PROBIÓTICOS-As bactérias do bem -Saiba o que são e como fugir das enganações industrializadas

O termo probiótico deriva do grego e significa “pró-vida”. São microrganismos vivos naturalmente encontrados no intestino e que trazem benefícios ao organismo, como por exemplo a proteção contra agentes infecciosos, prevenção de doenças e a preservação da flora intestinal.A má alimentação, problemas intestinais, uso crônico de antibióticos e laxantes podem prejudicar a flora intestinal reduzindo consideravelmente o número de bactérias probióticas no intestino. Nestes casos a suplementação e a inserção de alimentos ricos em probióticos na dieta se tornam necessárias. Saiba o que são, onde são encontrados e como incluir em sua alimentação os alimentos probióticos.

Probióticos são microorganismos vivos que podem conferir um benefício à saúde do hospedeiro. A Organização Mundial de Saúde define probióticos como “organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem benefício à saúde do hospedeiro” (FAO/WHO, 2001).Os probióticos são bactérias benéficas que melhoram a saúde do intestino facilitando a digestão e a absorção de nutrientes.Assim, o consumo regular de alimentos probióticos ajuda o funcionamento intestinal e ainda fortalece o sistema imune, ajudando a prevenir doenças, como gripes e resfriados.

Os probióticos estudados e utilizados em humanos são bactérias láticas (Lactobacillus, Bifidobacterium, Streptococcus e Enterococcus) e leveduras (Saccharomyces boulardii), encontrados normalmente nos leites fermentados, iogurtes e coalhadas”; É importante lembrar que por serem derivados de leite, esses alimentos, e também os industrializados, contém altas concentrações de gordura e aditivos como hormônios e antibióticos, sem contar os corantes, espessantes e outras químics nocivas ao organismo, sendo assim, sugere-se optar pos alimentos com contrações reduzidas de gordura e açúcar, para evitar o desequilíbrio do peso.

Além disso, atualmente existem no mercado comprimidos, cápsulas e sachês(pode mandar manipular em uma farmácia de confiança) que contêm a bactéria na forma liofilizada, que não necessitam de refrigeração para se manter vivas ao contrário das bactérias encontradas nos leites fermentados ou iogurtes que podem ser perdidas se não estiverem sob refrigeração.

A diferença dos PREBIÓTICOS E PROBIÓTICOS

PREBIÓTICOS, são fibras alimentares, solúveis, resistentes às enzimas digestivas do nosso organismo, ou seja, não são digeridos nem absorvidos pelo corpo, mas então para que servem? Auxiliam a formação de bolo fecal, melhoram o trânsito intestinal, diminuem triglicérides sanguíneos, regulam também a glicemia e participam da formação de bifidobactérias no intestino, melhorando a imunidade dos indivíduos pois reforçam a flora bacteriana intestinal.

PROBIÓTICOS, são microorganismos vivos que agem principalmente no intestino. Ajudam a reforçar o desenvolvimento de bactérias saudáveis, aumentado a resistência imunológica conta agentes estranhos que possam vir a debilitar as pessoas. Em alguns produtos ou suplementos alimentares o consumidor poderá encontrar a composição de pré e probióticos associados em um só produto, essa sinergia é chamada de SIMBIÓTICO.

Quando os Probióticos devem ser tomados? Antes, durante ou após as refeições?

Embora os alimentos possam ser os melhores veículos para os probióticos do que os suplementos (fibras dietéticas adicionadas à dosagem da cápsula), se não optar por ir com estes  suplementos, os probióticos devem ser tomados antes, durante ou após as refeições?Quando se trata de suplementos probióticos vendidos em cápsulas a literatura comercial é muitas vezes confusa, em que, por vezes, o consumidor é orientado a tomar as refeições com os probióticos, outras vezes, antes ou após as refeições e ocasionalmente, com o estômago vazio. Isto levou a uma confusão grave  para o consumidor. Para ser capaz de medir as concentrações dos probióticos, minuto a minuto durante todo o processo, os pesquisadores tiveram que construir um falso trato digestivo, com o estômago e intestinos, mas completo com saliva real e enzimas digestivas, ácido, bile, etc. Avaliando a sobrevivência de três tipos diferentes de probióticos, antes, durante e após as refeições  e separadamente fazendo uso da aveia e leite, leite sozinho, sumo de maçã, sucos ou água. O que eles acharam?

