destino do cosmo. Em O tecido do cosmo, após familiarizar os leitores com os conceitos básicos sobre a estrutura e a evolução do universo, o jovem professor da Universidade Columbia descreve os últimos desenvolvimentos da cosmologia e as teorias mais avançadas sobre o assunto. Em linguagem clara e didática, sem recorrer a equações e fórmulas complicadas, o Dr Greene centraliza a sua análise na teoria das supercordas, na qual hoje se concentram as melhores esperanças de que cheguemos, ainda no transcurso de nossas vidas, a um entendimento verdadeiramente profundo da natureza dos componentes básicos do universo e de sua relação com o espaço e o tempo.
O seu primeiro livro, O universo elegante,  foi indicado ao prêmio Pulitzer e tornou-se um clássico da cosmologia moderna.O físico possui outras três publicações: O tecido do cosmo, a novela de ficção científica(vídeo abaixo-documentário imperdível legendado) Icarus at the Edge of Time e o livro A realidade oculta, que foi lançado no Brasil em 2012. Nesse livro mais recente, Greene descreve, com linguagem e enfoque que agradam leigos e especialistas, nove versões diferentes de universos paralelos que surgiram a partir de investigações matemáticas.
Sobre a obra, o jornal The New York Times destacou que o livro seria a melhor indicação no caso de extraterrestres que chegassem ao planeta e quisessem conhecer mais sobre a mente humana. Em entrevista à revista Veja, ele afirmou: “Se existe uma lição que a física nos ensinou no último século é não acreditar na intuição. Se os homens e mulheres que desenvolveram a mecânica quântica nos anos 1920 e 1930 tivessem seguido a intuição, não teriam saído do lugar”. O norte-americano é ainda cofundador e presidente do World Science Festival, um evento anual que reúne em média mais de 100 mil pessoas, com a intenção 8 9 de divulgar as novidades do mundo científico e engajar crianças e jovens. Frequentemente, Greene é convidado de programas de tevê nos Estados Unidos, como o do apresentador David Letterman. Também fez uma aparição especial na série The Big Bang Theory (episódio The herb garden contamination). Vegano, Greene mora numa antiga fazenda em Nova York, local que espera transformar em abrigo para animais abandonados.
4“Se formos de acordo com nossos sentidos, acreditaremos que o tempo é universal, que o relógio gira da mesma forma para todos. Sabemos que isso não é verdade. Cada um de nós tem seu relógio e este gira com uma taxa que é dependente do movimento e da gravidade de cada um. É grande a lista das coisas que nos levam a sermos enganados por nossos sentidos quando os usamos para compreender o mundo.” “O que aprendemos nos últimos 300 ou 400 anos, desde os tempos de Isaac Newton, quando seu foco era na física que você podia ver nos objetos em movimento, o movimento da lua em equações matemáticas que ainda carregam o nome dele, foi a física que podemos enxergar. Desde então, temos saltado daquele ponto de partida para descrever a física do que não conseguimos enxergar. É tudo parte da narrativa que vai além da experiência cotidiana e que tenta levantar o véu e reimaginar como o mundo funciona.” “Elas (as supercordas) surgiram como uma nova e fundamental entidade, a base para tudo o que existe no universo. Já faz algum tempo que conhecemos os átomos e também as partículas subatômicas, como os elétrons, que giram ao redor dos núcleos, e os prótons, que inte – gram o núcleo dos átomos. Conhecemos também algumas partículas subnucleares, como os quarks, que habitam os nêutrons e os prótons. Mas é aí que o conhecimento convencional empaca. A teoria das supercordas diz que existe algo menor e mais fundamental: dentro dos quarks, da mais ínfima partícula subatômica, existe um filamento de energia que vibra como as cordas de um violino. E são os diferentes padrões de vibração dessas cordas que determinam a natureza de diferentes tipos de subpartículas. Isso permitiria unificar a teoria geral da relatividade com a mecânica quântica.” “Há algum tempo, a palavra universo significava tudo o que existe. Contudo, descobrimos nas últimas décadas que o que pensávamos que era esse todo, na verdade, pode ser uma pequena parte de uma realidade maior, um cosmo maior. O reino que pensávamos ser ‘tudo’ seria apenas um de vários reinos, cada um deles podendo ser considerado um universo em si mesmo.Se existe uma lição que a física nos ensinou no último século é não acreditar na intuição. Se os homens e mulheres que desenvolveram a mecânica quântica nos anos 1920 e 1930 tivessem seguido a intuição, não teriam saído do lugar. Eles publicaram estudos dizendo claramente que os resultados alcançados eram ‘loucura’. Nossa experiência é baseada naquilo que conseguimos ver, tocar e sentir. Entender o funcionamento de elétrons ou investigar a existência de outros universos não nos dá vantagem de sobrevivência. É por isso que a nossa intuição não nos ajuda nesses casos.”-Dr Brian Greene.
-Alguns comentários sobre o trabalho do Dr Greene;

“Brian Greene é o novo Stephen Hawking.” – The Times

“A melhor explicação sobre os fundamentos do universo.” – Science

“Greene nos leva aos limites do espaço e do tempo.” – The Guardian

O Universo elegante: Supercordas, dimensões ocultas e a busca da teoria definitiva~ por Brian Greene

O movimento através do espaço é um conceito que aprendemos cedo na vida. Embora muitas vezes não pensemos nas coisas nestes termos, sabemos que nós, os nossos amigos e os nossos pertences também se movem através do tempo. Basta olhar para um relógio, mesmo que estejamos quietos vendo televisão, para verificar que a leitura do relógio muda constantemente, “movendo-se para a frente no tempo”. Nós, e tudo o que está à nossa volta, envelhecemos e passamos inevitávelmente de um momento do tempo para o seguinte. Com efeito, o matemático Hermann Minkowski, e em última análise o próprio Einstein, sustentaram que o tempo poderia ser visto como uma outra dimensão do universo — a quarta dimensão —, em alguns aspectos muito similar às três dimensões espaciais em que nos encontramos imersos. Ainda que pareça abstrata, a noção do tempo como dimensão é concreta. Quando marcamos um encontro com alguém, dizemos o lugar do “espaço” em que queremos nos encontrar — por exemplo, no nono andar do edifício que fica na esquina da rua 53 com a Sétima Avenida. Aqui há três informações (nono andar, rua 53 e Sétima Avenida) que se referem às três dimensões espaciais do universo. Igualmente importante é a especificação de quando esperamos que o encontro se realize — por exemplo, às três horas da tarde. Essa informação nos diz em que lugar “do tempo” o encontro ocorrerá.

A especificação dos eventos se dá, portanto, com quatro informações: três para o espaço e uma para o tempo. Diz-se que esses dados especificam a localização do evento no espaço e no tempo, ou, abreviadamente, no espaço-tempo. Nesse sentido, o tempo é uma dimensão. Se podemos dizer que o espaço e o tempo são simples exemplos de dimensões diferentes, será então possível falar da velocidade de um objeto no tempo, assim como falamos da velocidade no espaço? Sim, podemos.

Uma boa pista a esse respeito provém de uma informação que já temos. Quando um objeto se move através do espaço com relação a nós, o seu relógio anda devagar em comparação com o nosso. Ou seja, a velocidade do seu movimento através do espaço se reduz. Aqui está o salto: Einstein proclamou que todos os objetos do universo estão sempre viajando através do espaço-tempo a uma velocidade fixa — a velocidade da luz. Essa é uma idéia estranha; estamos acostumados à noção de que os objetos viajam a velocidades consideravelmente menores que a da luz.

6Repetidas vezes salientamos que essa é a razão por que os efeitos relativísticos são tão incomuns no dia-a-dia. Tudo isso é verdade. Aqui estamos falando da velocidade de um objeto combinada através das quatro dimensões — três espaciais e uma temporal —, e é a velocidade do objeto nesse sentido generalizado que é igual à da luz. Para facilitar a compreensão e ressaltar a importância desse ponto, notemos que, tal como no caso do carro de velocidade constante, que discutimos anteriormente, essa velocidade constante distribui-se entre as diferentes dimensões — ou seja, as diferentes dimensões do espaço e também a do tempo. 

Se um objeto está em repouso (com relação a nós) e conseqüentemente não se move através do espaço, então, tal como aconteceu nos primeiros testes realizados com o carro, a totalidade do seu movimento é usada para viajar através de uma única dimensão — nesse caso, a dimensão do tempo. Além disso, todos os objetos que estão em repouso com relação a nós e também com relação aos outros objetos movem-se através do tempo — envelhecem — exatamente no mesmo ritmo, ou à mesma velocidade.

Contudo, se um objeto se move através do espaço, isso significa que uma parte do seu movimento anterior através do tempo tem de ser redistribuída. Tal como o carro, que nos últimos testes viajava em uma linha inclinada, a repartição do movimento entre as diferentes dimensões implica que o objeto viajará mais devagar através do tempo do que os objetos estacionários, uma vez que uma parte do seu movimento está sendo usada na viagem através do espaço. Ou seja, o relógio desse objeto anda mais devagar se ele se move através do espaço. Isso é exatamente o que havíamos concluído antes. Vemos agora que o tempo passa mais devagar quando um objeto se move com relação a nós porque isso converte uma parte do seu movimento através do tempo em movimento através do espaço. 

Assim, a velocidade de um objeto através do espaço é simplesmente um reflexo da proporção em que esse movimento através do tempo é desviado.  Vemos também que esse esquema incorpora automaticamente o fato de que há um limite para a velocidade espacial de um objeto: a velocidade máxima através do espaço só pode ocorrer se a totalidade do movimento de um objeto através do tempo for convertida em movimento espacial. Isso ocorre quando a totalidade do movimento à velocidade da luz, que anteriormente se dava no tempo, converte-se em movimento à velocidade da luz no espaço. Se um objeto converter a totalidade do seu movimento à velocidade da luz através do tempo em movimento espacial, ele — e qualquer outro objeto — alcançará a máxima velocidade espacial possível. Isso é o que ocorreria, em termos das dimensões espaciais, se o nosso carro percorresse a pista exatamente no sentido Norte-Sul. Nesse caso, não lhe sobraria nenhuma velocidade para o movimento no sentido Leste-Oeste; do mesmo modo, um objeto que viaje à velocidade da luz através do espaço não terá nenhuma velocidade disponível para o movimento através do tempo. 

Portanto, a luz não envelhece; um fóton proveniente do big-bang tem hoje a mesma idade que tinha então. À velocidade da luz, o tempo não passa.

E QUANTO A E=MC2?

Embora Einstein não tenha defendido o nome de “relatividade” para a sua teoria (sugerindo, em vez disso, o nome de teoria da “invariância”, para refletir, entre outras coisas, o caráter imutável da velocidade da luz), o significado do termo ficou claro. A obra de Einstein mostrou que conceitos como os de espaço e tempo, que antes pareciam ser separados e absolutos, são, na verdade, entrelaçados e relativos. Surpreendentemente, Einstein mostrou também que outras propriedades físicas do mundo são também entrelaçadas.

A sua equação mais famosa constitui um dos exemplos mais importantes. Nela, Einstein afirmou que a energia (E) de um objeto e a sua massa (m) não são conceitos independentes; podemos determinar a energia se conhecermos a massa (multiplicando a massa duas vezes pela velocidade da luz, c2) e podemos determinar a massa se conhecermos a energia (dividindo a energia duas vezes pela velocidade da luz). 

Em outras palavras, a energia e a massa — como dólares e francos — são moedas passíveis de conversão. Ao contrário do que acontece com o dinheiro, no entanto, a taxa de câmbio, que é o quadrado da velocidade da luz, é fixa e eterna. Como essa taxa é tão grande (c2 é um número grande), uma pequena massa produz uma enorme quantidade de energia. O mundo conheceu o poder devastador resultante da conversão de menos de dez gramas de urânio em energia em Hiroshima; um dia, por meio de usinas de fusão, poderemos usar produtivamente a fórmula de Einstein para satisfazer a demanda mundial de energia com o nosso inesgotável suprimento de água do mar. Do ponto de vista dos conceitos ressaltados anteriormente, a equação de Einstein nos dá a explicação mais completa do fato crucial de que nada pode viajar mais rápido do que a luz. Você pode ter pensado, por exemplo, por que razão não se pode tomar um objeto, digamos um múon, que um acelerador de partículas tenha levado a 99,5 por cento da velocidade da luz e “empurrá-lo um pouquinho mais”, até 99,9 por cento da velocidade da luz, e então “empurrá-lo mais ainda”, impelindo-o a atravessar a barreira da velocidade da luz. A fórmula de Einstein explica por que esses esforços nunca terão êxito. Quanto mais rápidamente um objeto se mover, mais energia ele terá, e pela fórmula de Einstein vemos que quanto mais energia um objeto tiver, maior será a sua massa. Um múon que viaje a 99,9 por cento da velocidade da luz, por exemplo, pesa muito mais que outro estacionário. Com efeito, pesa cerca de 22 vezes mais — literalmente. (As massas apontadas na tabela 1.1 referem-se a partículas em repouso.) Mas quanto maior for a massa de um objeto, mais difícil será aumentar a sua energia. Empurrar uma criança em um carrinho de bebê é uma coisa e empurrar um caminhão de seis eixos é outra muito diferente. Assim, quanto mais depressa se mover o múon, mais difícil será aumentar ainda mais a sua velocidade. A 99,999 por cento da velocidade da luz a massa do múon estará multiplicada por 224; a 99,99999999 por cento da velocidade da luz, estará multiplicada por 70 mil. Como a massa do múon cresce sem limites à medida que a sua velocidade se aproxima da velocidade da luz, seria necessário um empurrão com uma quantidade infinita de energia para que ele alcançasse ou ultrapassasse a barreira da velocidade da luz. Isso, evidentemente, é impossível e, por conseguinte, absolutamente nada pode viajar a uma velocidade maior do que a da luz.

Como veremos adiante, essa conclusão planta a semente do segundo maior conflito que a física enfrentou no século passado e em última análise sela a sorte de outra teoria querida e venerada — a teoria da gravitação universal, de Newton.

1O PRINCIPIO DA RELATIVIDADE

O princípio da relatividade resulta de um fato simples: sempre que discutimos a velocidade e a direção do movimento de um objeto, temos de especificar com precisão quem está fazendo a medição. Pode-se compreender facilmente o significado e a importância dessa afirmação examinando a seguinte situação. Suponha que João, vestido com um traje espacial que tem um pisca-pisca de luz vermelha, está flutuando na escuridão absoluta do espaço completamente vazio, longe de qualquer planeta, estrela ou galáxia. De sua perspectiva, ele está completamente estacionário, circundado pela escuridão silenciosa e uniforme do cosmos. Bem ao longe, João percebe uma luzinha verde que pisca e que parece aproximar-se. Por fim, ela chega suficientemente perto para que ele veja que a luz provém de um traje espacial de uma outra astronauta, Maria, que flutua lentamente. Ao passar, ela lhe acena, João também acena, e pouco a pouco ela volta a desaparecer na distância. Essa história pode ser contada com a mesma validade da perspectiva de Maria. Começa do mesmo modo, com Maria completamente só na escuridão imensa e silenciosa do espaço exterior. A distância ela percebe uma luzinha vermelha que pisca e que parece aproximar-se. Por fim, chega suficientemente perto para que Maria veja que a luz provém de um traje espacial de um outro astronauta, João, que flutua lentamente. Ao passar, ele lhe acena, Maria também acena, e pouco a pouco ele volta a desaparecer na distância. As duas histórias descrevem a mesma situação de dois pontos de vista distintos, mas igualmente válidos. Cada um dos observadores sente-se estacionário e percebe o outro em movimento. Ambas as perspectivas são compreensíveis e justificáveis. Como há simetria entre os dois astronautas, é impossível dizer, e por razões bem fundamentais, que uma perspectiva esteja “certa” e a outra “errada”. Ambas têm o mesmo direito a se proclamar verdadeiras. Esse exemplo capta o significado do princípio da relatividade: o conceito de movimento é relativo. Só podemos falar do movimento de um objeto se o relacionarmos com outro objeto. Portanto, a afirmação “João está viajando a dez quilômetros por hora” não tem nenhum significado se não especificarmos um outro objeto para fazer a comparação. Já a afirmação “João está passando por Maria a dez quilômetros por hora” tem significado porque especificamos Maria como referência. Como o nosso exemplo ilustrou, essa última afirmação é inteiramente igual à de que “Maria está passando por João a dez quilômetros por hora (na direção oposta)”. Em outras palavras, não existe uma noção “absoluta” de movimento. O movimento é relativo. Um elemento-chave nessa história é que nem João nem Maria estão sendo puxados ou empurrados nem sofrem a ação de qualquer outra força ou influência capaz de interferir em seu sereno estado de movimento, livre de forças e a velocidade constante. Assim, podemos fazer a afirmação mais precisa de que o movimento livre de forças só tem significado em comparação com outros objetos. Esse é um esclarecimento importante porque, havendo o envolvimento de forças, ocorrem mudanças no movimento dos observadores — mudanças na velocidade e/ou na direção do movimento — e essas mudanças podem ser sentidas. Por exemplo, se João estivesse usando um jato às costas, ao acioná-lo ele experimentaria claramente a sensação de movimento. Essa sensação é intrínseca. Se o jato é acionado João sabe que está em movimento, mesmo com os olhos fechados, e por isso não pode fazer comparações com outros objetos. Mesmo sem essas comparações, ele já não poderia atribuir-se um estado estacionário enquanto “o resto do mundo passa à sua frente”.

LOUCURA QUÂNTICA~Por Brian Greene

Você já deve ter uma idéia de como o mundo é diferente quando visto com os olhos da mecânica quântica. Se ainda não caiu vítima da tontura sentenciada por Bohr, com a loucura quântica que vamos discutir agora, você vai ficar pelo menos um pouquinho delirante. É mais difícil aceitar intimamente a mecânica quântica — imaginar-se e pensar em si mesmo como uma minipessoa, nascida e criada no reino microscópico — do que as teorias da relatividade. Mas existe um aspecto da teoria que pode funcionar como guia para a sua intuição, um princípio cardeal, que distingue fundamentalmente a mecânica quântica do pensamento clássico. É o princípio da incerteza, descoberto pelo físico alemão Werner Heisenberg em 1927. O princípio decorre de uma objeção que já pode ter lhe ocorrido. Observamos que o ato de determinar a fenda pela qual passa cada elétron (a sua posição) afeta necessariamente o seu movimento subseqüente (a sua velocidade). Mas se é possível fazer contato com uma pessoa dando-lhe um expressivo tapa nas costas ou tocando-a suavemente, por que então não poderíamos determinar a posição do elétron com fontes de luz cada vez mais suaves, de modo a produzir conseqüências cada vez menores sobre o seu movimento? Do ponto de vista da física do século XIX, isso seria possível. Usando fontes de luz cada vez mais fracas (e detectores de luz cada vez mais sensíveis) podemos produzir um impacto mínimo sobre o movimento do elétron. Mas a própria mecânica quântica identifica um erro nesse raciocínio.

Ao reduzirmos a intensidade da fonte de luz, sabemos que estamos reduzindo o número de fótons que ela emite. Quando chegamos ao ponto em que os fótons estão sendo emitidos um a um, não podemos mais reduzir a intensidade da luz: teríamos de apagá-la. Existe um limite básico, imposto pela mecânica quântica, à “suavidade” da nossa intervenção. E portanto haverá sempre um efeito mínimo sobre a velocidade do elétron, causado pelo nosso ato de determinar a sua posição. Bem, é quase assim.

A lei de Planck diz que a energia de um fóton é proporcional à sua freqüência (e inversamente proporcional ao seu comprimento de onda). Utilizando luz de freqüências cada vez mais baixas (comprimentos de onda cada vez maiores), podemos produzir fótons cada vez mais suaves. Mas aqui está a questão.

Quando lançamos uma onda sobre um objeto, a informação que recebemos só nos permite determinar a posição do objeto dentro de uma margem de erro igual ao comprimento da onda lançada. Para uma percepção intuitiva desse fato importante, imagine que você esteja tentando determinar a localização de uma grande rocha ligeiramente submersa, observando a maneira como ela afeta as ondas do mar. Antes de chegar à pedra, as ondas compõem uma bela sucessão de ciclos ordenados. Ao passarem pela rocha, esses ciclos se distorcem — e com isso dão o sinal da presença da rocha submersa. Mas, assim como os traços de uma régua, os ciclos das ondas configuram a sua unidade de medida, marcando os intervalos do movimento das ondas, de modo que, concentrando-nos no exame da maneira como os ciclos se desorganizam, nós só conseguimos determinar a localização da rocha com uma margem de erro igual ao comprimento do ciclo das ondas, ou seja, o comprimento de onda das ondas, que, no caso, corresponde ao intervalo entre elas. No caso da luz, os fótons constituem, por assim dizer, os ciclos das ondas (sendo que a altura dos ciclos é determinada pelo número de fótons); o fóton, por conseguinte, só pode ser usado para indicar a localização de um objeto com uma margem de erro igual a um comprimento de onda.

Portanto, estamos diante de um número de equilibrismo da mecânica quântica. Se usarmos luz de freqüência alta (comprimento de onda curto), poderemos localizar um elétron com maior precisão. Mas os fótons de freqüência alta têm muita energia e por isso afetam fortemente a velocidade do elétron. Se usarmos luz de freqüência baixa (comprimento de onda longo), minimizaremos o impacto sobre o movimento do elétron, uma vez que os fótons têm energia comparativamente baixa, mas com isso sacrificaremos a precisão na determinação da posição do elétron. Heisenberg quantificou esse jogo e encontrou uma relação matemática entre a precisão com que se pode medir a posição do elétron e a precisão com que se pode medir a sua velocidade.

Ele verificou — em concordância com a nossa discussão — que uma é inversamente proporcional à outra: quanto maior for a precisão na determinação da posição, tanto maior será, necessariamente, a imprecisão na determinação da velocidade, e viceversa. E o que é mais importante: embora a nossa discussão tenha se relacionado com o caso particular da determinação do paradeiro de um elétron, Heisenberg demonstrou que esse intercâmbio entre a precisão da medida da posição e a de velocidade é um fato fundamental, que se mantém qualquer que seja o equipamento usado ou o procedimento empregado.

Ao contrário dos esquemas de Newton e mesmo de Einstein, em que se descreve o movimento de uma partícula pelo registro de sua posição e sua velocidade, a mecânica quântica mostra que no nível microscópico não se pode saber jamais ambas as coisas com precisão total. Além disso, quanto maior for a precisão com relação a uma, tanto maior será a imprecisão com relação à outra. E embora tenhamos exemplificado esse fato com elétrons, ele se aplica diretamente a todos os componentes da natureza.

A SINFONIA CÓSMICA- Pura música: a essência da teoria das supercordas~Por Brian Greene

Históricamente a música tem propiciado as melhores metáforas para quem quer entender as coisas cósmicas. Desde o tempo da “música das esferas”, de Pitágoras, até as “harmonias da natureza”, que orientam a pesquisa científica ao longo dos séculos, sempre nos sentimos coletivamente atraídos pela música da natureza e procuramos ouvi-la nos elegantes movimentos dos corpos celestes, assim como nas desenfreadas variações das partículas subatômicas. Com a descoberta da teoria das supercordas, as metáforas musicais assumem uma surpreendente realidade, uma vez que a teoria sugere que a paisagem microscópica está repleta de cordas mínimas, cujas vibrações orquestram a evolução do cosmos. Os ventos da mudança, de acordo com a teoria das supercordas, sopram através de um universo eólico. Em comparação, o modelo-padrão vê os componentes elementares do universo como pontos, destituídos de estrutura interna. Por mais positivo que seja esse enfoque (e já mencionamos que praticamente todas as previsões a respeito do microcosmos feitas pelo modelo-padrão foram verificadas até um bilionésimo de bilionésimo de metro, que é o limite da tecnologia atual), o modelo-padrão simplesmente não pode ser a teoria final e completa porque não inclui a gravidade. Além disso, as tentativas de incorporar a gravidade ao esquema da mecânica quântica fracassaram devido às flutuações violentas do tecido espacial que surgem nas escalas ultramicroscópicas — ou seja, a distâncias menores que a distância de PlanckEsse conflito não resolvido engendrou pesquisas que levaram a um entendimento ainda mais profundo da natureza.

Em 1984, os físicos Michael Green, então no Queen Mary College, John Schwartz, do Califórnia Institute of Technology, produziram os primeiros resultados convincentes de que a teoria das supercordas (ou mais simplesmente teoria das cordas) bem poderia propiciar esse entendimento. A teoria das cordas proporciona uma mudança profunda e renovadora na nossa maneira de sondar teoricamente as propriedades ultramicroscópicas do universo — mudança essa que, como aos poucos foi se vendo, altera a relatividade geral de Einstein de maneira tal que a torna integralmente compatível com as leis da mecânica quântica. De acordo com a teoria das cordas, os componentes elementares do universo não são partículas puntiformes. Em vez disso, são mínimos filamentos unidimensionais, como elásticos infinitamente finos, que vibram sem cessar. Mas não se deixe enganar pelo nome: ao contrário de uma corda comum, composta por moléculas e átomos, as cordas da teoria das cordas habitam o mais profundo do coração da matéria. A proposta da teoria é que as cordas são ingredientes ultramicroscópicos que formam as partículas que, por sua vez, compõem os átomos. As cordas da teoria das cordas são tão pequenas — elas têm em média o comprimento da distância de Planck — que parecem ser pontos, mesmo quando observadas com os nossos melhores instrumentos. Contudo, a substituição das partículas puntiformes por filamentos de corda como os componentes fundamentais de todas as coisas tem amplas conseqüências. Em primeiríssimo lugar, parece que a teoria das cordas é capaz de resolver o conflito entre a relatividade geral e a mecânica quântica. Como veremos, a extensão espacial da corda é o elemento novo e crucial que permite que um esquema harmônico único incorpore ambas as teorias. Em segundo lugar, a teoria das cordas oferece uma teoria verdadeiramente unificada, uma vez que propõe que toda a matéria e todas as forças provêm de um único componente básico: cordas oscilantes. Finalmente, como veremos nos próximos capítulos, além dessas conquistas notáveis, a teoria das cordas modifica, mais uma vez e de maneira radical, o nosso entendimento do espaço-tempo.

