10 teorias que substituem a teoria do big bang

Resultado de imagem para imagens sobre o big bang

O escritor Terry Pratchett descreveu de forma bem humorada a visão convencional da criação do universo: “No começo não havia nada, que explodiu”. A visão atual da cosmologia é a de um universo em expansão que se originou do big bang, que é bem apoiada por evidências como a radiação de fundo cósmico e a mudança de luz distante em direção ao fim vermelho do espectro, sugerindo que o universo está se expandindo constantemente.No entanto, nem todos estão convencidos disso. Ao longo dos anos, várias hipóteses alternativas e variadas para o início do universo foram apresentadas. Algumas são especulações interessantes que permanecem, infelizmente, não verificáveis pelas provas ou tecnologias que temos atualmente. Outras são divertidos, porém menos plausíveis, voos em direção ao mundo da fantasia.

Estado estacionário

De acordo com um manuscrito recentemente recuperado de Albert Einstein, o grande cientista dava credibilidade à teoria do astrofísico britânico Fred Hoyle de que o espaço poderia continuar expandindo indefinidamente, mantendo uma densidade consistente se nova matéria fosse constantemente introduzida pela geração espontânea. Durante décadas, muitos desconsideraram a teoria de Hoyle, mas o documento sugere que Einstein, pelo menos, considerou seriamente suas ideias.A teoria do estado estacionário foi proposta em 1948 por Hermann Bondi, Thomas Gold e Fred Hoyle. Foi derivada do princípio cosmológico perfeito, que afirma que o universo parece essencialmente o mesmo de todos os locais dentro dele em todos os momentos (em um sentido macroscópico). Isso era filosoficamente atraente, pois sugeria que o universo não tem começo nem fim. A teoria foi popularmente aceita por muitos na década de 1950 e 1960.

 Quando confrontados com evidências de que o universo estava se expandindo, os proponentes sugeriram que havia nova matéria sendo criada espontaneamente em uma taxa constante, mas pequena – alguns átomos por milha cúbica por ano.

A observação de quasares nas galáxias distantes (e, portanto, mais antigas, do nosso ponto de vista) que não existem em nossa região estelar atenuou o entusiasmo pela teoria, e finalmente ela foi desconsiderada quando os cientistas conheceram a radiação de fundo cósmico. No entanto, enquanto Hoyle estava promovendo sua teoria favorita, ele fez uma série de estudos que provaram como átomos mais pesados ​​do que o hélio tinham aparecido no universo. (Eles foram criados pela alta temperatura e pressão das primeiras estrelas passando por seu ciclo de vida). Ele também, ironicamente, foi quem criou o termo “big bang”.

 Luz cansada

Edwin Hubble observou que os comprimentos de onda da luz de galáxias distantes deslocavam-se em direção ao fim vermelho do espectro em comparação com a luz emitida por corpos estelares próximos, sugerindo que os fótons perdiam energia de alguma forma. Este “desvio para o vermelho” geralmente é explicado no contexto de uma expansão pós-big bang como sendo uma função do efeito Doppler. Os defensores dos modelos de estado estacionário do universo, entretanto, sugeriram que os fótons de luz perderiam energia gradualmente ao percorrer o espaço, movendo-se para o comprimento de onda mais longo, o fim vermelho menos energético do espectro. Esta teoria foi proposta pela primeira vez por Fritz Zwicky em 1929.

Há uma variedade de problemas com a hipótese da “luz cansada”. Primeiro, não há nenhuma maneira pela qual a energia de um fóton possa ser alterada sem alterar o seu ímpeto, o que resultaria em um efeito de desfocagem que não observamos. Em segundo lugar, ela não explica os padrões observados na emissão de luz das supernovas, que em vez disso correspondem mais aos modelos para um universo em expansão, com a relatividade especial causando dilatação do tempo.

Finalmente, a maioria dos modelos para a teoria da luz cansada baseia-se em um universo não expansível, mas isso levaria a um espectro de radiação de fundo que não corresponde às nossas observações. Com os números, se a hipótese de luz cansada fosse correta, toda a nossa radiação de fundo cósmica observada teria que vir de fontes que estão mais próximas de nós do que a galáxia Andromeda M31 (nossa galáxia vizinha mais próxima), e qualquer coisa além disso seria invisível para nós.

 Inflação eterna

A maioria dos modelos modernos do universo inicial postula um curto período de crescimento exponencial (conhecido como inflação) causado pela energia do vácuo, em que partículas vizinhas rapidamente se separaram por vastas regiões do espaço. Após essa inflação, a energia do vácuo deteriorou-se em uma sopa de plasma quente que eventualmente formou átomos, moléculas e assim por diante. Na teoria da inflação eterna, esse processo de inflação nunca terminou. Em vez disso, as bolhas do espaço teriam deixado de inflar e entraram em um estado de baixa energia e, em seguida, expandiram-se para o interior da inflação. Essas bolhas teriam sido como bolhas de vapor em um pote de água fervente, exceto que, nesta analogia, o pote sempre está ficando maior.

Nesta teoria, nosso universo é uma bolha entre muitos em um multiverso caracterizado pela inflação contínua. Um aspecto desta teoria que pode ser testável é a noção de que dois universos que estão próximos o suficiente para se encontrarem causariam interrupções no espaço-tempo de cada um deles. O melhor suporte para esta teoria seria uma evidência de tal ruptura encontrada na radiação de fundo cósmica.

O primeiro modelo inflacionário foi proposto pelo cientista soviético Alexei Starobinksy, mas ficou famoso no ocidente pelo físico Alan Guth, que teorizou que o universo inicial poderia ter super-resfriado para permitir um crescimento exponencial antes do big bang. Andrei Linde tomou essas teorias e as desenvolveu em sua “eterna expansão caótica”, o que sugeriu que, em vez de exigir um grande golpe, dada a energia potencial correta, a expansão pode acontecer a partir de qualquer ponto do espaço escalar e está acontecendo constantemente ao longo do multiverso.

“Em vez de um universo com uma única lei da física, a eterna inflação caótica prediz um multiverso auto-reprodutor, eternamente existente, onde todas as possibilidades podem ser realizadas”, de acordo com Linde.

Miragem de um buraco negro 4D

O modelo padrão para o big bang afirma que o universo explodiu de uma singularidade infinitamente densa, mas isso dificulta explicar por que ele tem uma temperatura quase uniforme, dado o curto período de tempo (cosmicamente falando) que passou desde esse evento violento. Alguns acreditam que isso pode ser explicado por uma forma desconhecida de energia que fez o universo expandir-se mais rápido do que a velocidade da luz. Uma equipe de físicos do Instituto Perimeter de Física Teórica propôs que o universo possa, de fato, ser uma miragem tridimensional gerada no horizonte de eventos de uma estrela de quatro dimensões que desabando em um buraco negro (!).

Niayesh Afshordi e seus colegas estavam observando a proposta de 2000 de uma equipe da Universidade Ludwig Maximilians, em Munique, que afirmava que nosso universo era apenas uma membrana existente dentro de um “universo a granel” que tem quatro dimensões. Eles perceberam que, se este universo em massa também continha estrelas 4-D, elas podem se comportar de forma semelhante às suas homólogas 3-D em nosso universo – explodindo em supernovas e entrando em buracos negros.

Os buracos negros tridimensionais são cercados por uma superfície esférica chamada horizonte de eventos. Enquanto a superfície do horizonte de eventos do buraco negro 3-D é bidimensional, a forma do horizonte de eventos do buraco negro 4-D seria tridimensional, uma hipersfera. Quando a equipe de Afshordi modelou a morte de uma estrela de 4-D, eles descobriram que o material ejetado formou uma brana 3-D (membrana) ao redor do horizonte de eventos lentamente expandido. Eles então sugeriram que nosso universo pode de fato ser apenas a miragem formada a partir dos destroços das camadas externas de uma estrela colapsante em quatro dimensões.Como o universo em massa 4-D pode ser muito mais antigo, ou mesmo infinitamente antigo, isso explica a temperatura uniforme que observamos em nosso universo, embora alguns dados recentes sugerem que possa haver discrepâncias que melhor se adequam ao modelo convencional.

Universo espelhado

Um problema complicado para a física é que quase todos os modelos aceitos, incluindo a gravitação, a eletrodinâmica e a relatividade, funcionam igualmente bem em descrever o universo, independentemente do tempo estar indo em frente ou para trás. No mundo real, sabemos que o tempo só vai em uma direção, e a explicação padrão para isso é que nossa percepção do tempo é meramente um produto da entropia, em que a ordem se dissolve em desordem. O problema com esta teoria é que ela sugere que nosso universo começou em um alto estado de ordem e um baixo estado de entropia. Muitos cientistas estão insatisfeitos com a noção de um universo inicial de baixa entropia que conserta a direção do tempo.

Julian Barbour da Universidade de Oxford, Tim Koslowski da Universidade de New Brunswick, e Flavio Mercati, do Instituto Perimeter de Física Teórica, desenvolveram uma teoria sugerindo que a gravidade faz a direção do tempo avançar. Eles estudaram uma simulação computacional de 1.000 partículas semelhantes a pontos interagindo entre si, influenciadas pela gravidade newtoniana. Eles descobriram que, independentemente de seu tamanho ou quantidade, as partículas acabariam por formar um estado de baixa densidade e tamanho máximo. Então, o sistema de partículas se expandiria em ambas as direções, criando duas “setas de tempo” simétricas e opostas e criando estruturas mais ordenadas e complexas em dois caminhos.

Isso sugeriria que o big bang causou a criação não de um, mas dois universos, cada um dos quais com o tempo correndo na direção oposta do outro.

“Esta situação de dois futuros exibiria um passado único e caótico em ambas as direções, o que significa que haveria essencialmente dois universos, um de cada lado desse estado central. Se fossem complicados o suficiente, ambos os lados poderiam sustentar observadores que percebessem o tempo em direções opostas. Qualquer ser inteligente lá definiria sua flecha do tempo como se afastando desse estado central. Eles pensariam que agora vivemos em seu passado mais profundo”, teoriza Barbour.

Cosmologia Cíclica Conformal

Sir Roger Penrose, físico da Universidade de Oxford, afirma que o big bang não foi o começo do universo, mas apenas uma transição ao longo doe seus ciclos de expansão e contração. Penrose sugere que a geometria do espaço muda ao longo do tempo e se torna mais emaranhada, conforme descrito por um objeto matemático chamado tensor de curvatura de Weyl, que começa em zero e cresce ao longo do tempo. Ele acredita que os buracos negros atuam para reduzir a entropia no universo e que, à medida que o universo chega ao fim de sua expansão, os buracos negros engolirão a matéria e a energia remanescentes e, eventualmente, um ao outro.

À medida que a matéria deteriora e os buracos negros perdem energia através da radiação Hawking, o espaço torna-se uniforme e cheio de energia inútil. Isso introduz um conceito chamado invariância conformal, uma simetria de geometrias com diferentes escalas, mas a mesma forma. Como o universo não se identifica ostensivamente às condições no seu início, Penrose argumenta que uma transformação conforme suavizaria a geometria do espaço e as partículas degradadas se reverteriam para um estado de zero-entropia. O universo então colapsaria sobre si próprio, pronto para desencadear um novo big bang. Isso significaria que o universo é caracterizado por um processo repetitivo de expansão e contração, que Penrose divide em períodos denominados “eons”.

Penrose e seu parceiro, Vahe Gurzadyan, do Instituto de Física de Erevan, na Armênia, coletaram dados de satélites da NASA sobre radiação de fundo cósmico e alegaram ter encontrado 12 anéis concêntricos claros nos dados, que acreditam ser evidência de ondas gravitacionais causadas por buracos negros supermassivos colidindo no final do eon anterior. Esta é a principal evidência para a teoria da cosmologia cíclica conformal.

Big Bang gelado e universo contraindo

O modelo padrão do big bang postula que depois que toda matéria explodiu de uma singularidade, ela se expandiu para um universo quente e denso e então começou a expandir-se lentamente por bilhões de anos. A singularidade coloca alguns problemas ao tentar se encaixar na teoria da relatividade geral e da mecânica quântica, de modo que o cosmólogo Christoff Wetterich, da Universidade de Heidelberg,na Alemanha, argumenta que o universo pode ter começado como um lugar frio e em grande parte vazio que só se tornou mais ativo porque está contraindo, em vez de se expandir, como no modelo padrão.

Neste modelo, o desvio para o vermelho observado pelos astrônomos pode ser causado por um aumento na massa do universo à medida que ele se contrai. A luz emitida por átomos é determinada pela massa das partículas, com mais energia aparecendo conforme a luz se move em direção ao espectro azul e menos energia movendo-se para a luz no espectro vermelho.

O principal problema com a teoria de Wetterich é que é impossível provar através de alguma medição, pois só podemos comparar a proporção de diferentes massas, e não as próprias massas. Um físico queixou-se de que o modelo é como argumentar que em vez de expandir o universo, a régua com a qual estamos medindo está diminuindo. Wetterich disse que ele não considera sua teoria uma substituição ao big bang. Ele simplesmente observa que ela é tão consistente com todas as observações conhecidas do universo e pode ser uma explicação mais “natural”.

Universo vivo

Jim Carter é um cientista amador que desenvolveu uma teoria pessoal sobre o universo, baseada em hierarquias eternas de “circlons”, que seriam objetos mecânicos circulares hipotéticos. Ele acredita que toda a história do universo pode ser explicada como gerações de circlons emergentes através de processos de reprodução e fissão. Ele apareceu com o conceito depois de observar um anel perfeito de bolhas emergentes de seu aparelho de respiração enquanto mergulhava na década de 1970, e refinou suas teorias com experimentos envolvendo anéis de fumaça controlados feitos com latas de lixo e folhas de borracha, que ele acredita serem manifestações físicas de um processo chamado sincronismo do circlon.

Carter acredita que a sincronicidade do circlon constitui uma explicação melhor para a criação do universo do que a teoria do big bang. Sua teoria do universo vivo postula que pelo menos um átomo de hidrogênio sempre existiu. No início, um único átomo de anti-hidrogênio flutuava em um vazio tridimensional. A partícula tinha a mesma massa que todo o nosso universo atual e era composta por um proton carregado positivamente e um antiproton com carga negativa. O universo estava em dualidade completa e perfeita, mas o antiproton negativo estava se expandindo gravitacionalmente um pouco mais rápido que o próton positivo, fazendo com que ele perdesse massa relativa. Eles então se aproximaram até que a partícula negativa absorveu o positivo, e eles formaram o antineutron.

O antineutron também foi desequilibrado em massa, mas, eventualmente, voltou para um equilíbrio que o faria dividir em dois novos nêutrons, uma partícula e uma antipartícula. Esse processo causou a formação de um número exponencialmente crescente de nêutrons, alguns dos quais não se separaram, mas se aniquilaram em fótons, que se tornaram a base dos raios cósmicos. Eventualmente, o universo tornou-se uma massa de nêutrons estáveis, que existiram por um tempo antes de decaírem e permitirem que os elétrons se acoplassem com prótons pela primeira vez, formando os primeiros átomos de hidrogênio e, eventualmente, preenchendo o universo com elétrons e prótons que interagem violentamente para formar os elementos. Após um período chamado “A Era do Grande Fogo Gelado”, obtivemos a formação de estrelas, planetas e consciência.

A maioria dos físicos considera as ideias de Carter especulações equivocadas que não toleram o rigor da investigação empírica. De fato, as experiências de Carter com anéis de fumaça foram usadas como evidências para a agora desacreditada teoria do éter há 13 anos.

Universo Plasma

Embora a cosmologia padrão considere a gravidade como a principal força orientadora, a cosmologia do plasma ou a teoria do universo elétrico, coloca uma ênfase muito maior no eletromagnetismo. Um dos primeiros defensores desta teoria foi o psiquiatra russo Immanuel Velikovsky, que escreveu um artigo de 1946 sobre o tema, chamado “Cosmos Without Gravitation”, que argumentou que a gravidade é um fenômeno eletromagnético decorrente da interação entre cargas atômicas, cargas livres e os campos magnéticos de sóis e planetas. Essas teorias foram desenvolvidas ainda mais na década de 1970 por Ralph Juergens, que argumentou que as estrelas eram alimentadas por processos elétricos e não termonucleares.

Há uma variedade de diferentes iterações da teoria, mas alguns elementos geralmente são os mesmos. As teorias do universo de plasma afirmam que o Sol e as estrelas são alimentados eletricamente por correntes de deriva, que algumas características da superfície planetária são causadas por “super-relâmpagos”, e as caudas de cometa, tempestades de poeira marcianas e a formação de galáxias são todos processos elétricos. As teorias afirmam que o espaço profundo é permeado por filamentos gigantes de elétrons e íons, que se torcem devido a forças eletromagnéticas no espaço e criam material físico como galáxias. Os cosmólogos de plasma assumem que o universo é infinito tanto em tamanho como em idade, o que limitou a utilidade da teoria aos criacionistas, apesar da oposição à cosmologia do big bang.

Um dos livros mais influentes sobre o assunto é The Big Bang Never Happened (O Big Bang Nunca Aconteceu, em tradução livre), escrito por Eric J. Lerner em 1991. Ele argumenta que a teoria do big bang predica incorretamente a densidade de elementos leves como o deutério, o lítio-7 e o hélio-4, que os vazios entre as galáxias são muito vastos para serem explicados com um quadro de tempo pós-big bang, e que o brilho superficial das galáxias distantes foi observado como constante, enquanto que em um universo em expansão, o brilho deve diminuir com a distância devido ao desvio para o vermelho. Ele também afirma que a teoria do big bang exige muitas coisas hipotéticas (inflação, matéria escura e energia escura) e viola a lei da conservação da energia, já que o universo emergiu do nada.

Em contraste, ele argumenta, a teoria do plasma predica corretamente a abundância de elementos leves, a estrutura macroscópica do universo e a absorção de ondas de rádio como causa da radiação cósmica de fundo. Muitos cosmólogos argumentam que as críticas de Lerner à cosmologia do big bang são baseadas em noções que se sabe serem incorretas quando ele escreveu o livro, e suas explicações de observações que respaldam a cosmologia do big bang causam mais problemas do que podem resolver.

Bindu-Vipshot

Esta lista até agora evitou histórias de criação religiosa ou mitológica para a origem do universo, mas é possível fazer uma exceção para as histórias de criação hindu, que podem ser reconciliadas com teorias científicas com uma facilidade que escapa à maioria das outras cosmologias religiosas. Carl Sagan disse uma vez: “É a única religião em que as escalas de tempo correspondem às da cosmologia científica moderna. Seus ciclos correm de nosso dia e noite ordinários para um dia e uma noite de Brahma, de 8,64 bilhões de anos. Mais do que a idade da Terra ou do Sol e cerca de metade do tempo desde o Big Bang”.

O conceito tradicional mais próximo da teoria do big bang do universo pode ser encontrado no conceito hindu de bindu-vipshot, que significa “ponto-explosão” em sânscrito. Os hinos védicos da Índia antiga sustentavam que o bindu-vipshot produzia as ondas sonoras da sílaba “om”, que representa Brahman, a Realidade Suprema ou Divindade. A palavra “Brahman” vem da raiz sânscrita brh, que significa “crescer grande”, que tem algum vínculo com o big bang, como o fazem com o título das escrituras Shabda Brahman, que podem ser associados à sphota, ou “explosão”. O som primário “om” foi interpretado como a vibração do big bang detectado pelos astrônomos sob a forma de radiação cósmica de fundo.

Os Upanishads explicam o big bang como o único (Brahman) que deseja se tornar muitos, o que ele conseguiu através do big bang com uma expressão de vontade. A criação é ocasionalmente retratada como lila, ou “peça divina”, com a implicação de que o universo foi criado como parte de um jogo e o lançamento do big bang foi parte disso. Afinal, nenhum jogo é divertido quando o jogador onisciente sabe exatamente o que vai acontecer.

Resultado de imagem para imagens sobre o big bangVisão pessoal…

O buraco negro é uma coisa que gera muitas perguntas e dúvidas. Só não ganha da questão que, pra mim é a mais fundamental de todas: se o Big Bang é o início de tudo, o cataclismo que explodiu e deu origem ao nosso universo há 13,7 bilhões de anos, o que foi que o provocou?Três pesquisadores do Instituto Perimeter tiveram uma nova ideia sobre o que poderia ter vindo antes do Big Bang. É uma ideia maluca e quase desconcertante. De acordo com eles, o que percebemos como Big Bang poderia ser a “miragem” tridimensional de uma estrela em colapso em um universo profundamente diferente do nosso. Bom, eu avise que era desconcertante.Para os três cientistas – Robert Mann, Niayesh Afshordi e Razieh Pourhasan -, “o maior desafio da cosmologia é entender o Big Bang em si”.O que a gente normalmente entende sobre o Big Bang, e o que de certa forma faz parte de um senso comum do que se sabe sobre esse fenômeno, é que ele começou com uma singularidade, um momento extremamente quente e denso do espaço-tempo onde as leis normais da física simplesmente deixaram de mandar alguma coisa. E como todo evento singular, temos uma compreensão limitada deles.O problema, na opinião dos autores, é que prever o universo a partir de um momento de insanidade das leis da física parece um tanto improvável.Por isso, talvez algo mais tenha acontecido. Talvez nosso universo nunca tenha sido singular em primeiro lugar.A sugestão dos três pesquisadores é, então, que nosso universo poderia ser um rolo tridimensional em torno de um horizonte de eventos de um buraco negro de quatro dimensões. Neste cenário, o nosso universo teria surgido no momento em que uma estrela em um universo de quatro dimensões caiu em um buraco negro.Em nosso universo tridimensional, os buracos negros têm horizontes de eventos bidimensionais. Ou seja, eles são cercados por uma fronteira bidimensional que marca um “ponto de não retorno”. No caso de um universo de quatro dimensões, um buraco negro teria um horizonte tridimensional. Sendo assim, o nosso universo não está dentro de uma singularidade; em vez disso, ele teria passado a existir fora de um horizonte de eventos, protegido da singularidade. Originou-se como, e continua sendo, apenas uma característica no naufrágio de uma estrela de quatro dimensões.È de dar um belo de um nó na cabeça de qualquer um.Os pesquisadores enfatizam que esta ideia, embora possa parecer “absurda”, é solidamente fundamentada em matemática moderna descrevendo o espaço e o tempo. Especificamente, eles usaram as ferramentas de holografia para “virar o Big Bang em uma miragem cósmica”. Esse modelo também parece resolver enigmas cosmológicos de longa data, e produzir hipóteses testáveis.È claro que a nossa intuição tende a recusar a ideia de que tudo o que conhecemos surgiu a partir do horizonte de eventos de um único buraco negro de quatro dimensões. Na verdade, isso é porque nós não temos noção do que é um universo de quatro dimensões e com o que ele pode se parecer.Mas nossa intuição humana não é infalível. E, como os pesquisadores argumentam, evoluiu em um mundo tridimensional que só pode revelar sombras da realidade.Para ajudar a gente entender melhor toda essa questão, eles traçaram um paralelo com o mito da caverna  de Platão(-tem um post aqui no blog sobre este tema-) .Na história, os prisioneiros passam a vida vendo apenas sombras cintilantes emitidas por um incêndio em uma parede da caverna. “Os grilhões os impediram de perceber o mundo verdadeiro, um reino com uma dimensão adicional”, completaram. Os “Prisioneiros de Platão não entenderam os poderes por trás do sol, assim como nós não entendemos o universo maior de quatro dimensões. Mas pelo menos eles sabiam onde procurar por respostas”. Será que nós sabemos também?

Inspiração….

Origem do universo e do homem –

O Big Bang – UFSM

A história do Big Bang, a teoria da origem do Universo, foi … – UFJ

Big Bang – Evolução de uma Idéia – Astronomia, Astronáutica

Monicavox

Recomendo….

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre big bang

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre big bang

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre big bang

 

 

Anúncios

O TEMPO – O SOFRIMENTO – A MORTE-por Jiddu Krishnamurti

Resultado de imagem para imagens sobre jiddu“Sou tentado a repetir a história de um grande discípulo que foi a Deus pedir que lhe ensinasse a verdade.Disse o “pobre” Deus:

“Meu amigo, hoje está fazendo muito calor; por favor, vai buscar-me um copo d’água”. O discípulo sai e vai bater à porta da primeira casa que encontra e uma linda jovem lhe abre a porta. O discípulo dela se enamora, os dois se casam e têm vários filhos. Então, um dia começa a chover, a chover sem parar. Os rios se engrossam, as ruas se inundam, as casas são arrastadas pelas águas. O discípulo se agarra à mulher, põe sobre os ombros os filhos e. ao sentir-se arrastado pela torrente, brada: “Senhor, imploro-vos que me salveis”. E o Senhor responde: “Que é do copo d’água que te pedi?”

É uma história bastante instrutiva, porquanto, em geral, pensamos em termos de tempo. O homem vive do tempo. A invenção do futuro se tornou seu favorito jogo de fuga.

Pensamos que as mudanças em nós mesmos só podem ser efetuadas no tempo, que a ordem só pode ser estabelecida em nós mesmos pouco a pouco, aumentada dia por dia. Mas, o tempo não traz a ordem nem a paz e, portanto, temos de deixar de pensar em termos de gradualidade. Isso significa que não há um amanhã em que viveremos em paz, Temos de alcançar a ordem imediatamente.

Quando se apresenta um perigo real, o tempo desaparece, não é verdade? A ação é imediata. Mas, nós não percebemos o perigo existente em muitos dos nossos problemas e, por conseguinte, inventamos o tempo como um meio de superá-los. O tempo é um embusteiro, porquanto nada faz para ajudar-nos a promover uma mudança em nós mesmos. O tempo é um movimento que o homem dividiu em passado, presente e futuro. E, enquanto fizer essa divisão, o homem viverá sempre em conflito.

O aprender depende do tempo? Após tantos milhares de anos, ainda não aprendemos que existe uma maneira de vida melhor do que odiarmos e matarmos uns aos outros. Muito importa compreender o problema do tempo, se desejamos uma solução para esta vida que cada um de nós contribuiu para tornar tão monstruosa e sem significação como é.

Resultado de imagem para imagens sobre o tempoA primeira coisa, pois, que se deve compreender é que só podemos olhar o tempo com aquele vigor e aquela inocência da mente, que já estivemos considerando. Vemo-nos confusos a respeito de nossos numerosos problemas, e perdidos no meio desta confusão. Ora, quando uma pessoa se perde numa floresta, qual a primeira coisa que faz? Pára e olha em torno de si. Mas nós, quanto mais nos vemos confusos e perdidos na vida, tanto mais corremos em todos os sentidos, buscando, indagando, rogando. A primeira coisa que deveis fazer, se me permitis sugeri-lo, é fazer alto, interiormente. E, quando parais, interiormente, psicologicamente, vossa mente se torna muito tranqüila e clara. Podeis então considerar verdadeiramente a questão do tempo.

Os problemas só existem no tempo, isto é, quando nos encontramos com um fato de maneira incompleta. Esse encontro incompleto com o fato cria o problema. Quando enfrentamos um desafio parcial, fragmentariamente, ou dele tentamos fugir – isto é, quando o enfrentamos com atenção incompleta – criamos um problema. E o problema continua existente enquanto continuarmos a dar-lhe incompleta atenção, enquanto esperarmos resolvê-lo um dia destes.

Sabeis o que é o tempo? – Não o tempo medido pelo relógio, o tempo cronológico, porém o tempo psicológico? É o intervalo entre a idéia e a ação. Uma idéia visa, naturalmente, à autoproteção: a idéia de estar em segurança. A ação é sempre imediata; não é do passado nem do futuro; o agir deve estar sempre no presente; mas a ação é tão perigosa, tão incerta, que preferimos ajustar-nos a uma idéia que nos promete uma certa segurança.

Resultado de imagem para imagens sobre o pensamentoOlhai isso em vós mesmos. Tendes uma idéia do que é certo ou errado, ou um conceito ideológico relativo a vós mesmo e à sociedade, e de acordo com essa idéia ides agir. A ação, por conseguinte, ajusta-se àquela idéia, aproxima-se da idéia, e por essa razão existe sempre conflito. Há a idéia, o intervalo, e a ação. Nesse intervalo encontra-se todo o campo do tempo. Esse intervalo é, essencialmente, pensamento. Quando pensais que amanhã sereis feliz, tendes então uma imagem de vós mesmo a alcançar um certo resultado no tempo. O pensamento, pela observação, pelo desejo, e pela continuidade desse desejo, sustentada por mais pensamento, diz: “Amanhã serei feliz; amanhã terei sucesso; amanhã o mundo será um belo lugar.” Dessa maneira, o pensamento cria esse intervalo que é o tempo.

