12 Passos Práticos para Aprender a “Ir com o fluxo”

Resultado de imagem para imagens de zen

A vida é uma série de mudanças naturais e espontâneas. Não resista a elas – isso só criará sofrimento. Deixe a realidade ser realidade. Deixe as coisas fluirem naturalmente da forma que quiserem.”- Lao Tzu

Não importa quanta estrutura criamos em nossas vidas, quantos bons hábitos construímos, sempre haverão coisas que fogem do nosso controle – e, se deixarmos, estas coisas podem se transformar em uma gigantesca fonte de raiva, frustração e estresse.

A solução simples: aprenda a “ir com o fluxo”.

Resultado de imagem para imagens de zen

Por exemplo, digamos que você criou a perfeita rotina matinal. Você estruturou suas manhãs de forma que você faça coisas que deixem você calmo e feliz. Então, uma tubulação de água explode no seu banheiro e você passa uma manhã estressante tentando limpar a bagunça e consertar a tubulação.

Você fica nervoso. Você fica desapontado, porque você não conseguiu praticar sua rotina matinal. Você está estressado por todas estas mudanças com as quais não está acostumado. Ela arruina seu dia porque você fica frustrado pelo resto do dia.

Não é a melhor forma de lidar com as coisas, não é? Ainda, se formos honestos, muitos de nós temos problemas como estes, com acontecimentos que rompem com o jeito que gostamos das coisas, com pessoas que mudam o que somos acostumados a fazer, com a vida quando não flui da forma que gostaríamos que fluísse.

Ria, respire e vá devagar.”- Thich Nhat Hahn

Resultado de imagem para imagens de zenSiga com o fluxo.

O que é seguir com o fluxo? É se desenrolar com o momento. É aceitar a mudança sem ficar irado ou frustrado. É tomar o que a vida nos dá ao invés de tentar moldar a vida para ser exatamente como queremos que seja.

Flua com o que quiser esteja acontecendo e deixe sua mente livre. Permaneça centrado aceitando o que estiver fazendo. Isto é tudo.” – Chuang Tzu

Um amigo recentemente me pediu para escrever sobre “ir com o fluxo”, então, esta é minha tentativa em compartilhar algumas coisas que funcionam para mim. Como sempre, eu não pretendo atingir a perfeição e estou aprendendo enquanto melhoro, mas as dicas devem ajudar qualquer um.

  1. Perceba que você não consegue controlar tudo

    . Penso que todos sabemos disso de alguma forma, mas a forma que pensamos e agimos muitas vezes contradiz esta verdade básica. Nós não controlamos o universo, e ainda assim parece que é o que queremos. Todas nossos pensamentos mais ardorosos não nos trarão isso. Você não pode nem mesmo controlar tudo dentro da sua própria esfera de influência – você pode influenciar algumas coisas, mas muitas outras estão simplesmente fora do seu controle. No exemplo acima, você pode controlar sua rotina matinal, mas existirão coisas que acontecem de tempos em tempo (alguém que fica doente, acidentes, telefonemas às 5 da manhã, etc.) que farão com que você quebre sua rotina. O primeiro passo é perceber que estas coisas irão acontecer. Não poderão, mas irão acontecer. Existem coisas que não podemos controlar que irão afetar cada aspecto de nossas vidas e devemos aceitar isto sob pena de, se não o fizermos, ficarmos constantemente frustrados. Medite sobre isto um pouco.

  2. Torne-se consciente

    Você não pode mudar coisas em sua cabeça se você não está ciente delas. Você precisa se tornar um observador de seus pensamentos, um “auto-analista”. Esteja consciente quando estiver se tornando irritado, assim você poderá fazer algo sobre isso. Ajuda manter uma caderneta onde, por uma semana, você coloca pequenas marcas cada vez que ficar bravo. É isso – apenas fique marcando. Em breve, em função deste pequeno ato, você ficará mais consciente de sua raiva e frustração.

  3. Respire

    . Quando você sentir que está ficando com raiva ou frustrado, respire fundo. Várias vezes. Este é um passo importante que lhe ajuda a se acalmar e fazer o resto das coisas nesta lista. Pratique isto e verá que já trilhou uma boa parte do caminho.

  4. Tenha perspectiva

    . Isso sempre me ajuda. Eu fico com raiva de algo que me acontece – meu carro quebra, por exemplo– então respiro fundo e dou um passo atrás. Sabe quando você está vendo um filme e a câmera dá zoom para trás e você pode ver muito mais do mundo na tela do que podia antes? Como vai de um close a uma visão mais ampla, panorâmica das coisas? É isso que acontece em meu cérebro. Eu começo a dar um “zoom para trás”, até que esteja bastante longe das coisas. Assim, não importa o que tenha acontecido deixa de ter tanta importância. Uma semana de agora, um ano de agora, este pequeno incidente não vai significar nada. Ninguém irá se importar, nem mesmo você. Então, porque ficar tão preocupado com isto? Deixe passar, e logo não será um grande problema.

  5. Pratique

    . É importante perceber que, assim como quando você aprende uma nova habilidade, você provavelmente não será bom nisso logo a princípio. Quem é bom assim que aprende a escrever, ler ou dirigir? Ninguém sabe. Habilidades vêm com a prática. Assim, enquanto você aprende a ir com o fluxo, você pode bagunçar tudo. Você irá tropeçar e cair. OK, é parte do processo. Apenas siga praticando e você dará conta do recado. Algum dia, você poderá inclusive se tornar um Mestre Zen e escrever o que você aprendeu para o Zen Habits.

  6. Passos de formiga

    . Seguindo a mesma linha, pense as coisas em pequenos passos. Não tente se tornar aquele Mestre Zen citado acima da noite para o dia. Não tente morder grandes pedaços – apenas morda algo pequeno primeiro. Faça suas primeiras tentativas de ir com o fluxo com coisas pequenas: foque nas marcas na caderneta, como citado acima primeiro. Depois, foque na respiração. Então, tente tomar perspectiva após respirar fundo. Você pode tentar as situações mais fáceis primeiro – se seus problemas no trabalho são mais fáceis de aceitar que suas frustrações com seus filhos, por exemplo, comece com o trabalho.

  7. Ria.

    Isso me ajuda a ver as coisas de uma forma divertida ao invés de frustrante. O carro quebrou no meio do tráfego e não tem um telefone celular ou um estepe? Rio da minha própria incompetência. Rio do absurdo da situação. Isso requer uma certa quantidade de desprendimento – você pode rir da situação se você estiver acima dela, mas não se estiver dentro dela. E este desprendimento é uma coisa boa. Se você puder aprender a rir das coisas, você chegou longe. Tente rir mesmo que você não ache graça – isso irá tornar a situação mais provavelmente engraçada.

  8. Mantenha um diário.

    Este é um dos melhores usos para um diário. Uma vez por dia, tente lembrar porque você fez cada uma das marcas nele, então escreva sobre estas situações. Porque você ficou bravo? O que você tentou fazer? Funcionou e, se não, porquê? O que você pode fazer da próxima vez? Este tipo de recordação e exame, após o fato, irá ajudá-lo a aprender do processo.

  9. Medite.

    Se você não é bom em manter um diário, pelo menos faça uma revisão diária na sua cabeça. Medite, ou tome um banho, ou tome uma xícara de chá e, à medida em que vai desestressando, “rebobine” o seu dia e examine-o. Não fique frustrado, você está aprendendo. Respire fundo algumas vezes, e então analise cada situação, tentando vê-la como um observador desprendido. Este tipo de revisão irá ajudá-lo a aprimorar o processo de aprendizado.

  10. Perceba que você não pode controlar os outros.

    Ah, um dos grandes desafios. Ficamos frustrados com outras pessoas, porque elas não agem da forma que gostaríamos que agissem. Talvez sejam nossos filhos, nossa companhia, talvez seja nosso colega de trabalho ou chefe, talvez seja nossa mãe ou melhor amigo. Mas temos que perceber que eles estão agindo de acordo com a personalidade deles, de acordo com a forma que eles percebem ser a correta, e eles não farão o que quisermos todo o tempo. E temos que aceitar isso. Aceitar que não podemos controlá-los, aceitá-los como são, aceitar as coisas que fazem. Não é fácil mas, novamente, requer prática.

  11. Aceite mudança e imperfeição.

    Quando temos as coisas do jeito que gostamos, nós usualmente não queremos mudá-las. Mas elas mudarão. É um fato da vida. Não podemos manter as coisas exatamente como queremos portanto, é melhor aprender a aceitar as coisas como são. Aceitar que o mundo está constantemente mudando e que somos parte desta mudança. Também, ao invés de querer que tudo seja “perfeito” (e o que é perfeito, afinal de contas?), nós devemos aceitar que elas nunca serão perfeitas e devemos aceitá-las como boas em seu lugar.

  12. Aproveite a vida como um fluxo de mudança, caos e beleza.

    Lembra quando perguntei o que “perfeito” significa, no parágrafo acima? É realmente uma pergunta muito interessante. Perfeito significaria a vida e mundo ideal que temos em nossa cabeça? Temos um ideal que tentamos conformar o mundo conforme seus princípios? Bem, isso provavelmente nunca irá acontecer. Ao invés, tente ver o mundo perfeito do jeito que está. É bagunçado, caótico, doloroso, triste, sujo… e completamente perfeito. O mundo é belo, exatamente do jeito que é. A vida não é algo estático, mas um fluxo de mudança, nunca permanecendo a mesma, sempre se tornando mais bagunçada e caótica, sempre bela. Existe beleza no mundo ao nosso redor, se olharmos para ele como perfeito.

Eu aceito o caos. Eu não estou certo que ele me aceita.” – Bob Dylan

Inspiração; 12 Practical Steps for Learning to Go With the Flow

VISÃO PESSOAL

Pessoas que, em um mundo caótico, estressado, consumista e individualista buscam paz para seus espíritos aflitos. Nesta linha, é fácil se perder nas mensagens zen-budistas e esquecer um olhar crítico sobre elas.

Minha percepção pessoal alerta que, ao mesmo tempo em que as condutas apontadas acima são genuinamente benignas do ponto de vista individual, do ponto de vista social podem acabar levando a um isolamento do indivíduo que, para conseguir paz e tranqüilidade própria, acaba por se desvencilhar de questões que não são suas. Descontando esta ressalva, creio que ir com o fluxo tem, em si, muitos aspectos benéficos para a saúde física e espiritual dos indivíduos e se, utilizado com a ressalva apontada, pode trazer grandes ganhos para quem quer que pratique as dicas acima….

Monicavox

Anúncios

Editorial de Natal

É lugar-comum conservador criticar a época do Natal como desprovida de seu sentido espiritual original, tendo sido reduzida a mera festividade egoísta e materialista, celebração vazia do comércio e do consumismo exacerbado.

Sou a primeira a deplorar o exército de Papais Noéis que dominam a cidade em dezembro, impondo em terras brasileiras o império da cafonice americana  e que hoje começaram a bater em retirada. Mas não é verdade a afirmação de que, se o Natal não é religioso, ele é egoísta, materialista, ou o que o valha.

O Natal continua a ser uma celebração, ao menos em intenção, do amor entre os homens; de um amor benevolente, generoso, que quer espalhar esperança e alegria a todos. Os dois rituais do Natal laico o ilustram bem: a troca de presentes e a ceia.

Tomem a troca de presentes. Ela não é, de forma alguma, uma mostra de egoísmo e ganância. O que egoístas fariam? Comprariam presentes para si, e não para os outros. Do ponto de vista material, o Natal é uma grande perda econômica. Faça o cálculo com você mesmo: calcule o montante que você gastou com presentes este ano. Suponha que este montante de dinheiro equivalha precisamente ao valor monetário dos presentes que você recebeu. Agora pegue todos esses presentes recebidos (os calções de banho, as meias, etc.), olhe-os com calma e reflita honestamente: valem o que custaram? Não valem. Se o dinheiro tivesse sido dado em sua mão, você poderia fazer um uso muito melhor dele. Quem melhor sabe o que você quer é você mesmo; não seu tio-avô.

O valor da troca de presentes está em ser troca; em pensarmos nos nossos familiares e amigos e dar-lhes algo de que gostem. Fora um ou outro presente ideal – categoria mítica que designa o presente tão bom que supera o que a própria pessoa poderia comprar para si – o benefício dos presentes está nos laços de amor que unem os participantes da troca, que são com ela fortalecidos. A ceia também não vale pelo peru e pela farofa, mas pela união familiar que celebra e efetua. Para muitas famílias, é a grande reunião do ano; e, em geral, uma reunião alegre. Assim, a festa de Natal laica, a festa de Dickens, de Frank Capra e do Papai Noel, não é a festa do egoísmo, mas do amor entre os homens.

Não foi Dickens, contudo, quem inventou o Natal. Ele sempre foi uma ocasião festiva no Ocidente, com banquetes, cantigas, peças dramáticas religiosas, trocas de presentes (dados seja pelas muitas versões locais do Papai Noel, oriundos de S. Nicolau, ou pelo Menino Jesus em pessoa) e celebrações várias. A árvore de Natal existe desde pelo menos o século XVI na Europa central. A cantiga “Noite Feliz”, criada por um padre austríaco e até hoje uma expressão clara da ternura e alegria do espírito natalino, data de 1818, ou seja, é anterior ao conto de Dickens. O Natal antes dele nem passava batido e nem era uma bacanália camponesa.

Enfim, se Dickens não criou a festa, podemos dizer que seu conto manifesta, com maior força, o espírito do Natal laico; espírito cuja gênese histórica está no Natal religioso mas que busca se afirmar como realidade autônoma, aberta e atrativa a todos, não apenas aos cristãos. É esse o Natal público de nossos dias, naquilo que ele tem de melhor, e seu representante é o Papai Noel, figura que só alguém inacreditavelmente ranzinza iria querer destruir…..

Essa festa laica, contudo, corre o risco de se esvaziar. Quando a compra dos presentes vira uma obrigação custosa e estressante e a escrita dos cartões um processo burocrático; quando a ceia familiar é um ritual tedioso e do qual se quer escapar; quando as decorações de Natal, cujo objetivo é transmitir alegria, tornam-se objetos de competição e vaidade. Então, a “good will to all men” sai gradativamente de cena, deixando em seu lugar enfeites e embalagens coloridos que escondem um espírito cinza, um espírito que com o tempo convencerá a todos que a festa custa mais do que vale. Esse terceiro espírito, o do puro egoísmo materialista, terá vencido quando, e se, o mundo não mais celebrar o Natal e não mais trocar presentes.

Pode ser que o espírito laico do Natal, universalmente acessível e valorizado, se descolado do espírito religioso que o originou, degenere irremediavelmente no espírito materialista que o nega. E se esse for o caso, não se ofendam os ateus com presépios e manjedouras. Permitam, tolerem; ou melhor, abracem, encorajem e até participem das cantigas, Missas e rezas, pois o império do Papai Noel pode levar à morte do Papai Noel. Sem esperança de ressurreição.

Um feliz Natal a todos!

 

MONICAVOX

 

REIKI-O PODER ESPIRITUAL DAS MÃOS-Como obter a cura usando a Energia Vital Universal

“Rompi as cordas que me amarravam na escuridão, parti em busca da minha liberdade, percorro os caminhos Universais sem pressas á procura da luz, contemplo a beleza das coisas simples, livre dos preconceitos do homem, escuto as palavras do Universo na esperança de que um dia o meu ser um dia ascenda totalmente ao Amor Eterno.”

UMA BREVE BIOGRAFIA DO CRIADOR DO REIKI

Mikao Usui nasceu em 15 de agosto de 1865 no povoado de Taniai, distrito de Yamagata, pertencente à província de Gifu, no Japão. Por ter estudado e viajado muito, acredita-se ter pertencido a uma rica família japonesa, o que era usual no Japão.Até 1850, o Japão estava fechado para o mundo ocidental, pois até então, o era uma sociedade fechada.O Japão entrou em um período de rápida industrialização, transformando-se em uma nação industrializada habilitada a competir com o restante do mundo em um período de 30 a 40 anos. Esta mudança criou um verdadeiro clima de necessidade em manter a cultura tradicional e a necessidade de reacender e manter velhas tradições. Usui cresceu durante este período.Presume-se que, durante sua juventude, aprendeu Kiko no templo budista Tendai, situado no sagrado monte Kurama, ao norte de Kioto.7

Kiko é a variante japonesa do Qi Gong, uma série de exercícios cujo objetivo é melhorar a saúde através da meditação, das técnicas respiratórias e dos movimentos lentos. No método curativo Kiko é possível armazenar, através de exercícios correspondentes, uma provisão de energia que será utilizada no processo de curar. Se não se usa este método, acaba-se extenuado, já que o Kiko nutre também a própria energia pessoal. Este ponto foi importante para o Dr. Usui e cresceu como uma semente em seu pensamento.

Como tinha certos conhecimentos sobre o budismo, decidiu converter-se num monge budista.Concentrou-se nessa prática e regressou ao monte Kurama, onde havia estudado ainda rapaz.Usui estava buscando a iluminação (Anjin Ryumei). Qual o propósito da vida? Como estar em estado permanente de Paz?Usui ficou em um mosteiro Zen por três anos, tentando alcançar esta meta trabalhando árduamente em serviços comuns para que houvesse a libertação do ego. Finalmente, procurou um mestre Zen para aconselhá-lo em como alcançar a iluminação e a orientação desse Mestre, foi de que a única maneira de se alcançar a iluminação após esses 3 anos de serviços no mosteiro, seria através da experiência da morte.Decidiu então fazer um retiro por 21 dias, jejuando, cantando, rezando e meditando. Usui foi ao Monte Kurama para morrer.Em março de 1922, ao fim do seu período de recolhimento, sentiu penetrar em sua cabeça uma poderosa Luz espiritual, experimentando, assim, o Anjin  Ryumei, uma  vivência reveladora. Esta Luz era o Reiki, que chegou sob forma de sintonização. Pelo ocorrido, sua consciência começou a expandir-se mais e mais e ele concluiu que estava possuído por uma força poderosa, porque podia curar as pessoas sem precisar usar sua própria energia para isto.O Monte Kurama, onde Usui passou por seu “Anjin Ryumei” (estado permanente de Paz) é uma montanha sagrada. Fica perto de Kyoto e é o coração espiritual do Japão, um lugar com vários templos representando uma enorme variedade de divindades. Dizem ser o lugar onde os espíritos da montanha deram os segredos da luta aos samurais.Em abril de 1922 viajou a Tókio, onde criou a Usui Reiki Ryoho Gakkai . Abriu uma clínica em Jarajuku nas imediações do belo Meiji Jingu (santuário Meiji) no centro de Tókio e ali começou a fazer conferências e a praticar Reiki.Usui sensei primeiramente começou a praticar Reiki consigo mesmo, mais tarde com os membros da sua família.O sistema era sobre dar cura às pessoas, ensiná-las como se curar, prover exercícios e ensinamentos energéticos. A maneira com que Usui fez tais coisas parece um pouco indefinida, baseada em compromisso progressivo de sessões semanais de treinamento, um tanto quanto da maneira como as artes marciais são ensinadas.

Desenvolveu seis níveis de Reiki ou graus de formação. Numerou estes seis níveis na ordem inversa da usada no Ocidente. O primeiro nível era o de número seis e o nível superior o de número um. Os primeiros quatro níveis, do seis ao três, correspondem ao que Hawayo Takata ensinava como Reiki I. O correspondente ao Reiki II subdividia-se em duas partes e o último nível, o número um, correspondia ao Reiki III (Mestre), ou grau de Professor (Shihan).

Reiki é uma técnica curativa gentil e poderosa que pode ser passada como presente de uma pessoa para outra, e não é baseada na idéia de gurus ou grande mestre a quem alguém teria que prestar homenagem.Dr. Usui ensinou a mais de 2000 alunos e formou 20 professores de Reiki. Faleceu em 9 de março de 1926, aos 60 anos;Foi enterrado ao lado do Templo Saioji, em Suginami-Ku, Tókio. Seus alunos colocaram junto à sua tumba um memorial de pedra, onde está descrita sua vida e obra com o Reiki.De acordo com sua pedra memorial, Usui foi um “curador” bem conhecido e popular, e ensinou um grande número de pessoas por todo o Japão.

LEIA MAIS; 

 O Simbolismo das mãos

As mãos curam, abençoam, evocam,louvam, defendem, se comunicam e molestam. Assim as várias crenças as vêem.

As interpretações esotéricas dos gestos que aparecem em imagens cristãs, onde geralmente os dedos mínimo e anular estão abaixados para a palma da mão, nos dizem que são pelos outros dedos, o polegar, o indicador e o médio, que fluem as potências mais superiores do homem, sendo então, estes os escolhidos para o uso das bênçãos. Os sacerdotes de várias religiões  estão investidos (?) do poder de as transmitirem embora algumas linhas espiritualistas ampliem estas transmissões(Espiritismo com o passe energético, Messiânicos com o Jhorei e outros). Baseadas num princípio possível da troca energética entre todos os seres, uma pessoa que evoca forças divinas e positivas, poderá igualmente abençoar outrem e até curá-lo, difundindo tais forças pelo simples poder de suas próprias mãos.Em sua conotação de comunicadoras , as mãos encontram o seu intercâmbio simbólico mais importante na linguagem usada pelos surdos –mudos. Numa linguagem gestual, estes encontram a oportunidade de prescindirem da comunicação verbal por meio de sinais que substituem com perfeição os sinais fonéticos.Seja um Yoga a levantar as mãos numa saudação ao sol, sejas  um sacerdote a abençoar,  unindo-as em formato de lótus para orar, ou movimentando-as graciosamente numa dança ritual , se as estendemos á alguém em sinal de amizade, sempre nossas mãos estarão usando um simbolismo revelador do nosso estado psicológico ou espiritual.

QUE PODER TEM AS MÃOS PARA CURAR?

Desde os tempos primordiais, há evidências do poder de cura das mãos.
No Antigo Egito, a cura pelas mãos era praticada desde os primórdios, sendo de domínio dos sacerdotes, e foi extensivamente praticada nos templos de Osíris, Ísis e Hórus.Na Inglaterra e na França medieval, a cura pelas mãos foi muito conhecida.
No Tibet, há registros de cura pelas mãos com mais de oito mil anos.Muitas das culturas religiosas usam o poder de imposição das mãos para abençoar e curar. Enfim, grandes mestres da humanidade usaram e usam as mãos para curar(Consciência Crística, na figura humana de Jesus).O poder das mãos está ligado ao cérebro – pensamento/intenção -, e ao coração – sentimento/amor. Portanto, as mãos podem sim, abençoar e curar.Naturalmente que a intenção de nossos pensamentos e sentimentos é que modera as vibrações que são irradiadas através da imposição das mãos, sobre nós mesmos ou sobre os outros.
Sabemos que a base do Universo é sustentada pelas polaridades: Yin e Yang.As mãos são antenas vivas, sendo ativadas pelas polaridades.A palma da mão direita é Yang, estimulando e promovendo a força e o encorajamento. A palma da mão esquerda é Yin e tem a capacidade de acalmar as dores. E ambas as mãos produzem esses efeitos combinados sobre uma pessoa ou em nós mesmos.Quando pensamos, temos um sentimento e quem sente é o coração. Portanto, as mãos estão ligadas ao coração, que, através dos condutos enérgicos dos braços, projeta energias pelos chacras das palmas das mãos e os mini-chacras das pontas dos dedos – as quais, ao serem irradiadas sobre um corpo humano, produzem a cura natural.

 

Nos primórdios do planeta Terra, as crianças da civilização hoje conhecida como Mu recebiam treinamento em Reiki I no começo da escola primária, em Reiki II  no colegial e em Reiki III, o treinamento de Mestre/Instrutor, era exigido dos educadores e estava disponível a todos os que quisessem recebê-lo. Quando as pessoas da cultura raiz deixaram a terra de Mu para colonizar o que hoje é a Índia e o Tibet, o Reiki continuou com elas, embora Mu, posteriormente, tenha-se perdido. As mudanças na Terra, que primeiramente destruíram Mu e, mais tarde, a Atlântida, produziram vários conflitos culturais, obrigando que o sistema de cura fosse conhecido somente por alguns eleitos. Quando no século XIX, um japonês buscou a origem do método de cura de Buda e Jesus, ele a encontrou entre os vestígios antigos da cultura primeva de Shiva, nos ensinamentos esotéricos da Índia.Movidos pela curiosidade e confusos com tantas teorias, alguns mestres Ocidentais foram ao Japão constatar se aquilo que se dizia sobre o Reiki era verdadeiramente real acendendo luzes muito interessantes, muitas das quais baseadas em fatos concretos, seja através de documentos escritos, sejam através de entrevistas com familiares de Mikao Usui ou mesmo da pedra memorial erguida ao criador do sistema Reiki.O cruzamento do Reiki de origem japonesa com as práticas tibetanas, prova que é possível o convívio entre sistemas diferentes, sendo que ambos se beneficiam com isso. Se houvesse esta abertura em relação á tudo, o Mundo seria, com certeza, um lugar melhor.Independentemente das adaptações que se tiveram que fazer à história do Reiki, o importante é que, hoje em dia, milhões de pessoas praticam Reiki e que os seus efeitos se comprovam.No contexto atual, a Ciência está mais evoluída que nunca, mas continua a não ter resposta para muitos problemas. O Reiki como terapia complementar pode ser um aliado importante, inofensivo e simples que está ao alcance de todos.

Pesquisa UNIFESP – Reiki estimula resposta imunológica.

A reportagem é da Revista Época, os benefícios do REIKI continuam  sendo estudados pela a comunidade científica (UNIFESP e USP) e ajuda a endossar o valor desta terapia:

REIKI ESTIMULA RESPOSTA IMUNOLÓGICA

Entrevista com Ricardo Monezi, biólogo pesquisador da UNIFESP

O Reiki – técnica de imposição de mãos descoberta no final do século XIX pelo teólogo japonês Mikao Usui – pode ser uma ferramenta auxiliar no tratamento de doenças?Muitos garantem, sem pestanejar, que pode. Mas a confirmação científica dessa possibilidade começa a se consolidar agora, a partir de pesquisas como a do biólogo Ricardo Monezi, da Universidade Federal de São Paulo, que indica interferência favorável da técnica no tratamento de animais de laboratório com câncer.Segundo Monezi, o Reiki age positivamente na redução do nível de estresse, uma das possíveis causas do surgimento, agravamento e até comprometimento do tratamento de doenças crônicas como o diabetes.Durante cinco anos, Monezi conduziu uma pesquisa com camundongos para saber se o Reiki interferiria positivamente no tratamento contra o câncer. Ele montou três grupos de camundongos. O primeiro não recebeu tratamento; o segundo recebeu tratamento falso – a imposição de mãos foi feita com a colocação de luvas presas a duas hastes de madeira; e o terceiro foi tratado com Reiki .

Monezi analisou o comportamento dos linfócitos – que são os responsáveis pela defesa imunológica do organismo – frente a um tumor e concluiu que os ratos submetidos ao Reiki mostraram aumento da capacidade de enfrentar a doença. O mesmo padrão foi observado com tumores mais agressivos.

Os animais foram submetidos ao Reiki durante quatro dias, em sessões de 15 minutos.Segundo o biólogo, esses resultados afastam a hipótese de que o sucesso do tratamento seja resultado de sugestão psicológica. A próxima etapa de sua pesquisa será observar o uso do Reiki em seres humanos. A intenção é verificar se o Reiki pode colaborar para reduzir o estresse e melhorar a imunidade de pacientes idosos, que muitas vezes sofrem baixa em sua resistência.A palavra Reiki significa Energia Vital Universal. Seus criadores basearam-se na crença de que a energia liberada por um praticante de Reiki envolve o paciente, atuando sobre seu corpo físico.Do ponto de vista físico, explica o pesquisador, o ser humano é constituído por energia – o que pode ser observado, por exemplo, no eletrocardiograma, que mede a função elétrica do coração. Desde a década de 80, diversas correntes de pesquisa têm buscado embasamento científico para a teoria que fundamenta o Reiki e outras técnicas de imposição de mãos.Todas têm constatado como efeitos, sensação de bem-estar, diminuição de sintomas relacionados ao estresse e sensação de relaxamento.Há trabalhos que indicam a técnica no tratamento de ansiedade, depressão e fobias como a síndrome do pânico. Monezi fala em indicação terapêutica complementar. Isto é, uma terapia de apoio ao tratamento convencional.

ASSISTA O VÍDEO DO MESTRE DE REIKI JOHNNY De  CARLI-

A CURA PELO REIKI

Pode ser uma verdadeira surpresa,mas Reiki é usado para curar todos os tipos de condições e males instalados no seu corpo físico, emocional e/ou espiritual.Muitos pacientes experimentam uma aceleração do seu processo de Cura quando combinam o Reiki com a medicina tradicional ou outras terapias.Reiki vem do Universo;Vem de uma inteligência Superior que gere toda a vida no Nosso Planeta; o Reiki funciona através das necessidades específicas e individuais de cada paciente, a qual resulta sempre em cura, mas nem sempre ocorre na forma de cura desejada pelo paciente. A sintonia entre o paciente, o terapeuta e o Universo é de uma grande valia, assim como a receptividade do paciente durante o tratamento.Acontece muitas vezes que o paciente andou desviado do seu caminho, isso causou demasiados desequilíbrios no seu organismo e muitas vezes não estamos conscientes destes processos; uma vez ultrapassadas algumas questões que são clarificadas com a terapia Reiki, ocorrem surpresas muito boas;o paciente encontra um estado de alívio e de cura desejada para o seu processo.O Reiki permite aos pacientes um estado de profundo relaxamento e Paz e está provado que o Reiki tem sido decisivo e responsável pelos processos de Cura de muitos pacientes pelo mundo fora.