UMA BREVE HISTÓRIA DA TEORIA DAS CORDAS

Em 1968, um jovem físico teórico de nome Gabriele Veneziano estava empenhado em descobrir o sentido de algumas propriedades da força nuclear forte que haviam sido observadas experimentalmente. Veneziano, então um pesquisador no CERN, o laboratório do acelerador de partículas da Europa, localizado em Genebra, Suíça, já havia trabalhado em certos aspectos desse problema por alguns anos, até que um dia deparou com uma revelação notável. Para sua grande surpresa, ele viu que uma fórmula hermética imaginada duzentos anos antes pelo famoso matemático suíço Leonhard Euler com finalidades puramente matemáticas — a chamada função beta de Euler — parecia descrever de um só golpe numerosas propriedades das partículas que a força forte põe em interação. A observação de Veneziano pôs um potente instrumento matemático à disposição da análise de diversos aspectos da força forte e desencadeou um intenso fluxo de pesquisas que usavam a função beta de Euler e várias de suas generalizações para descrever a pletora de dados que os aceleradores de partículas estavam produzindo no mundo inteiro. Em um certo sentido, no entanto, a formulação de Veneziano era incompleta. A função beta era como as fórmulas memorizadas pêlos alunos que não conhecem nem o seu significado nem a sua justificativa: ninguém sabia por que ela funcionava. Era uma fórmula à procura de uma explicação. Isso mudou em 1970, quando os trabalhos de Yoichiro Nambu, da Universidade de Chicago, Holger Nielsen, do Instituto Nieis Bohr, e Leonard Sussekind, da Universidade de Stanford, revelaram a doutrina física que se ocultava sob a fórmula de Euler. Eles demonstraram que se as partículas elementares fossem concebidas como pequenas cordas vibrantes e unidimensionais, as suas interações nucleares poderiam ser descritas exatamente pela função de Euler. Se as cordas fossem suficientemente pequenas, disseram, elas continuariam a parecer partículas puntiformes e poderiam, assim, ser compatíveis com as observações experimentais. Apesar de fornecer uma teoria simples e agradável à intuição, a descrição da força forte em termos de cordas não tardou muito em apresentar falhas. Nos anos seguintes, experiências de alta energia, capazes de explorar o mundo subatômico em maior profundidade, mostraram que várias das previsões feitas pelo modelo não correspondiam aos fatos observados.

Ao mesmo tempo, desenvolvia-se a cromodinâmica quântica, a teoria quântica de campo das partículas puntiformes, e o seu enorme êxito em descrever a força forte levou ao abandono da teoria das cordas. Enquanto a maior parte dos físicos de partículas pensava que a teoria das cordas havia sido relegada à lata de lixo da ciência, alguns dedicados pesquisadores continuavam a ocupar-se dela. Schwarz, por exemplo, considerou que “a estrutura matemática da teoria das cordas era tão bonita e tinha tantas propriedades miraculosas que isso não podia deixar de indicar algo profundo”. Um dos problemas encontrados na teoria das cordas era o seu aparente excesso de riqueza. A teoria continha configurações de cordas vibrantes com propriedades semelhantes às dos glúons, o que justificava a sua pretensão inicial de ser uma teoria da força forte. Mas além disso ela continha outras partículas de tipo mensageiro, que não pareciam ter qualquer relevância para as observações experimentais da força forte. Em 1974, Schwarz e Joël Scherk, da Ecole Normale Supérieure, empreenderam um salto corajoso que transformou esse aparente vício em virtude. Ao estudar os intrigantes tipos de vibração das cordas que se associavam às partículas mensageiras, eles verificaram que as suas propriedades correspondiam perfeitamente às da hipotética partícula mensageira da força gravitacional — o gráviton. Embora esses “pacotes mínimos” da força gravitacional ainda não tenham sido vistos até hoje, os especialistas podem prever com confiança certas características básicas que eles teriam de possuir, e Scherk e Schwarz verificaram que essas propriedades correspondiam exatamente a certos modelos de vibração. Com base nisso, Scherk e Schwarz sugeriram que o fracasso inicial da teoria das cordas devera-se a que os cientistas haviam minimizado o seu alcance. A teoria das cordas não é apenas uma teoria da força forte, afirmaram; é uma teoria quântica que inclui também a gravidade.A comunidade física não chegou a receber o anúncio com grande entusiasmo. Com efeito, Schwarz recorda que “o nosso trabalho foi universalmente ignorado”.

3A estrada do progresso já estava cheia das carcaças de tentativas fracassadas de unir a gravidade e a mecânica quântica. A teoria das cordas mostrara-se equivocada em seu projeto inicial de descrever a força forte, de modo que para muitos não parecia fazer sentido tentar usá-la para algo ainda maior. Nos últimos anos da década de 70 e nos primeiros da década seguinte, novos estudos, ainda mais devastadores, revelaram que a teoria das cordas e a mecânica quântica não deixavam de ter os seus próprios conflitos sutis. Parecia que a força gravitacional resistia, mais uma vez, a incorporar-se à descrição microscópica do universo. Essa era a situação até 1984. Em um documento histórico que culminava mais de doze anos de pesquisa intensa e que fora praticamente ignorado e mesmo contestado pela maioria dos físicos, Green e Schwarz afirmaram que o sutil conflito quântico que afetava a teoria das cordas podia ser resolvido. Mais ainda, eles demonstraram que a teoria tinha fôlego suficiente para englobar todas as quatro forças e também toda a matéria. A medida que a notícia desse resultado difundiu-se pela comunidade científica mundial, centenas de físicos de partículas abandonaram os seus projetos de pesquisas e lançaram uma ofensiva geral sobre o que parecia ser o último campo de batalha teórico na velha luta por compreender os mecanismos mais profundos do funcionamento do universo.

Iniciei o meu curso de pós-graduação na Universidade de Oxford em outubro de 1984. Eu estava ansioso por aprender tudo sobre as teorias quânticas de campo, teorias de calibre e relatividade geral, mas notei que havia uma sensação dominante entre os estudantes mais antigos de que a física de partículas não tinha futuro. O modelo-padrão já havia sido articulado, e o seu êxito extraordinário na previsão de resultados experimentais indicava que a sua confirmação definitiva era apenas questão de tempo e de detalhes. Avançar além desses limites para incluir a gravidade ou para explicar os insumos de que o modelo dependia — os dezenove números que sintetizam os dados relativos às partículas elementares, suas massas e cargas de força e a intensidade relativa das forças são números que se conhecem a partir das experiências, mas para os quais não há uma explicação teórica — era uma tarefa tão gigantesca que nenhum físico, salvo os mais corajosos dentre todos, a aceitava como desafio. Seis meses depois, essa sensação havia se transformado no oposto. O êxito de Green e Schwarz finalmente se difundira e já envolvia até mesmo os que estavam apenas iniciando a pós-graduação. Passara a dominar entre nós um sentimento eletrizante de estar no centro de um movimento profundo na história da física. Muitos de nós trabalhávamos até altas horas da noite para compreender as vastas áreas da física teórica e da matemática abstrata necessárias ao conhecimento da teoria das cordas. O período de 1984 a 1986 ficou conhecido como a “primeira revolução das supercordas”. Nesses três anos publicaram-se mais de mil trabalhos de pesquisa sobre a teoria das cordas em todo o mundo. Tais estudos mostravam conclusivamente que numerosos aspectos do modelo-padrão — aspectos que haviam sido laboriosamente descobertos depois de décadas de pesquisas exaustivas — emergiam de maneira natural e simples da estrutura global da teoria das cordas. Nas palavras de Michael Green, “no momento em que se toma conhecimento da teoria das cordas e se vê que praticamente todos os avanços principais da física nos últimos cem anos emergem — e com tal elegância — a partir de um ponto de partida tão simples, intui-se que essa teoria, francamente irresistível, não tem paralelo”. Além disso, para muitos desses aspectos, como veremos, a teoria das cordas oferece explicações muito mais completas e satisfatórias do que as do modelo-padrão. Essa percepção convenceu muitos cientistas de que a teoria das cordas estava claramente a caminho de cumprir a promessa de ser a teoria unificada definitiva. Apesar de tudo, os pesquisadores da teoria das cordas encontraram repetidas vezes um obstáculo importante. Na pesquisa física teórica, freqüentemente se encontram equações que são demasiado difíceis para compreender e analisar. Normalmente os físicos não desistem, mas tentam resolver as equações por aproximação. Na teoria das cordas, essa situação é ainda mais difícil. Até a tarefa de determinar as próprias equações mostrou-se tão difícil que só se conseguiu deduzir até agora versões aproximadas da sua formulação. Os estudiosos da teoria das cordas têm se limitado, portanto, a buscar soluções aproximadas para equações aproximadas. Após os primeiros anos de progresso intenso, com a primeira revolução das supercordas, os cientistas verificaram que as aproximações então usadas não eram adequadas para dar resposta a diversas questões essenciais que impediam que se chegasse a novos avanços. Sem propostas concretas para avançar além dos métodos aproximativos, muitos físicos sentiram-se frustrados e abandonaram a teoria das cordas para retomar suas antigas linhas de trabalho. Para os que permaneceram, o final da década de 80 e o começo da seguinte foi um período de provações. A beleza e as promessas da teoria das cordas eram como um tesouro guardado em um cofre, que só podia ser visto através do buraco da fechadura, porque ninguém tinha a chave para liberar os seus poderes. Importantes descobertas alternavam-se com longos períodos de esterilidade, e todos os que conheciam a matéria sabiam que era preciso desenvolver novos métodos que permitissem superar as aproximações anteriores. Então, em uma palestra espetacular na conferência Cordas, 1995, realizada na University of Southern Califórnia — palestra que deixou boquiaberta uma platéia composta pêlos principais físicos do mundo e que superlotava o auditório —, Edward Witten anunciou um plano para os passos seguintes, com o que deu início à “segunda revolução das supercordas”. Até os dias de hoje, os pesquisadores da teoria das cordas trabalham vigorosamente para aguçar um conjunto de métodos novos que prometem superar os obstáculos teóricos encontrados anteriormente. As dificuldades que estão por vir porão à prova a competência técnica dos estudiosos da teoria das cordas, mas a luz no fim do túnel, embora ainda distante, pode finalmente estar ficando visível.

O Tecido do Cosmos: A Ilusão do Tempo | 

O Tecido do Cosmo, uma série de quatro horas baseado no livro do físico renomado e autor Brian Greene, leva-nos para as fronteiras da física para ver como os cientistas estão montando o quadro mais completo, sobre o tempo, espaço e o universo. A cada passo, o público vai descobrir que logo abaixo da superfície de nossa experiência cotidiana existe um mundo que nós dificilmente reconhecemos, um mundo surpreendente muito mais estranho e maravilhoso do que qualquer um esperava. Brian Greene vai deixá-lo em um segredo: Fomos todos enganados. Nossas percepções do tempo e do espaço nos levaram ao erro. Muito do que pensávamos que sabíamos sobre o nosso universo, que no passado já aconteceu e o futuro ainda está para ser, que o espaço é apenas um vazio, que o nosso universo é o único universo que existe – E que só podemos estar errado. Entrelaçamento, teorias provocativas, experiências e histórias. Explicações e metáforas criativas como as que definiram a série inovadora e altamente aclamada “O Universo Elegante”.

Brian Greene: O nosso universo é o único universo?legendado em portugues

VISÃO PESSOAL

Colaboração honrosa do Prof.Dr  EMERSON LUNA- Professor do Instituto de Física da UFRGS desde 2011. Realizou sua graduação em Física na Unicamp, obteve o seu mestrado e o seu doutorado no Instituto de Física Teórica (IFT) e na Unicamp, respectivamente. Possui doutorado-sanduíche pela Université de Montréal no Canadá e pós-doutorado pelo Institute for Particle Physics Phenomenology da Universidade de Durham na Inglaterra.

O sonho de uma teoria final, completa e consistente em sua ilimitada validade, encontra um lugar natural na Física moderna. A ideia de que seja possível a formulação de uma teoria especial, contendo de forma unificada todas as leis fundamentais e propiciando o completo entendimento do universo em toda a sua complexidade, encontra raízes na corrente de pensamento filosófica denominada reducionismo. Essa corrente sugere que todos os processos e sistemas podem ser compreendidos em termos de seus constituintes mais fundamentais. Quando aplicada à Física, ela indica que o caminho para o entendimento de um determinado fenômeno segue uma orientação que sempre aponta para a camada mais profunda da realidade, de forma que, em princípio, tudo possa ser entendido em termos dos constituintes mais elementares da matéria. A filosofia reducionista nos mostra, portanto, que, se uma teoria final desses constituintes puder ser formulada, ela será necessariamente uma teoria de tudo. Certamente, ainda não temos uma teoria de tudo, e nem sequer sabemos se o reducionismo na Física pode ser sustentado de forma tão radical, mas é exatamente dentro desse contexto que alguns cientistas trabalham incessantemente na busca da teoria final. Nos últimos anos, uma nova candidata à teoria de tudo tem cativado a imaginação de vários desses cientistas: a Teoria de Supercordas. Essa teoria, cujo postulado central é o de que o mundo que nos cerca seja constituído por pequenas cordas, propõe uma descrição unificada de todas as forças da natureza e de todas as partículas fundamentais da matéria. A Teoria de Supercordas combina a Teoria de Cordas com uma estrutura matemática chamada supersimetria, uma simetria geométrica abstrata que descreve de forma unificada bósons e férmions, as duas classes em que todas as partículas fundamentais da natureza podem ser agrupadas. A Teoria de Supercordas é baseada em ideias matemáticas elegantes com consequências que têm provado serem consistentes com o mundo real. A beleza e o potencial do seu formalismo físico-matemático tem atraído a atenção de muitos físicos, tornando o estudo das propriedades das cordas uma das áreas de pesquisa mais ativas na Física teórica. Entre os principais entusiastas da Teoria de Supercordas está o físico teórico Brian Greene. Para ele e outros praticantes deste formalismo a teoria esboça de forma plausível o caminho para a formulação de uma teoria quântica da gravitação, etapa essencial na construção de uma visão unificada de todas as forças. A Teoria de Supercordas seria a candidata natural para a solução do paradoxo central da Física contemporânea das partículas elementares, que se resume na aparente incompatibilidade de suas duas principais fundações teóricas. A primeira fundação é a teoria da Relatividade Geral de Einstein, que relaciona a força da gravidade à estrutura do espaço e do tempo. É uma “generalização” da teoria de gravitação de Newton consistente com os princípios, válidos para fenômenos que ocorram com velocidades próximas à da luz, ditados pela Teoria da Relatividade Especial. A Relatividade Geral trata de fenômenos em escalas cósmicas e forma a base do nosso atual entendimento da evolução do universo. A segunda fundação é a Mecânica Quântica, a teoria que rege os fenômenos em escalas microscópicas. Teorias quânticas relativísticas, que combinam elementos da Mecânica Quântica e da Relatividade Especial, existem para três das quatro forças fundamentais da natureza, mais precisamente para as interações forte, fraca e eletromagnética. Entretanto, no caso da quarta força fundamental conhecida, a interação gravitacional, até o momento não há uma teoria que una satisfatoriamente aspectos comuns à Mecânica Quântica e à teoria de Einstein para a gravitação. A dificuldade está no fato de tal unificação exigir uma formulação radical – mente nova das leis da Física do mundo microscópico. Porém, como apontam os teóricos de supercordas, essa visão nova e radical do tempo e do espaço já está presente de forma intrínseca na teoria, uma vez que nela as partí – culas elementares passam a ser pensadas como cordas, e não mais como pontos.Uma característica essencial da Teoria de Supercordas é que ela requer que o universo possua mais do que três dimensões espaciais. A pesquisa de Brian Greene está focada no estudo das implicações físicas dessas dimensões extras. Seus estudos têm contribuído de forma original para o entendimento das propriedades das dimensões extras e colaborado de forma decisiva para o desenvolvimento das bases da chamada geometria quântica, onde aspectos topológicos são essenciais (topologia é um ramo da Matemática que estuda a maneira como linhas, curvas, superfícies etc. se conectam entre si; dizemos que dois objetos são topológicamente distintos quando não podem ser deformados um no outro sem que “rasguemos” um deles). A geometria quântica difere em aspectos substanciais da geometria clássica inerente à Relatividade Geral, sendo a geometria exigida para a descrição acurada de processos físicos que ocorram em escalas ultrami – croscópicas, ou seja, em escalas onde efeitos quânticos tornam-se relevantes. Brian Greene é também pioneiro em estudos dedicados à interface entre a Teoria de Supercordas e a Cosmologia, área da Física dedicada ao estudo da origem e evolução do universo. Ele foi um dos fundadores, sendo atualmente um dos diretores, de um novo instituto na Universidade de Columbia, o ISCAP – Institute for Strings, Cosmology, and Astroparticle Physics (Instituto de Cordas, Cosmologia e Astropartículas). Um dos principais objetivos desse instituto é a identificação de possíveis manifestações da Teoria de Supercordas em dados cosmológicos de alta precisão que serão coletados por vários experimentos na próxima década. Com um importante e intenso trabalho de popularização da ciência, Brian Greene tornou-se um autor conhecido fora dos círculos acadêmicos. Seu primeiro livro de divulgação científica, The elegant universe: Superstrings, hidden dimensions and the quest for the ultimate theory, publicado em 1999 e traduzido em 2001 para o português com o título O universo elegante: Supercordas, dimensões ocultas e a busca da teoria definitiva, é uma bem-sucedida obra de popularização da Teoria de Supercordas e da Teoria-M, a teoria que unifica as primeiras Teorias de Supercordas dentro de uma estrutura única de 11 dimensões espaço-temporais. Neste livro, Greene utiliza de forma hábil uma série de analogias criativas para compor em detalhes aspectos físicos e matemáticos da Teoria de Supercordas e suas implicações. O livro foi finalista do Prêmio Pulitzer e vencedor do The Aventis Prizes for Science Books em 2000, e também gerou um programa especial de tevê no canal norte-americano PBS, apresentado e narrado pelo próprio autor. O programa televisivo venceu em 2003 o Prêmio Peabody. The fabric of the cosmos: Space, time and the texture of reality, seu segundo livro, publicado em 2005 e traduzido no mesmo ano para o português com o título O tecido do cosmo: O espaço, o tempo e a textura da realidade, tem por objetivo familiarizar o leitor, sempre a partir de analogias extraídas do nosso senso comum, com alguns conceitos matemáticos não intuitivos que permeiam vários conceitos e teorias físicas, como, por exemplo, a Teoria de Supercordas, o princípio da incerteza de Heisenberg e a cosmologia inflacionária. Neste livro, Greene faz um apanhado histórico da nossa compreensão dos conceitos de tempo e espaço, passando pela Física de Newton, de Einstein e pela Física Quântica antes de discutir os últimos avanços da Teoria de Supercordas. Greene abre o livro com uma discussão sobre O mito de Sísifo, ensaio filosófico de Albert Camus, estabelecendo um tom hu – manista que se sustenta até a última página. Este livro gerou um outro programa de TV no canal PBS, novamente contando com a apresentação e a narração de Greene. Na sua terceira obra literária de divulgação, Icarus at the Edge of Time, publicada em 2008 e ainda não traduzida para o português, Greene realiza uma engenhosa transpo – sição do mito clássico grego para a era moderna: no lugar de asas de cera e uma viagem próxima ao Sol, um garoto se aventura através do espaço cósmico e se depara com os desafios existentes nas proximidades de buracos negros. O livro, ricamente ilustrado com fotos coloridas do telescópio espacial Hubble, é destinado a um público infanto-juvenil mais aficionado por histórias de aventura. Seu quarto livro, The hidden reality: Parallel universes and the deep laws of the cosmos, publicado em 2011 e traduzido em 2012 para o português com o título A realidade oculta: universos paralelos e as leis profundas do cosmo, discute uma questão central da Física moderna e da Cosmologia: é o nosso universo único? O livro mostra que, com o advento da Teoria de Supercordas, a existência de múltiplos universos e outras entidades exóticas tornou -se bastante provável. A partir da teoria da Relatividade, do Big Bang e do nosso universo em expansão, o autor discorre sobre a multiplicidade de formas que esses universos paralelos poderiam tomar. Com um olhar lúcido e intrigante, Greene sustenta que a existência de universos paralelos, o multiverso, é a explicação mais razoável para diversos enigmas cosmológicos. Brian Greene nasceu em Nova York em 1963. Realizou sua graduação em Física na Universidade de Harvard e obteve seu doutorado na Universidade de Oxford, onde foi um Rhodes Scholar. Ele foi professor titular da Universidade de Cornell antes de se tornar professor de Física e Matemática da Universidade de Columbia. Além de várias aparições na mídia, o seu programa especial baseado no livro O universo elegante, e do já citado Prêmio Peabody, conquistou o Prêmio French Prix Jules Verne e recebeu três indicações para o Prêmio Emmy. Seu livro para o público infanto-juvenil, Icarus at the Edge of Time, foi adaptado para uma apresentação sinfônica, com trilha sonora original de Philip Glass, estreando no Lincoln Center Alice Tully Hall em 2010. Junto com a jornalista Tracy Day, vencedora do Prêmio Emmy, Brian Greene fundou o The World Science Festival. O festival, que estreou em Nova York em 2008 e já atraiu um público superior a 500 mil pessoas, foi saudado pelo New York Times como “uma nova instituição cultural”. Greene já ministrou palestras técnicas e de divulgação científica em mais de 25 países. Em 2012, teve seu talento como educador reconhecido ao receber o Prêmio Richtmyer Memorial Award, concedido anualmente pela Associação Americana de Professores de Física.

Resultado de imagem para imagens sobre o filme star wars

Inspiração….

Teoria de Cordas e Supercordas
Henrique Boschi Filho-Instituto de Física-UFRJ-PDF-III Encontro de Ciências do Universo, Núcleo de Pesquisas em Ciências,-4 de Julho de 2015

Questões para Brian Greene- Entrevista para o jornal The New York Times em julho de 2010 (em inglês) http://is.gd/Greene3 (http://www.nytimes.com/2010/12/19/magazine/19FOB-Q4-t.html?_r=1&amp😉

David Letterman Entrevista concedida a David Letterman em março de 2005 (em inglês) http://is.gd/Greene4 (https://www.youtube.com/watch?v=9P3iymn1yzc)

O novo Carl Sagan Entrevista para a revista Época sobre” O universo elegante e a Teoria das Supercordas”, publicada em agosto de 2004

http://is.gd/Greene5 (http://revistaepoca.globo.com/Epoca/0,6993,EPT791042-1666,00.html)

Além do Cosmos- Vídeo da série produzida pela PBS e transmitida pela NatGeo (dublado) http://is.gd/Greene8 (https://www.youtube.com/watch?v=PNw2G60zIxQ&feature=youtu.be )

Icarus at the Edge of Time Amostra publicada no site da livraria Amazon da novela infanto-juvenil escrita por Greene (em inglês) http://is.gd/Greene9 (http://www.amazon.com/Icarus-Edge-Time-Brian-Greene/dp/B002U0KO2W/ref=sr _1_6?s=books&ie=UTF8&qid=1398045206&sr=1-6&keywords=brian+greene)

Icarus at the Edge of Time- II Trailer do filme produzido a partir do livro de Brian Greene (em inglês) http://is.gd/Greene10(http://worldsciencefestival.com/videos/trailer_icarus_at_the_edge_of_time)

O tecido do cosmo Site da PBS sobre a série The fabric of cosmos (em inglês) http://is.gd/Greene11 (http://www.pbs.org/wgbh/nova/physics/fabric-of-cosmos.html)

O universo elegante Site da PBS sobre a série The elegant universe (em inglês) http://is.gd/Greene12 (http://www.pbs.org/wgbh/nova/physics/elegant-universe.html)

TED Talks Palestras de Brian Greene (em inglês) http://is.gd/Greene6(https://www.ted.com/speakers/brian_greene)

Brian Greene e a Teoria das Cordas Vídeo de Brian Greene no TED Talks (legendado) http://is.gd/Greene7 (https://www.youtube.com/watch?v=oWXtyJqwdEw)

WSC Vídeos de Brian Greene no World Science Festival (em inglês) http://is.gd/Greene13(http://worldsciencefestival.com/participants/videos/brian_greene)

The herb garden contamination Participação de Brian Greene na série The Big Bang Theory (em inglês) http://is.gd/Greene14 (https://www.youtube.com/watch?v=w5VVEw4ZSRI)

Monicavox

Recomendo….

Site oficial: http://briangreene.org/

 

A queda das velhas estruturas está presente

Nos próximos meses haverá uma mudança na consciência, do tipo que os seres humanos nunca experimentaram antes, isto tem a ver com o retorno dos Sóismas também está acontecendo no interior da Terra.
Nos últimos anos ,determinadas redes de energias da Terra que tem estado adormecidas por milhões de anos, agora estão sendo reativadas e vindo à tona.À medida que nos tornarmos mais e mais conscientes do que esta sendo reativado e liberado, mais nós entenderemos como isso vai mudar a humanidade para uma forma muito mais elevada de vida e de viver.Elevação maciça de terras e outras mudanças na Terra que estão sobre nós, não devem ser temidas, mas sim acolhidas, pois é a Nova Terra verdadeira vindo à tona.A nova não pode subir com a velha ainda em vigor e, portanto, a velha está preparando o caminho para a nova. 

Toda a vida faz parte da espiral de dança da vida, onde para uma nova vida subir, a velha precisa se desintegrar, se dissolver, permitindo que a nova seja formada sobre a destruição da velha.Não podemos passar por esta mudança massiva sem também experimentar uma mudança interior.
 

 O velho Adão precisa morrer, para o novo Adão emergir das cinzas do velho, em outras palavras, o velho Adam Kadmon (protótipo) do corpo de base carbono deve dar lugar a um novo corpo com uma frequência muito maior, de natureza cristalina, e portanto, com capacidade de manter as faixas de frequências de vibração mais elevadas da Nova Terra.

Uma das razões porque tantas pessoas tiveram uma desintegração total de suas antigas vidas e o proverbial tapete está sendo puxado de debaixo delas tem a ver com esta mudança total de paradigma, assim como eu,elas sentiram a antiga vida se desintegrar totalmente e ainda está em formação, de muitas maneiras.
Com a crescente vinda à tona da velha bagagem emocional, o trauma, a dor, as cicatrizes, devem ser liberadas para seguirmos pelo novo e mais elevado caminho de vida. Portanto, vamos ser abertos até o âmago de modo que todo o antigo possa ser liberado, de modo que as antigas formas de agir, viver e ser,possam se desintegrar, ser liberadas para que nos tornemos luz de corpo, mente e espírito, fazendo esta mudança para não sermos sobrecarregados com o excesso de bagagem emocional.
Assim como nossas vidas pessoais estão se desintegrando em tantos níveis, também as relações sociais e as estruturas de governo, de fato tudo na vida e na maneira como interagimos com os outros vai começar a se desintegrar em muitos níveis.

As velhas estruturas também não servem mais ao nosso crescimentoelevado de alma, na verdade eles não servem mais ao coletivo, a consciência coletiva está agora avançando para oitavas superior de ser e por isso as velhas estruturas têm de ser reinventadas. 
É como reinventar a roda, mas as rodas cósmicas da vidanão as terrenas, pois estamos assumindo a nossa cidadania cósmica.
Temos sido repetidamente preparados para isto desde a segunda guerra mundial e se olharmos para trás, apenas nestes últimos anos vamos perceber que nos mudamos para uma sociedade tecnologicamente mais avançada, com ferramentas maravilhosas, como computador, Internet,etc. 

E mais ainda está sendo desenvolvido e retornando para o planeta, então imagine o quanto nossa vida vai mudar nos próximos anos ?
As novas crianças têm o gênio inerente em sua programação para elevar verdadeiramente a humanidade para as oitavas superiores de consciência e Ser, elas vão realmente trazer uma revolução em tecnologia e consciência, o que fará esta grande mudança que estamos atualmente atravessando, ser vista como brincadeira de criança.
Deixamos de lado o velho estilo fútil de vida, na medida em que estamos dispostos a nos permitir ser transformados, ser guiados, ser renovados e rejuvenescidos, na medida em que somos capazes de fazê-lo através desta imensa mudança com todas as ferramentas nos auxiliando e nos elevando de todas as maneiras.
No entanto, temos de deixar de lado os velhos caminhos.
Temos de deixar ir tudo o que não serve mais ao nosso crescimento superior de alma e do coletivo.Não podemos nos mover para a Nova Terra que está sendo criada com todas as velhas maneiras de pensar, de agir e de ser.O melhor é fazer essa purificação e limpeza diária e estar aberto à mudança.
 