Agora, perguntamos: Pode-se deter o tempo? Podemos viver tão completamente que não haja um amanhã para o pensamento pensar nele? Pois o tempo é sofrimento. Isto é, ontem ou há um milhar de “ontens”, amastes ou tínheis um companheiro que se foi, e essa memória perdura e ficais pensando naquele prazer ou naquela dor; estais a olhar para trás e a desejar, a esperar, a lamentar, e, assim, o pensamento, ruminando continuamente aquilo, gera essa coisa que se chama sofrimento e dá continuidade ao tempo.

Enquanto existir esse intervalo de tempo, gerado pelo pensamento, tem de haver sofrimento, tem de haver a continuidade do medo. Assim, perguntamos a nós mesmos: Pode esse intervalo terminar? Se disserdes: “Terminará ele algum dia?”, isso então já é uma idéia, uma coisa que desejais conseguir e, por conseguinte, tendes um intervalo e de novo vos vede na armadilha.

Agora, considere-se a questão da morte, um problema imenso para a maioria das pessoas. Conheceis a morte, pois a vedes todos os dias, andando a vosso lado. Será possível encararmos a morte de maneira tão completa, que não façamos dela um problema? Para a encararmos dessa maneira, todas as crenças, todas as esperanças, todos os temores a ela relativos devem acabar, senão estareis encarando essa coisa extraordinária com uma conclusão, uma imagem, com uma ansiedade premeditada e, por conseguinte, a estareis encarando com o tempo. O tempo é o intervalo entre o observador e a coisa observada. Isto é, o observador – vós – tem medo de enfrentar essa coisa chamada “morte”. Não sabeis o que ela significa; tendes esperanças e teorias de toda espécie a respeito dela; credes na reencarnação ou na ressurreição, ou numa certa coisa chamada alma, “atman”, uma entidade espiritual, eterna, a que chamais por diferentes nomes. Ora, já descobristes por vós mesmo se existe alguma alma? Ou trata-se de uma idéia que vos foi dada pela tradição? Existe alguma coisa de permanente, de contínuo, além do pensamento? Se o pensamento pode pensar nela, ela se acha no campo do pensamento e, por conseguinte, não pode ser permanente, porque, no campo do pensamento, não existe nada permanente. É de enorme importância descobrir que nada é permanente, porque só então a mente estará livre, só então poder-se-á olhar; e nisso há uma imensa alegria.

Resultado de imagem para imagens sobre a morteNão podeis ter medo do desconhecido, pois não sabeis o que ele é e, portanto, não há nada que temer. A morte é uma palavra, e é a palavra, a imagem que cria o medo. Assim, podeis olhar a morte sem a imagem da morte? Enquanto existir a imagem, que dá origem ao pensamento, o pensamento haverá sempre de criar medo. Tratais então de racionalizar o vosso medo da morte e de levantar uma resistência contra o inevitável, ou inventais inumeráveis crenças para vos protegerdes do medo da morte. Há, portanto, um vão entre vós e a coisa de que tendes medo. Nesse intervalo de espaço-tempo tem de haver conflito, ou seja medo, ansiedade, autocompaixão. O pensamento, que gera o medo da morte, diz: “Adiemo-la, evitemo-la, mantenhamo-la o mais distante possível, não pensemos nela” – mas vós estais pensando nela. Ao dizerdes “Não quero pensar nela”, já pensastes numa maneira de evitá-la. Tendes medo da morte, porque a tendes adiado.

Separamos o viver do morrer, e o intervalo entre o viver e o morrer é – medo. Esse intervalo, esse tempo, é criado pelo medo. Viver é nossa tortura diária – insultos, sofrimentos, confusão, e, ocasionalmente, uma janela aberta nos mostra mares encantados. É a isso que chamamos “viver”, e temos medo de morrer, que é o fim dessa aflição. Preferimos aferrar-nos ao conhecido a enfrentar o desconhecido – o conhecido, que é nossa casa, nossos móveis, nossa família, nosso caráter, nosso trabalho, nossos conhecimentos, nossa fama, nossa solidão, nossos deuses – essa coisa insignificante que incessantemente gravita em torno de si própria, com seu limitado padrão de amargurada existência.

Pensamos que o viver está sempre no presente e que o morrer é algo que nos aguarda num tempo distante. Mas nunca indagamos se essa batalha da vida diária é de fato viver. Queremos saber a verdade a respeito da reencarnação, desejamos provas da sobrevivência da alma, prestamos ouvidos às asserções dos clarividentes e às conclusões das pesquisas psíquicas, porém nunca perguntamos, nunca perguntamos como viver – viver com deleite, com encantamento, com a beleza, todos os dias. Aceitamos a vida tal qual é, com toda a sua agonia e desespero, com ela nos acostumamos, e pensamos na morte como uma coisa que devemos diligentemente evitar. Mas, a morte se assemelha extraordinariamente à vida, quando sabemos viver. Não podeis viver sem morrer. Isso não é um paradoxo intelectual. Para se viver completamente, totalmente, de modo que cada dia seja uma nova beleza, tem-se de morrer para todas as coisas de ontem, pois, de contrário, viveremos mecanicamente, e uma mente mecânica jamais saberá o que é o amor ou o que é a liberdade.

Em geral tememos a morte, porque não sabemos o que significa viver. Não sabemos viver, e por isso não sabemos morrer. Enquanto tivermos medo da vida, teremos medo da morte. O homem que não teme a vida não teme a insegurança, porque compreende que, interiormente, psicologicamente, não existe segurança nenhuma. Quando não há segurança, há um movimento infinito, e então a vida e a morte são uma só coisa. O homem que vive sem conflito, que vive com a beleza e o amor, não teme a morte, porque amar é morrer.

Se morreis para tudo o que conheceis, inclusive vossa família, vossa memória, tudo o que sentistes, a morte é então uma purificação, um processo de rejuvenescimento; traz então a morte a inocência, e só os inocentes são apaixonados, e não aqueles que crêem e que desejam descobrir o que acontece após a morte.

Para descobrirdes o que realmente acontece quando se morre, tendes de morrer. Isso não é pilhéria. Tendes de morrer, não fisicamente, mas psicologicamente, interiormente, morrer para as coisas que vos são caras e para as coisas que vos amarguram. Se morrestes para cada um dos vossos prazeres, tanto os insignificantes como os mais importantes, sem nenhuma compulsão ou discussão, então sabereis o que significa morrer. Morrer é ter uma mente completamente vazia de si mesma, vazia de seus diários anseios, prazeres e agonias. A morte é uma renovação, uma mutação, em que o pensamento não funciona, porque o pensamento é coisa velha. Quando há a morte, há uma coisa totalmente nova. Estar livre do conhecimento é morrer; e, então, estais vivendo!

Resultado de imagem para imagens sobre jidduVisão pessoal…..

Através das idades veio o homem buscando uma certa coisa além de si próprio, além do bem-estar material – uma coisa que se pode chamar verdade, Deus ou realidade, um estado atemporal – algo que não possa ser perturbado pelas circunstâncias, pelo pensamento ou pela corrupção humana.O homem sempre indagou: Qual a finalidade de tudo isto? Tem a vida alguma significação? Vendo a enorme confusão reinante na vida, as brutalidades, as revoltas, as guerras, as intermináveis divisões dá religião, da ideologia, da nacionalidade, pergunta o homem, com um profundo sentimento de frustração, o que se deve fazer, o que é isso que se chama viver e se alguma coisa existe além de seus limites.E, não podendo encontrar essa coisa sem nome e de mil nomes que sempre buscou, o homem cultivou a fé – fé num salvador ou num ideal, a fé que invariavelmente gera a violência.Nesta batalha constante que chamamos “viver”, procuramos estabelecer um código de conduta, conforme a sociedade em que somos criados, quer seja uma sociedade comunista, quer uma pretensa sociedade livre; aceitamos um padrão de comportamento como parte de nossa tradição hinduísta, muçulmana, cristã ou outra. Esperamos que alguém nos diga o que é conduta justa ou injusta, pensamento correto ou incorreto e, pela observância desse padrão, nossa conduta e nosso pensar se tornam mecânicos, nossas reações, automáticas. Pode-se observar isso muito facilmente em nós mesmos.Durante séculos fomos amparados por nossos instrutores, nossas autoridades, nossos livros, nossos santos. Pedimos: “Dizei-me tudo; mostrai-me o que existe além dos montes, das montanhas e da Terra” – e satisfazemo-nos com suas descrições, quer dizer, vivemos de palavras, e nossas vidas são superficiais e vazias. Não somos originais. Temos vivido das coisas que nos tem dito, ou guiados por nossas inclinações, nossas tendências, ou impelidos a aceitar pelas circunstâncias e o ambiente. Somos o resultado de toda espécie de influências e em nós nada existe de novo, nada descoberto por nós mesmos, nada original, inédito, claro.Consoante a história teológica garantem-nos os guias religiosos que, se observarmos determinados rituais, recitarmos certas preces e versos sagrados, obedecermos a alguns padrões, refrearmos nossos desejos, controlarmos nossos pensamentos, sublimarmos nossas paixões, se nos abstivermos dos prazeres sexuais, então, após torturar suficientemente o corpo e o espírito, encontraremos uma certa coisa além desta vida desprezível. É isso o que tem feito, no decurso das idades, milhões de indivíduos ditos religiosos, quer pelo isolamento, nos desertos, nas montanhas, numa caverna, quer peregrinando de aldeia em aldeia a esmolar, quer em grupos, ingressando em mosteiros e forçando a mente a ajustar-se a padrões estabelecidos. Mas, a mente que foi torturada, subjugada, a mente que deseja fugir a toda agitação, que renunciou ao mundo exterior e se tornou embotada pela disciplina e o ajustamento – essa mente, por mais longamente que busque, o que achar será em conformidade com sua própria deformação.Assim, para descobrir se de fato existe ou não alguma coisa além desta existência ansiosa, culpada, temerosa, competidora, parece-me necessário tomarmos um caminho completamente diferente. O caminho tradicional parte da periferia para dentro, para, através do tempo, da prática e da renúncia, atingir gradualmente aquela flor interior, aquela íntima beleza e amor – enfim, tudo fazer para nos tornarmos estreitos, vulgares e falsos; retirar as camadas uma a uma; precisar do tempo: amanhã ou na próxima vida chegaremos – e quando, afinal, atingimos o centro, não encontramos nada, porque nossa mente se tornou incapaz, embotada, insensível.Após observar esse processo, perguntamos a nós mesmos se não haverá outro caminho totalmente diferente, isto é, se não teremos possibilidade de “explodir” do centro.O mundo aceita e segue o caminho tradicional. A causa primária da desordem em nós existente é estarmos buscando a realidade prometida por outrem; mecanicamente seguimos todo aquele que nos garante uma vida espiritual confortável. É um fato verdadeiramente singular esse, que, embora em maioria sejamos contrários à tirania política e à ditadura, interiormente aceitamos a autoridade, a tirania de outrem, permitindo-lhe deformar a nossa mente e a nossa vida. Assim, se de todo rejeitarmos, não intelectual, porém realmente, a autoridade dita espiritual, as cerimônias, rituais e dogmas, isso significará que estamos sozinhos, em conflito com a sociedade; deixaremos de ser entes humanos respeitáveis. Ora, um ente humano respeitável nenhuma possibilidade tem de aproximar-se daquela infinita, imensurável realidade.Começamos agora por rejeitar uma coisa que é totalmente falsa – o caminho tradicional – mas, se o rejeitamos como reação, teremos criado outro padrão no qual nos veremos aprisionados como numa armadilha; se intelectualmente dizemos a nós mesmos que essa rejeição é uma idéia importante, e nada fazemos, não iremos mais longe. Se entretanto a rejeitamos por termos compreendido quanto é estúpida e imatura, se a rejeitamos com alta inteligência, porque somos livres e sem medo, criaremos muita perturbação dentro e ao redor de nós, mas nos livraremos da armadilha da respeitabilidade. Veremos então que cessou o nosso buscar. Esta é a primeira coisa que temos de aprender: não buscar. Quando buscamos, agimos, com efeito, como se estivésseis apenas a olhar vitrines.A pergunta sobre se há Deus, verdade, ou realidade – ou como se queira chamá-lo – jamais será respondida pelos livros, pelos sacerdotes, filósofos ou salvadores. Ninguém e nada pode responder a essa pergunta, porém, somente nós mesmos, e essa é a razão por que devemos nos  conhecer. Só há falta de maturidade na total ignorância de si mesmo. A compreensão de si próprio é o começo da sabedoria.E, que é nós mesmos, o nós individual? Penso que há uma diferença entre o ente humano e o indivíduo. O indivíduo é a entidade local, o habitante de qualquer país, pertencente a determinada cultura, uma dada sociedade, uma certa religião. O ente humano não é uma entidade local. Ele está em toda parte. Se o indivíduo só atua num certo canto, isolado do vasto campo da vida, sua ação está totalmente desligada do todo. Portanto, é necessário ter em mente que estamos falando do todo e não da parte, porque no maior está contido o menor, mas o menor não contém o maior. O indivíduo é aquela insignificante entidade condicionada, aflita, frustrada, satisfeita com seus pequeninos deuses e tradições; já o ente humano está interessado no bem-estar geral, no sofrimento geral e na total confusão em que se acha o mundo.Nós, entes humanos, somos os mesmos que éramos há milhões de anos – enormemente ávidos, invejosos, agressivos, ciumentos, ansiosos e desesperados, com ocasionais lampejos de alegria e afeição. Somos uma estranha mistura de ódio, medo e ternura; somos a um tempo a violência e a paz. Têm-se feito progressos, exteriormente, do carro de boi ao avião a jato, porém, psicologicamente, o indivíduo não mudou em nada, e a estrutura da sociedade, em todo o mundo, foi criada por indivíduos. A estrutura social, exterior, é o resultado da estrutura psicológica, interior, das relações humanas, pois o indivíduo é o resultado da experiência, dos conhecimentos e da conduta do homem, englobadamente. Cada um de nós é o depósito de todo o passado. O indivíduo é o ente humano que representa toda a humanidade. Toda a história humana está escrita em nós.

Inspiração….

Krishnamurti – O Despertar da Sensibilidade.pdf 

Diário de Krishnamurti.pdf 

A Arte de Viver – Loja DHARMA da Sociedade Teosófica

Livros de Krishnamurti em PDF | Krishnamurti – Nossa Luz Interior

Monicavox

Recomendo….

Resultado de imagem para imagens sobre jiddu

Resultado de imagem para imagens sobre jiddu

Resultado de imagem para imagens sobre jiddu

 

 

 

OM MANI PADME HUM-A Jóia do Lótus-O benefício e o significado do maior mantra budista

Esta maravilhosa invocação significa: “Saúdo a Joia do Lótus”. Algumas Divindades e Seres Ascendidos são visualizados e representados com uma flor de Lótus. Assim também nossa Amada Kuan Yin pode ser vista sentada sobre uma destas flores. Este mantra está gravado em muitas orações, em elementos ornamentais (anéis, pulseiras, medalhões, etc.), assim como em pedras de muitos templos. É uma poderosa corrente de energia espiritual, da qual você pode se conectar através deste mantra, falado oral ou mentalmente em atitude de meditação.
OM-MANI-PADME-HUM que significa
 “A joia do Lótus” .
Om Mani Padme Hum: O Mantra da compaixão
Este Mantra te conecta com a energia da mestra ascensa Kwan Yin.
Este Mantra protege a aura evitando que baixe a energia. Cada parte deste Mantra produz algo: OM, sentes a ligação com Kwan Yin.MANI, significa Joia. ajuda a eliminar as más energias da aura.
PADME, significa Lótus, harmoniza a aura.
HUM, estimula a percepção da aura e estimula sua harmonia.

Om mani padme hum é possivelmente o mantra mais famoso do Budismo; o mantra de seis sílabas do bodhisattva da compaixão: Avalokiteshvara Kwan Yin.

De origem indiana, de lá foi para o Tibete. É o mantra mais entoado pelos budistas tibetanos.

Om fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos deuses. O sofrimento do reino dos deuses surge da previsão da própria queda do reino dos deuses [isto é, de morrerem e renascerem em reinos inferiores]. Este sofrimento vem do orgulho.
Ma fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos deuses guerreiros (sânscr. asuras). O sofrimento dos asuras é a briga constante. Este sofrimento vem da inveja.
Ni fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino humano. O sofrimento dos humanos é o nascimento, a doença, a velhice e a morte. Este sofrimento vem do desejo.
Pad fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino animal. O sofrimento dos animais é o da estupidez, da rapina de um sobre o outro, de ser morto pelos homens para obterem carne, peles etc., e de ser morto pelas feras por dever. Este sofrimento vem da ignorância.
Me fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos fantasmas famintos (sânscr. pretas). O sofrimento dos fantasmas famintos é o da fome e o da sede. Este sofrimento vem da ganância.
Hum fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino do inferno. O sofrimento dos infernos é o calor e o frio. Este sofrimento vem da raiva ou ódio.
Tradução: Recebemos a Jóia da consciência no coração do Lótus. (O Lótus é o chakra).
Significa – Recebemos a jóia da consciência divina, no centro do nosso chakra da coroa.
Avalokitesvara Kwan Yin alcançou tão elevado grau de espiritualidade, como se tivesse subido a mais alta montanha. Destas alturas, estava para partir à planos ainda mais elevados, e distantes da terra, quando ouviu um gemido que vinha do inconsciente coletivo da humanidade.O lamento por sua partida. Seu coração encheu-se de compaixão e Avalokitesvara prometeu ficar neste planeta trabalhando e servindo para evolução da humanidade. Este juramento bodhisattva, é feito por todos os Mestres que servem a Luz da Grande Fraternidade Branca. Eles deixam de seguir  as sua evolução em planos superiores, para servir a Luz de seus irmãos ainda encarnados. Ao recitarmos o Mani Mantra, estamos penetrando a mesma roda metafísica que os Mestres Ascensos e não Ascensos da Grande Fraternidade Branca que estão constantemente empurrando – a Roda da Evolução Espiritual da humanidade.Este mantra tem sua origem na Índia e de lá foi para o Tibet.
Os tibetanos não conseguiram entoá-lo da mesma forma, mudando sua pronuncia para: OM MANI PEME HUNG este é o mantra mais utilizado pelos budistas tibetanos.  Qualquer pessoa pode entoá-lo. Estando feliz ou triste, ao entoar o “Mani Mantra”, uma espontânea devoção surgirá em nossa mente e o grande caminho será fortemente realizado.O mantra OM MANI PADME HUM, é fácil de pronunciar e poderoso pois contém a essência de todo o ensinamento.
Muito tem sido escrito sobre este mantra e é impressionante que apenas seis silabas possam atrair tanto comentário importante. De acordo com Dalai Lama, o propósito de recitar este mantra é transformar o corpo impuro de suas palavras e mente, no puro e louvado corpo, palavra e mente de um Buda. O som de cada silaba é visto como tendo uma forma paralela espiritual. Fazer o som de cada silaba portanto, é alinhar a si mesmo com aquela qualidade espiritual particular e para se identificar com isto.Existe também um grande numero de outros beneficio que resultam da repetição deste mantra, incluindo a produção do mérito e destruição do carma negativo.
OM – A primeira sílaba, recitá-la o abençoa para atingir a perfeição na pratica da generosidade.
MA – Ajuda a aperfeiçoar a pratica da ética pura.
NI – Ajuda a atingir a perfeição na pratica da tolerância e paciência.
PAD – Ajuda a conquistar a perfeição na pratica da perseverança.
ME – Ajuda a conquistar a perfeição na pratica da concentração.
HUM – Ajuda na conquista da perfeição na pratica da sabedoria.

A senda das seis perfeições é a senda de todos os budas. Cada uma das seis silabas elimina um dos venenos da consciência humana.OM – Dissolve o orgulho
MA – Liberta do ciúme e da luxuria.
NI – Consome a paixão e os desejos
PAD – Elimina a estupidez e danos.
ME – Liberta da pobreza e possessividade.
HUM – Consome a agressão e o ódio.

Os mantras são frequentemente, os nomes dos budas, bodhisattvas ou mestres e que o compuseram. Os mantras são investidos com um infalível poder de ação, de forma que a repetição do nome da deidade, transmite as qualidades de sua mente. O nome é idêntico a deidade ou essência da deidade que o compôs e com ele presenteia a humanidade dando a seus irmãos a essência de tudo aquilo que ele atingiu em muitas vidas de esforço e sagrado oficio. Dando o glorioso resultado de seu momentum de sabedoria.Ao recitar este mantra, o meditante também pode conseguir as qualidades do Chenrezig, o bodhisattva da compaixão, conhecido na tradição Mahayana como Avalokitesvara. O mantra OM MANI PADME HUM, chamado de mani mantra, levanta algumas traduções misteriosas. Diz a tradição que este mantra significa o nome Chenrezig. Contudo, Chenrezig não tem nome, mas ele é designado por nomes. Estes nomes são a taça para a compaixão a benção e a força que ele derrama. Portanto este é apenas um dos nomes de Chenrezig, MANI PADME, colocado entre as duas silabas sagradas OM e HUM.Chenrezig, Avalokitesvara e Kwan Yin são os nomes do mesmo Buda da compaixão.OM – Representa o corpo de todos os budas, também o começo de todos os mantras.
MANI – Joia em sânscrito
PADME – Lótus ou chakra
HUM – A mente de todos os budas e frequentemente finalizam os mantras.
MANI – Refere-se a Joia que Chenrezig segura no centro de suas duas mãos.
PADME – Refere-se ao lótus que ele segura  na sua segunda mão esquerda.

Dizendo MANI PADME estamos nominando Chenrezig através de seus atributos: “Aquele que segura a Joia e o Lótus”. Chenrezig ou Joia do Lótus são dois nomes para a mesma deidade.   Quando recitamos este mantra, estamos na verdade repetindo o nome de Chenrezig. Este mantra é investido com a benção e o poder da mente de Chenrezig, sendo que ele mesmo reúne a benção e a compaixão de todos os budas e bodhisattvas. Desta forma o mantra é imbuído com a capacidade de purificar nossa mente de sua obscuridade.  O mantra abre a mente para o amor e compaixão e a conduz ao despertar.Sendo a deidade e o mantra um em essência, significa que é possível recitar o mantra sem necessariamente trabalhar a visualização. A recitação permanece efetiva.Cada uma das seis silabas sagradas retêm um efeito purificador genuíno.

OM – Purifica o corpo
MA – Purifica a palavra
NI – Purifica a mente
PAD – Purifica as emoções
ME – Purifica as condições latentes
HUM – Purifica o véu que encobre o conhecimento

Cada silaba é ela mesma uma oraçãoOM – É oração dirigida ao corpo dos budas
MA – É oração dirigida à palavra  dos budas
NI – É oração dirigida à mente  dos budas
PAD – É oração dirigida às qualidades dos budas
ME – É oração dirigida à atividades dos budas
HUM – Reúne a graça (benção) do corpo, palavra, mente, qualidade e atividade dos budas.

Estas seis silabas correspondem à transcendental perfeição dos budas secretos.

OM – Ratnasambhava, Buda que nos inunda com sua sabedoria de igualdade e nos liberta do orgulho espiritual, intelectual e humano.
MA – Amogasidhi, Buda que nos inunda com sua sabedoria que a tudo realiza, a sabedoria da ação perfeita e liberta-nos do veneno da inveja e do ciúme.
NI – Vajrasattva, Buda  nos inunda com a sabedoria da vontade diamantina de Deus. Consome em nós o veneno do medo, da duvida e da descrença em Deus, o único Guru.
PAD – Vairochana, Buda que nos inunda com a sabedoria penetrante do dharmakaya, a poderosa Presença Eu Sou. Consumindo em nós o veneno da ignorância.
ME – Amithaba, Buda que nos inunda com a sabedoria da discriminação e consome em nós os venenos das paixões : Todos os desejos intensos, cobiça, avareza e luxuria.
HUM – Akshobhya, Buda que nos inunda com a sabedoria que se reflete como num espelho e consome em nós os venenos de raiva, ódio e criações de ódio.As seis sÍlabas sagradas OM MANI PADME HUM são a essência das cinco famílias de budas secretos. São a fonte para todas as qualidades e profunda alegria. É a senda que conduz a uma elevada existência para a liberdade da alma.

É muito bom recitar o mantra OM MANI PADME HUM, mas enquanto você estiver fazendo você deveria pensar em seu significado, pois o significado das seis sílabas é grande e vasto. O primeiro, OM é composto de três letras, A, U e M. Elas simbolizam o corpo, a fala e a mente impuras do praticante, elas também simbolizam o corpo, a fala e a mente exaltadas de um Buda.

O corpo, a fala e a mente impuras podem ser transformadas no corpo, fala e mente puras, ou elas são totalmente separadas? Todos os Budas são casos de seres que eram com nós e então na confiança do caminho se tornaram iluminados; o Budismo não afirma que existe alguém que desde o princípio está livre de faltas e possuem todas as boas qualidades. O desenvolvimento do corpo, fala e mente puras acontece gradualmente deixando que os estados e os seres impuros se transformem em puros.Como isso é feito? O caminho é indicado pelas próximas quatro sílabas. MANI, que significa joia, simboliza os fatores do método – a intenção altruísta de se torna iluminado, compaixão e amor. Tanto quanto uma joia é capaz de remover a pobreza, ou dificuldades, da existência cíclica e da paz solitária. Da mesma forma que uma joia preenche os desejos dos seres sencientes, a intenção altruísta de se tornar iluminado preenche os desejos dos seres sencientes.A duas sílabas, PADME, que significa lótus, simbolizam sabedoria. Da mesma forma que o lótus cresce da lama mas não se imunda pelas faltas da lama, a sabedoria é capaz de colocá-lo numa situação de não-contradição apesar de que haveria contradição se você não tivesse sabedoria. Existe sabedoria que percebe a impermanência, sabedoria que percebe que as pessoas são vazias, de serem auto-suficientes ou substancialmente existentes, sabedoria que percebe a vacuidade da dualidade – que quer dizer, da diferença da entidade entre sujeito e objeto – e sabedoria que percebe a vacuidade da existência inerente. Portanto existem muitos tipos diferentes de sabedoria, e a principal de todas elas é a sabedoria de se perceber a vacuidade.A Pureza deve ser conquistada por uma unidade indivisível de método e sabedoria, simbolizada pela sílaba final HUM, que indica indivisibilidade. De acordo com o sistema sutra, esta indivisibilidade de método e sabedoria se refere à sabedoria afetada pelo método e ao método afetado pela sabedoria. No veículo mantra, ou tatrico, ela se refere à consciência única na qual existe a forma completa de ambos, sabedoria e método, como uma entidade indiferenciável. Em termos das sílabas sementes dos cinco Budas Conquistadores, HUM, é a sílaba semente de Akshobhya – o imóvel, o que não vacila, aquele que não pode ser perturbado por nada.

Assim, as seis sílabas, OM MANI PADME HUM, significam que na confiança da prática de um caminho que é uma união indivisível de método e sabedoria, você pode transforma seu corpo, fala e mente impuras no corpo, fala e mente exaltadas de um Buda. É dito que você não deveria sair em busca do Budato fora de si mesmo, as substâncias para a aquisição do Budato estão dentro. Como Maitreya diz em seu Continuum Sublime do Grande Veículo (Uttaratantra), todos os seres naturalmente possuem a natureza de Buda dentro de seus próprios continuum. Nós temos dentro de nós a semente da pureza, a essência de um Assim Partiu (Tathagatagarbha), que pode ser transformada e completamente desenvolvido para o Budato.