O REIKI E A CIÊNCIA

Muitos cientistas concordam que uma força inteligente e superior existe, que um espiríto divino/universal continua a suportar e a criar constantemente no Universo.Eles assumem ainda que é um Campo da mais Pura Energia e que é ela que comanda tudo que vemos e não vemos no nosso Planeta e Universo.Afirmam ainda que Nós Somos Energia, assim como tudo o que existe, é constituído por energia, está provado também que o nosso corpo tem pontos de energia mais fortes sendo uma delas ,as nossas mãos.

 

OS BENEFÍCIOS DA TÉCNICA REIKIANA

No momento da aplicação da técnica, o reikiano (profissional que aplica o Reiki) mentaliza símbolos específicos e os desenha de forma imaginária com as mãos, além de repetir o nome de cada um.A função desses símbolos é ajudar o profissional a se conectar com o Reiki e concentrar energia nos campos energético, emocional, mental e físico de quem recebe a aplicação da técnica. Isso causa uma série de benefícios nas pessoas que se submetem à terapia, como relaxamento, sensação de paz, aumento de energia, maior clareza mental e alívio de dores e desequilíbrios físicos. Também equilibra e harmoniza, fazendo com que cada um compreenda sua verdade interna.Cada símbolo possui um nome, uma forma específica de ser traçado, um campo de atuação e uma função diferente. E vale reforçar que a pessoa que recebe o Reiki não precisa conhecer os símbolos para sentir os efeitos da técnica. Apenas quem o aplica – ou seja, o reikiano – é que necessita ter um conhecimento profundo dos símbolos, para utilizá-los como auxiliares no processo de canalização de energia. Sómente depois do curso de iniciação da técnica o estudante se torna apto para aplicar o Reiki em outras pessoas, animais, plantas ou ambientes.

SÍMBOLOS DO REIKI SÃO SAGRADOS

Os símbolos do Reiki não diferem de qualquer outro símbolo e até bem pouco tempo atrás eram considerados secretos. Porém, com a globalização de toda e qualquer informação, os conhecimentos e os símbolos vieram a público e estão disponíveis para todos. No entanto, eles continuam sagrados e dignos do nosso imenso respeito e gratidão. Por isso, devem ser usados com todo o amor, pela sua força e ação no universo.De acordo com os conceitos da psicologia junguiana, o inconsciente se expressa primariamente através de símbolos. Além dos símbolos (pessoais) encontrados em sonhos ou fantasias de uma pessoa, há também símbolos coletivos importantes, que são geralmente encontrados nas imagens religiosas e culturais, como por exemplo: a cruz, a estrela de seis pontas, a espiral e o círculo. Os símbolos representam conceitos que não podemos definir com clareza ou compreender plenamente, pois abrangem conteúdos maiores que as palavras conseguem explicar.

Como usar os símbolos do Reiki

Existem diferentes formas de Reiki e, ao longo do tempo, alguns mestres foram incorporando novos símbolos em suas iniciações. Mas no Reiki “tradicional” há três símbolos que são passados em uma iniciação de nível 2: o símbolo do poder (CHO-KU-REI), o símbolo mental/emocional (SEI-HEI-KI) e o símbolo da distância (HON-SHA-ZE-SHO-NEN).

CHO-KU-REI

CHO-KU-REI

Este símbolo traz ou libera energia criando equilíbrio. Representa o aumento do poder. É o “botão” ligado ao corpo físico e, além de ser um maravilhoso símbolo de proteção, é usado para incutir ou reforçar a energia.

Cho-Ku-Rei significa “Ponha todo o poder do universo aqui”.

SEI-HEI-KI

SEI-HEI-KI

Sei-Hei-Ki é o símbolo da cura das emoções e da transformação de sentimentos negativos em positivos, é o símbolo da harmonia e da proteção e representa o processo alquímico de purificação e limpeza.

Sei-Hei-Ki significa “chave do Universo” ou “homem e Deus tornam-se um só”.

HON-SHA-ZE-SHO-NEN

HON-SHA-ZE-SHO-NEN

Este é o símbolo da cura à distância, traz cura para os traumas do passado e para o presente. É o “botão” ligado ao corpo mental. As vidas passadas e o karma são libertados através do Hon-Sha-Ze-Sho-Nen. A libertação é permanente e desaparece a necessidade de reencarnação.

Hon-Sha-Ze-Sho-Nen significa “O Buddha em mim alcança o Buddha em ti para promover luz e paz”.

ASSISTA O VÍDEO E RELAXE COM OS MANTRAS DO REIKI E MEDITE COM SEUS SÍMBOLOS

Toque terapêutico baseado no reiki: cura pelas mãos ajuda no tratamento de doenças graves;A imposição das mãos alivia a dor e reconhece energia dos pacientes

Uma alternativa já está sendo usada em 80 países para o complemento no tratamento de doenças graves: o toque terapêutico. Ele consiste na imposição das mãos sobre o paciente, sentindo todo o campo energético, e é capaz até de auxiliar na cura das enfermidades. Veja como ele surgiu e está sendo aplicado pelo mundo:a técnica apareceu nos EUA, em 1972, pelas mãos da enfermeira Dolores Krieger e da terapeuta Dora Kunz. Elas desenvolveram a idéia de que a energia produzida pelo nosso corpo é concentrada em nossas mãos, pode ajudar a curar;

– os historiadores acreditam que os egípcios usavam a técnica para curar doenças desconhecidas ou até mesmo aquela famosa dorzinha muscular, que todo mundo conhece;

– o toque terapêutico reikiano ajuda no relaxamento muscular, no processo de cicatrização e no combate às infecções;

– para os especialistas, a técnica é um tratamento complementar, ou seja, apesar de ser usado em várias doenças, o toque terapêutico não pode e não deve substituir os medicamentos;

– o terapêuta coloca as mãos próximas ao corpo do paciente e faz uma avaliação do campo energético da pessoa;

– depois é feito um diagnóstico e começa a recuperação dessa energia;

– o campo energético deve estar lisinho, morninho, palpável. Onde estiver alterado, deve ser trabalhado para que ele fique harmônico;

– os movimentos básicos são de alisamento. Às vezes, quando uma pessoa tem dor de cabeça, só com o alisamento você consegue harmonizar;

– o fluxo final é sempre interessante. Aquecimento tem muito a ver com processos inflamatórios, ausência e esfriamento tem a ver com edema, inchaço e também com lesões musculares e contraturas;

– as pessoas que passam pelo tratamento relatam que sentem alívio no corpo, como se o terapeuta estivesse descascando uma cebola sobre a pele.

BENEFÍCIOS E APLICAÇÕES DO REIKI

Reiki é uma terapia que trabalha a nível emocional, mental e espiritual e pode mudar muita coisa na sua vida, aqui estão exemplos práticos dessas mudanças:

1- Reiki acalma, reduz o stress e provoca no organismo uma sensação de profundo relaxamento, conforto e Paz.

2- Reiki pode trazer-lhe uma clareza espiritual que antes não sentia.

3- Reiki oferece-lhe uma sensação de alívio emocional durante o tratamento e até prolongando-se após a aplicação. O Reiki ajuda no processo de libertação das emoções.

4-Reiki limpa e clarifica o seu campo energético.

5- Reiki alivia a dor.

6- Reiki consegue aumentar o nivel e a qualidade do sangue que circula no nosso organismo, conseguindo mesmo fazer parar pequenas hemorragias.

7-Reiki consegue “limpar” os nossos órgãos como o fígado, rins, as artérias e outros.

8-Reiki é seguro no tratamento de doenças crónicas e agudas, doenças relacionadas com stress e desordens, como nos casos de sinusite, rinite, menopausa, cistite, asma, fadiga crónica, artrite, ciática, insónia, depressão, apenas para mencionar algumas delas.

9- Reiki acelera o processo de recuperação em caso de cirurgia ou doença de longo termo. Reiki tem ainda a capacidade de reduzido os efeitos secundários e ajustar a ajuda aos tratamentos tradicionais do paciente. Por exemplo um paciente sujeito a quimioterapia que receba Reiki durante o mesmo processo nota uma redução significativa dos efeitos secundários do tratamento.

10- Reiki pode ser aplicado às plantas, animais, comida, água, dirigido ao Nosso Planeta Terra.

11- Reiki purifica os ambientes e remove as “más” energias ou espíritos, seja do seu escritório, da sua casa, carro, jardim ou divisão da casa, onde quer que seja o local, você pode canalizar energia e purificar o ambiente.

12- Reiki ajuda atletas a recuperar mais rápidamente das suas lesões e entrar mais rapidamente na sua actividade.

13- Reiki é para todos, ele cura adultos, idosos, crianças e bebês, os seus animais, as suas plantas e até mesmo o Planeta Terra, se assim o desejar, tudo está dentro do pensamento e amor que emite na prática do mesmo.

14- Reiki é para animais, é claro que sim, eles ajudam-nos a recuperar de doenças, situações de stress, separações e ansiedades, traumas. Os animais devem sempre ser tratados como membros da nossa familia, mas atenção o Reiki não substitui os cuidados médicos que os mesmos possam necessitar.

15- Reiki é energia positiva, nunca pode causar qualquer mal a nada e nem a ninguém. A Energia do Reiki é amor no estado puro, todo o Terapeuta ao aplicar Reiki a si ou ao próximo deverá estar num estado de Amor Incondicional e perfeita União com Deus e o Universo.

LEIA MAIS; CENTRO DE REIKI E TERAPIAS ALTERNATIVAS

APLICANDO O REIKI AOS ALIMENTOS

O Reiki pode ajudar-nos a alcançar uma vida mais saudável, e uma das formas é através da aplicação de Reiki em tudo aquilo que bebemos e comemos. Ao aplicar Reiki nos alimentos intensificamos o valor nutricional da comida e também diminuímos os efeitos nefastos de aditivos, conservantes ou outros químicos que ela possa conter. No entanto, é sempre bom ingerir alimentos saudáveis, biológicos e de qualidade.Pode fazer Reiki à sua comida em qualquer altura: nos sacos das compras, quando cozinha ou quando se prepara para comer. Para isso basta colocar as mãos por 1 a 3 minutos sobre um prato de comida, em cada lado do saco das compras, numa fruta, e concentrar-se na ideia de que o Reiki deve fluir em direção aos alimentos.Se possuir o segundo nível de Reiki pode desenhar o símbolo Cho Ku Rei (símbolo do Poder) sobre o prato de comida ou copo de bebida, principalmente, se estiver a comer num restaurante.Também podemos tratar um copo de água com Reiki e, a cada manhã, bebê-lo antes de iniciar as atividades diárias. Os alimentos tratados dessa forma, armazenam a energia Reiki que limpa e energiza todo o nosso corpo.A água energizada com Reiki também pode ser usada para ajudar alguém que se encontra num estado depressivo, ou sem energia. Muitos reikianos também tratam a água que dão aos seus animais e plantas.Aplicar Reiki desta maneira é uma forma de demonstrar Amor por nós próprios, pela nossa família e amigos. Devemos sempre agradecer aquilo que comemos e bebemos, pois tudo aquilo que ingerimos já teve vida e deixaram de ter para nos proporcionar energia para viver.Abençoar e vitalizar a nossa comida e bebida com Reiki é, sem dúvida,  fabuloso.

A reikiana e terapeuta holística Simone Kobayashi explica que o processo é muito simples: ao conectar-se com a energia do Reiki, a pessoa passará essa energia por meio de suas mãos para bebidas, legumes, frutas, verduras e outros. Qualquer reikiano pode fazer uso da técnica, mas para os que não conhecem o Reiki de forma profunda, Simone indica que o símbolo usado seja o Cho-Ku-Rei, que significa “paz”. No momento do uso da técnica, quem for fazê-la deve posicionar ambas as mãos sobre o alimento ou prato pronto e vibrar um sentimento de amor incondicional, para que a energia flua com maior rapidez e eficácia.A hora em que a técnica será aplicada fica ao gosto do reikiano e isso pode ser feito tanto antes do preparo quanto durante e após a refeição ficar pronta. “Eu prefiro aplicar o Reiki no meu próprio prato pronto, por exemplo, mas essa decisão é livre e não tem nenhuma recomendação a ser seguida”, explica Simone.Todos os tipos de alimentos estão liberados para receber a energia do Reiki, mas a especialista aconselha que a técnica não seja usada como justificativa para ingerir uma comida que não é aconselhada ou que cause algum mal estar, já que o intuito da aplicação não é este. Quanto ao tempo que a aplicação do Reiki deve demorar, Simone é flexível: mesmo que o ideal seja em torno de três minutos, uma pessoa muito atarefada, que não dispõe de muito tempo para preparar suas refeições devidamente, pode fazer a canalização de energia o quanto puder, nem que seja ao menos durante um minuto.

REIKI PODE MELHORAR A QUALIDADE ENERGÉTICA DOS ALIMENTOS

Tendo como base o experimento com águas feito pelo Dr. Masaru Emoto, em que é visto que as moléculas d´água se apresentam de formas diferentes conforme o pensamento e o sentimento humanos associado a elas, Simone afirma que a aplicação do Reiki na comida pode melhorar a qualidade energética de seus componentes, equilibrando-os e tornando a comida menos nociva – porém, é bom atentar que isso não se refere ao valor calórico do prato.”Como a vibração enérgica do Reiki é de uma frequência alta, as energias que a comida ou a bebida recebem tendem a serem sutis, limpando impurezas do campo energético. É um alimento mais harmonizado, que entra em sintonia com todo o corpo”, pontua a terapeuta.

Alimentação e Reiki – compreender as necessidades

“Que o vosso alimento seja o vosso primeiro medicamento” ~ Hipócrates

Devemos seguir a sabedoria do nosso corpo e compreender o que ele precisa. Também as profissões que temos e as exigências de vida podem afetar as nossas escolhas alimentares.Ao praticar Reiki, podemos descobrir que se tivermos ingerido muita comida não conseguiremos ser canais tão eficientes nesse momento. Podemos constatar que a carne nos torna mais pesados e que as bebidas alcoólicas podem ter um efeito mais amplificado em nós. O nosso canal energético foi amplificado, mudado e, naturalmente, sentiremos as coisas de uma maneira diferente.Pensem sempre no que realmente precisam e na quantidade que precisam. Consultem um nutricionista ou naturopata para auxiliar nesse processo. Se por exemplo tiverem um atividade exigente e depois ainda fizerem sessões de Reiki, possívelmente terão necessidades diferentes do caso de apenas viverem de fazer sessões de Reiki.  Dependerá de pessoa para pessoa mas, nada como ter a devida atenção.Algo que será indispensável é a atenção à água – a hidratação é muito importante para nós, não só porque a passagem de energia desidrata a maior parte dos praticantes e receptores, como também porque é excelente para eliminar toxinas, regular a temperatura do corpo, entre muitas outras vantagens.Algumas considerações a saber;Muitas vezes se pergunta qual o efeito do álcool na prática de Reiki. Naturalmente se se vai praticar Reiki não se deve consumir álcool mas experimentem o seguinte. Após beber um copo de vinho, o que acontece se aplicarem Reiki em vocês mesmos?Esta experiência deve ser apenas aplicada no próprio e serve para mostrar as contra-indicações de ingerir qualquer tipo de substância tóxica, inebriante, que possa alterar o estado de consciência. Nuns casos, o efeito do álcool passa mais rápidamente, noutros os seus efeitos são ampliados – tontura, cabeça no ar, sonolência, vômito.Experimentem sentir a energia dos alimentos e perguntar ao vosso corpo – “como vou me sentir se comer isto?”. Irão aprender bastante sobre vocês mesmos e sobre o que realmente precisam comer (e porquê).

Respeito por nós, pelos outros, pela energia

“Reiki é causa e efeito… Remova a causa e não haverá mais efeito” ~ Takata

Leia mais; Reiki

Podemos comer com consciência, podemos sempre agradecer por tudo. Não precisamos viver para comer mas precisamos comer para viver. De uma forma consciente e ponderada, conseguimos fazer parte do grande ciclo da vida, mantendo o equilíbrio da biosfera. A gratidão, o respeito pela vida, ajuda-nos a ter uma outra postura perante a comida. Se precisamos de mudar, podemos fazê-lo no tempo que for necessário, de forma equilibrada.

ALGUNS EXEMPLOS DE TERAPIAS ALTERNATIVAS  Á MEDICINA CONVENCIONAL,PARA ESTUDO E CONSULTA

1-Aromaterapia

2-Cromoterapia

3-Cristaloterapia

4-Terapia Floral

5-Homeopatia

6-Radiestesia

7-Acupuntura

LEIA MAIS SOBRE ESTAS E OUTRAS TERAPIAS;MEDICINA ALTERNATIVAS-OPÇÕES DE CURA

  • A sabedoria nada tem a ver com governar os outros, é uma questão de ordenar a si mesmo.
  • A nobreza nada tem a ver com poder e posição social, é uma questão de auto-realização.
  • A felicidade nada tem a ver com riqueza e posição social, é uma questão de harmonia.
  • As pessoas verdadeiras sabem de que modo considerar o ser interior como grande e o mundo como pequeno.
  • Endireite o seu corpo, unifique a sua visão, e a harmonia do céu chegará.
  • Aqueles que seguem o céu viajam com o Caminho, aqueles que seguem os humanos se misturam com o que é vulgar.
  • Quando as pessoas perdem sua natureza essencial por seguir desejos, as suas ações nunca são corretas.
  • A vastidão do uno é evidente em todo o céu e em toda a terra.
  • Contentamento e raiva são desvios do Caminho, ansiedade e lamento são perdas de virtude, preferências e aversões são excessos da mente, desejos habituais são pesos para a vida.
  • Aqueles que alcançam o Caminho são fracos em ambição mas fortes no trabalho, as suas mentes são abertas e suas respostas adequadas.
  • A flexibilidade e a tolerância são os administradores da vida, a dureza e a força são os soldados da morte.
  • Seguir significa combinar os elementos dos acontecimentos de modo que eles se harmonizem com o momento.
  • – Eleve os pensamentos a Deus;
    – Sinta a luz divina descer sobre o topo de sua cabeça, espalhando-se por dentro e por fora de seu corpo;
    – Agora volte sua atenção para seu coração; perceba-o todo iluminado, como um sol;
    – Imagine que raios de luz saem de seu coração-sol, irradiando-se pelos braços e mãos;
    – Fique assim, por algum tempo, deixando que a luz divina faça a cura em você;
    – Você também pode, nesse estado de Ser, espalmar suas mãos e enviar luz-amor para o Planeta Terra e sua humanidade.
    Que as bênçãos de Deus caiam sobre você como uma chuva de luz dourada, para todo o sempre

 

Visão pessoal….

O ser humano busca seu bem-estar desde as épocas mais remotas e, para isso, desenvolveu inúmeras formas de cura.A saúde é caracterizada pelo bem-estar, e antes do aparecimento da doença em si, o corpo começa a dar sinais de mal-estar, informando que não está tudo bem; A maioria das pessoas está acostumada com a medicina tradicional moderna, que é a ensinada em universidades e considerada oficial na maioria dos países ocidentais. Entretanto, existem outros tipos de terapias, algumas milenares, que ainda seduzem muita gente, mas que também geram debates dentro do meio científico e médico, e por isso são consideradas alternativas.Alternativas ou complementares? O debate começa já na definição. Algumas linhas de discussão afirmam que essas terapias não substituem os métodos convencionais. Outros afirmam que elas devem complementar o tratamento alopático, isto é, o tratamento convencional. Essa queda-de-braço já não é assunto novo;Acreditamos que deve haver fundamento científico e, principalmente, dados estatísticos que comprovem que a terapia funciona, como no caso da Acupuntura,Reiki, Homeopatia,Fitoterapia entre outras.A Organização Mundial de Saúde (OMS) define de forma abstrata as medicinas alternativas: as medicinas não convencionais abrangem todas as terapias que não são utilizadas pela medicina convencional.É cada vez mais frequente, e comum, a busca por terapias alternativas ou complementares para tratar diferentes tipos de doenças da mente, corpo ou espírito. O mundo está cada vez mais “alternativo”. Medicamentos ou técnicas naturais são muito úteis quando aplicados por terapêutas experientes e capacitados .A tendência nos últimos anos tem sido a de uma maior responsabilidade assumida pelas pessoas, em relação à sua própria saúde.Atualmente, a procura por terapias não convencionais está também relacionada com a preocupação dos efeitos secundários prejudiciais de alguns medicamentos prescritos, muitas vezes em excesso, levando as pessoas a procurar terapias alternativas ou complementares sempre que possível.Homeopatia, Acupuntura, Fitoterapia, Quiropraxia, Reiki, Terapia Floral, são exemplos de métodos que eram tratados como alternativos, e hoje, são reconhecidos pela medicina como técnicas terapêuticas de grande eficácia nos mais diversos tratamentos.A diferença entre os termos alternativa e complementar é simples: Quando se utiliza a terapêutica alternativa, como por exemplo um tratamento feito sob a técnica da ortomolecular, dizemos que a pessoa está  fazendo um tratamento alternativo em detrimento da medicina convencional ou ortodoxa. Se o paciente com problemas de stress que esteja sendo acompanhado pelo seu médico e este indicar sessões de meditação e relaxamento dizemos que este paciente está recorrendo á um tratamento complementar ao seu tratamento convencional.O importante é recorrer á terapêutas alternativos conscientes, experientes e idôneos, quando decidirmos por tratamento não convencional.Concluindo, seria conveniente e muito benéfico à humanidade, observar quais são as crenças sobre a saúde e o bem-estar, e, de modo inverso, sobre a doença. Observar o que é, o que cria a doença, ou a falta de bem-estar, e de alguma maneira, mudar isto de dentro para fora, no reconhecimento de que tudo, de certa maneira, é co-dependente, interativo e que não está separado. Que quando nós re-criamos o equilíbrio – e, algumas vezes, isto requer um pouco de tempo na nossa realidade – de modo que, ao invés de procurar simplesmente um “comprimido, uma poção ou uma técnica terapêutica” para criar a mudança instantânea, observar uma mudança mais profunda, de modo que o verdadeiro equilíbrio possa ser restaurado. E observar qual foi o “presente “neste espaço chamado de doença/saúde, desequilíbrio, doença.Então, podemos nos perguntar; Como podemos avançar para esta nova transformação? Para nós aqui da Equipe, é sendo AUTO-OBSERVADOR. Ao estar consciente de quando nós começamos a acreditar que não somos suficientemente bons de alguma maneira, devemos observar isto e decidir se é isto o que nós realmente queremos acreditar ou se nós queremos fortalecer uma nova crença,;que Eu Sou Amor, Sou Uno e estou conectado com o Plenum Cósmico/ Deus e com Tudo O Que É.

Inspiração….

1-Reiki para todos
Roberto King
2-O Grande livro dos símbolos do Reiki
Walter Lubeck
3-The book on karuna Reiki
William Lee Rand
4-The Heart of Reiki
Susan Downning
5-Women and Reiki
Judith Macpherson
6-Reiki para iniciantes
David Vennells
7-Reiki Healer
Lawrence Eliyar
8-Reiki-Cura e Harmonia através das mãos
 Tanmaya Honervogt
Exibindo Foto de Mônica F.De JardinMonicavox
Recomendo…..

A expectativa criada com a Ascenção Planetária-Quais as causas, sintomas e consequências-A frustração baseadas na falta de conhecimento e equilíbrio emocional

Prólogo- Texto & Grifos em negrito de Mônicavox

O Planeta Terra vive nos dias de hoje,  tempos de crises que se espalham por todo o globo; moral, violência, crimes e desatinos de todas as ordens. Vemos por todas as partes notícias que nos levam ao desânimo e à descrença. Em que ponto estaremos em algumas décadas se não tomarmos consciência de quem somos e o que estamos fazendo aqui?Indo contra todas as expectativas da nossa curta visão, o que anuncia a Espiritualidade Maior é que chegaremos a dias melhores. Por pior que pareça o que vivemos atualmente, devemos manter em nós a esperança em tempos renovadores com os pés no chão e embasados em informações e conhecimentos.

A maneira de fazer é sendo.Se considerarmos algumas mensagens espirituais como referência, Manoel Philomeno de Miranda, por meio da mediunidade de Divaldo Franco, nos trouxe, em 2010, valiosas notícias acerca da Transição Planetária, em livro de mesmo nome, elucidando que esses tempos hediondos antecipam o amanhecer da Nova Era.

Na Nova Terra, (que não sabemos nem temos conhecimento de datas, mesmo porque, isso acontecerá aos poucos e a velocidade com que isso acontece depende da vibração e sintonia da raça humana com os planos superiores de consciência) haverá espaço para a fraternidade e a paz entre povos e nações; veremos nossa ciência e tecnologia avançando ainda mais, trazendo a cura para enfermidades e outras descobertas valiosas; os corpos físicos, aliás, serão mais bem desenvolvidos e adoecerão menos (até porque a humanidade futuramente terá mais consciência holística/alimentar/ambiental).

Fisicamente falando, nosso planeta que é dinâmico, quando bem cuidado e respeitado em sua biologia, geologia e clima poderá sofrer menos cataclismos.

Para alcançarmos essa Nova Terra mais feliz, desde a década de 40/50  estamos recebendo energias e comunicações vindas de planos superiores com cada vez mais frequência, a medida que entramos no cinturão de fótons, o que aconteceu com a convergência harmônica em 1987 (Veja livros de Barbara Hand Clow e Barbara Marciniak ), como as comunicações dos Pleiadianos,  de Alcione;  Mais evoluídos, eles vêm à Terra em missão de amor;

Desde os anos 2010, contudo, alguns espiritualistas afirmam que houve reencarnes em massa dos irmãos de Alcione por todo o globo.

Missão: Virão exemplificar a paz e o amor, modificando nossos costumes morais e sociais.

Essa não é a primeira vez que a Terra recebe um “empurrãozinho” de nossos irmãos de outros orbes. No início da nossa civilização,  os irmãos de Capela vieram para contribuírem com o desenvolvimento intelectual de nosso planeta. Naquela ocasião, porém, os capelinos desembarcaram na Terra, pois estavam atrapalhando o progresso de seu mundo de origem, diferente dos missionários de Alcione, que vêm para cá exemplificando o amor fraternal que deve reinar entre todos nós.

O mesmo processo que Capela sofreu se desenrola hoje na nossa Terra. A transição planetária selecionará aqueles que estejam impedindo o progresso convidando-os a contribuir com o desenvolvimento intelectual, moral e tecnológico de mundos mais inferiores, exatamente como aqui ocorreu. Só para registrar: os irmãos de Capela, entre outros povos das estrelas, habitaram o Egito nos áureos tempos daquela civilização. O conhecimento que possuíam naquela época era tão avançado e continua sendo até hoje, se considerarmos que a construção das pirâmides egípcias ainda é um mistério para nossos cientistas.

Seja como for, os espíritos revoltados e insistentes nas práticas do mal não terão permissão para reencarnarem na Terra novamente. Por outro lado, aqueles com tendência ao bem e ao amor poderão continuar aqui, se vibrarem na mesma frequência da Nova Terra, convivendo e aprendendo com os irmãos de Alcione, edificando um mundo de fraternidade e paz, construindo, enfim, a Terra Regenerada.

Todo esse conhecimento que nos chega, através das obras e das mensagens que emanam dos planos superiores, deve servir como incentivo para renovarmos nossas atitudes, pensamentos e sentimentos.

Onde queremos estar?

Num mundo mais feliz, vivenciando o amor e a paz em comunidade?

Num mundo menos avançado, sentindo saudades do nosso Planeta Azul?

O livre arbítrio é nosso e toda escolha será respeitada (como sempre foi). A Hierarquia Espiritual de Luz procura sempre nos fornecer informações relevantes para que possamos exercer nossa liberdade de escolha da maneira mais sábia e menos dolorida possível.

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES/DÚVIDAS E QUESTIONAMENTOS SOBRE A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

Por Mônicavox

1-Como acontece o processo de transição planetária e porque?