 Não se agarrando no que está se desintegrando e acolhendo as mudanças.Quando a nossa mentalidade e coração mudarem em conjunto profundamente no nosso interior, vamos nos concentrar em realmente estarmos prontos para mudar com as marés maciças de energias que estão entrando, vamos achar que estamos sendo levantados por esta força poderosa e vamos seguir praticamente sem esforço.

No entanto, se nós resistirmos em algum nível, haverá dor e grandes sentimentos de perda intensa, de estar perdido em um vazio.O melhor é lembrar que nenhuma mudança pode ocorrer sem alguma coisa, que de alguma forma venha criar um vácuo.

Quando o vácuo é criado, as energias superiores podem se mover.E esta onda de mudança está sobre nós agora.2018 realmente é o ano da mudanças do paradigma da consciência, ainda que só vá abrir caminho para mudanças cada vez mais intensas que estarão vindo nos próximos 50 a 100 anos.
Daqui a mil anos, um viajante do espaço dificilmente reconheceria este planeta de tão grande que terá sido a renovação maciça, a reforma e a reinvenção do planeta e da espécie humana.
“Uma consciência da Verdade se manifestará
 conforme modos superiores e melhores de
 ser, fazer e viver… mudam”. 
 Visão pessoal….

É sempre o medo que mantém na velha energia tridimensional – medo(normalmente imaginado) de como a mudança afetará pessoalmente. O medo normalmente se manifesta como uma censura a qualquer ideia nova que poderia servir a muitos, mas pode perturbar a zona pessoal de conforto. É o medo de que mudar as crenças testadas e verdadeiras que serviram no passado acabará em algum resultado de carência e limitação para eles pessoalmente (dualidade e separação). Os temerosos erroneamente crêem que qualquer coisa que não se encaixa ao seu sistema de crença pessoal e atual deve ser incorreto. A mudança seria aceitar que os ensinamentos que até este ponto podem estar incorretos – os egos das religiões mais estruturadas não aceitarão admitir que eles podem estar incorretos. Entendam que muitos, a partir de um medo de qualquer coisa nova ou diferente, escolhem permanecer exatamente onde estão, não importa o quanto difícil ou doloroso esse local possa ser. O medo é baseado na aceitação de falsos conceitos e crenças ensinados e aceitos pelos séculos de muitas vidas. As superstições foram aceitas como verdade, e os ensinamentos falsos passados para as massas não instruídas tornaram-se a lei da terra. Crenças relacionadas a Deus, casamento, doença e até de um demônio,etc. tornaram-se universais, exceto para os evoluídos o bastante para reconhecer a irrealidade impessoal delas. Agora a humanidade evoluiu o suficiente para relegar muitos desses disparates para a lixeira, tal como quando se acreditava que se nós  ficassemos no vento, ficariamos doentes. ..

Inspiração….

https://www.judithkusel.com/

Exibindo DSC_0154.jpgMonicavox

Recomendo….

 

 

REIKI-O PODER ESPIRITUAL DAS MÃOS-Como obter a cura usando a Energia Vital Universal

“Rompi as cordas que me amarravam na escuridão, parti em busca da minha liberdade, percorro os caminhos Universais sem pressas á procura da luz, contemplo a beleza das coisas simples, livre dos preconceitos do homem, escuto as palavras do Universo na esperança de que um dia o meu ser um dia ascenda totalmente ao Amor Eterno.”

UMA BREVE BIOGRAFIA DO CRIADOR DO REIKI

Mikao Usui nasceu em 15 de agosto de 1865 no povoado de Taniai, distrito de Yamagata, pertencente à província de Gifu, no Japão. Por ter estudado e viajado muito, acredita-se ter pertencido a uma rica família japonesa, o que era usual no Japão.Até 1850, o Japão estava fechado para o mundo ocidental, pois até então, o era uma sociedade fechada.O Japão entrou em um período de rápida industrialização, transformando-se em uma nação industrializada habilitada a competir com o restante do mundo em um período de 30 a 40 anos. Esta mudança criou um verdadeiro clima de necessidade em manter a cultura tradicional e a necessidade de reacender e manter velhas tradições. Usui cresceu durante este período.Presume-se que, durante sua juventude, aprendeu Kiko no templo budista Tendai, situado no sagrado monte Kurama, ao norte de Kioto.7

Kiko é a variante japonesa do Qi Gong, uma série de exercícios cujo objetivo é melhorar a saúde através da meditação, das técnicas respiratórias e dos movimentos lentos. No método curativo Kiko é possível armazenar, através de exercícios correspondentes, uma provisão de energia que será utilizada no processo de curar. Se não se usa este método, acaba-se extenuado, já que o Kiko nutre também a própria energia pessoal. Este ponto foi importante para o Dr. Usui e cresceu como uma semente em seu pensamento.

Como tinha certos conhecimentos sobre o budismo, decidiu converter-se num monge budista.Concentrou-se nessa prática e regressou ao monte Kurama, onde havia estudado ainda rapaz.Usui estava buscando a iluminação (Anjin Ryumei). Qual o propósito da vida? Como estar em estado permanente de Paz?Usui ficou em um mosteiro Zen por três anos, tentando alcançar esta meta trabalhando árduamente em serviços comuns para que houvesse a libertação do ego. Finalmente, procurou um mestre Zen para aconselhá-lo em como alcançar a iluminação e a orientação desse Mestre, foi de que a única maneira de se alcançar a iluminação após esses 3 anos de serviços no mosteiro, seria através da experiência da morte.Decidiu então fazer um retiro por 21 dias, jejuando, cantando, rezando e meditando. Usui foi ao Monte Kurama para morrer.Em março de 1922, ao fim do seu período de recolhimento, sentiu penetrar em sua cabeça uma poderosa Luz espiritual, experimentando, assim, o Anjin  Ryumei, uma  vivência reveladora. Esta Luz era o Reiki, que chegou sob forma de sintonização. Pelo ocorrido, sua consciência começou a expandir-se mais e mais e ele concluiu que estava possuído por uma força poderosa, porque podia curar as pessoas sem precisar usar sua própria energia para isto.O Monte Kurama, onde Usui passou por seu “Anjin Ryumei” (estado permanente de Paz) é uma montanha sagrada. Fica perto de Kyoto e é o coração espiritual do Japão, um lugar com vários templos representando uma enorme variedade de divindades. Dizem ser o lugar onde os espíritos da montanha deram os segredos da luta aos samurais.Em abril de 1922 viajou a Tókio, onde criou a Usui Reiki Ryoho Gakkai . Abriu uma clínica em Jarajuku nas imediações do belo Meiji Jingu (santuário Meiji) no centro de Tókio e ali começou a fazer conferências e a praticar Reiki.Usui sensei primeiramente começou a praticar Reiki consigo mesmo, mais tarde com os membros da sua família.O sistema era sobre dar cura às pessoas, ensiná-las como se curar, prover exercícios e ensinamentos energéticos. A maneira com que Usui fez tais coisas parece um pouco indefinida, baseada em compromisso progressivo de sessões semanais de treinamento, um tanto quanto da maneira como as artes marciais são ensinadas.

Desenvolveu seis níveis de Reiki ou graus de formação. Numerou estes seis níveis na ordem inversa da usada no Ocidente. O primeiro nível era o de número seis e o nível superior o de número um. Os primeiros quatro níveis, do seis ao três, correspondem ao que Hawayo Takata ensinava como Reiki I. O correspondente ao Reiki II subdividia-se em duas partes e o último nível, o número um, correspondia ao Reiki III (Mestre), ou grau de Professor (Shihan).

Reiki é uma técnica curativa gentil e poderosa que pode ser passada como presente de uma pessoa para outra, e não é baseada na idéia de gurus ou grande mestre a quem alguém teria que prestar homenagem.Dr. Usui ensinou a mais de 2000 alunos e formou 20 professores de Reiki. Faleceu em 9 de março de 1926, aos 60 anos;Foi enterrado ao lado do Templo Saioji, em Suginami-Ku, Tókio. Seus alunos colocaram junto à sua tumba um memorial de pedra, onde está descrita sua vida e obra com o Reiki.De acordo com sua pedra memorial, Usui foi um “curador” bem conhecido e popular, e ensinou um grande número de pessoas por todo o Japão.

LEIA MAIS; 

 O Simbolismo das mãos

As mãos curam, abençoam, evocam,louvam, defendem, se comunicam e molestam. Assim as várias crenças as vêem.

As interpretações esotéricas dos gestos que aparecem em imagens cristãs, onde geralmente os dedos mínimo e anular estão abaixados para a palma da mão, nos dizem que são pelos outros dedos, o polegar, o indicador e o médio, que fluem as potências mais superiores do homem, sendo então, estes os escolhidos para o uso das bênçãos. Os sacerdotes de várias religiões  estão investidos (?) do poder de as transmitirem embora algumas linhas espiritualistas ampliem estas transmissões(Espiritismo com o passe energético, Messiânicos com o Jhorei e outros). Baseadas num princípio possível da troca energética entre todos os seres, uma pessoa que evoca forças divinas e positivas, poderá igualmente abençoar outrem e até curá-lo, difundindo tais forças pelo simples poder de suas próprias mãos.Em sua conotação de comunicadoras , as mãos encontram o seu intercâmbio simbólico mais importante na linguagem usada pelos surdos –mudos. Numa linguagem gestual, estes encontram a oportunidade de prescindirem da comunicação verbal por meio de sinais que substituem com perfeição os sinais fonéticos.Seja um Yoga a levantar as mãos numa saudação ao sol, sejas  um sacerdote a abençoar,  unindo-as em formato de lótus para orar, ou movimentando-as graciosamente numa dança ritual , se as estendemos á alguém em sinal de amizade, sempre nossas mãos estarão usando um simbolismo revelador do nosso estado psicológico ou espiritual.

QUE PODER TEM AS MÃOS PARA CURAR?

Desde os tempos primordiais, há evidências do poder de cura das mãos.
No Antigo Egito, a cura pelas mãos era praticada desde os primórdios, sendo de domínio dos sacerdotes, e foi extensivamente praticada nos templos de Osíris, Ísis e Hórus.Na Inglaterra e na França medieval, a cura pelas mãos foi muito conhecida.
No Tibet, há registros de cura pelas mãos com mais de oito mil anos.Muitas das culturas religiosas usam o poder de imposição das mãos para abençoar e curar. Enfim, grandes mestres da humanidade usaram e usam as mãos para curar(Consciência Crística, na figura humana de Jesus).O poder das mãos está ligado ao cérebro – pensamento/intenção -, e ao coração – sentimento/amor. Portanto, as mãos podem sim, abençoar e curar.Naturalmente que a intenção de nossos pensamentos e sentimentos é que modera as vibrações que são irradiadas através da imposição das mãos, sobre nós mesmos ou sobre os outros.
Sabemos que a base do Universo é sustentada pelas polaridades: Yin e Yang.As mãos são antenas vivas, sendo ativadas pelas polaridades.A palma da mão direita é Yang, estimulando e promovendo a força e o encorajamento. A palma da mão esquerda é Yin e tem a capacidade de acalmar as dores. E ambas as mãos produzem esses efeitos combinados sobre uma pessoa ou em nós mesmos.Quando pensamos, temos um sentimento e quem sente é o coração. Portanto, as mãos estão ligadas ao coração, que, através dos condutos enérgicos dos braços, projeta energias pelos chacras das palmas das mãos e os mini-chacras das pontas dos dedos – as quais, ao serem irradiadas sobre um corpo humano, produzem a cura natural.

 

Nos primórdios do planeta Terra, as crianças da civilização hoje conhecida como Mu recebiam treinamento em Reiki I no começo da escola primária, em Reiki II  no colegial e em Reiki III, o treinamento de Mestre/Instrutor, era exigido dos educadores e estava disponível a todos os que quisessem recebê-lo. Quando as pessoas da cultura raiz deixaram a terra de Mu para colonizar o que hoje é a Índia e o Tibet, o Reiki continuou com elas, embora Mu, posteriormente, tenha-se perdido. As mudanças na Terra, que primeiramente destruíram Mu e, mais tarde, a Atlântida, produziram vários conflitos culturais, obrigando que o sistema de cura fosse conhecido somente por alguns eleitos. Quando no século XIX, um japonês buscou a origem do método de cura de Buda e Jesus, ele a encontrou entre os vestígios antigos da cultura primeva de Shiva, nos ensinamentos esotéricos da Índia.Movidos pela curiosidade e confusos com tantas teorias, alguns mestres Ocidentais foram ao Japão constatar se aquilo que se dizia sobre o Reiki era verdadeiramente real acendendo luzes muito interessantes, muitas das quais baseadas em fatos concretos, seja através de documentos escritos, sejam através de entrevistas com familiares de Mikao Usui ou mesmo da pedra memorial erguida ao criador do sistema Reiki.O cruzamento do Reiki de origem japonesa com as práticas tibetanas, prova que é possível o convívio entre sistemas diferentes, sendo que ambos se beneficiam com isso. Se houvesse esta abertura em relação á tudo, o Mundo seria, com certeza, um lugar melhor.Independentemente das adaptações que se tiveram que fazer à história do Reiki, o importante é que, hoje em dia, milhões de pessoas praticam Reiki e que os seus efeitos se comprovam.No contexto atual, a Ciência está mais evoluída que nunca, mas continua a não ter resposta para muitos problemas. O Reiki como terapia complementar pode ser um aliado importante, inofensivo e simples que está ao alcance de todos.

Pesquisa UNIFESP – Reiki estimula resposta imunológica.

A reportagem é da Revista Época, os benefícios do REIKI continuam  sendo estudados pela a comunidade científica (UNIFESP e USP) e ajuda a endossar o valor desta terapia:

REIKI ESTIMULA RESPOSTA IMUNOLÓGICA

Entrevista com Ricardo Monezi, biólogo pesquisador da UNIFESP

O Reiki – técnica de imposição de mãos descoberta no final do século XIX pelo teólogo japonês Mikao Usui – pode ser uma ferramenta auxiliar no tratamento de doenças?Muitos garantem, sem pestanejar, que pode. Mas a confirmação científica dessa possibilidade começa a se consolidar agora, a partir de pesquisas como a do biólogo Ricardo Monezi, da Universidade Federal de São Paulo, que indica interferência favorável da técnica no tratamento de animais de laboratório com câncer.Segundo Monezi, o Reiki age positivamente na redução do nível de estresse, uma das possíveis causas do surgimento, agravamento e até comprometimento do tratamento de doenças crônicas como o diabetes.Durante cinco anos, Monezi conduziu uma pesquisa com camundongos para saber se o Reiki interferiria positivamente no tratamento contra o câncer. Ele montou três grupos de camundongos. O primeiro não recebeu tratamento; o segundo recebeu tratamento falso – a imposição de mãos foi feita com a colocação de luvas presas a duas hastes de madeira; e o terceiro foi tratado com Reiki .

Monezi analisou o comportamento dos linfócitos – que são os responsáveis pela defesa imunológica do organismo – frente a um tumor e concluiu que os ratos submetidos ao Reiki mostraram aumento da capacidade de enfrentar a doença. O mesmo padrão foi observado com tumores mais agressivos.

Os animais foram submetidos ao Reiki durante quatro dias, em sessões de 15 minutos.Segundo o biólogo, esses resultados afastam a hipótese de que o sucesso do tratamento seja resultado de sugestão psicológica. A próxima etapa de sua pesquisa será observar o uso do Reiki em seres humanos. A intenção é verificar se o Reiki pode colaborar para reduzir o estresse e melhorar a imunidade de pacientes idosos, que muitas vezes sofrem baixa em sua resistência.A palavra Reiki significa Energia Vital Universal. Seus criadores basearam-se na crença de que a energia liberada por um praticante de Reiki envolve o paciente, atuando sobre seu corpo físico.Do ponto de vista físico, explica o pesquisador, o ser humano é constituído por energia – o que pode ser observado, por exemplo, no eletrocardiograma, que mede a função elétrica do coração. Desde a década de 80, diversas correntes de pesquisa têm buscado embasamento científico para a teoria que fundamenta o Reiki e outras técnicas de imposição de mãos.Todas têm constatado como efeitos, sensação de bem-estar, diminuição de sintomas relacionados ao estresse e sensação de relaxamento.Há trabalhos que indicam a técnica no tratamento de ansiedade, depressão e fobias como a síndrome do pânico. Monezi fala em indicação terapêutica complementar. Isto é, uma terapia de apoio ao tratamento convencional.

ASSISTA O VÍDEO DO MESTRE DE REIKI JOHNNY De  CARLI-

A CURA PELO REIKI

Pode ser uma verdadeira surpresa,mas Reiki é usado para curar todos os tipos de condições e males instalados no seu corpo físico, emocional e/ou espiritual.Muitos pacientes experimentam uma aceleração do seu processo de Cura quando combinam o Reiki com a medicina tradicional ou outras terapias.Reiki vem do Universo;Vem de uma inteligência Superior que gere toda a vida no Nosso Planeta; o Reiki funciona através das necessidades específicas e individuais de cada paciente, a qual resulta sempre em cura, mas nem sempre ocorre na forma de cura desejada pelo paciente. A sintonia entre o paciente, o terapeuta e o Universo é de uma grande valia, assim como a receptividade do paciente durante o tratamento.Acontece muitas vezes que o paciente andou desviado do seu caminho, isso causou demasiados desequilíbrios no seu organismo e muitas vezes não estamos conscientes destes processos; uma vez ultrapassadas algumas questões que são clarificadas com a terapia Reiki, ocorrem surpresas muito boas;o paciente encontra um estado de alívio e de cura desejada para o seu processo.O Reiki permite aos pacientes um estado de profundo relaxamento e Paz e está provado que o Reiki tem sido decisivo e responsável pelos processos de Cura de muitos pacientes pelo mundo fora.

O REIKI E A CIÊNCIA

Muitos cientistas concordam que uma força inteligente e superior existe, que um espiríto divino/universal continua a suportar e a criar constantemente no Universo.Eles assumem ainda que é um Campo da mais Pura Energia e que é ela que comanda tudo que vemos e não vemos no nosso Planeta e Universo.Afirmam ainda que Nós Somos Energia, assim como tudo o que existe, é constituído por energia, está provado também que o nosso corpo tem pontos de energia mais fortes sendo uma delas ,as nossas mãos.

 

OS BENEFÍCIOS DA TÉCNICA REIKIANA

No momento da aplicação da técnica, o reikiano (profissional que aplica o Reiki) mentaliza símbolos específicos e os desenha de forma imaginária com as mãos, além de repetir o nome de cada um.A função desses símbolos é ajudar o profissional a se conectar com o Reiki e concentrar energia nos campos energético, emocional, mental e físico de quem recebe a aplicação da técnica. Isso causa uma série de benefícios nas pessoas que se submetem à terapia, como relaxamento, sensação de paz, aumento de energia, maior clareza mental e alívio de dores e desequilíbrios físicos. Também equilibra e harmoniza, fazendo com que cada um compreenda sua verdade interna.Cada símbolo possui um nome, uma forma específica de ser traçado, um campo de atuação e uma função diferente. E vale reforçar que a pessoa que recebe o Reiki não precisa conhecer os símbolos para sentir os efeitos da técnica. Apenas quem o aplica – ou seja, o reikiano – é que necessita ter um conhecimento profundo dos símbolos, para utilizá-los como auxiliares no processo de canalização de energia. Sómente depois do curso de iniciação da técnica o estudante se torna apto para aplicar o Reiki em outras pessoas, animais, plantas ou ambientes.

SÍMBOLOS DO REIKI SÃO SAGRADOS

Os símbolos do Reiki não diferem de qualquer outro símbolo e até bem pouco tempo atrás eram considerados secretos. Porém, com a globalização de toda e qualquer informação, os conhecimentos e os símbolos vieram a público e estão disponíveis para todos. No entanto, eles continuam sagrados e dignos do nosso imenso respeito e gratidão. Por isso, devem ser usados com todo o amor, pela sua força e ação no universo.De acordo com os conceitos da psicologia junguiana, o inconsciente se expressa primariamente através de símbolos. Além dos símbolos (pessoais) encontrados em sonhos ou fantasias de uma pessoa, há também símbolos coletivos importantes, que são geralmente encontrados nas imagens religiosas e culturais, como por exemplo: a cruz, a estrela de seis pontas, a espiral e o círculo. Os símbolos representam conceitos que não podemos definir com clareza ou compreender plenamente, pois abrangem conteúdos maiores que as palavras conseguem explicar.

Como usar os símbolos do Reiki

Existem diferentes formas de Reiki e, ao longo do tempo, alguns mestres foram incorporando novos símbolos em suas iniciações. Mas no Reiki “tradicional” há três símbolos que são passados em uma iniciação de nível 2: o símbolo do poder (CHO-KU-REI), o símbolo mental/emocional (SEI-HEI-KI) e o símbolo da distância (HON-SHA-ZE-SHO-NEN).

CHO-KU-REI

CHO-KU-REI

Este símbolo traz ou libera energia criando equilíbrio. Representa o aumento do poder. É o “botão” ligado ao corpo físico e, além de ser um maravilhoso símbolo de proteção, é usado para incutir ou reforçar a energia.

Cho-Ku-Rei significa “Ponha todo o poder do universo aqui”.

SEI-HEI-KI

SEI-HEI-KI

Sei-Hei-Ki é o símbolo da cura das emoções e da transformação de sentimentos negativos em positivos, é o símbolo da harmonia e da proteção e representa o processo alquímico de purificação e limpeza.

Sei-Hei-Ki significa “chave do Universo” ou “homem e Deus tornam-se um só”.

HON-SHA-ZE-SHO-NEN

HON-SHA-ZE-SHO-NEN

Este é o símbolo da cura à distância, traz cura para os traumas do passado e para o presente. É o “botão” ligado ao corpo mental. As vidas passadas e o karma são libertados através do Hon-Sha-Ze-Sho-Nen. A libertação é permanente e desaparece a necessidade de reencarnação.

Hon-Sha-Ze-Sho-Nen significa “O Buddha em mim alcança o Buddha em ti para promover luz e paz”.

ASSISTA O VÍDEO E RELAXE COM OS MANTRAS DO REIKI E MEDITE COM SEUS SÍMBOLOS

Toque terapêutico baseado no reiki: cura pelas mãos ajuda no tratamento de doenças graves;A imposição das mãos alivia a dor e reconhece energia dos pacientes

Uma alternativa já está sendo usada em 80 países para o complemento no tratamento de doenças graves: o toque terapêutico. Ele consiste na imposição das mãos sobre o paciente, sentindo todo o campo energético, e é capaz até de auxiliar na cura das enfermidades. Veja como ele surgiu e está sendo aplicado pelo mundo:a técnica apareceu nos EUA, em 1972, pelas mãos da enfermeira Dolores Krieger e da terapeuta Dora Kunz. Elas desenvolveram a idéia de que a energia produzida pelo nosso corpo é concentrada em nossas mãos, pode ajudar a curar;

– os historiadores acreditam que os egípcios usavam a técnica para curar doenças desconhecidas ou até mesmo aquela famosa dorzinha muscular, que todo mundo conhece;

– o toque terapêutico reikiano ajuda no relaxamento muscular, no processo de cicatrização e no combate às infecções;

– para os especialistas, a técnica é um tratamento complementar, ou seja, apesar de ser usado em várias doenças, o toque terapêutico não pode e não deve substituir os medicamentos;

– o terapêuta coloca as mãos próximas ao corpo do paciente e faz uma avaliação do campo energético da pessoa;

– depois é feito um diagnóstico e começa a recuperação dessa energia;

– o campo energético deve estar lisinho, morninho, palpável. Onde estiver alterado, deve ser trabalhado para que ele fique harmônico;

– os movimentos básicos são de alisamento. Às vezes, quando uma pessoa tem dor de cabeça, só com o alisamento você consegue harmonizar;

– o fluxo final é sempre interessante. Aquecimento tem muito a ver com processos inflamatórios, ausência e esfriamento tem a ver com edema, inchaço e também com lesões musculares e contraturas;

– as pessoas que passam pelo tratamento relatam que sentem alívio no corpo, como se o terapeuta estivesse descascando uma cebola sobre a pele.

BENEFÍCIOS E APLICAÇÕES DO REIKI

Reiki é uma terapia que trabalha a nível emocional, mental e espiritual e pode mudar muita coisa na sua vida, aqui estão exemplos práticos dessas mudanças:

1- Reiki acalma, reduz o stress e provoca no organismo uma sensação de profundo relaxamento, conforto e Paz.

2- Reiki pode trazer-lhe uma clareza espiritual que antes não sentia.

3- Reiki oferece-lhe uma sensação de alívio emocional durante o tratamento e até prolongando-se após a aplicação. O Reiki ajuda no processo de libertação das emoções.

4-Reiki limpa e clarifica o seu campo energético.

5- Reiki alivia a dor.

6- Reiki consegue aumentar o nivel e a qualidade do sangue que circula no nosso organismo, conseguindo mesmo fazer parar pequenas hemorragias.

7-Reiki consegue “limpar” os nossos órgãos como o fígado, rins, as artérias e outros.

8-Reiki é seguro no tratamento de doenças crónicas e agudas, doenças relacionadas com stress e desordens, como nos casos de sinusite, rinite, menopausa, cistite, asma, fadiga crónica, artrite, ciática, insónia, depressão, apenas para mencionar algumas delas.

9- Reiki acelera o processo de recuperação em caso de cirurgia ou doença de longo termo. Reiki tem ainda a capacidade de reduzido os efeitos secundários e ajustar a ajuda aos tratamentos tradicionais do paciente. Por exemplo um paciente sujeito a quimioterapia que receba Reiki durante o mesmo processo nota uma redução significativa dos efeitos secundários do tratamento.

10- Reiki pode ser aplicado às plantas, animais, comida, água, dirigido ao Nosso Planeta Terra.

11- Reiki purifica os ambientes e remove as “más” energias ou espíritos, seja do seu escritório, da sua casa, carro, jardim ou divisão da casa, onde quer que seja o local, você pode canalizar energia e purificar o ambiente.

12- Reiki ajuda atletas a recuperar mais rápidamente das suas lesões e entrar mais rapidamente na sua actividade.

13- Reiki é para todos, ele cura adultos, idosos, crianças e bebês, os seus animais, as suas plantas e até mesmo o Planeta Terra, se assim o desejar, tudo está dentro do pensamento e amor que emite na prática do mesmo.

14- Reiki é para animais, é claro que sim, eles ajudam-nos a recuperar de doenças, situações de stress, separações e ansiedades, traumas. Os animais devem sempre ser tratados como membros da nossa familia, mas atenção o Reiki não substitui os cuidados médicos que os mesmos possam necessitar.

15- Reiki é energia positiva, nunca pode causar qualquer mal a nada e nem a ninguém. A Energia do Reiki é amor no estado puro, todo o Terapeuta ao aplicar Reiki a si ou ao próximo deverá estar num estado de Amor Incondicional e perfeita União com Deus e o Universo.