Abaixo segue um trecho sobre Chenrezig  e seu mantra, traduzido do livro “The Heart Treasure of the Enlightened Ones“, de Dilgo Khyentse Rinpoche. É um comentário belíssimo, fundamental, sobre os versos de Patrul Rinpoche conhecidos como “The Practice of View, Meditation and Action – A Discourse Virtuous in the Beginning, Middle and End”:

Ah! Fonte da compaixão, meu lama-raiz, Senhor Chenrezig.
Você é meu único protetor!
O mantra de seis sílabas, essência de sua fala, é o Dharma sublime;
De agora em diante, não tenho nenhuma esperança a não ser você!
Chenrezig é um buda completamente iluminado que, para beneficiar os seres, toma a forma de um bodhisattva. Todos os budas têm apenas uma natureza, e sua compaixão é personificada em Chenrezig. Como personificação da compaixão de todos os budas, Chenrezig é ao mesmo tempo a fonte de todos os budas e bodhisattvas, já que a compaixão é exatamente a raiz da iluminação. Chenrezig é compaixão em si mesma na forma de uma deidade. Chenrezig é o Buda, Chenrezig é o Dharma, Chenrezig é a Sangha; Chenrezig é o Lama, Chenrezig é o Yidam, Chenrezig é a Dakini; Chenrezig é o Dharmakaya, Chenrezig é o Sambhogakaya, Chenrezig é o Nirmanakaya; Chenrezig é Amitabha, Chenrezig é o Guru Rinpoche, Chenrezig é Arya Tara; e, acima de tudo, Chenrezig é nosso próprio lama-raiz. Como cem riachos passando sob uma única ponte, Chenrezig é a união de todos os budas.

Receber suas bênçãos é receber as bênçãos de todos os budas, e realizar sua natureza é realizar a natureza de todos os budas. Chenrezig tem aparecido nesta era obscura na pessoa de Guru Rinpoche, cuja sabedoria, compaixão e poder são mais ágeis do que os de qualquer outro buda, já que foi para beneficiar especificamente os seres desta era que ele fez suas preces de aspiração. Chenrezig manifesta formas infinitas: reis, mestres espirituais, homens e mulheres comuns, animais selvagens, até montanhas, árvores e pontes — o que for necessário para preencher as necessidades dos seres sencientes. Até uma brisa suave num dia de calor escaldante ou um momento de alívio durante uma dolorosa doença são manifestações da compaixão de Chenrezig.

De modo similar, o mantra de seis sílabas de Chenrezig, OM MANI PADME HUM, é a sabedoria compassiva de todos os budas na forma de som. Dentro dele está contido o significado essencial de todos os 84 mil ensinamentos de Buda. De todos os diversos mantras de vários tipos, como os mantras de estado desperto, dharanis e mantras secretos, nenhum é superior ao mantra de seis sílabas de Chenrezig. Os enormes benefícios da recitação desse mantra, conhecido como “mani”, são descritos muitas vezes tanto nos sutras quanto nos tantras. Costuma-se dizer que recitar o mani mesmo uma única vez é o mesmo que recitar na íntegra os doze ramos dos ensinamentos do Buda. Recitar as seis sílabas do mani torna perfeitas as seis paramitas e bloqueia firmemente qualquer possibilidade de renascimento nos seis reinos do samsara. É uma prática simples, fácil de compreender e acessível a todos, e ao mesmo tempo contém a essência do Dharma. Se você tomar o mani como refúgio, tanto na felicidade quanto na tristeza, Chenrezig sempre estará com você. Você sentirá mais e mais devoção sem qualquer esforço, e por si só toda a realização do caminho Mahayana vai despertar no seu ser.Segundo o Sutra Karandavyuha, se você recitar 100 milhões de manis, toda a miríade de organismos vivos em seu corpo será abençoada por Chenrezig, e quando você morrer até a fumaça da cremação de seu corpo terá o poder de proteger qualquer um que a inalar do renascimento nos reinos inferiores.

Até uma única sílaba do mantra por si só — OM, MA ou NI — carrega um poder inimaginável para abençoar e liberar os seres. Costuma-se dizer que um buda é capaz de feitos extraordinários além da capacidade de qualquer outro ser, como dizer exatamente quantas gotas de chuva iriam cair durante uma tempestade que durasse doze anos. Mas mesmo ele não seria capaz de descrever inteiramente o mérito gerado por uma única recitação do mani. Se ele fosse começar tal descrição, mesmo que todas as florestas da terra fossem transformadas em papel, nunca haveria papel suficiente para escrever mais do que uma parte mínima.Não há nada no mundo todo que pode realmente assustar e afastar o Senhor da Morte, mas a irradiação aconchegante da compaixão de Chenrezig pode acabar completamente com o terror que uma pessoa sente com a chegada da morte. Isto é o que quer dizer “refúgio absoluto”.

Totalmente livre do samsara, Chenrezig está sempre pronto para ajudar os seres sencientes, e mesmo seu movimento mais sutil — um gesto de sua mão, um piscar de olhos — tem o poder de nos liberar do samsara. Quando o invocamos recitando o mani, nunca devemos pensar que ele está longe demais para nos escutar, em algum distante campo búdico. Chenrezig está sempre ali com qualquer um que tenha fé nele. Nosso próprio obscurecimento nos impede de, efetivamente, ir para a Montanha de Potala na Terra Pura Exultante de Sukhavati para encontrá-lo face a face, mas na verdade sua compaixão jamais ignora nenhum único ser. Ele se manifesta constantemente em qualquer forma que possa beneficiar ao máximo os seres, particularmente na forma de grandes mestres espirituais. Então devemos compreender com convicção completa que Chenrezig, o protetor supremo que mostra a todos os seres sencientes o caminho da liberação, na verdade não é outro que o nosso lama-raiz.A chuva de compaixão de Chenrezig cai em todo lugar nos campos dos seres sencientes imparcialmente; mas as mudas da felicidade não podem crescer onde as sementes da fé estão secas. Ter pouca fé é se fechar para o sol radiante de suas bênçãos, como se você estivesse se trancando em um quarto escuro. Mas se você tem fé, não há distância, não há intervalo, entre você e as bênçãos de Chenrezig.

Os ensinamentos do Senhor Buda são inconcebÍvelmente extensos e profundos. Adquirir uma exaustiva compreensão intelectual deles seria, realmente, um feito raro e digno de nota. Mas mesmo isso não seria suficiente por si só. A menos que alcancemos realização interior com a aplicação de fato dos ensinamentos, com eles unidos em nossa mente, qualquer conhecimento que adquirimos permanece teórico e vai servir apenas para aumentar nossa arrogância intelectual.

É por isso que Patrul Rinpoche diz:

O que quer que eu saiba, deixei como teoria; não tem utilidade para mim agora.

O que quer eu tenha feito, gastei nesta vida; não tem utilidade para mim agora.

O que quer que eu pensei, foi tudo apenas ilusão; não tem utilidade para mim agora.

Agora já é tempo de fazer o que é realmente útil — recitar o mantra de seis sílabas:

Outra explicação sobre o mantra de seis sílabas, Om Mani Padme Hum:

Om fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos deuses. O sofrimento do reino dos deuses surge da previsão da própria queda do reino dos deuses [isto é, de morrerem e renascerem em reinos inferiores]. Este sofrimento vem do orgulho.
Ma fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos deuses guerreiros (sânscr. asuras). O sofrimento dos asuras é a briga constante. Este sofrimento vem da inveja.
Ni fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino humano. O sofrimento dos humanos é o nascimento, a doença, a velhice e a morte. Este sofrimento vem do desejo.
Pad fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino animal. O sofrimento dos animais é o da estupidez, da rapina de um sobre o outro, de ser morto pelos homens para obterem carne, peles etc., e de ser morto pelas feras por dever. Este sofrimento vem da ignorância.
Me fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos fantasmas famintos (sânscr. pretas). O sofrimento dos fantasmas famintos é o da fome e o da sede. Este sofrimento vem da ganância.
Hum fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino do inferno. O sofrimento dos infernos é o calor e o frio. Este sofrimento vem da raiva ou ódio.
Om corresponde ao som sagrado, ao som da criação
Mani quer dizer joia
Padme (diz-se pémé) traduz-se por flor de lótus
Hum (pronunciar hung) é um som sagrado tibetano
Visão pessoal…
Não é traduzível numa simples frase, numa simples palavra. Penso que assim seja porque o caminho por ele indicado também não é simples.No fundo, podemos pensar na flor de lótus que emerge do lodo, isto é, no nosso ser interior resplandecente que emerge para brilhar na nossa vida.Quer isto dizer que todos possuímos aquilo que nos pode auxiliar a brilhar e contagiar os outros com a nossa alegria de viver, com a nossa compaixão pelo mundo e pelos outros.Deixarmos o nosso lótus interior florescer significa que passamos a sentir-nos bem conosco, com os outros e com a vida; passamos a aceitar a diferença e a ser mais tolerantes; passamos a fazer parte da construção de um mundo melhor; passamos a contribuir para lapidar o lótus da humanidade através de pequenos gestos diários, às vezes tão corriqueiros como um sorriso ou uma palavra no momento certo; passamos a possuir um sentimento de pertença à mãe-terra que nos alimenta a vida e alma.
Inspiração….
Monicavox
Recomendo….
Livro - Budismo e as Outras, O - Encontros e Desencontros
O caminho budista
Mudança de perspectiva - Blog Sobre Budismo

VOCÊ NÃO É PESSOAL E, SIM, UNIVERSAL- O Salto Quântico

“A expressão da vida demonstra que a harmonia é um fenômeno manifestado a partir da diferença. Esta é a mensagem fundamental subjacente à essência da natureza universal. No universo nada é igual a nada. Ao observarmos a vida, perceberemos que a mesma se comunica conosco através do funcionamento das coisas. O universo se expande e se torna cada vez mais exótico e infinitamente belo, a partir do surgimento de novas estruturas cósmicas, cada uma portando sua diferença e miraculosamente contribuindo para o funcionamento harmônico do cosmos.”~ Prof.Horácio Frazão

A CURA HOLOGRÁFICA

O Sistema de Cura Holográfica é um sistema que se utiliza do entrelaçamento quântico, para ativar informações entre consciências por meio de uma holo-interferência construtiva. Como o processo está embasado no paradigma quântico, a ativação se dá no nível da não-localidade, logo, fora do eixo espaço-tempo.A partir de uma série de estímulos psi-quânticos, é possível ativar um “gene” conscencial, ou seja, um potencial vivo no “DNA” da consciência, de modo a potencializar uma informação, resultando gradualmente no colapso quântico de uma probabilidade em realidade.O sistema visa levar-nos a provocar o genuíno Salto Quântico na percepção, para que então o indivíduo literalmente acesse uma nova realidade de acordo com os seus objetivos.

PRESSUPOSTO DO SISTEMA DE CURA HOLOGRÁFICA

Cada entidade viva é parte de um sistema inteligente com conexões infinitas com o universo. Este sistema é o coordenador da vida e o gerador infinito de possibilidades. Cada ser vivo, porta acesso irrestrito a esta inteligência a partir de pontos de conexão singular. Quando a conexão está bem ativa, pode-se criar e recriar absolutamente qualquer coisa.

CONTEXTUALIZANDO 

Se pudéssemos traçar uma analogia para entendermos o sistema de cura holográfica, poderíamos considerar 4 aspectos envolvendo o sistema de programação. São eles: o computador, o Hardware, o software e o programador.O computador seria o cérebro com todas as suas ramificações pelo o corpo, o Hardware seria a mente com os seus múltiplos níveis, o software, todo o conjunto de crenças que literalmente estão “rodando” decorrentes dos downloads que fizemos ao longo de uma vida e, finalmente, o programador, aquele que é a parte ativa, a consciência não-local, o princípio ativo de inteligência atemporal e infinito.

O PROBLEMA DA AUTO-SABOTAGEM

Um dos maiores dramas humanos é o mecanismo inconsciente de auto-sabotagem. O Sistema de Cura Holográfica tem como foco direto a desativação do mecanismo de auto-sabotagem. Numa perspectiva dentro da mecânica quântica entende-se que a auto-sabotagem é um reflexo psicológico de um fenômeno quântico envolvendo uma espécie de “blindagem” contra o salto quântico.O elétron que está muito próximo do núcleo, polarizando com o próton, entra em blindagem contra o salto quântico. O mesmo precisará de um alto nível de energia para vencer a blindagem e saltar para uma camada mais externa. Da mesma forma, podemos polarizar com uma estrutura mental, nos apegando ao núcleo da mente, criando da mesma forma uma blindagem contra o salto quântico, isto é, uma auto-sabotagem.A consciência necessitará de um alto nível de energia para desapegar-se do velho, do antigo e se permitir saltar para uma nova possibilidade.

3ESTRUTURA TRINA DO SISTEMA

A) REARRANJO INFORMACIONAL: Eliminação e limpeza de registros, dados e memórias dolorosas do passado e de ancestrais.

B) Interferência Holo-Construtiva: Ativação Do Holograma / GEN Consciência.

C) Tecnologias Holográficas: Após a ativação, há a aplicação de holofreqüência( freqüências em áudio). Tais freqüências atuam como veículos de informação que acelera e fornece suporte àquele que passou pela ativação. Dentre as tecnologias aplicada temos:: holo-freqüência( áudio ), glóbulos bioquânticos ativados & hologramas/imagens( espaços holográficos de cura)

Recomendações para o processo-Durante o processo de cura holográfica, são prescritas orientações pré e pós ativação.-Algumas das Aplicações do Sistema De Cura Holográfica

O Sistema de Cura Holográfica pode ser aplicado para os mais diversos objetivos, entre eles:

1-Prosperidade – Desativação de registros subconscientes e da memória celular que estão provocando o bloqueio da prosperidade

2- Atingir estados internos almejados como: autoestima, foco, coragem, ousadia, determinação, amor-próprio, serenidade.

3- Transformação de estados emocionais erráticos/reativos: Depressão, síndrome do pânico, ansiedade, mágoas, ressentimentos, vitimismo, procrastinação, conformismo, auto-piedade, apego, orgulho, dentre outros.

4- Catalisar e ativar processos de Cura Espontânea.

5- Atingir objetivos sejam eles pessoais, profissionais, afetivos.

6- Sensibilização Afetiva: Desenvolvimento do potencial afetivo e otimização das relações tanto intra-pessoais( você consigo mesmo) como interpessoais( você com o outro).

A partir de uma série de estímulos psi-quânticos, é possível ativar um “gene” conscencial, ou seja, um potencial vivo no “DNA” da consciência, de modo a potencializar uma informação, resultando gradualmente no colapso quântico de uma probabilidade em realidade.

O sistema visa levar-nos a provocar o genuíno Salto Quântico na percepção, para que então o indivíduo literalmente acesse uma nova realidade de acordo com os seus objetivos.

Está pronto para dar o seu Salto Quântico?

A ativação quantum-holográfica da informação no Sistema de Cura Holográfica obedece a um protocolo que envolve etapas que podem ser executadas em uma sessão presencial ou à distância. Por se tratar de um processo fundamentado na mecânica quântica e física micro-vibratória, a ativação é realizada de maneira não-local seguindo as três qualidades da não-localidade: Não-mediada, Não Atenuada & Imediata;O Sistema de Cura Holográfica considera a Cura como um fenômeno de ampla magnitude envolvendo todas as esferas do ser humano, sejam elas: saúde física, profissional, afetivo, prosperidade e social.Na visão da Holo-cura, cura envolve a mudança de realidade a partir do salto quântico genuíno.Na Ativação holográfica transfere-se a informação desejada no ponto de consciência e aumenta-se a energia interna do ativado para que haja o salto quântico genuíno para uma nova camada de realidade, na qual o colapso da onda já ocorreu.

 Os 3 Holo-passos da ativação holográfica.Numa sessão, a consciência que irá ser ativada passa por três holo-passos. São eles:

 Holo-Passo 1: Organização Psico-física, Potencialização e  & Neutralização do Biocampo

 Holo-Passo 2: Ativação & emissão de ondas de forma 

 Holo-Passo 3– Suplementação Holográfico: Uso de suplementos holográficos que poderão ser glóbulos( de sacarose) bio-quânticos ativados, Biogel –Holoquanta ativado( à base de água) e  Holo-freqüência( freqüências sincro-neuroreguladoras)

1

Linha Quantizada: Criando a Melhor Realidade a Partir do Emaranhamento Quântico com o Prof. Horácio Frazão

O mundo está alcançando uma transição avançada para os níveis mais elevados de consciência e este é um tempo difícil para muitos, à medida que as mudanças interiores acontecem.As pessoas da Terra estão sendo convidadas a deixarem ir embora todas as suas expectativas anteriores, em relação a como deveriam ser as suas vidas, no que tange ao reino material e de não serem mais tão obsessivas com isto. Cada pessoa necessita ter um tempo para ficar sózinha, para poder reajustar e reavaliar estas áreas em suas vidas, observando, particularmente, onde a sua energia pessoal está sendo usada.
É um tempo para olhar para si mesmo, sendo o criador de tudo daquilo que se está experimentando.É um tempo para assumir a responsabilidade por todas as escolhas feitas, individualmente e coletivamente.Isto pode ser muito complicado para uma pessoa que queira viver de acordo com a sua verdade, e ainda assim, viver a sua vida material e interagir com os outros ao redor dela. É difícil mover-se as coisas além do ego e das limitações impostas pela sociedade que a cercam, para realmente focar em criar uma vida próspera e pacífica. 
No entanto, isto é o que está sendo abordado para vocês, a partir deste ponto.À medida que a pessoa escolhe viver de acordo com o que dita o seu coração, em vez de seu intelecto, isto lhe trará maior satisfação em todas as áreas de suas vidas. As pessoas irão começar a ter prazer em cada momento que elas estiverem experimentando a vida, e ai, começarão a desfrutar a vida, em vez de ficarem focadas “em algum dia ou em algum momento”.
Haverá uma reavaliação de suas buscas, no que tange a adquirir as coisas que o mundo lhes oferece para que possam ser felizes, depois, de possuí-las. Em vez disto, o foco das pessoas se deslocará para o seu mundo interior, estendendo e expandindo para as suas crenças anteriores sobre o que era possível, e elas irão desta forma, encontrar a sua liberdade pessoal.As pessoas irão libertar-se por utilizarem as suas energias pessoais através de realidades que elas queiram experimentar e irão dar os passos necessários para fazerem isto se tornar possível, sem sentenciarem-se com maiores dívidas e carga de trabalho.Isto irá ser uma experiência libertadora, à medida que elas perceberem que elas não necessitam de todas as coisas que pensavam que precisavam ter, para poderem encontrar a felicidade em suas vidas pessoais. 
Todas as vezes que cada pessoa se liberta da ilusão da necessidade de adquirir coisas para que ela possa ser feliz, um maior emponderamento acontece, no que tange à experiência coletiva.Em tempo, isto irá libertar a sociedade como um todo, dos limites rígidos da necessidade de adquirir mais itens, à medida que as pessoas perceberem através da suas próprias experiências, de que elas não necessitam mais disto, para que possam viver uma vida feliz.
As pessoas irão perceber que é muito mais importante para elas, tirarem um tempo para conviverem com as suas famílias e amigos por caminhos prazerosos e cheios de significado.Esta mudança na consciência está em processo agora, à medida que as pessoas crescem e expandem os seus conceitos, do que é possível para elas. 
Elas estão percebendo que o que lhes empondera, é aquilo que chega através de suas experiências. Elas irão manifestar-se através de níveis de consciências mais elevados do que antes, à medida que elas transcenderem as limitações antigas de pensamentos e expectativas, movendo-se além das possibilidades ilimitadas.À medida que isto acontecer no interior de cada pessoa, criará o desejo, em seu interior, de dar-se aos outros, por caminhos cheios de significado, naquilo que irá os enriquecer e os emponderar, para que os outros também, se movam para diante, para as possibilidades infinitas de suas próprias vidas.
Quando a mudança da consciência, para um nível mais elevado de funcionamento, acontecer no interior do coração de cada humano, muitas manifestações milagrosas irão começar a ocorrer, isto é, uma rápida aceleração da evolução e expansão da espécie humana irá começar a acontecer. O que levou muitos anos para acontecer, irá começar a acontecer do dia para a noite.
Quando coletivamente a humanidade focar na criação de uma visualização sua de um mundo melhor, mais pacífico e próspero para todos; quando a visão coletiva for o emponderamento e o dar para o seu vizinho, aquilo que ele necessita para se mover para frente, aí então, uma realidade melhor irá se manifestar para todos rápidamente.
Este limite está agora diante de todos vocês, para manifestarem aquilo que traga maior iluminação de ser para cada coração humano, pois, é a abertura do coração que é o catalisador que irá trazer a maior mudança na sociedade.O barômetro do futuro irá ser a beleza interior do coração, e a sua expressão externa para o mundo.A verdadeira luz de cada pessoa irá irradiar cada vez mais e com mais brilho, e irá expandir a consciência dos reinos mais elevados da existência. Cada pessoa irá sentir e expressar mais alegria, riso e boa vontade em suas atividades mundanas do dia a dia. Aquilo que foi chamado altruísta no paradigma do antigo mundo, irá se tornar norma na nova consciência que está amanhecendo.Tudo está na consciência. Logo, aquilo que se sente na consciência do ativador repercute na consciência focalizada daquele que está sendo ativado holográficamente. A onda da consciência é a informação e o próprio meio de propagação.A ativação da informação por interferência holo-construtiva é instantânea e imediata. A holo-ativação aciona um código do DNA consciencial e  a partir deste ponto o ativado passa a expressar a qualidade ou potencial, provocando assim a mudança de realidade.

Resultado de imagem para imagens sobre livros do prof horácio frazão

A LEI METAFÍSICA DA MANIFESTAÇÃO – VISÃO HOLOGRÁFICA SOBRE A CURA

O universo não funciona numa lógica humana e, sim, cósmica. A lei é muito simples e prática. Tudo que quer receber seja dos outros ou do “universo” segue um princípio básico: você precisa manifestar primeiro em você.Manifestar é o que antecede o materializar. O que quero dizer é que a manifestação é o modelo interno que você cria de como quer estar e se sentir em sua vida. Isto também vale para as emoções e comportamentos. Se você não se respeitar, se aceitar, se apoiar, se acolher, dificilmente sua realidade refletirá isso de volta para você e muito menos as pessoas lhe darão aquilo que você ainda não se permite manifestar em você. É importante se dar primeiro para que o outro reflita de volta para você.Não espere o outro lhe apoiar, seja o seu próprio apoio. Se quiser viver uma realidade próspera ou manifestar um ótimo relacionamento afetivo, é necessário por um momento manifestar dentro de você com clareza e foco. Lembre-se a materialização de um evento segue a sua manifestação e ela é sempre interna. Seja sempre o primeiro para você e se dê tudo..

4

Visão Holográfica Sobre A dinâmica de cura e a ação do TODO BENEVOLENTE

Na perspectiva holográfica o universo o codifica como parte dele e não como uma pessoa ou um eu. Na verdade para o universo só existe você e nada mais. Você é para o universo a sua TOTALIDADE.Quando você se permite ser você, isto implica em simplesmente se perceber relaxado e liberado, espontaneamente a cura acontece, pois cura é sempre um retorno à condição natural. Portanto, há um processo universal altamente inteligente e dinâmico que está neste exato momento promovendo cura o tempo todo. Infelizmente a maioria das pessoas não recebem a cura promovida pelo Todo, pois não se dão conta que estão se opondo. 

Oposição em termos holográficos é TENSÃO EMOCIONAL. Sim, aprendemos da cultura este péssimo hábito que promove a perpetuação do desequilíbrio e obstrui o acesso da cura até nós.

Um outro ponto derivado da tensão é a tentativa de controlar a vida ao invés de confiar no TODO.O TODO É INTELIGÊNCIA PURA E BENEVOLENTE. “ELE” é parte de quem somos e nós o constituímos. Esta inteligência atua sobre você para entrar em equilíbrio pois só assim o universo se mantém em harmonia dinâmica. Quando você está em relaxamento profundo internamente, você está em fase com o universo e tudo acontece. Pois relaxamento e liberação significa confiança máxima no Todo. Esta é a chave. Este é o princípio básico para uma vida expandida.

O Sistema De Cura Holográfica visa levar a pessoa a uma grande modulação frequencial de modo que haja o alinhamento do pensamento, do sentimento e da energia para que a cura nos alcance.

Vemos o desenvolvimento das espécies sendo estimulado pela diversidade, criando novas e diferentes formas de vida, que juntas, compõem a estética natural do ecossistema. Dos corpos cósmicos até a vida natural, propaga­se o eco de que a harmonia se expande quando a diferença se expressa. De todas as espécies, talvez sejamos a única cujos seus integrantes, desrespeitam e menosprezam suas diferenças. Imagine um leão tentando ser um elefante? Ou uma rosa revoltada por não ser uma margarida? Estamos sempre tentando nos tornar aquilo que não somos, pois assimilamos a idéia de que é preciso ser alguma outra coisa para correspondermos à expectativa do meio.

É muito comum ouvir os pais dizerem aos seus filhos e, certamente você também já ouviu de seus genitores, a seguinte frase: ” Você precisa ser alguém na vida….” como se já não fôssemos e não tivéssemos uma expressão própria. É incrível perceber como a qualidade de ser sempre esteve diretamente ligada a um esquema mental, através do qual esquecemos de nós mesmos para tentarmos ser igual aos outros. Somos dotados de uma constelação de forças ou de funções que se auto­organizam de acordo com a nossa singularidade.

Este arranjo constitui uma beleza interior sem igual, determinando o nosso temperamento e uma forma de ser, de sentir e de funcionar única e rara. Quando aprendemos a promover a nossa estética interior ao invés de contê­la ou negá­la, naturalmente entramos em alinhamento com a harmonia universal. Não raro, uma inversão existencial emerge em meio a uma onda de desilusões, de dores emocionais, de quebra de estabilidade em todos os sentidos, como num parto em que o feto é tirado de um ambiente confortável sentindo a dor física e emocional do abandono da estabilidade do meio, o útero materno, o qual acreditava ser o seu ambiente ideal. O encontro com a verdade é doloroso quando a nossa identidade com a ilusão é profunda. Por mais dolorosa que seja a desilusão, a recompensa da vida é inestimável: o poder que habilita o domínio da existência, o poder de ser Real. O poder da realidade é um poder que existe intrinsecamente, pois somos mais reais para nós no nosso universo interno do que no externo. Mesmo ao fazer uma escolha para agradar as pessoas, internamente sabemos qual é a escolha melhor para nós.

Tal poder começa a fluir, no momento em que percebemos e promovemos a nossa estética interior. Aprender a assumir a nossa diferença é o passo fundamental para começarmos a sentir a beleza interna. Sempre que nos sentimos belos internamente entramos no estado de força. Nos sentimos aptos, capazes, confiantes e corajosos para desenvolver a vida com graça. Da mesma forma, quando permitimos que nossa estética interna se desarranje, nos sentimos “feios” internamente. Nesses momentos dizemos: “Estou me sentindo péssimo. O que leva ao comprometimento da estética interior é a penetração de parâmetros, valores, normas no nosso espaço interno, que imprimem uma pressão de organização sobre as forças que nos constituem.

Pressão esta que nos força a assimilar o igual, que nos obriga a fazer parte de um padrão, normatizando­-nos no desequilíbrio.