Conclusão: a sobrevivência das bactérias probióticas foi melhor quando fornecido dentro de 30 minutos antes ou simultaneamente com uma refeição ou uma bebida que continha algum teor de gordura.

Fonte: http://nutritionfacts.org/video/should-probiotics-be-taken-before-during-or-after-meals/

O que são “Lactobacilos Vivos” e pra que servem?

São bactérias dentro do nosso corpo nem sempre são sinal de doença. Muito pelo contrário: cada milímetro quadrado de um intestino saudável deve ter cerca de 10 bilhões de microorganismos vivendo nele para funcionar corretamente. Essa é a chamada flora intestinal, que, em muitos casos, têm seu número reduzido, seja por alguma enfermidade,má alimentação, alimentação industrializada ou seja pelo uso de antibióticos/remédios. Isso não apenas dificulta a digestão, como torna o aparelho digestivo vulnerável ao ataque de microorganismos nocivos.É aí que entram os tais lactobacilos, para ajudar a combater essa carência da flora intestinal. As bactérias do gênero lactobacillus não são as mais numerosas, mas têm uma grande vantagem: podem ser ingeridas e ainda chegar vivas ao intestino, atravessando sem problemas o estômago, ambiente ácido onde a maioria dos microorganismos não sobrevive. Uma vez no intestino, esses seres se reproduzem com grande rapidez e ainda criam um ambiente propício para que outras bactérias benignas possam se estabelecer ali. Como se não bastasse, eles produzem um muco que protege as vilosidades (pequenas dobraduras) intestinais e também sintetizam parte das vitaminas do complexo B de que necessitamos.

Os produtos comercializados(cuidado com a procedência,leia os rótulos atentamente ,mas prefira os orgânicos) que contêm lactobacilos vivos são o iogurte e os chamados probióticos: alimentos especialmente destinados a ajudar nosso sistema digestivo pela introdução de microorganismos.

Tome cuidado com produtos industrializados do tipo-Yogurte Grego,outros tipos que dizem possuir probióticos, mas contém quantidades ínfimas e muitos outros aditivos perigosos- A vantagem dos produtos probióticos orgânicos e sem aditivos é que eles usam organismos genéticamente selecionados, que comprovadamente chegam vivos ao intestino em quase 100%, enquanto os lactobacilos do iogurte sobrevivem em escala bem menor

Pergunta: Como posso conseguir lactobacilos vivos para criar?

É possível encontrar uma planta chamada “Kefir” em lojas de produtos naturais. Aí existe uma receita específica para cultivá-lo tendo sempre em casa o Iogurte natural-de procedência orgânica- rico em lactobacilos para consumo.

Receita de bebida probiótica caseira 

É muito simples, tudo não passa de uma simples multiplicação de lactobacilos, veja só: Leve o leite de boa procedência ao fogo e após começar a ferver, conte 10 segundos e desligue o fogo. Deixe esfriar na própria panela em que ferveu e monitore a temperatura com um termômetro. Quando estiver em aproximadamente 37 graus, adicione o copinho de um probiótico natural-base original e mexa um pouco. Cubra com um pano e deixe repousar por um dia. Depois desse tempo, coloque na geladeira.

Indicação: 1  probiótico como esse por dia é indicado para qualquer pessoa para proteger a flora intestinal, melhorar a imunidade e, principalmente, beneficiar o funcionamento do intestino. Quanto mais lactobacilos melhor!

LISTA DE ALIMENTOS COM PROBIÓTICOS-(Nota-Deve-se atentar para a procedência do produto e a maneira como é feita-Todos os industrializados são feitos fora das regras do alimento natural e sem conservantes-DÊ PREFERÊNCIA AOS FERMENTADOS-apesar de estarmos informando sobre o assunto,não aconselhamos o consumo dos produtos que tem leite de vaca comercial em sua composição-se optar por consumir,utilize sempre com moderação-USE LEITE DE CÔCO PARA FAZER O YOGURT FERMENTADO E O KEFIR-)

1. Iogurte: No iogurte o açúcar é transformado em ácido láctico através da fermentação bacteriana. Seu consumo é muito recomendado devido às propriedades nutricionais que possui e aos fermentos lácteos presentes na composição.(cuidado com a procedência do leite-os leites industrializados geralmente não “talham” devido ao formol e outros aditivos que contém para sua conservação)

2. Leite Fermentado: Alimento obtido através da fermentação láctea por fermentos próprios. Na sua produção, ocorre uma diminuição do pH do leite. É considerado um alimento funcional e contém probióticos em quantidade considerável.