Deve-se compreender a Transição Planetária como um processo Maior, de abrangência global, isto é, que tem uma relação direta com todo o planeta Terra, e não apenas com uma região ou país em específico.
A partir desse ponto, observando a Transição Planetária como um fenômeno global, pode-se caminhar adiante, para o segundo ponto: dados acerca da Transição do Planeta Terra. A Transição Planetária, consiste em um momento, dividido em etapas, a saber: 
1-início, ou marco inicial; 
2-ciclos de instalação; 
3-ciclos de amadurecimento; 
4-ciclos de checagem; 
5-etapa meio, ou marco de consolidação; 
6-ciclo de fechamento; 
7-etapa meio-fim; 
8-pré-apogeu;
9-instalação do apogeu; 
10-etapa do apogeu;
11- apogeu;
12 ciclo de desfecho do apogeu;
13- confirmação do apogeu; 
14-Consolidação final do Planeta transformado em de Luz e vida;
O Planeta Terra está trilhando ainda as fases iniciais, estamos nos ciclos de instalação dos processos, ou seja, limpeza ambiental, limpeza humana, conscientização dos processos de manipulação, reorganização social, moral, ética e espiritual. Tudo isso em fase inicial.
“Não mais verás o teu orbe como algo solto na imensidão do Universo. Do mesmo modo, não te sentirás mais desligado de teus Irmãos. A vida ganhará novo sentido a partir do momento que a visão humana não mais separar o inseparável e julgar o injugável.”
Ashtar Sheran

2-Qual o objetivo final da transição planetária?
O objetivo do Processo de Transição Planetária, se dá justamente pelo momento caótico que a civilização terrestre vive atualmente. Durante muito tempo, por centenas de anos, os habitantes desse planeta, se digladiaram como feras indomadas.
Grandes guerras ocorreram, bombas atômicas foram lançadas em várias épocas da humanidade (ver tecnologia dos antigos nos Vedas), e muitas pessoas desencarnaram devido a isto.
Instalaram-se religiões manipuladoras com intuitos de dominação através da doutrinação, governos altamente corruptos, a ciência da mídia enganosa, altamente especializada; A Transição Planetária irá permitir que o planeta Terra mude de dimensão física, isto é, o Planeta Terra passa no momento por um Portal Interdimensional, ou Cinturão de Fótons-elétricos.
Resultado de imagem para imagens sobre o cinturão de fotons
3-O que é o Cinturão de Fótons?
Nosso planeta  faz parte do conjunto, ou Sistema Solar situado na borda externa da Galáxia. Essa Galáxia navega pelo Espaço sideral como um barco num grande oceano. A cada ano sideral de duração aproximadamente de 26.000 anos, o Sistema Solar passa duas vezes em torno de outro Sol central (Alcione) nas Plêiades.
A cada passagem, esse sistema ingressa no Cinturão de Fótons, levando em média 2.160 anos para completar o percurso. Ao ingressar no Cinturão de Fótons, o sistema solar passa por ajustes físico-energéticos alcançando novas realidades dimensionais ou iniciações. Essa passagem promove transformações evolutivas em todo o sistema.
À partir de 2012, o nosso Sistema Solar entrou e está totalmente imerso no Cinturão de Fótons, e consequentemente tem passado por mudanças. As mudanças planetárias acontecem no nível físico e no nível sutil.
No nível físico, as alterações mais evidentes são as mudanças climáticas, com a elevação das temperaturas e consequentemente a elevação do nível do mar pelo degelo das geleiras.
No nível mais sutil, notamos as alterações nos pólos da Terra, aceleração na passagem do tempo, modificações na frequência do planeta e de seu magnetismo. As mudanças da humanidade se dão no nível físico, anímico e espiritual.
No nível físico temos, no plano biológico, o surgimento de uma nova genética. No plano individual, estamos todos partindo para o autoconhecimento, e no plano moral há uma substituição de valores. No plano psíquico há uma quebra de paradigmas e finalmente no plano social, existe uma quebra de estruturas. No plano anímico, caminhamos para a integração Mente-­Espírito. E finalmente no plano espiritual, obtemos uma libertação dogmática.
A religião do futuro será cósmica e transcenderá um Deus pessoal, evitando os dogmas e a Teologia. Esse cinturão JÁ está aberto em nosso Sistema Solar. Tal passagem, irá fazer com que todos os átomos do planeta Terra, vibrem em outra dimensão, muito mais sutil que a atual.
Com essa sutilização, os átomos perderão energia, aumentando sua velocidade. Com isso, a forma física irá mudar, para um patamar mais evoluído, permitindo ao Ser Humano do planeta Terra, viver em condições mais favoráveis à evolução espiritual.
Nota;-O Fenômeno da Transição Planetária, não é exclusividade deste planeta. Outros planetas do Sistema Solar, também estão passando por tal processo,cada um de acordo com a seu projeto biológico,sua estrutura geológica e sua concepção espiritual, que não é necessáriamente igual á nossa. 
4-Em quanto tempo ocorre a transição de um planeta de terceira dimensão para um planeta de quarta/quinta dimensão?
Todo esse processo relativo a Transição Planetária, para o planeta Terra leva um tempo linear muito grande, difícil de avaliar pelas nossas mentes materiais muito limitadas para compreender este processo único;nada conhecemos sobre isso, pois não passamos por nada parecido desde que a humanidade tem consciência de que é uma comunidade global interrelacionada em tudo;este conceito não existia na antiguidade e ficou cada vez mais clara depois que a tecnologia no planeta avançou;

E o que isso significa? significa em primeiro momento, uma total limpeza planetária. Isso porque, o planeta Terra, no momento atual, em pleno século XXI, encontra-se “muitíssimo poluído” em vários níveis, tanto geofísicos, quanto sociais, humanos, governamentais e espirituais.Por exemplo, a aura do planeta, está infestada de energias densas. A atmosfera, repleta de gases tóxicos; As águas, cheias de veneno produzido pelo Homem; Na verdade, fica mais simples, perguntar o seguinte: o que não está poluído do Planeta Terra? Muito pouco. Desde as mentes da maioria das  pessoas até o ar que todos respiram, praticamente tudo neste orbe está infestado por energias muitos nocivas ainda; a remoção destas energias está em processo de cura e isso está diretamente relacionado com o nível de consciência do planeta, que ainda é muito baixo e vamos argumentar ao longo deste questionário informativo;

O desequilíbrio gerado atualmente pelo Ser Humano, é algo fora dos patamares aceitáveis pelo Ser equânime e conhecedor das Leis Maiores. Nós aqui encarnados na 3D, percebemos apenas parte desse desequilíbrio total. Há muita energia baixa e perniciosa ainda escondida, pelos próprios Homens, dos demais habitantes deste planeta.Por tudo isso avaliado criteriosamente e com conhecimento e informação, podemos dizer que não há datas para que isso ocorra,pois a limpeza primeiro se faz absolutamente necessária.Dependerá de inúmeros fatores, e o fator humano é o principal.

 
Resultado de imagem para imagens sobre atransição planetária
5-Estamos em um processo de ascenção?
A Ascensão é uma etapa natural dentro do processo de evolução universal. Trata-se de um processo ininterrupto de crescimento através de várias formas de aprendizagem que visam, em última análise, atingir a reconexão e fusão com a Fonte Primordial ou Criador ou Plenum Cósmico/Deus através do amor incondicional, pelo exercício da sabedoria, integridade, compaixão e tolerância. A ascensão depende do abandono das ilusões que a terceira dimensão representa, impedindo que alcancemos a UNIDADE. É preciso, para tanto, um real comprometimento com a disciplina e o amor, ainda mais agora com a transição planetária, onde isto se torna uma realidade para quem tiver olhos, ouvidos e coragem de quebrar as máscaras da ilusão.
O trabalho das forças do bem é silencioso mas ainda precisa do  despertar de milhares de seres. A fim de infundir no planeta sua nova faixa vibratória, devemos ter almas de livre vontade na Terra, que queiram ser Âncoras de Luz:estamos caminhando, mas ainda precisamos de muito trabalho interior neste sentido; os condutores de energia espiritual, a vanguarda da Nova Era, os pioneiros da Era de Ouro ainda são poucos (5%) em relação aos que ainda estão adormecidos ou que desejam permanecer no status quo (95%)
6-Como é a vida em uma dimensão diferente da nossa?
Na verdade, o que  enfrentamos em uma mudança dimensional é uma freqüência de luz que sempre foi além de nossa percepção.Exatamente por isso não temos uma idéia real e sim aproximada, através de algumas mensagens e canalizações de fontes mais ou menos fidedignas, pois todas elas,mesmo a dos Avatares , nos foram descritas por seres humanos,por isso, temos de ter critério ao analisá-las.
No entanto, agora que Gaia está sendo liberada dos grilhões da idade das trevas, seus seres humanos estão cada vez mais se juntando às fileiras de suas plantas, insetos, animais e elementais nessa viagem para a quinta dimensão. Aqueles de vocês que abriram suas mentes para o processo de despertar estão começando a absorver maiores freqüência de luz. Na verdade, a luz não é a maior freqüência porque é multidimensional. Ela contém todas as freqüências, incluindo o quantum, a freqüência zero.

É na quinta dimensão e além, bem como no ponto zero, que as energias da humanidade são desafiadas. Nós estamos sendo desafiados porque essas energias são novas para os nossos cinco sentidos físicos. A percepção ampliada de nosso Ser Multidimensional pode facilmente perceber as ondas de energia cósmica de torção fluindo do buraco negro no centro da Via Láctea, o portal aberto do Centro Galáctico. Por outro lado, estas ondas são uma experiência única para o nosso ego/personalidade que está relutando em receber, traduzir e integrar estas freqüências de luz/informação, mesmo quando nossa Alma/SER entende, mas não compreende.

7-Quanto tempo levará ainda a transição planetária terrestre no ponto em que a consciência humana se encontra?
A Mudança é uma revolução na consciência humana. É o despertar espiritual e criativo da humanidade. Na consciência da Nova Realidade que começa tímidamente a emergir , experienciamos novas perspectivas de conhecimento, novos níveis de criatividade, começamos a questionar tudo, queremos aprender, debater, formar grupos de estudo, queremos informação para decidir ,não somos mais conduzidos e seguimos os nossos corações para fazermos as nossas próprias contribuições significativas para a melhoria do mundo.Há estágios específicos na evolução da humanidade, tanto ao nível individual, quanto ao nível social.
E como estamos hoje?
Se considerarmos que precisamos de uma quantidade significativa para que haja uma mudança real, ainda estamos lá atrás;não temos ainda uma consciência alimentar desenvolvida, temos uma sociedade ainda machista,preconceituosa, dogmática,beligerante,indisciplinada e altamente manipulável, haja visto o que se compra, o que se assiste, o que se conversa e o que deseja, em sua grande maioria.
São pouquíssimas pessoas ainda que tem esses paradigmas desenvolvidos ou em processo de concientização; isso é fácil de constatar nas pesquisas de mercado que são feitas para introduzir novos produtos, nas redes sociais cada vez mais voltadas para o exibicionismo pessoal e terreno para divulgar racismo,preconceito,individualismo e patologias psicóticas estranhas, nos índices de doenças por má alimentação e vícios que crescem,na mídia que cada vez mais tem participação e influência ativa no dia á dia das pessoas;isto está ocorrendo AGORA e para quem não participa destas coisas, tudo soa absurdo e inconcebível que ainda estejamos dessa forma em sua maioria, MAS ISSO NÃO É FANTASIA NEM IMAGINAÇÃO, É A REALIDADE PURA E SIMPLES; Podemos dizer que estes estágios evolutivos estão codificados no projeto da experiência humana, porque eles correspondem exatamente aos principais Chacras ou centros de energia na anatomia sutil de cada ser humano.E a maioria ainda está no Chacra Básico, o primeiro nível, onde a matéria e todos os desejos e paixões humanas estão presentes.
Diante desse quadro assustador, existem também aqueles que não compactuam, mas também em diferentes níveis;temos os conscientes alimentares e ambientais, mas não conscientes sociais;temos os conscientes de que o sistema nos domina( a maioria) mas não tem consciência de que o planeta precisa de ajuda;temos aqueles que são vítimas de si mesmos, de seus desejos materiais, alimentares e sexuais, que ajudam muitas pessoas que precisam e pensam que estão conscientes por isso;tem aqueles que ainda estão presos nos dogmas das religiões, não tem consciência ambiental nem alimentar, mas amam seus animais de estimação e fazem tudo por sua família, até ser indulgente com ela.
Enfim, consciência para uma elevação mais igualitária de todos( não necessariamente igual, pois isso seria impossível, mas pelo menos em bases menos desiguais) ainda não temos e não teremos tão cedo , sem citar datas (atitude pueril), nem prazos estimados(previsões baseadas em jogo de loteria e má avaliação por falta de conhecimento), ou ainda, acreditando que já possuímos esse nível necessário para a ascenção da raça humana á uma dimensão maior que essa; ficamos sonhando acordados com coisas que não vão acontecer agora, tirando o foco da vida em si mesma e perdendo a oportunidade de usar o tempo mais produtivamente, ou seja, vivendo como na Síndrome de Pollyanna (definição; No mundo de Pollyanna, todas as pessoas são boas e o mundo é o melhor possível. Basta que se saiba cativá-las, dialogar com elas e descobrir o melhor de cada uma.
Quando se vê numa situação vexatória ou humilhante, joga o “jogo do contente”; Adotar essa atitude em face de problemas e de casos em que se imagina uma coisa que na realidade não é,pois os fatos não corroboram, pode ser sinônimo de fuga da realidade, de visão imatura ou distorcida da vida. Perde-se um tempo enorme vivendo desta forma e deixando de tomar as atitudes que mudariam a vida dela, de fato). Portanto olhando sob este prisma REAL e não ILUSÓRIO, vamos ter muitas décadas (ou mais,sem precisar quando) para sair deste atoleiro em que nos metemos (a maioria nem sabe que está em um).

8-Algumas canalizações nos indicam que estamos em tempos maravilhosos e que a mudança dos paradigmas terrestres são iminentes. Até onde isso é verdadeiro? Qual critério devemos usar para analisá-las?

 A diferença entre a verdade é a mentira é um abismo profundo, e podem fazer cair nele os que parecem ser sábios e são apenas os fantoches dos espertos seres trevosos. Há quem goste de ser enganado e aceita qualquer informação que essas hostes lançam sobre os seres humanos, em maioria despreparados, promovendo a alienação e muita confusão. Está havendo a possibilidade de ‘transmutação de karma’, na forma de trabalho,conscientizaçao e fraternidade; é diferente de todo mundo “estar limpo e santificado”.
Não tem como sacudir as cabeças dos seres humanos  e tirar essa massa de informações irreais sobre muitos aspectos que vem sendo difundidos, dando ‘vida’ a essas estratégias de persuasão dos seres humanos através de uma espécie de “lavagem cerebral coletiva”;As verdades  maquiavélicas de se forjarem informações sobre a transição planetária tem que ser ditas e, em breve, irão substituir algumas “lendas plantadas de paraísos maravilhosos na Nova Terra” e serão aceitas pelos mais previdentes,conscientes e cautelosos, os que conhecem as infiltrações ardilosas nos terrenos mentais(extremamente frágeis e sem intelecto para discernir) da maioria dos seres humanos.
Portanto devemos ler e absorver com muito cuidado, separar o joio do trigo, procurar ler nas entrelinhas, não se cobrir de expectativas que podem levar á frustração depois, procurar fontes fidedignas(auxiliadores espirituais da Nova Era-série do blog, por exemplo) e mesmo assim, saber filtrar,pois todas as mensagens passam pela mente do canalizador e refletem os seus desejos mais íntimos, que muitas vezes diferem do conteúdo real da mensagem,inclusive omitindo dados e/ou fatos que possam divergir do próprio canalizador.
9-Quais atitudes da humanidade indicam um aumento de consciência significativo?
Ainda estamos em fase de expurgos,  apesar de que  muitas notícias e preparo da humanidade para irem se apossando de suas liberdades, suas novas frequências, seus direitos adquiridos, são reais; mas muitas são armadilhas para uma “alienação forjada”;Quando muitos estão com véus na mente e substituem o amor pela negligência consigo mesmos, uma negligência mental de encarar realidades e o trabalho que deve ser feito dentro de si mesmos.Muitos estão gostando de serem tolos e imprevidentes, pois a idéia de que sairão daqui para seus “lares dimensionais de quinta dimensão” os deixam seguros e livres de responsabilidades e que não requer esforço nenhum da parte deles, já que está predestinado a acontecer.
Conhecer os aspectos dos mundos de dualidade, ter recebido informações sobre a transição planetária, ter recebido revelações sobre os dirigentes cósmicos do planeta e sobre o funcionamento das leis universais, sobre a ação dos extraterrestres no passado e no presente, saber que devemos estar sintonizados com a luz e tudo o mais que estudamos tanto, não modifica nossa essência de forma profunda com regrinhas  tão simplistas como essas;Temos de tomar a decisão de fazer o trabalho de “escancarar” os fatos, falar do que é real no tempo presente de nossas vidas,doa a quem doer, e com isso,  dar uma chance a muitos de se salvarem de sua própria ignorância sobre si mesmos e sobre tudo o que vem sendo veiculado.
 
Façamos um teste rápido;se todas as pessoas conscientes ou mais ou menos despertas conseguissem fazer com que as inconscientes  deixassem de tomar refrigerante, de tomar bebidas alcoólicas, de fumar, de comprar produtos que se sabe notóriamente fazerem mal á saúde, de parar de frequentar templos de consumo e templos religiosos como ovelhas no rebanho POR APENAS UM ÚNICO DIA NO MUNDO INTEIRO, o que aconteceria? quais os prejuízos financeiros das elites dominantes?o que isso acarretaria como sinalizador de que não toleraríamos mais estas coisas que tentam empurrar pela nossa goela abaixo?
 
Outro teste; imaginemos que todas as televisões do planeta se desligassem e as pessoas buscassem outros tipos de entretenimento, sugeridas pelas pessoas já despertas ou em processo de despertar, e qual nível de aceitação isso traria? Provavelmente  muito poucas pessoas mudariam seus hábitos pois são escravos incondicionais da telinha.
As atitudes que indicam o aumento de consciência estão descritas nesta resposta;as que devem ser feitas, as que não serão feitas e as que podem ser feitas;cabe a cada leitor se encaixar em uma delas…e testar seu nível de consciência….um teste básico, mas revelador.
10-Devemos confiar em previsões otimistas ou pessimistas?
A Transição Planetária traz a mensagem para a Terra sobre a Recuperação dos Sistemas Naturais(todos);O momento de desequilíbrio natural pode ser recodificado. Para quem  acredita na luz, nas órbitas, galáxias, universos e na criação infinita, existem muito mais recursos disponíveis do que os já conhecidos e praticados pela ciência moderna. Para o restabelecimento do nosso sistema planetário é preciso freqüências de defesa para elevar o nosso planeta destas causas desarmônicas.
A impotência maior advém das crenças e limitações da consciência materialista. Somos seres eletromagnéticos e imortais com nossa propagação iluminada. Portanto podemos e devemos influenciar todos os sistemas de forma concisa, direcionada e focada, portanto otimista. Enquanto acreditarmos no que é limitado, não estaremos usando de nossas condições Crísticas ilimitadas; brilhar, irradiar, conectar-se com a fonte para reconstruir sistemas com identidades de planos de existências mais harmônicos faz de nós seres co-criadores com a Criação .
É o Amor verdadeiro e livre que nos conecta às forças cósmicas de regeneração das camadas de proteção e às energias de reconstrução. Somos livres para gerar ou desperdiçar,porém o domínio das forças desarmônicas já pode ser evitado e aprisionado. Por esse lado, podemos ser pessimistas pela dificuldade do trabalho, pela falta de colaboração da maioria dos seres humanos e pela presença de poucos trabalhadores da luz, ainda que ativos, mas em baixo número perto da maioria inconsciente. Para o otimismo  superar o pessimismo, temos muito ainda que trabalhar dentro e fora, ao lado e ao centro de tudo isso que já foi dito em tópicos anteriores.
11-Quais as chances do planeta ascender em um tempo relativamente curto?
Tudo depende da velocidade do aumento de consciência, mas pelo que foi comentado anteriormente, a resposta é não;se considerarmos o tempo linear, sem sermos fantasiosos para mais ou para menos e começar a divulgar datas sendo pretensiosos, diremos que pode levar um tempo considerável, se levarmos em conta os tópicos da primeira pergunta;estamos na fase da instalação dos ciclos e ainda temos muitas fases para serem implantadas.
Nos tornarmos conscientes do fluxo da Luz de nossa Alma em nossa vida diária, conseguir ouvir as instruções e sugestões que virão das Fontes Superiores, aprender a confiar nestas instruções e a fluir com as sincronicidades, desejos e milagres que ocorrem no fluxo da parceria criativa entre o Eu Superior e o Ego/personalidade como Mestre da Luz…. isto é ascender á planos superiores, não é só a parte sócio-geo-política-moral-ética do planeta. Isto é o que significa viver uma vida “emocionante”, onde cada dia está cheio de paixão e de luz, com a orientação da Alma e do Eu Superior.Para que tudo isso ocorra e possa ser chamado de ascenção, levaremos um bom tempo linear ,ainda.
12-O que poderá mudar na nossa vida cotidiana, a partir do momento que existam mais e mais despertos no planeta?
Vamos usar o exemplo do que diz Joel Barker, que é um pesquisador independente e futurista; ele foi o primeiro a popularizar o conceito de mudanças de paradigma e ficou  conhecido mundialmente como o “Homem do paradigma”; seus programas de formação são extraordinários sobre o futuro. Eles foram traduzidos para 14 línguas e são best-sellers internacionais para mais de uma década. Além disso, Joel Barker tem trabalhado com várias organizações em todo o mundo, assim como com nações como Cingapura, Venezuela, Canadá e Peru.Uma frase muito procedente para este post é essa;
“Uma visão sem ação não passa de um sonho. Ação sem visão é só um passatempo. Mas uma visão com ação pode mudar o mundo;Aqueles que dizem que algo não pode ser feito deveriam sair do caminho daqueles que estão fazendo.”
Essas duas frases resumem o que temos de fazer para que tenhamos a mudança que queremos ver;Isso mudaria tudo o que vemos hoje, pois o poder está em nossas mãos, escolher mal ou bem, fazer ou não fazer, tudo depende destas duas ações.
13-Como podemos ajudar, cada um de nós, para aumentar o nível de consciência planetária, afim de acelerarmos o processo de mudança?
Primeiramente estudando muito, dedicando nosso tempo livre para estudar os problemas do mundo e como podemos ajudar/contribuir para resolvê-los perto de nós mesmos, já que os maiores problemas da humanidade reverberam em cadeia e vem parar ao nosso lado; aumentando a conscientização das coisas mais básicas do ser humano(alimentação, mídia,manipulação e religião), de como se libertar do lado negativo delas e escolher o lado positivo e como podemos divulgar e influenciar positivamente outros que ainda não estão despertos. Solicitar ajuda, participar de grupos, Ongs e comunidades, que estejam ensinando os mais básicos e novos paradigmas de vida, é uma forma de ajudar e muito nesta Transição pelo qual o planeta está passando, fazendo com que as pessoas parem e pensem, decidam por si mesmas e descartem,por si mesmas também, tudo aquilo que as oprime, manipula,induz e decide por elas.
 14-Qual o papel dos extraterrestres na Transição Planetária?
Se observarmos a história da Humanidade verdadeira, não aquela manipulada que nos legaram as escrituras e ocultação de informações, os extraterrestres estão presentes na maioria dos locais como Egito, Península de Yucatán(México e América Central), na Ìndia, Àsia, Rússia e EUA, com o famoso caso de Roswell e outras aparições com abduções famosas e descrições na Bíblia, atribuídas á Deus e anjos; portanto, isso deveria já ser bem mais aceito pela humanidade neste século XXI, mas ainda estamos brigando entre nós se existem ou não existem, e isso é também resultado da negação de cada um para ter de demolir suas crenças religiosas, já que é isso que vai acontecer quando tivermos um contato efetivo á nível planetário,ou seja, ao mesmo tempo em todos os cantos da Terra. Existem duas possibilidades quanto aos extraterrestres: os elevados moral e tecnologicamente e os elevados apenas tecnologicamente.
Os primeiros são membros da Confederação Cósmica ou Galáctica e nos observam muito atentamente. Contudo, visitam a Terra a milhões de anos, como bem comprovam provas arqueológicas como fósseis com pegadas de botas do período pré-cambriano, quando não haviam hominídeos por aqui, desenhos rupestres desde 17000 anos atrás. Atualmente, estão presentes e, a cada dia, mostrando-se mais  entre nós; Acreditamos que a missão deles é nos acompanhar neste período difícil de transição, pelo qual eles mesmos já passaram, sem interferir, mas nos apoiando em encontrar soluções para nossos problemas.
Mas não podemos achar que eles serão a solução dos nossos problemas, muito pelo contrário;nenhum povo extraterrestre com uma espiritualidade elevada vai interferir em um planeta que passa por uma Transição tão difícil como a nossa e ainda nos primórdios dessa Transição, seria totalmente catastrófico; Precisamos ter isso em mente e nos focar em resolver nossos problemas aqui mesmo, neste momento , e buscar soluções para nossas dificuldades e aumento de consciência, que é o maior problema de todos.
15-Quando poderemos ter um contato efetivo e pessoal com os povos das estrelas?
Este contato oficial foi previsto por muitos especialistas como David Wilcock e o Dr Michael Salla em 2008 e não aconteceu; muitos países começaram a divulgar timidamente seus arquivos extraterrestres, porque não conseguem mais ocultar a verdade da humanidade, dada a quantidade de aparições, algumas até constatadas por oficiais fora do sistema de defesa; os relatos dos astronautas das missões espaciais também vazaram e muitas abduções foram comprovadas por hipnose;
Porém, os próprios extraterrestres espiritualizados sabem da dificuldade de um contato desta magnitude ,para a compreensão e elevação da raça humana que ainda está muito aquém de  uma consciência verdadeiramente pronta para assimilar este tipo de contato;os outros tipos de raças que visitam nosso Orbe para negociar com governos,nos observar e abduzir para testes e permutar tecnologia, esses não tem a menor preocupação conosco em termos de Transição, muito menos em nos ajudar e sim, pilhar,interferir e causar tumulto e descrença. Diante de tudo isso,ainda precisamos fazer a Transição, instalar os ciclos, vivenciá-los e depois, mais preparados mental e socialmente, conseguirmos entender este paradigma extraterrestre afim de nos fazer evoluir com ele. Não podemos falar de tempo linear e sim trabalhar nossa consciência para que este tempo seja encurtado,mas sem ilusões.
Resultado de imagem para imagens sobre a transição planetária
Visão Pessoal…

Esse é o espírito da Ascenção Planetária em fase de Transição,que estamos aguardando á milênios, e nós somos os pioneiros que estão presenciando os ciclos de instalação,que são as diretrizes e bases para uma Nova Terra;isso não quer dizer que ela vá estar pronta em pouco tempo, apesar da enorme ansiedade dos Trabalhadores da Luz em todo o mundo,mas os mais conscientes e despertos sabem o tamanho do desafio que tem pela frente;não será nem por tempo ou problemas enfrentados que devemos desistir de criar neste planeta uma nova raça com uma nova consciência, expandida,livre e cada vez mais  espiritual, já que ainda somos circuitos biológicos com potencial de tornarmo-nos Espírito,pois temos em nós a centelha da Fonte Primordial.

Mas temos que ter em mente a dimensão deste trabalho e não nos tornarmos vítimas dele pela super idealização de um futuro que achamos, (por falta de conhecimento global do processo de Transição), que está próximo ou pela distância temporal linear imensa que ainda nos separa do momento do apogeu do planeta.Evolução significa transformação. Quando eu olho para a natureza, tenho a impressão de que as forças naturais tendem a buscar um estado de harmonia, ainda que esse estado seja temporário. Mas, enquanto esse estado de ordem relativa não é atingido, vemos, em maior ou menor grau, um certo caos.

Vejo isso, também, nos processos sociais. Até que a sociedade atinja determinado estado, passamos por revoluções, protestos e até mesmo revoltas. Mas, para que as transformações necessárias ocorram, é necessário não apenas que os governantes ouçam, reflitam, debatam e se empenhem, de acordo com os mecanismos legais,(o que deveria ser o certo, mas muitas vezes não é ,exatamente pela falta de consciência reinante) em atender a esses apelos. Mais do que isso, todos nós precisamos fazer a nossa parte, dentro da nossa esfera de ação.Cientes disso, não podemos nos limitar a protestos e manifestações populares.

É necessário assumirmos de vez, diante da sociedade, um papel proativo, atuante no bem, mais produtivo. É necessário também uma participação marcante, que faça a diferença, para além do nosso círculo habitual de relações,sendo enérgicos e decisivos quando for preciso, mas sempre de forma pacífica. Só assim estaremos aptos para uma interação global, massiva com seres de outros planetas. Mas, na minha opinião, para isso não há data marcada. Acredito que esse intercâmbio ostensivo com os extraterrestres ocorrerá, mas gradualmente.

Já pensou se os seres extraterrestres aparecessem em massa, de uma hora para outra? As consequências poderiam ser trágicas, com suicídios de famílias inteiras e mesmo de grandes participantes de determinadas denominações religiosas,muitos iriam se aproveitar da situação para virarem outro Messias,religiões com base na vida dos extraterrestres seriam formadas e muitas pessoas os cultuariam como deuses novamente; As esperanças estão nas futuras gerações, que com certeza estão sendo preparadas para essa nova fase evolutiva. Mas, se não fizermos nossa parte, hoje, a transição será ainda mais lenta e dolorosa.

Monicavox

Recomendo…

Imagem relacionada

Resultado de imagem para Imagens sobre livros sobre a transição planetária

Imagem relacionada

 

HISTÓRIA CÓSMICA E A NOOSFERA

A História Cósmica é o centro do Campo Universal da Inteligência.A premissa da História Cósmica é que esse Campo Universal da Inteligência não vem sendo conhecido com exatidão neste tempo presente.Por esta razão tem de haver uma reformulação da construção do conhecimento no mundo. Estamos tratando de um caminho oniabrangente e de fato, poderíamos dizer, na íntegra, que a forma como se apresenta no mundo cotidiano ao ser humano deste Planeta,por meio dos seus sentidos, é inadequada, errônea e incorreta.

Naturalmente que é difícil para alguém que só tem conhecido este inadequado sistema, entender que possa existir algo mais além disto,ou ainda, que poderia haver algo errado nesta construção em particular.A História Còsmica é, realmente , um padrão ou uma cobertura superior de um entendimento compreensivo, que tem por objetivo substituir toda a construção de mundo, que existe ainda hoje.

Quando falamos da prevalecente estrutura dominante do mundo, estamos falando da estrutura de informação e inteligência que permeia e domina o que chamamos de nações “industrializadas”.As nações são responsáveis pela elaboração do que chamamos de TECNOSFERA OU INVÓLUCRO ARTIFICIAL, baseado na consciência da máquina e na pesquisa de marketing.

Quando pensamos á respeito da Tecnosfera e do ponto de vista mundial dominante, que distorce o tempo e a consciência, temos de entender que há uma só ordem mental imensa que fala a si mesma constantemente. Em outras palavras,quando vemos TV, ou lemos jornais, é a mente falando á si mesma, porque, quem está lendo ou vendo, senão a mente que os criou?

Quando vemos a quem e de que forma se apresenta esta visão do mundo atual, percebemos que há premissas básicas que são completamente errôneas.A primeira premissa é que só há unidades individuais de consciência,portanto não há uma consciência ou entendimento da NOOSFERA.