SUTRAS DA CONSCIÊNCIA LIVRE 

– By Prof. Horácio Frazão
Os Sutras é uma forma muito antiga(oriental) de transmitir conhecimento espiritual e as grandes verdades. É uma prática espiritual poderosa. Normalmente são frases curtas com muita informação concentrada. Procure em silêncio penetrar e se aprofundar em cada um dos sutras abaixo. Faça isso antes de dormir ou ao acordar. Eles tocam o âmago, pois entram em ressonância com a essência. Não tente entendê-los pelo intelecto e lógica racional. Sinta-os. Eles estão carregados de força espiritual. Veja quais ressoam mais fortes em você e saberá o que mais precisa neste momento da sua vida.
1-“Silêncio não é ausência é presença.”
2-“Perder o medo do Vazio é a Chave para a Felicidade”
3-“Conflito é a tentativa de Estar no mundo sem estar em você”
4-“Não preencha o vazio, pois é ele que irá lhe preencher. Este vazio é o Todo, a única coisa de fato Real.”
5-“Não assuma e nem se identifique a uma forma psicológica. A espontaneidade é a ausência de forma psicológica”
6-“Não deseje e nem busque; apenas aumente sua intensidade interior. Seja pura intensidade consciencial”
7-“Bem-estar é o momento em que você se “toca”. Estar com você é estar no mais puro bem.”
8-“Ao estar preparado para perder tudo, estará pronto para ter tudo.”
9-“A liberdade é o estado de auto-realização”
10-“A mente é um complexo em si o Ser é simples”
11-“Nada é Seu a única coisa que é sua é Você”
12-“Quando você for capaz de sentir e permanecer em silêncio interno, você se sentirá e encontrará o sentido da existência”
13-“O silêncio é a linguagem do Ser”.
14-“Transcender não é abandonar. É a máxima Entrega”
15-“Renuncie ao tempo( passado e futuro) e encontrará a plenitude.”
16-“A fórmula do Ego é: Identificação + Resistência”
17-“Ego é um hábito Crônico de contração da consciência”
18-“Evolução é um movimento de retorno e não de ida”
19-“Você é a porta”
20-“Felicidade é a ausência de busca”
21-“Ser espontâneo é ser perfeito”
22-Quanto maior for o seu relaxamento mais sua consciência se expandirá”
23-“A renúncia de si mesmo é a chave para abrir a porta”
 NOTA;Canalizados pelo prof. Horácio Frazão

Sobre ‘Salto Quântico Genético’ – Horácio Frazão – Terapias e Procedimentos

Potencialização e Ativação, a Verdadeira Comunicação com seu
Eu-Superior para um autoconhecimento Real

Homem, conheça-te a ti mesmo e conhecerásos deuses e o universo
[Os Sete Sábios – Oráculo de Delfos]

PRÓLOGO;

Os deuses dormem profundamente… Vocês vivem um terrível pesadelo… O pesadelo de acharem que não são Deuses!Um estranho e bizarro pesadelo onde vocês poderosos e potentes Seres habitantes do Universo infinito vivem uma situação inusitada…A situação de se sentirem fracos, vacilantes e impotentes… vivendo uma vida sem sentido num Mundo  limitado e perdido no cosmos… Tudo por conta de “outros” deuses… 

Iniciação o ‘Salto Quântico Genético’, O Despertar do Seu Deus Interior

O“Salto” é uma operação espiritual, uma iniciação como as praticadas no Egito Antigo, dentro das míticas “Escolas de Mistérios” daquela civilização. Nós, os aplicadores da Iniciação na atualidade, trouxemos de volta á luz esse recurso que fora perdido por milênios…A Iniciação visa desbloquear o sistema de chakras do corpo humano; com essa operação é possível desfazer o curto circuito que foi provocado deliberadamente na base da genética da humanidade desde tempos imemoriais…Desfazendo essa sabotagem a ligação ( ponte ) entre o “Elemental” ( o pequeno eu, ou seja: você aqui na Terra ) e sua SupraConsciência ( seu espírito imortal, sua verdadeira identidade ) volta a funcionar. O “Eu Superior”  a partir daí, vai pegar no leme e conduzir seu Elemental da melhor maneira possível.

Suas Memórias de Vidas Passadas vão ser despertadas como se fosse mágica

Será um “despertamento” perpétuo. Terá acesso as memórias de suas vidas passadas contínuamente sem precisar usar de hipnose, indução ou substâncias que alteram a consciência. O “Eu Superior” (apelido usualmente usado para se referir á centelha divina) é seu Espírito, sua essência real e quem você é na realidade, essa sua personalidade cotidiana é apenas uma sombra da sua real luz (ou seja da sua verdadeira natureza) esse “eu menor” é como um personagem que o espírito usa para agir num cenário (Universo Material) e pode ser chamado de “Elemental”, isto é:

“Ligado aos elementos, precisa do material…”

Todos temos os nosso “Eu Superior” (que prefiro chamar de Supra-consciência) mas poucos nesse mundo são os que tem contato direto com esse seu Eu REAL de forma contínua; estes privilegiados nós costumamos chamar de Iluminados. Uma vez que o curto circuito do sistema de chakras seja desfeito, as suas memórias de vidas anteriores vão vir à tona.Primeiro, serão aquelas memórias mais problemáticas (que tem a ver com traumas e programações que estão te prejudicando agora) depois de resolvidos esses traumas e programações negativas, você terá acesso ás suas memórias de vidas mais felizes, e depois finalmente poderá empreender uma verdadeira viagem pelo universo, através de memórias de existências que você viveu em outros planetas.

 “Penso 99 vezes e nada descubro… deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio… e eis que ‘algo’ me revela a Verdade”(Albert Einstein, resposta dada a um jornalista quando este perguntou como ele conseguia ser tão inteligente)

Ao longo da coluna vertebral, existe o que podemos identificar como “pontos fortes”, um tipo de núcleo de energia que processa e espalha a energia Prana (Energia vital, sem ela o corpo morre). A Energia Prana é como os Orientais chamam toda substancia energética que mantém os seres vivos e o universo, (também chamada por outros termos tais como: Ki – Chi – Aywara – Orgone cósmico – energia vital – energia Universal – Fluido cósmico universal –força cósmica – etc…) ela pode ser dividida em um infinito número de categorias e qualificações, mas isso só serve para um melhor entendimento e estudo. No final, e básicamente falando, a energia Prana é uma só, ela é “uma unidade” e não pode ficar sem uma de suas qualidades, por que todas as qualidades fazem o que é o Prana. Pelo entendimento que significa o “Salto” os chakras são como buracos negros… Estes buracos negros transportam a energia Prana de níveis mais elevados da existência até os níveis mais baixos; eles “captam” a energia de nível mais sutil e de vibração mais elevada (centelha divina) e vai espalhando essa luz por todos os níveis corporais do ser até chegar no corpo físico. Sem os chakras, não é possível haver vida, todos os seres vivos tem chakras, até mesmo as plantas, os minerais e a própria Terra/Gaia .

Os chakras são como corações. O coração material bombeia o sangue e rega as veias/artérias que por sua vez alimentam as células, ele então “suga” o sangue de volta e o direciona para os pulmões, onde o sangue é oxigenado, e então manda de volta o sangue para as células; as células então recebem o oxigênio, e o processo se reinicia. O sangue é um meio de transporte que leva tudo o que as células precisam para conseguir viver e se multiplicar, (complexidade da Célula   Aqui). O Prana é igualmente importante, pois sem ele nem a sua consciência pode existir. Sua alma, memórias, sentimentos, e tudo o que você é o que te faz existir no Universo ( material ) vai deixar de ser, a única coisa que vai sobrar é sua essência última, que é seu espírito ( Centelha Divina ).

São os chakras que espalham desde a sua centelha, até o corpo material, a energia Prana.  O Prana se origina do Criador Primordial e vem “baixando” a freqüência, atravessando todos os níveis do seu corpo Universal (muitos níveis de existência, é como um Bolo com varias camadas) até o material.(Estes são os Chakras Principais, Mais sobre eles,  Aqui);Acredito podemos perceber a importância dos chakras, não é mesmo? Agora, imagine se eles estivessem funcionando mal… Que conseqüências poderiam advir para um sistema que estivesse funcionando mal assim? É só olhar para os aspectos  da sua vida e a vida das pessoas a sua volta…

Desfazendo a Sabotagem

-“O ser humano é um Deus (ser transcendental) confinado dentro de um corpo animal”. / – “Temos corpo animal, instintos… mas a essência vem do Criador/Plenum Cósmico/ Deus”

Na Base de todos os principais chakras, existe o que se costuma chamar de Chakra “Raiz”,e esse chakra é justamente isso. A Raiz de todo o sistema. Mexa com a Raiz da árvore e você afetará todo o resto. Assim, mexa com o chakra Raiz e você afeta todos os outros chakras automáticamente. Algo básico não é mesmo? Desde tempos imemoriais o nosso chakra raiz está modificado, ele se encontra em polaridade oposta aos outros,com isso, causando um curto-circuito em todo o sistema. Mas por que? Por que o chakra Raiz está em curto com relação aos outros?Saber quem foi que fez essa sabotagem na humanidade há milênios atrás, não vai adiantar muito no inicio, essa informação é inútil para quem está começando. O que interessa agora é você saber que é por causa desse curto circuito que as pessoas geralmente não se lembram de suas vidas passadas, e também não possuem capacidades psíquicas. Saiba  que todas as formas de vida racionais do Universo possuem capacidades psíquicas. Assim deveria ser aqui na Terra também, e só não é por causa desse curto circuito no Chakra Raiz. Falando com simplicidade,  podemos dizer que o ser humano e seu sistema de chakras é como um computador…Esse ‘computador‘ está com um bloqueio de senha, e para poder usar esse PC é necessário ter a senha, se não tiver a senha você não poderá entrar no sistema. No caso ,o nosso bloqueio foi feito sabotando o sistema; inseriram uma senha para que não fosse possível desfazer o curto circuito fácilmente.

Palestra – Sistema De Equilíbrio Cósmico – By Prof Horácio Frazão

O CORAÇÃO – O CÉREBRO DA CONSCIÊNCIA 
Prof. Horácio Frazão

Você foi treinado para lidar consigo mesmo e com a sua realidade a partir da sua cabeça apenas. Ao lidar com o mundo pela cabeça, tudo estará resumido a uma ideia que você tem das coisas e de si mesmo. Você sentirá que algo está faltando e, de repente, a sua realidade parecerá pálida, árida e desprovida de sentido. Por quê? Porque falta a presença do fluxo afetivo que só o coração pode provocar. O coração é a interface de contato com a consciência e com o sentido do existir. Ele é a ponte de conexão com o seu Eu não-local. Ele é o teu verdadeiro cérebro, o cérebro da consciência. Ative-o. Como? Expandindo o seu afeto por tudo, apreciando a realidade.

Apreciar é um ato de permissão para que tudo possa ser o que é.
É pelo afeto que realmente você se relaciona consigo mesmo e com a vida.

Aprecie. Do apreço por tudo, vem a reverência por tudo. Da reverência por tudo, vem o reconhecimento do espaço que nos liga. Reverenciar é dar espaço, dar espaço para que tudo possa ser o que é. Quando damos espaço nos tornamos espaçosos por dentro, oceânicos. Este espaço interno é o campo de paz, de onde vem todas as curas, soluções e transformações. Ele é a presença do amor imortal em você.
Pois amor é paz em movimento…

PREENCHA-SE DE VIDA, PREENCHA-SE DE SI MESMO. By Prof. Horácio Frazão

Vida não é o que se vive lá fora mas o que se sente aqui dentro. Vida é o que você sente quando você ocupa todos os espaços do seu próprio corpo e se percebe realmente presente Aqui-Agora aberto e receptivo para envolver este momento em sua presença. Se tentar estar no mundo sem estar em você, serenamente presente, você será controlado pela sua cabeça, pelos outros, pelo mundo e inevitavelmente se sentirá sozinho e já estará em sofrimento.Desta forma, o ato de viver parecerá chato, entediante, cansativo e limitante. Não há nada mais sem graça do que tentar estar no mundo sem estar em você. As pessoas carecem de vida e, por isso, deprimem, perdem a capacidade de sentir a existência e se desesperam desnecessariamente. Não estar suficientemente presente para interromper o fluxo psicológico do tempo nos faz vagar como corpos que apenas reagem movidos por simulações mentais do passado e do futuro. Saiba que o fator de cura que traz o sentido, que ativa a energia e que devolve a vida é a sua presença em si. Você é a vida. Quando descobrir isso e conscientemente se conectar de forma completa com o seu corpo estará livre de necessidades emocionais e descobrirá que a serenidade e a felicidade sempre estiveram em você. Pense nisso!

UM NOVO VOCÊ – Para viver novas possibilidades é necessário um novo Você

Caso você tenha se sentido atraído pelo título acima, então leia o que tenho a dizer sobre alguns aspectos sutis que talvez estejam impedindo você de manifestar a realidade que sempre sonhou e de se sentir de forma incrível.O Sistema que venho aplicando, A Cura Holográfica, visa desalojar e neutralizar formas-pensamento viciadas, bem como, crenças e padrões mentais negativos, os verdadeiros “vilões” da sua vida. Como resultado o fluxo interior retorna ao seu ritmo natural, ou seja, voltamos a nos sentir cheios de alegria, energia e afetivamente plenos, condição esta para dar o salto quântico.

Veja como os aspectos que citei agem em você em nível prático:
1-Formas pensamentos viciadas:

São estruturas mentais que muitas vezes se alojam e lastreram a Aura, assumindo formas diversas. Elas retroalimentam ideias fixas, são responsáveis por nos aprisionar em dramas que envolvem o passado. Nos forçam inconscientemente a sabotar toda e qualquer forma de mudança. Livres de formas-pensamento nos sentimos renovados e a nossa mente se abre para novas possibilidades.

2-Crenças e padrões mentais negativos:

Crenças implícitas e padrões mentais determinam em 98% a forma com pensamos, sentimos e agimos. Isto quer dizer que, a menos que consigamos desalojar e neutralizar as crenças negativas no inconsciente, os 2% da sua boa vontade de querer mudar algo em você ou em sua realidade atual, será completamente insuficiente. Esta é a razão pela qual a grande maioria das pessoas não conseguem mudar efetivamente suas vidas.

3-Fluxo emocional errático:

Quando as emoções não fluem adequadamente ou seguem um curso desvirtuado, adotamos comportamentos auto-destrutivos e ficamos reativos. Ou seja, passamos a reagir a tudo ao invés de agir. O fluxo emocional errático fomenta cada vez mais um sentimento de separação, causa raíz de todos os padrões emocionais negativos( insegurança, orgulho, vaidade, revolta, inveja, desânimo, vitimismo, etc…) Lembre-se, um fluxo emocional saudável, é um fluxo natural que intensifica um sentimento cada vez mais forte de unidade e integração. A partir desse sentimento de unidade, nos sentimos integrados e capazes de fazer novas escolhas e nos abrirmos à novas possibilidades.
O Sistema de Cura Holográfico possui um raio de ação que irá atuar de forma integral neutralizando os três aspectos sutis acima causadores de múltiplos desequilíbrios.

Fonte: 

http://www.curaholografica.com.br/#!sobre-3/c1hn1

Holo-Transmissão – 3 – Libertação Do Medo

 

MEDICAMENTOS EVOLUTIVOS PARA A CONSCIÊNCIA

 A AURA

A aura é então uma luminosidade que envolve o corpo humano como se fosse a luz de uma lâmpada. Mas será que você sabia que as emoções se manifestam nessa aura como manchas de variadas cores?  As emoções são visíveis aos clarividentes por que elas são como descargas elétricas ou luzes que aparece na Aura. Cada emoção que você tem, seja boa ou ruim aparece na Aura, mas como eu disse a aura está atrelada aos chakras, se estão atrelados, então o que afetar um afetará o outro. E  os chakras são como corações de energia que processa o Prana, a aura é Prana, mas esse Prana fica afetado pelas emoções que a pessoa tem ou sofre. Cada emoção que uma pessoa tem se manifesta na aura, um sentimento de ódio por exemplo aparece na aura de uma pessoa como se fosse uma tempestade. Essa tempestade tem a aparência de raios vermelhos e nuvens escuras ou cinzas. Já uma forte emoção de alegria se manifesta como fortes luminosidades de dourado, branco ou vermelho (e outras cores vivas, vai depender do tipo de alegria). Mas seja de alegria ou ódio, ou ainda tristeza ou satisfação, seja qual for a emoção ela vai aparecer na aura como uma luminosidade forte que domina o “cenário” pelo tempo que a emoção durar.

Mas quando a “tempestade da emoção” passar ela vai deixar um estrago, esse estrago é um tipo de marca ou cicatriz que fica na aura. É visível aos clarividentes como uma mancha, que pode ter qualquer cor, ai vai depender do tipo de emoção forte que a pessoa sentiu ou alimentou. Pode-se dizer também que a cada emoção forte que alguém tem é como se o corpo áurico pegasse fogo; Depois que o fogo passa fica o que seria um tipo de “carvão”, o carvão é o que sobra daquela emoção que consumiu o Prana Puro. O Prana puríssimo que vem da centelha divina é algo como fótons de luz. Esse é o “combustível” que será consumido toda vez que a pessoa sente uma emoção. Se a pessoa sentir uma emoção com muita intensidade (seja boa ou ruim) ou então por muito tempo, ela vai “queimar” muito Prana, essa queima gera detritos, os detritos são o “carvão”, esse carvão é as manchas na aura. (o fótons de luz pura são qualificados numafrequência baixa). Essas manchas vão ficar então naquela parte da aura (ou corpo das emoções) onde se relaciona com o que sentiu, é uma programação negativa. Por exemplo:

Você sente vergonha… onde então as “sobras” dessa emoção vai se fixar quando a “tempestade” ou “fogo” passar? No rosto! E se for um sentimento como a gratidão?… No peito! E a felicidade depois de uma conquista?… Braço direito ou *Plexo (*chakra do poder, da carreira, do dinheiro, fica um pouco abaixo das costelas antes do estomago). Assim amigos(as) toda vez que você tiver uma emoção, você vai “queimar” Prana. Mas na verdade esse termo “queimar” está errado, pois a energia não queima e depois desaparece, na verdade a energia sempre se Transforma. Esse Prana que é nada mais do que Fótons de Luz Pura vindo da centelha divina, vai ser “qualificado” (mudar de frequência) pela emoção que você sentiu, sua vibração (do Prana) que antes era alta vai “descer” (diminuir) e passará a ser mais lenta, a energia pura que seria como vapor vai se “solidificar” e vibrar com menos intensidade (ficar mais sólida, próxima a matéria bruta) assim ela se tornará algo mais “pesado”, por tanto mais “sólido” do que os fótons de luz originais vindos da centelha divina.

Essa energia mais pesada vai se alojar na aura formando uma programação negativa (corrompida) em uma parte especifica do corpo astral, será como um objeto, um fragmento de programação errada que perturba a programação original que inicialmente era perfeita e harmoniosa. E na aura tem os Chakras. E os chakras são como corações que fazem circular a energia. Você tem problemas com o seu coração? Conhece alguém que tem? Já ouviu falar de pessoas que tem problemas cardíacos? Se você já se informou sobre o assunto deve saber que boa parte dos problemas no coração estão ligados a gordura no sangue. O sangue com um teor alto de colesterol ( Gordura-Trans ) forma placas nas paredes das veias, se essas camadas de gordura se tornarem muito grossas então elas entopem essas “vias”, quando uma via entope o coração sofre um baque; Pois ele como uma bomba só pode funcionar direito se a circulação do sangue estiver acontecendo normalmente, mas se a circulação é interrompida ou dificultada então ele passa a dar “ataques”, sofrer pequenos “trancos” e assim a pessoa perde a sua saúde, fica fraca, sem fôlego e as suas células passam a ser mal alimentadas, daí em diante é só sofrimento e dor… Então voltando para os chakras:

Eles são como ‘corações‘ que fazem a energia circular por todo o corpo, a energia alimenta as células tanto do corpo físico (carnal) como também os outros corpos (4 corpos de energia que são como camadas um do outro) mas a energia está com um baixo nível de vibração (o equivalente a dizer que o sangue está cheio de colesterol) o que acontece então? O obvio… Os chakras passam a funcionar mal. Sua verdadeira vibração fica alterada por causa da energia de nível mais baixo (vibração mais lenta), essa energia de vibração mais lenta desacelera os chakras… qual é o resultado? Bem… vamos nomear alguns efeitos:

Doenças – Perda da inteligência (capacidade intelectual diminui ) – Perda das capacidades psíquicas naturais que todos deveriam ter (tais como clarividência, telepatia, telecinésia, materialização de pensamentos, etc…) – Gosto por coisas/lugares/pessoas de baixo nível vibratório (os semelhantes se atraem) – Situação de vida cada vez pior (falência financeira e moral) – Intuição (voz da supra-consciência ) cada vez mais ausente e por fim bloqueada .

Depois de tudo você conclui que é melhor ter problemas no coração do que nos chakras. Se bem que na verdade, você não teria o problema no coração se os seus chakras estiverem bem. Os “carvões” resultantes da “queima” de energia Prana pura ficam alojados na aura da pessoa, eles são apelidados por nós que fazemos o ‘Salto’ de “*Imprints Negativos”. *Inglês: quer dizer uma impressão, uma marca, um carimbo, algo que marca um objeto;. Esses “objetos” energéticos ficam ali na aura da tal pessoa como “crostas” de sujeira que se acumulou em um certo lugar… e pior. Essa sujeira vai atrair mais sujeira; Pois esses “imprints” são como um tipo de “imã” que atrai energias de vibração semelhante do ambiente. Esses imprints então baixam a vibração geral da pessoa, e como já dito acima:

“Os semelhantes se atraem”

Isso é uma lei do Universo, e pode ser verificada em qualquer laboratório científico. O que talvez você não saiba é que essa lei vale para os outros níveis de matéria, mesmo aquela que é “invisível” para os seus olhos materiais.

Set Back, o Sistema em Colapso

Set Back – (algo que atrasa, dificulta o progresso), é quando a programação dá loop, e fica girando em volta, fazendo você repetir os mesmos erros da programação que está inserida em voce

Esse era um problema comum dos computadores há alguns anos atrás. Dizia-se que um computador estava em “Set Back” quando ele ficava repetindo a execução de um software sem nunca terminar, era como ver um DVD com problema, quando ia passar de uma parte do filme para outra ele não passa, ele repete novamente a parte anterior, e depois de novo, e de novo, e de novo, sem nunca ir a diante. O corpo humano em geral é como se fosse um computador bem sofisticado. Nele existe vários “softwares”. Nosso corpo (em vários níveis e não só na matéria grosseira) é todo constituído de programações, são essas programações que mantém a “coesão” das células. Você deve saber que o DNA é como um livro de receitas,  com centenas de capítulos que “ensinam” as células de como devem fazer para formar e manter um corpo humano. Pois como devem saber também, todo o ser vivo é feito de células, um cão por exemplo, tem coração, pulmões, olhos e pode sangrar (sangue vermelho como dos humanos) então como as células que formaram o cão não se ‘confundem‘ e criam um humano? As duas maquinas biológicas não são tão parecidas?

A resposta óbviamente é por que  segue um “programa” isto é, uma receita, um manual que  ensina como fazer as diferentes componentes, depois como uni-los;O mesmo acontece na construção de uma maquina biológica.  Mas de onde vem essa programação… esse livro de instruções? Dos Pais? (informação genética). Mas não existe vários casos em que irmãos do mesmo Pai e Mãe são bem diferentes? Um segue mais a biologia do Pai, outro da Mãe… E tem aqueles ainda que “puxam” a genética de um parente distante, e ainda tem os casos em que um filho é perfeito e o outro nasce com problemas congênitos (problemas físicos, má formação, problemas neurológicos, etc…) sem qualquer motivo aparente (materialmente falando) como é o caso da Síndrome de Turner, como se explica tudo isso? Por que tantas diferenças entre pessoas cujos Pai e Mãe são os mesmos? Bem a “*Ciência Materialista/Ateísta (Leia-se *PseudoCiência) não tem uma boa explicação, eles dizem simplesmente – “…se trata de uma fatalidade, uma infeliz coincidência, um jogar de dados que caem aleatóriamente sem seguir um padrão, a tal pessoa teve má sorte (ou boa sorte)… só isso!” – Mas claro que essa “resposta” evasiva e inconsistente não convence as pessoas mais inteligentes. É lógico que existe “algo mais”… E esse algo mais é a Alma.

Curso Psicologia Da Iluminação

http://www.videoaulas.com.br/view/curso-psicologia-da-iluminacao-aula-18/MfqcD
Programação inconsciente, os arquivos corrompidos…

É a alma que trás o “manual” (materializado no DNA) que as células usam para construir o corpo, as programações que criam as individualidades estão na alma. Esse manual pode ser chamado de “células permanentes”, são “Células” de natureza astral que arquivam programações e não são destruídas com a morte do corpo físico. Já ouviu dizer que a emoção plasma a realidade? E que o universo é feito de números, sons e cores? Como se fosse um programa de computador, um Holograma Gigante? A linguagem da Supra-Consciência é por meio de Cores, Números e Símbolos; Como eu já expliquei , a cada emoção forte, o corpo astral é como se pegasse fogo. Depois que esse “fogo” cessa uma seqüela, da forte emoção, permanece. Essa seqüela pode ser chamada de “imprint”.(“Uma Impressão, uma Cópia” que aparece no corpo áurico,corpo emocional eletro-magnéticocomo uma mancha de cor variada (a cor depende do tipo de emoção que a pessoa teve), essa mancha é como um arranhão ou um hematoma, mas muito pior que um machucado no corpo físico. Pois essa lesão no corpo emocional não é uma simples “lesão”, mas sim uma programação corrompida.

Uma programação corrompida plasmada (materializada) por causa de uma emoção… pois as EMOÇÕES PLASMAM A REALIDADE. Por isso é necessário ter cuidado com as emoções. Não permita que fortes emoções negativas tome conta de sua mente, pois se você deixar, elas vão corromper a programação “original de fábrica” e a partir daí esse “computador” que é seu corpo (nos 4 níveis) vai passar a funcionar mal, e pior; Isso se transporta para outras vidas… É realmente certo falar de “manchas” no corpo, pois é exatamente isso. É como se fosse uma mancha em um livro de receitas, a pessoa que estiver lendo o livro não vai saber qual é o próximo passo a ser dado por causa da mancha que está impedindo de ler as palavras corretamente. Mas o que realmente preocupa é que não será uma pessoa que vai ler esse livro cheio de manchas, mas sim um “software automático” que interpretará da melhor forma possível aquele arquivo corrompido e produzirá o “produto” segundo a leitura que fez. É ai que acontece os casos de pessoas que nascem com problemas congênitos e de má formação, então vamos entender isso com mais clareza:

Mas o que seria afinal de contas esse tal de Set Back?

Todo corpo humano leva consigo a informação celular acumulada de todas as diversas vidas daquela consciência (alma) através dos tempos. Essas células são as “Células Permanentes”, elas ficam no nosso 3° corpo, o corpo da Memória, (são 4 corpos sobrepostos um ao outro como se fosse capas… camadas de um mesmo Bolo) e não são afetadas pela mortes sucessivas de seu dono(a). Sendo boas ou sendo negativas, essas memórias permanecem indeletáveis e ditam como serão as vidas futuras de seu proprietário(a). É então que acontece um fenômeno interessante, mas terrível, ele é chamado de – Set Back

Matéria do Universo

Você pode ver as ondas de radio emitido por seu celular? E as ondas de emissão emitidas pela TV ou emissoras de Radio, você pode ver? E senti-las? Você pode sentir as ondas de transmissão da TV passando pelo seu corpo? E você consegue pegar essas ondas com as mãos? E você consegue cheirá-las? Ouvi-las sem a ajuda de um aparelho de TV?qual gosto tem essas ondas? Não sabe? Por que? Por que não pode por uma onda de Radio/TV/Celular na boca e mastigá-las?Não? E por tudo isso você concluiria que elas não existem? Sim pois se você não pode:

– Cheirá-las, não pode ver, não pode tocar, não pode ouvi-las, não pode saber o gosto… Então nesse caso não existe? –

Mas você sabe que existe; Pois se não existisse então todos esses aparelhos modernos não poderiam funcionar, certo? Então podemos concluir aqui que apesar dessas ondas de emissão vibracional escaparem de nossos 5 sentidos básicos, elas existem; Mas não a percebemos simplesmente por que não possuímos sentidos para isso.

Aqui está uma analogia que vai nos ajudar a entender esse ponto

Vejamos – a matéria do universo se distribui por vários níveis de vibração diferentes, a matéria que podemos perceber usando apenas os nossos 5 sentidos básicos é:

“ 1) – Som, 2) – Cheiros, 3) – Cores/Luz, 4) – Sólido/Liquido, 5) – Sabores ”

Tudo que não estiver nesse segmento da vibração é “invisível”, e para as pessoas simplistas: “não existe”. Mas a matéria do universo é muito mais do que apenas o que os nossos 5 sentidos conseguem perceber. Veja essa figura acima e suponha então que ela representa toda a matéria do universo. Mesmo aquela matéria que está fora do alcance de nossos sentidos básicos. No caso então grande parte dessa matéria seria invisível para nós, pois o ser humano da Terra só pode ver uma fração de toda essa vibração. Assim, o ser humano só pode perceber alguns milímetros dela.

Isso acontece porque “aqueles” que causaram a sabotagem em nosso sistema de chakras assim resolveram. Pois as humanidades de outros mundos tem seus sentidos mais ampliados e podem ver, tocar, cheirar, ouvir, provar, “coisas” que para nós seria invisível em todos os sentidos. 