LEIA MAIS; CENTRO DE REIKI E TERAPIAS ALTERNATIVAS

APLICANDO O REIKI AOS ALIMENTOS

O Reiki pode ajudar-nos a alcançar uma vida mais saudável, e uma das formas é através da aplicação de Reiki em tudo aquilo que bebemos e comemos. Ao aplicar Reiki nos alimentos intensificamos o valor nutricional da comida e também diminuímos os efeitos nefastos de aditivos, conservantes ou outros químicos que ela possa conter. No entanto, é sempre bom ingerir alimentos saudáveis, biológicos e de qualidade.Pode fazer Reiki à sua comida em qualquer altura: nos sacos das compras, quando cozinha ou quando se prepara para comer. Para isso basta colocar as mãos por 1 a 3 minutos sobre um prato de comida, em cada lado do saco das compras, numa fruta, e concentrar-se na ideia de que o Reiki deve fluir em direção aos alimentos.Se possuir o segundo nível de Reiki pode desenhar o símbolo Cho Ku Rei (símbolo do Poder) sobre o prato de comida ou copo de bebida, principalmente, se estiver a comer num restaurante.Também podemos tratar um copo de água com Reiki e, a cada manhã, bebê-lo antes de iniciar as atividades diárias. Os alimentos tratados dessa forma, armazenam a energia Reiki que limpa e energiza todo o nosso corpo.A água energizada com Reiki também pode ser usada para ajudar alguém que se encontra num estado depressivo, ou sem energia. Muitos reikianos também tratam a água que dão aos seus animais e plantas.Aplicar Reiki desta maneira é uma forma de demonstrar Amor por nós próprios, pela nossa família e amigos. Devemos sempre agradecer aquilo que comemos e bebemos, pois tudo aquilo que ingerimos já teve vida e deixaram de ter para nos proporcionar energia para viver.Abençoar e vitalizar a nossa comida e bebida com Reiki é, sem dúvida,  fabuloso.

A reikiana e terapeuta holística Simone Kobayashi explica que o processo é muito simples: ao conectar-se com a energia do Reiki, a pessoa passará essa energia por meio de suas mãos para bebidas, legumes, frutas, verduras e outros. Qualquer reikiano pode fazer uso da técnica, mas para os que não conhecem o Reiki de forma profunda, Simone indica que o símbolo usado seja o Cho-Ku-Rei, que significa “paz”. No momento do uso da técnica, quem for fazê-la deve posicionar ambas as mãos sobre o alimento ou prato pronto e vibrar um sentimento de amor incondicional, para que a energia flua com maior rapidez e eficácia.A hora em que a técnica será aplicada fica ao gosto do reikiano e isso pode ser feito tanto antes do preparo quanto durante e após a refeição ficar pronta. “Eu prefiro aplicar o Reiki no meu próprio prato pronto, por exemplo, mas essa decisão é livre e não tem nenhuma recomendação a ser seguida”, explica Simone.Todos os tipos de alimentos estão liberados para receber a energia do Reiki, mas a especialista aconselha que a técnica não seja usada como justificativa para ingerir uma comida que não é aconselhada ou que cause algum mal estar, já que o intuito da aplicação não é este. Quanto ao tempo que a aplicação do Reiki deve demorar, Simone é flexível: mesmo que o ideal seja em torno de três minutos, uma pessoa muito atarefada, que não dispõe de muito tempo para preparar suas refeições devidamente, pode fazer a canalização de energia o quanto puder, nem que seja ao menos durante um minuto.

REIKI PODE MELHORAR A QUALIDADE ENERGÉTICA DOS ALIMENTOS

Tendo como base o experimento com águas feito pelo Dr. Masaru Emoto, em que é visto que as moléculas d´água se apresentam de formas diferentes conforme o pensamento e o sentimento humanos associado a elas, Simone afirma que a aplicação do Reiki na comida pode melhorar a qualidade energética de seus componentes, equilibrando-os e tornando a comida menos nociva – porém, é bom atentar que isso não se refere ao valor calórico do prato.”Como a vibração enérgica do Reiki é de uma frequência alta, as energias que a comida ou a bebida recebem tendem a serem sutis, limpando impurezas do campo energético. É um alimento mais harmonizado, que entra em sintonia com todo o corpo”, pontua a terapeuta.

Alimentação e Reiki – compreender as necessidades

“Que o vosso alimento seja o vosso primeiro medicamento” ~ Hipócrates

Devemos seguir a sabedoria do nosso corpo e compreender o que ele precisa. Também as profissões que temos e as exigências de vida podem afetar as nossas escolhas alimentares.Ao praticar Reiki, podemos descobrir que se tivermos ingerido muita comida não conseguiremos ser canais tão eficientes nesse momento. Podemos constatar que a carne nos torna mais pesados e que as bebidas alcoólicas podem ter um efeito mais amplificado em nós. O nosso canal energético foi amplificado, mudado e, naturalmente, sentiremos as coisas de uma maneira diferente.Pensem sempre no que realmente precisam e na quantidade que precisam. Consultem um nutricionista ou naturopata para auxiliar nesse processo. Se por exemplo tiverem um atividade exigente e depois ainda fizerem sessões de Reiki, possívelmente terão necessidades diferentes do caso de apenas viverem de fazer sessões de Reiki.  Dependerá de pessoa para pessoa mas, nada como ter a devida atenção.Algo que será indispensável é a atenção à água – a hidratação é muito importante para nós, não só porque a passagem de energia desidrata a maior parte dos praticantes e receptores, como também porque é excelente para eliminar toxinas, regular a temperatura do corpo, entre muitas outras vantagens.Algumas considerações a saber;Muitas vezes se pergunta qual o efeito do álcool na prática de Reiki. Naturalmente se se vai praticar Reiki não se deve consumir álcool mas experimentem o seguinte. Após beber um copo de vinho, o que acontece se aplicarem Reiki em vocês mesmos?Esta experiência deve ser apenas aplicada no próprio e serve para mostrar as contra-indicações de ingerir qualquer tipo de substância tóxica, inebriante, que possa alterar o estado de consciência. Nuns casos, o efeito do álcool passa mais rápidamente, noutros os seus efeitos são ampliados – tontura, cabeça no ar, sonolência, vômito.Experimentem sentir a energia dos alimentos e perguntar ao vosso corpo – “como vou me sentir se comer isto?”. Irão aprender bastante sobre vocês mesmos e sobre o que realmente precisam comer (e porquê).

Respeito por nós, pelos outros, pela energia

“Reiki é causa e efeito… Remova a causa e não haverá mais efeito” ~ Takata

Leia mais; Reiki

Podemos comer com consciência, podemos sempre agradecer por tudo. Não precisamos viver para comer mas precisamos comer para viver. De uma forma consciente e ponderada, conseguimos fazer parte do grande ciclo da vida, mantendo o equilíbrio da biosfera. A gratidão, o respeito pela vida, ajuda-nos a ter uma outra postura perante a comida. Se precisamos de mudar, podemos fazê-lo no tempo que for necessário, de forma equilibrada.

ALGUNS EXEMPLOS DE TERAPIAS ALTERNATIVAS  Á MEDICINA CONVENCIONAL,PARA ESTUDO E CONSULTA

1-Aromaterapia

2-Cromoterapia

3-Cristaloterapia

4-Terapia Floral

5-Homeopatia

6-Radiestesia

7-Acupuntura

LEIA MAIS SOBRE ESTAS E OUTRAS TERAPIAS;MEDICINA ALTERNATIVAS-OPÇÕES DE CURA

  • A sabedoria nada tem a ver com governar os outros, é uma questão de ordenar a si mesmo.
  • A nobreza nada tem a ver com poder e posição social, é uma questão de auto-realização.
  • A felicidade nada tem a ver com riqueza e posição social, é uma questão de harmonia.
  • As pessoas verdadeiras sabem de que modo considerar o ser interior como grande e o mundo como pequeno.
  • Endireite o seu corpo, unifique a sua visão, e a harmonia do céu chegará.
  • Aqueles que seguem o céu viajam com o Caminho, aqueles que seguem os humanos se misturam com o que é vulgar.
  • Quando as pessoas perdem sua natureza essencial por seguir desejos, as suas ações nunca são corretas.
  • A vastidão do uno é evidente em todo o céu e em toda a terra.
  • Contentamento e raiva são desvios do Caminho, ansiedade e lamento são perdas de virtude, preferências e aversões são excessos da mente, desejos habituais são pesos para a vida.
  • Aqueles que alcançam o Caminho são fracos em ambição mas fortes no trabalho, as suas mentes são abertas e suas respostas adequadas.
  • A flexibilidade e a tolerância são os administradores da vida, a dureza e a força são os soldados da morte.
  • Seguir significa combinar os elementos dos acontecimentos de modo que eles se harmonizem com o momento.
  • – Eleve os pensamentos a Deus;
    – Sinta a luz divina descer sobre o topo de sua cabeça, espalhando-se por dentro e por fora de seu corpo;
    – Agora volte sua atenção para seu coração; perceba-o todo iluminado, como um sol;
    – Imagine que raios de luz saem de seu coração-sol, irradiando-se pelos braços e mãos;
    – Fique assim, por algum tempo, deixando que a luz divina faça a cura em você;
    – Você também pode, nesse estado de Ser, espalmar suas mãos e enviar luz-amor para o Planeta Terra e sua humanidade.
    Que as bênçãos de Deus caiam sobre você como uma chuva de luz dourada, para todo o sempre

 

Visão pessoal….

O ser humano busca seu bem-estar desde as épocas mais remotas e, para isso, desenvolveu inúmeras formas de cura.A saúde é caracterizada pelo bem-estar, e antes do aparecimento da doença em si, o corpo começa a dar sinais de mal-estar, informando que não está tudo bem; A maioria das pessoas está acostumada com a medicina tradicional moderna, que é a ensinada em universidades e considerada oficial na maioria dos países ocidentais. Entretanto, existem outros tipos de terapias, algumas milenares, que ainda seduzem muita gente, mas que também geram debates dentro do meio científico e médico, e por isso são consideradas alternativas.Alternativas ou complementares? O debate começa já na definição. Algumas linhas de discussão afirmam que essas terapias não substituem os métodos convencionais. Outros afirmam que elas devem complementar o tratamento alopático, isto é, o tratamento convencional. Essa queda-de-braço já não é assunto novo;Acreditamos que deve haver fundamento científico e, principalmente, dados estatísticos que comprovem que a terapia funciona, como no caso da Acupuntura,Reiki, Homeopatia,Fitoterapia entre outras.A Organização Mundial de Saúde (OMS) define de forma abstrata as medicinas alternativas: as medicinas não convencionais abrangem todas as terapias que não são utilizadas pela medicina convencional.É cada vez mais frequente, e comum, a busca por terapias alternativas ou complementares para tratar diferentes tipos de doenças da mente, corpo ou espírito. O mundo está cada vez mais “alternativo”. Medicamentos ou técnicas naturais são muito úteis quando aplicados por terapêutas experientes e capacitados .A tendência nos últimos anos tem sido a de uma maior responsabilidade assumida pelas pessoas, em relação à sua própria saúde.Atualmente, a procura por terapias não convencionais está também relacionada com a preocupação dos efeitos secundários prejudiciais de alguns medicamentos prescritos, muitas vezes em excesso, levando as pessoas a procurar terapias alternativas ou complementares sempre que possível.Homeopatia, Acupuntura, Fitoterapia, Quiropraxia, Reiki, Terapia Floral, são exemplos de métodos que eram tratados como alternativos, e hoje, são reconhecidos pela medicina como técnicas terapêuticas de grande eficácia nos mais diversos tratamentos.A diferença entre os termos alternativa e complementar é simples: Quando se utiliza a terapêutica alternativa, como por exemplo um tratamento feito sob a técnica da ortomolecular, dizemos que a pessoa está  fazendo um tratamento alternativo em detrimento da medicina convencional ou ortodoxa. Se o paciente com problemas de stress que esteja sendo acompanhado pelo seu médico e este indicar sessões de meditação e relaxamento dizemos que este paciente está recorrendo á um tratamento complementar ao seu tratamento convencional.O importante é recorrer á terapêutas alternativos conscientes, experientes e idôneos, quando decidirmos por tratamento não convencional.Concluindo, seria conveniente e muito benéfico à humanidade, observar quais são as crenças sobre a saúde e o bem-estar, e, de modo inverso, sobre a doença. Observar o que é, o que cria a doença, ou a falta de bem-estar, e de alguma maneira, mudar isto de dentro para fora, no reconhecimento de que tudo, de certa maneira, é co-dependente, interativo e que não está separado. Que quando nós re-criamos o equilíbrio – e, algumas vezes, isto requer um pouco de tempo na nossa realidade – de modo que, ao invés de procurar simplesmente um “comprimido, uma poção ou uma técnica terapêutica” para criar a mudança instantânea, observar uma mudança mais profunda, de modo que o verdadeiro equilíbrio possa ser restaurado. E observar qual foi o “presente “neste espaço chamado de doença/saúde, desequilíbrio, doença.Então, podemos nos perguntar; Como podemos avançar para esta nova transformação? Para nós aqui da Equipe, é sendo AUTO-OBSERVADOR. Ao estar consciente de quando nós começamos a acreditar que não somos suficientemente bons de alguma maneira, devemos observar isto e decidir se é isto o que nós realmente queremos acreditar ou se nós queremos fortalecer uma nova crença,;que Eu Sou Amor, Sou Uno e estou conectado com o Plenum Cósmico/ Deus e com Tudo O Que É.

Inspiração….

1-Reiki para todos
Roberto King
2-O Grande livro dos símbolos do Reiki
Walter Lubeck
3-The book on karuna Reiki
William Lee Rand
4-The Heart of Reiki
Susan Downning
5-Women and Reiki
Judith Macpherson
6-Reiki para iniciantes
David Vennells
7-Reiki Healer
Lawrence Eliyar
8-Reiki-Cura e Harmonia através das mãos
 Tanmaya Honervogt
Exibindo Foto de Mônica F.De JardinMonicavox
Recomendo…..

A expectativa criada com a Ascenção Planetária-Quais as causas, sintomas e consequências-A frustração baseadas na falta de conhecimento e equilíbrio emocional

Prólogo- Texto & Grifos em negrito de Mônicavox

O Planeta Terra vive nos dias de hoje,  tempos de crises que se espalham por todo o globo; moral, violência, crimes e desatinos de todas as ordens. Vemos por todas as partes notícias que nos levam ao desânimo e à descrença. Em que ponto estaremos em algumas décadas se não tomarmos consciência de quem somos e o que estamos fazendo aqui?Indo contra todas as expectativas da nossa curta visão, o que anuncia a Espiritualidade Maior é que chegaremos a dias melhores. Por pior que pareça o que vivemos atualmente, devemos manter em nós a esperança em tempos renovadores com os pés no chão e embasados em informações e conhecimentos.

A maneira de fazer é sendo.Se considerarmos algumas mensagens espirituais como referência, Manoel Philomeno de Miranda, por meio da mediunidade de Divaldo Franco, nos trouxe, em 2010, valiosas notícias acerca da Transição Planetária, em livro de mesmo nome, elucidando que esses tempos hediondos antecipam o amanhecer da Nova Era.

Na Nova Terra, (que não sabemos nem temos conhecimento de datas, mesmo porque, isso acontecerá aos poucos e a velocidade com que isso acontece depende da vibração e sintonia da raça humana com os planos superiores de consciência) haverá espaço para a fraternidade e a paz entre povos e nações; veremos nossa ciência e tecnologia avançando ainda mais, trazendo a cura para enfermidades e outras descobertas valiosas; os corpos físicos, aliás, serão mais bem desenvolvidos e adoecerão menos (até porque a humanidade futuramente terá mais consciência holística/alimentar/ambiental).

Fisicamente falando, nosso planeta que é dinâmico, quando bem cuidado e respeitado em sua biologia, geologia e clima poderá sofrer menos cataclismos.

Para alcançarmos essa Nova Terra mais feliz, desde a década de 40/50  estamos recebendo energias e comunicações vindas de planos superiores com cada vez mais frequência, a medida que entramos no cinturão de fótons, o que aconteceu com a convergência harmônica em 1987 (Veja livros de Barbara Hand Clow e Barbara Marciniak ), como as comunicações dos Pleiadianos,  de Alcione;  Mais evoluídos, eles vêm à Terra em missão de amor;

Desde os anos 2010, contudo, alguns espiritualistas afirmam que houve reencarnes em massa dos irmãos de Alcione por todo o globo.

Missão: Virão exemplificar a paz e o amor, modificando nossos costumes morais e sociais.

Essa não é a primeira vez que a Terra recebe um “empurrãozinho” de nossos irmãos de outros orbes. No início da nossa civilização,  os irmãos de Capela vieram para contribuírem com o desenvolvimento intelectual de nosso planeta. Naquela ocasião, porém, os capelinos desembarcaram na Terra, pois estavam atrapalhando o progresso de seu mundo de origem, diferente dos missionários de Alcione, que vêm para cá exemplificando o amor fraternal que deve reinar entre todos nós.

O mesmo processo que Capela sofreu se desenrola hoje na nossa Terra. A transição planetária selecionará aqueles que estejam impedindo o progresso convidando-os a contribuir com o desenvolvimento intelectual, moral e tecnológico de mundos mais inferiores, exatamente como aqui ocorreu. Só para registrar: os irmãos de Capela, entre outros povos das estrelas, habitaram o Egito nos áureos tempos daquela civilização. O conhecimento que possuíam naquela época era tão avançado e continua sendo até hoje, se considerarmos que a construção das pirâmides egípcias ainda é um mistério para nossos cientistas.

Seja como for, os espíritos revoltados e insistentes nas práticas do mal não terão permissão para reencarnarem na Terra novamente. Por outro lado, aqueles com tendência ao bem e ao amor poderão continuar aqui, se vibrarem na mesma frequência da Nova Terra, convivendo e aprendendo com os irmãos de Alcione, edificando um mundo de fraternidade e paz, construindo, enfim, a Terra Regenerada.

Todo esse conhecimento que nos chega, através das obras e das mensagens que emanam dos planos superiores, deve servir como incentivo para renovarmos nossas atitudes, pensamentos e sentimentos.

Onde queremos estar?

Num mundo mais feliz, vivenciando o amor e a paz em comunidade?

Num mundo menos avançado, sentindo saudades do nosso Planeta Azul?

O livre arbítrio é nosso e toda escolha será respeitada (como sempre foi). A Hierarquia Espiritual de Luz procura sempre nos fornecer informações relevantes para que possamos exercer nossa liberdade de escolha da maneira mais sábia e menos dolorida possível.

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES/DÚVIDAS E QUESTIONAMENTOS SOBRE A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

Por Mônicavox

1-Como acontece o processo de transição planetária e porque?

Deve-se compreender a Transição Planetária como um processo Maior, de abrangência global, isto é, que tem uma relação direta com todo o planeta Terra, e não apenas com uma região ou país em específico.
A partir desse ponto, observando a Transição Planetária como um fenômeno global, pode-se caminhar adiante, para o segundo ponto: dados acerca da Transição do Planeta Terra. A Transição Planetária, consiste em um momento, dividido em etapas, a saber: 
1-início, ou marco inicial; 
2-ciclos de instalação; 
3-ciclos de amadurecimento; 
4-ciclos de checagem; 
5-etapa meio, ou marco de consolidação; 
6-ciclo de fechamento; 
7-etapa meio-fim; 
8-pré-apogeu;
9-instalação do apogeu; 
10-etapa do apogeu;
11- apogeu;
12 ciclo de desfecho do apogeu;
13- confirmação do apogeu; 
14-Consolidação final do Planeta transformado em de Luz e vida;
O Planeta Terra está trilhando ainda as fases iniciais, estamos nos ciclos de instalação dos processos, ou seja, limpeza ambiental, limpeza humana, conscientização dos processos de manipulação, reorganização social, moral, ética e espiritual. Tudo isso em fase inicial.
“Não mais verás o teu orbe como algo solto na imensidão do Universo. Do mesmo modo, não te sentirás mais desligado de teus Irmãos. A vida ganhará novo sentido a partir do momento que a visão humana não mais separar o inseparável e julgar o injugável.”
Ashtar Sheran

2-Qual o objetivo final da transição planetária?
O objetivo do Processo de Transição Planetária, se dá justamente pelo momento caótico que a civilização terrestre vive atualmente. Durante muito tempo, por centenas de anos, os habitantes desse planeta, se digladiaram como feras indomadas.
Grandes guerras ocorreram, bombas atômicas foram lançadas em várias épocas da humanidade (ver tecnologia dos antigos nos Vedas), e muitas pessoas desencarnaram devido a isto.
Instalaram-se religiões manipuladoras com intuitos de dominação através da doutrinação, governos altamente corruptos, a ciência da mídia enganosa, altamente especializada; A Transição Planetária irá permitir que o planeta Terra mude de dimensão física, isto é, o Planeta Terra passa no momento por um Portal Interdimensional, ou Cinturão de Fótons-elétricos.
Resultado de imagem para imagens sobre o cinturão de fotons
3-O que é o Cinturão de Fótons?
Nosso planeta  faz parte do conjunto, ou Sistema Solar situado na borda externa da Galáxia. Essa Galáxia navega pelo Espaço sideral como um barco num grande oceano. A cada ano sideral de duração aproximadamente de 26.000 anos, o Sistema Solar passa duas vezes em torno de outro Sol central (Alcione) nas Plêiades.
A cada passagem, esse sistema ingressa no Cinturão de Fótons, levando em média 2.160 anos para completar o percurso. Ao ingressar no Cinturão de Fótons, o sistema solar passa por ajustes físico-energéticos alcançando novas realidades dimensionais ou iniciações. Essa passagem promove transformações evolutivas em todo o sistema.
À partir de 2012, o nosso Sistema Solar entrou e está totalmente imerso no Cinturão de Fótons, e consequentemente tem passado por mudanças. As mudanças planetárias acontecem no nível físico e no nível sutil.
No nível físico, as alterações mais evidentes são as mudanças climáticas, com a elevação das temperaturas e consequentemente a elevação do nível do mar pelo degelo das geleiras.
No nível mais sutil, notamos as alterações nos pólos da Terra, aceleração na passagem do tempo, modificações na frequência do planeta e de seu magnetismo. As mudanças da humanidade se dão no nível físico, anímico e espiritual.
No nível físico temos, no plano biológico, o surgimento de uma nova genética. No plano individual, estamos todos partindo para o autoconhecimento, e no plano moral há uma substituição de valores. No plano psíquico há uma quebra de paradigmas e finalmente no plano social, existe uma quebra de estruturas. No plano anímico, caminhamos para a integração Mente-­Espírito. E finalmente no plano espiritual, obtemos uma libertação dogmática.
A religião do futuro será cósmica e transcenderá um Deus pessoal, evitando os dogmas e a Teologia. Esse cinturão JÁ está aberto em nosso Sistema Solar. Tal passagem, irá fazer com que todos os átomos do planeta Terra, vibrem em outra dimensão, muito mais sutil que a atual.
Com essa sutilização, os átomos perderão energia, aumentando sua velocidade. Com isso, a forma física irá mudar, para um patamar mais evoluído, permitindo ao Ser Humano do planeta Terra, viver em condições mais favoráveis à evolução espiritual.
Nota;-O Fenômeno da Transição Planetária, não é exclusividade deste planeta. Outros planetas do Sistema Solar, também estão passando por tal processo,cada um de acordo com a seu projeto biológico,sua estrutura geológica e sua concepção espiritual, que não é necessáriamente igual á nossa. 
4-Em quanto tempo ocorre a transição de um planeta de terceira dimensão para um planeta de quarta/quinta dimensão?
Todo esse processo relativo a Transição Planetária, para o planeta Terra leva um tempo linear muito grande, difícil de avaliar pelas nossas mentes materiais muito limitadas para compreender este processo único;nada conhecemos sobre isso, pois não passamos por nada parecido desde que a humanidade tem consciência de que é uma comunidade global interrelacionada em tudo;este conceito não existia na antiguidade e ficou cada vez mais clara depois que a tecnologia no planeta avançou;

E o que isso significa? significa em primeiro momento, uma total limpeza planetária. Isso porque, o planeta Terra, no momento atual, em pleno século XXI, encontra-se “muitíssimo poluído” em vários níveis, tanto geofísicos, quanto sociais, humanos, governamentais e espirituais.Por exemplo, a aura do planeta, está infestada de energias densas. A atmosfera, repleta de gases tóxicos; As águas, cheias de veneno produzido pelo Homem; Na verdade, fica mais simples, perguntar o seguinte: o que não está poluído do Planeta Terra? Muito pouco. Desde as mentes da maioria das  pessoas até o ar que todos respiram, praticamente tudo neste orbe está infestado por energias muitos nocivas ainda; a remoção destas energias está em processo de cura e isso está diretamente relacionado com o nível de consciência do planeta, que ainda é muito baixo e vamos argumentar ao longo deste questionário informativo;

O desequilíbrio gerado atualmente pelo Ser Humano, é algo fora dos patamares aceitáveis pelo Ser equânime e conhecedor das Leis Maiores. Nós aqui encarnados na 3D, percebemos apenas parte desse desequilíbrio total. Há muita energia baixa e perniciosa ainda escondida, pelos próprios Homens, dos demais habitantes deste planeta.Por tudo isso avaliado criteriosamente e com conhecimento e informação, podemos dizer que não há datas para que isso ocorra,pois a limpeza primeiro se faz absolutamente necessária.Dependerá de inúmeros fatores, e o fator humano é o principal.

 
Resultado de imagem para imagens sobre atransição planetária
5-Estamos em um processo de ascenção?
A Ascensão é uma etapa natural dentro do processo de evolução universal. Trata-se de um processo ininterrupto de crescimento através de várias formas de aprendizagem que visam, em última análise, atingir a reconexão e fusão com a Fonte Primordial ou Criador ou Plenum Cósmico/Deus através do amor incondicional, pelo exercício da sabedoria, integridade, compaixão e tolerância. A ascensão depende do abandono das ilusões que a terceira dimensão representa, impedindo que alcancemos a UNIDADE. É preciso, para tanto, um real comprometimento com a disciplina e o amor, ainda mais agora com a transição planetária, onde isto se torna uma realidade para quem tiver olhos, ouvidos e coragem de quebrar as máscaras da ilusão.
O trabalho das forças do bem é silencioso mas ainda precisa do  despertar de milhares de seres. A fim de infundir no planeta sua nova faixa vibratória, devemos ter almas de livre vontade na Terra, que queiram ser Âncoras de Luz:estamos caminhando, mas ainda precisamos de muito trabalho interior neste sentido; os condutores de energia espiritual, a vanguarda da Nova Era, os pioneiros da Era de Ouro ainda são poucos (5%) em relação aos que ainda estão adormecidos ou que desejam permanecer no status quo (95%)
6-Como é a vida em uma dimensão diferente da nossa?
Na verdade, o que  enfrentamos em uma mudança dimensional é uma freqüência de luz que sempre foi além de nossa percepção.Exatamente por isso não temos uma idéia real e sim aproximada, através de algumas mensagens e canalizações de fontes mais ou menos fidedignas, pois todas elas,mesmo a dos Avatares , nos foram descritas por seres humanos,por isso, temos de ter critério ao analisá-las.
No entanto, agora que Gaia está sendo liberada dos grilhões da idade das trevas, seus seres humanos estão cada vez mais se juntando às fileiras de suas plantas, insetos, animais e elementais nessa viagem para a quinta dimensão. Aqueles de vocês que abriram suas mentes para o processo de despertar estão começando a absorver maiores freqüência de luz. Na verdade, a luz não é a maior freqüência porque é multidimensional. Ela contém todas as freqüências, incluindo o quantum, a freqüência zero.