A Noosfera é a envoltura mental da Terra,ou a “capa pensante”dela.Pode ser entendida como uma unidade de armazenamento da soma das interações mentais de toda a vida,tanto no reino fenomênico como no reino imaginário.A carência de conhecimento da Noosfera, juntamente com o BANCO PSI(que pode ser entendido como o painel de controle da Noosfera, o sistema nervoso, o mecanismo regulador dela)é a primeira falha da prevalecente estrutura dominante que governa as percepções do mundo de hoje.Isto se deve ao fato de que toda a BIOSFERA( a esfera da vida e todo o seu sistema de suporte) é realmente dirigida e operada pela Noosfera.

Localizado entre os dois cinturões de radiação de Van Allen, os componentes principais do campo eletromagnético da Terra, o BANCO PSI é instrumentado pelo fator tempo quadridimensional do qual os MAIAS eram totalmente conscientes.Este fator de tempo quadridimensional regula o DNA, que inclui todas as etapas da evolução dos processos de mutação da vida na Terra.Desta  forma, o BANCO PSI serve de arquivo, onde são depositados os registros do tempo quadridimensional.

Até agora,  TODA A BIOSFERA TEM SIDO GOVERNADA INCONSCIENTEMENTE PELA NOOSFERA.È importante entender que a mente que está falando á si mesma é, realmente, a Noosfera, a esfera mental de inteligência no Planeta. Porém, ela(a mente) não sabe que é a Noosfera que está falando, por causa de uma forma restrita e provinciana, operando com um sistema de crenças limitado e um conjunto aceito de pontos de referência. A premissa mais fundamental deste sistema de crença limitado é a de que o materialismo é bom e é a única forma de realidade.Este ponto de vista sustenta a noção de que o mundo é uma construção puramente física e, portanto, nós, seres humanos, somos também construções puramente físicas.

Neste ponto de vista “físico” do mundo, o propósito da vida é fazer a acomodação material desta construção fenomênica, tão confortável quanto possível.

Qualquer coisa que vá contra esse conforto e crie desconformidade deve ser evitada e qualquer coisa que fomente este conforto, deve ser estimulada.Esta é uma premissa fundamental, inconsciente, não expressada de tudo o que ocorre como informação na construção atual do conhecimento do mundo, que pode ser visto como um circuito fechado de retroalimentação de informação, com a mente falando á si mesma.

O que a mente está fazendo continuamente, é sustentar o seu próprio sistema de crenças, que é absolutamente materialista, não questionado, não expressado, na natureza física da realidade do SER.Nesta construção do mundo, a religião ou ideias religiosas, ás quais nos referimos, são meramente ideias, que são avaliadas, novamente de acordo com o grau em que elas fomentem a comodidade ou criem desconforto físico.È isto o que prevalece atualmente.

Dentro da construção dominante que poderíamos chamar de” Mente do Ser Humano Planetário”, que fala á si mesma, há subconstruções bem diferentes. E todas elas são apenas formas de justificativas para fomentar uma dominação específica do mundo.Isso que estamos descrevendo é a MATRIX,  que mantém toda a ordem mundial atual em seu lugar. Aonde quer que vamos e seja com quem falamos, todos estão aprisionados em um ou outro grau, por esta construção do mundo.

Essa Matrix materialista é, em muito, a maior força e o maior fator que tem mantido a mente humana num estado de consciência cada vez mais reduzido.Em outras palavras, os parâmetros sensoriais da mente cuidam de se reduzirem a um mero modo de sobrevivência física.

Este tipo de pensamento é alimentado pela indústria de entretenimento,que cria um tipo de ambiente imaginário.Quando olhamos por detrás das imagens,personificações e arquétipos deste reino imaginário,vemos que toda esta indústria de diversão está baseada em uma série de comodidades;porém, juntas, incitam -nos  o medo de perdê-las.Logo, é o elemento de entretenimento imaginário que provoca um certo tipo de desesperança,ou desespero espiritual relativamente limitado na esfera real de influência global.

Estamos esboçando aqui, uma imagem geral do presente estado do campo mental humano, que é uma sombra primitiva da Noosfera.È só uma construção mental que, através da Tecnosfera, envolve o mundo e é fomentada pelos meios globais de informação do Planeta.Este sistema é transmitido incessantemente ao nosso redor e do Planeta, através destes meios tecnosféricos de comunicação. Isto é o que faz este sistema de pensamento parecer como uma sombra rudimentar, porque não é a verdadeira Noosfera agindo, e sim, uma Noosfera inconsciente de si mesma.

Deve-se entender que a atual construção da Matrix é uma espécie de “Guarda- Chuva”completo que abrange o Planeta.Á partir do ponto de vista da Lei do Tempo, ele cria uma falsa percepção fundamental de não somente”o que e quem somos”, mas o que é a Terra e o que estamos fazendo nela.Investigando-se até a raiz desta falsa percepção, acima e mais além do que está fomentado pela frequência de tempo mecanicista, encontramos a pergunta;

TEMOS OU NÃO UMA CRENÇA NO ESPÍRITO?
Se cremos no Espírito, cremos no fato de que a memória do Plenum Cósmico está inscrita nele.Essa é a raiz absoluta da verdadeira percepção de quem e o que nós somos!Se há uma crença na memória do Plenum  inscrita no Espírito, então, o único propósito da vida é RECORDAR o Plenum e regressar nele, esse lugar puro, onde podemos ler as palavras inscritas pelo Plenum Cósmico , nos nossos corações.

Se pudermos perseguir isso, então estaremos atrás de uma VIDA NO PLENUM CÓSMICO.Esta é uma discrepância fundamental á partir do ponto de vista materialista. Esta crença esta na raiz do que se chama hoje de ” Fundamentalismo”; entretanto, a maioria dos fundamentalismos se tornam sistemas fechados e se opõe ao dominante sistema de crenças materialistas, criando assim, os muitos conflitos que hoje existem no mundo.

Podemos perguntar:”Porque se converteu a memória do Plenum em um tipo de Fundamentalismo?Isso novamente tem a ver com uma raíz mais profunda e denominamos de “falta de conhecimento da Noosfera”. Na atual construção do mundo, estamos tratando com sistemas de crenças onde há uma multiplicidade de capas ou níveis, que poderíamos chamar de pensamento errôneo ou inadequado, que é o mesmo que incorreto. Novamente, o maior problema do nosso Planeta é o desconhecimento da Noosfera, que é um problema EVOLUTIVO.

Visão pessoal….

Até agora, a Noosfera não pôde se realizar plenamente, de modo que, inclusive os melhores sistemas espirituais de crenças , são, de alguma forma provincianos, porque desenvolveram sua crença através dos erros do pensamento humano, que se desenvolveu antes de se haver completado o conhecimento do Todo Planetário, ou seja, a Consciência do mundo como um sistema inteiro.O conhecimento da Noosfera só pode se dar,como resultado de que o ser humano se converta em um Humano Planetário.Quando isto ocorre, o ser humano se dá conta de que a Terra é realmente um tipo de esfera no espaço e tem uma construção real do conhecimento desse espaço em relação ao Centro Galáctico e á Ordem Galáctica.Esta maneira de evolução do conhecimento humano tem criado, até este momento, todos os diferentes problemas do mundo de hoje, ainda que isto não justifique nenhum destes sistemas de crenças inadequados.Agora, todos os sistemas de crenças devem ser avaliados ou reavaliados e, só podem reavaliar-se dentro do contexto da História Cósmica, incluindo o conhecimento da Noosfera e o Banco Psi.Quando falamos da História Cósmica, estamos falando á respeito da estampa do Campo Universal da Inteligência, como uma ordem inteira dentro da Noosfera, informando as placas do Banco Psi. Somente neste ponto no tempo, podemos realmente chegar á História Cósmica. E vemos que a História Cósmica é, também, um ponto de realização evolutiva. Chegamos a um certo lugar na evolução do conhecimento da Terra, que requer um salto para o conhecimento expandido.

Esse conhecimento expandido, é a HISTÓRIA CÓSMICA.

Você precisa entender, a maioria destas pessoas não está preparada para despertar. E muitas delas estão tão inertes, tão desesperadamente dependentes do sistema, que irão lutar para protegê-lo.

Morpheus-( do filme MATRIX)

Inspiração….

O Código da Matrix

Pablo Arellano

The Divine Matrix

Gregg Braden

Philosophers Explore The Matrix

Chirstopher Grau

O Tempo e a Tecnosfera

José Arguelles

Monicavox

Recomendo….

 

OS 4 PILARES COMO MOLDE COSMOLÓGICO;A HISTÓRIA E A CIÊNCIA

A Cosmologia é um ponto de vista da Metafísica, com enfoque na natureza do Universo e que reconhece múltiplas dimensões. A diferença da ciência moderna, é que a Cosmologia tem que vê-la não somente com o reino fenomênico, mas também com o reino espiritual/experencial. A História Cósmica é uma Cosmologia completa.Do ponto de vista da ciência moderna, a Cosmologia é um ramo da astronomia que tem a ver com a natureza e estrutura original do mundo natural. Do ponto de vista da História Cósmica, não se pode separar o estudo do Plenum Cósmico da Cosmologia.

A Cosmologia da História Cósmica tem alguma semelhança com os primeiros sistemas de pensamento (platônico/pitagórico). De acordo com a teoria platônica havia sólidos que existiam no reino ideal, e a partir dos sólidos toda a natureza manifesta da criação era criada.A Cosmologia da História Cósmica envolve princípios e estruturas de desenho de sistemas inteiros, que posteriormente evoluem por meio de estruturas matemáticas sólidas platônicas e da ordem sincrônica.

A História Cósmica é um princípio de sistema completo, e é o centro do campo, a matriz de inteligência que existe independentemente de qualquer humano individual. A História Cósmica é uma transmissão holomental, com o propósito de expandir a espiritualidade pela adoção da abertura da espiritualidade galáctica, baseada na consideração da Terra como um sistema galáctico inteiro.O modelo de 4 pilares, como também o Tríplice Modelo do Universo e o modelo simultâneo do Universo, permitem-nos apresentar os 3 diferentes aspectos da História Cósmica como a cosmologia de um novo sistema, baseado na visão do ordenamento sincrônico que é genuinamente holonômico. O externo está no interno e o interno está no externo.Envolvidos pela ordem sincrônica, os portais para o reino imaginal são amplamente abertos repentinamente.

O 4 pilares perfazem uma imagem arquetípica para ser meditada, afim de se começar a experimentar e permitir que os diferentes níveis de realidade, que estão contidos em nossa psicobiologia cósmica, permitir-nos um meio de auto-transcendência.O estudo destes pilares é uma atividade transcendental, já que são eles realmente um molde de memória do reino imaginal telepático, que tenta despertar diferentes níveis da História Cósmica e da memória contida em nós mesmos.

A História Cósmica incorpora a ideia do humano como um microcosmo, um reflexo do macrocosmo/universo ou o próprio Cosmo.Os princípios do microcosmo, incorporando a informação da História Cósmica na psicossomática, constituem uma ideia do ponto de vista esotérico. A História Cósmica participa em um pensamento e visão esotérica e sintetizadora da ordem sincrônica. Ela é uma reformulação dos ensinos secretos ou da História secreta passada por processo de iniciação, e então liberadas na arena da alma do mundo, para seu rejuvenescimento e nutrição espiritual.

OS QUATRO PILARES

1-VISÃO

A Visão da História Cósmica é o campo inteiro de inteligência, emanado de um centro de informação, que define o Universo/Cosmo como o campo de inteligência evolutivo.

2-MEDITAÇÃO

A História Cósmica provê um objeto de meditação,porque é vasto e impossível de compreender, embora tudo que experimentemos seja uma função dele,incluindo a natureza da nossa própria mente.

3-CONDUTA

Em conformidade com o Caminho da Conduta, é conduzida a prática do Caminho de Exercer o Poder.A História Cósmica é um caminho de comportamento e organização de informação, que segue diferentes etapas de desenvolvimento. Em qualquer situação devemos saber com quais funções e etapas de desenvolvimento estamos tratando e como se relacionam com a História Cósmica.

4-FRUTO

O alcance da atenção e da Consciência Cósmica como um estado mental perdurável.Nesse ponto, teremos entrado na comunidade da inteligência galáctica. A História Cósmica facilita a atenção e a Consciência Cósmica, entre todos os seres.

Combinando esta cosmologia com os 4 pilares temos;

A História é a VISÃO; A Ciência é a MEDITAÇÃO; A Filosofia é a CONDUTA;A Espiritualidade é o FRUTO.

Para expandir-se nisto, a História Cósmica é a visão do Ciclo do Advir e o Ciclo do Retorno. A Ciência Cósmica é a meditação da História Cósmica(conhecendo como as coisas chegam a existir e a retornar). A Filosofia Cósmica é a conduta da História Cósmica baseada no significado e interpretação.A espiritualidade Cósmica é o fruto da História Cósmica, para que a meta seja a absorção meditativa da divindade Consigo Mesma.

 1-A HISTÓRIA-(VISÃO)

Esta é a forma mais simples, mais universal de organização, e é útil quando se vê a realidade como uma sequência de eventos.Entretanto, quando se considera a realidade a partir de um ponto de vista mental biopsíquico, então deve-se considerar as categorias de organização que são de outro nível e melhor definidas pelo pensamento condicionado. A História Cósmica demanda princípios ordenadores multidimensionais sincrônicos, que refletem as etapas da mente quando evolui do supermental para o supramental. No supramental passamos além de todas as presentes limitações da mente e da consciência para as maiores expansões do cérebro galáctico e os níveis ascendentes da História harmônica pura.A investigação e compreensão da História Cósmica, inevitavelmente levará á um estado elevado de Consciência Cósmica e ela não poderá ser vista á parte da História Humana e da História da Natureza, o que seria negar que há princípios universais(o humano não está á parte da natureza). Deve-se entender que todas as funções da natureza são tanto tridimensionais quanto quadridimensionais.Quando entendermos isso, veremos que os seres humanos estão envolvidos no profético  realinhamento das dimensões.A História Cósmica é a narração da História da harmonia como uma criação multidimensional, e é necessária devido á condição máxima da desordem atual em nosso planeta.Devemos criar uma ordem máxima para consertar a desordem gerada pela espécie humana e isto tem de ser feito  para o fim deste ciclo e início da era de Luz e Vida.

2- CIÊNCIA(MEDITAÇÃO)

A ciência examina as mudanças que ocorrem para ir de um estágio de desenvolvimento á outro, o que distingue uma etapa de desenvolvimento de outra. Em outras palavras, a ciência analisa “coisas”,como pontos particulares, dentro de sequências de horizontes eventuais de variadas escalas dimensionais. A ciência é como a conhecemos.A História explica como e porquê a ciência acontece, incluindo suas etapas de desenvolvimento.Como são organizados cientificamente os diferentes níveis e ordens?A definição e descrição da Ciência Cósmica é bastante radical em comparação com as definições usuais da ciência materialista tradicional e esta não  inclui o Plenum Cósmico na equação. Obviamente é desastroso fazer uma descrição e análise do Universo como se nenhum outro fator estivesse envolvido no material e/ou nos fatores humanos.A ciência material é dirigida, em sua maioria, pelo ego humano, obsediada com sua própria fama.A Ciência Cósmica constrói uma cosmologia centrada no Plenum Cósmico, que parte do ponto inicial da criação do Universo, e então constrói; enquanto a ciência ocidental começa com o que vemos, e então passa a trabalhar baseada nisto até um ponto original–sem considerar nenhum fator divino.Por esta razão, a ciência ocidental está extremamente obstruída pelas mesmas minuciosas discussões em relação á natureza do Big Bang, ou se o Universo é entrópico, ou se é um Universo em expansão, ou um Universo em estado estável. Este tipo de assunto contamina a ciência moderna, sem mencionar o envolvimento desta com a análise e dissecação de tudo. Esperam, realmente, os cientistas ocidentais, descobrir a essência de uma matéria vivente colocando á parte seu artefato físico?

Quando entendermos o que realmente somos, a partir do ponto de vista da Ciência Cósmica, veremos que temos um quadro da realidade que é radicalmente diferente daquele que nos ensinaram. Com uma reflexão mais ampla sobre este tema, diremos;”UAU!! È isso o que somos!!”E se somos isso, o que estamos fazendo nesta sociedade de baixa qualidade? Por que nos conformamos com isso?Que estamos fazendo?Qual o nosso destino cósmico?Se já está escrito dentro de nós, talvez, sejamos nosso próprio laboratório cósmico!

A Ciência Cósmica descreve o que está acontecendo dentro de nós.Isto porque transita de estruturas básicas á estruturas genéticas. O Humano representa a soma e o clímax dos processos cosmológicos e cósmicos específicos–o componente humano está sendo agora redefinido de partículas subatômicas para linhas elétricas de força—e esta nova percepção do ser humano nos abre infinitas possibilidades.

Próximos tópicos relacionados ao post :

A LEI DO TEMPO E A REFORMULAÇÃO DA MENTE HUMANA;

FILOSOFIA(CONDUTA)  E  ESPIRITUALIDADE(O FRUTO)

(Aguardem….)

 

Visão pessoal….

Sabemos que as pessoas, de um modo geral, podem ter a mesma percepção tal como o pôr do sol,por exemplo,porém,o que os indivíduos fazem com esta percepção é altamente variado.Porque temos diferentes sentidos e órgãos dos sentidos? È possível conceber a mais alta inteligência ou existência operando sem órgãos dos sentidos ou com órgãos sensoriais adicionais?A informação recebida através do nervo auditivo,por exemplo, é completamente diferente da informação recebida através do nervo óptico.Quantos sentidos são necessários para unificar o mundo?Qual é a forma e padrão da criação?Os elementos da criação são realmente projeções de pensamento mentais criativas da Mente Divina, o que quer dizer que são absolutamente perfeitas,precisas e reconhecíveis;tudo o que estamos fazendo está vindo puramente do reino imaginal divino.Devemos começar a examinar o processo todo. Tudo o que existe é baseado em algum tipo de plano divino. Estamos descobrindo o mágico lugar do reflexo inicial. Houve sempre espaço vazio absoluto?O Plenum Cósmico/Deus, sempre existiu sem forma?O que ocorreu? Algo ocorreu e o Plenum/Deus projetou o plano e a forma?O que foi inscrito primeiro no molde divino?Qual foi o primeiro pensamento?Foi um som?Um puro pensamento visual?

Inspiração….

A Ciência e o mundo moderno
Alfred North Whitehead
Ciência Espiritual
Gustavo Dauster
Conectando Ciência, Saúde e Espiritualidade
Carlos Eduardo Accioly Durgante
Sabedoria Espiritual
Daniel Marques
Monicavox
Recomendo….

COSMÓSIS-ESTUDAR O SER É ESTUDAR O CAMINHO

Uma vez que aprendamos a controlar nossos pensamentos, é importante entender o que está envolvido na construção das imagens do mundo. Diferentes sentidos criam o imaginário mental.È importante entender como as imagens do mundo chegam a ser estereotipadas em diferentes imagens.Como criamos novas imagens no mundo? aqui vemos a diferença entre o conhecimento condicionado e as novas percepções sensoriais. Uma vez que um padrão condicionado é estabelecido na mente, muitas impressões serão recusadas automáticamente, e as que forem aceitas serão filtradas através da mente conceitual, ou a que está em conformidade com a percepção particular da realidade.

QUAL É A REAL ENTÃO?

COSMÓSIS  é um bom termo.Sabemos que a osmose depende de que exista uma membrana semipermeável, que possa ser penetrada por um fluído ou por outra substância.Do outro lado dessa membrana o fluído vai para uma forma mais altamente concentrada, que logo retorna e equilibra o outro lado.Por exemplo, as plantas tomam água por osmose;se colocamos água na terra, as membranas semi permeáveis das células a absorvem por osmose. A mesma coisa acontece dentro de nossos corpos, dentro de certas células(como no revestimento do estômago e das áreas digestivas) há uma passagem de diferentes fluídos através das paredes celulares.

Análogo á osmose, a Cosmósis é como o organismo psicobiológico humano, que absorve a energia cósmica, o Prana ou o plasma radiônico para o sistema corporal, incluindo o corpo etérico, e o reconstitui em formas concentradas antes de secretá-las de volta através das paredes do corpo para criar o que poderíamos chamar de “aura mais luminosa”. È por meio da Cosmósis, que o corpo físico é finalmente cuidado. De fato,tudo o que necessitamos é realmente nos cuidar fazendo uso do processo da Cosmósis.

A Cosmósis é só uma nova palavra, não um novo processo.Os sistemas Yóguicos sempre falam do PRANA entrando no corpo,porém, no caminho evolutivo ou no caminho da evolução espiritual, a admissão do Prana e dos plasmas não ocorrem exclusivamente através do nariz e garganta, mas, por todo o corpo.

PRANA é a energia cósmica do universo (pelo menos a parte que está acessível à nossa dimensão). Os hindus a chamam de Prana (ou Purana), os chineses de Chi (ou Ki), Wilhelm Reich chamava de Orgone, e no espiritismo se conhece por Energia imanente (ou primária).A ciência moderna descobriu que nosso tão aparentemente mundo sólido, vibra em uma eterna dança de redemoinho de átomos. Esses na verdade,consistem de minúsculos pares de partículas, que finalmente tornam-se pura energia (Prana) densificada em várias ondas que se agregam e permitem formar matéria.

O Prana não está somente no ar, ele está em toda parte. Não existe um lugar onde ele não esteja; ele existe até mesmo no vácuo ou no vazio. Nada existe sem o Prana, nenhum ser animado ou inanimado. O Prana é o menor e mais refinado bloco construído em miniatura de vida, energia sutil que cria e sustenta simplesmente tudo (matéria física, pensamentos, sentimentos…etc.). Prana, é a mais alta energia criativa dimensional e inseparavelmente conectada ao Espírito, Plenum/Deus ou a Energia Criadora.

Informações recentes sugerem que uma vez nós realmente fomos conscientemente e continuamente conectados à Infinita Fonte de Prana e existimos puramente disto. Há pouco tempo atrás – aproximadamente 13000 anos – antes da última mudança de polos apagar nossa memória consciente disto , nós respirávamos de tal modo, que enquanto o ar entrava através de nossa boca e nariz, nós poderíamos tomar Prana através do topo de nossas cabeças, que uma vez foi o ponto por onde entrava o principal fluido plásmico espiritual da Fonte. O canal do Prana vai através do corpo como um eixo vertical e tem aproximadamente duas polegadas de diâmetro. Ele se estende uma palma acima da cabeça e uma palma abaixo dos pés e se conecta com o campo de energia cristalina (Mer-ka-ba) ao redor do corpo. O Prana então circula  acima e embaixo do corpo e se encontra em um dos Chacras. O Chacra onde o Prana se encontra, depende de onde você esta mentalmente, emocionalmente, e dimensionalmente “afinado.”

Assim, equilibrando e criando um mais alto nível de biohomeostasia(que é a propriedade de um sistema aberto, especialmente dos seres vivos, de regular o seu ambiente interno, de modo a manter uma condição estável mediante múltiplos ajustes de equilíbrio dinâmico, controlados por mecanismos de regulação inter-relacionados), a estabilização das funções biológicas ocorrerá, de tal modo, que, assim como podemos controlar a respiração,possamos também, controlar o ingresso plásmico(PRANA) do corpo físico para levar a energia cósmica ao sistema.

Esta energia cósmica vai direto aos chacras, reconstituindo e logo entra no sistema nervoso etéreo, antes de passar de regresso pelas paredes celulares físicas, para o entorno biopsíquico imediato(dando como resultado o que usualmente chamamos de AURA). Este plasma “reconstituído”,chega a ser uma “espécie de bateria” ou sistema de energia para o corpo. Amplificando a Aura(nosso campo eletromagnético), os plasmas reconstituídos, também começam a alterar sutilmente o entorno ou BIOSFERA.

Deste modo, a Cosmósis depende de todos os sistemas clássicos da yoga, como os temos definido(post anterior), como também do mais avançado entendimento, no que estamos evoluindo. Esta é a direção dos novos órgãos dos sentidos do corpo etérico, evoluindo para a Noosfera como campo morfogenético coletivo da espécie humana, estabelecendo seu campo mental como um palpável mecanismo planetário. Nesse processo cada ser humano está funcionando como uma espécie de célula nervosa psicofísica da Noosfera.

Nesse momento, podemos participar conscientemente deste processo de Cosmósis, utilizando-o continuamente sintetizando e transformando a energia cósmica para a nossa própria manutenção. Mediante o processo consciente da Cosmósis, chegamos a sermos “cósmicos”, enquanto a unidade celular do corpo é a História Cósmica.Isso significa que chegamos a ser uma entidade cosmótica, vivendo pela Graça  e finalmente retornando á um estado onde o Plenum Cósmico está nos dando as faculdades e capacidades para penetrar ainda mais longe em algo do conhecimento oculto, que existe mundo afora na natureza.

No entanto, este conhecimento só pode ser penetrado pela Divina Graça, e com o cultivo destes mais elevados órgãos dos sentidos etéreos, que se acomodam á coordenação mais alta dos sistemas de conhecimento. Estes sistemas  de conhecimento são definidos pela História Cósmica como sendo “Sistemas Integrais”.

O estudo do Ser parece descrever um programa geral de como os mestres espirituais atuam no avanço da alma.”Se queres conhecer a forma, ou o propósito da vida, então estuda a ti mesmo.Se te  estudares completamente, então, esquecerás de ti mesmo.Esta é a razão do ser que está inquirindo não ter uma existência, senão seria o ego e seria esquecido por completo. Realmente, não há distinção entre o mundo e nós mesmos.”

Para resumir,por não se estar ainda familiarizado com o Tríplice Modelo do Universo(sétima parte da série),estamos levando o mundo imaginal ao mundo fenomênico em diferentes etapas, de modo que se possa começar a praticar de imediato.A primeira etapa é tomar consciência da atual experiência e esperar o momento.Qual é a experiência no momento?Quais as sensações sentidas?Que tipo de pensamento estamos tendo? Em que momento a sensação ou percepção externa passa a ser uma ideia ou uma imagem interna ao parecer ter vida em si?

Em seguida consideremos qual é a diferença entre o chamado mundo fenomênico externo e o que está acontecendo na imaginação. Depois destas completas observações pode-se começar a explorar, mais sistemáticamente, os diferentes reinos que constituem o universo imaginal.Esta é uma grande e gloriosa tarefa.È uma grande responsabilidade limpar as antigas e irrelevantes formas -pensamento e substituí-las pela nova ordem cósmica. Relembremos que a História Cósmica é uma função do supremo ser e um reflexo do Cosmo.Compreendendo todas estas etapas de desenvolvimento, criar-se-á um caminho para uma nova etapa evolutiva.

Há certamente, mais na realidade do que encontra a visão e mais do que encontram os sentidos. A História Cósmica, inevitávelmente, está disponível para os sentidos, e também está envolvida no entendimento das limitações relativas do conhecimento sensorial, de acordo com o tempo, a cultura, a linguagem, etc. todas estas condições afetam o que conhecemos.

Se quisermos estudar algo de forma pura, precisamos remover-nos dela por um período de tempo. Como podemos integrar o estudo do Ser com o estudo do mundo fenomênico?Entre o estudo do mundo fenomênico e o estudo do mundo imaginal está o estudo do Ser. O reino imaginal é construído por idéias e imagens, enquanto o reino fenomênico são os dados primários e, logo, em algum lugar entre estes dois reinos, está o estudo do Ser. Estes pontos são importantes embora sutis. O estudo do ser é um reflexo do universo experencial.

Do ponto de vista da História Cósmica e da Lei do Tempo, não se pode ter uma genuína descrição do universo sem a consideração, primeiro de tudo, da natureza da mente e de como se conhece a mente.Dessa consideração poderemos então voltar á relação de conhecer a mente e de conhecer o Universo, o mundo fenomênico externo;” Se quiseres conhecer a ti mesmo, não procures fora de ti”.

Parece que muitas das aproximações orientais dizem;”Se te conheces a ti mesmo, que é tudo, não necessitarás conhecer nada mais”. Entretanto, a natureza do ser Humano tem curiosidade sobre seu invólucro externo.O estudo do ser solitário pode chegar a ser muito auto envolvido e auto absorvido,enquanto que o estudo da natureza separada do estudo da mente pode,realmente, chegar a ser sem sentido. Este é o porquê da importância de recordar sempre e considerar o Plenum Cósmico.

A História Cósmica é uma síntese e um equilíbrio mais elevados que incorporam os estudos internalizantes do ser, representados pelas tradições, particularmente, o Budismo.Contudo,deverá haver um equilíbrio entre o estudo do ser e o estudo do “outro”,que é o mundo e que aparece como “fora do ser”.A História Cósmica abraça estas duas polaridades e busca uma síntese do conhecimento do “ser” e do “outro”, de modo que se estará fugindo da mente.È importante ver como as coisas “fora de lá” afetam a mente.Pensemos nisso. 

O que está promovendo a sociedade de hoje(ou o mundo de “fora”?). Realmente está promovendo o instinto natural sublimado. Em outras palavras, os valores encontrados ao nível da massa popular não são nada além de instinto glorificado como esporte(a glorificação da agressão), ou publicidade/anúncios(a glorificação do sexo como uma forma de indução ), como jogo( a glorificação da cobiça) e como indústria do entretenimento( a glorificação da agressão,do sexo e cobiça para a maioria das pessoas, também como forma de indução), sem mencionar o fumo, drogas e álcool(a glorificação da intoxicação/fuga).

De modo que temos o círculo vicioso de uma espiritualidade absolutamente submersa, representando mais e mais degradação e violência. O mundo dominante representa o barbarismo institucionalizado,porque promove os instintos naturais sem um contexto de valores.Há confusão nesse sentido massiva,porém temos a capacidade de nos elevarmos acima dos estados instintivos inferiores.