Mas mesmo as pessoas na Terra podem reativar sentidos que as permite perceber mais dessa matéria universal. São os clarividentes e pessoas com capacidades psíquicas ampliadas.Pessoas que dentre outras coisas dizem poder ver almas, perceber a energia de um lugar, ou de uma pessoa, ouvir sons inaudíveis para os outros, contatar entidades que vivem em outras dimensões, ler a mente de seus semelhantes, prever o futuro, etc… Você também poderá. Pois o “Salto” é um meio de limpar a aura, limpar o chakras e reativar capacidades psíquicas. Pois as capacidades psíquicas vem dos chakras (que são órgãos dos outros níveis de nosso corpo) cada chakra pode (uma vez ativado e limpo) fornecer novas habilidades. Assim como o olho material pode nós permitir ver. Se ele estiver sujo ou ferido ou ainda removido então obviamente que não poderemos ver, ou veremos com dificuldade (dependendo do tipo de lesão), assim são os chakras. Eles são como órgãos feridos, ou com sérios problemas. Aqueles que possuem os chakras em melhor situação, tem por conseqüência sentidos “superiores” que os fazem se destacar da maioria.

Ajustamento Holográfico – Meditação com os Sólidos Platônicos – A Orgânica Do Universo

Meditação Visual com os sólidos platônicos. Esta meditação promove harmonização interna a partir dos sólidos platônicos. Os sólidos platônicos são objetos tridimensionais primários completamente simétricos. São os únicos poliedros compostos de polígonos regulares. São tidos como símbolos visíveis e demonstrativos da Orgânica do Universo e conhecidos desde a Antigüidade por Platão. Eles  atuam diretamente no nível inconsciente, desarmando mecanismos contrários à expansão e auto-realização( autosabotagem, inércia, resistência, medos psicológicos infundados e sub-estimanção.) o colocando em fase com a natureza do universo. Experimente.

ig horaciofrazao instagram Visão pessoal….

A consciência cresce e se amplia à medida em que vamos nos tornando reais para nós mesmos. Para tanto, “materializar-se” nesta dimensão implica em perdermos totalmente o medo de ser quem somos e assumirmos que somos singularidades do campo unificado( campo quântico). Portanto, assumir a sua diferença é ponto central no entrosamento com este campo. Pois quando você é simplesmente você, você já está em contato íntimo com este campo. No entanto, quando você se rejeita, vocêrejeita a singularidade que você é . Consegue perceber o nível de desarmonia que irá provocar em sua vida? Certamente nada poderá fluir com harmonia e graça. Não se retraia, não se encolha e não se aperte para caber nos ideais que os outros esperam que você corresponda. Toda vez que você tenta ser aquilo que o outro quer, inevitavelmente você perde a sua força e o seu nível de energia decai pelo simples fato de você está contrariando a sua natureza. Quando você se opõe a si mesmo e tenta ser uma outra coisa, você entra num eclípse espiritual, sua luz se apaga e só você fica no escuro da sua vida. Ofuscado pela sombra daquilo que você se tornou para agradar o outro ou o que quer que seja. Neste estado a inteligência do campo não consegue lhe atingir e subitamente você se sente perdido emocionalmente. Seja você. Pois você é a criação mais importante do universo. Você é singular. Ao invés de se retrair se expanda por meio da sua ousadia. Assuma o seu espaço. Você é tão grande e tão vasto, não tem começo e não tem fim. Portanto, você nunca poderá caber em nada, muito menos dentro de um pensamento que fizeram ao seu respeito. Quanto mais você se der espaço para Ser quem você é, maior será o seu magnetismo e por meio dele você poderá conquistar e manifestar absolutamente o que quiser. Assuma o seu espaço de vida e se assuma. Assumir-se é a chave que conecta todas as outras partes suas que se perderam em momentos do tempo em que se rejeitou em prol de alguma coisa.

Inspiração…

Horácio Frazão-artigos

Horácio Frazão-Canal do Youtube

 -300 Documentários disponíveis para expansão da sua consciência – HIGH PERSPECTIVE-Excelente site que disponibiliza 300 documentários sobre ampliação de consciência e evolução humana. Vale  muito à pena conferir. Para acessar, basta clicar no link abaixo:

Horácio Frazão;Sistema de Cura Holográfica- Facebook DVDs

Monicavox

Recomendo….

Imagem relacionada

 

Experienciando Tudo-Que-Existe

Imagem relacionadaPodemos fazer uma conexão direta com o Todo através das In-formações que trocamos com Ele. Essa é a maior realização, o maior prazer que existe. Isso permite que entremos em fase, nos fusionemos numa experiência cósmica inigualável. Tudo está vivo, tudo está vibrando, tudo é onda, tudo é consciência, tudo é informação, tudo é energia, tudo está interconectado, tudo é sagrado, tudo que existe é Ele. Transcendente e Imanente ao mesmo tempo. Tudo é possível porque tudo é energia. O livre arbítrio existe porque Tudo-Que-Existe não pode se restringir. Tem de se expandir, infinitamente, em todas as possibilidades infinitas. Evoluindo e expressando-se em infinitas formas e maneiras; multidimensional, em universos paralelos e multiversos. Podemos ter essa experiência, se quisermos. Ela está disponível. Tudo é In-formação. Você pode experienciar tudo. Você escolhe.

Este é um Universo de pura In-formação, que nunca se perde.

Portanto, tudo evolui e se torna mais e mais complexo a cada instante pelo acréscimo de In-formação constante e infinita que acontece todo o tempo. Isso permite gerar uma Consciência cada vez mais complexa e infinita em todas as direções. Quando entramos em “fase” com essa Consciência trocamos In-formações sem cessar e nos acrescentamos desta In-formação e acrescentamos a nossa a ela. O ferramental para isso já está disponível para aqueles que querem um crescimento acelerado em todos os sentidos. Sempre fica com a pessoa a última palavra sobre o quanto ela quer evoluir e que In-formações quer assimilar. Em termos práticos não existe qualquer limite para isso. E quando falamos de In-formação estamos falando sobre tudo que existe em todos os sentidos, conforme explicado antes. Você pode aumentar a complexidade da sua consciência o quanto quiser, mudando a freqüência que emite para o Universo. Quando fizer isto passará a manifestar os seus desejos com facilidade e isso significará libertar-se totalmente dos condicionamentos. Fica à disposição dos que desejam atingir o máximo de realização em suas vidas. São infinitas as possibilidades.

TREINANDO A RESSONÂNCIA COM OS ARQUÉTIPOS-

Arquétipos negativos e/ou fracos

São aqueles que inibem a produção dos neurotransmissores, que não dão poder nem felicidade. Alguns exemplos de utilização negativa e/ou fraca:

1-Árvore nua, retorcida: solidão falta de vida.

2-Banana: é a pessoa que não tem personalidade, todo mundo faz de bobo.

3-Cigarro: sexualidade.

4-Coelho: Extrema fertilidade, sexualidade, alvo fácil para os predadores.

5-Crâneos, ossos, monstros, morte, bandeiras de piratas, fantasmas, monstros, etc., são extremamente negativos, induzindo ao comportamento autodestrutivo. Péssimo em relação ao nível de endorfinas. É o arquétipo mais poderoso do lado negativo. Deve-se dar atenção também aos seus correlatos, tais como: terremotos, maremotos, seqüestros, assassinatos, conflitos, guerras, crimes passionais, sensacionalismo, desastres, enfim tudo que estiver relacionado com morte e destruição. Provocara o conformismo, passividade, negativismo, impedindo o pensamento analítico. Juntamente com esta técnica, veicula-se um número muito grande de informações que não têm como ser digeridas pelo consumidor, isto impede que ele pense. Junte-se à esta técnica mais outra que é  classificar alguém, um fato ou um produto e o consumidor aceitará passivamente esta classificação. Tudo deve ser afirmado, pois o consumidor tem a tendência de acreditar no que é transmitido, e a seguir quem parece saber o que fala. Quanto mais for afirmado, mais ele acreditará, não importando se é mentira ou não. Veja inúmeros exemplos ao longo da história, sobre uma mentira ser tão repetida que o público passou a acreditar que é verdade. E o que a pessoa acredita que é verdade, é “verdade” para ela, para todos os fins práticos. Este arquétipo permite dosar exatamente quanto de depressão se quer numa determinada população. Isso tem implicações evidentes na atividade econômica, social, etc. Portanto, nada é por acaso. Tudo pode ser determinado e previsto em termos de comportamento humano. Não existem surpresas nessa área. Não após tantos milênios de conhecimento acumulado. O que existe é falta de conhecimento, de profissionalismo, etc.

6-Elefante: Burro de carga, peso excessivo, falta de agilidade e depressão.

7-Formiga: trabalha demais, sem individualidade, fácil presa.

8-Galinha: Procria sem cessar, fácil presa.

9-Macaco: Fraco por imitar, falar demais, roubo, agitação.

10-Papagaio e suas variações: Muito fraco, imitador, fala muito, presa fácil. Pato: Símbolo extremamente fraco, usado como referência de fraqueza, falar muito, ser passado para trás facilmente, otário, etc.

11-Pingüim: Excessiva lentidão, presa fácil, uma fria.

12-Ratos: Inquietação, doença, demônio, mal, ladrão, sempre foram considerados entre os piores símbolos possíveis, baixíssima autoestima, desonestidade, provoca desconforto assim que é visto, etc.

13-Sapo: Bruxaria, alucinação, volúpia, avareza, fecundidade, pântano.

14-Tartaruga: Excessiva lentidão, não produz, demora, devagar quase parando.

15-Vaca: Animal de corte, puxar arado, burro de carga, sacrifício.

Arquétipos positivos e/ou fortes

São aqueles que induzem a produção dos neurotransmissores que geram poder e felicidade. Produzem resultados positivos e fortes, como crescimento, riqueza, prosperidade, elevada autoestima, sistema imunológico forte, alegria, criatividade, etc. Alguns exemplos de utilização positiva e/ou forte: Águia, falcão, gavião, coruja: Produz dopamina. É um dos mais poderosos arquétipos que existem. Provoca elevadíssima autoestima, prosperidade, crescimento, realização, sabedoria, poder, etc. O impacto emocional deste arquétipo nunca deve ser subestimado. Provoca a superação de qualquer desafio, perda, luta e etc. Indispensável para vencer na vida. Sempre relacionada com deuses, Zeus, o Sol, o Cristo, São João Evangelista, adorna pias batismais na Itália, etc. Citada na Bíblia em dezenas de versículos. É o símbolo dos presidentes, empresários, campeões, líderes, impérios antigos e modernos, etc. Inúmeros casos são relatados sobre aumento de ganhos, ofertas de emprego, novas oportunidades surgidas após o início do uso deste símbolo. É extremamente forte, devendo ser usado com critério. Todas as pessoas expostas ao arquétipo receberão seu efeito, isto é, passarão a crescer, evoluir, produzir mais, etc. É o arquétipo do Macho Alpha e da Fêmea Dominante.

UMA BREVE LISTA CORRELACIONADA-Pode ser usada como referência para identificar tanto a parte positiva,para despertar qualidades,potenciais ou evitar manipulações e propagandas subliminares

1-Alce: Grande prosperidade, muita firmeza e decisão, fecundidade.

2-Âncora: Apoio, constância, garantia nas dificuldades, esperança, calmante.

3-Arco: Poder vital, força, flexibilidade, intenção, dinamismo.

4-Arco-íris: União dos opostos, ascensão da consciência, as cores ativam os respectivos chacras. Destino, visão, esperança.

5-Árvore: Importantíssimo símbolo de vida e prosperidade. Proteção, vida, abundância, crescimento. Provoca a união entre as pessoas. Estimula os relacionamentos. Poderoso símbolo para induzir estados de consciência.

6-Automóvel: sexualidade, poder, penetração, sexo, qualquer emoção pode ser associada a um carro, dependendo de sua aparência. Evidentemente nenhum carro pode ter todas as emoções associadas a ele.

7-Aquário: Provoca calma e relaxamento induzindo ondas cerebrais alfa.

8-Balança: Equilíbrio, justiça, decisão.

9-Baleia: Paz, tranqüilidade, harmonia, relaxamento, amor, relacionamento.

10-Bolo: nascimento, sexualidade, recompensa.

11-Borboleta: Transmutação, mudança, renascimento, libertação, leveza.

12-Bússola: Direção, orientação, determina o destino, precisão, rigor, imparcialidade.

13-Caixa: Algo que protege; verdade escondida, segredo, útero.

14-Cálice: Destino, grande quantidade, opulência, relacionamentos, comungar da mesma crença, em termos cósmicos de onde flui a energia vital inextinguível.

16-Canguru: Maternidade, força, velocidade, combatividade.

17-Cão: Amizade, proteção. Provocam diminuição da ansiedade.

18- Capacete: Poder, defesa, potência, inatacável.

19-Carvalho: Força, virilidade, perseverança, grande poder de relacionamento, proteção, vitória.

20-Cavalo: Elevada autoconfiança. Velocidade, decisão, independência. É o símbolo dos gerentes e diretores.

21-Chama: Regeneração, purificação, renascimento, sexualidade, expansão da consciência, divindade, um dos quatro elementos primordiais, fé, defesa, luz.

22-Chapéu: Poder, autoridade, idéia, pensamento, valor.

23-Chifre: Força, poder, virilidade, fertilidade, masculino, atividade

24-. Círculo: Unidade, sexualidade, absoluto, divindade, perfeição, iluminação, infinito, proteção, alma.

25-Colméia: Expressivo, indústria, trabalho, organização, produção.

26-Conchas: Feminilidade, geração, órgão sexual feminino, símbolo fálico, fertilidade, nascimento.

27-Cornucópia: Chifre, opulência, abastança, fálico.

28-Coroa: Poder, autoridade moral, honestidade, honra, vitória, respeitabilidade.

29-Corvo: Inteligência, predador.

30-Cristal: Pureza, transparência, clareza, arquivo de conhecimento, união.

31-Crocodilo: Poder, paciência, determinação, assimilação.

32-Cubo: Solidez, estabilidade, firmeza, solidez, segurança, completo.

33-Dado: Sorte, imprevisibilidade, fortuna, destino.

34-Escada: Ascensão espiritual ou descida ao inconsciente.

35-Escudo: Defesa, amparo, auxílio, proteção. Esfera: Universo, totalidade, terra, excelência, primor, completo.

36-Espada: Força, coragem, poder, fálico, decisão, separação, autoestima, autoconfiança.

37-Espelho: Saber, autoconhecimento, consciência, imaginação, criatividade, magia.

38-Estrela: Sorte, aspiração, destino, divindade, humanidade, pontos cardeais, cooperação.

39-Faca: Poder masculino, decisão, afastar, defender, decidir.

40-Fadas: agradável, segurança.

41-Ferradura: Ligada ao cavalo representa boa sorte e autoconfiança.

42-Ferro: Durabilidade, força, robustez, inexorável, implacável, inflexível.

43-Flecha: Poder vital, força, decisão, intenção, fálico, dinamismo.

44-Flores: Sucesso, harmonia, prosperidade, calma, paz, relaxamento, possibilidades.

45-Floresta: A vida da pessoa, a mente consciente e inconsciente, vida, sociabilidade.

46-Fonte: Inconsciente, geração da vida, retorno, abundância, conhecimento, inicio e vida.

47-Fruta: Maturidade, realização, desenvolvimento, vida, abundância, prosperidade, sucesso.

48-Garfo: Alimentação, devorar, poder.

49-Gatos: Independência, intuição, autoestima.

50-Geladeira: segurança, reserva de alimentos.

51-Golfinhos: Sociável, coragem, inteligência, movimento, alegria de viver. Ideal para lugares de reuniões, festas, etc. Não colocar no local de trabalho.

52-Grão: Abundância, riqueza, prosperidade, possibilidade, morte e vida, semente.

53-Hera: Amizade, fidelidade, sensualidade, feminilidade, crescimento, abundância.

54-Herói: aquele que dá segurança, conforto, controle, sobrevive, comanda, vivo, governa.

55-Íris: Espelho, janela, abertura, possibilidade, potencial, verdade

56-. Jardim: Lugar ideal, agradável, imaginação, feminilidade, descanso, relaxamento, esperança, realização, criatividade.

57-Jóias: Poder, riqueza, conhecimento, tesouro, realeza, nobreza.

58-Lago: Inconsciente, magia, feminilidade, abertura, profundidade.

59-Lagarto: Menos poderoso que crocodilo.

60-Lâmpada: Luz, sabedoria, previsão, inteligência, prudência, ligado ao divino, espiritualidade, escolha, conhecimento.

61-Lança: Poder, fálico, masculino, direção, decisão, coragem.

62-Leque: Proteção, nobreza, conjunto.

63-Leopardo: Ação, determinação, rapidez, altivez, força, fertilidade.

64-Leste: Onde o sol nasce; despertar, renascimento, novas oportunidades, vida.

65- Limão: Vida, pureza, proteção, incisivo, penetrante, cortante, defesa, limpeza.

66-Lírio: Luz, fálico, prosperidade, vida e morte.

67-Livro: Totalidade, Ego, conhecimento, poder, conjunto, regra, destino, lei, possibilidade, fechamento, abertura, autoestima.

68-Lontra: Guia, esperteza, rapidez, vida, feminilidade, felicidade, distração, prazer.

69-Lótus: Espiritualidade, pureza, vida, totalidade, renascimento, criação, harmonia, desenvolvimento, pureza, tranqüilidade, ascensão.

70-Lua: Fertilidade, sexualidade, feminilidade, transição, mudança, poder, inconsciente, fecundidade, receptação, suavidade.

71-Luta: sexualidade, sadismo, virilidade, trajes, grande atração sobre o público feminino (fêmeas admiram o macho alpha).

72-Luva: Direito, nobreza, realeza, pureza, defesa, poder.

73-Maçã: Fertilidade, sabor, mundo, escolha, conhecimento, afeto.

74-Machado: Força, poder, decisão, abertura, culto, justiça, separação.

75-Mãe: amor, filhos, gratidão, recompensa, sexualidade.

76-Martelo: Poder, força, decisão, razão, modelagem.

77-Milho: Prosperidade, riqueza, crescimento, abastança.

78-Montanhas, vales e nuvens: provoca um maior relacionamento entre as pessoas. Firmeza, durabilidade. Ascensão espiritual, impassibilidade, esconderijo, realização, revelação, ideal. Ótimo para comércio, restaurantes, etc.

79-Navio: Criatividade, aventura, alegria, coragem, proteção, mental, adaptação.

80-Nuvem: Relaxamento, feminilidade, fecundidade, transformação.

81-Obelisco: Culto, poder, fálico, direção, ligação.

82-Olho: Espírito, visão, atividade, futuro, visão interior, divindade, visão ampla, percepção, vigilância, onipresença, sabedoria, penetração, magia, proteção.

83-Orelha: Comunicação, lembrança, memória, percepção, inspiração, sabedoria, escolha, fálico.

84-Orquídea: Sorte, riqueza, proteção, suntuoso, luxo, brilho.

85-Ouro: inteligência, luz, eternidade, perfeição, conhecimento, purificação, prosperidade e riqueza.

86-Ovo: Fecundidade, sexualidade, vida, procriação, totalidade, inicio, nascimento, abundância, possibilidade, potencial, perfeição.

87-Palavras: dependendo do significado das palavras teremos a resposta fisiológica.

88-Palmeira: Vitória, eternidade, flexibilidade, vida, alegria, paz.

89-Pantera: Ação, volúpia, sensualidade, autoestima.

90-Pássaro: Denota a personalidade da pessoa. Alma, imortalidade, destino, força vital, evolução, criatividade.

91-Pé: Vontade, avançar, tomar conta, vencer, fálico, humildade, movimentação. Pedra: Eterno, imutável, força concentrada, proteção.

92-Pena: Poder, asas, posição social, ágil, delgado, veracidade, gracioso, tênue, ligeiro, suave, delicado.

93-Pilar: Solidez, força, sustentação, firmeza, fálico.

94-Pinha: Fertilidade, felicidade, fortuna.

95-Pinheiro: Fertilidade, vida, energia, crescimento.

96-Plantas: Unidade, sociabilidade, transmutação, vida, mudança.

97-Portão: Passagem, segredo oculto, proibição, convite e revelação.

98-Puma: Velocidade, força, autoestima, sutil, trabalha só.

99-Quadrado: Matéria, terrestre, humano, realidade.

100-Raposa: Transformação, dissimulação, esperteza, sábia.

101-Rede: Contato com o inconsciente, recolher, apanhar, pescar, laço, engenho, artifício, logro, embuste, estratagema, alçapão.

102-Relva: Humildade, paz, obediência, subordinação, dependência, docilidade.

103-Remo: Ação, decisão, flexibilidade, fálico, direção. Rombo: Sexual, fálico.

104-Rosa: Amor, simpatia, romance, alívio, ativa o chacra cardíaco, segredo, complexidade.

105-Roupa: auto aprovação, autoestima.

106-Rua: Novas experiências, contatos, vivência, vida.

107-Sabão: Trabalho, dedicação.

108-Sal: Força, proteção, purificação, firme.

109-Semente: grão, vida e morte, fertilidade, crescimento, prosperidade.

110-Sempre-viva: Proteção, vida, prosperidade, crescimento, eternidade.

111-Serpente: Proteção, alma, mudança, fálico, energia, vida, libido, inteligência, auto-renovação, universo.

112-Sexo: todo tipo de associação entre sexo e um produto criará uma resposta fisiológica em relação ao produto. Significa poder e força no caso masculino e receptividade no feminino

113-Sino: Chamado, provoca ansiedade. Sol: Luz, inteligência, vida, fertilidade, ressurreição, calor, justiça, poder.

114-Tatuagem: virilidade, rebeldia, vivência, potência, virilidade, força.

115-Tempestade: transmutação, mudança, intervenção, limpeza.

116-Terra: Mãe, útero, vida, alimentação, equilíbrio.

117-Tigela: Sexual, fálico, recepção, permanência.

118-Tigre: Força, ferocidade, protetor, esforço, provoca ação, efeito muito forte. Também não deve ser usado sem critério.

119-Tornozelo: Decisão, encruzilhada, vital. Triângulo: Poder, luz, magia, força, sabedoria, beleza, divindade.

120-Trono: Grandeza, glória, poder, sabedoria, autoridade.

121-Unicórnio: Poder, fálico, transparência, sinceridade, cura.

122-Urso: Poder, ação inconsciente, força, resistente, determinado, firme.

123-Uvas: Abundância, vida, renascimento, conhecimento, prosperidade, alegria.

124-Vela: Luz, sexualidade, proteção, pedido, orientação, fé.

125-Vinho: sociabilidade, raiz, terra, lar.

126-Vulcão: prosperidade, crescimento, morte e renascimento, ciclo.

Arquétipos e Civilizações

Todas as civilizações deram nomes diferentes aos mesmos Arquétipos. Os gregos e romanos entenderam bem isto e perceberam que estavam falando do mesmo deus com nomes diferentes. Uma lista pormenorizada destas civilizações e Arquétipos está fora do escopo deste livro. Seria refazer o que Campbell e Eliade, por exemplo, já fizeram. Existe extensa literatura disponível sobre o tema. Listaremos aqui apenas os gregos e romanos como exemplo, mas para quem quiser pesquisar, recomendo a Enciclopédia Britânica. Como indicação das infinitas possibilidades do assunto, temos arquétipos: Mesopotâmicos, Sumérios, Babilônicos, Germânicos, Nórdicos, Celtas, Egípcios, Hindus, Africanos, Incas, Maias, Toltecas, Olmecas, Nativos Americanos, Afrobrasileiros, Haitianos, Tailandeses, Vietnamitas, Chineses, Japoneses, Polinésios, Aborígenes, Tupi-guarani, etc. Apenas como exemplo da importância de entender o tema, a Segunda Guerra Mundial era prevista, porque Wotan, Deus da Guerra Nórdico, estava sendo vivenciado. Esse simples exemplo mostra o quanto vale este conhecimento para pessoas, empresas, países e instituições.

Arquétipos e a Mitologia

Existe uma extensa bibliografia sobre estes Arquétipos e inúmeros dicionários de mitologia. Todos são excelentes e dão uma ótima idéia do poder e força ou fraqueza e negatividade. Conforme a ação de cada Arquétipo tem-se a produção de determinados neurotransmissores ou não, conforme já explicado anteriormente.Foge do escopo deste post uma análise individual de cada Arquétipo. O interessante é o leitor entender o conceito, já que cada aplicação é um caso. É preciso ressaltar que cada povo ou civilização deu nomes diferentes para o mesmo Arquétipo; sendo assim é fácil perceber que o mesmo Princípio é entendido por todo o mundo com nomes diferentes, pois os Arquétipos são universais. Cada um pode dar o nome que quiser, mas a essência é a mesma. Por isso uma marca ou logotipo arquetípico funciona ou vende no mundo inteiro. Daí a importância que tem a definição de um logotipo para uma empresa ou instituição.

Arquétipos Gregos

1-Adônis: Beleza física, sexualidade não resolvida, extrema atração sobre as mulheres.2- Afrodite: Amor, sexualidade. 3-Apolo: Inclui os aspectos masculinos, beleza, sexualidade, ação, etc. 4-Aquiles: Luta, competição, guerra, ponto fraco, insensível à crítica. 5-Ares (Marte): Guerra, militarismo, etc. 6-Ariadne: Inteligência. 7-Ártemis: Independência, fertilidade. 8-Asclépio: Cura, medicina, imposição de mãos. 9-Atena: Poder, atividade. 10-Atlas: Trabalho pesado, executivo, produção, responsável. 11-Cairós: Tempo propício. 12-Circe: Feiticeira. 13-Cirene: Atividade física.14- Cronos: Tempo. 15-Dafne: Feminilidade, juventude. 16-Deméter: Fertilidade, maternidade.17- Dionísio: Vinho, alcoolismo.18- Édipo: Inteligência. 19-Eros: Sexualidade demasiada. 20-Hades: Morte, subterrâneo, profundezas. 21-Hera: Instabilidade psicológica e emocional.22- Hércules: Herói. 23-Hermes: Conhecimento oculto, inteligência. 24-Héstia: Vida doméstica. 25-Medéia: Destruição. 26-Medusa: Monstro. 27-Midas: Sorte. 28-Minos: Sublimação. 29-Narciso: Autoestima. 30-Nêmesis: Justiça. 31-Orestes: Trabalhar para cumprir o dever. 32-Orfeu: Música, amor, poesia. 33-Pã: Negatividade. 34-Perséfone: Extrema feminilidade, mundo subterrâneo. 35-Perseu: Empreendedor.36- Poseidon: Poder destrutivo. 37-Prometeu: Humanidade. 38-Selene: Deusa da Lua, intimidade, noite. 39-Teseu: Egoísmo.40- Tífon: O Inconsciente. 41-Ulisses: Herói, habilidade, militar. 42-Urano: Paternidade.43- Zeus: Poder.

Arquétipos Romanos;1- Júpiter: Poder 2-Netuno: Mar 3-Marte: Guerra 4-Apolo: Sol. 5-Juno: Deusa, Poder.6- Minerva: Ciência. 7-Vênus: Amor. 8-Vesta: Fogo 9-Ceres: Agricultura

ALGUMAS APLICAÇÕES DOS ARQUÉTIPOS

Qualquer atitude mental ou emocional negativa, visão de mundo negativa, excesso de ansiedade, atrapalha o processo. É preciso limpar tudo que esteja impedindo vir à tona uma personalidade cativante e amorosa. Que emana alegria e compaixão. O amor é o sentimento mais magnético que existe e todos os grandes mestres o tem em larga escala. Esse trabalho não pode ser confundido com levar vantagem sobre os demais a qualquer custo. É preciso limpar os tabus, preconceitos, sair da zona de conforto, não sabotar-se e mudar de paradigma para se ter os resultados excelentes que são possíveis. E são possíveis para qualquer pessoa que tenha boa vontade de mudar e grandes objetivos.

Profissionais liberais

No caso de profissionais liberais que não podem divulgar seu trabalho porque questões de ética, isto é resolvido, mudando-se o magnetismo do profissional. Atração magnética, carisma ou presença é uma qualidade física que pode ser implantada, mudada, aumentada, etc. Toda a realidade física pode ser manipulada da maneira que se quiser. Portanto a divulgação do trabalho do profissional liberal está resolvida.

Resultado de imagem para imagens sobre coachingCoaching

Todas as qualidades e habilidades são In-formações que podem ser acrescentadas ou expandidas. Desta forma, as possibilidades de crescimento são infinitas. Basta determinar os objetivos e quais os conhecimentos são necessários para alcançá- lo. Tudo que for necessário pode ser transferido para quem deseja o conhecimento.