É na quinta dimensão e além, bem como no ponto zero, que as energias da humanidade são desafiadas. Nós estamos sendo desafiados porque essas energias são novas para os nossos cinco sentidos físicos. A percepção ampliada de nosso Ser Multidimensional pode facilmente perceber as ondas de energia cósmica de torção fluindo do buraco negro no centro da Via Láctea, o portal aberto do Centro Galáctico. Por outro lado, estas ondas são uma experiência única para o nosso ego/personalidade que está relutando em receber, traduzir e integrar estas freqüências de luz/informação, mesmo quando nossa Alma/SER entende, mas não compreende.

7-Quanto tempo levará ainda a transição planetária terrestre no ponto em que a consciência humana se encontra?
A Mudança é uma revolução na consciência humana. É o despertar espiritual e criativo da humanidade. Na consciência da Nova Realidade que começa tímidamente a emergir , experienciamos novas perspectivas de conhecimento, novos níveis de criatividade, começamos a questionar tudo, queremos aprender, debater, formar grupos de estudo, queremos informação para decidir ,não somos mais conduzidos e seguimos os nossos corações para fazermos as nossas próprias contribuições significativas para a melhoria do mundo.Há estágios específicos na evolução da humanidade, tanto ao nível individual, quanto ao nível social.
E como estamos hoje?
Se considerarmos que precisamos de uma quantidade significativa para que haja uma mudança real, ainda estamos lá atrás;não temos ainda uma consciência alimentar desenvolvida, temos uma sociedade ainda machista,preconceituosa, dogmática,beligerante,indisciplinada e altamente manipulável, haja visto o que se compra, o que se assiste, o que se conversa e o que deseja, em sua grande maioria.
São pouquíssimas pessoas ainda que tem esses paradigmas desenvolvidos ou em processo de concientização; isso é fácil de constatar nas pesquisas de mercado que são feitas para introduzir novos produtos, nas redes sociais cada vez mais voltadas para o exibicionismo pessoal e terreno para divulgar racismo,preconceito,individualismo e patologias psicóticas estranhas, nos índices de doenças por má alimentação e vícios que crescem,na mídia que cada vez mais tem participação e influência ativa no dia á dia das pessoas;isto está ocorrendo AGORA e para quem não participa destas coisas, tudo soa absurdo e inconcebível que ainda estejamos dessa forma em sua maioria, MAS ISSO NÃO É FANTASIA NEM IMAGINAÇÃO, É A REALIDADE PURA E SIMPLES; Podemos dizer que estes estágios evolutivos estão codificados no projeto da experiência humana, porque eles correspondem exatamente aos principais Chacras ou centros de energia na anatomia sutil de cada ser humano.E a maioria ainda está no Chacra Básico, o primeiro nível, onde a matéria e todos os desejos e paixões humanas estão presentes.
Diante desse quadro assustador, existem também aqueles que não compactuam, mas também em diferentes níveis;temos os conscientes alimentares e ambientais, mas não conscientes sociais;temos os conscientes de que o sistema nos domina( a maioria) mas não tem consciência de que o planeta precisa de ajuda;temos aqueles que são vítimas de si mesmos, de seus desejos materiais, alimentares e sexuais, que ajudam muitas pessoas que precisam e pensam que estão conscientes por isso;tem aqueles que ainda estão presos nos dogmas das religiões, não tem consciência ambiental nem alimentar, mas amam seus animais de estimação e fazem tudo por sua família, até ser indulgente com ela.
Enfim, consciência para uma elevação mais igualitária de todos( não necessariamente igual, pois isso seria impossível, mas pelo menos em bases menos desiguais) ainda não temos e não teremos tão cedo , sem citar datas (atitude pueril), nem prazos estimados(previsões baseadas em jogo de loteria e má avaliação por falta de conhecimento), ou ainda, acreditando que já possuímos esse nível necessário para a ascenção da raça humana á uma dimensão maior que essa; ficamos sonhando acordados com coisas que não vão acontecer agora, tirando o foco da vida em si mesma e perdendo a oportunidade de usar o tempo mais produtivamente, ou seja, vivendo como na Síndrome de Pollyanna (definição; No mundo de Pollyanna, todas as pessoas são boas e o mundo é o melhor possível. Basta que se saiba cativá-las, dialogar com elas e descobrir o melhor de cada uma.
Quando se vê numa situação vexatória ou humilhante, joga o “jogo do contente”; Adotar essa atitude em face de problemas e de casos em que se imagina uma coisa que na realidade não é,pois os fatos não corroboram, pode ser sinônimo de fuga da realidade, de visão imatura ou distorcida da vida. Perde-se um tempo enorme vivendo desta forma e deixando de tomar as atitudes que mudariam a vida dela, de fato). Portanto olhando sob este prisma REAL e não ILUSÓRIO, vamos ter muitas décadas (ou mais,sem precisar quando) para sair deste atoleiro em que nos metemos (a maioria nem sabe que está em um).

8-Algumas canalizações nos indicam que estamos em tempos maravilhosos e que a mudança dos paradigmas terrestres são iminentes. Até onde isso é verdadeiro? Qual critério devemos usar para analisá-las?

 A diferença entre a verdade é a mentira é um abismo profundo, e podem fazer cair nele os que parecem ser sábios e são apenas os fantoches dos espertos seres trevosos. Há quem goste de ser enganado e aceita qualquer informação que essas hostes lançam sobre os seres humanos, em maioria despreparados, promovendo a alienação e muita confusão. Está havendo a possibilidade de ‘transmutação de karma’, na forma de trabalho,conscientizaçao e fraternidade; é diferente de todo mundo “estar limpo e santificado”.
Não tem como sacudir as cabeças dos seres humanos  e tirar essa massa de informações irreais sobre muitos aspectos que vem sendo difundidos, dando ‘vida’ a essas estratégias de persuasão dos seres humanos através de uma espécie de “lavagem cerebral coletiva”;As verdades  maquiavélicas de se forjarem informações sobre a transição planetária tem que ser ditas e, em breve, irão substituir algumas “lendas plantadas de paraísos maravilhosos na Nova Terra” e serão aceitas pelos mais previdentes,conscientes e cautelosos, os que conhecem as infiltrações ardilosas nos terrenos mentais(extremamente frágeis e sem intelecto para discernir) da maioria dos seres humanos.
Portanto devemos ler e absorver com muito cuidado, separar o joio do trigo, procurar ler nas entrelinhas, não se cobrir de expectativas que podem levar á frustração depois, procurar fontes fidedignas(auxiliadores espirituais da Nova Era-série do blog, por exemplo) e mesmo assim, saber filtrar,pois todas as mensagens passam pela mente do canalizador e refletem os seus desejos mais íntimos, que muitas vezes diferem do conteúdo real da mensagem,inclusive omitindo dados e/ou fatos que possam divergir do próprio canalizador.
9-Quais atitudes da humanidade indicam um aumento de consciência significativo?
Ainda estamos em fase de expurgos,  apesar de que  muitas notícias e preparo da humanidade para irem se apossando de suas liberdades, suas novas frequências, seus direitos adquiridos, são reais; mas muitas são armadilhas para uma “alienação forjada”;Quando muitos estão com véus na mente e substituem o amor pela negligência consigo mesmos, uma negligência mental de encarar realidades e o trabalho que deve ser feito dentro de si mesmos.Muitos estão gostando de serem tolos e imprevidentes, pois a idéia de que sairão daqui para seus “lares dimensionais de quinta dimensão” os deixam seguros e livres de responsabilidades e que não requer esforço nenhum da parte deles, já que está predestinado a acontecer.
Conhecer os aspectos dos mundos de dualidade, ter recebido informações sobre a transição planetária, ter recebido revelações sobre os dirigentes cósmicos do planeta e sobre o funcionamento das leis universais, sobre a ação dos extraterrestres no passado e no presente, saber que devemos estar sintonizados com a luz e tudo o mais que estudamos tanto, não modifica nossa essência de forma profunda com regrinhas  tão simplistas como essas;Temos de tomar a decisão de fazer o trabalho de “escancarar” os fatos, falar do que é real no tempo presente de nossas vidas,doa a quem doer, e com isso,  dar uma chance a muitos de se salvarem de sua própria ignorância sobre si mesmos e sobre tudo o que vem sendo veiculado.
 
Façamos um teste rápido;se todas as pessoas conscientes ou mais ou menos despertas conseguissem fazer com que as inconscientes  deixassem de tomar refrigerante, de tomar bebidas alcoólicas, de fumar, de comprar produtos que se sabe notóriamente fazerem mal á saúde, de parar de frequentar templos de consumo e templos religiosos como ovelhas no rebanho POR APENAS UM ÚNICO DIA NO MUNDO INTEIRO, o que aconteceria? quais os prejuízos financeiros das elites dominantes?o que isso acarretaria como sinalizador de que não toleraríamos mais estas coisas que tentam empurrar pela nossa goela abaixo?
 
Outro teste; imaginemos que todas as televisões do planeta se desligassem e as pessoas buscassem outros tipos de entretenimento, sugeridas pelas pessoas já despertas ou em processo de despertar, e qual nível de aceitação isso traria? Provavelmente  muito poucas pessoas mudariam seus hábitos pois são escravos incondicionais da telinha.
As atitudes que indicam o aumento de consciência estão descritas nesta resposta;as que devem ser feitas, as que não serão feitas e as que podem ser feitas;cabe a cada leitor se encaixar em uma delas…e testar seu nível de consciência….um teste básico, mas revelador.
10-Devemos confiar em previsões otimistas ou pessimistas?
A Transição Planetária traz a mensagem para a Terra sobre a Recuperação dos Sistemas Naturais(todos);O momento de desequilíbrio natural pode ser recodificado. Para quem  acredita na luz, nas órbitas, galáxias, universos e na criação infinita, existem muito mais recursos disponíveis do que os já conhecidos e praticados pela ciência moderna. Para o restabelecimento do nosso sistema planetário é preciso freqüências de defesa para elevar o nosso planeta destas causas desarmônicas.
A impotência maior advém das crenças e limitações da consciência materialista. Somos seres eletromagnéticos e imortais com nossa propagação iluminada. Portanto podemos e devemos influenciar todos os sistemas de forma concisa, direcionada e focada, portanto otimista. Enquanto acreditarmos no que é limitado, não estaremos usando de nossas condições Crísticas ilimitadas; brilhar, irradiar, conectar-se com a fonte para reconstruir sistemas com identidades de planos de existências mais harmônicos faz de nós seres co-criadores com a Criação .
É o Amor verdadeiro e livre que nos conecta às forças cósmicas de regeneração das camadas de proteção e às energias de reconstrução. Somos livres para gerar ou desperdiçar,porém o domínio das forças desarmônicas já pode ser evitado e aprisionado. Por esse lado, podemos ser pessimistas pela dificuldade do trabalho, pela falta de colaboração da maioria dos seres humanos e pela presença de poucos trabalhadores da luz, ainda que ativos, mas em baixo número perto da maioria inconsciente. Para o otimismo  superar o pessimismo, temos muito ainda que trabalhar dentro e fora, ao lado e ao centro de tudo isso que já foi dito em tópicos anteriores.
11-Quais as chances do planeta ascender em um tempo relativamente curto?
Tudo depende da velocidade do aumento de consciência, mas pelo que foi comentado anteriormente, a resposta é não;se considerarmos o tempo linear, sem sermos fantasiosos para mais ou para menos e começar a divulgar datas sendo pretensiosos, diremos que pode levar um tempo considerável, se levarmos em conta os tópicos da primeira pergunta;estamos na fase da instalação dos ciclos e ainda temos muitas fases para serem implantadas.
Nos tornarmos conscientes do fluxo da Luz de nossa Alma em nossa vida diária, conseguir ouvir as instruções e sugestões que virão das Fontes Superiores, aprender a confiar nestas instruções e a fluir com as sincronicidades, desejos e milagres que ocorrem no fluxo da parceria criativa entre o Eu Superior e o Ego/personalidade como Mestre da Luz…. isto é ascender á planos superiores, não é só a parte sócio-geo-política-moral-ética do planeta. Isto é o que significa viver uma vida “emocionante”, onde cada dia está cheio de paixão e de luz, com a orientação da Alma e do Eu Superior.Para que tudo isso ocorra e possa ser chamado de ascenção, levaremos um bom tempo linear ,ainda.
12-O que poderá mudar na nossa vida cotidiana, a partir do momento que existam mais e mais despertos no planeta?
Vamos usar o exemplo do que diz Joel Barker, que é um pesquisador independente e futurista; ele foi o primeiro a popularizar o conceito de mudanças de paradigma e ficou  conhecido mundialmente como o “Homem do paradigma”; seus programas de formação são extraordinários sobre o futuro. Eles foram traduzidos para 14 línguas e são best-sellers internacionais para mais de uma década. Além disso, Joel Barker tem trabalhado com várias organizações em todo o mundo, assim como com nações como Cingapura, Venezuela, Canadá e Peru.Uma frase muito procedente para este post é essa;
“Uma visão sem ação não passa de um sonho. Ação sem visão é só um passatempo. Mas uma visão com ação pode mudar o mundo;Aqueles que dizem que algo não pode ser feito deveriam sair do caminho daqueles que estão fazendo.”
Essas duas frases resumem o que temos de fazer para que tenhamos a mudança que queremos ver;Isso mudaria tudo o que vemos hoje, pois o poder está em nossas mãos, escolher mal ou bem, fazer ou não fazer, tudo depende destas duas ações.
13-Como podemos ajudar, cada um de nós, para aumentar o nível de consciência planetária, afim de acelerarmos o processo de mudança?
Primeiramente estudando muito, dedicando nosso tempo livre para estudar os problemas do mundo e como podemos ajudar/contribuir para resolvê-los perto de nós mesmos, já que os maiores problemas da humanidade reverberam em cadeia e vem parar ao nosso lado; aumentando a conscientização das coisas mais básicas do ser humano(alimentação, mídia,manipulação e religião), de como se libertar do lado negativo delas e escolher o lado positivo e como podemos divulgar e influenciar positivamente outros que ainda não estão despertos. Solicitar ajuda, participar de grupos, Ongs e comunidades, que estejam ensinando os mais básicos e novos paradigmas de vida, é uma forma de ajudar e muito nesta Transição pelo qual o planeta está passando, fazendo com que as pessoas parem e pensem, decidam por si mesmas e descartem,por si mesmas também, tudo aquilo que as oprime, manipula,induz e decide por elas.
 14-Qual o papel dos extraterrestres na Transição Planetária?
Se observarmos a história da Humanidade verdadeira, não aquela manipulada que nos legaram as escrituras e ocultação de informações, os extraterrestres estão presentes na maioria dos locais como Egito, Península de Yucatán(México e América Central), na Ìndia, Àsia, Rússia e EUA, com o famoso caso de Roswell e outras aparições com abduções famosas e descrições na Bíblia, atribuídas á Deus e anjos; portanto, isso deveria já ser bem mais aceito pela humanidade neste século XXI, mas ainda estamos brigando entre nós se existem ou não existem, e isso é também resultado da negação de cada um para ter de demolir suas crenças religiosas, já que é isso que vai acontecer quando tivermos um contato efetivo á nível planetário,ou seja, ao mesmo tempo em todos os cantos da Terra. Existem duas possibilidades quanto aos extraterrestres: os elevados moral e tecnologicamente e os elevados apenas tecnologicamente.
Os primeiros são membros da Confederação Cósmica ou Galáctica e nos observam muito atentamente. Contudo, visitam a Terra a milhões de anos, como bem comprovam provas arqueológicas como fósseis com pegadas de botas do período pré-cambriano, quando não haviam hominídeos por aqui, desenhos rupestres desde 17000 anos atrás. Atualmente, estão presentes e, a cada dia, mostrando-se mais  entre nós; Acreditamos que a missão deles é nos acompanhar neste período difícil de transição, pelo qual eles mesmos já passaram, sem interferir, mas nos apoiando em encontrar soluções para nossos problemas.
Mas não podemos achar que eles serão a solução dos nossos problemas, muito pelo contrário;nenhum povo extraterrestre com uma espiritualidade elevada vai interferir em um planeta que passa por uma Transição tão difícil como a nossa e ainda nos primórdios dessa Transição, seria totalmente catastrófico; Precisamos ter isso em mente e nos focar em resolver nossos problemas aqui mesmo, neste momento , e buscar soluções para nossas dificuldades e aumento de consciência, que é o maior problema de todos.
15-Quando poderemos ter um contato efetivo e pessoal com os povos das estrelas?
Este contato oficial foi previsto por muitos especialistas como David Wilcock e o Dr Michael Salla em 2008 e não aconteceu; muitos países começaram a divulgar timidamente seus arquivos extraterrestres, porque não conseguem mais ocultar a verdade da humanidade, dada a quantidade de aparições, algumas até constatadas por oficiais fora do sistema de defesa; os relatos dos astronautas das missões espaciais também vazaram e muitas abduções foram comprovadas por hipnose;
Porém, os próprios extraterrestres espiritualizados sabem da dificuldade de um contato desta magnitude ,para a compreensão e elevação da raça humana que ainda está muito aquém de  uma consciência verdadeiramente pronta para assimilar este tipo de contato;os outros tipos de raças que visitam nosso Orbe para negociar com governos,nos observar e abduzir para testes e permutar tecnologia, esses não tem a menor preocupação conosco em termos de Transição, muito menos em nos ajudar e sim, pilhar,interferir e causar tumulto e descrença. Diante de tudo isso,ainda precisamos fazer a Transição, instalar os ciclos, vivenciá-los e depois, mais preparados mental e socialmente, conseguirmos entender este paradigma extraterrestre afim de nos fazer evoluir com ele. Não podemos falar de tempo linear e sim trabalhar nossa consciência para que este tempo seja encurtado,mas sem ilusões.
Resultado de imagem para imagens sobre a transição planetária
Visão Pessoal…

Esse é o espírito da Ascenção Planetária em fase de Transição,que estamos aguardando á milênios, e nós somos os pioneiros que estão presenciando os ciclos de instalação,que são as diretrizes e bases para uma Nova Terra;isso não quer dizer que ela vá estar pronta em pouco tempo, apesar da enorme ansiedade dos Trabalhadores da Luz em todo o mundo,mas os mais conscientes e despertos sabem o tamanho do desafio que tem pela frente;não será nem por tempo ou problemas enfrentados que devemos desistir de criar neste planeta uma nova raça com uma nova consciência, expandida,livre e cada vez mais  espiritual, já que ainda somos circuitos biológicos com potencial de tornarmo-nos Espírito,pois temos em nós a centelha da Fonte Primordial.

Mas temos que ter em mente a dimensão deste trabalho e não nos tornarmos vítimas dele pela super idealização de um futuro que achamos, (por falta de conhecimento global do processo de Transição), que está próximo ou pela distância temporal linear imensa que ainda nos separa do momento do apogeu do planeta.Evolução significa transformação. Quando eu olho para a natureza, tenho a impressão de que as forças naturais tendem a buscar um estado de harmonia, ainda que esse estado seja temporário. Mas, enquanto esse estado de ordem relativa não é atingido, vemos, em maior ou menor grau, um certo caos.

Vejo isso, também, nos processos sociais. Até que a sociedade atinja determinado estado, passamos por revoluções, protestos e até mesmo revoltas. Mas, para que as transformações necessárias ocorram, é necessário não apenas que os governantes ouçam, reflitam, debatam e se empenhem, de acordo com os mecanismos legais,(o que deveria ser o certo, mas muitas vezes não é ,exatamente pela falta de consciência reinante) em atender a esses apelos. Mais do que isso, todos nós precisamos fazer a nossa parte, dentro da nossa esfera de ação.Cientes disso, não podemos nos limitar a protestos e manifestações populares.

É necessário assumirmos de vez, diante da sociedade, um papel proativo, atuante no bem, mais produtivo. É necessário também uma participação marcante, que faça a diferença, para além do nosso círculo habitual de relações,sendo enérgicos e decisivos quando for preciso, mas sempre de forma pacífica. Só assim estaremos aptos para uma interação global, massiva com seres de outros planetas. Mas, na minha opinião, para isso não há data marcada. Acredito que esse intercâmbio ostensivo com os extraterrestres ocorrerá, mas gradualmente.

Já pensou se os seres extraterrestres aparecessem em massa, de uma hora para outra? As consequências poderiam ser trágicas, com suicídios de famílias inteiras e mesmo de grandes participantes de determinadas denominações religiosas,muitos iriam se aproveitar da situação para virarem outro Messias,religiões com base na vida dos extraterrestres seriam formadas e muitas pessoas os cultuariam como deuses novamente; As esperanças estão nas futuras gerações, que com certeza estão sendo preparadas para essa nova fase evolutiva. Mas, se não fizermos nossa parte, hoje, a transição será ainda mais lenta e dolorosa.

Monicavox

Recomendo…

Imagem relacionada

Resultado de imagem para Imagens sobre livros sobre a transição planetária

Imagem relacionada

 

STARGATE

O QUE É UM STARGATE?

Um dos maiores paradigmas que foram escondidos da humanidade (entre muitos outros) é a existência de Portais Estelares ou Stargates.
Estas “portas” que nos comunicam essencialmente com outras faixas de freqüência sempre existiram no planeta Terra. Quando falamos de faixas de freqüência, falamos também de matéria,e esta matéria vai estar de acordo ao “campo de realidade” que esta sendo acessado, ou seja, pode também funcionar em um universo ou “matriz de tempo” de terceira dimensão.Ao contrário do que pensam muitos místicos ou seguidores da nova era, estes portais, no caso da terceira dimensão, existem de uma forma real e são manipulados e controlados através de sofisticados sistemas eletrônicos e com tecnologia extraterrestre que foi revertida pelos muitos contatos que o governo oculto fez com diferentes tipos de ETs.Em um nível mais sutil, (mas ainda físico) estes campos de energias ou Stargates, são verdadeiros caminhos ou vias que temos para navegar dentro da galáxia;estar no controle destes portais quando ainda não se tem uma evolução maior, traz conflitos e bloqueios para muitos mundos e civilizações.
ANNUNAKI NUM PORTAL?
Este relevo no Museu Britânico mostra o Rei  Anunnaki Ninurta em um Portal. Ele está claramente usando um dedo para empurrar algo na parede do Portal (3) .Ele está ativando o Portal? Sua pulseira é muito parecida com um relógio de pulso moderno (2) e o emblema em volta do pescoço corresponde ao projeto do Monte Meru e é muito semelhante ao nosso símbolo de radiação moderna. Estes símbolos tem sido identificados como também representando o poder do “Estrela Negra” ou planeta X.Leia o texto abaixo para entender esta história;
 

De acordo com textos bíblicos, há um portal escondido para o “Abyss” ,o “abismo” nas proximidades do rio Eufrates, um portal estelar da sorte. Está lá, sepultado sob as ruínas da antiga Mesopotâmia cidade de Eridu, há milhares de anos. Este abismo mencionado na Bíblia, é também referido em textos sumérios como o “Abzu”, e é associado á um deus sumério conhecido como “Enki-Ea.” …. O Abzu Engur, é ainda descrito como uma porta de entrada a partir do qual Enki-Ea chegou à Terra e sobre o qual ele construiu o Templo de E. ABZU em Eridu, para facilitar seu uso. Sim, foi isso que eu disse: o uso.

Em vez de uma cena de templo simples envolvendo o chefe Anunnaki dos sumérios, Anu e seus dois filhos, Enlil e Enki, o pesquisador William Henry propõe que a cena representa um dispositivo de transporte usado por Anu e outros seres da elite Anunnaki. Sendo assim, esse dispositivo tecnológico provávelmente seria localizado na cidade suméria de Uruk, que era a cidade de fundação da civilização suméria e a casa de Gilgamesh, o famoso rei da Epopéia de Gilgamesh.Zecharia Sitchin, e alguns outros autores como David Childress que discutem as várias tecnologias usadas por extraterrestres e civilizações antigas, não percebeu a grande significância desse Stargate em suas próprias traduções dos textos e nas investigações do meio de transporte desses extraterrestres.

Esses pesquisadores se basearam no velho paradigma convencional onde o meio de transporte seria realizado com  veículos lançados por foguetes. Sitchin foca sua pesquisa em sólidos foguetes e espaçonaves em sua descrição dos Anunnakis e suas várias viagens de ida e volta para a Terra. Por exemplo, para descrever o transporte usado pelos Anunnakis em mover-se entre a sua terra e outros locais de suas bases no espaço, Sitchin escreveu: “Os textos revelam que trezentos deles – O ‘ Anunnaki do Céu’ , ou Igig- eram verdadeiros astronautas que ficaram á bordo da espaçonave sem realmente desembarcar na Terra. Orbitando a Terra, estas espaçonaves lançavam e recebiam as naves menores  de/e para a Terra “.

Outras inscrições sumérias mostram claramente seres em frente de uma porta apertando algum botão. O mais famoso o painel em alto relevo do deus Anunnaki.

Nirurta, que se encontra atualmente exposto no Museu Britânico(ver gravura acima, evidenciando os artefatos),evidencia que ele está usando o dedo indicador para apertar um botão na frente dessa porta. Seria esse um Stargate ou a porta que permitiria ele viajar para outros locais? O intrigante ainda é a riqueza em detalhes dos acessórios, como uma espécie de cetro  na mão, um relógio de pulso, muitíssimo similar aos modernos e os símbolos de alguns astros como o sol e a lua e um outro planeta nessa porta, assim como os símbolos da vestimenta, inclusive um muito similar ao moderno símbolo de elemento radioativo, que se acredita ser o símbolo representativo dos 4 continentes da Terra.Portanto,  pode-se concluir que houveram duas formas de transporte utilizados pelo Anunnakis. Uma delas era uma forma de tecnologia baseada em foguetes,  familiar para nós, que foi utilizado pelos Anunnakis que moravam  na Terra e administravam a Terra e a humanidade de acordo com os regras que seus companheiros espaciais ditavam.

Outra tecnologia de transporte era o Stargate que presumívelmente foi utilizada apenas pela classe mais alta dos Anunnakis, que não realizavam as tarefas de recolher os recursos da Terra e enviá-las a base dos Anunnakis residentes no espaço. Interpretando o texto babilônico “Epopéia da Criação”,  podemos ter uma idéia da maneira como as tarefas eram distribuídas e a hierarquia dos Anunnakis funcionava  na maneira que o ‘deus supremo’ Marduk, delegava tarefas a seu subordinado Anu, que era o chefe do Anunnakis:

Delegados por Anu, para executar suas ordens, foram designados trezentos Anunakis nos céus  estacionados como guardiões dos caminhos da Terra para o espaço ,e na Terra,  seiscentos que residiriam aqui.  Assim, os Anunnakis operaram postos avançados na terra e no espaço para manter seu controle sobre o planeta. Dada a hierarquia rígida de autoridade descrita por Sitchin em sua análise detalhada dos Anunnakis e suas interações com os outros e com a humanidade, é provável que o Stargate teria sido venerado e um assunto temido pelos Anunnakis residentes na Terra e a humanidade, que ficaram apenas observando sua operação, mas não eram autorizados a usá-lo.