O Barbarismo Planetário é promovido pela inevitável influência da televisão global,podendo ver-se algo onde quiser. Como mencionamos em capítulos da série anteriores, este é o mundo do híbrido humano vivendo na confusão dos valores. Este é um ponto a ser debatido para se discutir se necessitamos de leis ou não para ver como podemos criar mapas experenciais que elevem o ser humano á uma condição de apreço deste mundo e do Plenum Cósmico. A roda da vida, na tradição Budista, é um exemplo de um mapa experencial do universo ,porque mostra diferentes reinos (animal,reino inferior espiritual,reino do Bem).

O propósito do mapa do Universo experencial da roda da vida, é mostrar a relação do mundo humano, de acordo com os outros cinco reinos. Na percepção Budista, isto é conhecido como uma “roda”,porque tudo sempre está mudando, e um humano pode avançar a um reino divino ou retornar a ser um espectro faminto do reino animal. Entretanto, é sómente  chegando no reino humano, que existe a oportunidade para o despertar verdadeiro e a possibilidade de chegar a ser iluminado.

Visão pessoal…

O propósito da vida humana é o desenvolvimento espiritual, porém a sociedade não promove isto. O reino humano nos oferece a oportunidade para transcender. O estado experencial do ser, trata de cuidar da limpeza do mundo fenomênico e dos valores que realçam o reino imaginal. Isto é crítico, porque estamos na era do relativismo moral e da democratização que pretende ser igualitária,porém, realmente promove a anterior desespiritualização dos valores, o que perpetua a confusão moral no caso das experiências pelas quais o ser humano passa ,e ajustá-las aos verdadeiros valores.Embora todos os códigos espirituais de comportamento ético sejam baseados no ciclo histórico ou no velho “tempo”, é um feito atemporal que uma real posição moral de valores verdadeiros deva ser tomada, levando em conta a existência de uma autoridade absoluta, que governa todos os assuntos.A verdade suprema é o Absoluto. A manutenção da realidade absoluta é uma prerrogativa do Plenum Cósmico e não do homem.A sociedade tem sido tão deformada que as pessoas podem realmente pensar que qualquer coisa absurda seja normal.O reino da experiência dos valores também tem a ver com o assunto do comportamento correto. Se estivermos de acordo com o Plano Divino, naturalmente teremos um comportamento correto. Sómente quando tivermos o comportamento correto é que poderemos aprender a forma de exercer o poder. Porém primeiro teremos que superar a agressão, a paixão pura e simples pelos instintos, a cobiça, a fascinação pelo sexo como forma de manifestar os instintos mais baixos e todas as emoções inferiores.O conhecimento do Plenum Cósmico está aqui, porém, devemos cultivá-lo por meio do comportamento baseado em valores reais, humanos e espirituais, se quisermos chegar a sermos unos com Ele, de modo que possamos alcançar o reino do Absoluto.

Inspiração….

O Caminho, a Verdade e a Vida
Francisco Cândido Xavier
O Caminho para a Espiritualidade
José C. Pezini
Espiritualidade para o séc XXI
Nelson Lellis
O Cosmo de Einstein
Dr Michio Kaku
Do Big Bang ao Universo Eterno
Mario Novello
Energy Body in Prana Healing
Abigail Abby
Viver de Luz
Jasmuheen
Exibindo Foto de Mônica F.De JardinMonicavox
Recomendo….

A MENTE SOB O PONTO DE VISTA DO LIVRO DE URÂNTIA

urantiaO Livro de Urântia, que teve sua primeira edição publicada pela Fundação Urântia em 1955, afirma ter sido apresentado por seres celestiais como uma revelação para o nosso planeta, Urântia.O Livro de Urântia oferece uma integração clara e concisa da ciência, filosofia e religião. Aqueles que o lêem e o estudam acreditam que O Livro de Urântia tem a capacidade de dar uma significativa contribuição aos pensamentos religiosos e filosóficos dos povos de todo o mundo.O Livro de Urântia não é uma “religião” por si. Ele se edifica nas tradições religiosas do passado e do presente, fomentando uma fé religiosa viva e pessoal.Leitores ao redor do mundo dizem que a leitura do Livro de Urântia os afetou profundamente e em muitos casos mudou suas vidas. Ele os inspirou a alcançar novos níveis de crescimento espiritual e intensificou seu senso sobre o valor da vida humana; encorajamos a lê-lo também para descobrir por si mesmo sua mensagem.

Nota;Foi Transcrito aqui apenas uma pequena parte do texto sobre a mente ;o livro explora muitos outros aspectos da mente ligados á dinâmica do Universo, da criatura e do seu relacionamento com  a divindade.

Os Mecanismos do Universo-Uma visão mental/espiritual

Grifos em Negrito;Mônicavoxblog

 

Na avaliação e reconhecimento da mente, deveria ser lembrado que o universo não é nem meramente mecânico, nem mágico; ele é uma criação da mente e um mecanismo com leis. Na aplicação prática, contudo, se as leis da natureza operam naquilo que parecem ser os reinos duais do físico e do espiritual, na realidade, eles são apenas um. A Primeira Fonte e Centro é a causa primordial de toda a materialização e, ao mesmo tempo, é o Pai primeiro, e o Pai final de todos os espíritos. Os mecanismos não dominam, absolutamente, toda a criação; o universo dos universos é totalmente planejado pela mente, feito pela mente e administrado pela mente. Mas o mecanismo divino do universo dos universos é por demais perfeito, no todo, para que os métodos científicos da mente finita do homem nele possam discernir, por um mínimo que seja, o domínio da mente infinita. Pois a mente que cria, controla e mantém não é nem a mente material, nem a mente da criatura; é a mente do espírito, funcionando nos níveis criadores da realidade divina e a partir deles.

A capacidade de discernir e descobrir a mente, com base nos mecanismos do universo, depende inteiramente da habilidade, escopo e capacidade da mente investigadora empenhada na tarefa de observação. As mentes do espaço-tempo, organizadas a partir das energias do tempo e do espaço, ficam sujeitas aos mecanismos do tempo e do espaço.

Resultado de imagem para imagens sobre a men te

O movimento e a gravitação no universo são facetas gêmeas do mecanismo impessoal do espaço-tempo, no universo dos universos. Os níveis, para o espírito, a mente e a matéria, de sensibilidade à gravidade, são totalmente independentes do tempo, mas apenas os níveis verdadeiros da realidade do espírito são independentes do espaço (são não-espaciais). Os níveis mais elevados da mente do universo — os níveis da mente espiritual — podem também ser não-espaciais, mas os níveis da mente material, tais como os da mente humana, são sensíveis às interações da gravitação do universo, apenas quando perdem essa sensibilidade à proporção que se identificam com o espírito. Os níveis da realidade do espírito são reconhecidos pelo seu conteúdo de espírito; e a espiritualidade no tempo e no espaço é medida na proporção inversa da sensibilidade à gravidade linear.

A sensibilidade à gravidade linear é uma medida quantitativa da energia não-espiritual. Toda a massa — ou energia organizada — está sujeita a essa atração, a menos que o movimento e a mente atuem sobre ela. A gravidade linear é a força de coesão, de curto alcance, do macrocosmo, do mesmo modo que as forças da coesão interna do átomo são as forças de curto alcance do microcosmo. A energia física materializada, organizada naquilo que se chama de matéria, não pode atravessar o espaço sem ter a sua sensibilidade à gravidade linear alterada. Se bem que essa sensibilidade à gravidade seja diretamente proporcional à massa, ela é modificada pelo espaço intermediário, de um modo tal que o resultado final, quando expresso pelo inverso do quadrado da distância, nada mais é que grosseiramente aproximado. O espaço finalmente predomina sobre a gravitação linear por causa da presença, nele, das influências antigravitacionais de numerosas forças supramateriais que operam neutralizando a ação da gravidade e todas as respostas a ela.

Os mecanismos cósmicos extremamente complexos, e que aparentam surgir de um modo altamente automático, tendem sempre a esconder a presença da mente intrínseca que os originou ou criou, para toda e qualquer inteligência, no universo, que esteja em um nível muito abaixo daquele da natureza e capacidade do mecanismo em si mesmo. E, por isso, torna-se inevitável que os mecanismos mais elevados do universo pareçam, para as ordens mais baixas de criaturas, não ter mente. A única exceção possível dessa conclusão seria a de atribuir uma mente ao incrível fenômeno de um universo, que aparentemente se automantém — mas essa é uma questão para a filosofia, mais do que de experiência real.

Como a mente coordena o universo, a rigidez dos mecanismos não existe. O fenômeno da evolução progressiva, associado à automanutenção cósmica, é universal. A capacidade de evolução do universo é inexaurível à infinitude da espontaneidade. O progresso, no sentido da unidade harmoniosa, a síntese experiencial crescente superposta a uma complexidade sempre crescente de relações, só poderia ser alcançado por uma mente que tenha propósito e que seja dominante.

Resultado de imagem para imagens sobre mente

Quanto mais elevada for a mente do universo, associada a um fenômeno universal qualquer, tanto mais difícil torna-se descobri-la para os tipos mais baixos de mente. E, já que a mente do mecanismo do universo é a mente-espírito criativa (a própria mente do Infinito), ela nunca pode ser descoberta ou percebida pelas mentes de nível baixo do universo; e muito menos pela mente mais baixa de todas, a humana. A mente animal em evolução, conquanto seja naturalmente buscadora de Deus, não é por si mesma, nem em si mesma, inerentemente conhecedora de Deus.

 Modelo e Forma — O Predomínio da Mente

A evolução dos mecanismos implica e indica a presença oculta e a predominância da mente criativa. A capacidade do intelecto mortal de conceber, projetar e criar mecanismos automáticos demonstra que as qualidades superiores, criativas e plenas de propósito, da mente do homem, são a influência dominante no planeta. A mente tende sempre para a:

 1. Criação de mecanismos materiais.
 2. Descoberta de mistérios ocultos.
 3. Exploração de situações remotas.
 4. Formulação de sistemas mentais.
 5. Alcance dos objetivos da sabedoria.
 6. Realização de níveis do espírito.
7. Cumprimento dos destinos divinos — supremos, últimos e absolutos.

mente é sempre criativa. O dom da mente de um indivíduo animal, mortal, ascendente espiritual ou que tenha alcançado a finalidade, é sempre competente para produzir um corpo adequado e útil para a identidade da criatura vivente. Todavia, o fenômeno da presença de uma personalidade, ou do modelo de uma identidade, como tal, não é uma manifestação de energia, seja física, mental ou espiritual. A forma da personalidade é o aspecto modelar de um ser vivo; denota uma ordenação das energias, e isso, acrescentado à vida e ao movimento, é o mecanismo da existência da criatura.

A MENTE CÓSMICA 

A conexão da mente cósmica com a ministração dos espíritos ajudantes da mente desenvolve um tabernáculo físico adequado para o ser humano em evolução. De um modo semelhante, a mentemoroncial(perispiritual) individualiza a forma moroncial para todos os sobreviventes mortais. Do mesmo modo que um corpo mortal é pessoal e característico para cada ser humano, assim, a forma moroncial será altamente individual e adequadamente característica da mente criativa que o domina. Não há duas formas moronciais sequer parecidas, como não há dois corpos humanos idênticos. E, após a vida moroncial, será constatado que as formas do espírito são igualmente diferentes, pessoais e características das respectivas mentes-espíritos que residem nelas.Vós, num mundo material, pensais em um corpo como tendo um espírito; mas nós consideramos o espírito como tendo um corpo. Os olhos materiais são verdadeiramente as janelas da alma que nasce do espírito. O espírito é o arquiteto, a mente é o construtor, o corpo é a edificação material.O espírito é a realidade criativa; a contraparte física é o reflexo, no tempo-espaço, da realidade do espírito, a repercussão física da ação criativa da mente-espírito.mente domina universalmente a matéria, exatamente como esta, por sua vez, é sensível e responde ao controle último do espírito. E, no homem mortal, apenas aquela mente que livremente se submete ao direcionamento do espírito pode almejar sobreviver à existência mortal do espaço-tempo, tal uma criança imortal do mundo eterno do espírito do Supremo, do Último e do Absoluto: o Infinito.

Resultado de imagem para imagens sobre menteMistérios da Mente

Sintomas intrigantes e síndromes raras nos lembram que, apesar dos avanços científicos, a dinâmica cerebral permanece um enigma, ainda longe de ser desvendado – mas nem por isso menos fascinante.

Revista Scientific American – por  Dr Edson Amâncio-Neurocirurgião, pós-graduado pela UNIFESP e autor de O Homem que fazia chover e outras histórias inventadas pela mente(Barcarolla, 2006).

No prefácio de seu volumoso livro Como a mente funciona, o psicólogo e lingüista canadense Steven Pinker avisa: “Não entendemos como a mente funciona”. E cita o também lingüista americano Noam Chomsky, para quem nossa ignorância pode ser traduzida em “problemas e mistérios”. “Quando estamos diante de um problema, podemos não saber a solução, mas temos insights, acumulamos conhecimento crescente sobre o tema e temos uma vaga idéia do que buscamos. Porém, quando nos defrontamos com um mistério, ficamos ao mesmo tempo maravilhados e perplexos, sem ao menos uma idéia de qual seria sua explicação.” O desafio que constitui a compreensão do funcionamento mental permanece um mistério. Ainda estamos longe de desvendá-lo, mas não resta dúvida de que os primeiros passos foram dados.Com recentes descobertas, entretanto, o interesse demonstrado por especialistas – e também por leigos – em questões relacionadas ao psiquismo vem ganhando cada vez mais impulso. Muitos tentam mesmo explicar o que há poucos anos era tido como inexplicável. Os mais céticos consideravam o tema impossível de ser abordado do ponto de vista científico: a mente como um todo e os fenômenos a ela relacionados – como o pensamento, a memória e a própria consciência.

Quais as ferramentas de que dispõem os pesquisadores para se aventurar nessa imprevisível caminhada? Desde o momento em que se debruçaram sobre o assunto, apropriaram-se de recursos mais sofisticados a cada dia. A tomografia computadorizada desenvolvida no começo da década de 80 foi um grande salto: permitiu visualizar o cérebro em suas mínimas particularidades. A ressonância magnética, difundida desde o início dos anos 90, amplificou as imagens do sistema nervoso central e rapidamente se popularizou entre os cientistas. Alguns registros, como os obtidos de PET scans e ressonância magnética funcional, mostram o cérebro em atividade e podem desenhar as diversas áreas cerebrais em ação. Dessa forma documenta-se, em tempo real, as regiões envolvidas em processos complexos, como há duas décadas ninguém poderia imaginar.

É possível, por exemplo, determinar que áreas são acionadas quando resgatamos uma lembrança querida, fazemos cálculos ou nos sentimos culpados ao nos lembrarmos de um delito. Apesar desses avanços, a medicina não abandonou a análise meticulosa dos pacientes. O estudo dos casos clínicos, que tem como ferramenta a observação arguta do examinador aliada à tecnologia disponível, torna essa aventura cada vez mais atraente.

PATOLOGIAS

Chamam a atenção dos pesquisadores patologias “estranhas” – como a incapacidade de distinguir faces (prosopagnosia); a impossibilidade de reconhecer como nossas partes do próprio corpo em razão de uma doença neurológica (anosognosia); transtornos mentais que nos levam a acreditar piamente que pessoas próximas são impostoras (síndrome de Capgrass) e ainda distúrbios assustadores, como o que faz com que algumas pessoas se recusem a enterrar seus mortos queridos (mumificação). Tais manifestações constituem objeto de atração para as neurociências não pela extraordinária estranheza das suas características, mas porque permanecem como rico manancial de informações. Talvez, compreender esses quadros ajude médicos e pesquisadores a entender melhor os delírios e as alucinações de que padecem esquizofrênicos, ou os múltiplos aspectos da depressão.

Visão pessoal…

Apesar do peso de nossa oceânica ignorância, temos encurtado as distâncias com velocidade cada vez maior. Avanços tecnológicos estão mais e mais disponíveis e podemos hoje falar de maneira quase rotineira em terapias com estimulações magnética transcraniana e cerebral profunda com eletrodos para alívio de sintomas como transtorno obsessivopulsivo (TOC) refratário, síndrome de Tourette e depressão grave – distúrbios para os quais um número significativo de pacientes não encontra alívio com medicamentos e outras modalidades de tratamento. A irredutível constatação de que o exame de PET scan em pacientes com transtornos neuropsiquiátricos graves apresenta alterações metabólicas em áreas específicas do cérebro foi o ponto de partida para pôr em prática essas novas modalidades terapêuticas. Com a estimulação de uma área específica do cérebro, se consegue modular outras regiões e, dessa forma, vários circuitos hipofuncionantes entram em atividade, levando, portanto, à melhora dos sintomas clínicos.Em linhas gerais, render-se ao fascínio dos mistérios e empenhar-se em desvendá-los para tomar mais confortável a existência de grande número de pessoas são hoje o grande desafio dos estudiosos das ciências da mente.

Inspiração…

Resultado de imagem para imagens sobre o livro de urantiaFonte;O Livro de Urântia

Excerto do Documento 42 – Energia – Mente E Matéria

A Escola sobre O Livro de Urântia na Internet (Urantia Book Internet School – UBIS)

Urantia Foundation, 533 Diversey Parkway, Chicago, IL 60614 USA | 
© Urantia Foundation. All rights reserved

 

Monicavox

Academia para a ciência futura-DNA-Ultraterrestres

“O próximo passo na evolução da humanidade é trabalhar junto com o meio científico e as religiões para a unidade espiritual. Isso significa a união entre as religiões e os cientistas.  Líderes religiosos e espirituais devem se uniram para discutir uma ética global da ciência no planeta, e uma visão básica de futuro para a humanidade. Independente da religião, eles todos concordaram que têm algo em comum: a consciência de que a mente, o corpo e o espírito estão unificados.” – James Hurtak-Continue lendo..

Prof Dr. JJ (James) Hurtak é um cientista social, religioso comparativo, estudioso, autor fundador e presidente da Academia para Ciência Futura. Ele é autor de mais de 15 livros, incluindo comentários sobre antigos textos místicos e gnósticos como a Pistis Sophia. Ex-professor no California State University, Northridge e California State University, Los Angeles, sua formação educacional inclui um Ph.D.da Universidade da Califórnia e um segundo Ph.D. da Universidade de Minnesota. Foi consultor técnico para Sidney Sheldon’s best-seller, A Conspiração do Juízo Final (1991). Ele tem falado antes das audiências profissionais em todo o Mundo, em países como África, América do Sul, Europa e no Pacífico. Na capacidade de um consultor científico, ele tem sido destaque em vários filmes e documentários, e já apareceu em programas de televisão internacionais de renome.Pesquisador reconhecido, escritor renomado e especialista em sensoriamento remoto, com pesquisas multidisciplinares estendendo‐se de lasers a tratamento de resíduos e expedições arqueológicas, o norte‐ americano James J. Hurtak, residente em Nova York, não tem limites para seus planos relacionados às inteligências superiores – incluídas nesse universo os seres extraterrestres. Hurtak é ainda lingüista, cientista social e futurista, sendo que, em 1973, fundou a Academia para Ciência Futura (The Academy for Future Science, AFFS), após passar por uma experiência que resultou em sua obra mais conhecida, O Livro do Conhecimento.

As Chaves de Enoch (1973)-J.J.Hurtak

Hurtak alega ter recebido muita inspiração, pois no início da década de setenta, afirmou ter recebido em seu quarto um ser de luz que anunciou ser o Mestre Ofanim Enoch, que o levou aos céus, onde passou por diferentes regiões, a começar pelas estrelas Mérak e Muscida, depois pela estação intermediária de Arcturus, um paraíso superior de Luz conhecido como o sétimo céu, e ainda pela região de Saiph no campo estelar de Orionis, quando se deparou com um ser de luz chamado Metatron, que finalmente levou-o ao Pai Divino. Perante o Trono do Pai foram-lhe feitas muitas revelações, inclusive sua razão de viver para exaltar o Pai, o que lhe levou a preparar, entre outros trabalhos, a obra O Livro do Conhecimento: AS CHAVES DE ENOCH.

ENTREVISTA EXCLUSIVA-CARMEM BALLESTERO ENTREVISTA J.J.HURTAK E DESIRÉ HURTAK SOBRE O LIVRO DE ENOCH-TRADUZIDA EM PORTUGUÊS

ELE FALA DA ECOLOGIA E OS EXTRATERRESTRES,ENERGIA SUSTENTÁVEL E SOBRE O BRASIL

A obra apresenta um programa detalhado que visa explicar velhos mistérios a partir de novas óticas, partindo do princípio de que a humanidade vem se relacionando há milênios com seres de um grau evolutivo superior. O trabalho de conscientização de Hurtak se reflete em 64 áreas científicas que estão em processo de acelerada transformação, à medida que a raça humana ruma para novas fronteiras. As Chaves de Enoch visa a preparação do indivíduo para várias mudanças que afetarão o planeta e apresenta um cenário da cosmologia do passado ao futuro, além de um projeto de novo direcionamento para a evolução da humanidade, no sentido de um estado superior de consciência. “O conhecimento navega em caminhos paralelos, científicos e espirituais, e somente a absorção equilibrada de ambos pode proporcionar solução para os problemas da Terra”, assinava Hurtak. Segundo um segmento da Comunidade Ufológica Brasileira, essa seria uma forma de dizer que o tão esperado contato definitivo com nossos milenares visitantes estaria próximo de acontecer. As Chaves de Enoch é definido pelo próprio autor como um livro científico‐espiritual. Hurtak garante que o conteúdo da publicação não foi canalizado, mas “recebido” diretamente por ele através de um contato direto com seres originários de um sistema que denomina de Inteligência Superluminar Maior. Pode soar muito místico, mas na verdade não é. O autor tem trânsito tanto nos meios científicos como os alternativos, tendo palestrado várias vezes em vários órgãos governamentais.

Hurtak afirma ter tido uma série de encontros com uma consciência superior, e esse “livro-código” descreve essa experiência e conhecimento. A obra, segundo a Academia, “prepara para uma mudança de paradigma que afetará todos os aspectos das dimensões sociais, psicológicas e espirituais da vida”. Segundo Hurtak, haverá um momento quando a consciência da humanidade estará tão expandida que se fundirá à consciência de Deus. “Seremos cidadãos cósmicos”, afirma ele.

O QUE DIZEM AS CHAVES DE ENOCH

As Chaves examinam os enigmas da vida e dão uma explicação espiritual para a nossa existência nesta realidade.  Um dos principais temas das Chaves é a sua referência detalhada ao DNA humano como um sistema de pré-codificação baseado em um código “revelado” de letras que se correspondem com a Etz Chaim   (a Árvore da Vida) da Antiga Torah (o cânone/revelação do Antigo Testamento). Isto assimila o uso da “energia da Linguagem Sagrada” pelo emprego de certas palavras energéticas de línguas e culturas antigas, particularmente o antigo hebraico-aramaico, o paleoegípcio, o grego-cóptico e o sânscrito-tibetano, a fim de codificar o corpo na “Luz” de sistemas biofísicos de alta energia.O Livro do Conhecimento reúne muitos elementos faltantes que as filosofias espirituais só por alto mencionaram, e os implanta nas nossas consciências em um processo de despertar para que conheçamos a altura, a profundidade e a largura expandida do nosso universo de Luz onde vivemos, nos movemos e onde habita o nosso ser.Enoch, que se revelou como sendo o Enoch bíblico, guiou o autor nesta jornada através dos vários níveis dos mundos dimensionais superiores até o trono da Mente Divina, conhecida como  YHWHYHWH com as suas permutações.

O resultado deste encontro foi a instrução de “compor um rolo de pergaminho a partir do rolo divino de Luz”. Este “rolo” explica como os “sete selos” do Livro de Revelação/Apocalipse serão rompidos à medida que a nossa compreensão científica for harmonizada com uma nova revelação espiritual de acordo com os Nomes Divinos de Deus, como Y-H-W-H, o Tetragrama sagrado.As Chaves, portanto, vão exemplificar tanto a compreensão científica quanto a compreensão espiritual, que precisam convergir,ao darem um salto quântico para a frente.

A ORIGEM DO LIVRO-“Não é uma canalização”-diz J.J.Hurtak

Deve ser destacado que este texto não foi “canalizado”, mas dado diretamente ao autor em uma experiência face a face e direta com dois seres da Inteligência Superluminar Maior.  O livro contêm ensinamento científico-espiritual de dois Instrutores superiores da inteligência universal chamados “Enoch” e “Metatron”. Enoch se identificou como o mesmo Enoque mencionado nos antigos textos bíblicos.
“O que explico no meu livro, simbólicamente, é uma nova ciência da realidade sublime do contato com outros níveis de inteligência. Eles estão comunicando novas idéias, novas esperanças e novos insights sobre o processo de evolução, e respondendo as três questões básicas: quem somos, porque estamos aqui e para onde estamos indo.” – James Hurtak
O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch, vem abrir a mente do homem a novas idéias, convidando-o a participar na experiência da educação da alma. As Chaves são um projeto dos muitos níveis da consciência espiritual e são destinadas a colocá-lo em contato com o significado da Inteligência Divina. É considerado  uma ferramenta para a construção de comunidades de Luz e para a orientação necessária da raça humana de modo que as comunidades espirituais do nosso planeta estejam preparadas para a “exteriorização” ou aparecimento dos Mestres de outros mundos de Luz.
Ainda hoje, mais de duas décadas depois desta publicação, as pessoas continuam a aprender coisas novas das Chaves de Enoch, que, em essência, fornece o cenário de uma cosmologia passada/presente/futura e um projeto de um novo direcionamento para a evolução da humanidade, no sentido de um estado superior de consciência.
MEDITAÇÃO DA ACADEMIA PARA CIÊNCIA FUTURA-LEGENDADO EM PORTUGUÊS

Planeta na Web entrevistou James Hurtak:

Planeta na Web – Você teve um encontro com uma consciência superior?
James Hurtak – No começo dos anos 70, minha esposa e eu tivemos uma série de experiências de consciência que nos fizeram entender que nós, como raça humana, somos apenas uma parte da grande evolução cósmica. Foi um amplo entendimento da importância da expansão da consciência, e de que é possível o contato entre a terceira dimensão e outros níveis da inteligência. O que explico no meu livro, simbólicamente, é uma nova ciência da realidade sublime do contato com outros níveis de inteligência. Eles estão comunicando novas idéias, novas esperanças e novos insights sobre o processo de evolução, e respondendo as três questões básicas: quem somos, porque estamos aqui e para onde estamos indo.

PnW – Qual será o próximo passo na evolução da humanidade?
Hurtak – Trabalhar junto com o meio científico e as religiões para a unidade espiritual. Isso significa a união entre as religiões e os cientistas. É possível, como foi demonstrado no World Peace Summit. Líderes religiosos e espirituais se uniram para discutir uma ética global da ciência no planeta, e uma visão básica de futuro para a humanidade. Independente da religião, eles todos concordaram que têm algo em comum: a consciência de que a mente, o corpo e o espírito estão unificados.

PnW – Você acredita que a união da ciência e do espírito é um processo irreversível?
Hurtak – Acho que a expansão da população mundial e a destruição dos recursos naturais forçam as pessoas, até mesmo os céticos, a entenderem que nosso tempo é limitado.

PnW – O que é a Merkabah?
Hurtak – A Merkabah é um termo para diferentes tipos de veículos de luz ou naves espaciais que não são do tipo físico, feitas de metais. A Merkabah é uma ilustração de uma inteligência há milhões de anos no futuro que trabalha com os detalhes das mentes e consciências da civilização humana. É além de extraterrestre. A Merkabah é uma maneira de lembrarmos da nossa origem cósmica, ou seja, de que estamos evoluindo para a pura luz. Enquanto os extraterrestres estão trabalhando com o lado prático da ciência interplanetária, a Merkabah é o veículo ultraterrestre trabalhando com o design cósmico de muitos sistemas evolutivos.

PnW – Para acelerar esse processo de expansão da consciência, o que cada pessoa pode fazer?
Hurtak – Descobri que a melhor e mais simples maneira de fazer a expansão da consciência é ensinar os nomes sagrados de Deus, e usar as palavras que Jesus usou quando ele ensinou os discípulos como curar, expulsar demônios, e elevar a consciência para ver no futuro e trabalhar com os dons superiores do amor divino. Estes nomes de Deus nas linguagens bíblicas antigas são ensinados pela Academia para Ciência Futura no Brasil, juntamente com a música, que é bastante profunda. Essa combinação de música e linguagem é acessível a pessoas de todas as origens e níveis sociais. Através da história, temos obtido uma compreensão de que os nomes de Deus são muito importantes, porque são palavras de poder em ação. É a maneira mais prática de nos proteger, educar e comunicar com os nossos parceiros cósmicos. A maestria de alguns dos nomes divinos pode ativar um processo de maturidade da raça humana.

(nota do Monicavoxblog;Estudando o Livro do Conhecimento;As Chaves de Enoch,podemos perceber que esses nomes de “Deus”, nada mais são que mantras sonoros que desbloqueiam zonas cerebrais específicas, pois tudo está baseado no som,ou seja, existe uma vibração que movimenta forças eletromagnéticas nos neurônios, como os sons binaurais,por exemplo, só que na forma dos sons das palavras.Há que se ter cuidado em analisar o livro e aproveitar seu conhecimento evitando a religião associativa,por exemplo, com o hebraico e a bíblia)

OBS;VEJA MAIS SOBRE ALGUMAS CHAVES NO FINAL DO POST

Biomagnetismo e Bio-Eletromagnetismo:
A Fundação da Vida

J.J.Hurtak-Academia para Ciência Futura

Ao longo dos últimos 30 anos, os cientistas vem extensivamente pesquisando organismos que têm a capacidade de produzir a magnetita,que é um mineral ferromagnético. A magnetita é uma forma mineral preta de óxido de ferro que cristaliza no sistema cúbico ou isométrico, isto é,são todos os cristais que têm os seus eixos cristalográficos de comprimento igual a 90 graus entre si. É uma mistura de ferro (II) de ferro (III), óxido de Fe3O4, e é um dos principais minérios de ferro, que é fortemente magnético. Algumas variedades, conhecidas como magnetita, são ímãs naturais; estes foram usados ​​como bússolas no mundo antigo.A descoberta de um material biogênico (isto é,  formado por um organismo biológico) com propriedades ferromagnéticas parecido com a magnetita, foi o primeiro avanço em direção a uma compreensão de por que alguns animais têm a capacidade de detectar o campo magnético da Terra. A procura por magnetita biogênica em tecidos humanos não foram conclusivas até o início da década de 1990, quando o trabalho com microscopia eletrônica de transmissão de alta resolução e difração de elétrons em extratos de tecido cerebral humano do córtex cerebral, cerebelo e meninges (membranas que envolvem o cérebro e a medula ),identificaram cristais de magnetita.