Empregos

Num mercado tão competitivo como o de hoje é fundamental que a pessoa tenha um bom magnetismo para atrair as respostas aos currículos enviados. O controle da ansiedade, do medo, do desespero é vital para que sejamos chamados para a entrevista. Emanando-se a freqüência certa de magnetismo isso acontece rápidamente. São inúmeros os casos de solução deste problema em pouquíssimo tempo. Basta que a pessoa emita a freqüência certa que a “porta” se abra.

Competências

Todas as competências que você precisa são In-formações que podem ser acrescentadas ou potencializadas a você. Todas as habilidades são In-formações. Seja mental ou emocional tudo é Informação. No futuro todos serão formados muito cedo com toda a Informação requerida para o desenvolvimento máximo do potencial de cada um.

Resultado de imagem para imagens sobre stressStress

O controle do nível de stress é extremamente importante para que consigamos atingir todos os nossos objetivos. Isso é resultado do nível de controle emocional que temos. Tal capacidade e equilíbrio podem ser implantados e desenvolvidos no nível que se desejar. Desta forma a longevidade de nossa carreira está garantida. Além do que , quando se atinge este nível, nossa produtividade é máxima, produzindo os resultados e promoções que almejamos.

Resiliência

É a capacidade de a pessoa atuar sob pressão e mesmo assim conseguir um alto nível de produtividade e realização. Essa habilidade também pode ser implantada e exponenciada.

Relacionamentos

Nos relacionamentos o efeito é impressionante, pois o campo magnético da pessoa é mudado para uma atração positiva e em pouco tempo a pessoa começa a atrair outras. Isso também muda a produção de dopamina e a pessoa “brilha” e atrai. Os relacionamentos que não tem mais sentido desaparecem e novos são atraídos. As amizades mudam para o novo estado de freqüência da pessoa. Desta forma, atraímos pessoas sem cessar e aí acaba o problema de como achar um relacionamento. Nós atraímos aqueles que têm afinidade conosco, pela freqüência em que vibram, pelos seus pensamentos e sentimentos. Elevando estes pensamentos e sentimentos, estamos num patamar mais alto de vibração e atraímos melhores pessoas. Aliando-se ao conhecimento de como funciona o amor e os Arquétipos, torna-se muito simples conquistar o amor que se deseja. Isso tudo sem ferir ninguém e respeitando o desejo de cada um. Lembre-se de que é dando que se recebe. Amar incondicionalmente é a coisa que mais atrai em qualquer pessoa.O amor é a essência do Universo e tudo é feito de amor. Os físicos ainda descobrirão como funciona essa energia, mas talvez não dêem o nome de amor para ela. De qualquer forma o amor ressurge sempre porque ele é a nossa essência. Desta forma ele nunca deixa de existir e renasce sempre. É por isso que nós sempre procuramos amar e ser amados. É uma questão vital para nós, porque, sem isso, fenecemos.

Yin/Yang

Nos relacionamentos, as polaridades Yin e Yang são complementares. Quando se tem essa complementaridade equilibrada, forma-se um campo de atração magnética, que atrai 110 com extrema facilidade o que desejamos. É como um imã formado pelas duas pessoas. É necessário que haja um campo em funcionamento com alguém. As possibilidades de formação de um campo são infinitas e podem ser de diversas maneiras. Quando não há campo a pessoa precisa estar equilibrada em si mesma, nas energias Yin e Yang para ela mesma formar um campo consigo mesma. Normalmente isso não ocorre, portanto, é preciso formar com alguém. Esse equilíbrio pode ser implantado, aumentado, equilibrado, sendo extremamente importante que ele seja conseguido. Qualquer impossibilidade de formar campo com o outro, acarretará inúmeros problemas tanto no relacionamento quanto em outras áreas da vida. Lembrando que Yin é In-formação, Yang é In-formação. E o ideal é que sejamos equilibrados contendo as duas energias. Isso pode ser conseguido com a In-formação correta.

O poder da Ressonância Harmônica-Prof.Hélio Couto

Visão pessoal….

Para que possamos utilizar todo o potencial de uma ferramenta como a Ressonância Harmônica é preciso uma mudança total de paradigma. Uma abertura de visão de mundo para entender que estamos num Universo de infinitas possibilidades. Um Universo onde tudo é uma onda que, na sua essência, é escalar. Um Universo de pura energia, pura consciência. E que essa consciência manifesta a matéria após reduzir sua freqüência. Daí surgem os quarks, prótons, nêutrons, elétrons, moléculas, células, órgãos e seres. Toda a matéria orgânica e inorgânica.Como, na origem, não existe matéria, sómente uma onda infinita, ela pode se manifestar de infinitas maneiras. É por esta razão que a realidade pode ser manipulada da forma que se quiser. Mas a expansão da consciência é fundamental, pois sem ela é impossível entender um conceito como este.Todas as dimensões (freqüências) co-existem no mesmo lugar. Ninguém troca o rádio de lugar para sintonizar outra emissora. Sómente muda para a freqüência que quer acessar. Da mesma maneira, todas as dimensões da realidade estão no mesmo lugar. Apenas estão em oitavas acima ou abaixo da nossa. A in-formação destas dimensões também está disponível.Podemos acessar a informação de qualquer pessoa que existe, existiu ou existirá. Dela, pode-se experimentar sua visão de mundo, suas capacidades, seus pensamentos, seus sentimentos, seus desejos, toda a personalidade ou partes dela, como se queira.Podemos acessar qualquer pedaço da In-formação. Assim, enriquecemos nossa consciência com inúmeros conhecimentos e experiências, sem limite de espaço, tempo e dimensão. À medida que vamos acrescentando novas In-formações ao nosso campo, nossa capacidade de assimilá-las também aumenta intensamente.   O raciocínio e a intuição são potencializados. Passamos a ter uma visão abrangente da realidade. Nossa capacidade de análise e síntese vai aumentando progressivamente. E assim, passamos a querer mais e mais, seguindo o ritmo de evolução ininterrupta do Universo.É extremamente prazeroso crescer e evoluir em todos os sentidos. Experenciar o que já foi experenciado por outros, agregando uma nova In-formação ou personalidade à nossa; É importante salientar que nunca perdemos nossa individualidade, apenas crescemos em consciência, sem cessar.Os Arquétipos são as inteligências primordiais do Universo, energias conscientes e supra-inteligentes. Os modelos da perfeição em todos os setores. Porém, são também In-formações, como tudo que há. Existem Arquétipos para todas as áreas e atividades imaginadas. Literalmente para tudo. Isso também pode ser transferido e assimilado.Desta maneira, podemos ter um crescimento sem precedentes, em todos os sentidos.Para se ter todo o benefício disto é preciso expandir o paradigma pessoal, pois é ele que impede que cresçamos todo o possível. O que você acredita que é possível, é o seu limite.Na prática não existe limite algum, mas as crenças das pessoas é que limitam as possibilidades para elas. Quando você expandimos o que acreditamos, não existem mais limites para nós.O mesmo ocorre com o que você que está lendo agora. Será que acredita ou acha que é loucura ou ficção científica? Caso não acredite, não usará o potencial relatado aqui. Aqueles que não duvidam, trazem uma lista do que querem e já começam a receber o que pediram.Lembre-se que, em última instância, o Universo respeita o que acreditamos e não irá fazer nada à força. Ele esperará que nós tenhamos as experiências necessárias para mudar por nós mesmos o que acreditamos.O Universo é absolutamente congruente com nossos pensamentos e sentimentos.Para aqueles que querem crescimento acelerado, ele atende e propicia os meios para adquirir esse crescimento.Cada nova assimilação provoca um salto quântico na consciência, no grau de felicidade, na capacidade de realização, de análise e síntese, na produtividade, etc.Como existem Arquétipos para todos os tipos de conhecimentos não há limites para quem deseja crescer e evoluir.Os neurotransmissores são substâncias produzidas por nosso cérebro que determinam a forma como nos sentimos. Fica evidente que é possível manipular o que sentimos da maneira que quisermos. A Ressonância Harmônica transfere qualquer neurotransmissor, de maneira a propiciar o equilíbrio ideal da bioquímica cerebral, de forma que acabe o sofrimento.   A dor e o sofrimento podem ser transmutados, resolvidos e liberados.Como tudo é energia e toda energia tem um endereço, um sentimento ou dor tem um endereço. Neste local, os átomos deste sentimento estão emanando uma determinada freqüência. Essa freqüência está criando ou impedindo a criação dos neurotransmissores que nos interessam. A energia destes átomos pode ser liberada para que deixem de emitir a freqüência negativa.Desta forma, restam apenas os pensamentos e sentimentos positivos que geram a serotonina, endorfina, dopamina, etc., que nos fazem felizes, alegres, corajosos, criativos, amorosos, proativos, etc.Está claro que, com a transferência de In-formação, podemos resolver e liberar a energia negativa seja ela qual for. Como conseqüência, podemos ser extremamente positivos, alegres e tudo o mais que nos trará o sucesso que desejamos. Somados aos pensamentos corretos que acessamos, temos um conjunto perfeito.Finalmente somos capitães da nossa vida. Estamos no comando. Pensamos o que queremos pensar. Sentimos o que queremos sentir. Podemos nos realizar plenamente. E isso, sem limite.

Inspiração…..

Eletromagnetismo http://pt.wikipedia.org/wiki/Electromagnetismo http://pt.wikipedia.org/wiki/

Electromagnetismo http://www.ufsm.br/gef/Eletro.htm http://www.ufsm.br/gef/Eletro.htmhttp://axpfep1.if.usp.br/~gref/eletromagnetismo.htmlhttp://axpfep1.if.usp.br/~gref/eletromagnetismo.htmlhttp://axpfep1.if.usp.br/~gref/eletromagnetismo.html

Bio-physical Information Therapy http://www.bit-org.de/ http://www.bit-org.de/

LIVROS DO PROF. HÉLIO COUTO-AQUI
ARTIGOS DO PROF HÉLIO COUTO;AQUI

Monicavox

 

Recomendo….

Resultado de imagem para imagens sobre ressonância harmonica

 

PADRÕES QUÂNTICOS-Mensagem de Kryon, por Lee Carroll

NOTA IMPORTANTE-Para ajudar o leitor, esta mensagem foi re-canalizada [por Lee e Kryon] e complementada, para permitir um entendimento mais claro. Inclusive algumas informações foram incluídas. Geralmente as canalizações ao vivo têm uma energia implícita que carrega um tipo de comunicação que o texto escrito não traz. Então, aproveite esta mensagem aprimorada, transmitida em San Antonio, Texas.
—-…..—==II==—-…..—-
Saudações, queridos, Eu sou Kryon do Serviço Magnético.Este é o momento em que meu parceiro se afasta. Dizemos isto mais uma vez, para que vocês saibam que ele não faz parte da consciência desta mensagem. Canalizar pode parecer algo misterioso e estranho para vocês, pois utiliza o intelecto, a educação, a voz, a maturidade e a sabedoria do Ser Humano, mas a mensagem vem de outro lugar. Meu parceiro chama isto de um fluxo constante de grupos de pensamentos intuitivos. Meu parceiro está aqui, mas não está aqui. Quando digo que ele “se afasta”, é porque ele literalmente abre este recipiente [corpo] e, através da sua pineal e do seu Eu Superior, vem a mensagem que vocês ouvem. Estou lhes contando isto para que saibam não é ele que está falando.

Existe energia ao redor de vocês, assim como há coisas invisíveis à sua volta. Hoje de manhã nós falamos sobre a “Comitiva de Kryon”, e ela ainda está aqui. Ela não é calculável, pois é pura energia. Muito do que vocês vêm, percebem e sentem em torno de si é energia. A energia vem de muitas e muitas formas, e algumas, inclusive, nem são consideradas energia. Para acreditar nesta mensagem sobre energia, geralmente os Seres Humanos precisam quantificá-la e qualificá-la. Vocês querem medir seus atributos vibratórios e algumas vezes não conseguem. A razão disto é que sua Ciência ainda não chegou lá. Isto não é uma crítica à Ciência, mas o simples fato de que há mais a aprender. O som acontece independentemente de haver ouvidos para escutá-lo, e a luz está aí independentemente de haver olhos para vê-la.

AS IDEIAS PRECONCEBIDAS DA CIÊNCIA

Há uma pergunta para Kryon que já me fizeram antes: “O mundo esotérico é algo que algum dia conheceremos melhor através da Ciência?” A resposta é SIM. Neste momento, devido à Terra ainda não ter sido reconhecida pelo que ela é, existem muitas coisas que são separadas e linearizadas e, por isto, não são bem entendidas. Já falamos sobre isto antes – os melhores colégios e universidades do planeta resolveram separar todos os estudos em categorias, tendo em vista a especialização. Mas isto tem um preço.Física, Química, Biologia e Medicina são abordadas como se fossem Ciências independentes. É claro que elas são relacionadas, mas não existe nenhum lugar no campus universitário onde haja um “edifício de integração” para colocá-las todas juntas. Alguns dirão: “É óbvio que tem que ser assim, porque cada uma precisa do seu próprio currículo de estudo. Simplesmente não existe nenhuma forma de juntarmos todas elas, já que precisam ser estudadas de forma independente; há coisas demais para serem aprendidas sobre cada uma delas.”

Deixem que lhes diga algo, queridos Humanos. Na verdade, existe um modo de juntar essas coisas. Vocês simplesmente ainda não pensaram nele e ainda não consideraram a “fase de integração” deste quebra-cabeça. Se conhecessem a profundidade do relacionamento que tudo tem com tudo, entenderiam imediatamente que é necessária uma mudança. Vocês poderiam ter “etapas de integração” ou revisões. Mas até mesmo isto está faltando.

Uma coisa leva a outra e descobertas são feitas. Mas como vocês estudam as propriedades isoladas de cada área da Ciência, as descobertas geralmente beneficiam apenas uma única Ciência. Química leva a mais Química, por exemplo… e somente os químicos são envolvidos. De fato, existem enigmas em cada estudo independente que só podem ser resolvidos pela integração com o estudo de outras Ciências. Mas geralmente eles continuam sendo enigmas, porque ninguém está “olhando ao redor” para as outras áreas de estudo. Vocês sabiam que foi apenas recentemente que a Ciência postulou a ideia de que o campo magnético da Terra é necessário à vida? Eu lhes contei isto em 1993, mas ainda não existe nenhuma Ciência exata que apresente isto, mesmo com todos os seus recursos. A tendência a separar as Ciências tem mantido muitas coisas distantes de vocês. Vocês simplesmente não querem juntar Física com Biologia!

Existem meios de integrar todas elas, especialmente Química e Física. Quando começarem a fazer isto, queridos, serão levados a grandes descobertas, mas isto não acontecerá enquanto elas estiverem separadas. Vocês têm especialistas num campo e especialistas em outros. Às vezes eles se reúnem em festas e só isto. Eles não se reúnem realmente para discutir suas especializações. Como podem separar estas coisas e ser um cientista completo?

Foram necessários mais de 20 anos para se descobrir que mais de 90% do DNA é informação e não química codificada. Durante esse tempo todo isso foi chamado de “sucata”, porque vocês fizeram um diagnóstico errado. Foi preciso que linguistas descobrissem isso! Eles enxergaram padrões de linguagem e não padrões químicos. É isto que acontece quando se tem apenas químicos e biólogos tentando decifrar complexos e desconhecidos enigmas da Química. Suas suposições e idéias preconcebidas os mantiveram afastados desta bela informação durante décadas.

A CHEGADA DA INTEGRAÇÃO DA CIÊNCIA

Então, a primeira previsão que lhes oferecemos é acadêmica. Há uma nova consciência chegando e, com ela, uma nova sabedoria. Haverá certo “bom senso científico” que perceberá o valor incrível de alinhar confluências de estudos que costumavam estar separados. Isto é o melhor que posso lhes oferecer… sem os detalhes. Entretanto, é tão óbvio que precisa ser assim, que chegará um dia em que vocês olharão para trás e dirão: “O que será que estávamos pensando?!” Vocês podem imaginar um mundo em que nenhum alimento fosse misturado com outro para uma refeição, até que, de repente, alguns chefs especializados se unissem e fizessem descobertas importantes na área de alimentação? Ingredientes fáceis de serem cultivados se combinam e criam refeições melhores. Que idéia!Podem imaginar como seria a comunicação se, ao tentarem aprender um idioma, vocês tivessem que frequentar o edifício dos verbos, depois o departamento de adjetivos e, finalmente, o pavilhão dos substantivos?! Ninguém seria capaz de falar o idioma; apenas discutiriam sobre as peças que o “quebra-cabeça” contém. A linguagem da Física será descoberta e lhes trará algumas revelações sobre Biologia, Química e consciência.

A canalização de hoje é sobre a nova consciência que está chegando e como isto mudará tudo. Há algumas coisas que desejamos lhes contar e outras que desejamos discutir com vocês. Amamos conversar sobre o futuro da humanidade e os potenciais que estão diante de vocês.

O VASTO MUNDO INVISÍVEL QUE SE ENCONTRA DIANTE DE VOCÊS

O que sabem sobre coisas invisíveis? Falemos primeiro de coisas invisíveis que não são esotéricas – aquelas que são reais para vocês, mas também invisíveis. Vamos à mais básica das coisas invisíveis. Existem inúmeras energias físicas, intensas e poderosas à sua volta, que interagem com vocês todos os dias, mas que são totalmente invisíveis para vocês como Seres Humanos. Entretanto, vocês as aceitam e trabalham com elas e dizem: “Bem, elas são invisíveis, mas as coisas são simplesmente assim. Isto não me incomoda.”

GRAVIDADE – Todas as pessoas da Terra são afetadas pela gravidade! Mas ela é invisível! Já lhe oferecemos várias canalizações sobre a Física da Gravidade, e lhes dissemos que ela é variável e controlável, e que vocês acabarão descobrindo por quê. Dissemos-lhes que ela não é necessariamente ligada à massa da maneira empírica que vocês pensam. De fato, vocês podem ajustá-la ao valor que desejarem, se conhecerem um pouco mais sobre como alterar a massa dos objetos. É apenas uma questão de tempo e descoberta, e o que se seguirá será muito razoável e cientificamente lógico. Uma coisa leva à outra e à outra e, finalmente, haverá descobertas que lhes permitirão fazer coisas que, no passado, pareciam cientificamente ridículas. Um dia será possível ver e medir a gravidade com instrumentos que vocês ainda não descobriram. Quando conhecerem mais sobre a Física da Gravidade, vocês saberão como enxergá-la em toda sua glória. Isto está chegando!Qualquer tipo de Ciência torna-se mais real para vocês quando vocês conseguem enxergar seus padrões físicos. A propósito, quando finalmente puderem ver os padrões da gravidade, entenderão um pouco mais sobre como alterá-la. Alguns segredos serão revelados nos padrões que vocês não conseguem enxergar neste momento. As coisas quânticas não existem numa forma que vocês possam vê-las do jeito que estão acostumados na terceira dimensão. Serão necessárias descobertas – que estão chegando! – descobertas científicas desenvolvidas com um novo entendimento e uma nova consciência. Esta é apenas uma(1).

OS PRÓXIMOS PADRÕES

Meu parceiro fala constantemente sobre o campo magnético. Vocês sabem que ele existe porque suas bússolas apontam para o topo dele. Alguma coisa está fisicamente aí, mas é invisível. Esta camada de consciência na qual vocês se encontram, e que está intimamente ligada à força vital do planeta, é completa e totalmente invisível. Entretanto, chegará um tempo em que não será mais. Seus olhos não a verão, queridos, mas ela será vista pelos instrumentos que estão para chegar. Já se imaginaram vendo a gravidade? Já se imaginaram vendo o campo magnético? Como serão eles? O que lhes dirão os instrumentos sobre as cores e vibrações? Haverá padrões, ou simplesmente uma massa rodopiante de energia?Deixem-me contar-lhes um segredo que não é segredo para nenhum físico ou biólogo. Tudo tem padrões – tudo. Os fractais estão sempre lá. Do grande ao pequeno, do pequeno ao grande, e as próprias formas dos padrões e desenhos de tudo que vocês veem, são literalmente revelações daquilo que os criou. Isto os levará à etapa seguinte, onde entenderão por que a grade magnética faz o que faz e como ela se alia à Biologia e ao pensamento humano. Vocês serão capazes, inclusive, de sintonizá-la ligeiramente para a saúde! Estas coisas estão todas chegando. Tudo isto será Ciência e não será esotérico, mas conduzirá a belas descobertas esotéricas.

Já lhes dissemos inúmeras vezes que chegará um tempo em que estes instrumentos serão direcionados para o Ser Humano e ocorrerá uma revelação na Ciência. Será revelado claramente que os Seres Humanos possuem uma espécie de aspecto quântico ao redor deles. À medida que os instrumentos se tornarem mais afinados, haverá formas de realmente enxergar e medir os padrões ao redor do Ser Humano. Queridos, esta é a Física Sagrada do Ser Humano – a Merkabah.É bom vocês juntarem logo estas coisas, porque se continuarem dentro das caixas e compartimentos, não receberão respostas. Não entenderão as correlações e confluências e como cada uma trabalha com a outra. Cientistas, está na hora de pensar fora da caixa da especialização! Esta é uma abordagem linear para resolver problemas que são circulares.

AS PREVISÕES DO FUTURO

Prevejo todas estas coisas acima. Posso prevê-las porque os potenciais estão aqui. Potenciais idênticos a estes foram vistos antes, em outras sociedades que chegaram ao ponto em que vocês estão agora, com a Ciência semelhante à que vocês têm. Posso prever isto porque já aconteceu antes, e alguns que estão nesta sala entenderão que “a bola está rolando” . É inevitável. Neste exato momento, existem cientistas que estão tendo insights que levarão a estas mesmas descobertas no futuro. Tudo isto está vindo ao encontro de vocês. Existe uma progressão lógica para o pensamento e a sabedoria. Vocês andam antes de correr e, portanto, posso lhes dizer que estas coisas estão chegando.Deixem-me contar-lhes uma coisa sobre esta sala onde vocês se encontram – não tenham medo! [Kryon fazendo graça]. Sabem que existem coisas invisíveis nesta sala que são perigosas? Sabem que agora mesmo, nesta sala, existem coisas invisíveis movendo-se furtivamente por aqui e que podem levar a doenças, se vocês não tiverem cuidado? Sabiam disto? Elas estão aqui com vocês! Epa!…Mas não tenham medo, porque são apenas germes!Agora, se eu tivesse dito isto há 100 anos atrás, ninguém acreditaria. “Ah, isto não passa de conversa esotérica; tal coisa não pode ser real! ” Muitos dariam gargalhadas diante desta ideia. Mas a sua Ciência tornou isto real para vocês. Quando desenvolveram instrumentos que poderiam ver os minúsculos atributos de vida, todo um mundo novo se abriu. Ele estava escondido, até então, mas de repente a Ciência o tornou real. Estão percebendo onde quero chegar com isto? Queridos, vocês têm a incumbência de chegar a um ponto em que sua Ciência, sua Física e seu Conhecimento comecem a se unir às confluências de uma consciência nova e mais sábia. Vocês terão novas invenções, e estas descortinarão muitas áreas que lhes serão tremendamente úteis.Estas invenções lhes assegurarão toda a água que precisarem para cultivar o que quiserem e para beber, em quase todos os lugares da Terra. O sal dos seus oceanos será facilmente removido com invenções eficientes que usarão o magnetismo. A energia será obtida com mais facilidade e produzida em abundância, com aquecimento gratuito e abundante. O crescimento populacional não será um problema, pois a consciência mais elevada criará a sabedoria para se saber quando ter filhos e se é oportuno tê-los (como os indígenas vêm fazendo há milhares de anos). Um dia vocês olharão para trás e dirão: “Como éramos tolos! Não sabíamos nada de nada; é até espantoso que tenhamos sobrevivido.” Estou lhes contando isto devido ao que está por vir. Isto me leva a falar sobre a consciência Humana.

A CONSCIÊNCIA HUMANA

O que vocês acham que a consciência é? “Bem, Kryon, é o pensamento. É o jeito que as pessoas pensam. Pode-se dizer que consciência é a descrição do paradigma do pensamento.” De fato é! Mas vocês deixaram de lado a avaliação de pensamento superior e inferior. O que aconteceria se vocês desenvolvessem instrumentos que conseguissem realmente ver a consciência? “Kryon, você quer dizer que ela é visível?” Claro, ela é física! O que acontece quando alguém está frustrado e seu computador trava ou uma bateria descarrega? Isto não é uma interação com coisas físicas? Uma descoberta importante, usando satélites meteorológicos, mostrou uma correlação constante entre variações na intensidade do campo magnético e a consciência coletiva de compaixão Humana. Em outras palavras, ao contrário do que supõe o conhecimento predominante, o campo magnético reage a desastres e celebrações mundiais!(2) A consciência está relacionada à Física. Com o equipamento certo, um dia vocês enxergarão os padrões. Isto está chegando.

OS PRÓXIMOS PADRÕES DA HUMANIDADE

Quero lhes revelar algo que nunca revelei antes… como serão os padrões de consciência da Humanidade. Bem, nós estabelecemos a premissa de que a Física Multidimensional tem o potencial de revelar muitos padrões de coisas antes invisíveis. Quase tudo que envolve energia quântica terá padrões para serem vistos. Não é surpresa nenhuma. Como vocês acham que seriam os padrões, se pudessem enxergar a consciência de uma pessoa? Estamos falando da consciência individual e não da consciência de massa. Este padrão será físico, individual e terá um campo. Finalmente, graças a isto, ela será mensurável e terá uma padronização – a sua padronização pessoal.

Acham que isto é exagero? Se descobertas e experimentos simples já captaram a Física da alteração da consciência coletiva, por que duvidar que isto será aprimorado no futuro? Como será isso? Vou lhes dar dois exemplos. Os dois maiores produtores de energia de consciência estão em pares: medo e ódio, compaixão e amor. Eles se encontram nas duas extremidades do espectro e ambos são poderosos, extremamente poderosos. Eles podem disparar alarmes; podem travar o seu computador; podem abrandar seu coração; podem afetar sua química, e podem fazer isto através da sala ou através do planeta. Vocês nunca se sentaram em uma sala onde alguém estava com raiva e vocês perceberam? Isto é palpável; vocês podem senti-lo. Quando isto acontece, vocês não querem permanecer lá; vocês têm vontade de ir embora. Quando alguém está bravo ou com raiva, vocês dizem: “Há uma nuvem escura aqui.” , porque estão sentindo a energia e seu padrão específico. Seria uma energia diferente se a pessoa fosse um mestre e estivesse vibrando amor? Sim! Então vocês diriam: “Amo este lugar! Quero ficar aqui e absorver este sentimento.” Vocês acabaram de definir o padrão de consciência!

Toda energia, em qualquer lugar do Universo, tem um jeito de ser medida e vista. Sempre haverá um modo de enxergar padrões em tudo. Podem começar como simples ondas, mas, com o tempo e melhores instrumentos, serão vistos padrões elegantes. Aqueles que estiveram no mesmo ambiente que os grandes mestres deste planeta sentiram o amor intenso e a compaixão da fonte criativa. Estes vêm em ondas de euforia; e fazem as pessoas chorarem de alegria porque estão conectadas a tudo. Isto é energia! Percebem o que estou dizendo? Pode-se medir o amor? Sim! Ele é padronizado e vocês podem vê-lo. Todo um novo mundo acabará se abrindo. Deixem-me mostrar-lhes o que são os padrões.

PADRÕES INFERIORES

Agora, estas são as previsões. Mas são previsões devido ao potencial que está a caminho. O potencial é tão forte que é uma certeza! Chegará um dia em que estes padrões poderão ser vistos. Quando forem padrões de consciência Humana, vocês verão algo muito interessante. Os padrões dos quais vou lhes falar agora serão validados quando isso ocorrer. Esta canalização será ouvida por milhares de pessoas, portanto será fácil de ser encontrada para referência.