3. Queijo: Alimento feito a partir da coagulação do leite através de culturas bacterianas que transformam os açúcares do leite em ácido láctico, assim como ocorre no iogurte. Além de ser rico em probióticos, o queijo é um bom complemento alimentar, rico em proteína, cálcio e fósforo.(a procedência do leite com que é feito o queijo é fator determinante para a qualidade do produto)

 

4. Coalhada: Coalhada ou leite coalhado é a parte sólida, resultante da coagulação do leite. Contribui para o equilíbrio da flora intestinal promovendo a sua regularidade. É muito rica em probióticos.

 

5. Chucrute: O chucrute é uma conserva de repolho fermentado. Além de ser fonte de vitamina C também tem grande quantidade de probióticos. A receita mais tradicional de preparação é a que utiliza apenas repolho, água e sal.(este é para os veganos e para os que se abstém de leite e derivados-o melhor)

 

6. Missô: Missô é um ingrediente tradicional da culinária japonesa feito a partir da fermentação do arroz, cevada e soja com sal. O resultado é uma pasta usada principalmente para fazer a sopa de missô. Devido ao processo de fermentação também é rico em probióticos.(outra opção bem saudável)

 

7. Molho shoyu: O molho shoyu é fabricado a partir de uma mistura de grãos de soja fermentados por microrganismos. Pode ser utilizado para temperar saladas e na preparação de alguns pratos.(CUIDADO COM O EXCESSO DE SAL E A SOJA PODE SER TRANSGÊNICA-FIQUE ATENTO)

8. Kefir: Diferentemente do iogurte que é fermentado apenas por lactobacilos, o kefir é fermentado por trinta e sete tipos diferentes de microorganismos em sua colônia, incluindo as leveduras o que garante um alimento rico em probióticos.(kefir é uma espécie de leite fermentando
O MAIS RECOMENDADO DE TODOS)

9. Cápsulas Probióticas: Hoje estão disponíveis no mercado uma série de complexos ricos em bactérias probióticas. São indicados para quem tem dificuldades em inserir na alimentação os alimentos lácteos. Um ponto positivo é que as cápsulas não precisam de refrigeração. O consumo deve ser feito sob orientação médica.(ALTAMENTE RECOMENDADO)

10. Probióticos solúveis: Assim como as cápsulas, os probióticos solúveis também têm se tornado populares. O preparo se dá como os sucos instantâneos, basta misturar o conteúdo do sachê em 200ml de água. Prometem suprir a necessidade diária de probióticos do organismo.(CUIDADO COM ENGANAÇÕES E SUPOSTAS QUANTIDADES DE PROBIÓTICOS, QUE NO FINAL, SÃO IRRISÓRIAS E VOCE ACABA INGERINDO MAIS PRODUTOS QUIMICOS)

Pão: Os pães fermentados são feitos com ingredientes naturais e embalados para dar-lhes fermentação e sabor. Muitos pães artesanais são fermentados,então pergunte sempre pela maneira como é feito se você estiver interessado. Nota-Todas as leveduras são desativados por cozimento.

Chocolate: grãos de cacau inteiros são fermentados antes de ser transformado em chocolate. O processo remove alguns taninos amargos e adiciona complexidade ao chocolate acabado. Quando o cacau é cozido,  não há culturas ativas .

Iogurte de leite vegetal;  é semeado com uma cultura bacteriana e deixado para fermentar, em seguida, resfriado para retardar as bactérias vivas (probióticos). É amplamente disponível como o  Kefir .

Kombucha: A bebida carbonatada feita a partir de chá que vem em muitos sabores, que podem ser tomados sózinho ou misturado com sucos em cocktails, molhos .

Kraut:  é feito simplesmente  de  repolho salgado picado; existe um tempo de espera para as lactobactérias  fazerem seu trabalho. Existem muitas versões de couve fermentada, originários de países em todo o mundo, com vários vegetais e condimentos adicionados. Você pode achar kimchi coreano em casas de produtos importados ou asiáticos, tsukemono japonesa e repolho salgado chinês (span ka) são encontrados também nos mercados asiáticos e restaurantes.