Estes cristais de magnetita foram encontrados  organizados em correntes ligadas à membranas lineares de alguns micrômetros de comprimento, com capacidade para 80 cristais por cadeia.  Esta forma da partícula prismática também é incomum em cristais de magnetita geológicos deste porte, que são geralmente octaédricos. A morfologia de cristal foi feita para ser cubo-octaédrica e os cristais adjacentes encontram-se perpendiculares ao eixo da cadeia.Todos os cristais de magnetita que foram examinados são domínios magnéticos individuais, o que significa que eles são uniformes e tem uma forma estável magnetizada;  têm o momento magnético máximo possível por volume de unidade para a magnetita. Análise elementar, análise por energia dispersiva de raios-X, os padrões de difração de elétrons, e as imagens de alta resolução microscopia electrônica de transmissão de treliça, mostrou que muitas das partículas eram estruturalmente bem ordenadas e cristalográficamente de domínio único da magnetita. Isto significa que a produção deste biomineral devem estar sob controlo biológico preciso.

Cristais ferromagnéticos interagem mais de um milhão de vezes mais fortemente com campos magnéticos externos do que os materiais diamagnéticos ou paramagnéticas (deoxihemoglobina, ferritina e hemossiderina) .Com esta pesquisadores encontrar foram colocados com uma questão fundamental para a biologia, a saber: Qual é o mecanismo através do qual os campos geomagnéticos fracos são percebidos por organismos que são capazes de precipitar cristais de um mineral ferromagnético tal como magnetite (Fe3O4)? Poderiam usar estes cristais e seu movimento, em uma variedade de maneiras para transduzir o campo geomagnético em sinais que podem ser processados ​​pelo sistema nervoso?

A presença de magnetita biomineral ligado à membrana, o qual tem sido demonstrado , têm uma origem biológica, e a implicação de que algum tipo de ligação mecânica deve ser feita entre cada partícula de magnetita e um mecanorreceptor, ou, pelo menos, um mecanismo funcionalmente equivalente, permitindo que a posição da partícula a ser monitorizada por um organismo sensorial no corpo, é único. A investigação também descobriu que a magnetita é produzida pelas células do organismo, quando necessário. Formas de inteligência física avançada são capazes de absorver diretamente qualquer informação, se  têm uma rede cristalina dentro de sua cavidade cerebral.(nota pessoal;podemos conjecturar que essa magnetita provávelmente seja produzida por organismos com DNA avançado/desbloqueado, pleno de suas capacidades geradoras e assim, as informações sejam melhor assimiladas, no geral, constituindo-se assim, um avanço na raça produzido por este DNA diferenciado, ou seja, mais cristalino e menos carbonado?Provávelmente). 

Os cientistas estão agora fazendo a pergunta fundamental:O que a  magnetita está fazendo no cérebro humano? Em bactérias contendo magnetita, a resposta é simples: cristais de magnetita transformam as bactérias em “agulhas de direção” que orientam com relação a campos magnéticos da Terra.A Magnetita também foi encontrada em animais que navegam pela direção da bússola, como abelhas, pássaros e peixes, mas os cientistas não sabem por que a magnetita está presente em seres humanos, só que ela está lá.

AS CÉLULAS PIRAMIDAIS

Vimos também em pesquisa feita no final de 1980 que as proteínas do DNA estão transformando a função do DNA em estrutura pizoelétricas como a rede cristalina da natureza. O efeito piezoeléctrico refere-se a propriedade da matéria que pode converter oscilações eletromagnéticas  em vibrações mecânicas e vice-versa. Estudos aplicando exogenamente campos eletromagnéticos demonstraram que tanto a transcrição (síntese do DNA) e de tradução (síntese proteica-ATP) podem ser induzidas por campos eletromagnéticos e, além disso, que uma  corrente contínua em um osso,por exemplo, irá produzir osteochondrogenesis (presente na formação do osso) e bacteriostase, bem como afetar o trifosfato de adenosina (ATP) que representa a geração, síntese de proteínas e está presente na membrana de transporte.

No cérebro humano, as células piramidais estão presentes e dispostas em camadas no córtex cerebral dos dois hemisférios. As células piramidais atuam como células eletro-cristais, imersas em fluidos dos tecidos extra-celulares, e parecem operar na forma de um oscilador de cristal líquido, em resposta a comandos diferentes de luz, ou impulsos de luz que, por sua vez, alteram a orientação de cada molécula e átomo de dentro do corpo. Interruptores biogravitacionais codificados presentes no cérebro permitem que um tipo de  líquido liberte os  elétrons que induzem correntes para os dendritos enroladas em torno.  Os impulsos dos elétrons a partir de um neurônio, ao atingir a bobina dendrito da célula encostada, geram um campo magnético de micro amperagem, fazendo com que o cristal ultra fino, ou o cristal líquido na célula piramidal possa ser ativado — de uma forma muito invulgar. Em flexão, este cristal ultra fino torna-se um oscilador piezoeléctrico, a produção de um pulso de luz polarizada circular que viaja por todo o corpo, ou viaja como um feixe de energia fotônica transversal.

De acordo com Einstein, a matéria deve ser considerada em si como parte, na verdade, a parte princípio, do campo eletromagnético e energia elétrica , portanto,é a origem fundamental de todo o nosso mundo físico. Por conseguinte, em trabalho publicado pela Academia para Ciência Futura ele tem sido citado que “sob as presentes condições biológicas, o desenvolvimento evolucionário em corpos desde a mais tenra criação segue uma semicondutividade unicelular que vive como uma matriz piezoelétrica viva, através de estágios que permitem tecidos básicos primitivos (Células glia e células de schwann) ser solidário com os neurônios no sistema humano, onde a principal fonte é elétrica. Isto tem sido especialmente mostrado na resposta de crescimento do osso a um esforço mecânico e a fraturas que se demonstrou ter características de sistemas de controle que utilizam eletricidade. 

Leia mais;Pizoeletricidade-PDF-UNICAMPMateriais Pizoelétricos e Eletricidade

 Uma investigação em curso mostrou que o osso tem propriedades elétricas. A matriz óssea é um semicondutor bifásico, ou seja, um sólido cristalino com uma condutividade elétrica. O componente da matriz de colágeno de osso é um semicondutor de tipo N .Quando testado para piezoeletricidade,o colágeno acaba por ser um gerador piezoelétrico .O estresse mecânico sobre o osso produz assim, um sinal piezoelétrico do colágeno. O sinal é bifásico,e a força do sinal diz às células ósseas como é forte o estresse mecânico , e sua polaridade  lhe diz de que direção vem.O Osteogênico (presente na formação do osso) e as células que tenham sido mostradas como tendo um potencial negativo, seriam estimuladas a crescer mais no osso, ao passo que, se aquelas da área positiva parassem a produção da matriz seriam reabsorvidas quando necessário. Se o crescimento do osso e reabsorção são parte de um processo, o sinal elétrico atua como um código  analógico para transferir informações sobre o estresse para as células e desencadear uma resposta adequada. Assim, o estresse é convertido num sinal elétrico.

Leia mais;Bases biomecânicas do treinamento osteogênico-PDF

.A ELETRICIDADE USADA PARA A REGENERAÇÃO ESPINHAL

Com o uso de uma corrente aplicada de  alguns microamperes na medula espinhal, no nervo óptico e no osso, tem sido demonstrada as correntes elétricas geradas, que naturalmente têm sido associadas a alterações no desenvolvimento de embriões e regeneração de membros.

Durante as últimas décadas um grande aumento nas pesquisas teve lugar  sobre os efeitos das radiações eletromagnéticas não -ioniziadas em sistemas biológicos. Muito se tem revelado sobre os organismos humanos em todos os níveis, mas a questão que ainda está sendo feita por cientistas é: O que a eletromagnética pode sinalizar/ sintonizar uma ressonância magnética de energia, suscetíveis de alterar a regulação genética metabólica para promover o crescimento e reparar? Tem sido considerado pelo presente autor que as moléculas de DNA podem desempenhar um papel central para levar as células a alterar as suas propriedades normais, recebendo a transmissão genética original dada por meio de um “ponto de rotação” para uma célula. Estas transmissões nos pontos de rotação, como discutido por meio da pesquisa na Academia para Ciência Futura, pode fornecer regeneração e instruções para a fabricação de enzimas e proteínas, que são os blocos de construção para o “novo tecido “ou a” forma órgão novo “, que é regenerada no plano físico. Projectar a energia para o ponto de rotação permite a formação de um blastema (massa de células do tipo primitivo) que dá origem ao tecido regenerado. Assim, através do ponto de rotação, as células tornam-se o tecido responsável pela geração e transmissão de sinais de corrente contínua utilizados em processos de regeneração.


 ESTUDOS SOBRE A PURIFICAÇÃO DA ÁGUA-

O delicado equilíbrio do frágil ecossistema aquático do nosso planeta está sendo perturbado em um ritmo alarmante. Industriais, agrícolas, afluentes residenciais estão entrando em nossas vias navegáveis e ​​poluindo estes sistemas com uma vasta gama de orgânicos, metálicos e compostos inorgânicos. Nos Estados Unidos, a Lei Federal Água Limpa de 2007  , a Environmental Protection Agency (EPA), teve autoridade legal para processar os poluidores que resultou em uma drástica redução na concentração de poluentes “fontes pontuais”, aqueles cujas fontes são fácilmente identificados a partir de seus fluxos de resíduos .Um estudo recente na Carolina do Norte sugere que tais CLOs em apenas duas bacias hidrográficas sozinhas podem produzir 111.31 toneladas métricas de nitrogênio excretado e 36,39 toneladas de fósforo por ano.  A introdução de altas concentrações de nitrogênio biológicamente ativo e fósforo nas águas superficiais resultou em um rápido aumento no crescimento das algas e plantas aquáticas em estuários e zonas costeiras.

COMPARAÇÃO;-  métodos existentes ou melhorados com o MÉTODO BIORREMEDIAÇÃO AERÓBICO

Os métodos para o tratamento de águas residuais existentes são caros e prejudiciais para os ecossistemas, porque matam organismos que são cruciais para a delicada cadeia alimentar no ambiente aquático. Os métodos atuais de remediar sedimentos aquáticos contaminados com poluentes orgânicos, como esgoto agrícola e residencial, óleo combustível, PCBs e outras substâncias químicas industriais, envolvem a dragagem de sedimentos e é tratando-o em outro lugar, e, em seguida, devolvendo-o ao local de remoção. Tratamentos de água de superfície, tais como o tratamento de lagos para proliferação de algas, requerem a adição de herbicidas químicos venenosos e pesticidas. A necessidade de tratamentos alternativos de baixo custo é claramente evidente e tem incentivado nossa pesquisa neste campo.A maioria das instalações de tratamento primário e secundário convencionais são inadequadas em termos de remoção completa de muitos produtos químicos inorgânicos e orgânicos, levando à eutrofização em lagos, rios e baías. O método de iodo ativado é o sistema de tratamento de águas residuais secundário mais comumente utilizado para dejetos humanos. Após o tratamento, no qual a maioria dos sólidos são resolvidos fora da coluna de água, estes sólidos são desviados para um reator de lamas ativadas, enquanto a água da sobreposição é enviado para um sistema de tratamento aeróbico, antes da descarga.  O potencial para a existência de danos ambientais, se este tipo de resíduos é acidentalmente descarregado nos cursos de água não diluído, é enorme.

UMA NOVA FORMA DE TRATAMENTO DE ÁGUA SUSTENTÁVEL

Nossos estudos mostraram que a utilização de comprimidos e de efeito rápido  Cellinite Technologies(CT) para a degradação biológica, fornece um método eficiente para gaseificar águas residuais suficientemente  bom em cooperação com, ou em lugar de, sistemas de tratamento secundário. A incorporação de microrganismos vantajosos e vários nutrientes, bem como de oxigênio dissolvido (pela quebra de peróxido de hidrogênio-H2O2) pode ser adicionado em qualquer ambiente de águas residuais por meio da utilização de comprimidos CT  específicamente concebidos para que o sistema para reduzir o índice de degetos químicos e biológicos e gases nocivos para estabelecer o Eco-equilíbrio harmonioso.

A economia de tratamento baseia-se na eficácia do sistema de tratamento de águas residuais para proporcionar um ambiente que suporta a atividade e crescimento de uma microflora de tratamento, juntamente com fatores, tais como o equilíbrio entre o fornecimento de oxigênio e do substrato. Nosso sistema concebido sob os EUA Patent # 5275943  pode incorporar adequadamente os nutrientes necessários , microrganismos e oxigênio através de peróxido de hidrogênio para equilibrar natureza orgânica e inorgânica e controlar a biodegradabilidade dos resíduos.

Estudos semelhantes foram também feitos no Japão, que se combinam com microorganismos que sintetizam outros microrganismos por fermentação química(zimogenia). Ele define microorganismos zimogênicos como aqueles que reduzem a matéria orgânica para um estado solúvel, criando grandes quantidades de antioxidantes.  Em ambos os estudos de campo e de laboratório, Cellinite Technologies já criou sistemas de degradação controladas. O sucesso no uso destes sistemas envolve a utilização de microorganismos específicos, nutrientes e oxigênio através de introdução cápsulas de aeração lançado em tempo para a degradação controlada de estrume e detritos em decomposição (matéria vegetal). As alterações nos parâmetros físico-químicos em um sistema estático e a passagem de patógenos bacterianos também foram analisados ​​e demonstraram resultados benéficos.

Dores físicas e a mudança no DNA-Por Dr. J. J. Hurtak, Phd

As dores físicas, especialmente na coluna, ombros e costas — Isto é resultado de intensas mudanças no nível do DNA à medida que “a semente da nova energia” vai despertando dentro de vocês. Tudo isto passará.

Sentimento de profunda tristeza interior sem razão aparente — Vocês estão liberando seu passado (estas vidas e outras) e isto provoca este sentimento de tristeza. É como a experiência de se mudar de uma casa onde vocês moraram por muitos anos para uma nova. Quanto mais vocês quiserem ir para esta casa nova, mais experimentarão a tristeza de deixar para trás as recordações, a energia e as experiências da casa antiga. Tudo isso também passará.

Mudanças repentinas no trabalho e na profissão — Sintoma muito comum. Quando vocês estão mudando, as coisas ao seu redor também mudam. Não se preocupem em encontrar o trabalho ou a profissão perfeita. Tudo isto passará. Vocês estão em período de transição e deverão passar por muitas mudanças de trabalho antes de encontrar o que realmente os atrai.

Afastar-se das relações familiares — Vocês estão conectados com sua família biológica através do carma passado. Quando termina o ciclo cármico, os vínculos estabelecidos com essas relações se liberam. Ainda pode parecer que a relação com sua família e amigos esteja à deriva. Tudo isto também passará. Passado um tempo, vocês poderão novamente retomar a relação com eles se for apropriado. De qualquer maneira, essa nova relação se baseará numa nova energia, sem vínculos cármicos.

Padrões de sono anormais — Pode ocorrer que vocês se sintam muito sonolentos ou despertem muitas noites entre as 2 e as 4 horas da manhã. Há muito trabalho a ser feito em seu interior, o que faz com que a mente necessite de uma folga. Não se preocupem. Se não puderem pegar no sono outra vez, levantem e façam alguma coisa em vez de ficar na cama preocupando-se com assuntos mundanos. Tudo isto também passará.

Sonhos intensos — Podem incluir sonhos com conteúdo de batalhas ou guerras, sonhos em que são perseguidos ou sonhos com seres monstruosos, ou que correm para fugir de algum monstro. Vocês estão literalmente liberando velhas energias de dentro de vocês. E estas energias do passado são representadas como lutas. Tudo isto passará.

Desorientação física — Algumas vezes se sentirão como se não estivessem pisando no chão.

Sentir-se desafiado pelo espaço — Com a sensação de não conseguir pôr os pés no chão ou de andar entre dois mundos. Durante a transição de sua consciência para uma nova energia, o corpo pode ficar estafado. Vocês precisam passar mais tempo na natureza para enraizar a nova energia em seu interior. Tudo isto passará.

Aumento das conversas consigo mesmo – Vocês se verão mais frequentemente falando com o seu eu interno. Há um novo nível de comunicação assentando-se no seu ser. Vocês estão experimentando a ponta do iceberg com essa sua conversa interna. As conversas se intensificarão e se farão mais fluidas, mais coerentes e mais visionárias. Vocês não estão ficando loucos; apenas estão dando vazão à nova energia.

Sentimentos de saudade — Ainda que estejam na companhia de outros, podem sentir-se sós e separados dos demais. Poderão sentir o desejo de se afastar dos grupos e da multidão. Como humanos angélicos, estão caminhando para o caminho sagrado que cada um tem que trilhar por si próprio. Quanto mais ansiedade esses sentimentos de saudade lhes causam, mais difícil será interagir com os demais nesses momentos. Os sentimentos de saudade também estão associados ao fato de que os seus “guias” anteriores se foram. Eles estiveram com vocês por todas as viagens, em todas as vidas. Mas veio o momento de se afastarem para que vocês pudessem partilhar seu espaço com sua própria Divindade. Tudo isto também passará à medida que a voz interior se encha com o Amor e a energia da própria Consciência Crística.

Perda da paixão — Vocês podem sentir-se totalmente desapaixonados, ou com pouco desejo de fazer as coisas. Está bem assim. Isto também faz parte do processo. Vocês tomarão algum tempo para não fazer nada. Não lutem consigo mesmos por isso, porque tudo isto passará. É parecido com o ato de reiniciar o computador. Vocês necessitam parar por um breve período para carregar um software novo e mais sofisticado, que, neste caso, é a nova energia da semente Crística.

Um profundo anseio de voltar para casa — Esta é a condição mais difícil e desafiante de todas. Vocês poderão experimentar um desejo profundo e irresistível de deixar o planeta e retornar ao “Lugar”. Não é um sentimento suicida, pois não está baseado em raiva nem em frustração, e vocês não querem nenhum drama, nem para vocês nem para ninguém. Há uma parte muito pequena de vocês que quer voltar para Casa, pois vocês completaram seu ciclo cármico, concluíram o contrato com a vida atual, e estão liberados para se empenhar em uma nova vida. Porém, ainda estão num corpo físico, e mesmo que estejam preparados para aceitar os desafios relativos à entrada numa Nova Energia, e de fato vocês poderiam voltar para Casa neste exato momento, vocês percorreram um longo caminho, e depois de tantas vidas, seria vergonhoso se vocês deixassem a cena antes de o filme terminar. Além disso, o Espírito necessita que vocês ajudem os demais a fazer a transição para a nova energia. Eles necessitam de um guia humano, como vocês, que caminharam da velha energia para a nova. A senda pela qual vocês estão caminhando os provê de experiências que os capacitaram a chegar à maestria do Novo Humano Divino. E apesar de às vezes a sua viagem parecer escura e solitária, lembrem-se de que jamais estão sozinhos e que serão ajudados se pedirem.

A BUSCA DO SIGNIFICADO DAS ESTRUTURAS PIRAMIDAIS DE MARTE: ELAS DETÊM A CHAVE DA EXISTÊNCIA DO HOMEM?
J.J. Hurtak, Ph.D.

Há quinhentos anos os seres humanos eram considerados o topo da criação e o seu planeta Terra era proclamado o centro do universo. Esta visão mudou há quatrocentos anos com Copérnico e as mudanças prosseguem com a descoberta pelo Mars Global Surveyor de evidências comprovadas recentemente de atividade fluvial prévia em Marte; a descoberta de cristais de gelo pela Mars Odyssey.Além das fotografias tiradas pela Mariner 9 a uma altitude de 1.650 quilômetros que mostram um vale de 4.000 quilômetros de comprimento como indício de que pode ter havido água corrente ao longo da história geológica de Marte, uma série de pirâmides tetraédricas também foi observada. Estas pirâmides de Marte aparecem agrupadas em torno das proximidades da latitude 15,258 e longitude 198,425, numa planície meio desolada. A comparação de duas fotografias, uma tirada de um ângulo de visão de 6,018 graus em 8fev1972 e a outra, de 37,510 graus em 7ago1972 mostra tetraedros quase perfeitos de duas categorias observados de duas direções e em momentos diferentes em que o Sol se encontrava bem acima do horizonte. Elas exibem faces piramidais de uma exatidão impressionante, uma evidência de que estas pirâmides não fazem parte de fenômenos naturais. (2)

Sabemos pelo trabalho do ganhador do Prêmio Nobel da Paz Jacques Monad que a mãe natureza não cria realidades superficiais em linhas retas nem em padrões repetitivos, mas aqui na região do Quadrângulo Elysium em Marte temos conjuntos de pirâmides em padrões repetitivos exatos numa distância matemática que parece ser idêntica entre os conjuntos. Será que estas estruturas calculadas em torno de 700 e 800 vezes o volume da Grande Pirâmide do Egito fazem parte de uma história evolutiva anterior, de algum outro mecanismo de vida no universo local? (3)

É fato demonstrado que ao longo da história geológica de Marte metade do planeta se desordenou com grandes vulcões que se abriram para o céu marciano e com as lavas que ali correram. Em algum ponto ao longo dos três e meio bilhões de anos da história de Marte, e provavelmente num período bem recente, jorravam pela superfície de Marte enormes quantidades de água que provocaram a erosão de imensos bancos aluviais.

No entanto, num planeta geológicamente ativo com montanhas e caldeiras vulcânicas maiores que quaisquer outras na Terra, as fotos da Mariner 9 B MTVS 4205-77 DAS 0779453 e MTVS 4296-24 DAS 12985881, tiradas da parte centro-leste do Quadrângulo Elysium, mostraram um conjunto perfeito de estruturas piramidais tetraédricas que são incomuns demais para serem resultado de formações naturais.

Assim como Carl Sagan e outros, eu salientei que as estruturas piramidais não-artificiais podem ser explicadas por um dos seguintes mecanismos:
(1) O facetamento pelo vento de cones vulcânicos, serras formadas do fluxo de lava, e geomorfologias alongadas por tempestades de ventos predominantes. Estes ventos ou poderiam ser parte de um padrão de circulação predominante de Marte, ou de tempestades de areia de longa duração.
(2) Recobrimento do manto de intemperismo por resíduos de erosão, seja de filões resistentes, seja de sedimentos infiltrados, seja de outras formas de leito rochoso, com aspecto piramidal.
(3) Possível ação glacial que tenha esculpido formas semelhantes às agulhas glaciais alpinas da Terra.
(4) Rotação de blocos de lava solidificados na lava liquefeita subjacente. A inclinação desses blocos solidificados poderia expor arestas pela protuberância acima do campo de lava.

Contudo, um exame mais de perto com a ampliação das imagens mostra os detalhes de paredes e estruturas paralelas construídas exatamente acima da linha da água conforme concluiu o US Geological Survey (Órgão de Análise Geológica dos EUA) com relação à superfície em Marte. (4).Os soviéticos, na verdade, chegaram a uma conclusão oposta a dos americanos sobre a questão de vida evolutiva prévia em Marte ao reprocessarem os dados da NASA e os mais de 54 mil quadros fotográficos da Mariner 9. Outros argumentos foram apresentados por geólogos tradicionais de que as formações montanhosas incomuns no altiplano peruano fornecem uma analogia para as estruturas piramidais marcianas facetadas pelo vento. Contudo, uma pesquisa mais ampla mostra conjuntos piramidais não-naturais aglomerados em Chancay, Jequetepeque, Viru, etc., nas áreas peruanas circunjacentes. Tem ficado claro que muitos conjuntos de morros, até agora descobertos no Peru, não podem ser descartados como anomalias geológicas, pois ao se pesquisar um pouco mais se descobre que muitos eram na realidade complexos astronômicos de calendários construídos há muitos milênios. Comparada com a malha de conjuntos piramidais do Quadrângulo Elysium de Marte, a área peruana não corrobora os argumentos de que as pirâmides sejam resultado de um recobrimento do manto de intemperismo por resíduos de erosão, seja de filões resistentes, seja de sedimentos infiltrados, seja de outras formas de leito rochoso. Nem existem quaisquer falhas rochosas visíveis que indiquem controles estruturais relacionados à formação da malha das quatro pirâmides tetraédricas. Um sítio de múltiplas estruturas piramidais sugere a necessidade de atualizar os argumentos da geomorfologia. (5)

A atenção ainda se volta para as impressionantes anomalias de estruturas piramidais em bordas de crateras como as captadas pelas câmeras da Mariner 9 numa localidade próxima ao Pólo Sul de Marte (quadro original B 1417-160341 renomeado como 42125) que mostra diversas unidades distribuídas em malha pelo planalto, estruturas semelhantes a caixas de vários quilômetros cada com fortificações elevadas possivelmente usadas como uma área experimental para um bioma, ou como algum tipo de padrão reticular para a coleta de informação que foi destruído por uma mudança cataclísmica. Este sítio foi apelidado pela NASA de “Cidade Inca”. Um exame mais de perto das imagens aéreas mostra semelhanças com Macchu Picchu no Peru. Quantos arqueólogos profissionais já teriam ouvido sobre o sítio de Morro Solar? Ele fica a 1,5 km de Las Palmas, nos arredores de Lima, e revela hectares de construções científicas e um elaborado sistema hidráulico virtualmente desconhecido pelo mundo científico.

Quantos sabem a respeito das vinte e cinco pirâmides de Apurle a noroeste do Peru? Jack West (6), um arqueólogo contemporâneo, divulgou recentemente ilustrações que mostram vestígios de pequenas pirâmides dentro das montanhas peruanas de forma piramidal. Um número cada vez maior de evidências arqueológicas tem demonstrado que aquilo que os geólogos há séculos pensavam ser montanhas na verdade estão se revelando artefatos piramidais de milênios atrás.