Dessa forma, teria existido um número limitado de Stargates em todo o planeta, como o  Stargate sumério localizado na mais importante das antigas cidades sumérias – sendo mais provável o da antiga capital de Uruk, lar dos reis antigos, que está localizado no sul do Iraque.

Significativamente, após um período de calmaria de 12 anos em escavações, uma equipe de pesquisadores alemães retomou em 2002  as escavações na cidade soterrada de Uruk. Usando um magnetômetro, que é capaz de detectar a presença de artefatos e objetos feitos pelo homem sob a terra, e um sistema poderoso de computadores na Alemanha, os geofísicos alemães foram capazes de mapear as estruturas enterradas que se alastravam 5,5 Km2 da antiga, que foi onde a civilização suméria começou.

  1. Um evento importante nas descrições sumérias dos Anunnakis, foi a última saída para o planeta durante uma série de eventos cataclísmicos que culminaram no período 1800-1700 aC. Com efeito, os arqueólogos convencionais apoiam a visão de que havia um evento cataclísmico regional que ocorreu naquela época. Se, de fato, havia dois modos de transporte utilizados pelos Anunnakis, quando a maioria dos Anunnakis residentes/moradores deixaram a Terra usando foguetes convencionais, a elite Anunnaki provávelmente o fez usando o Stargate e o fechou. Previsívelmente, dada a reverência e temor em torno do Stargate, ele não teria sido deixados sem proteção no período de transição entre a sua saída e sua reativação com o retorno profetizado dos Anunnakis.

Em suma, as informações disponíveis sobre a ‘Profecia do retorno dos deuses ” pode ser entendida que significam um marco importante no crescimento da civilização humana. A  ‘Profecia do retorno’ pode ser interpretado literalmente ou metaforicamente para significar um retorno físico dos ‘deuses’ Anunnakis; o retorno de um décimo planeta misterioso para o sistema solar; ou um rápido crescimento na consciência da humanidade assim como o sistema solar entrando em alinhamento com o plano galáctico. Apesar da controvérsia sobre o que precisamente essa ‘Profecia do retorno’ significa, os fatores em tal retorno cuja maioria se referem à atual situação política mundial e a intervenção militar americana que ocorreu no Iraque ,podem ser identificados e analisados. O primeiro fator é que um artefato tecnológico para o transporte de ETs, um Stargate, ou algum outro artefato extraterrestre muito importante, que poderia estar enterrado no deserto do sul do Iraque, que, presumívelmente, iria desempenhar um papel na ‘Profecia do retorno dos deuses “. Em segundo lugar, é possível que haverá um retorno de um décimo planeta que desempenha um papel crítico no retorno dos Anunnakis e/ou que tem um impacto significativo sobre o ambiente global. Finalmente, existe o potencial para uma rápida aceleração da consciência humana como abordou o fim do calendário maia em 2012 .

AS OCULTAÇÕES E PESQUISAS GOVERNAMENTAIS SOBRE O STARGATE DO IRAQUE

De fato, a ação do governo americano em todas épocas da história conduzem a um ponto geográfico único. Isso foi nitidamente percebido desde a Primeira Guerra Mundial. Na época, os EUA convocaram milhares de americanos para irem batalhar contra outros países sem mesmo eles saberem o motivo do conflito, que sómente foi revelado no pós-guerra. A única exigência americana era ficar com a Palestina, uma região que em 1948 foi dividida em três partes: uma parte integra o Estado de Israel, a outra,  a atual Jordânia e duas outras a porção da Faixa de Gaza e da Cisjordânia, vizinhos do atual Iraque.Se realmente existe um Stargate no sul do Iraque, que irá desempenhar um papel na tal ‘Profecia do retorno dos deuses “, então é mais provável que as organizações do governo oculto e secretas que influenciam grandemente (ou controlam) a administraçãodos EUA, estão cientes da existência e do papel deste Stargate. O Presidente do Iraque na época do conflito militar com os EUA, Sadam Hussein,(ver abaixo estudo do Dr Michael Salla) provávelmente também conhecia ou tinha ciência da existência de um Stargate como pode ser constatado por seus projetos arquitetônicos, todos com a intenção de reviver a grandeza das primeiras civilizações mesopotâmicas e cimentando o seu lugar como o restaurador da glória do passado do Iraque. Mais significativamente, a permissão que ele concedeu para um time alemão de arqueólogos poderem retomar escavações na cidade suméria de Uruk após o mapeamento subterrâneo detalhado, sugere que este pode ser o local do Stargate da Suméria. Este conhecimento de um Stargate enterrado, também pode ser parte da razão pela qual o governo alemão ter sido publicamente contrário de uma  intervenção no Iraque. Se de fato, tanto o antigo regime de Saddam Hussein e o governo dos EUA acreditam que um Stargate está enterrado nas areias do sul do Iraque, então existe provávelmente uma corrida para ter acesso a ele e para controlá-lo. A tese de William Henry é que este foi de fato a base política do conflito militar americano no Iraque.

Acredita-se que, do ponto de vista da administração americana, o controle do Stargate Sumério  permitiria que as organizações de governo ocultas  continuassem a sua campanha global de ocultação da presença de Extraterrestres no planeta. O controle desse Stargate daria presumívelmente para as organizações do governo oculto ,maior alavancagem com as raças de ETs que estão atualmente interagindo com o planeta, ou estão previstas para chegarem em algum evento relacionado com a ‘Profecia do retorno dos deuses ‘.

Zecharia Sitchin acreditava na tese de que a antiga presença de ETs na Suméria, combinada com a noção de uma variedade de dispositivos de transporte extraterretres descritas por outros autores em suas pesquisas de antigas civilizações, e a retomada das escavações arqueológicas da primeira capital suméria – Uruk – em 2002, deu suporte na tese de William Henry de um Stargate que estaria enterrado nas areias do sul do Iraque. Isso fornece informação contextual importante que é útil para compreender as verdadeiras motivações das intenções militares na região, tanto de americanos como também, de outros países.

A VOLTA DOS ANNUNAKI?

Uma grande quantidade de fontes relevantes descrevem a presente era em termos de uma ‘Profecia do retorno dos deuses Anunnakis‘. A noção de uma ‘Profecia de retorno’ no contexto da antiga presença Anunnaki varia de significado de acordo com três diferentes perspectivas. A primeira perspectiva é baseada simplesmente na idéia dos deuses ou ‘Anunnakis‘ retornando físicamente para retomar um papel de destaque em influenciar os assuntos humanos e fiscalizar o uso dos recursos do planeta. Em tal cenário, a primeira onda de Anunnakis chegaria para criar as condições favoráveis para o retorno antecipado da elite Anunnaki. Isso envolveria o primeiro Anunnaki morador  retornando e ativando o Stargate sumério que seria necessário para o retorno de seus líderes. Presumívelmente, isso seria anunciado como um evento sagrado e que deveria ser comemorado por toda a humanidade(?).

 O PROJETO MONTAUK-CONTRUINDO UM STARGATE?

Essa imagem acima, é da parte externa de projeto Montauk. O Projeto Montauk foi acusado de ser uma série de projetos secretos do governo dos Estados Unidos realizado em Camp Hero ou Air Force Station em Montauk, Long Island, com a finalidade de desenvolver técnicas de guerra psicológica e investigações exóticas, incluindo a viagem no tempo, viagem no hiperespaço, invisibilidade a luz visível, infravermelha e radar. Dizem(?) que foi fechado em 1983.

Vemos acima uma foto do Golfo de Adem;Agora, o que o Projeto Montauk e o Golfo de Adem tem em comum?

Um vórtex interdimensional ou seja…um STARGATE.

O que é a ficção e o que seria a realidade em nosso mundo? Muitos filmes de cinema retratam situações incríveis, como a invasão do nosso mundo por alienígenas, viagens no tempo e mesmo passagens para outra dimensão e época através de portais. Mas, e quando chegar o dia em que descobrirmos que os fenômenos expostos como ficção científica, ocorrerem de forma real, inclusive ameaçando o nosso mundo de uma forma verídica? A notícia a seguir é justamente sobre esse tipo de acontecimento, o qual mistura ficção com realidade, podendo ser inclusive mais um sinal de que uma grande mudança ocorrerá em nosso planeta. Então apareceu o Wikileaks. Um relatório do almirante da Frota do Norte russa Maksimov, do primeiro-ministro Vladimir Putin, disse que um misterioso vórtice magnético atualmente focando no Golfo de Aden desafiou todos os esforços combinados da Rússia, os Estados Unidos e a China a fechar e verificar a causa exata de sua origem. A especulação é que o vórtice do Golfo de Aden possa ser um Stargate, aparelho anular supercondutor que permite viagens pelo “subespaço”, através de um buraco-de-minhoca estável, com destino a outro aparelho idêntico localizado a uma vasta distância do primeiro (outro sistema estelar ou uma dimensão paralela, por exemplo).

Segundo o relatório, os cientistas dos EUA começaram a notar a formação do vórtice no final de 2000, após o que os norte-americanos estabeleceram uma base de operações no Chifre da África, o Djibuti, a maior cidade da república da capital de Djibuti. Desde a sua descoberta em novembro de 2000, o centro de Aden começou a se expandir  e no final de 2008 ,incentivou os Estados Unidos a publicar um relatório especial alertando o mundo sobre este acontecimento misterioso; em resposta forças navais das seguintes nações se dirigiram à área: Marinha Real Australiana  de Guerra,  Marinha belga ,  Marinha do Canadá,  Marinha de Libertação do Povo (China), a frota de guerra da Marinha Real da Dinamarca, da Marinha Francesa, Marinha Alemã, Marinha grega, a Marinha da Índia, Marinha da República Islâmica do Irã , da Marinha italiana, as Forças Marítimas de Autodefesa do Japão, República da Marinha da Coréia (Coreia do Sul), a frota de guerra da Marinha Real da Malásia, Marinha Real Holandesa de guerra, a Marinha do Paquistão, da Marinha Portuguêsa, Arábia Royal Navy, a Marinha Russa, a Marinha da República de Singapura , da Marinha Espanhola, da Marinha sueca, a  marinha de guerra da Royal Navy tailandêsa, da Marinha turca,  a frota de guerra da Marinha Real Britânica e a Marinha dos Estados Unidos.

Usando o pretexto de que estas forças navais eram necessárias para proteger o golfo de Aden de piratas da Somália (que não são realmente nada mais do que jovens homens armados à procura de alimentos, pois este vórtice misterioso destruiu suas zonas de pesca), o Almirante Maksimov relata que esse acúmulo é o maior de seu tipo na história humana. Importante notar é que os 40-60 terremotos que ocorreram no Golfo de Aden, no últimos tempos,também são os primeiros a ter ocorrido na região na história moderna. Na manhã de 15 de novembro de 2010, 43 abalos sísmicos consecutivos foram registrados. Mais importante ainda é lembrar que o Sol registrou uma erupção  solar no dia 14 de novembro do mesmo ano e pode ter conexão. O relatório afirma que todos esses abalos sísmicos variam entre 4,5 e 5,4 graus na escala Richter e quase todos são em profundidade de cerca de 10 km.

Portal Estelar no Golfo de Áden

Golfo de Aden

 

“Estamos colocando extratos de mensagens de Mark Huber sobre os acontecimentos do Golfo de Áden, para ciência e para a nossa avaliação, visto que notícias desta natureza não chegarão tão cedo através de nossos jornais e televisão, totalmente censurados e controlados pelas forças escuras. Para aqueles despertos que acreditam.”

Mensagem atualizada de Mark Huber sobre os últimos acontecimentos:

Há 300 navios no Golfo do Áden ao redor de uma porta estelar que se tornou visível.Nenhum meio de comunicação divulgou ainda esta atividade sem precedentes-’ Domingo 4 de janeiro de 2.009. No Golfo de Áden, uns trezentos navios de “amigos e inimigos” estão situados em círculo ao redor de uma porta estelar localizada no mar profundo que se ativou sobre as águas e possui anéis metálicos visíveis suspensos no céu. Esse evento marca a abertura de um portal interdimensional e multidimensional através do qual estiveram transitando grandes naves com forma de charuto.Quando atravessam uma porta estelar fazem-se visíveis momentâneamente. Considerem a possibilidade de que se trate de uma escalada maciça dos acontecimentos nessa zona e que se fecharam e selaram todos os portais negativos. Isso significa que estas naves em forma de charuto têm que vir de forças galácticas positivas. Um dos pontos de origem mais evidentes é a Rede de Agartha e acredito que estas naves formam parte da Frota de Prata do Senhor Atón, das dimensões mais altas da Terra Interna.Nenhum meio de comunicação falou ainda desta atividade sem precedentes que muda de forma direta nossa história oficial sobre a vida neste Universo – dentro e por cima de nosso planeta. Novo relatório atualizado de Mark Huber sobre os últimos acontecimentos ;”Trezentos navios de diferentes países colocam-se ao redor de uma grande anomalia no Golfo de Áden\’ \’Este acontecimento acaba completamente com a ocultação galáctica dos últimos sessenta anos\’ \’Não há nada que as Marinhas possam fazer para deter isto, mas impuseram um blecaute informativo mundial quase total\’ Segunda-feira 5 de janeiro de 2.009 -Há uns trezentos navios das Marinhas armadas de diferentes países, (EUA, China, Japão, Irã, Reino Unido, etc.) colocados em círculo ao redor de uma ‘anomalia’ descrita como saída do fundo do mar e que criou um vórtice com “anéis metálicos” suspensos, que faz parte de uma antiga tecnologia de porta estelar que esteve inativa durante eons de tempo e que agora se ativou e fez um buraco na atmosfera que não diminuiu durante várias semanas.

Vórtice no Golfo de Aden visto do espaço

 

 

Veremos ao longo do post , as provas, fotos de outros Stargates ao redor do mundo e de civilizações antigas ,esquemas e também, uma análise do CERN ser um projeto de um portal Stargate,com tecnologia extraterrestre e para viagens através da galáxia e no Tempo.

SERIA A VIA LÁCTEA UM ENORME “STARGATE”?

Uma retrospectiva da nossa galáxia -antigas afirmações e recentes descobertas

Em março de 2005, o físico e astrônomo Professor Scott Hyman de Sweet Briar College, tinha feito um anúncio surpreendente. Dr. Hyman e seus colegas, tinham revelado pela revista científica Nature, de que algo extraordinário estava no centro da nossa galáxia, a Via Láctea.Ao analisar as ondas de rádio de baixa freqüência coletados pelo telescópio VLA (Very Large Array), em Socorro, Novo México, em 2002, Dr. Hyman e seus colegas pesquisadores haviam detectado um sinal intermitente que parecia enviado de forma inteligente. O sinal era composto por cinco emissões de rádio altamente energéticas de igual intensidade que duraram 10 minutos cada e apareceram a cada 77 minutos ao longo de um período de sete horas, de 30 Setembro a 1 de Outubro. A descoberta deixou Professor Hyman e toda a comunidade de astrônomos com uma verdadeira dor de cabeça.Os antigos maias, por astrônomos e matemáticos soberbos que eram , também refletiram sobre o que poderia existir no centro da nossa Galáxia. O Maias sabiam exatamente onde ele estava localizado no centro do céu e tinha um glifo/Crop Circle que o representa , chamado Hunab’Ku. Dr. José Arguelles, da Universidade de Princeton, notável estudioso da astronomia Maia, sabia que Hunab’Ku foi descrito como “The Butterfly Galactic” ou Cósmica, onde nasce a vida, onde tudo se origina. Além disso, os Maias, em toda a sua cosmologia e calendários extremamente precisos foram baseadas na existência e localização de Hunab’Ku e eles acreditavam que o futuro da humanidade, no final estaria acontecendo lá, dentro da borboleta Galáctica.

O crop circle apareceu na Inglaterra, em 1996, é o símbolo  Maia “Hunab Ku”, ou do centro galáctico. Para os maias, Hunab’Ku era o Deus supremo e o maior Criador,representando a porta de entrada para outras galáxias além do nosso Sol, e toda a consciência que já existiu nesta galáxia. Hunab Ku, de acordo com os Maias, é também a consciência que organizou toda a matéria, a partir de um “disco girando”, em estrelas, planetas e sistemas solares. Hunab’Ku é a “Mãe Womb”, que constantemente dá à luz novas estrelas e deu à luz o nosso próprio Sol e Planeta Terra. Eles acreditavam que o “Criador” tudo dirige­ e que acontece em nossa galáxia a partir de seu centro, através da promulgação de explosões periódicas de “Consciência Energia”(superondas galácticas). Hoje, os astrônomos modernos descobriram que o centro da nossa galáxia é um “disco girando”, com um “buraco negro” no seu centro que é absorvente, que dá luz ás estrelas, ou a vida. Os rumores do que Dr. Scott Hyman e seus colegas observaram no início de 2005, no centro de nossa galáxia, pode ser conectado com o que eles, os Maias, acreditavam?

Parece haver uma convergência entre o que os maias acreditavam e entendiam e o que os cientistas modernos estão descobrindo sobre a nossa Galáxia hoje. Uma grande diferença é a maneira pela qual os físicos modernos olham, e da maneira com que os antigos maias viam a “Tempo”. Hoje, físicos olham o tempo como uma estrutura linear. O tempo, nas regras modernas, flui em uma linha direta. O tempo pode diminuir o ritmo, de acordo com Albert Einstein, mas sempre vai fluir em uma direção;Em contraste, os maias acreditavam que essencialmente ,o Tempo flui em um círculo. Há um princípio e um fim as coisas, mas há uma renovação no final do ciclo de tempo . Existe uma “periodicidade” para todos os fenômenos que se manifestam. O calendário maia, muito preciso, é baseado nesta regra. Os maias também acreditava que o tempo tinha originado em Hunab’Ku e era controlado por ele. É muito difícil julgar a Mayan Cosmology porque eles deixaram evidências extraordinárias de que os seus métodos de contagem do “Tempo” dão resultados extremamente precisos. Suas pirâmides, como a de Chichen­Itza, no México, são precisamente alinhadas com os solstícios e equinócios anuais, que são causados pela precessão da Terra enquanto estava em órbita do Sol. A Pirâmide de Kukulcan em Chichen­Itza é essencialmente um instrumento para medir o tempo excelente e muito preciso, que nunca deixa de marcar a “precessão dos equinócios” anual.

Astrônomos maias tinham previsto com precisão, mais de 1500 anos atrás, o alinhamento exato da Terra, do Sol, das Plêiades- conjunto de estrelas ,com o centro de nossa galáxia, que teve lugar no final de um ciclo longo, no ano de 2012 na Gregoriana . No calendário maia o dia designado como 4 Ahau 3 Kankin (13.0.0.0.0) caiu em 21 de dezembro de 2012 e este dia marcou o “El Fin de los Tiempos” ou o fim de um longo ciclo, ou o fim de um ciclo ou Um mundo (e não o fim do mundo) em que a humanidade irá experimentar um novo começo. Este dia, de acordo com a civilização Maia e secessão Meso-americano, será o retorno de Kukulcan (Quetzalcoatl), marcado pelo regresso dos senhores das estrelas. The Lords of the Stars serão aqueles que irão trazer equilíbrio para a Terra pela vontade da Fonte (Deus ou Kukulcan). Ela vai mostrar para os povos da terra, vai fazer tremer de forma pacífica os poderosos senhores da guerra (Cabal­Illuminati).Os Maias tinham dito no final do ciclo galáctico e o início do novo ciclo,que a humanidade vai entrar numa nova Idade da Consciência elevada.

A Via Láctea pode ser um  Stargate/ buraco de minhoca ;Um  buraco de minhoca, representaria um atalho no espaço/­tempo, um verdadeiro Stargate. Neste túnel, poderíamos nos dar ao luxo de viajar entre dois pontos no universo a uma velocidade maior que a da luz. Em um estudo publicado no “Annals of Physics” e realizado por cientistas internacionais,essa hipótese avançou e é muito atraente. Não só existem os buracos de minhoca, mas todos nós vivemos em um deles: a Via Láctea seria, de fato, um imenso buraco de minhoca. “Se combinar o mapa de matéria escura na Via Láctea com o mais recente modelo do Big Bang para explicar o universo, e assumimos a existência de buracos de minhoca, o que temos é que a nossa galáxia pode realmente conter um  desses túneis, e que o túnel pode também ser do tamanho da própria galáxia “, diz Paolo Salucci, astrofísico de SISSA, um dos autores do estudo. “Nós também poderíamos viajar por este túnel, já que, de acordo com os nossos cálculos,ele poderia ser navegável,assim como o que vimos no filme Stargate ou Interstelar. Òbviamente, não estamos dizendo que a nossa galáxia é, definitivamente, um buraco de minhoca, mas simplesmente que, de acordo com os modelos teóricos, esta hipótese é uma possibilidade. Além da ficção científica, nossa pesquisa é interessante porque oferece uma teoria mais complexa do que é a matéria escura “. Apenas a matéria escura ainda é um dos maiores mistérios da astrofísica: ao mesmo tempo que nunca foi observada diretamente, mas apenas através dos efeitos gravitacionais sobre a matéria visível, acredita­-se que a matéria escura constitui cerca de 84% do Universo. Como explicado por Salucci,  os cientistas tentam explicar a matéria escura, assumindo a existência de uma partícula chamada neutralino. ” A matéria escura – continua Salucci – poderia ser “outra dimensão”, talvez mesmo um grande sistema de transporte galáctico, semelhante a um verdadeiro Stargate. Em qualquer caso, devemos realmente começar a nos perguntar o que é .
A IMPORTÂNCIA DA EXOPOLÍTICA NESTE CONTEXTO~pelo Dr Michael Salla Ph.D
 A Exopolitica é como um campo emergindo da política pública, que está principalmente baseado na evidência provida por uma gama de fontes que apóiam a idéia de uma presença de ETs, que é conhecida por organizações de governo clandestinas que suprimem isto do público geral e líderes políticos eleitos. A evidência mais importante vem de exército de funcionários do governo que avançaram em dar o testemunho em várias iniciativas não governamentais para promover a revelação da presença de ETs. Enquanto muitos discordam em cima da plausibilidade da evidência disponível e /ou tomam várias posições ,a favor ou contra a existência de uma presença de ETs, sobre a não-revelação do governo desta presença, a  Exopolitica está baseada na premissa que tal debate não deve impedir a discussão das implicações de uma tal presença entre os políticos e o público em geral. Então, quando  examinamos um assunto internacional contemporâneo ,como os EUA conduziram a guerra  no Iraque,  podemos explorar os pontos de vista oferecidos por eles, usando uma análise exopolítica, e considerar a plausibilidade destes por um entender mais inclusivo de política externa, independente do debate contínuo em cima da persuasão da evidência disponível.  O que segue é uma análise de exopolitica das dimensões de uma política de uma presença de ETs histórica, que é pertinente para o Iraque e o EUA conduzindo um ataque preventivo no antigo regime de Saddam Hussein. Administrando esta análise, eu examinarei a evidência disponível de uma presença de ET histórica primeiro no Iraque; então apliquemos esta evidência para entender melhor a situação política contemporânea no Iraque; analisemos as  motivações dos  políticos principais, então no EUA ,previdentemente conduziram  a guerra preventiva contra o Iraque e finalmente concluíram fazendo algumas “recomendações políticas”. O que é  Evidência para uma presença de ETs histórica no Iraque? A evidência disponível mais forte para uma presença de ETs histórica no Iraque vem de tábuas de  escritas cuneiformes ,que registram as convicções e atividades dos Sumérios antigos, cuja civilização começou em 3800  AC. A maioria destas tábuas  cuneiformes relacionam histórias do Sumérios, que interagem com os deuses “deles”(ETs). A maioria dos arqueólogos aceitaram inicialmente que isto eram sómente mitos e pouca importância foi dada á  eles, dando crédito ás convicções míticas-religiosas do Sumérios antigos. Aquele ponto de vista recebeu um desafio principal em 1976 quando o estudante de civilização Suméria, Zecharia Sitchin, publicou a primeira de umas séries de livros, e nas traduções dele  haviam milhares de tábuas sumérias que, em lugar de tratar as histórias dos deuses como mitos, tiveram grande relevância empírica.
STARGATES;PORTAIS DIMENSIONAIS DE VIAGEM NO TEMPO?PORTA DE ENTRADA PARA OUTRAS CIVILIZAÇÕES?
 Em nossa procura pela verdade sobre o tema encontramos paralelos impressionantes, que ligaram civilizações desaparecidas separadas por continentes à milhares de quilômetros. Perguntamos, se seria possível que se comunicassem tais sábios da antiguidade por portais conhecidos como Stargates?
Peru, conjunto rochoso de Hayu-Marca, “A Cidade dos Espíritos”, próximo do lago Titicaca, há uns 35 Km da cidade de Puno, no Peru, localiza-se este incrível portal, povos locais dizem ser um portal dimensional.
Aqui um close do portal de Hayu-Marca, e a sua forma peculiar, visivelmente uma porta que aparentemente não dá acesso a nada, perguntamos o porque os antigos realizariam tal construção sem sentido?também é perceptível um desgaste estranho bem ao centro de tal construção seria o ponto Xda onde alguém através de uma tecnologia desconhecida poderia se converter nesse ponto e viajar através de outros portais?
Aqui veremos algo inusitado, um sacerdote local queima incensos em uma das linhas laterais do misterioso portal e demonstra que os vincos laterais do portal canalizam o ar, o fazendo a fumaça subir por ali sem se perder, funciona como um sistema de fluxo de ar, para algum fim, relacionado ao misterioso portal dimensional.
O Conhecido Stargate The Clues,(abaixo) nestas gravuras onde especialistas e estudiosos do tema apontam se tratar da descrição de um Stargate pelos antigos egípcios;  já percebemos algo similar?
Aqui abaixo, lado á lado, para melhor visualização, descobrimos que se trata da mesma tecnologia, que possívelmente possibilitava a visita de altos sábios desde o Egito aos altiplanos peruanos, percebam o mesmo formato misterioso de ambas gravuras.
Mais outra imagem(abaixo) que vem do Antigo Egito, a centenas de milhares de km de distância do Peru, de acordo com a história oficial, são civilizações que nunca tiveram contato.
Nesta imagem abaixo vemos uma ave representando o elemento ar(que poderia ter referencia a tecnologia que era usada nestes portais) vemos o portal tendo a forma equivalente a do Peru, 7 serpentes um numero mistico e algo que realmente é bem conhecido pelos estudiosos de ufologia trata-se de um OVNI ou UFO.
Aqui mais outra imagem abaixo, nesta não vemos um, mais sim três disco voadores, representado inclusive o seu domo superior ao lado do misterioso portal, vemos também a representação de algum tipo de energia.
Novamente o “portal” e seu formato similar ao do PERU na América do Sul. Seriam as instruções de como funcionaria essa antiga tecnologia? As imagens falam por si só, certamente os antigos sabiam muito bem da existência de outras civilizações do mundo antigo;já eram conhecidos estes portais que interligavam as antigas civilizações e muitos mistérios ainda estão sendo desvelados nessa época em que vivemos.Poderíamos chamar isso de simples coincidências?Claro que não.
Os documentos publicados no site Wikileaks entram no jogo. E o que é revelado é aterrorizante. De acordo com o relatório supostamente preparado pelo Almirante Maksimov da Frota Norte da Rússia, no fim do ano de 2000 um vórtex magnético foi descoberto na área do Golfo de Aden. A Rússia, China e os EUA juntaram esforços para estudar o que ele era, mas descobriram que ele desafiava a lógica e as leis da física. Os EUA monitoraram o vórtex, que permaneceu estável,até que no fim de 2008 começou a se expandir. Isto levou os EUA a enviar um alerta ao resto do mundo, e em resposta maior força naval já reunida na história humana foi reunida. Para lutar contra meia dúzia de jovens escassamente armados em lanchas baratas?”.Claro que não.
A descoberta mais recente de outro Stargate foi noticiada sob o mar perto do país do Iêmen no Golfo de Aden,no dia  5 de janeiro de 2010 (foto acima). No entanto, não foi amplamente divulgado no site de notícias alternativas e vídeos do YouTube, até  algumas semanas após o fato.No entanto, várias fontes de informação afirman que centenas de navios de guerra de uma multiplicidade de governos, incluindo os EUA, Grã-Bretanha, Rússia, China, Japão, juntamente com as forças armadas das nações de muitos outros, estão no Golfo de Aden observando esse stargate agora.Aparentemente, há uma anomalia que parece ser como um redemoinho gigante que se abriu nas águas do Golfo de Aden, talvez criado por algum tipo de vórtice magnético. Este vórtice, acredita-se ser um stargate. Seja o que for, ele certamente tem chamado a atenção demasiada de quase todas as forças armadas do mundo.A justificativa para a descarga de toda essa presença militar em torno do Iêmen, é o mesmo de costume: mais uma célula terrorista da Al-Qaeda. No entanto, juntamente com a ameaça de piratas somalis, esta é apenas a cobertura falsa de uma história para algo muito maior,  podemos estar certos.Parece também que houve recentemente um forte terremoto no Iêmen. Poderia o Stargate e o terremoto de alguma forma estarem relacionados? Provávelmente.
 