Missô: Esta é uma pasta salgada feita a partir de soja  fermentada e outros grãos e cereais. Tem algumas culturas ativas; molho de soja e molho de peixe fermentado são pasteurizados para matar as bactérias. Todos os três estão disponíveis em muitos supermercados,  cooperativas e mercados asiáticos.

Oliveiras: O estilo grego da preservação de oliva é  fermentar as azeitonas em sal;azeitonas curadas  são fermentadas em óleo. Outros estilos não são fermentados e, geralmente, são processados com soda cáustica. Procure azeitonas fermentadas á  frio em casas especializadas.

Pickles:  a maioria são simplesmente cozidos em um banho de vinagre. Observe o rótulo se são fermentados;se são, vale a pena  por sua textura crocante e sabor extra.

Tempeh: Este é um alimento fermentado, geralmente feito com soja, muitas vezes com outros grãos e cereais misturados;a fermentação faz com que seja de mais fácil digestão e dá-lhe uma textura parecida com a carne.;experimente marinado e cozido , adicionado a sanduíches ou saladas.

Na medicina, os probióticos são usados na prevenção e tratamento de doenças;vários estudos relatam os benefícios atribuídos aos probióticos na preservação da integridade intestinal e atenuação dos efeitos de doenças intestinais, como diarréia e doença intestinal inflamatória. “Há ainda evidências de que os probióticos estimulem a resposta imunológica, na modulação de reações alérgicas, na melhoria da saúde urogenital de mulheres e nos níveis sanguíneos de lipídeos”

A síntese de vitaminas do complexo B, absorção de cálcio, como imunomoduladores, a inibição da carcinogênese (tumores), a redução das concentrações de colesterol, e aumento da tolerância e digestibilidade da lactose também são alguns benefícios .

NOTA IMPORTANTE-Apesar dos muitos benefícios para a manutenção da saúde, o consumo de probióticos deve estar associado a hábitos de vida saudáveis. Converse com seu nutricionista ou médico antes de fazer qualquer alteração na sua alimentação. Siga uma dieta equilibrada e pratique exercícios físicos regularmente.

Para que servem os probióticos

Os principais benefícios dos probióticos incluem:

  • Combater doenças intestinais, como colite, síndrome do intestino irritável, doença de Chron e inflamação intestinal;
  • Combater a candidíase, hemorroidas e infecção urinária.
  • Melhorar a digestão e diminuir a azia;
  • Aumentar a absorção de alguns nutrientes, como vitamina B ou metionina;
  • Aumentar a produção de macrófagos, que são células de defesa do organismo;

AVISO IMPORTANTE-Emboras os benefícios dos probióticos para a saúde sejam amplos é importante consultar um nutricionista ou clínico geral antes de iniciar a ingestão de cápsulas de probióticos, por exemplo.

Veja outras dicas para melhorar o funcionamento intestinal:

  • Iogurte caseiro para combater a prisão de ventre
  • Remédio caseiro para intestino preso
  • Sucos laxantes para soltar o intestino
  • Veja 8 alimentos ricos em probióticos que ajudam a emagrecer

    Probióticos são micro-organismos vivos que atuam como fermentadores. Quando ingeridos na forma de alguns alimentos, proporcionam efeitos benéficos à saúde.
    Segundo Karla Leal, nutricionista da PronoKal Brasil, “os probióticos preservam a flora intestinal como um todo, aumentando o número de bactérias benéficas e diminuindo a população dos micro-organismos patogênicos que podem causar doenças”.A ação dos probióticos no intestino também aumenta a absorção de nutrientes e pode até mesmo melhorar o humor;Cerca de 90% da serotonina, o hormônio regulador do humor, é produzida no intestino. Por isso, se ele estiver desequilibrado, pode levar a depressão, por exemplo.

    Fabricação

    Alguns alimentos lácteos fermentados contêm probióticos por terem sido enriquecidos com os micro-organismos em seu processo de fabricação. Daí a importância de sempre consultar os rótulos antes de consumir o alimento; a temperatura de transporte e armazenamento dos produtos é fundamental para garantir o efeito probiótico deles. Devido a estes fatores, a garantia de ingestão adequada destes micro-organismos pode ser bastante prejudicada.Diante destas limitações,  os probióticos também podem ser consumidos na forma de suplementos, como cápsulas e em pó.