Foram identificadas no Quadrângulo Elysium de Marte, estruturas piramidais cujas dimensões da base alcançam em média de 3 a 6 km de diâmetro. Os processos geológicos que poderiam provocar essas características não forneceram uma explicação científica satisfatória para algumas das pirâmides. Assim, precisamos ter em mente que o que pode aparentar ser um morro natural visto do céu pode ser um artefato piramidal. Talvez, em vez de nos prepararmos para as atuais sondagens de microinteligência em Marte, devêssemos nos preparar para um exame de perto das estruturas piramidais como modelos para análogos biomagnéticos. As malhas piramidais marcianas e egípcias podem ser modelos que nos preparam para encontrarmos os arquitetos superiores do nosso universo circunvizinho. Talvez a pirâmide seja um artefato do futuro

OS SERES ULTRATERRESTRES-Uma entrevista para a Revista UFO

Mais avançadas que os seres extraterrestres que nos visitam, ainda presos a várias formas de tecnologia, são os seres ultraterrestres
Doutor Hurtak, há anos se tem feito a mesma pergunta: quando faremos contato definitivamente com nossos visitantes? O senhor tem uma estimativa?
Essa é uma pergunta muito interessante. Na minha opinião, com os documentos recentemente tornados públicos pelo Governo brasileiro para um grupo de pesquisadores locais –, como A. J. Gevaerd e demais integrantes da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) –, e no cenário das liberações de arquivos semelhantes pelo Governo francês, há vários anos, além dos antigos registros da KGB, vê-se que essa apresentação de fenômenos em nível mundial já está diante de nós. Portanto, num contexto mais amplo, essa pergunta já está obsoleta. Os extraterrestres já estão aqui! Em minha pesquisa, a questão que se deve fazer é sobre a chegada dos ultraterrestres, detentores dos poderes mais elevados do Cosmos, que estão além da forma material de evolução e, ao mesmo tempo, não se limitam à tecnologia dos veículos extraterrestres. Eles – os ultraterrestres – estão por trás da orquestração dos eventos cósmicos que regem civilizações inteiras, bem como eventos planetários, como os registrados nos últimos 60 anos na Terra.
Então o senhor acredita que haja seres ainda mais avançados que os extraterrestres?
Nós estamos vendo um intercâmbio face a face com várias categorias de inteligências extraterrestres, que querem mostrar-se sistematicamente para a comunidade científica mundial. Eles querem um diálogo com cientistas políticos, advogados, juízes e especialistas planetários, pra surgimento de uma ciência espacial. Esse evento acontecerá apenas daqui alguns anos, quando tivermos um novo tipo de lei espacial em operação, conforme detalhei no recente documento Conseqüências para a Lei Espacial das Descobertas de Água em Marte (Publicado nos Anais de Ciência Espacial da Universidade McGill, Montreal, Canadá, 2005)-(nota pessoal- no mês de outubro de 2015, a NASA confirmou oficialmente a existência de água em Marte).
É possível se prever como será esse diálogo entre os extraterrestres e a humanidade?
Está bastante claro, pela vastidão dos milhares de casos estudados pelos melhores especialistas e pesquisadores no assunto, que há formas de inteligência muito diversas no espaço. No entanto, a questão não é o diálogo com essas formas de vida, mas como o mesmo prosseguirá e se trará grandes benefícios para a raça humana. Por exemplo, a revista Popular Mechanics, em 2004, lançou um artigo dedicado a investigar quem seria o melhor cientista para estabelecer contato com um ser extraterrestre. Dentre os candidatos estava o professor Frank Drake, muito famoso por seu trabalho em radioastronomia e busca pela inteligência extraterrestre, que a NASA tem adotado como um de seus paradigmas. Nessa lista também estava Jane Goodall, que trabalhou na África com comunicação entre seres humanos, macacos e chimpanzés. Cientistas de duas áreas bem distintas são fortes candidatos, então. Ficaram de fora dessa equação especialistas no assunto da Europa e das Américas do Norte e do Sul. E ainda os da antiga Índia, Japão e China, onde a realidade dos seres ultraterrestres de luz é bem compreendida por aqueles que os orientalistas e antropólogos chamariam de avatares, ou seres crísticos. São sábios de mente superior que cederiam à humanidade o grande entendimento de quem somos, porque estamos aqui e para onde vamos. Isso tem ligação com toda essa variedade de culturas extraterrestres que temos estudado nos últimos 60 e poucos anos, através das ferramentas da moderna ciência.
Em sua obra mais famosa, As Chaves de Enoch, o senhor fala sobre seres habitando o fundo dos oceanos. Tem informações a respeito de bases extraterrestres nessas regiões ou no Brasil?
Eu tenho pesquisado o assunto junto de mergulhadores em áreas próximas da costa da Flórida, nos Estados Unidos, e em Porto Rico, no Caribe. Eles afirmam ter descoberto a existência de alguma forma de tecnologia subaquática movendo-se a velocidades extremamente altas, nestas regiões. Tal tecnologia permite que seus proprietários cheguem subitamente à superfície do mar e acelerem seus veículos a uma velocidade ainda maior no sentido do espaço exterior. Também tivemos outros eventos próximos em Baía Blanca, na costa da Argentina, nos anos 50. Espaçonaves entrando nos oceanos e viajando milhares de quilômetros submersos sugerem a existência de bases e plataformas estabelecidas em todo o planeta, através das quais nossos visitantes poderiam observar o desdobrar dos eventos que realizamos, tais como o uso positivo e negativo de nossa tecnologia.
Também foram registradas tais manobras em outros períodos da história.Nos anos 70, por exemplo, durante manobras do governo norte-americano no Caribe, naves não identificadas também foram seguidas por navios soviéticos presentes na região. Aqueles veículos saíram do oceano e ficaram na frente da proa das embarcações dos EUA, separando-as das rivais. Foi o mesmo que dizer: “Coloquem os seus brinquedos militares de lado, pois o tempo para viver em paz é curto”.
O senhor trata desses casos em As Chaves de Enoch?
O livro apresenta um modelo de muitas áreas da ciência, que conduz o leitor a enxergar a realidade da presença ultraterrestre no planeta e oferece um modelo superior de organização, que mudará a vida no nosso e em outros sistemas solares, em nível muito maior do que o imaginado pelos cientistas e ufólogos de hoje.
As abduções seriam parte desse processo? Qual é o objetivo de tais experiências?
Após estudar milhares de casos de seqüestros na África, na América do Norte e do Sul, concluí que são procedimentos médicos feitos com humanos por formas embrionárias de inteligências extraterrestres, que estariam utilizando nossa raça para uma variedade de experimentos. Acredito que as abduções desrespeitam a liberdade e dignidade humanas, além de princípios cósmicos que determinam às diferentes raças estelares que solucionem seus próprios problemas, atendo-se a uma ética biológica de não-interferência em outros mundos. Experimentos envolvendo violência física e implantes técnicos subcutâneos, conforme tem sido constatado pelos pesquisadores, são agressões. Tais princípios cósmicos regem formas peculiares de inteligência que estão guiando a humanidade em seus passos iniciais, através da música, das artes criativas e das grandes descobertas da ciência. Todas essas atividades acrescentam dignidade à raça humana, bem como abrem infinitas possibilidades de aperfeiçoamento da centelha divina plantada dentro do ser humano, no momento da encarnação ou nascimento.
 
Com base em suas pesquisas é possível afirmar que os extraterrestres que visitam nosso planeta podem ser divididos em positivos e negativos?
Esta pergunta apresenta uma lógica dualista. Há mais de 70 categorias de extraterrestres nos visitando, muitas das quais neutras, nem positivas ou negativas. Portanto, temos que ter em mente um cenário mais amplo. Um exemplo é o que foi visto recentemente no México, quando frotas de centenas de objetos luminosos apareceram e não mostravam nem tecnologia física, nem as limitações normalmente atribuídas aos efeitos físicos (Veja edições UFO 109 e 112). No caso de 10 de junho de 2004, em especial, os mais de 500 objetos filmados sugerem uma categoria de civilização que existe em muitas formas além do aspecto físico. Minha conclusão é de que os responsáveis por aqueles veículos parecem estar interessados em observar a rápida aceleração da raça humana no sentido de sua própria destruição. Isso por causa do completo desrespeito do ser humano ao meio ambiente planetário.
A humanidade deve fazer uma mudança de rumo? 
Enquanto espécie, nós aprendemos muito pouco desde que a primeira bomba atômica foi ativada, em 1945. Há a necessidade de vermos de maneira mais ampla o potencial de nosso próprio destino, que não é dualista nem orientado para a lógica científica do ocidente ou do imperativo econômico de corporações multinacionais. Estas estão exaurindo rapidamente os recursos de nosso planeta, aparentemente sem compreensão de que a humanidade planetária corre riscos. Nossa raça tem, agora, que se mover em direção do espaço, tirando partido dos recursos que ali estão, em planetas próximos, asteróides ou através de outras evoluções cósmicas.
Em seu livro o senhor fala da chegada de gigantescas naves de extraterrestres negativos e sua guerra contra os positivos. Diz que isso será precedido de indicadores astronômicos e que as comunicações serão cortadas. O senhor poderia explicar melhor
Sim. Por exemplo, na chave 2-1-6 de As Chaves de Enoch me refiro à constelação chamada Perseus, para efeito de uma nova forma de intercomunicação astrofísica. Veja que, recentemente, os cientistas britânicos captaram sinais vindos daquela constelação, num total de 57 oitavas além do C médio (Nome da nota Dó na nomenclatura musical inglesa e alemã), na região que os cientistas chamam de Lá sustenido. Portanto, temos nesta descoberta um evento científico preciso de recebimento de sinais musicais de fontes do espaço exterior. Uma outra área, na chave 2-0-5, fala de labaredas solares (Solar flares) assumindo um papel bastante significativo nas mudanças planetárias diante de determinados eventos que acontecerão(nota pessoal-as ondas cósmicas transformadoras ocorridas recentemente em setembro de 2015 e já previstas pelo Dr Simon Atkins e pelo Dr Paul La Violette PhD). É interessante observar que, em 2004 e 2005, houve um aumento de tais labaredas, que, de acordo com especialistas , são responsáveis pela mudança dos padrões climáticos da Terra – e de forma bastante singular, efetuam mudanças geofísicas em nosso planeta, associadas à supertempestades.

O senhor acredita que essas mudanças climáticas poderão influenciar o modo de agir da humanidade?

Creio que sim. Essas supertempestades aumentarão daqui para frente, o que colocará a humanidade de joelhos, pedindo ajuda de outras civilizações cósmicas. Suas ações servirão de exemplo para mover nossa raça para além da globalização, chegando ao que eu chamo de “povalização” , que são as pessoas ganhando sentido e assumindo o controle dos recursos do planeta.

O senhor poderia nos apresentar outros exemplos relacionados à evolução da humanidade, presentes em seu livro? 
Existe inúmeros, como a descoberta de significativas ruínas arqueológicas em Yonaguni, perto da costa de Taiwan, uma enorme estrutura de mais de 200 m comprimento e idade estimada em 10 mil anos, encontrada sob o mar, na década de 90. Isso foi mencionado no mapa-múndi da chave 2-1-5 de meu livro, que falava de uma história evolutiva anterior. Além disso, os recentes eventos na área da Ilha de Flores, Indonésia, foram também preditos em sua linha latitudinal – 121º27’ latitude leste –, que passa exatamente sobre o local. Nessa região foi descoberta em 2004 uma espécie humana de baixa estatura batizada de Homo floresiensis, que viveu pelo menos até 18 mil anos atrás. Tal achado foi anunciado pela revista Science em março deste ano.
Sua obra é capaz de nos dar um mapeamento de fases anteriores da humanidade?
Sim, ela oferece o mapa de onde foram feitos, em determinados períodos, testes anteriores de uma proto-humanidade. E sugere ainda que aqueles que realizaram tais experimentos com a raça humana e suas diversas ramificações estão agora voltando para verificar os resultados de suas ações, para atualizá-las e conduzir o ser humano coletivamente num sentido superior, que poderia ser chamado, conforme meu falecido colega John Mack mencionou, de um “passaporte para o Cosmos”.
Como o senhor acha que a população, os cientistas, religiosos, militares e autoridades governamentais reagirão quando houver uma chegada pública e definitiva dos extraterrestres?
Está muito claro que, no tempo da Guerra Fria entre os EUA e a URSS, havia razões lógicas para não se discutir a realidade extraterrestre. Primeiro, porque se a tecnologia alienígena fosse descoberta e se uma dessas nações pudesse acessar sua engenharia, acabaria tendo vantagem bélica sobre a outra. Mas essa idéia é passado. Agora, na era de Steven Spielberg e George Lucas, creio que a humanidade de nosso jovem planeta sabe – quer intuitivamente ou através de determinado tipo de expansão de consciência – que em outros tantos milhões de galáxias existe outras formas de vida. Já os burocratas que vivem de estatísticas não verão o cenário como o resto da humanidade, para quem a chegada de nossos visitantes será encarada de forma mais ampla e positiva. Especialmente por parte de jornalistas e pesquisadores que trabalham com o tema ufológico com seriedade, bem como sociólogos de ponta, antropólogos e peritos. Todos se dão conta de que o planeta está ficando cada vez menor e seus recursos também. Isso requer um novo entendimento da raça humana e da aceitação de sua cidadania cósmica, para nos tornarmos Homo universalis.
Ainda sobre seu livro, o senhor disse ter chegado ao sétimo céu. Como isso é possível para um ser humano? Houve alguma forma de preparo?
O meu livro é considerado uma obra cabalística, o que significa que é escrito com uma simbologia e metalinguagem própria. Ou seja, tem um significado em sete níveis de realidade científica, desde a partícula subatômica até a atividade da consciência da supermente. Minha experiência deu-se no contexto de algo ultraterrestre, no qual não foi o meu eu físico que recebeu autorização de experimentar outras dimensões, mas o transfísico ou meu eu consciencial que recebeu autorização de experimentar outras dimensões. Na linguagem cabalística, isso equivaleria a uma realidade superior de ver as supermentes ou as inteligências mestres, além do reino físico ou extraterrestre.
O senhor vê que há perigo na manifestação de seres extraterrestres?
As Chaves de Enoch está escrito de uma forma que possa advertir o leitor contra seres extraterrestres que ficam “brincando” científicamente com a raça humana. Ao mesmo tempo, o livro serve como um modelo para compreender as pegadas anteriores do homem, conduzindo-o a uma aceleração do conhecimento através do qual a raça humana descobrirá a presença de um reino muito maior de inteligência, a dos seres ultraterrestres ou seres de luz integral. São eles que orquestram o compartilhamento dos dons espirituais divinos com a raça humana.
Que pesquisas a respeito da presença extraterrestre no passado, ou no presente, a Academia para Ciência Futura está realizando no momento?
A Academia desempenha um papel muito importante ao documentar eventos reais conectados com a realidade extra e ultraterrestre. Um exemplo é o conjunto casuístico que ficou conhecido como A Noite Oficial dos UFOs no Brasil, em 19 de maio de 1986. Como se sabe, parte do material referente a este caso foi tornado público pelo Governo brasileiro, em maio passado. Ainda naquela época, fazendo palestras no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos (SP), tive oportunidade de ver com meus próprios olhos e tirar fotos daquilo que creio serem formas de inteligência ultraterrestres, que se moveram sobre São Paulo, Rio de Janeiro e regiões mais amplas de ambos os estados . Os artigos publicados na época mostram um elevado interesse por parte de cientistas dos EUA nos eventos que estavam ocorrendo no Brasil e noutras partes do mundo.

“Os seres que realizaram experimentos com a raça humana estão voltando para verificar os resultados de suas ações e conduzir o ser humano num sentido superior, que poderia
 ser chamado, como meu falecido colega John Mack mencionou, de um “passaporte para o cosmos”J.J Hurtak

Além do Brasil e dos EUA, há outros países nos quais a Academia desenvolve pesquisas relacionadas ao Fenômeno UFO? 
Também estamos presentes no México. Durante recentes casos de avistamentos naquele país, como o ocorrido em Campeche, em março de 2004 [Veja as edições 110 e 112 de UFO], alguns dos pilotos envolvidos eram membros da Academia e atuaram decisivamente para mostrar a realidade do fato, abrindo a mente de outros especialistas do mundo inteiro. A Academia também opera em conjunto com colegas mexicanos, como Jaime Maussán e alguns advogados trabalhando para erigir uma nova legislação espacial. Buscamos com isso cumprir nosso papel de ajudar a aumentar as fronteiras científicas de diálogo e entendimento entre as diversas culturas e ramos da sociedade humana.
Que mensagem o senhor deixaria para os leitores da Revista UFO e aqueles que admiram seu trabalho?
Que a humanidade se defronta hoje com um momento muito importante em sua trajetória, quando devemos nos mover todos juntos e para frente, encarando o livro da vida de maneira mais ampla e entendendo que a raça humana não é senão um pequeno parágrafo dele. Saudamos os esforços de jornalistas brasileiros que falam a verdade, em parceria com cientistas e especialistas, o que tem tornado o Brasil um modelo de cooperação para todos os países do mundo. Isso nos fará ir além do antigo paradigma e ter uma nova realidade, na qual devamos aceitar as responsabilidades de nos preparar para a cidadania cósmica. Creio no diálogo com as centelhas divinas da inteligência cósmica. Nosso trabalho, feito em conjunto, vê a ciência extraterrestre como um modelo real de ciência, como parte de um grandioso esforço científico que precisa ser convergido para um ponto comum.

PISTIS SOPHIA-UM TEXTO COPTA-por J.J. Hurtak

O documento original, escrito em grego e tido como perdido, foi guardado pela Providência Divina numa tradução para o copta, o dialeto sahidico do sul do Egito. A versão copta foi provavelmente escrita entre os séculos III e IV de nossa era. O códice foi levado para a Inglaterra em 1772, adquirido por um médico colecionador de manuscritos antigos, o Dr. Askew, e mais tarde vendido ao Museu Britânico.O texto completo foi traduzido para o latim por volta de meados do século XIX, por M.G. Schwartze,  mas só a partir do final do século XIX foi traduzido para línguas européias modernas (francês, alemão e inglês). 

O simbolismo-O Mito de Sophia-Uma análise pessoal

Em todas as tradições esotéricas, as mais importantes instruções internas são sempre transmitidas em linguagem simbólica, velando assim o sagrado aos olhos profanos, oferecendo com isso um método para desenvolver a intuição dos estudantes. Com raras exceções, os nomes usados em PS para caracterizar as diferentes entidades e planos não têm nenhuma conexão com a tradição judaica que a precedeu nem com a cristã que a sucedeu.O simbolismo de Pistis Sophia é extremamente engenhoso em sua simplicidade. As entidades da estória representam os princípios do homem, revelando com isso o sistema psicológico subjacente aos ensinamentos de Jesus. Outro nível de simbolismo é introduzido no texto por intermédio da gematria, ou seja, das correspondências numéricas das palavras (no original grego), com seus significados mais profundos.Pistis Sophia representa a alma, ou mais específicamente, a parte da alma que encarna, a parte da mente concreta que é a unidade de consciência do homem. Seu nome é uma chave para seu papel: Pistis é a palavra grega para fé. Não a fé cega, mas a fé que surge com a total convicção do conhecimento interior. Sophia é sabedoria em grego. Assim, seu nome composto indica o princípio fundamental (fé na Luz do Alto – um aspecto do Plenum Cósmico /Deus) que a capacita a realizar sua missão, ou seja, o desenvolvimento da sabedoria em ambos os mundos (material e espiritual).

Seu par é Jesus(leia-se Consciência Crística), um símbolo para a alma espiritual do homem que permanece nas regiões do Alto, quando PS desce ao caos. Essa informação é de suma importância, porque expressa a separação de consciência entre a natureza inferior e a superior do homem. Ainda que, em sua essência última, o homem seja uno com seu Eu divino, o nível usual da consciência do homem não pode alcançar os planos espirituais, portanto, no mito, Pistis Sophia e a Consciência Crística são devidamente apresentados como entidades separadas.O papel desta Consciência Crística na estória é uma das partes que oferece maior dificuldade para os leitores, em virtude de nosso condicionamento mental com relação à posição da figura humana Jesus na religião cristã. No texto, vemos que “Jesus”(Consciência Crística) representa, num determinado momento, o Mestre que instrui seus discípulos e, no momento seguinte, representa um dos três aspectos da natureza superior do homem: a mente concreta não conspurcada (o par de PS), a mente abstrata (o Salvador) e o princípio Búdico ou intuição, também chamado de Cristo interior (o Primeiro Mistério Voltado para Fora).

O PAPEL DA PERSONALIDADE

O “vilão” da estória é o Autocentrado, que representa a personalidade. Esse é um nome bem apropriado para o nosso “eu” egoísta, presunçoso e fútil, que está sempre demandando ser o centro das atenções, que busca a gratificação dos sentidos, causando com esse comportamento grande aflição à alma. Os regentes, ou “arcontes”, são os principais aliados do Autocentrado e representam as emoções e paixões do homem. O principal agente entre eles é o poder com cara de leão, que representa o egoísmo, a força mais poderosa a afastar o homem da Fonte e levá-lo ao caos. Esses poderes malévolos e trevosos não são demônios exteriores, mas aspectos internos do homem. Eles permanecem ativos e engajados na tentativa de derrubar o homem até que ele consiga sua libertação final do caos.Apesar do caos ser uma região do Submundo, no sistema de Pitis Sophia, o termo é também usado para transmitir a imagem de um estado psicológico, ou seja, o da desordem. Como Pistis Sophia é aquela parte da mente que age como unidade de consciência do homem, quando é dito que ela “cai no caos”, o que isso quer dizer é que ela se torna vítima de desordens mentais que aparecem quando é tomada pelas emoções, desejos e paixões, e se torna condicionada por nomes e formas, por valores culturais e morais, em suma, por toda gama de condições que representam uma virtual prisão para a alma encarnada no mundo. Assim, a descida de PS(Pistis Sophia) ao caos é uma descrição simbólica da entrada do homem no ciclo de encarnações, onde permanecerá até que sua missão seja cumprida.

OS PLANOS  EXEMPLIFICADOS

Quando o Inefável decide manifestar-se no processo de auto-expressão para realizar Seus propósitos, projeta de Si mesmo uma série de entidades que são dispostas ao longo de cinco planos em ordem crescente de densidade. Esses planos poderiam ser chamados, de acordo com a linguagem moderna: Divino (Os Mistérios do Inefável), Espiritual (Tesouro de Luz), Mente Concreta (Plano Psíquico), Astral (Hílico) e Físico (Material). A característica inovadora da cosmologia de PS é que cada plano está dividido em três regiões: direita, meio e esquerda. A direita é sinônimo de superior, e a esquerda, de inferior. As entidades da direita têm a função de estabelecer os ideais ou arquétipos daquele plano, as do meio a função de manutenção, ou sustentação, que garante condições apropriadas e, finalmente, as da esquerda que estão engajadas na implementação das atividades estabelecidas para cada plano. Seus papéis poderiam ser descritos como de pai, mãe e filho ou, também, de semente, solo e fruto.

DERRUBANDO O CONCEITO SIMPLISTA DE “DEUS”

A Deidade Suprema não-manifesta, não é chamada de Deus, mas simplesmente de Inefável, Aquele ou Aquilo sobre o Qual nada é conhecido e Que está infinitamente além de qualquer caracterização pelo homem. Dentro do Inefável, e como parte intrínseca de seu Ser, encontram-se os Membros do Inefável, transmitindo a idéia implícita de unidade, como ocorre com os membros de um ser humano, cada um dotado de funções específicas. Entre os últimos membros do Inefável encontram-se os sem-pais, ou não gerados, que correspondem às mônadas, referidas na Vedanta e na Teosofia pelo termo sânscrito anupadaka, que significa “sem pais”.

O SENTIDO DO LOGOS-

A entidade mais elevada no Plano Divino é chamada de Mistério do Inefável, ou Logos. Ele é a Fonte de tudo o que existe, visível e invisível, o criador do arquétipo de toda a manifestação. Imediatamente abaixo dele encontra-se o Primeiro Mistério, em seu duplo aspecto: Voltado para Dentro e Voltado para Fora. O Primeiro Mistério é o mistério da unidade, e seu aspecto Voltado para Dentro é Atma, ou o Espírito, que abrange e interpenetra tudo o que existe. O Primeiro Mistério Voltado para Fora é o veículo de Atma, ou seja, Buddhi, também conhecido na tradição ocidental como o Cristo.

O PLANO ESPIRITUAL E A PRIMEIRA RAÇA-O ADAM KADMON

O plano abaixo é o Plano Espiritual, Pleroma ou Tesouro de Luz, que corresponde ao plano da mente superior ou abstrata. Ele corresponde ao conceito ortodoxo de Céu, onde as almas encontram sua bem-aventurança quando libertadas do caos. A entidade mais elevada desse plano é IEU, também referido pelos títulos de Supervisor da Luz e Primeiro Homem. Essa última expressão revela seu papel como Adão Kadmon, ou o Manu da Raça Humana, que se encarnou para estabelecer o arquétipo da primeira raça humana.

Também na região da direita do plano espiritual encontra-se Melquisedek, o Manu da Quinta Raça (a atual), o Grande Recebedor da Luz. Vale mencionar que a Igreja Primitiva reverenciava a figura de Melquisedec como indicado na epístola aos Hebreus, onde é dito que Jesus foi ‘feito sumo sacerdote para a eternidade, segundo a ordem de Melquisedek’ (Hb 6:20). 

(NOTA PESSOAL;Outra característica interessante da cosmologia de Pistis Sophia é que cada plano é um reflexo dos planos que lhe estão acima. Assim, as entidades da direita de cada plano agem como delegados do Logos, desabrochando o modelo fundamental, ou arquétipo, para seu próprio plano. O processo de manifestação segue esse modelo, da ideação para a criação em cada plano subseqüente)

INTERPRETAÇÃO DO MITO-Uma análise pessoal

O mito é outra representação da jornada de retorno da alma à Casa do Pai. Pistis Sophia “cai’”de sua região original, ao perseguir uma miragem, um reflexo da Luz do Alto, que é percebido no plano inferior como um poder com cara de leão,  o poder da matéria, o egoísmo. Essa queda, devida à ignorância, foi seu “pecado original”. Mas é dito que Pistis Sophia agiu assim sob o comando do Primeiro Mistério, ou seja, seguindo um impulso interior para obedecer ao desígnio do Plano Divino, provávelmente com o objetivo de que o Espírito pudesse manifestar-se inteiramente na matéria.

Com algum esforço de imaginação podemos visualizar a unidade de consciência do homem aventurando-se do plano mental e lentamente sendo seduzida pelas vibrações totalmente novas das emoções e dos sentimentos, dos desejos e das paixões. À medida que Pistis Sophia consentia a essas vibrações, ela se tornava cada vez mais emaranhada nesse novo nível vibratório e, com a repetição, ficava tão impregnada delas que se estabelecia um condicionamento, ou tendência, que a mantinha virtualmente prisioneira do caos.

(nota pessoal;O texto deixa implícito que quando a unidade de consciência, Pistis Sophia, desce ao caos, o homem encarna-se, ou seja, assume os veículos necessários para a manifestação no mundo material. Isso quer dizer que tanto no plano astral como no físico a alma é “envolvida por corpos” apropriados para o funcionamento naquele plano,análogamente á um homem com um escafandro que pode atuar no fundo do mar. Deve ser lembrado que as entidades da região do meio em cada plano têm a função maternal de prover as condições apropriadas e de nutrirAssim, no plano astral, a Providência lega todas as tendências de outras vidas, as quais oferecem inúmeras oportunidades para o indivíduo aprender todas as lições que ainda não foram superadas. No plano físico, a região do meio fornece um corpo físico ao indivíduo que o capacita a vivenciar o tipo de vida que o aguarda, resultado de seu carma.)

O LEGADO DE PITIS SOPHIA

É interessante notar que a estória de Pitis Sophia expressa a realidade quando vista do Alto, isto é, de um ponto de vista espiritual. Assim, quando Pistis Sophia reclama que os regentes dos eons a estão oprimindo, tentando tirar a sua luz, isso pode expressar o fato de que a personalidade experimentou uma vibração negativa, agressiva ou desagradável, tal como um ataque de raiva, sentimento de ódio, uma mentira etc. Mas a ‘opressão dos regentes’ também pode significar, do ponto de vista da personalidade, experiências imoderadas de gratificação dos sentidos, que para o homem do mundo representam ‘alegria de viver’, ou ‘diversão’, mas que para a alma, que vê a realidade do ponto de vista da luz interior, significam uma aflição pela qual terá que pagar caro.

Temos aqui a representação clássica da luta entre as forças da escuridão e da luz. Pistis Sophia, a alma encarnante, procura ascender, mas tem que lutar, a cada passo do caminho, desde a alvorada do tempo, contra as perigosas forças do mal e da escuridão, que não são forças exógenas que atacam do exterior. Os inimigos do homem estão entrincheirados dentro de seu próprio castelo, ou seja, são suas próprias emoções, desejos e paixões sob o comando do Autocentrado, a personalidade egoísta, presunçosa e orgulhosa.

Pistis Sophia busca sua libertação com suas ‘metanóias’, geralmente referidas como “arrependimentos”.Portanto, cada “metanóia” no mito está indicando que o homem passa por uma transformação mental que, por sua vez, se reflete em mudanças de atitudes, valores e comportamento. O Caminho, ou Senda, tão decantado em todas as tradições esotéricas é, na verdade, esse processo de mudança interior, apesar de ter vulgarmente uma conotação física.(nota pessoal; Esta verdade está por trás da declaração que se vê no famoso livro” A Voz do Silêncio”, de que o homem não pode entrar no Caminho até que se torne o Caminho).

A NATUREZA DOS ENSINAMENTOS DE PITIS SOPHIA-Conclusão

A natureza esotérica dos ensinamentos de PS é evidenciada nesse enfoque fundamental para a salvação, ou seja, a mudança de dentro para fora, e não meramente a obediência a uma série de preceitos,dogmas, escrituras sagradas ou como na tradição ortodoxa .Em nenhuma parte do texto de Pistis Sophia encontramos Jesus pregando um código moral de comportamento. O que é dito e reiterado é que o homem deve renunciar a este mundo e transformar a sua mente, se pretende buscar e receber os mistérios que lhe abrirão as portas da Herança da Luz.

(nota pessoal;As vinte e quatro “transformações da mente” e invocações proferidas por Pistis Sophia são indicativas da natureza lenta do processo de mudança necessário para transformar um homem do mundo no Homem Perfeito, a medida da estatura da plenitude da Concsciência Crística. Cada mudança interior indica um estágio de renovação da mente no caminho espiritual.)

Observações finais pessoais

Como a parábola do tesouro escondido no campo, o mito de Pistis Sophia está pronto para entregar, a todo homem ou mulher que cultivar com afinco seu solo interior, um verdadeiro tesouro enterrado de ensinamentos esotéricos, escondidos ali pela Consciência Crística. Parece que, com o desvelar dos diferentes níveis de manifestação e das progressivas mudanças interiores, o livro está tentando despertar o homem para a realidade de sua origem divina e de sua missão na Terra. Ao longo da estória de Sophia e no restante do livro existem muitos ensinamentos que podem tocar a alma de cada leitor de uma maneira diferente. Nesse sentido o texto é mágico. Ele foi preparado para trabalhar em cada coração sincero que busca com ardor e determinação as chaves que abrem as portas das Dimensões Superiores.Pistis Sophia, é um mapa codificado que leva ao tesouro mais precioso ansiado pelo homem. Se pudermos interpretar os símbolos usados, poderemos trilhar o Caminho e achar a pérola preciosa da Gnosis, a chave que nos admite nos reinos superiores.

A FILOSOFIA DA RECONEXÃO-AS LINHAS AXIATONAIS-Chaves 3.1 0,7 do “O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch”, pelo Dr. JJ Hurtak, Ph.D.

Para a compreensão do trabalho da Reconexão, nos concentremos na idéia de que, como o Dr. Hurtak escreve, “há um processo de renovação que ocorre no nível celular, que é controlada por linhas axiatonais”.

Dr. Hurtak define linhas axiatonais como “linhas vibratórias que ligam os níveis de atividade eletroquímica humana com circuitos astrobiológicos que abrangem todo o sistema solar e estão ligados a sistemas estelares ressonantes. As linhas axiatonais conectam o mapeamento de acupuntura do sistema biológico humano com análogos astrobiológicos superiores. Linhas axiatonais são campos de energia nos padrões de trabalho com vibrações acústicas em execução por todo o corpo e além existente. Com isso, o corpo é mantido e também pode ser refeito , por isso, todas as funções próprias do corpo pode ser restaurado e acelerado e, através deste , o corpo pode ser reconstruído , célula por célula , molécula por molécula , forma-pensamento por pensamento-forma ” . Ele continua  dizendo que ” As linhas axiatonais fazem parte de um quinto campo circulatório a estender não só através de suas células com seus microtúbulos , mas além de seu corpo . Você é uma árvore de caminhada do conhecimento, e como você ir mais longe até o neurocircuito, você percebe que você é um biotransdutor a processar as formas-pensamento de energia a partir da mente universal , a consciência universal , o universal EU SOU ” .