Primeiro, falemos sobre a consciência que é a mais baixa, mas muito poderosa. Entendam que a consciência inferior traz consigo um poder incrível, da mesma forma que a consciência superior. Entretanto, inferior e superior não são medidas do seu poder efetivo, mas apenas uma medida de vibração. Não confundam isto com frequência, pois a tecnologia disto não é tão linear. O que é visto na padronização é a vibração do pensamento e aonde ele pode ir ou aonde ele não pode ir, ou o quanto ele é restritivo ou expansivo. Poder, ou força, é algo muito profundo. Vocês já sabem disto. O poder do ódio cria o mal, e o medo é muito forte. O poder do medo pode escravizar nações se elas não tiverem cuidado. Vocês conhecem este poder devido ao seu passado. Então, falemos sobre o padrão específico que ele vai criar num instrumento que está para chegar, quando for medido em um indivíduo que tem esse atributo.

A consciência inferior criará padrões extremamente básicos e simples. Estes padrões criarão ou emanarão um círculo forte – uma confluência de energias que se juntarão para formarem uma barreira contra vibrações superiores. Parecerá um círculo ao redor do indivíduo ou da energia de consciência que o indivíduo está criando. O círculo é como uma prisão padronizada, ou um fractal básico que não se repete. Ele se mantém dentro de si mesmo, e o padrão não terá consciência de nada que esteja fora do seu próprio círculo. A força vem do fato de ele ser tão poderoso, que outros podem ser influenciados por ele e facilmente se unirem a ele, formando um círculo mais forte. Este círculo se tornará mais amplo e maior em sua capacidade de aprisionar consciência ao seu redor, tornando-se um círculo maior ainda, mas continuando a ser apenas um círculo único.

Talvez estejam pensando que estou falando numa linguagem que vocês não entendem. Pode ser que sim, mas o fato é o seguinte: ele é simples. É um recipiente que é um círculo e que não consegue enxergar nada do lado de fora de si mesmo; só enxerga a si mesmo, e só sabe do seu próprio mal. Ele faz julgamentos e toma decisões baseadas apenas no que conhece dentro de si próprio. Esta é a consciência inferior. Sua programação é ela mesma, e ela não consegue ver nada mais. O círculo pode escravizar aqueles que estão pensando do mesmo modo; pode tornar-se um círculo maior, mas nunca pode sair de si mesmo; não consegue ver além daquilo que ele conhece. Não existe nenhum padrão fora do círculo que pertença ao círculo. Ele é restritivo, limitador. Será profundamente óbvio: simples, de baixa vibração e sobrevivência básica.

PADRÕES SUPERIORES

Falemos agora do outro padrão. Esta é uma consciência mais elevada, de amor, compaixão, pensamento generoso, carinho e integridade. Como se parece? Esperem, porque não posso lhes dar a informação toda… Essa consciência cria fractais múltiplos. Cria uma confluência de energia que, por sua vez, cria mais de si mesma em forma de harmônicos de si própria [muito mais fractais de frequências superiores, que são múltiplos específicos do original]. Estas ondas fractais irradiam para fora, ampliando o que está ao redor delas num ciclo infinito. Essa consciênca é expansiva, é cativante, é estruturada de um modo complexo; e os harmônicos criam outros fractais muito além do seu próprio âmbito. Ela tem uma influência junto a outras matérias em todo lugar.

Então, do mais simples ao mais complexo, o que vocês percebem que é a verdadeira diferença entre os dois padrões? Um é restritivo e poderoso em sua singularidade. O outro é expansivo e poderoso em sua expansividade múltipla. Até este momento, queridos, a consciência Humana neste planeta vem tendendo a se fechar no círculo da vibração mais baixa possível: ódio, guerra, atitudes críticas, grosseria, indelicadeza – porque tudo isto fazia parte da sobrevivência. Vencer era a única coisa dentro do círculo. Foi assim que os Humanos sobreviveram! Depois passou a ser grupo contra grupo, nação contra nação, círculo contra círculo, e foi isto que vocês obtiveram deste padrão. Ele criou morte em massa e uma tristeza incrível. Humano contra Humano foi outra coisa que vocês obtiveram. E o padrão circular era aquele onde a consciência não podia se expandir. Então, tudo o que ela fazia era repetir-se, repetir-se, repetir-se. Bem-vindos à história deste planeta!

Não havia nenhum harmônico para enviar para fora, e não havia nenhuma expansividade. Não havia nenhum crescimento, apenas estagnação, e ela se repetia. Ela não tinha para onde ir, uma vez que não conseguia “enxergar” nada superior a ela mesma.

Queridos, a energia deste planeta vai mudar os velhos padrões. Os padrões de consciência encontram-se nos atributos da grade magnética do planeta, conforme alterados pela heliosfera do sol. Esta grade, combinada com o novo lugar que vocês ocupam no espaço [para onde seu sistema solar está se dirigindo], vai modificar os padrões destes dois exemplos de consciência e vão fazer com que o mais complexo – o dos fractais – seja muito mais poderoso do que o da sobrevivência básica. Conseguem entender isto? A nova energia está mudando o modo da humanidade reagir a outros fractais Humanos! Está na hora de crescer! A consciência Humana vai evoluir e não haverá mais uma escala de luz e sombra como a balança da justiça, porque a influência do mal terá um peso muito menos poderoso em relação às vibrações harmônicas e compassivas. A luz simplesmente superará os padrões simplistas do mal por uma margem enorme!

AS TREVAS NÃO CONSEGUEM ENXERGAR PARA ALÉM DE SI MESMAS

Quero lhes oferecer, mais uma vez, uma prova de algo incomum e muito revelador do modo que as baixas vibrações funcionam. Na primeira canalização deste ano [2016], falei sobre o jovem líder norte-coreano. Vou falar de novo, como um exemplo profundo de como a consciência inferior não consegue enxergar acima de si mesma. Isto significa que ela só consegue trabalhar com o que enxerga e conhece. Por mais poderosa, esperta e intelectual que ela pense que é, não consegue sair do seu próprio círculo.

O ex-líder da Coreia do Norte foi um egotista clássico. Quando ele faleceu, seu filho assumiu e poderia fazer qualquer coisa que quisesse. Este menino vinha observando seu pai há décadas e sabia que algum dia ele próprio teria que assumir a liderança. Naturalmente, ele herdou os atributos que seu pai lhe ensinou de presunção e ostentação e também passou a ser conduzido pelo máximo do egocentrismo. Quando assumiu o poder, ele teve a oportunidade de fazer mudanças que lhe permitiriam ser maior ainda do que seu pai. Ele queria algo que elevasse seu nome e sua posição à situação mais egocêntrica que se possa imaginar. Seu pai era o modelo, e naquele momento, ele poderia fazer o que bem entendesse para ser ainda mais famoso. O que aconteceu é clássico. Ele perdeu completamente a maior oportunidade que qualquer homem teve de se tornar a pessoa mais famosa e amada na Terra. Esta idéia nunca lhe ocorreu. Embora tenha sido educado no mundo ocidental, ele a deixou escapar.

Se tivesse considerado o caminho mais elevado e incluído o planeta todo ao invés da população limitada do seu próprio país, ele teria sido o líder mais famoso e querido da Terra, por toda sua vida. No momento em que assumiu, ele só tinha que pensar além do seu círculo. Ele estava na posição rara de um “curinga”, onde poderia fazer algo incrível – como unificar a Coreia do Norte e a do Sul, acabar com a zona de morte que havia entre as duas nações, unir novamente as famílias depois de gerações de separação, suspender os programas nucleares dos quais ele não precisava, a não ser para parecer importante, e assim, dar a seu povo abundância, alimento para todos e paz em sua região. Toda a Coréia o adoraria e a Terra daria um suspiro de alívio em agradecimento pela sua sabedoria e coragem.

Ele seria ovacionado em pé ao entrar no salão das Nações Unidas e todos se curvariam diante dele e lhe ofereceriam os maiores prêmios de paz. Seu ego seria afagado, afagado e afagado, e ele seria infinitamente maior do que seu pai jamais fora. Mas isto nunca lhe ocorreu. Ao contrário, ele perpetuou a caixa escura que herdou, e agora preside a energia mais baixa possível, representando a energia mais perigosa e repudiada do planeta. À custa de manter seu povo pobre e depauperado, e criando instabilidade em sua região, ele consegue ser uma pessoa poderosa e famosa por um momento no tempo, em um pequeno povoado. Ele não durará muito. Ele não consegue ver que o que está fazendo não tem o apoio da maioria da população do planeta, e que ele vai perder tudo.

Não é interessante que o círculo seja tão forte a ponto de manter a baixa vibração sempre baixa? Tudo isto está começando a mudar, queridos. Se observarem as pessoas individualmente e a forma que elas agem, vão ver que a mudança está chegando. Vocês vão reconhecê-la.

OS INDIVÍDUOS

Digamos que um indivíduo se aproxime de vocês com muita raiva. Ele é rude e indelicado. Tudo que sai de sua boca é grosseiro e detestável. Quando vocês saem dessa experiência, ficam pensando: “O que há de errado com ele?!” Quero lhes dizer o seguinte: não há nada de errado com ele. Ele simplesmente está investindo na sobrevivência. Indelicadeza e grosseria vão chamar a atenção e fazer com que esse indivíduo seja notado. Elas carregam uma energia que, embora talvez não lhes agrade, impõe atenção e até mesmo autoridade, através do medo. Repito, vocês podem não gostar, mas é disto que uma pessoa como essa sobrevive, e muitas são assim. Numa energia antiga, isto funcionava para elas, e essas pessoas não conseguem ver nada que possa substituir esse tipo de comportamento. Para elas, isso garante que elas sobreviverão num mundo onde todos querem o que elas possuem. De fato, muitas culturas de hoje – ainda hoje! – continuam investindo na grosseria, porque dizem que compaixão e bondade é sinal de fraqueza. Pensam: “Não vamos conquistar ninguém com bondade e compaixão. Isto é para os fracos deste planeta!” Do ponto de vista dessas pessoas, elas não podem sair do círculo da sobrevivência, então até hoje abordam os outros com baixa energia, grosseria e indelicadeza. Elas não têm nem ideia de que exista algo melhor.

Hoje em dia, quando vêem isso, vocês estão começando a sentir que é algo que não querem. A maioria dos Seres Humanos está cansada desse tipo de abordagem e está procurando um modo muito mais elegante de ser. Uma pessoa compassiva não é, de forma alguma, uma pessoa fraca. A energia que envolve uma pessoa compassiva é convidativa, acolhedora. Enquanto a que envolve uma pessoa rude os repele, os empurra para fora. Conseguem perceber as diferenças das quais estamos falando? Qual dessas duas vocês prefeririam ter?

Eu apenas lhes apresentei padrões. O que estou lhes dizendo é o seguinte: a consciência Humana está começando a se elevar acima do que era, porque a proporção entre luz e trevas do planeta mudou, e a luz está começando a vencer. Isto significa que compaixão, integridade e bondade irradiam uma luz tão intensa, que as pessoas as verão muito mais fácil e rapidamente do que a indelicadeza e a força. Grosseria e descortesia vão acabar sendo vistas como comportamento disfuncional e vocês se afastarão delas. Elas dizem muito a respeito da energia da pessoa, do ponto onde ela se encontra e o que ela pensa. Para muitos, esse é o velho modo de sobreviver. Mas o novo tipo de sobrevivência será uma consciência elevada e leve, e muitos vão começar a vê-la.

Aqueles que têm atributos mais elevados vão viver mais tempo. Acabarão tornando-se seus líderes, e isto é o que vocês querem. As eleições vão mudar por causa disto, os negócios vão mudar por causa disto, e vocês vão ver mais luz, mais compaixão e soluções mais reais devido ao efeito cascata, onde os harmônicos dos fractais vão para todo lugar. Quando vocês são compassivos, todo mundo percebe isto. Sabem que uma pessoa compassiva é considerada de confiança? Segura, de confiança! “Vamos ficar junto dessa pessoa porque ela ouve e porque é agradável sentar perto dela. Sentiu a energia ao redor dela? Não é maravilhosa?”

Estes indivíduos equilibrados dão uma impressão de segurança… é seguro estar junto deles. Eles não vão feri-los; não vão competir com vocês, nem vão lhes dizer coisas indelicadas ou insensíveis; eles vão ouvi-los e amá-los. Vocês vão querer isto nos negócios, não vão? Ou isto é estranho demais para vocês? É estranho demais pensar que, no futuro, este será o normal? Vocês serão capazes de ver e medir esse padrão e, inclusive, de saber como ele funciona. Isto vai mudar o planeta!

Isto não é apenas Ciência, queridos. A consciência Humana vai acabar saindo da sobrevivência. Ela vai sair da escuridão e entrar num tipo de sobrevivência mais elegante – um sistema no qual os que sobreviverem serão capazes de juntar as coisas elegantemente, e não através de conquista violenta e destruidora. Estas serão pessoas normais que enxergarão acima do julgamento e das diferenças dos sistemas de fé. São indivíduos que verão Deus em todo lugar, em todos os sistemas, e esperam coisas boas em primeiro lugar. Eles verão as diferenças dos sistemas de crenças do mesmo modo que veem diferenças na escolha do tipo de alimentação. Assim será [e assim é] o Ser Humano sábio e equilibrado.

Tudo isto está chegando, e algumas coisas já estão aqui. Era isto que eu queria lhes dizer nesta mensagem.

Onde vocês estão? Qual é o seu padrão? Estão começando a sentir a realidade disto tudo? Está começando a ficar seguro, queridos. É seguro relaxar, baixar a guarda um pouco, olhar ao redor e ser mais compassivo e mais bondoso. Alguns de vocês ainda estão esperando algo ruim. É como se tivessem saído de uma caverna e ainda não estivessem totalmente seguros de que o tigre de Bengala tenha realmente ido embora. Os tigres são a velha energia, e eles estão fugindo em todas as direções. Os remanescentes desta energia antiga – o mal e as trevas – estão perdendo terreno por todo lado. A realidade da diminuição dessa escuridão está em todos os lugares; e ela está começando a se mostrar, a se concentrar, sabendo que seus dias estão contados. Quando virem esta luta, saibam que é uma boa notícia. Significa que está chegando o fim da consciência deste velho mundo.

Se fizerem uma pesquisa nas nações do planeta, entre homens e mulheres com famílias, verão que eles querem paz! Eles não querem conquistar uns aos outros, e não querem líderes que façam isso. Eles não querem aniquilar uns aos outros por recursos escassos ou apenas para serem mais poderosos. A maré mudou e a consciência do planeta também deseja, intensamente, o que cada mãe e pai deseja para seus filhos. Isto é o início de um movimento de centenas de países se unindo e planejando modos de criar uma paz equilibrada e uma unidade – para se relacionarem bem e progredirem. Diferenças culturais sempre existirão. Mas compaixão e equilíbrio são atributos comuns a todos os Seres Humanos. Vocês todos têm muitas coisas em comum que a nova sabedoria vai lhes mostrar.

Vocês não tinham este equilíbrio há 100 anos atrás. É isto que é diferente hoje e que é diferente para o seu futuro. Vocês vão parar de repetir o passado e, em vez disto, vão crescer em maturidade e na sabedoria dos belos fractais e harmônicos da compaixão.

Bem-vindos à Nova Terra! Ela está chegando!

E assim é.

KRYON

—-…..—==II==—-…..—-
OBSERVAÇÕES IMPORTANTES-(1) Esta canalização ocorreu alguns dias antes da descoberta das ondas gravitacionais pela LIGO Scientific Collaboration, no dia 11 de fevereiro. Considerada uma das maiores descobertas da Física, ela ajuda a provar as ideias originais de Einstein, apresentadas há quase exatamente 100 anos atrás, em 1916.
(2) https://www.heartmath.org/research/global-coherence/
Esta informação é gratuita e está disponível para que a imprima, copie ou distribua como desejar. No entanto seus Direitos Autorais proíbem sua venda de qualquer forma, exceto pelo editor.
Lee Carroll
Fonte: http://www.kryon.com/CHAN2016/k_channel16_sanantonio-16.html

Inspiração e Recomendação…

LIVROS DE KRYON

Os livros estão disponíveis em português nos links abaixo;

Monicavox

Estudo mostra que todo mundo pensa que os ateus são imorais…. até eles mesmos

Uma equipe internacional de cientistas analisou o que é chamado de “desconfiança moral” dos ateus, um preconceito que existe em todo o mundo.3.256 pessoas de 13 países diferentes participaram da pesquisa. Os cientistas descobriram que o preconceito existe não somente entre pessoas religiosas, mas até mesmo entre ateus, em países tanto religiosos como seculares.

Conclusão: embora a religião tenha desempenhado um papel importante em inúmeras guerras, conflitos, ataques terroristas, assassinatos e genocídios, as pessoas ainda parecem associá-la à moralidade.

Vale notar que a amostra do estudo pode não refletir um mundo tão grande e diverso quanto o nosso.

A pesquisa

A tarefa dos participantes era simples: eles tinham que ler um texto sobre um menino que torturava animais, e depois passava a assassinar e mutilar pessoas sem-teto quando adulto.Em seguida, os voluntários responderam a perguntas sobre as crenças religiosas do homem, de uma forma projetada para que não tivessem que especificamente escolher se o assassino era crente ou não, o que poderia aumentar o viés negativo.Em vez disso, alguns participantes decidiram se o homem era um professor, ou especificamente um professor que acreditava em Deus, enquanto outros decidiram se o homem era um professor ou especificamente um professor ateu.

Ateus = imorais…..??

Os participantes vieram de países como Austrália, China, República Checa, Finlândia, Hong Kong, Índia, Ilhas Maurício, Holanda, Nova Zelândia, Cingapura, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e Estados Unidos.Enquanto o preconceito contra ateus variou entre os países, as pessoas sempre eram mais propensas a dizer que o homem era um professor ateu do que a dizer que ele era religioso.

Mesmo em países mais seculares, a religião aparentou ainda ter deixado uma marca profunda e permanente sobre as intuições morais humanas – e isto parece ter a ver com a crença específica em Deus, e não com descrenças gerais.

Se você é ateu, no entanto, não precisa se preocupar. Este é apenas um estudo científico, e não necessariamente um reflexo de como as pessoas realmente agem no mundo real.

“O ateísmo raramente é a única informação conhecida sobre as pessoas com quem interagimos. É possível que, quando incluído na informação social que os indivíduos coletam naturalmente, o ateísmo será percebido como menos indicativo de comportamento imoral”, disseram Adam Cohen e Jordan Moon, psicólogos da Universidade Estadual do Arizona, envolvidos no estudo.

Acha que os ateus são imorais? Estudo descobre que eles são mais generosos que os religiosos

Pessoas não religiosas (agnósticas ou ateístas) muitas vezes são vistas como moralmente suspeitas, não confiáveis ou até mesmo imorais. No entanto, um novo estudo,publicado na revista científica Current Biology sugere exatamente o oposto.

De acordo com os resultados da pesquisa internacional, que analisou o comportamento de crianças de seis países diferentes, as com educações religiosas demonstram muito menos altruísmo do que seus colegas não religiosos.

Enquanto pais religiosos têm muitas razões para querer educar seus filhos dentro de sua fé escolhida, incluindo o desejo de assegurar que a criança se torne uma pessoa justa e generosa, o novo estudo conclui que essa vontade não se traduz em realidade.

“Nossos resultados contradizem o senso comum de que crianças de famílias religiosas são mais altruístas e gentis para com os outros”, disse Jean Decety, professor de psicologia e psiquiatria na Universidade de Chicago, nos EUA. “Em nosso estudo, as crianças de famílias de ateus e não religiosos eram, de fato, mais generosas”.

Ateísmo pode substituir a religião: estudo mostra o porquê

A questão de por que o ateísmo é mais predominante em países ricos do que pobres tem ocupado os antropólogos por cerca de 80 anos. A crença em Deus declina na maior parte dos países desenvolvidos e o ateísmo está concentrado em países europeus como a Suécia (64% de descrentes), Dinamarca (48%), França (44%) e Alemanha (42%), enquanto que na África Sub-saariana a quantidade de ateus é inferior a 1%.

A relação entre o ateísmo e o nível de educação

Baseado no fato que quanto mais educação, maior a taxa de descrentes, o antropólogo James Fraser propôs que as previsões científicas e o controle da natureza suplantaria a religião como forma de controlar a incerteza nas nossas vidas.Ateístas são mais comuns entre pessoas com nível superior e que vivem em cidades, e estão mais concentrados em social-democracias europeias. O ateísmo parece florescer mais entre pessoas que se sentem economicamente seguras. Mas por quê?

Em um estudo feito em 137 países, o psicólogo evolucionista Nigel Barber aponta que, aparentemente, as pessoas se voltam à religião como uma proteção para as dificuldades e incertezas da vida. Em social-democracias, há menos medo e incertezas sobre o futuro por conta de programas de promoção do bem-estar. Países com melhor distribuição de renda também têm mais ateus.

Em contraste, países onde as doenças infecciosas são mais comuns também há a crença em Deus maior. E em países mais religiosos, a fertilidade também é maior, pela promoção do casamento pela religião. Por fim, a religiosidade também é maior em países onde a população rural é maior.

Mesmo as funções psicológicas da religião enfrentam uma competição acirrada nas sociedades modernas, com as pessoas procurando médicos, psicólogos e psiquiatras quando têm problemas psicológicos.Segundo Nigel, as razões pelas quais as igrejas perdem expressão em países desenvolvidos podem ser resumidas em termos de mercado.Primeiro, com uma ciência melhor, redes de segurança governamentais e famílias menores, há menos medo e incerteza na vida das pessoas, e, portanto, um mercado menor para a religião.Ao mesmo tempo, muitos produtos alternativos estão sendo oferecidos, como medicamentos psicotrópicos e diversão eletrônica, exigindo menos compromissos e respeito servil à crenças não científicas.

Visão pessoal….

Ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, ciência e religião não são necessariamente opostas ou mutuamente excludentes.Os seres humanos estão rodando pela Terra já faz um tempo. Sem nenhuma das comodidades modernas, a vida dessas pessoas era bastante diferente da nossa no passado.Imagine o seguinte: milhares de anos atrás, nas planícies africanas, você está sentado à espera de um antílope para caçá-lo para jantar. De repente, vê um movimento e escuta um barulho na grama na sua frente. O que você faz? Reflete sobre o que poderia estar causando o farfalhar (o vento ou um leão, por exemplo), ou toma imediatamente algum tipo de ação, como fugir?A segunda opção é a mais segura, não é? os seres humanos que sobreviveram e procriaram foram aqueles que desenvolveram o que os cientistas evolucionistas chamam de “dispositivo de detecção de agência de hiperativo”(na sigla em inglês, HADD).HADD é o mecanismo que permite que humanos percebam que muitas coisas têm “agência”, que é a capacidade de agir por conta própria. Esta compreensão facilita o processo de tomada de decisão rápida (por exemplo, fugir quando se ouve um farfalhar na grama, pois pode ser um leão, e leões agem por conta própria).Mas, além de ajudar os humanos a tomar decisões racionais, alguns pesquisadores defendem que o HADD pode ter plantado as sementes para o pensamento religioso. Isso teria acontecido quando os seres humanos começaram a atribuir agência para coisas que na verdade não têm agência.Por exemplo, pingos de chuva não são agentes. “Eles não podem agir por vontade própria. Eles simplesmente caem”, afirma Clark, argumentando que, no entanto, os primeiros seres humanos viram agência em diversos fenômenos naturais. Ou seja, começaram a atribuir sentido a coisas que não estavam realmente agindo por conta própria.Agir com uma finalidade é a base para o que os cientistas evolucionistas chamam de Teoria da Mente, outra ideia frequentemente citada nas discussões sobre as origens da religião;Ao atribuir intenção ou propósito para as ações dos seres que de fato têm agência, como outras pessoas, humanos não simplesmente reagem o mais rapidamente possível ao mundo ao seu redor, como também podem antecipar as ações dos outros e planejar suas próprias ações em conformidade.Isso foi útil no passado, é claro. É útil até hoje. Permite, por exemplo, que as pessoas discirnam as intenções positivas e negativas das outras (esse indivíduo quer me ajudar ou quer me ferrar?).Mas quando as pessoas começam a atribuir propósito às ações de coisas que não têm agência, como gotas de chuva, a teoria da mente dá uma guinada em direção ao sobrenatural. A ameaça de uma tempestade ou a devastação de uma inundação foram amplamente vistas entre culturas como o produto de um agente pessoal perigoso no céu ou rio, respectivamente;Da mesma forma, os movimentos do sol, lua e estrelas foram amplamente explicados como movimentos de agentes pessoais com poderes extraordinários.

Inspiração….

as máscaras do ateísmo – Stoa Social – USP

ateísmo no brasil: da invisibilidade à crença fundamentalista – scielo.br

A crítica do ateísmo humanista contemporâneo – Maxwell – PUC-Rio

Monicavox

Recomendo….

Resultado de imagem para imagens de livros sobre ateismo

Resultado de imagem para imagens de livros sobre ateismo

Resultado de imagem para imagens de livros sobre ateismo

 

 

Nosso cérebro controla nosso tempo de vida

Pesquisadores do Albert Einstein College of Medicine, em Nova York, testaram com sucesso um novo procedimento em camundongos que poderia controlar e prevenir doenças relacionadas com a idade e até mesmo o próprio envelhecimento. Relatando suas descobertas na revista Nature, os pesquisadores descobriram o papel crucial que o hipotálamo – a região do cérebro responsável pelos processos hormonais e metabólicos do corpo – desempenha no envelhecimento.

“Nossa pesquisa mostra que o número de células-tronco neurais hipotalâmicas naturalmente diminui ao longo da vida do animal, e esse declínio acelera o envelhecimento”, diz o pesquisador chefe Dongsheng Cai. Eles descobriram, no entanto, que o processo não é irreversível.

A fim de descobrir se o desaparecimento de células-tronco foi causado por ou devido ao envelhecimento, eles injetaram uma toxina nos ratos que matou 70% de suas células-tronco neurais. “Esta ruptura aumentou muito o envelhecimento em comparação com os ratos de controle, e aqueles animais com células-tronco interrompidas morreram antes do normal”, explica Cai.Em um segundo experimento, os pesquisadores implantaram células-tronco prontas para se tornarem neurônios novos no cérebro de ratos mais velhos. Isso prolongou a vida dos camundongos em 10 a 15% e manteve-os fisicamente e mentalmente em forma durante vários meses.

 Controle no cérebro

Anteriormente, outros pesquisadores sugeriram o papel do hipotálamo no envelhecimento – embora nunca antes isso tenha sido identificado com tanta clareza. A equipe de Cai parece ter fornecido o elo perdido, que poderia impulsionar significativamente a pesquisa na área. “É um avanço. O cérebro controla quanto tempo vivemos”, diz David Sinclair, da Harvard Medical School.

As pesquisas no campo do envelhecimento aumentaram ao longo dos últimos anosà medida que a ideia de que envelhecer é uma doença que pode e deve ser curada está sendo aceita. Sem nenhuma surpresa, muitos destes tratamentos potenciais têm base em alguma função do cérebro. Um estudo examina as mitocôndrias, enquanto outros observam drogas que já estão sendo usadas para tratar os efeitos do envelhecimento. Um estudo está chegando até a explorar o potencial anti-envelhecimento das transfusões usando sangue jovem.Para a pesquisa de Cai, o próximo passo é testar o procedimento em seres humanos, e a equipe quer iniciar ensaios clínicos em breve. No entanto, isso pode levar um tempo ainda. “É claro que os humanos são mais complexos”, diz Cai. “No entanto, se o mecanismo for fundamental, você pode esperar ver efeitos quando uma intervenção é baseada nisso”.

Resultado de imagem para imagens sobre envelhecimentoGanhadora do Nobel afirma ter descoberto a chave para frear o envelhecimento

Novas pesquisas continuam a produzir descobertas sobre o tema do envelhecimento. Mas como aplicá-las na vida real?A bióloga molecular Elizabeth Blackburn, que recebeu o Prêmio Nobel por sua pesquisa no processo antienvelhecimento, pode nos ajudar.Confrontada com as dificuldades de expandir seu conhecimento além da academia, ela fez uma parceria com a psicóloga Elissa Epel, e coescreveu um livro intitulado “The Telomere Effect: A Revolutionary Approach to Living Younger, Healthier, Longer” (em português, algo como “O Efeito Telômero: Uma Abordagem Revolucionária para Viver Mais Tempo, Mais Jovem, Mais Saudável”).O resultado é um roteiro compreensível para o público em geral, prescrevendo fatos científicos como um motivador para mudar hábitos insalubres. A obra foi lançada em 3 de janeiro deste ano, e ainda não tem edição em português.