    Alimentos probióticos fazem bem mais do que regular o seu intestino

    Eles fortalecem o seu sistema imune e até diminuem a formação de gases

    alimentos probióticos são aqueles que apresentam bactérias vantajosas ao organismo, como as encontradas em iogurtes e leite fermentado . Entre os exemplos mais comuns, a especialista cita os microorganismos chamados Lactobacillus, Streptococcus e Bifidobactérias.

    Listando os benefícios oferecidos por tais alimentos,  destaca-se a atuação deles no nosso intestino. As bactérias presentes nos probióticos são resistentes às enzimas digestórias, chegando intactas ao intestino. Isso afeta o consumidor de forma positiva por inúmeros e variados processos .Ela explica que o trato gastrointestinal possui mais de 400 tipos de espécies de bactérias. Quando essas bactérias são ingeridas pela alimentação, contribuímos para o aumento da microflora intestinal, intensificando suas ações .Mais uma boa notícia é que as vantagens dos alimentos probióticos não ficam apenas ao redor do bom funcionamento do intestino; esses alimentos aumentam o valor nutritivo e terapêutico dos demais alimentos, já que promovem uma melhora na absorção de vitaminas e minerais. Além disso, por meio de uma maior produção de células protetoras, os probióticos ainda fortalecem o sistema imunológico;os probióticos também entram em cena no tratamento de pessoas com intolerância à lactose (açúcar do leite). Os microorganismos hidrolisam a lactose e, com isso, diminuem a formação de gases, edema e agressão à mucosa intestinal .

    Não desperdice os benefícios

  • Para desfrutar de todas as vantagens dos probióticos, é aconselhado  que eles sejam incluídos no menu diáriamente. Isso garante que seus efeitos sejam contínuos. Para adultos, a dose recomendada é de 5 bilhões de unidades formadoras de colônias, durante, pelo menos, cinco dias. Na prática, a quantidade recomendada corresponde à ingestão diária de dois a três iogurtes com culturas probióticas ; a concentração de probióticos é bem variada, conforme o produto. Não há padrões de identidade dos níveis das bactérias no iogurte e outros produtos lácteos.

    Mais um aspecto importante na hora de esbanjar os benefícios desses alimentos diz respeito a todo o seu cardápio. Se você não seguir uma alimentação balanceada, a ação dos microorganismos será diminuída e os resultados dependem de um conjunto de fatores. De nada adianta seguir uma dieta com baixo consumo de fibras e ingerir uma grande quantidade de leite fermentado para que o trânsito intestinal melhore .

    O estilo de vida de um indivíduo (alimentação ou tipo de roupas) bem como a idade, sexo e local de vida podem influenciar a variabilidade dos microorganismos presentes. De fato, um bebê quando está no útero de sua mãe encontra-se em ambiente estéril e durante o parto a pele do recém nascido é colonizada pelos microrganismos presentes no canal vaginal ou da pele da mãe (no caso de cesariana). Já na puberdade, o microbioma da pele pode ser amplamente alterado pelo aumento de bactérias lipofílicas, que se proliferam graças à maior produção de sebo na superfície da pele, causada pela alteração dos hormônios sexuais característicos dessa fase.

    O uso de antibióticos, e outros fatores, também causam alteração da microbiota. Agentes de uso contínuo como sabões, cremes, produtos de higiene pessoal e cosméticos também possuem uma grande responsabilidade na alteração dessa microbiota. No entanto, até o momento, nenhum estudo verificou a mudança desse ecossistema na presença de doenças em detalhes moleculares.

    Nos Estados Unidos, em 2007, o NIH (National  Institutes of Health) iniciou um projeto denominado HumanMicrobiomeProject (Projeto do Microbioma Humano), com investimentos de aproximadamente $140 milhões de dólares por 5 anos, que tem como objetivo caracterizar a microbiota de várias partes do corpo humano, como fossas nasais, cavidades orais, pele, trato gastrointestinal e urogenitais e investigar a sua relação com a saúde humana.

    Este tipo de iniciativa, e a utilização de técnicas moleculares modernas e análise por metagenômica podem ser de grande utilidade para o desenvolvimento de novos produtos e medicamentos, que podem auxiliar na cura de doenças bem como na melhoria da qualidade de vida e bem estar dos seres humanos. Talvez, em alguns anos, tenhamos produtos cosméticos desenhados não apenas para certos tipos de pele, mas também planejados para favorecer microorganismos simbiontes, da mesma forma que consumimos alimentos probióticos atualmente.