Um Stargate ( portal ) no sul do Iraque, ele teria um papel de alguém que ‘profetizou o retorno dos deuses “, então é provável que as organizações de governo clandestinas que influenciam grandemente ou controlam a administração mundial(EUA), estão cientes da existência e do papel deste Stargate ( portal ). É provável que Saddan Hussein, presidente deposto e assassinado do Iraque, também tivesse conhecimento da existência do Stargate, como pode ser inferida por seus projetos arquitetônicos para reavivar a grandeza das primeiras civilizações da Mesopotâmia e consolidar o seu lugar como o restaurador da glória passada do Iraque(?) . Mais significativamente, a concessão de permissão para um time alemão de arqueólogos que retomaram as escavações na cidade suméria de Uruk após o mapeamento subterrâneo detalhado, sugere que este poderia ser o local para o stargate sumério. Este conhecimento sobre um Stargate estar enterrado, também poderia ser parte da razão pela qual o governo alemão se opôs públicamente a “guerra preventiva “contra o Iraque e os Estados Unidos.
Se, de fato, tanto o antigo regime de Hussein e a administração dos EUA acreditasse que um Stargate está enterrado nas areias do sul do Iraque, então é muito provável que houve uma corrida para ter acesso a ele e controlá-lo. A tese de William Henry esta é, de fato, o que apóia a política de continuar o conflito militar no Iraque, mesmo que veladamente com um “governo provisório”instalado e indicado pelos EUA.
Do ponto de vista da administração dos EUA, o controle do Stargate sumério, permitiria organizações de governo clandestinas para continuar a sua campanha global de não-divulgação da presença  Extraterrestre . Este é um indício fortemente implicado pela administração dos EUA, de sigilo e para anular  muitos sobre a Liberdade de iniciativa de informação da administração EUA. O controle do Stargate, além de quaisquer outros Stargates que foram estabelecidos nas capitais de outras civilizações, ou seja, Egípcio, Inca e Asteca, supostamente dá às organizações de governo clandestinas, muito mais força á essas raças de ETs que estão atualmente interagindo com o planeta, ou que tenham sido previstas para voltar à cena em um evento associado com a ‘profecia do retorno dos deuses “. Pelo menos, o controle sobre o Stargate sumério, permitiria ás organizações de governo clandestinas(Elite /Cabala),ditarem o ritmo das transformações globais que as raças de ETs prometeram enviar para a Terra com sua avançada tecnologia, o seu conhecimento superior e aumento de habilidades psíquicas. Pelo antigo regime de Hussein, o controle do Stargate lhe permitiria ativar e cumprir a profecia, facilitando o retorno de uma raça avançada de Et, ou a Elite Anunnaki. 
O presidente Hussein provávelmente imaginava que, em troca de sua lealdade para com a elite Anunnaki, ele seria recompensado com uma posição de autoridade global(?). Talvez ele mesmo se via como uma espécie de “salvador humano”,o que facilitaria o regresso dos deuses e iria resolver todos os problemas da humanidade, e que terminaria então o sistema de organizações de governos clandestinos que perpetuam com a não-revelação da presença dos extraterrestres. Significativamente, os governos europeus, como a Alemanha, e talvez até mesmo a França e a Rússia, poderiam exercer uma maior influência sobre o futuro controle do Stargate, proporcionando cobertura diplomática para o governo Hussein, como um quid pro quo que permitiria a retomada das Escavações arqueológicas em Uruk .
Estes governos e as organizações clandestinas associadas a eles, teriam acesso ao conhecimento sobre a presença extraterrestres; o mais provável é que possuíssem uma profunda desconfiança sobre a disposição dos Estados Unidos para compartilhar informações(?!) e controle sobre o futuro do Stargate sumério e qualquer outra tecnologia ET descoberta no Iraque. A tese de Sitchin de uma presença extraterrestre na antiga Suméria, combinada com a noção de uma variedade de dispositivos de transporte extraterrestres descritas por outros autores, em sua investigação das antigas civilizações, e da retomada das escavações na primeira capital Uruk, na Suméria em 2002 , dá apoio à tese de William Henry de um Stargate que está enterrado nas areias do sul do Iraque. Isso fornece informação contextual importante, que é útil para entender as verdadeiras motivações do governo dos EUA, ao lançar um ataque preventivo contra o Iraque.
OS ACORDOS E CONCHAVOS
Pode-se argumentar que a administração dos EUA e o  antigo regime Hussein estavam em uma corrida contra o tempo para obter acesso e controle sobre o Stargate nas ruínas de Uruk, ou algum outro local no Iraque, antes do retorno profetizado do Anunnaki;Havia um impasse; Hussein controlava o território no sul do Iraque, e permitiu  as escavações conduzidas pelos alemães em Uruk, enquanto a coalizão liderada pelos EUA controlava o céu e estava monitorando a situação. A administração dos EUA queria(e sempre quer ainda) o controle do território do Iraque para assumir o controle de escavações de Uruk para descobrir o enterrado Stargate, acompanhá-lo de perto e controlá-lo. Em contraste, Hussein queria encontrar e ativar o Stargate para sua maior glória e presumívelmente(segundo ele??) o benefício da humanidade. A principal evidência que apóia a discussão acima, é muito fraca para os especialistas em políticas públicas convencionais, e pode parecer mais apropriada, fazendo parte de um livro de ficção policial do que um sério debate público. Do ponto de vista convencional, a dispersão dos autores arqueológicos de independentes interpretações exegéticas radicais de textos bíblicos, os escritos de “canais” de conhecimento extraterrestre e papéis especulativos de astrônomos, difícilmente constituem uma fonte persuasiva de informações para entender as motivações da política externa norte americana.As explicações prevalecentes da administração dos EUA, eram de que invadiram o Iraque, para erradicar as Armas de Destruição em Massa, e / ou sendo conduzido por interesses petrolíferos e ambições imperiais que prevaleceriam previsívelmente para aqueles que estivessem insatisfeitos com as fontes acima. Há, no entanto, alguns indícios importantes que empresta credibilidade à tese de Henry de um Stargate como o verdadeiro objetivo do governo amaricano ou pelo menos, das principais partes interessadas detrás dele.
EVIDÊNCIAS CIRCUNSTÂNCIAIS
  • O primeiro tópico de evidência circunstancial é a grande quantidade de testemunhos denunciantes que confirmam a existência de um responsável pela supressão do conhecimento público da presença de extraterrestres nas organizações de governo clandestinas, e controlando toda a interação oficial com raças de ETs. De uma perspectiva exopolÍtica, então, a supressão clandestina de uma presença de ET contemporânea,é a conclusão de que há também uma supressão clandestina de uma presença antiga de extraterrestres que também tem implicações significativas para as políticas públicas.
  • O segundo tópico de evidência circunstancial, é o poderoso apôio diplomático que foi dado pela Alemanha e França,na época, para o regime de Saddam Hussein, evitando um ataque militar e preventivo.
    Tão poderoso foi esse apôio que o Secretário de Defesa dos EUA na época, Donald Rumsfeld, depreciativamente referiu-se á  eles como “Velha Europa”, em resposta a um repórter, em 22 de janeiro de 2003:
    CITAÇÃO;“Você está pensando na Europa, como se ela fosse apenas a Alemanha e França. Eu não. Eu acho que elas são a “velha Europa”. Se você olhar para toda a Nação Européia atualmente( na época), o centro de gravidade está se mudando para lá. E há muitos novos membros. E se você olhar a lista de todos os membros da Europa e de todos aqueles que foram recentemente convidados – que são 26,pode ser que esteja certo. A Alemanha tem sido um problema e a França também tem sido um problema”. 
  • Em vez de se ater para o que foi uma bomba diplomática, a administração dos EUA continua  fazendo esforços extraordinários para isolar as posições alemãs e francesas em Urak. Por exemplo, o governo encorajou os líderes da Espanha, Portugal, Itália, Reino Unido, Hungria, Polónia, Dinamarca e República Checa para escrever uma carta para o jornal, Wall Street na época, dizendo que “o regime iraquiano e suas armas de destruição em massa representam uma clara ameaça à segurança mundial “.  Em vez de estar limitado a um intenso debate sobre as diferentes posições políticas no Iraque, golpeando o que foi tomado neste debate, sugere-se um conflito mais fundamental sobre questões escondidas da vista do público. É muito provável que estamos falando da luta de facções entre os vários órgãos do governo clandestino(elite/cabala), criados para lidar com a presença ET nos Estados Unidos, com organizações rivais criados na Alemanha, França e Rússia.
  • A terceira evidencia circunstancial é a retomada de escavações na primeira capital da Suméria, Uruk, por uma equipe de arqueólogos alemães em 2002. Dada a importância de Uruk e sua probabilidade de ser o local do Stargate, a retomada das escavações levantam questões sobre por que elas foram retomadas no momento e o que estão procurando(?).Enquanto as tensões políticas no Iraque não diminuem significativamente,mesmo com a queda e assassinato de Husseim, sendo esta uma fonte provável de futuro conflito militar com os Estados Unidos, pode ser sugerido que existem poderosas motivações ocultas de que aparentemente(??), parece ser uma escavação puramente científica de um antiga capital suméria.
  • A quarta evidência circunstancial era a destruição do ônibus espacial Columbia durante sua descida em final de 1 de Fevereiro de 2003, á uma altitude de 38 milhas e uma velocidade. Um dos tripulantes foi o primeiro astronauta israelense no espaço, O coronel Ilan Ramon Força Aérea de Israel.O coronel Ramon, teria desempenhado um papel crucial no ataque israelense às instalações nucleares do Iraque em Osirak em junho de 1981, e tem havido especulação de que a sua missão envolveu a coleta de informações sobre o Iraque durante as órbitas da Columbia. A destruição do Columbia ocorreu 16 minutos antes de tocar embaixo quando seus tanques de combustível teria sido esvaziados. A provável fonte de destruição do ônibus, dada a velocidade e altura da Columbia, deveria ter sido uma espécie de ataque de uma organização ou estado que possui capacidades militares bem além de qualquer grupo terrorista e, de fato, maiores do que muitas nações. A causa provável pode ter sido uma organização de governo clandestina que queria enviar uma mensagem importante para os seus rivais norte-americanos sobre a ameaça de um ataque preventivo contra o Iraque.

    Leia mais;O Acidente com o ônibus espacial Colúmbia

Quando toda a evidência primária e circunstancial é colocada em conjunto, o que emerge é um caso muito plausível que apóia a tese de uma luta de poder que vai ao cerne do assunto sobre a presença extraterrestre e a supressão clandestina continuada de informações de ETs relacionados e tudo coincide nas implicações e consequências que Henry disse.As interpretações das motivações da administração dos EUA, lançam uma guerra preventiva no Iraque em termos das preocupações levantadas pelo tom dos discursos sobre o Estado da União  ou os interesses imperiais e/ ou corporativos sugeridos por seus críticos, tais como Robert Fisk e Michael Lind, tudo pode ser descrito como parte de uma camada superficial de motivos por trás da administração dos EUA. Num nível mais profundo, hà provávelmente uma grande ansiedade das organizações de governo clandestinas em termos do que poderia acontecer se o atual governo do Iraque, com o apoio dos governos europeus alemães e outros, ganhassem acesso ao Stargate Sumério ou outra tecnologia extraterrestre enterrada em Uruk; ou se o Stargate poderia de alguma forma ser reativado sem a presença de organizações governamentais  clandestinas para monitorar e controlar o Stargate. Em reuniões secretas de estado na época, o presidente Bush delineou a necessidade de um ataque preventivo no Iraque, provávelmente para mascarar uma “agenda escondida” para ganhar acesso ao Stargate ou outra tecnologia alienígena em Uruk e em outros lugares no Iraque. Esse acesso presumívelmente perpetua o controle do governo clandestino sobre os recursos globais e informações, em um momento de aumento da atividade e influência alienígena,bem como a iminência de uma Divulgação da presença Et no planeta.
Conclusão – Implicações de Política e Recomendações
Se a perspectiva exopolitica é uma descrição mais precisa das motivações que dirigem a administração americana para manter sempre uma presença preventiva contra o Iraque, justifica  as recomendações de políticas a seguir;
1- Em primeiro lugar, a qualidade das evidências confirmadas sobre uma presença alienígena na histórica, encobrem o governo clandestino(cabala /elite) e tem um grau significativo de credibilidade e poder de persuasão. Isso apóia a criação de um novo campo de políticas públicas, a Exopolitica,que iria estudar a presença na nossa história de ETs ,nos termos de suas implicações para a política pública contemporânea. 
2-Em segundo lugar, há uma necessidade de promover a divulgação do governo oficial, com a presença alien histórica e / ou o retorno iminente desses ETs; e tornar mais representativo o processo político que foi desenvolvido em resposta ao ARGUMENTO: Os governos e suas  informações ocultadas do público. 
3-Em terceiro lugar, a evidência sugere que as manutenções militares atuais na região do Iraque têm muito pouco a ver com armas de destruição em massa, mas são projetados para perpetuar o controle da informação clandestina do governo dos EUA sobre a presença ET histórica e atual. Essa “mantenção de domínio preventiva” deve, portanto, ser interrompida, e deve ser fomentada uma resolução entre os EUA, o Iraque e os governos europeus interessados. 
4-Em quarto lugar, a evidência sugere que o conflito no Iraque e a destruição das máscaras do acidente com a Space Shuttle Columbia,  foi uma luta  profunda entre organizações de governo clandestinos associados com governos nacionais diferentes que foram inicialmente criados para lidar com a presença de ET. Recomenda-se que há uma divulgação pública dessas organizações e os seus esforços para monitorar e responder à presença ET, e que estas organizações tem como responsáveis ​​, funcionários públicos eleitos. A última recomendação é que a política tem de fazer um esforço maior na determinação de uma medida em que a supervisão pelo Congresso e Legislação são necessárias para organizações criadas em diferentes países, para lidar com todos os aspectos da presença ET, do passado e do presente, e as implicações de um retorno esperado de uma raça de ETs associados com o nascimento da civilização humana. Esta análise da situação Et , do Stargate e das descobertas arqueológicas na região ,sugere que o melhor mecanismo para responder à existência de tecnologia antiga ET na antiga capital suméria de Uruk e / em outros lugares, é uma vontade pelos principais governos do mundo e organizações clandestinas associadas, em compartilhar informações e controle sobre estas questões ET. A manutenção da presença preventiva conduzida principalmente para ganhar o controle de um ‘Stargate em Uruk, que enfrentam os Estados Unidos e seus aliados contra o Iraque, é tácitamente apoiada por Nações européias chaves,  e poderia ser desastroso se de fato a “profecia de um  retorno “,fosse um evento físico real envolvendo uma antiga raça ET que desempenhou um papel no início da civilização humana. 
Competindo com organizações de governo clandestinas que lutam através de uma guerra pelo controle de uma tecnologia alien antiga, preparar-se para esses eventos que “profetizaram o retorno dos deuses “,não seria o melhor exemplo de maturidade por parte da humanidade provar-se ser responsável o suficiente para continuar a exercer a soberania sobre os recursos da Terra? O Space Shuttle Columbia pode muito bem ter sido vítima da alta motivação desta guerra, e com a intenção de enviar uma mensagem para organizações clandestinas com bases nos Estados Unidos, acerca de uma guerra ,na época contra o Iraque e agora a manutenção preventiva,que já dura anos. Portanto, a soberania humana poderia estar em jogo, ao mesmo tempo em que há uma oportunidade para um movimento rápido em direção ao crescimento/aumento significativo/ evolutivo da consciência humana.Cabe a humanidade decidir como responder ao desafio colocado por organizações clandestinas que lutam por recursos históricos do Iraque, para promover suas agendas ocultas.

JÁ PODEMOS AFIRMAR QUE TEMOS UM PORTAL STARGATE DE TECNOLOGIA EXTRATERRESTRE?

Existe sim e já está até patenteado.
Analisando os dados da patente existe uma coincidência: A correlação com o diagrama de realidades supersimétricas:
Informações antigas dizem que o modelo orbitava entre as frequências 1-13Hz, alcançando em 7.83Hz o ponto “0” ou o cenário do “não tempo”, representado pela equação acima, temos o momento no qual se produz uma transferência ao plano da realidade supersimétrica desejada.Devido a que as linhas de tempo: t1;t0:t-1 interatuam com diferentes segmentos da realidade, não é possível mudar o passado nem o futuro na linha de tempo do observador, mas sim nas diversas linhas de tempo das realidades supersimétricas, pelo que o resultado sempre será neutro ou seja:
“Qualquer alteração nas linhas de tempo, unicamente terá consequências para o que o altera, sem afetar ao resto dos que não participam na alteração da simetria dos planos”.
Portanto, o viajante no tempo/espaço, se desloca em realidades supersimétricas de sua escolha, que não terão consequências para os que não participam da dita escolha, já que a abertura dimensional se produzirá únicamente nas realidades supersimétricas daquele que realiza a escolha. Entretanto, manter-se de forma aleatória e casual, ao “azar” (a não escolha consciente) pode implicar o desenvolvimento de qualquer dos cenários prováveis da intervenção espaço/tempo.
Atualmente há uma extensa literatura sobre as anomalias detectadas no Golfo do Aden. A questão é de especial importância do ponto de vista científico e geopolítico estratégico, tanto como geofísico, e em qualquer caso, é um desafio interessante para o estudo da morfologia geomagnética e sua relação com a Rádio Frequência Quântica diferencial.Henry Deacon em entrevista ao Projeto Camelot, confirmou que Al Bielek estava certo e que há inúmeros tipos de stargates, mas os mais comuns são:
  • (a) O tipo onde você caminha por um portal e deixa o dispositivo para trás e,
  • (b) O tipo que você leva o dispositivo com você.Ele diz que o último é um pouco como “Pense aonde você quer ir, e você estará lá.” A interface mental é aparentemente significante. Ele confirmou que tanto quanto sabia a informação de Dan Burisch sobre os stargates era 95% correta, mas os 5% que faltavam era porque ele não tinha nenhum conhecimento de larga escala dos Looking Glasses que Dan descreveu. (Mostramos a ele os diagramas de Dan e, também, os textos originais de Bill Hamilton.) Henry enfatizou que isso não significa que eles existam, porque havia tanta compartimentalização – mas, simplesmente, que ele não tinha nenhum conhecimento ou experiência com aqueles dispositivos.Mostramos a ele os diagramas de Dan pessoalmente. Olhávamos para ele enquanto ele os examinava cuidadosamente. Então, ele disse súbitamente: “Ele disse a vocês sobre o que está no Iraque?” Perguntamos a ele se ele não tinha ouvido aquela parte da entrevista de Dan. Henry nos disse que não tinha terminado de olhar os vídeos. Perguntamos a ele o que ele sabia. Ele disse que o stargate, no Iraque, era o motivo real da guerra do Iraque, que sua localização era um dos grandes segredos, e que a guerra foi, pelo menos parcialmente, sobre o controle dele.Perguntamos a ele como ele sabia de tudo isso – ele tinha lido isso num documento informativo? Não, ele disse, não em um documento informativo. A única coisa que diria era que era um “conhecimento de primeira mão”
  • Henry Deacon-Fonte: Project Camelot
Na primeira entrevista ao projeto Camelot, Henry Deacon foi questionado:Montauk era real?
“Sim. Isso foi uma verdadeira bagunça. Eles criaram uma divisão temporal que ainda não conseguiram consertar. Agora, entender isso também diz respeito ao projeto arco-íris, aos Portais … eles também estavam trabalhando nisso lá. Mas alguns dos relatórios de Montauk na rede não são convincentes para mim. Eu vi algumas das fotos do equipamento que supostamente estavam sendo usados, e isso é lixo, apenas uma pilha de lixo.Nos últimos anos, muita evidência veio à tona o que indica que as instalações subterrâneas lá fora em Montauk ainda são usadas ​​para projetos ultra-secretos de pesquisa e experimentação em: 
  1. tecnologia interdimensional
  2. quântica e física de partículas
  3. simulação de buraco negro
  4. psicotrônica
  5. super-poderosos campos elétricos e eletromagnéticos
  6. controle do tempo
  7. controle da mente com base em eletrônica e drogas
  8. genética
  9. tecnologia de feixe de partículas
CERN: o LHC poderia ser um Portal Estelar Moderno, baseado em uma Tecnologia Antiga?
O complexo sistema de CERN ,podemos comparar a “Osiris Ta-Wer”? Um stargate máquina moderna que foi inspirado por uma tecnologia antiga?Segundo o pesquisador William Henry, o dispositivo egípcio antigo nomeado Ta-Wer dispositivo conhecido como “Osiris”, na realidade, nada mais do que um portal estelar pode abrir buracos ou aberturas multidimensionais usado pelos deuses Osiris e Seth através do qual eles poderiam “viajar através do submundo.”
COMO FUNCIONA O CERN

O LHC no CERN é um impulsionador de partículas, construído para emitir feixes de prótons em velocidades muito altas em sentidos opostos, até que eles colidem criando uma enorme quantidade de energia capaz de reproduzir condições cósmicas semelhantes a da criação de tais fenômenos ,como matéria escura, a antimatéria e, finalmente, a criação de universo bilhões de anos atrás. Ele também tem sido especulados,que talvez tenha sido criado para ser um dispositivo que pode dobrar o espaço /tempo, ou seja,portais dimensionais abertos.

Esses rumores são de fato uma realidade e as evidências são esmagadoras. O CERN é um instrumento científico enorme que foi na verdade projetado para ser um “Stargate”, ou um ” MÁQUINA DE SATURNO” (espaço / tempo) com a intenção de abrir os portais inter-dimensionais. Ao longo da história antiga tem havido muitos relatos de deuses que viajam de local para local utilizando instrumentos complexos que iria levá-los a partir de uma dimensão para outra. Há relatos da antiga Suméria falando sobre os chamados “deuses” chegando através de um portal estelar duplo com pilares e tem havido esculturas que representaram tal façanha. É incrível pensar que os antigos tinham dominado a capacidade de viajar utilizando a tecnologia de” buraco de minhoca” que agora estamos ouvindo/lendo/vendo sobre isto em lugares como o Large Hadron Collider do CERN, mas é verdade.Mais uma vez, deve ser indicado que o CERN está localizado em Genebra.Coincidentemente, Genebra e “Santo Geniis” são semelhantes à palavra “Gênesis”. O objetivo do CERN é encontrar as origens do homem e do universo. Eles afirmaram que desejam abrir uma porta para outra dimensão e encontrar um “Deus”.

GLOSSÁRIO PARA A COMPREENSÃO DOS TERMOS USADOS NO CERN COMO CÓDIGOS;

Cernunnos – a divindade com chifres dos Celtas / gauleses mais tarde se tornaria Pan. Pan-dimensional.

Cronos – o derivado do grego Seb ou Geb do Ennead egípcio, a “um cornudo ‘mais tarde se tornaria o deus romano Saturno – Satanás.

Kroni – antigo demônio  do leste indiano – manifestação primordial do mal  – compartilha muitas características com Kali, o Destruidor.

O CERN está ligado á vários projetos secretos sendo realizados pela União Européia e pela Comissão Européia Trilateral. CERN também é responsável pela internet e feito investigações para os governos, no que diz respeito à sustentabilidade global. Também foi relatado que em 1999, O CERN realizou experimentos quânticos de  Vórtex procurando Axions. Axions são partículas hipotéticas que são componentes da matéria escura. A fim de encontrar estes Axions,o CERN propôs o uso de um ímã . Ele era um acrônimo para uma antena telescópica para atrair Axions. Uma das tentativas de criação de uma âncora/ portal aconteceu em uma área onde há rumores de ser um Stargate antigo na antiga Babilônia real,o Iraque. Mesmo um físico superior no CERN admitiu que ” Algo pode vir através de  portas dimensionais no LHC “. E “Por essa porta pode vir alguma coisa, ou podemos enviar algo por ele”, disse Sergio Bertolucci, Diretor de Pesquisa e Computação Científica no CERN.

As capacidades do CERN e evidências que sugerem que ele está sendo usado como uma máquina do tempo literal é uma realidade. Este é o lugar onde SATURNO(tempo) entra em jogo.Se o culto da elite/ Saturno ,que é o deus do tempo e espaço, então certamente o CERN está conectado a este “deus”, certo?  O CERN entre outros locais, é um local chave central para uma porta de entrada para abrir  caminho para coisas ainda desconhecidas(?) ou conhecidas pelos nossos ancestrais(??).