Resultado de imagem para imagens sobre envelhecimentoEstilo de vida

O livro veicula a mensagem de que as pessoas estão no controle de seu envelhecimento através de hábitos saudáveis.O foco está nos telômeros, que são as partes finais do DNA. Segundo Blackburn, eles “ouvem seus comportamentos, ouvem o seu estado de espírito”.Ao ouvir seus comportamentos, seus telômeros irão alongar ou encurtar. Quando eles encurtam, as células são menos propensas a continuar se dividindo, e eventualmente morrem.Com um estilo de vida estressante, o efeito é maior morte celular e envelhecimento acelerado. Para os susceptíveis de sofrer de doença cardiovascular, telômeros encurtados poderiam aumentar suas chances de uma condição debilitante a uma idade mais jovem.

 Dúvidas

O geneticista e pesquisador antienvelhecimento da Universidade de Harvard, David Sinclair, desconfia dos riscos da simplificação excessiva da ciência dos telômeros.

“Eu acho que é uma coisa muito difícil de provar conclusivamente”, afirmou Sinclair em relação à mudança de estilo de vida. “Saber causa-efeito em seres humanos é impossível, por isso [as afirmações] são baseadas em associações”.

Judith Campisi, do Instituto Buck para Pesquisa sobre o Envelhecimento, acrescentou que, embora senescência celular possa realmente aumentar o risco de doenças relacionadas com a idade, também pode ser causada por outros fatores.

“Se todo o envelhecimento fosse devido aos telômeros, nós teríamos resolvido o problema da longevidade há muito tempo”, Campisi comentou.

Resultado de imagem para imagens sobre envelhecimentoMais pesquisas

O objetivo de Blackburn e Epel é fornecer aos leitores medidas úteis e práticas a serem tomadas para aumentar a expectativa de vida, a saúde geral e diminuir a probabilidade de doenças em uma idade precoce.A pesquisa antienvelhecimento focada em telômeros é um grande campo. Outros cientistas encararam o desafio de entender o que pode ser ligado ao processo de envelhecimento dentro do corpo humano.

A Dra. Lisa Chakrabarti e seus colegas da Universidade de Nottingham descobriram uma proteína em células humanas que poderia resistir aos efeitos do processo de envelhecimento. Chama-se anidrase carbônica, e é encontrada nas mitocôndrias das células cerebrais. Eles descobriram que a proteína é vista em maior quantidade no cérebro de meia-idade em comparação com um mais jovem, e querem desenvolver uma droga que visa a anidrase carbônica nos cérebros das pessoas.

Cientistas do Instituto Salk, na Califórnia, descobriram uma técnica para estimular fatores Yamanaka, que são uma coleção de quatro genes responsáveis pelo desenvolvimento no útero. Eles esperam criar uma droga que imita a habilidade dos genes de transformar as células adultas em seu estado de células-tronco, o que poderia reduzir potencialmente o risco de doenças relacionadas com a idade.

Resultado de imagem para imagens sobre envelhecimentoVisão pessoal….

Cientistas britânicos têm tratado o envelhecimento como uma doença, e não um processo natural. Para eles, envelhecer é um processo biológico que pode ser manipulado, tratado e prorrogado. Os médicos estão concentrando seus esforços em algo que eles chamam de “atrasar o relógio biológico”.A essência da idéia, basicamente, é a seguinte: a medicina produz remédios específicos para as doenças que precisam ser tratadas no momento. Assim, a pessoa se cura apenas daquilo que necessita, mas o resto do seu corpo segue sofrendo o processo natural de deterioração: não existe um “remédio para envelhecimento”. Para que se possa retardar o envelhecimento, ele deve ser tratado como uma doença.A meta é aumentar cada vez mais a expectativa de vida. Para isso, o desafio é tratar de maneira mais eficaz as doenças cerebrais diretamente relacionadas com a velhice. Problemas como o Mal de Alzheimer, que de acordo com o estudo terá mais de 60 milhões de doente em 2030. Para a pesquisa, as doenças chegam mais facilmente nos idosos justamente por conta da fragilidade que a terceira idade traz, e que seria possível, geneticamente, diminuir essa fragilidade. O estudo é ambicioso: querem entrar no nosso DNA para nos fazer envelhecer mais lentamente.Mesmo assim, eles destacam que não é a idade atingida o que importa, é preciso que haja saúde para a idade. De nada adiantaria viver até os 100 anos tendo problemas de saúde desde os 90, seria melhor viver bem até os 85, por exemplo. Uma projeção dinamarquesa apontou que mais da metade das pessoas nascidas no século XXI, em países ricos (sublinhe-se o “países ricos”), passarão dos 100 anos de idade….

Inspiração….

Relatório Mundial sobre Envelhecimento e Saúde

Características biológicas e psicológicas do envelhecimento

ENVELHECIMENTO ATIVO E PROMOÇÃO DA SAÚDE – UFJF

envelecimento humano.indd – UNESP – Marilia

Monicavox

Recomendo…

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre envelhecimento

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre envelhecimento

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre envelhecimento

 

Deus e a Lógica;ser racional ajuda a não crer em Deus?

 

Resultado de imagem para imagens sobre a religião

Algumas pessoas são mais religiosas do que outras. Isso é um fato incontestável. Quando tentamos explicar essa diferença na crença que alguns têm, frequentemente nos concentramos no papel da cultura ou da educação. Embora essas influências sejam importantes, novas pesquisas sugerem que nosso nível de crença religiosa também pode ter a ver com o quanto confiamos na intuição versus o pensamento analítico.

Em 2011, Amitai Shenhav, David Rand e Joshua Greene, da Universidade de Harvard, publicaram um artigo que mostra que as pessoas que tendem a confiar em sua intuição são mais propensas a acreditar em Deus. Eles também mostraram que incentivar as pessoas a pensar intuitivamente aumentava a crença das pessoas em Deus. Com base nessas descobertas, em um artigo recente publicado na revista Science, Will Gervais e Ara Norenzayan, da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, descobriram que encorajar as pessoas a pensar analiticamente reduz sua tendência a acreditar em Deus. Juntas, essas descobertas sugerem que a crença pode, pelo menos em parte, decorrer de nossos estilos de pensamento.

Pensamento analítico x crença religiosa

A pesquisa de Gervais e Norenzayan baseia-se na ideia de que possuímos duas formas diferentes de pensar que são distintas, mas relacionadas. Compreender estas duas formas, muitas vezes referidas como Sistema 1 e Sistema 2, pode ser importante para entender nossa tendência para a fé religiosa. O pensamento do Sistema 1 depende de atalhos e outras regras mais dependentes da experiência do que de comprovação científica, enquanto o Sistema 2 depende do pensamento analítico e tende a ser mais lento e requerer mais esforço. Resolver problemas lógicos e analíticos pode exigir que anulemos nossos processos de pensamento do Sistema 1 para utilizar o Sistema 2. Os psicólogos desenvolveram uma série de técnicas inteligentes que nos encorajam a fazer isso. Usando algumas dessas técnicas, Gervais e Norenzayan examinaram se o Sistema 2 leva as pessoas a não acreditar em Deus e na religião.

Por exemplo, eles fizeram que os participantes visualizassem imagens de obras de arte que estão associadas ao pensamento reflexivo (como O Pensador, de Rodin) ou a imagens mais neutras (como o Discobulus, de Myron). Os participantes que viram O Pensador relataram crenças religiosas mais fracas em uma pesquisa posterior. No entanto, Gervais e Norenzayan se perguntavam se mostrar arte às pessoas poderia ter tornado a conexão entre pensamento e religião muito óbvia. Nos próximos dois estudos, eles criaram uma tarefa que preparou o pensamento analítico mais sutilmente. Os participantes receberam conjuntos de cinco palavras dispostas aleatoriamente (por exemplo, “alto asas o voa avião”) e foram convidados a excluir uma palavra e reorganizar as outras para criar uma frase mais significativa (por exemplo, “o avião voa alto”).

Resultado de imagem para imagens sobre a religiãoAlguns dos participantes receberam frases misturadas contendo palavras associadas ao pensamento analítico (por exemplo, “análise”, “razão”) e outros participantes receberam frases que apresentavam palavras neutras (por exemplo, “martelo”, “sapatos”). Depois de decifrar as frases, os participantes preencheram uma pesquisa sobre suas crenças religiosas. Em ambos os estudos, este sutil lembrete do pensamento analítico fez com que os participantes expressassem menos crença em Deus e religião. Os pesquisadores não encontraram relação entre as crenças religiosas anteriores dos participantes e seu desempenho no estudo. O pensamento analítico reduziu a crença religiosa, independentemente de quão religiosas as pessoas eram no início do teste.

Em um estudo final, Gervais e Norenzayan usaram uma maneira ainda mais sutil de ativar o pensamento analítico: fazendo com que os participantes preenchessem uma pesquisa que medisse suas crenças religiosas impressa em uma fonte normal ou em uma fonte difícil de ler. Pesquisas anteriores mostraram que fontes difíceis de ler promovem o pensamento analítico, forçando os participantes a diminuírem o ritmo e a pensarem com mais atenção sobre o significado do que estão lendo. Os pesquisadores descobriram que os participantes que preencheram a pesquisa que foi impressa em fontes pouco claras expressaram menos crença em comparação com aqueles que preencheram a mesma pesquisa com a fonte clara.

 Resultado de imagem para imagens sobre a religiãoDiferenças no pensamento

Os resultados ajudam a explicar por que alguns de nós são mais propensos a acreditar que os outros. Pesquisas anteriores descobriram que as pessoas diferem em sua tendência de ver propósitos e causas no mundo. Essas diferenças nos estilos de pensamento podem ajudar a explicar por que alguns de nós são mais propensos a se tornar crentes.

Mas por que e como o pensamento analítico pode reduzir a crença religiosa? Embora sejam necessárias mais pesquisas para responder a esta pergunta, Gervais e Norenzayan especulam sobre algumas possibilidades. Por exemplo, o pensamento analítico pode inibir nossa intuição natural para acreditar em agentes sobrenaturais que influenciam o mundo. Alternativamente, o pensamento analítico pode simplesmente sobrepor nossa intuição para acreditar e nos fazer prestar menos atenção a ela. É importante notar que, em todos os estudos, os participantes variaram amplamente em sua afiliação religiosa, gênero e raça. Nenhuma dessas variáveis ​​encontrou-se significativamente relacionada com o comportamento das pessoas nos estudos.

Gervais e Norenzayan apontam que o pensamento analítico é apenas uma das razões porque as pessoas podem ou não ter crenças religiosas. Além disso, essas descobertas não dizem nada sobre o valor inerente ou a verdade das crenças religiosas – eles simplesmente falam sobre a psicologia de quando e porque somos propensos a acreditar. Mais importante ainda, elas fornecem evidências de que, ao invés de serem estáticas, nossas crenças podem mudar drasticamente de uma situação para outra, sem que possamos saber exatamente por quê.

Resultado de imagem para imagens sobre a religiãoVisão pessoal….

Houve um tempo em que era virtualmente impossível não acreditar em um deus. A vida não fazia sentido e uma “mão sobrenatural” que tinha poder sobre todas as coisas e fornecia explicações sobre o mundo era bem útil. Haviam muitos mistérios a serem explicados. Porque o nível do mar sobe e desce com as marés? Porque a terra ficava mais fértil? Porque aquelas estrelas estão lá, e coisas do gênero.No entanto, duas coisas importantes aconteceram, e elas deveriam ter significado o fim da religião: o mundo ficou menor, as pessoas se conheceram, diferentes culturas entraram em contato. E o segundo item foi a ciência, que forneceu explicações para muita s das dúvidas humanas que impulsionaram as religiões do planeta.Mas, mesmo assim, ao contrário do que Nietzsche acreditava, a religião não morreu. Mesmo com a ciência para explicar fenômenos e com muitas religiões se confrontando e se contradizendo, a maioria das pessoas ainda tem suas crenças e acredita em uma religião, que será mais cabível, nessa determinada situação, do que outras.De acordo com pensadores, a religião não é nem mesmo moral. Elton John diz que baniria as religiões do planeta: “A religião transforma pessoas em seres cheios de ódio e, com certeza, não representa compaixão”.Como a mesma coisa pode ter diferentes significados para pessoas que se consideram preocupados, cheios de compaixão por outros? Porque as pessoas matam em nome de um deus que seria misericordioso?Certamente, cada religião tem seus problemas de audiência. Os cristãos tem sua lista de padres considerados culpados por pedofilia. Muçulmanos são taxados de terroristas. Até mesmo os anti-religiosos passam por falta de credibilidade. Eles tentam rotular todos os crentes de fanáticos – o que é uma negação da cultura aberta que, teoricamente, agnósticos pregam.Seja qual for o resultado da guerra de culturas, temos dados científicos surpreendentes. 40% dos pesquisadores eram religiosos em 1933. Atualmente, a porcentagem permanece a mesma. Como isso é possível se a ciência é a inimiga da religião?Aparentemente, a religião ainda tem seus benefícios, mesmo que Elton John pense o contrário. Se há problemas em países subdesenvolvidos os grupos religiosos são os primeiros a tentar tomar providências. Não posso me lembrar da última vez que um grupo ateu organizou-se e foi visitar um hospital ou recolher donativos para um asilo.Isso não quer dizer que ateus não sejam engajados – eles são, mais em causas políticas. Quando se trata de assuntos humanos, são os grupos religiosos que tomam conta do cenário filantrópico.Além disso a religião continua mantendo seu lugar na sociedade porque, mesmo para os não-crentes, é algo fascinante. Até mesmo para os cientistas. Não é raro encontrar pesquisas intituladas “pessoas religiosas vivem mais?”, “pessoas religiosas têm menos chances de desenvolver câncer” e por aí vai.A religião dominou completamente, e com mão de ferro, por mais de mil anos, portanto é natural que se desapegar dessa mitologia levará tempo.Mas lembre que antigamente, quando ficávamos doentes, a única opção era um curandeiro. Com a evolução da ciência, hoje vamos ao médico que nos ajuda a resolver o problema sem velas e rezas. Dessa mesma maneira a solução dos problemas morais e espirituais não será mais focado na religião algum dia no futuro.Observem que  essas pessoas tem vidas que são um reflexo do torvelinho psicológico que reina em suas mentes. Mudam sem cessar de direção, de rota, de propósito; jamais se sentem seguras de nada; aqui e ali tratam de adquirir, emprestada, a convicção ou a certeza que nunca podem obter por si mesmas. Hoje a pedem a um livro, amanhã a um conferencista, depois a uma ideologia, a uma religião, a um partido, etc.Têm essas pessoas liberdade de pensamento? Pensam e agem de acordo com suas vontades? Fácil é a resposta: nelas, a vontade se encontra dominada por conspiração de pensamentos alheios, que, a certa altura da vida, chegam a ser-lhes tão necessários como a droga ao toxicomaníaco.

Inspiração….

O Que é Religião.pdf – Direito Puc Minas

HISTÓRIA GERAL DAS RELIGIÕES Karina Bezerra – Unicap

Antropologia da Religião – UCB

O conceito religião no pensamento de Carl Gustav Jung – UFJF

Monicavox

 

Recomendo….

Resultado de imagem para imagens sobre a religião

Resultado de imagem para imagens sobre a religião

Resultado de imagem para imagens sobre a religião

 

 

O MARCO PRINCIPAL: O ORGANISMO ULTRACOERENTE

O fato do organismo vivo ser coerente como um todo não nos surpreende, o que é surpreendente é o grau e a forma de sua coerência. A coerência do organismo vai além da coerência de um sistema bioquímico em alguns aspectos; ela consegue atingir a coerência de um sistema quântico.Evidentemente, se os organismos vivos não devem sucumbir ás restrições do mundo físico, suas partes componentes e seus órgãos precisam estar correlacionados com precisão, e, no entanto, com flexibilidade uns com os outros.

Na ausência de tal correlação, os processos físicos logo desagregariam a organização do estado vivo,aproximando-o do estado inerte de equilíbrio térmico e químico, no qual a vida como a conhecemos, é impossível.Sistemas próximos do equilíbrio são, em grande medida, inertes, incapazes de sustentar processos como o metabolismo e a reprodução, que são essenciais para o estado vivo.Um organismo está em equilíbrio térmico e químico quando está morto.Enquanto está vivo, está em equilíbrio DINÂMICO, no qual armazena energia e informação, mantendo-as disponíveis para que desempenhem e direcionem as funções vitais.

Em um organismo complexo, como o corpo humano, o desafio de se manter o equilíbrio dinâmico é gigantesco.Não há no corpo, uma substância que seja constante, embora as células do coração e do cérebro vivam mais tempo que a maioria.E as substâncias que coexistem em um dado tempo produzem milhares de reações bioquímicas no corpo a cada segundo.

Sempre existe algo novo, algo que resulta de uma combinação, de uma criação, e que ocorre á medida que o processo permanece em andamento. Como uma Sinfonia, o organismo vivo pode mudar a tonalidade, a escala,mudar o ritmo, ou o tom, conforme a situação o exija, espontaneamente e sem hesitação. Há estrutura, mas a verdadeira arte está nas incessantes improvisações, onde cada um dos músicos, por menor que seja o seu papel, desfruta da máxima liberdade de expressão, enquanto permanece em perfeita harmonia com o Todo.

Vendo sob este prisma, podemos  juntar estas conexões todas que ocorrem no interior de um organismo e que abrangem os genes e chamá-lo de GENOMA.Ele se comprova dinâmico e adaptativo;quando desafiado, ele cria rearranjos complexos e praticamente instantâneos. Um exemplo é quando plantas e insetos ficam sujeitos á substâncias tóxicas e com frequência, produzem mutações no seu ” Pool Genético” precisamente de tal maneira, que desintoxica os venenos e cria resistência á eles.A resposta adaptativa do genoma também é evidente quando campos eletromagnéticos ou radioativos são irradiados sobre o organismo;isto também exerce um efeito sobre a estrutura de seus genes.

O QUEBRA CABEÇAS DE COERÊNCIA NOS ESTUDOS SOBRE A CONSCIÊNCIA

A consciência é o fato de nossa experiência que conhecemos de maneira mais íntima e imediata. Ela nos acompanha desde o nascimento, até, presumivelmente á morte. Ela é a única, e parece pertencer exclusivamente a cada um de nós. No entanto, a “minha” consciência pode não ser única e exclusivamente minha. As conexões que ligam a “minha” consciência com a consciência dos outros, e que eram bem conhecidas de” povos primitivos”, mas que, na verdade em muitos aspectos são altamente sofisticados–estão sendo redescobertas atualmente em experimentos controlados que envolvem a transferência de pensamentos e de imagens, bem como o efeito da mente de um indivíduo sobre a mente e o corpo de outro.


Sómente ao chegarmos á esse nível de consciência,poderemos experimentar a Consciência Cósmica.Ela se baseia em sermos conscientes em todos os momentos, e em não permanecer por mais tempo em estados de medo ou em erros conceituais. A Lei do Tempo diz que nunca se terá consciência contínua, a menos que se rompa com o tempo inferior e se dissolva o fator condicionante do medo, que nos mantém bloqueados na inconsciência. A maioria das pessoas caminha dormindo e pensa que isso é a vida.

Mas, há vários estados de se “caminhar dormindo”. O macro-encantamento do Calendário Gregoriano deve ser rompido e todos os outros encantamentos podem ser facilmente quebrados depois deste; Primeiro, rompemos o falso tempo e retornamos ao tempo harmônico natural, o AGORA.De acordo com a Lei do Tempo,no processo de evolução, criamos esta situação da Noosfera, que é um campo telepático universal. Só com o advento dela poderemos chegar aos seguintes níveis de evolução; a Hiperorgânica e a Superconsciente.

A Consciência Hiperorgânica refere-se á habilidade do humano para utilizar os órgãos dos sentidos como pontos de emissão de energia e consciência. Isto significa que os órgãos dos sentidos são expandidos telepaticamente para fora, o que dá como resultado fenômenos naturais tais como a Clarividência e a Clariaudiência;esta é outra condição total evolutiva.

Nesta etapa estaremos irradiando/emanando plasma através dos sentidos.Os plasmas são partículas subatômicas, eletronicamente carregadas, que saturam o campo inteiro do Universo. Recebemos plasma o tempo todo, já que tudo é feito dele. A direção consciente do plasma propicia o poder mental da telepatia, que só pode se desenvolver em uma etapa de Consciência Contínua, para emanar, através dos órgãos dos sentidos, o que a História Cósmica chama de “Campos Plásmicos”.

A etapa Hiperorgânica da Consciência é também o ponto de evolução onde o humano virá a ser Autotrófico de segunda etapa. Isto significa que o ser humano poderá ser como as plantas e poderá catalisar dinamicamente o sol, com a energia solar dentro de seu próprio corpo.A maioria dos seres humanos hoje é heterotrófica, dependem das plantas(ao invés de si mesmos), para catalisar energia solar. Os humanos estão evoluindo para auto-heterotróficos, o que significa que o humano não só poderá catalisar energia solar, como também poderá emana-la através dos sentidos, para criar  novos campos dos sentidos Hiper ou Super orgânicos.

A Superconsciência  é um estado virtualmente omnisciente da mente, onde se tem uma “sensibilidade de radar” em todo o campo da realidade. Isto está baseado na habilidade para estabelecer um campo sensorial hiperorgânico telepático, coletivamente unificado.Neste campo sensorial se terá pensamentos como;”Eu sou o planeta e o planeta está pensando este pensamento”. E se compreenderá que, na verdade, todos é que estão pensando esse mesmo pensamento.

Quando se alcançar a consciência subliminar, ver-se-á que a Superconsciência é o ponto mais elevado que se pode alcançar no lado orgânico da evolução. A Consciência subliminar se refere ao momento em que seremos entidades absolutamente desencarnadas, isto é, entidades em um nível de oitavas de Luz. Subliminar significa que se está operando independentemente do passado ou futuro, isto é,  as pessoas podem contatar diferentes entidades, em diferentes planos de existência. Já que a consciência subliminar é independente de passado e de futuro, poderemos nos afinar com ela em nível consciente.


Quando se entender o Banco Psi e a Noosfera, como contendo também os códigos de tempo para a liberação e estabelecimento da informação para diferentes mudanças e mutações no processo evolutivo, então ver-se-á que estamos nos equipando para a próxima e maior mudança evolutiva. Qualquer conhecimento que aproveitemos em relação á Noosfera e ao Banco Psi , acelera e precipita a mudança Quântica/Mental/Espiritual, em nossa inconsciência e em nossa autopercepção.

È surpreendente considerar que tudo isto foi realmente cronometrado e programado; Faz parte desse grande programa de Tempo Total, predominante na Noosfera, para chegar a um estado de máxima reflexividade.Tudo isto é informado pela História Cósmica.Este post tem o propósito de tornar consciente o programa da História Cósmica, que sempre existiu, mas que anteriormente era um programa inconsciente esperando para ser aberto neste encerramento de ciclo.

Agora, tentando abrir este programa, e o fazendo, estamos descrevendo o vasto armazém do conhecimento contido dentro desta História Cósmica e este ato está sim, sendo registrado na Noosfera, fazendo desta mesma História Cósmica, um componente diretor altamente consciente do Banco Psi e, portanto, um mecanismo guia da Noosfera.

“Nem memória nem consciência podem ser a limitação da existência. Há um estado de superconsciente. Tanto este como o estado consciente são privados de sensação, porém com uma enorme diferença entre si – a mesma diferença que existe entre o conhecimento e a ignorância. A concentração da mente é a fonte de todo conhecimento”

Swami Vivekananda

Visão pessoal….

A ascensão do novo Humano Planetário exige a necessidade de uma análise mais ampla e informativa;Este é o propósito da História Cósmica,que é o mais alto nível de informação e compreensão, á qual a história prévia chega a ser subordinada e pela qual vem a ser transformada e reparada.O padrão mais profundo do ser humano planetário é, precisamente,outro eterno retorno a mais um amplo ponto no aspecto evolutivo.Há dois tipos de ser humano;- O desperto e o não desperto; Ambos os tipos compartilham, em comum, o fato que suas vidas, sua mente e sua consciência, são moldadas por fatores tecnosféricos, que são realmente inoperantes,ou ainda irrelevantes.O humano planetário não desperto, opera inconscientemente das influências tecnosféricas, e crê que as formas relativamente tradicionais de pensamento ainda funcionam. O humano planetário desperto está consciente desses fatores de influência tecnosférica e vê a situação como a oportunidade para uma nova espiritualidade global. O humano não desperto opera com uma mente confusa, quase consciente, altamente polarizada e tênuamente alvorecida consciência global.O Humano Planetário do terceiro milênio, operará com uma compassiva consciência noosférica, afinada com a vida inteira do Planeta.A etapa final deste ciclo evolutivo do inconsciente humano planetário ou o híbrido mutante humano, está agora se concluindo. Neste momento final da história desta Era de Peixes com a entrada na Era de Aquário , a inteligência vai deixando aos poucos de ser limitada,por causa do habitual condicionamento e comportamento mecanicista e vai sendo substituída por uma inteligência emocional/espiritual, detonada por uma “dinamite”, que é a alavanca que faz voar aos pedaços o autolimitante  pensamento condicionado do ser humano, enquanto apresenta, simultâneamente, um método de estrutura e uma visão do novo conhecimento e das novas possibilidades, de modo que o ser humano possa sentir-se “refrescado , elevado e iluminado”,por sua própria contemplação.Em razão de estarmos neste ponto tangencial da Noosfera, temos de nos empenhar para aumentar a AUTOPERCEPÇÃO PLANETÁRIA UNIFICADA.Toda rixa, guerra e lutas não tem validade , já que somos um Ser Planetário. Tudo deve ser construído sobre esta base e todas as percepções acumuladas devem ser apagadas á luz da verdade de que há só uma tradição, uma espiritualidade, uma Terra ,um Ser.A História cósmica absorve todas as tradições, ensinamentos espirituais e civilizações e as coloca em um contexto mais elevado, sem negar nada de positivo ou negativo.È importante descrever a natureza do Humano Planetário de modo  que entendamos que a História Cósmica é uma espécie de psicologia cósmica ou descrição dos processos psicológicos cósmicos,ou estados da mente.Ainda,os inquietos humanos inconscientes na vida do mundo atual,são um aspecto desta psicologia cósmica.Todos criam um campo, que é um nível relativamente baixo de involução do espírito na matéria,especialmente no dia a dia cotidiano, no envolvimento com pessoas que estão buscando sua sobrevivência alimentar,nas batalhas por emprego e moradia ou qualquer coisa que faça suas vidas mais confortáveis,sem compreender que estão tratando do corpo físico, que nada tem a ver com sua Alma ou sua Consciência.Esses exemplos representam um dos mais baixos níveis da involução do espírito na matéria,onde a Consciência está presa por um processo inconsciente condicionante,ocasionando que os humanos se comportem automáticamente de alguma  forma–isto é o materialismo histórico.De fato,podemos definir o corpo inteiro coletivo do atual Humano Planetário, em sua ainda esmagadora  maioria, como um ser robótico, que responde rotineiramente a fatores condicionados que são estabelecidos e mantidos pelo programa de várias Matrix, onde uma delas é o Calendário Gregoriano.Metafóricamente,como um peixe dourado no aquário, os humanos não despertos involuídos não sabem que a água está suja, pois sempre viveram ali .Esta é a forma do campo mental coletivo da maioria deste tipo de Homem Planetário e é o campo mental  da História Cósmica, que vem como um feixe de energia ou raio de Luz, golpear este campo através de dois agentes específicos,2 tipos de seres humanos–o desperto e o não desperto–dando como resultado, uma aceleração para todos.Elevar-se ao conhecimento indubitável é elevar-se ao conhecimento sem nenhuma dúvida;esta é a única forma para que possamos ir além desta situação planetária.Isto significa que o Homem Planetário está passando por sua INICIAÇÃO.Isto significa dedicar o seu tempo para a busca da totalidade do Ser.De fato, não pode haver nenhum avanço dentro da Matrix de uma velha estrutura para uma Nova Matriz, sem uma iniciação, que significa sacrifício do velho em detrimento do novo.Este é um ponto crucial,individual e intransferível.

Inspiração…….

*HISTORIA COSMICA DE LA HUMANIDAD 

História Cósmica: infográfico mostra evolução do Universo em grande …

Astrosofia: A HISTÓRIA CÓSMICA DA TERRA

“Acessando seu Ser Multidimensional – Uma Chave para a História …

Monicavox

Recomendo….

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre a historia cósmica

Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre a historia cósmica