O SIGNIFICADO DE AXIATONAL

A palavra ” axiatonal ” em si reúne duas idéias. Não se refere apenas à ideia de o eixo maior dimensional ou grade por onde a luz e os fluxos de informação, mas também para as cores, sons, vibrações e matizes. Isso implica que a cura pode ocorrer em todos os níveis , através da incorporação de todos esses “tons”  a Inteligência Universal seleciona o que é adequado de acordo com o que uma determinada pessoa pode precisar naquele momento em suas vidas e entregá-la. Então , são essas “linhas axiatonais” vibratórias, que em última análise nos conecta com o projeto original do nosso corpo superior. É importante reconhecer que as linhas de vem de uma fonte mais elevada e que estar conectado a eles nos leva a essa fonte , ou seja, fornecem uma ligação direta entre a nossa consciência individual e da inteligência cósmica . Uma vez conectado, luz, energia e informações  viaja a partir da fonte mais elevada através das linhas de grade de energia que circundam no planeta e se conectam em nossos corpos através dos meridianos axiatonais aos nossos meridianos de acupuntura.

CHAVE 3.1.7 DAS CHAVES DE ENOCH

Específicamente,a chave 3.1.7  fala de como existe no trabalho em todos os nossos corpos , um conjunto de níveis vibratórios únicos. Fala de como nossos corpos podem controlar as suas funções de renovação através dos meridianos das linhas axiatonais, que são o equivalente e paralelos das linhas de acupuntura. Além disso, essas linhas axiatonais não terminam em nossos corpos físicos, eles são abertas e nos conectar com as linhas axiatonais que emanam de outros sistemas estelares. Uma vez que começamos a ligar o sistema axiatonal, nosso eu superior pode trazer a energia básica para o eu físico e  controlar todas as nossas funções renovadoras. Esta energia, luz e informação trabalha com todas as estruturas do corpo, para que possamos avançar para a formação adequada.

CHAVE 3.1.4 DAS CHAVES DE ENOCH

Além disso, a chave 3.1.4 fala de como, através de uma projeção de luz, os indivíduos selecionados podem ser reconectados ao seu plano perfeito através de uma ressonância operando através do espaço hyperdimensional (ou seja, fora dos limites do espaço e do tempo).

Qual é o efeito da Reconexão ?

Tendo a Reconexão ligada e ativada, se estende suas linhas de acupuntura existentes para essas “novas” linhas axiatonais que estão ligados diretamente ao seu ” Eu Superior ” – o maior do corpo de luz que existe para os seres antes de sua encarnação pré-existente. O resultado é que as linhas axiatonais estão executado através de seu corpo, ligando a grade energética dentro de você para o sistema axial e as linhas de grade energética da Terra. As linhas de início começam a mudar o seu corpo físico para uma vibração mais elevada e mantêm continuamente recarregada. Eles fornecem um caminho, uma conexão da Terra com você e através de você para o Universo e além e volta no sentido inverso

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®

Uma explicação de J.J. Hurtak-Uma nova ciência;A astronomia médica

“Existe um trabalho dentro de todos os nossos corpos, um padrão com níveis de vibração única, e os nossos organismos controlam todas as suas funções, que são renovadas por algo chamado Linhas Axiatonal dos Meridianos e estas linhas Axiatonal não são limitadas, ou seja, não terminam em nossos corpos físicos mas estão abertas; estas ‘linhas’ realmente se estendem transpassando nosso corpo, e elas podem nos conectar mais plenamente ao universo. Quando o Homem descobrir a conexão entre o espaço de sua própria vida e as grades Axiatonal, a humanidade vai entrar num todo em um novo nível de ‘super’ ciência conhecida como a astronomia médica”.

O QUE É ASTRONOMIA MÉDICA

Astronomia médica refere-se a cura em todos os níveis, mente, corpo, espírito e fala sobre a mudança na formação adequada de nossos membros, sobre um passo à frente em um novo nível de interação consciente com o Universo . As linhas axiatonal sendo as linhas de grade do Universo, são parte de um maior sistema supradimensional que combinam cores e som, luz e informação.

A FUNÇÃO DO NOSSO EU SUPERIOR

Nosso Eu Superior traz essa energia e informações básicas e renova todas as funções do nosso corpo humano, nosso corpo energético, e nosso corpo evolutivo, e funciona em todos os níveis, celular, atômico, molecular, DNA, cerebral, emocional, etc. Quando começamos a manter isso em uma forma contínua, as redes permitirão o intercâmbio de informações genéticas, e todas as informações que fluem em nossas células e em nossa formação adequada. Podemos curar uma doença, regenerar membros e órgãos, podemos avançar na terra com maior nível de luz e de informações em nossas células.Muitas pessoas perguntam o que estamos reconectando? Estamos  reconectando com nosso Eu, o Universo e o Potencial. E como sabemos quando estamos fazendo isso? Nós não sabemos. É um processo em curso, é uma experiência em andamento. Que está acontecendo agora.”

ALGUMAS CITAÇÕES DO LIVRO DO CONHECIMENTO;

A citações a seguir estão no livro: As Chaves de Enoch®, (Chave 317: 1-62)

1-“Desde a criação nosso corpo galáctico controla suas funções por meio da renovação das linhas de meridianos axiatonal que são o equivalente as linhas de acupuntura e que podem se conectar com sistemas estelares ressonantes. Estas linhas axiatonal não estão limitadas a um corpo físico ou uma criação biológica, mas estão abertas e podem conectar o veículo do corpo com as linhas axiatonal que emanam das várias constelações, e interagir em mecanismos de códigos químicos. “

2-“O homem é uma variável de sub-sistema biológico existente entre os campos magnéticos.”

3-“A evolução humana é uma experiência pré-concebida dentro de um mundo casual da relatividade.”

4-“As linhas axiatonal podem existir independente do Eu Superior, mas ainda exigem as funções de direção da Evolução Superior”.

5-“As grades axiatonal tendem a entrar em interface com a atividade biológica ocorrendo em maior ou menor freqüência vibratória dentro do espaço a ser utilizado por diferentes biologias. As grades não são regidas pelas leis e mecanismos que controlam a evolução física, pois eles operam por meio de sua própria acumulação de energia para a manutenção.”

6-“O homem neste momento está avançando para um novo programa biológico da criação.”

7-“Uma espécie inteiramente nova está sendo criada neste momento, a reunião da criação Adâmica Eu Superior humano que permitam a expressão espiritual e biológica da Raça Cristo avançando para a próxima zona da consciência do tempo da criação.”

8-“As linhas axiais são parte de um sistema circulatório da quinta dimensão que combina cor e som, que são usados para retirar do corpo do Eu Superior a energia de base utilizada para a renovação evolutiva do corpo humano”.

9-“A combinação de Astronomia Médica e Biologia Molecular permite que “as moléculas de DNA produzam células para alterar suas propriedades normais, o que fará receber as transmissões genéticas originais dada por intermédio de um” ponto de spin “, para uma célula.”

10-“Linhas Axiatonal, assim, provocam que novos padrões de circunvolução celular ocorram.”

11-“O ponto de rotação leva energia e tece as redes de luz que formam o tecido da regeneração celular.”

12-“Os ‘pontos spin’ recebem as suas energias, através das linhas axiatonal”.

13-“Através do ajuste axiatonal, as vibrações acústicas da Luz espiritual e Luz Viva ocorrem”.

14-“A chave que abre a porta para as vibrações sonoras gerem luz gravitacional dentro do corpo.”

 

 Visão pessoal….
Se o leitor casual é um cético confesso, ele descartará o trabalho como um outro relato de ficção científica a promulgar e explorar reinos desconhecidos. Contudo, este trabalho não é fantasia, nem resultado de “informação canalizada”, nem produto de mediunidade. Em vista da natureza da experiência direta como base de recebimento da informação registrada nas Chaves de Enoch, ele deveria ser mais apropriadamente descrito como um ensinamento revelado – semelhante aos contidos na Bíblia e em outras escrituras sagradas. Ele nos desafia a ultrapassar o pensamento tridimensional do nosso intelecto racional a fim de aceitá-lo a nível supra-racional.Não há qualquer prova de que a experiência do autor não tenha sido uma experiência objetiva, e muitas das previsões feitas, especialmente no campo das descobertas científicas, têm sido confirmadas desde então.A nível de realidade, é difícil para os nossos processos concretos de pensamento explicar experiências místicas como as descritas nas Chaves, mas, a menos que descartemos a existência de outras dimensões além da nossa (e a relatividade e a física quântica já nos dão prova de que há pelo menos uma quarta dimensão além das três tradicionais), nós ficamos na posição de ter ao menos de nos dispor a considerar os ensinamentos da Chaves como verdadeiros antes de podermos começar a entendê-los.Este dilema intelectual, semelhante ao “salto de fé” de Kierkegaard, põe as Chaves em perspectiva para o buscador da filosofia. Este trabalho está publicado desde 1973, e tem circulado não apenas em ambientes populares, como também é bem conhecido em círculos científicos e internacionais – algo irônico, levando em conta tanto o alcance como a profundidade do trabalho, e a forma como ele desafia os preconceitos do leitor, sejam científicos, sejam filosóficos, ou algo entre os dois.Sómente pela compreensão do nosso universo físico como uma sub-estrutura de níveis de criação mais sublimes operando através de fractais arquetípicos ou “letras divinas” de criação de forma-pensamento, é que podemos compreender a importância deste ensinamento.  Esta é a grande preparação, não apenas para a grande unificação do reino material, mas para a ascensão a partir dos reinos materiais e metamateriais rumo aos reinos espirituais e conscienciais da criação superior.O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch ,está disponível para o nosso estudo e pesquisa. Muitos sociólogos, psicólogos, ecologistas, economistas, entre outros, estão prevendo um futuro catastrófico se não houver uma drástica mudanças no statuos quo da humanidade em todos os aspectos; para os excessos egoístas e autodestrutivos do homem e a sua tentativa de subjugar a natureza, toda causa tem um efeito; Muitos vêem que a única esperança é a lógica científica ou um caminho espiritual. 
Contudo, a conclusão a que chegaram as investigações de muitos cientistas que trabalham com as Chaves de Enoch é de que deve haver uma união superior entre os caminhos tanto científicos como espirituais, o que ligaria a evolução humana com a Evolução Superior, conectando a humanidade com o Plano Mestre.
Inspiração….

NOTA;O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch® vem abrir a mente do homem a novas idéias, convidando-o a participar na experiência da educação da alma. As Chaves são um projeto dos muitos níveis da consciência espiritual e são destinadas a colocá-lo em contato com o entendimento da Inteligência Divina.

Tradução do link de origem:

http://healinglondon.co.uk/KeysOfEnoch.aspx

Academia Para Ciência Futura.

1-Hurtak, J.J. (1976) “The Meaning of the Pyramids on Mars” em Beyond Reality. Março-Abril de 1976. 
2- Hurtak, J.J. (1973) Ilustração e detalhes dos tetraedros publicados pela primeira vez no Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®, Los Gatos, Academia para Ciência Futura, pp. 35-36.
3- Dolphin, Lambert. (1974) Conversa particular no Instituto de Pesquisa Stanford, Menlo Park, CA.
4- Mazursky, Harold. (1976) Conversa particular no USGS Office. Flagstaff, AZ. Mazursky foi considerado uma das principais autoridades sobre Marte e as Missões Viking 1 e 2.
5-Sagan, Carl. (1973) “Sandstorms and eolian erosion on Mars” no Journal of Geophysical Res. 78. pp. 4155-4162.
6- West. Jack (1972) Trial of the Stick of Joseph . Sacramento: Rich Publishing House.

Para mais informações sobre As Chaves de Enoch , visite a Academia Para Ciência Futura.

No Brasil, você pode adquirir o O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch® .Clique no link de origem: http://www.chavesdeenoch.org/html/livros.html ou envie email para: acfbrasil.material@terra.com.br

SOBRE O LIVRO-o-livro-do-conhecimento-as-chaves-de-enoch”

Monicavox
Recomendo….

Em crise, conceitos polarizados perderam espaço entre os homens e a sociedade

A filosofia é, desde sempre, o ambiente de encontro dos mais variados pensamentos. Ela é a indústria da criação e da modificação dos conceitos, e um conceito é aquilo que determina o modo como interpretamos qualquer acontecimento. Necessitamos deixar claro que não é a filosofia quem diz algo sobre alguma coisa. A filosofia não diz nada, ela se cria a partir do que é dito por aqueles que com competência têm o privilégio de serem os transmissores dos mais elevados modos de evolução do ser.É desde a antiguidade que os sábios se ocuparam com as vias do pensamento, gravando na história um processo de desenvolvimento ininterrupto da arte de interpretação. Os conceitos de Bem e Mal estão essencialmente circunscritos nesse processo histórico de meditação pensante. Bem antes da era cristã, vislumbramos estudiosos que se detinham com esses conceitos.

OLHANDO SOB A PERSPECTIVA DE UM MUNDO AINDA INVOLUÍDO EM SUA MAIORIA,não há nada que garanta que algo seja uma bondade ou uma maldade em si, sem antes haver um conflito de interesses. O que podemos notar (generalizando),  é que nossas atitudes e nossa ética decidem-se por conceitos caracterizados préviamente á uma ação, sendo Bem e Mal algo já existente e norteador dessas mesmas ações. Assim, Bem e Mal podem ser caracterizados como algo circunstancial.Dois ou mais atos, aparentemente semelhantes, podem receber uma avaliação diferenciada, de acordo com a circunstância do acontecimento.

Podemos concluir, a partir do que foi dito, é que, para a filosofia, os conceitos Bem e Mal passam por um período de crise. Sua validade enquanto conceito, se sustenta de modo circunstancial no mundo de hoje,onde há inúmeros questionamentos acerca de quase tudo o que acontece. Ou seja, Bem e Mal não são nada de absoluto, de universal. É por isso que vemos quase todos dizendo: “Estamos perdendo nossos valores”, “Ninguém conserva as tradições”. O que parece é que esses conceitos chegaram ao ápice de suas caracterizações e ainda assim o ser humano não se tornou “melhor” do que poderia ser. Podemos dizer ainda que antes, quando Bem e Mal eram absolutos , bem definidos e dogmatizados, havia um conflito por algo declarado. Tinha-se “conhecimento” pelo o que se lutava,por A ou B. Hoje em dia, por sua vez, há ainda uma luta, mas não há nem mocinho, nem bandido.Excetuando-se óbviamente os casos clássicos do que seria mal, o resto se tornou circunstancial e absolutamente individual,ou seja, cada um faz seu próprio conceito de Bem e Mal.

Não há consenso se o Bem ou o Mal são intrínsecos à natureza humana. A natureza da bondade tem recebido muitos tratamentos; em um deles, o bem é baseado no amor natural, vínculos e afetos que se desenvolvem nos primeiros estágios do desenvolvimento pessoal; outro, afirma que a bondade é um produto do conhecimento da verdade. Existem diferentes pontos de vista sobre o porquê do surgimento do mal. Muitas religiões e tradições filosóficas concordam que o “comportamento malévolo” é em si mesmo uma involução, que resulta da condição humana imperfeita (“A Queda do Homem”). Por vezes, o mal é atribuído à existência do livre arbítrio e da vontade humana. Alguns argumentam que o mal em si baseia-se finalmente na ignorância da verdade (isto é, valor humano, santidade, divindade). Alguns pensadores do Iluminismo alegaram o oposto, sugerindo que o mal é aprendido como conseqüência de uma estrutura social tirânica(?).

Teorias da bondade investigam quais tipos de coisas são boas e o que a palavra “bom” realmente significa no abstrato. Como um conceito filosófico, a bondade pode representar a esperança de que o amor natural seja contínuo, expansivo e abrangente. Num contexto religioso monoteísta, é desta esperança que deriva um importante conceito do Plenum Cósmico/ Deus—como uma infinita projeção de amor, manifesta como bondade na vida das pessoas. Em outros contextos, o bem é visto como algo que produz as melhores conseqüências na vida das pessoas, especialmente em relação a seus estados de bem estar.Filosofando, se o homem tivesse sido criado perfeito(?), seria levado, fatalmente, ao bem: ora, em virtude o seu livre arbítrio, ele não é levado, fatalmente, nem ao bem nem ao mal. O Plenum Cósmico Criador “quis”(?) que fosse submetido às leis do progresso e evolução, e que, esse progresso fosse o fruto do seu próprio trabalho e esforço, a fim de que, dele, tivesse o mérito, do mesmo modo que carrega a responsabilidade do mal que é o fato da sua vontade.

Há quem afirme que a religião é fundamental para a formação da sociedade, para orientar as pessoas a seguirem o caminho do bem. Mas o que seria esse bem? A religião é uma fonte dogmatizadora de condutas. Muitas vezes priva os homens de agirem conforme sua consciência pura, para seguirem leis morais que lhes foram impostas. Ao nascermos já temos determinados o conceito de certo e errado, bem e mal, os 10 mandamentos a serem seguidos, os 7 pecados a serem repugnados. Com tudo isso pronto não paramos para pensar no que realmente acreditamos ou assentimos como certo e errado, bem e mal, mas seguimos o que nos é imposto por puro comodismo e rotina, afinal, há tradições dessas condutas pré-determinadas pelo “divino” que são tidas como as que devem ser seguidas.

O maior problema não está na pessoa acreditar em algo, mas está em acreditar em algo que “homens” inventaram para manipular grandes massas,e como eles a utilizam. A princípio, isso tudo nada mais seria do que uma maneira de preencher vidas vazias e explicar coisas até então inexplicáveis, o que não é de todo ruim, se alguém não tivesse descoberto que isso é uma ótima forma de ganhar dinheiro e poder.Afinal, a busca do Conhecimento é essencial para a nossa evolução e desenvolvimento pessoal, porém essa busca deve vir com a total liberdade intelectual, já dizia um ditado antigo “não se pode encher um copo que já está cheio”;As pessoas muitas vezes ficam tão dependentes de um sistema religioso pré-imposto, que por mais que esse sistema seja por muito desmascarado, ela faz de tudo para defendê-lo,e não estamos aqui falando de uma igreja específica (uma placa) mas de um sistema universal usado por muitas “igrejas”.
Diante da análise e da leitura atenta dos parágrafos anteriores, vislumbra-se que muitos são os males presentes na realidade em que vive a humanidade. Sendo assim, vale procurarmos uma maneira de combatê-los, ou pelo menos, tentar torná-los menos frequentes em nosso dia-a-dia, ou não.Para muitos, o mal seria mais forte que o Bem, e que os “Espíritos do mal” estariam conseguindo derrotar os “seres espirituais do Bem”, frustrando-lhes os desígnios superiores. Em que pese a antiga tradição de tais conceitos, são insustentáveis e falsos, diríamos mesmo, absurdos. O mal  é transitório(nível de consciência) e não tem raízes, e o bem é o aumento desta consciência que existe em tudo e é permanente. O mal definha à medida que o bem se estabelece, porém poucos optam para que esse bem se estabeleça, com cada atitude diária.Esse comportamento é caracterizado pela falta de consciência.È por isso que todos estamos lutando neste fim de Era/Transição Planetária, afim de ascendermos a patamares maiores dessa consciência expandida, onde o mal é cada vez menor.
O mal não é invencível, pelo contrário. O homem possui na sua natureza o potencial para o bem. Sómente quando se distancia da sua origem divina é que se deixa levar pelo mal(nível de consciência inferior). E quando falamos de “origem divina”, não falamos de Paraíso, Cristo, Deus, Igrejas, doutrinas espirituais; estamos falando da bondade interior suprema que existe dentro de nós mesmos. Para se livrar das ações negativas , basta sintonizarmos com nosso lado superior, buscando fazer o bem aos outros: em pensamentos, palavras e ações.
 O MANIQUEÍSMO-A LUTA DO BEM CONTRA O MAL

O maniqueísmo é uma forma de pensar simplista em que o mundo é visto como que dividido em dois: o do Bem e o do Mal. A simplificação é uma forma primária do pensamento que reduz os fenômenos humanos a uma relação de causa e efeito, certo e errado, isso ou aquilo, é ou não é. A simplificação é entendida como forma deficiente de pensar, nasce da intolerância ou desconhecimento em relação a verdade do outro e da pressa de entender e reagir ao que lhe apresenta como complexo. A pressa de saber obstrui o campo da curiosidade e liquida a investigação em muito pouco tempo. A pressa não é só inimiga da perfeição, é também inimiga do diálogo, do pensamento mais elaborado, sobretudo, filosófico e científico.O maniqueísmo é uma forma religiosa de pensar; não como religião autônoma, mas enquanto comandos camuflados que influenciam os discursos do cotidiano, inclusive as religiões formais e seitas.

ETIMOLOGIA DA PALAVRA

Mani (Manes ou Manchaeus), nascido na Pérsia, no século III, fundou  uma religião, o maniqueísmo, após ter sido “visitado” duas vezes por um anjo que o convocou para esta tarefa, fato este comum entre aqueles que fundam religiões e seitas até hoje. A religião maniqueísta se difundiu pelo Império Romano e pelo Ocidente Cristão. O maniqueísmo combina elementos do zoroastrismo, antiga religião persa, e de outras religiões orientais, além do próprio Cristianismo. “Possui uma visão dualista radical, segundo a qual o mundo está dividido em duas forças: o Bem (luz) e o Mal (trevas) como entidades antagônicas em perpétua luz. Luz e trevas no sistema maniqueísta não são figuras retóricas, são representações concretas do Bem e do Mal. O Reino da Luz e o Reino das Trevas estão em permanente conflito. É dever de cada ser humano entregar-se a esse eterno combate para extinguir em si e nos outros a presença das Trevas afim de poder alcançar o Reino da Luz, que é o Reino de Deus”-segundo definições erudito-filosóficas maniqueístas. No maniqueísmo, os homens “eleitos” irão purificar o Bem, com uma vida de castidade, renúncia a família, alimentação especial, etc.

A expressão maniqueísmo ganhou uso corrente  ao definir aquele tipo de pessoa ou aquele tipo de pensamento de estruturação dualista que reduz a vida (ou alguns de seus aspectos) a pares antagônicos irreconciliáveis, tipo: direita/esquerda, corpo/mente, reacionário/progressista, belicista/pacifista, fiel/infiel, capitalista/comunista, individualismo/coletivismo, branco/negro, ariano/judeu, raça superior/raça inferior, objetivo/subjetivo e assim por diante. “É evidente que não se pode deixar de reconhecer a existência daquilo que cada um desses pares anti-éticos nomeia, mas o pensamento maniqueísta vai além na medida em que considera que um lado deve destruir o outro, porque um é Luz e o outro Trevas” (Zusman), um é o Bem e o outro é o Mal.

O maniqueísmo não se sustenta por muito tempo, devido ao seu dogmatismo, isto é, sua incapacidade de colocar à prova da realidade ou da lógica, suas verdades simplificadas. Como seu pensamento está reduzido a um par de verdades antagônicas, aceitar o raciocínio do outro, discordante, significa deixar-se arrastar para o domínio do mal e ser por ele tragado. A vida do maniqueísta se converte em uma prontidão de vigilância (paranóia) constante para não se deixar iludir com os “discursos sedutores”.

O MANIQUEÍSMO NOS DIAS DE HOJE

O modo de pensar maniqueísta é oportunista em todos os espaços humanos. Ele demonstra ter mais força quando vivemos situações-limite, desesperança, ódio extremo, ou falta de perspectiva quanto ao futuro. Nesses momentos, a mente regride às origens, em busca de soluções mágicas, simplistas, libertadoras de angústia. Nietzsche propõe pensarmos para além do Bem e do Mal: “Perguntai aos escravos quem é o “mau”?, e apontarão a personagem que para a moral aristocrática é “bom”, isto é, o poderoso, o dominador” . Então, o Bem e o Mal, dependem da perspectiva e dos interesses de quem julga.  Por quê algumas igrejas fazem show contra o Mal, mas terminam mais falando das terríveis forças do Mal do que do Bem?

 

UMA LENDA ORIENTAL-para meditarmos

Conta uma lenda popular do oriente que um jovem chegou a um oásis, próximo de um povoado, e aproximando-se de um velho sábio, perguntou-lhe:

– Que tipo de pessoas vive neste lugar?

– Que tipo de pessoas vive no lugar de onde vens? – Perguntou o sábio.

– É um grupo de pessoas egoístas e malvadas, replicou o rapaz, estou satisfeito de ter saído de lá.

O sábio respondeu.

– Aqui encontrarás o mesmo.

No mesmo dia, um outro jovem aproximou-se do oásis para beber água e, vendo o sábio, perguntou-lhe:

– Que tipo de pessoas vive aqui?

O sábio respondeu com a mesma pergunta:

– Que tipo de pessoas vive no lugar de onde vens?

O rapaz respondeu-lhe:

– É um magnífico grupo de pessoas amigas, honestas e hospitaleiras. Fiquei um pouco triste por ter de deixá-las.

– O mesmo encontrarás aqui, respondeu o sábio.

Um homem que havia escutado as duas conversas perguntou ao sábio:

– Como é possível dar respostas tão diferentes à mesma pergunta?

O sábio respondeu-lhe:

– Cada um carrega no seu coração o meio em que vive. Aquele que nada fez ou deixou de fazer mesmo podendo, de bom nos lugares por onde passou, não poderá encontrar outra coisa por aqui a não ser o mesmo do lugar de onde veio. Aquele que encontrou e fez amigos ali,praticou o bem , também encontrará aqui. Somos todos viajantes no tempo, e o futuro de cada um é construído por suas ações/pensamentos ; ou seja, cada um encontra na vida exatamente aquilo que traz dentro de si mesmo.

 

Visão pessoal….

Muitos já pensaram em dividir os conceitos de Bem e Mal. Bem e Mal tem sido as duas forças mais combatidas ao longo de toda a História. Mas existe mesmo a necessidade de se exaltar uma e de se rechaçar a outra? É sábio, justo, belo e verdadeiro que assim seja feito?Bem e Mal são apenas lados de uma mesma balança.Geralmente, glorifica-se e valoriza-se pessoas que são “boazinhas”, enquanto as pessoas que são “ruins” ou, em outras palavras, rebeldes, desordeiras, agitadas,(no sentido de não aceitarem as imposições sociais dogmáticas e limitadoras) são denegridas, segregadas ou isoladas do restante da sociedade.Acho muito importante a ação dessas pessoas ditas “ruins”.Muitas vezes ouve-se dizer que, se “Deus” existisse, não deixaria o Mal existir.Acontece que “Deus” é, em última instância, Tudo. Se Ele(a) é Tudo, então, é ao mesmo tempo o Bem e o Mal.Parece bastante estranho esse conceito, porque não estamos acostumados a ver a Fonte,como sendo ambivalente, ou bipolar. Parece presunção afirmar algo sobre Sua Natureza, mas podemos chegar a certas premissas, como já foi explicado no Hermetismo – Ele(a) é o Todo.O Bem é muito conhecido pelas suas propriedades Criadoras e Mantenedoras/Amparadoras. Tudo aquilo que Cria, que Une, que provê, que dá suporte, que Gera, é visto com bons olhos, sendo geralmente classificado como “do Bem”.O Mal é associado a tudo aquilo ligado à destruição, à doença, à tristeza, à pobreza, à miséria, aos vícios, à morte. Ou seja, seria o exato oposto daquilo que é representado pelo Bem. A maioria já ouviu falar da célebre frase, “A Luz não existiria se não houvesse a Escuridão”, e vice-versa. É um conceito bastante útil para o que está exposto aqui.O “Bem” e o “Mal”, do modo como estão sendo apresentados aqui são, por si próprios, forças divinas da dualidade em que vivemos. Eles atuam igualmente, em todos os níveis e em todas as esferas, como agentes balanceadores e indicadores. Se só houvesse Criação, tudo estaria em excesso, desde os Reinos mais básicos até os mais complexos. Minerais, Vegetais, Animais, montanhas imensas, rios e mares dominando e invadindo tudo; Sistemas Solares repletos de planetas chocando-se uns nos outros. Sóis e mais sóis, gerando energia demasiada, grandes tempestades cósmicas e SuperNovas ocorrendo a cada segundo. Em todos os níveis, uma superpopulação. Tudo acabaria soterrado, aglomerado, “entulhado”, por assim dizer, se não houvesse a ação controladora da Renovação/ Destruição. Há muitas outras bipolaridades que representam essas forças, como a saúde e a doença, a felicidade e a tristeza, a riqueza e a pobreza, entre muitas outras. Muitos sábios já disseram que o mundo em que vivemos é bipolar em sua essência, ou seja, está em todas as coisas, mas que ambos os lados dessas “moedas” existem por razões fundamentais. É sábio experimentar e verificar os resultados de nossas ações ao longo do tempo, para adquirirmos sabedoria dos fatos da vida. Ficar em um oásis de paz, felicidade e saúde o tempo todo não nos trará lições, nem nos motivará para conhecermos o que há além das dualidades e dos arquétipos.Portanto, que conselhos poderiamos extrair de tudo isso? Arrisque-se. Tente. Faça. Vá. E tome nota de tudo o que sente, imagina, raciocina, intui e percebe com seus sentidos. Experimente tudo o que quiser, desde que te traga uma energia positiva, que lhe inspire a realizar coisas para o bem da humanidade e do próximo. Traga Vida à própria Vida. Faça/tente aquilo que você acha que não pode/consegue fazer. Dessa forma, você brilhará e saberá no seu íntimo o que é a vida, pois isso é algo que ninguém pode te dizer, é algo que tem de ser descoberto por si próprio. Moralidade é importante no que tange a vida em sociedade. Mas na vida individual, a liberdade, a coragem e a ação são os regentes para a verdadeira realização. 

Inspiração

Acima do Bem e do Mal
Friedrich Nietzsche
O mal ,O bem e mais além
Flávio Gikovate
Psicossomática entre o bem e o mal
Carlos R.Briganti
O bem, o mal e a ciência da mente
Silvio José Lemos Vasconcellos
Monicavox
Recomendo…..