Pesquisador William Henry

O PONTO DE VISTA DO PESQUISADOR WILLIAM HENRY
O Dispositivo “Osíris”, na realidade, nada mais é do que um portal estelar,que pode abrir buracos ou aberturas multidimensionais utilizados pelos deuses Osíris e Seth, através do qual eles poderiam “viajar através do submundo.”Ao contrário da matéria primordial, a matéria escura não interage com a força eletromagnética. Isso significa que ele absorve, reflete ou emite luz, tornando-os extremamente difícil de detectar.
Na verdade, os cientistas foram capazes de inferir a existência de matéria escura com apenas o efeito gravitacional,e parece ter alguma influência sobre a matéria visível . A matéria escura parece prevalecer sobre a matéria visível na proporção de 5-1, que constituem mais de 80% de toda a matéria no universo.Os cientistas acreditam que partículas de matéria escura estão entre as poucas partículas a terem criado o Big Bang devido às suas características nos experimentos .O CERN ​​/Large Hadron Collider (LHC), pode fornecer mais pistas diretas sobre a matéria escura.
Esta é a estátua de Shiva que esta na entrada  do CERN, em Genebra. Shiva Nataraja, o dançarino cósmico, cria um som que se espalha pelo éter, agitando a realização do tambor na mão direita, a mão da criação.O que poderia ser a matéria escura ,tem sido freqüentemente discutida e teorizada, através de numerosas conferências científicas sugerindo que a física como a conhecemos muitas vezes se desvia para além do Modelo Padrão, ao abordar a questão da supersimetria e dimensões paralelas. Os autores de dois dos trabalhos mais citados em física na última década, é a teórica Lisa Randall, da Universidade de Harvard e Raman Sundrum, da Universidade de Maryland, que junto com os físicos do CERN pretendem observar os resultados obtidos á partir de experimentos realizados no interior do LHC , para investigar  a questão de uma possível existência de dimensões paralelas além da nossa(oficialmente).
A  DATA DE 23 DE SETEMBRO DE 2015
Por toda a internet, uma enorme quantidade de energia está sendo colocada na data de 23 de Setembro de 2015.Seria de concenso geral, não colocar datas potenciais sobre possíveis eventos futuros, mas desde a data de 23 de setembro, ela está recebendo tanta atenção, e por tantas razões diferentes, que um monte de pessoas estão se perguntando se este é mais um “sinal” do que está por vir.
Em 2013, o canal SciFi colocou no ar  o piloto de uma série chamada “Rewind”, um filme de 2 horas sobre uma operação das Forças Especiais que se juntam á uma divisão secreta do governo que usa a tecnologia de viagem no tempo experimental para tentar desfazer grandes catástrofes mundiais .Coincidentemente, com o CERN, mais uma vez ele vai ser posto em plena potência em 23 de setembro e 24 de 2015.
Temos que admitir, as semelhanças entre o CERN e imagem da “máquina de viagem no tempo “,comparando-a aos Stargates antigos(??); Este filme foi outro incidente de programação preditiva ou uma possível advertência para o futuro? Será que este vídeos abaixo, vão nos mostrar por que essa série foi cancelada, para nunca obter qualquer atenção das massas?
ASSISTAM AOS VÍDEOS LEGENDADOS EM PORTUGUES;

Cern ,LHC -parte 1

Cern ,LHC -parte 2


O CERN atingirá sua potência máxima em 23-24 de setembro de 2015, o que alguns na comunidade científica têm destacado a possibilidade de abertura de “universos paralelos e dimensões extras.”; também observa-se que para ver a programação do site CERN, agora, é preciso credenciais de login, onde antes era de acesso aberto; também destaca-se a referência a “Sesame”, onde a frase “abre-te sésamo” aparece e como ela se relaciona com as especulações á respeito.

VISÃO PESSOAL…

Shiva é o destruidor,o transformador, aquele que vem para “construir algo novo”.È o Mahadeva dos Hindus….mas transformar o que? E “no que”?Depois da descoberta do Bóson de Higgs ,esse acelerador de partículas CERN virou a “menina dos olhos de todas as grandes potências do mundo”.Rios de dinheiro, que poderiam estar ajudando a solucionar graves problemas mundiais ,efeitos que estão já sendo sentidos pela população do planeta inteiro,estão sendo usados para financiar este projeto que pretende-se descobrir de onde viemos, o que aconteceu “antes” de tudo que está aqui(?).Vão descobrir que existe sim, uma física nova, que não conhecemos, que tudo que sabemos vai virar poeira cósmica, já que o Universo corre o risco de desintegrar-se com essas experiências sem controle(?).Os físicos sabem que para cada partícula conhecida, há outra de matéria escura,que, se houver uma colisão, pode começar a fazer o universo literalmente “ferver”.Para o acelerador de partículas funcionar , sua temperatura deve ser de 217 graus centígrados abaixo de zero(!) o que se conseguiu no final do ano passado. O fato de que esta máquina volte a funcionar após dois anos de minuciosa manutenção técnica, gerou muita expectativa na” comunidade científica”(?) sobre as descobertas a que pode levar. Na realidade eles querem dividir, e continuar dividindo a matéria incessantemente, até chegarem na Origem.Quantos interesses estão envolvidos nisso que não sabemos?Os cientistas justificam que o gasto para essa empreitada se justifica á nível de benefícios para a Humanidade.Benefícios para quem?Aí vem a outra parte da história.Quando foi descoberta a “partícula de Deus”,muito se falou nos meios acadêmicos sobre isso, foi um “Must” para todos os mestres e doutores em física.Mas, só para alguns atentos e pessoas que estão envolvidas nos assuntos da Transição Planetária e conspirações governamentais a coisa fez um sentido diferente,porque já estão sabendo “o porque desta falsa animação”.Estas organizações secretas da Elite/Cabala manipularam o LHC(o acelerador de partículas) para outras experiências;portanto, o fato dele ser um Stargate ,construído com tecnologia extraterrestre não nos espanta ;estenderam uma massa, até a realização de um mini buraco negro afim de gerar uma curvatura no espaço-tempo.E o que eles viram?Eles viram então o futuro da humanidade, o Ser Humano em que todos nós deveremos nos transformar, o nosso destino como seres evoluídos.Eles viram o homem adquirir novos sentidos ultra-complexos (ou extra-físicos como a telepatia, intuição, clarividência, etc.).A amplitude destes novos sentidos e a sua chegada súbita( com a aceleração do processo da Transição Planetária) fizeram as “autoridades” Elite/Cabala perderem o controle.Eles viram novos homens testando-se, sem ainda ter o controle sobre os seus poderes. Eles viram o mundo tomar conhecimento de coisas novas (com a descoberta das verdades sempre ocultadas,principalmente a verdade sobre a presença de extraterrestres). Viram nas ruas uma histeria coletiva–isso é sempre o maior problema em toda mudança radical–Já que todos ficam súbitamente incontroláveis(numa rebelião contra as elites, razão deles estarem criando as polícias especiais anti-motim com armas sofisticadas, nos EUA, Europa e em todos os lugares do mundo).Essas informações, muitos cientistas e pessoas do meio acadêmico não comprometidas com o sistema já sabem, contratadas para trabalhar em áreas fora do país especializadas nisso,sem contar que os Pleiadianos já confirmaram todas essas informações em várias canalizações das Bárbaras Marciniack e Hand Clow,inclusive em publicações recentes.Nos incríveis livros de David Eicke , ele consegue nos dar uma idéia desta conexão extraterrestre reptiliana-draconiana, que há milênios entraram no planeta,muitos pelos Stargates espalhados por muitos lugares e civilizações, e que estão no controle através da NOM.Se você deseja controlar uma grande quantidade de pessoas, você tem que desconectá-las do verdadeiro conhecimento de quem elas são e do próprio potencial infinito delas para manifestar o seu próprio destino e controlar suas próprias vidas. Você tem que convencê-las de que elas são insignificantes e impotentes: assim elas viverão as suas vidas de acordo com isso.Esse é o principal ponto, todos os outros partem deste.Uma população completamente acordada e mentalmente afiada é a última coisa de que esta Elite quer,o que evita de sermos controlados,daí a necessidade de informação não comprometida com a mídia tradicional.A verdadeira guerra está no despertar humano que é inadiável,não pode ser mais impedido e vai haver um choque muito grande nesta transformação;é um choque de forças espirituais,intergalácticas interagindo conosco aqui no planeta.Por isso a nossa parte tem de ser muito bem feita e de uma forma consciente.O CERN é só a ponta deste imenso Iceberg.Pensamos que este evento com o acelerador de partículas do CERN não levará ao resultado final que poderia (Criação de Buracos Negros). Este programa está sendo monitorado pelas hierarquias e extraterrestres do bem e os resultados naturais serão impedidos de acontecer.Os Pleiadianos garantem contudo, que nada disto irá mudar os planos divinos para a Terra e que nenhuma artimanha ou tecnologia usada por estes seres vai impedir que as forças divinas cumpram o seu papel de promoverem as transformações em nosso planeta. Eles sempre concluem dizendo que as forças da luz são como as águas de um córrego correndo por entre as pedras; nada vai impedi-las de chegar ao mar.Quanto ás ondas cósmicas de setembro,cujas informações estão abundando na internet e falada por todos os canalizadores e estudiosos de metafísica e Transição Planetária,podemos considerar que seja um modelo científico abrangente para o “motor energético de Evolução” que foi proposto por David Wilcock, um cientista altamente talentoso, psíquico e especulativo, cuja teoria da “Evolução como Design Inteligente” merece consideração. Citando uma vanguarda de pesquisadores, Wilcock oferece várias críticas e apresenta um modelo que une muitas disciplinas e as peças do quebra-cabeça evolutivo.Em suas próprias palavras, este modelo provocante “sugere que a humanidade está à beira de uma metamorfose quase espontânea para um estado mais evoluído da consciência”.Baseando sua análise sobre a realização, abraçada por muitos dos cientistas de hoje, que a teoria da evolução darwiniana está “extinta”, Wilcock observa que as probabilidades “de que o DNA poderia evoluir por mutação através de energias cósmicas,devido á radiações solares,é uma das hipóteses.Dr Paul La Violette ,outro cientista da Nova Era,também fala das” superondas”, que também mudam a conformação do sistema solar e seus mecanismos de transformação,também são ainda de certa maneira desconhecidos para nós.Teorizando uma relação “harmônica” entre os 26.000 anos-calendário maia e 26 milhões de anos entre extinções e saltos evolutivos nas notas de registros fósseis, Wilcock diz que todas as espécies da Terra, de repente evoluem, ou passam por uma metamorfose, a cada 26 milhões de anos, tornando um forte argumento para “uma influência externa energética que atua de forma regular e cíclica”.Para responder à pergunta que a influência energética externa é responsável por estas revoluções rítmicas evolutivas, é necessário levar em consideração o conceito de energia de torção ou universal da consciência criativa. Alguns escritores, principalmente Barbara Hand Clow(outra cientista da Nova Era ), chamaram a atenção para algo denomidado Cinturão de Fótons ou Photon Band, que pode ser visualizada como uma” torção onda” , que liga a Terra através de nosso Sol ao centro galáctico que serve como um orientador de dados de rede de comunicação para a evolução humana e planetária.Dr Paul La Violette chama de “superondas galácticas”;Enquanto alguns astrônomos e cientistas céticos ridicularizaram a idéia de um Cinturão de Fótons ou Photon Band e de superondas,outros cientistas se agarraram a maior natureza multidimensional da luz desta rede para compreender que não só existe, mas desempenha um papel crucial na evolução cósmica. Wilcock pesquisa e indica que algo muito parecido com um Cinturão de Fótons/ondas energéticas vindas do sol central, definitivamente existe mas como linhas de maior radiação, torção dimensional que emanam do Centro Galáctico.Esse mecanismo de torção em espiral de energia como o Cinturão de Fótons da consciência criativa, no centro do nosso universo segundo Wilcock é a “Energética da Evolução”.Devido à sua forma curva, o Photon Band é composto por trechos de menor densidade e maior de ondas de torção manifestando-se como maior luz-dimensional. Como o nosso sistema solar orbita periódicamente em regiões galácticas caracterizada por uma maior densidade de ondas de torção (ou seja, mais luz ou consciência),isso está fazendo atualmente com que a vida no nosso planeta, incluindo o organismo vivo que é a Terra que é inteligente, seja estimulado a evoluir de um modo espetacular, não só fisicamente mas também mentalmente, emocionalmente e espiritualmente.“Ao combinar os efeitos da mudança geo-cósmica com o florescimento geral da humanidade, no sentido cultural e espiritual”, observa Wilcock, “vemos que, como o ciclo continua a acelerar exponencialmente a sua taxa de vibração energética para a singularidade , nós podemos esperar um rápido aumento da consciência humana. “Este ciclo centrípeto conduz inexorávelmente a um ” mega-evento” onde a descontinuidade do tempo e espaço entra em colapso. Wilcock conclui então,que a espécie humana, um pouco como as lagartas entram em metamorfose, estamos “sendo programados pelo centro galáctico para nos tornarmos mais avançados, enquanto estamos aqui em nossos corpos”.Quanto aos Stargates,eles existem e estão aí para servirem de “porta interdimensonal” para outros seres de outros mundos,que já vieram através desta tecnologia e podem retornar através dela, já que eles estão ativados(?),mediante segredos ainda ocultos nas areias do tempo.Só nos resta aguardar a Divulgação oficial da presença de Ets nos planeta,que poderemos ver  então, finalmente alguns destes portais em funcionamento, quem sabe.

INSPIRAÇÃO….

 

www.sitchin.com

http://www.arquivoxbr.com/?p=7002#sthash.7Xq4UL9P.dpuf

1-Discursos/janeiro de 2003, acesse: http://www.whitehouse.gov/news/releases/2003/01/20030128-19.html

 2. Robert Fisk: ” Esta guerra iminente não é Acerca ogivas químicas ou de direitos humanos : trata-se de óleo “, o jornal Independent, 18 de janeiro, 2003.

 3. Ver Michael Lind, Made in Texas: George W. Bush e decisão políticas de controle do sul dos EUA (Editorial Basic Books, 2002) 

4. Para uma introdução Exopolitics, ver Michael Salla, ” A Necessidade de Exopolitics: Implicações das teorias da conspiração extraterrestre para os decisores políticos e Paz Mundial “20 ​​de janeiro de 2003 .. 

5. Para uma discussão mais aprofundada sobre Exopolitics, ver Michael Salla, “A Necessidade para Exopolitics” A Necessidade de Exopolitics 

6. 100 desses oficiais têm testemunhado, com outros 300 querer fazer o mesmo. Veja Stephen Geer, Sumário Executivo do Projeto de Divulgação (Crozet, VA: Disclosure Project, abril de 2001 

7- . O Livro de Enoque ( O Livro de Enoque )

8-. Jelaila Starr, We Are the Nibiruanos: O Retorno do 12º Planeta (New Leaf Distributing Co., 1999). 

9-. Sheldan Nidle, First Contact (Vancouver: Impressão Loja Azul, 2000). 

10. Henry explica sua tese em seu artigo, ” Saddam Hussein, A Escada para o Céu eo Retorno de Planeta X “, baseado em seu livro A Arca de Cristo: a Mitologia, Simbolismo e Profecia do Retorno de Planeta X e o Age of Terror. 

11. Sitchin, Quando o tempo começou : Livro V das Crônicas da Terra (Avon, 1993) 113-14

12-Para uma descrição do resumo das escavações arqueológicas no Iraque, veja o Charlers Recknagel, ” Iraque: Expedição Arqueológica Mapping Antiga Cidade de Uruk , “Iraque: Mapping Expedition aarqueológica da Cidade Velha de Uruk” Radio Free Europe .

13-. Sitchin descreve esses eventos no terceiro volume de sua série, As Crônicas da Terra, As Guerras de Deuses e Homens (Avon, 1999) 

14. Para referência a este desastre regional, veja um artigo pelo Chefe de arqueólogos da Universidade de Chicago, Prof. Maguire Gibson, ” Nippur – Cidade Sagrada de Enlil Deus Supremo de Sumer e Akkad 

15-. Sitchin, O 12º Planeta 

16-Uma visão é descrita por uma série de “canalização” incluindo Sheldan Nidle , o primeiro contato; e Jelaila Estrela , Nós somos os Nibiruanos. 

18-. Lynn Picknett e Clive Prince, The Conspiracy Stargate: A Verdade Sobre Vida Extraterrestre e os Mistérios do Antigo Egito (Berkley Books, 1999) .

19-Ver Mark Hazlewood, Blindsided: Planeta X Passes em 2003 , First Publishing LLC, 2001). Hazlewood mantém um site com citações delineando  repressão do governo clandestino da chegada do Planeta X. 

20-Para mais informações ver Dr Michael Salla, “A Necessidade para Exopolitics – A Necessidade de Exopolitics e “Teoria stargate Iraque Dr. Salla

VÍDEOS SOBRE STARGATES;portais-stargate-eles-realmente-existem.html”

By Stefan Stanford – All News Pipeline – Live Free Or Die

Monicavox

Recomendo….

 

 

Steve Beckow e a Idade de Ouro de Gaia

Steve Beckow é fundador da Idade de Ouro de Gaia , os ensaios do irmão Anonymous, e vários outros blogs e sites e é um membro da equipe de Radio Inlight, fundada por Graham Dewyea.Ele vive em Vancouver, BC, Canadá, e freqüentou a Universidade de British Columbia, Universidade de Carleton, e da Universidade de Toronto, graduando-se com um mestrado em história canadense. Ele tem três Ph.Ds  mas era desconfortável permanecer dentro das fronteiras disciplinares ou paradigmas.Ele começou sua carreira como um historiador da cultura para o Museu Nacional de Man (agora o Museu Canadense da Civilização) onde publicou artigos redefinindo os campos da história cultural, cultura popular, e os estudos sobre artefatos. 

Steve tem escrito talvez 30 livros e milhares de artigos, muitos de seus trabalhos anteriores sob pseudônimo. Seus sites tratam sobre a Iluminação, o terreno comum da Espiritualidade, a vida nos planos espirituais, a perseguição mundial do gênero, automação, a verdade de 9/11, os perigos do urânio empobrecido, e o cenário de Ascensão.

Entre suas disciplinas espirituais estão incluídos Gestalt, grupos de encontro, o espiritismo, o treinamento est, renascimento, Zen, meditação Vipassana, e iluministas Intensivos.Em 1977, Steve teve uma experiência fora do corpo, que dissipou o medo da morte. Em 1987, ele teve uma visão da viagem total de uma alma individual de Deus para Deus, a qual demonstrou-lhe que o propósito da vida era a iluminação.  Demorou quase 20 anos para expressar plenamente em palavras o que ele viu em oito segundos sem palavras naquele dia.

Segundo o próprio Steve , aparentemente,  ele veio  de Arcturus e viveu na Terra apenas oito vidas: como sacerdote  não-dual em Atlântida, como um líder da comunidade, (duas vezes) como um guerreiro, como um formulador de princípios matemáticos e geometria sagrada, como o fundador de uma ordem religiosa, e como auxiliar no desenvolvimento e propagação da imprensa. Esta vida ele atua como um comunicador servindo Arcanjo Miguel e da Mãe Divina.Ele viveu várias experiências transformadoras ou diretas de si mesmo, nenhum dos quais ele considera “iluminação”. Sua missão é “para ir para cima com todo mundo.”Hoje, Steve vive uma vida de simplicidade voluntária, como ele se denomina,”monge urbano.”

Uma radiografia de Steve Beckow;

Música favorita: É hora de dizer adeus, Vivo Per Lei e Cânone em Ré Maior
Livros mais influentes: O Evangelho de Sri Ramakrishna, O Novo Testamento, Autobiografia de um Iogue.
Destino favorito: Kovalam Beach, ÍndiaÉ hora de um novo paradigma

Em um monte de blogs de notícias espirituais e alternativas, você vai ouvir falar de um “novo paradigma” – um padrão de vida que está fora dos limites de nossas normas sociais.Um número crescente de pessoas estão prontas para ir além de nossas velhas maneiras, e acolher um novo modo de vida que integra a unidade, harmonia e uma compreensão da nossa unidade, e isso impulsiona a nossa discussão contínua sobre as coisas que podemos fazer para trazer o nosso planeta para a luz e ir além das regras sociais escritas e não escritas que nos impedem de agir em nosso maior potencial.Um “novo paradigma” é essencialmente o que o nome sugere – um método de funcionamento que nos afasta de coisas que prejudicaram nosso mundo em favor de um estilo de vida coletiva mais harmonioso e sustentável.

As pessoas estão se esforçando para trazer o novo paradigma ,um trabalho sem fim que é destinado a informar e elevar a humanidade em uma posição de criar a mudança planetária que queremos ver, já que o objetivo é que mais e mais pessoas  comecem a trabalhar para o maior desenvolvimento da nossa sociedade como um todo e o mundo se tornará consciente.Estamos levantando-nos contra as forças que se esforçam para nos manter no escuro, e ao fazê-lo, estamos acolhendo e ancorando um novo padrão social que trata todas as pessoas da mesma forma, em vez de para os poucos e deixando o resto para  lutar para sobreviver.Pessoas que reconhecem que uma grande porcentagem do planeta foi deixada para lidar com circunstâncias ridículas que são causadas pela pobreza, estão fazendo tudo que podem para resolver e corrigir as condições a maioria da humanidade que foi forçada a viver sob esta situação, e eles estão prontos para começar a curar essa negligência maciça e permanente.Estamos começando a compreender que somos e sempre foram uma consciência, e estamos lutando para despertar todos os outros para isso ;uma miríade de outras verdades importantes estão vindo á tona, em um esforço para moldar a maneira como gerimos o nosso planeta em torno de uma compreensão generalizada de nossa unidade.Imagine um modo de vida enraizada na paz, amor, respeito e serviço. Imagine um mundo onde a divisão e a mentalidade de auto-serviço foram substituídos com o entendimento de que somos uma consciência criadora experimentando em si e, como resultado, todos trabalham juntos para reparar este planeta e mantê-lo em uma condição saudável e estável.

Um mundo onde o “cada um por si” mentalidade foi substituída por uma unidade coletiva imenso para garantir que todos podem chegar à frente na vida. Um mundo onde todos vivem confortávelmente acima da linha de pobreza, porque a riqueza que tem sido acumulada por poucos foi colocada de volta nas mãos de muitos onde  sempre pertenceu.Um mundo onde a concorrência é substituída com a unidade para trabalhar em conjunto em todos os sentidos, e nenhuma pessoa é forçada . Isto é o que o novo paradigma implica, e não será preciso dizer que todas essas coisas incríveis não podem simplesmente acontecer por conta própria.Este atraente novo paradigma não pode apenas manifestar-se com o estalar de um dedo – temos que persegui-lo ativamente se queremos vê-lo. Tão grande como todas essas idéias parecem, eu acho que elas são básicamente inúteis, se não começar a tomarmos medidas reais e sólidas para trazê-las á vida..Uma pessoa  pode fazer muito por conta própria, e  toda a humanidade terá de estar pronta e disposta a construir um novo paradigma, se queremos mudar algo. Eu poderia fazer previsões sobre o que um novo mundo será , mas eles significam pouco se o esforço não é feito para alcançá-los.Ler sobre um novo paradigma é bom, mas tenho a sensação de que, trabalhando juntos para realizá-lo, será muito mais agradável. Imagine a unidade que vai ser criada a partir de estarmos todos juntos e respeitando nossas diferenças .

Imagine ser capaz de trabalhar em harmonia com o seu vizinho e todos os outros que se esforçam para agir sobre a inspiração que eles sentem para mudar a maneira em que este planeta tem funcionado.Imagine a satisfação que vai sentir cada um, quando nós colocamos a cabeça no travesseiro durante a noite com o conhecimento de que nós estamos transformando completamente este planeta em um nível generalizado, coletivo.Isso pode se tornar muito mais do que uma fantasia que soa agradável – pode tornar-se nossa realidade. Aqui e agora. Nós simplesmente temos que estar dispostos a tomar as medidas que são necessárias para mover do ponto A ao ponto B. O ponto A é, naturalmente, o paradigma que estamos atualmente enraizado , o ponto B é o paradigma que queremos estabelecer.

Temos muito trabalho a fazer para chegar ao ponto B, mas quanto mais cedo começarmos este trabalho,  mais cedo nós vamos chegar ao nosso destino final.Um novo paradigma é apenas o começo, e uma vez que nósconstruímos a sociedade dos nossos sonhos, nós vamos sair e explorar novos planetas; novos estados de consciência; novos domínios de compreensão.E nós vamos fazer tudo como uma unidade.Quando compreendermos o quão perto estamos uns dos outros e apenas quanto estamos destinados a trabalhar juntos,  usar a nossa unidade para o bem será mais forte do que jamais esteve antes. 

A maioria das pessoas ainda não pode sequer imaginar a idéia de trabalhar em conjunto, e muito menos harmoniosamente na construção de um novo mundo, mas isso vai mudar à medida que continuamos a manter-nos ativos.Aqueles de nós que foram levados a ler este artigo, devem ter algum desejo de mudar o planeta ou acolher um novo modo de vida, e por mais que você possa não concordar com o que estou prestes a dizer, você pode. Você pode começar a mudar o mundo agora. Se é fácil ou difícil, você pode começar a tomar os primeiros passos para unir as pessoas e transformar o nosso planeta e da sociedade.Na minha opinião, é essencial para quem quer ver um mundo novo, começar a fazer qualquer coisa e tudo o que podem para realizá-lo. Quanto mais as pessoas estão trabalhando, mais a nossa influência vai se espalhar, e cada um de nós que lê ,pode se sentir livre para explorar as suas idéias e pode fazer muito para aumentar a consciência e levar a humanidade para a luz.Tem sido dito em outros lugares que nós somos criadores por natureza. Criando as coisas e nos expressar é o que fazemos. É uma das nossas missões aqui na terra. Como tal, você pode se sentir livre para perseguir empreendimentos criativos que excitar aqueles que não o fazem.Voce pode perseguir algo que você gosta com todo o entusiasmo que você pode , e se ele não parece funcionar para você depois de um tempo, buscar algo mais da sua  vontade. Desafie-se e realmente desenvolva suas habilidades criativas, de sensibilização, porque eles são essenciais para a nossa criação do novo paradigma que queremos ver.Se todo mundo desenvolver apaixonadamente suas habilidades, e desenvolvemos uma maneira que é destinada a ajudar a aumentar a consciência, a vibração planetária iria crescer imensamente.Eventualmente, cada pessoa será capaz de perseguir suas idéias em nome da sensibilização e restaurar a terra para a condição primitiva inicial do ponto de vista da iluminação, e ninguém mais irá para trás.

Visão pessoal….

A Criatividade substituirá o tédio que atualmente permeia a vida na terra, e todos serão animados para mudar este planeta com esforços criativos que eles podem realmente gostar. Este é o tipo de vida que todos nós estamos destinados a viver, na minha opinião, mas isso não pode acontecer se não fazermos isso acontecer.Dado que estamos destinados a desfrutar de tudo o que fazemos para trazer a humanidade para a luz, o que está nos impedindo de fazer exatamente isso? Vocês estão todos encorajados a encontrar o talento ou uma atividade que gostem e usá-la para ajudar a despertar a humanidade, e é interessante pensar que perseguir nossa paixão/ideal é tão importante para o desenvolvimento e evolução da humanidade.Divertir-se de uma forma que utiliza nossas capacidades criativas e desperta os outros, é tudo o que estamos encarregados de fazer, e, eventualmente, os nossos esforços em fazer isso vai motivar o resto do planeta a tomar as medidas necessárias para transformar nossa sociedade e nos divertindo fazendo isto.Vamos dar individualmente esses primeiros passos agora, companheiros de busca, porque o planeta não pode mudar sem nós. Não podemos entrar em um novo paradigma, se não fizermos um esforço, mas nós vamos ser capazes de apreciar os esforços que fazemos e apreciar o padrão social que vai definir para nós mesmos.Não é preciso dizer que ele vai ser muito diferente do nosso padrão atual, e eu, por exemplo, mal posso esperar para fazer tudo que posso para realizá-lo. Como você se sente sobre a mudança do planeta? O que você está motivado para fazer para aumentar a consciência da humanidade?

Inspiração….

Seus textos podem ser encontrados em  The Golden Age of Gaia . O propósito da vida é a Iluminação ( aqui) . Para material adicional no cenário Ascensão, ver o primeiro contato wiki em http://goldengaiadb.com/First_Contact.

Monicavox

Recomendo…..ARTIGOS DE STEVE BECKOW