    • Probióticos para pele

    • Além da função protetora, a pele, o maior órgão do corpo humano pode ser considerada como um ecossistema complexo, composto por uma vasta diversidade de microorganismos distribuídos entre os diferentes nichos que a compõe. Esses organismos podem ser bactérias, fungos, vírus e ácaros simbiontes, que podem ajudar a nos proteger contra organismos patogênicos. E, como em qualquer outro o ecossistema, o desequilíbrio pode levar ao aparecimento de doenças e infecções.

  • Ingestão de bactérias “boas” do intestino diminui inflamação que deflagra tumores, diz estudo

    Ação anti-inflamatória de bactérias retardou o surgimento de câncer em ratos; combate a mecanismo inflamatório é uma das apostas da ciência para conter doença

    O papel da flora intestinal em algumas doenças tem sido objeto de estudo da ciência com resultados interessantes. Pesquisas recentes mostraram que um desequilíbrio desses micro-organismos contribui para um risco aumentado para obesidade e diabetes tipo 2. Também na esteira desses achados, um outro estudo integra-se ao corpo de evidências dos benefícios desses seres habitantes do intestino. Análises em ratos mostraram que algumas têm potencial para a prevenção de tumores malignos. A pesquisa, publicada no periódico Plos One  e feita na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), nos Estados Unidos, mostrou que o poder anti-inflamatório de parte desses organismos pode ajudar a prevenir alguns tipos de câncer. O achado da equipe do pesquisador Robert Schiestl não vem do nada e é corroborado pela relação entre a inflamação e o câncer, há muito tempo discutido na literatura médica.

    Os cientistas já sabem, por exemplo, que os tumores podem surgir de mecanismos como infecções e irritação crônica –e a inflamação tem um papel importante nesse processo. Ela é uma resposta do sistema imune à infecção e media a regeneração do tecido doente. Em alguns casos, entretanto, essa resposta inflamatória sai do controle e não cessa depois de “consertar” o estrago. O fenômeno, assim, possibilita o crescimento de células estranhas ao corpo, os tumores.

    A inflamação é um mecanismo importante para entender surgimento de tumores e estudo sugere que probióticos podem contê-la. Foto: Ingimage

    A inflamação é um mecanismo importante para entender surgimento de tumores e estudo sugere que probióticos podem contê-la. No intestino, há dois tipos de bactérias: as que possuem propriedades anti-inflamatórias e as que contribuem para a inflamação. O corpo humano possui aproximadamente 10 trilhões de células de bactérias. Para se ter uma ideia do volume, o número é dez vezes maior ao montante de células humanas que, somadas, chegam a somente 1 trilhão.


    Como foi a pesquisa

    Para avaliar se as bactérias com propriedades anti-inflamatórias seriam capazes de prevenir o surgimento de tumores, os cientistas isolaram a Lactobacillus johnsonii 456, a mais abundante das bactérias benéficas e utilizada também fora da medicina para fazer kefir, iogurte e chucrute, por exemplo.Depois, os pesquisadores usaram ratos que tinham mutações em um gene chamado ATM, o que os tornava suscetível a um distúrbio neurológico chamado Ataxia Telangiectasia. O distúrbio, que afeta 1 em cada 100.000 pessoas, está associado a uma elevada incidência de leucemia, linfomas e outros cânceres e possui sintomas diversos, como dificuldade de locomação, de fala e deficiência imunológica. Os ratos foram divididos em dois grupos -um que recebeu apenas bactérias anti-inflamatórias e outro que recebeu uma mistura de ambas (inflamatórias e anti-inflamatórias, configuração natural do intestino).

    Entre outros resultados, os ratos que receberam as bactérias anti-inflamatórias demoraram mais para desenvolver o linfoma, mesmo sendo portadores do gene mutante que predispõe à condição. Também essas cobaias viveram quatro vezes mais e registraram menos dano ao DNA e inflamação.

    A redução da inflamação é uma meta importante porque, além do câncer, a condição desempenha um papel chave em muitas doenças, incluindo neurodegenerativas, doenças do coração, artrite e lúpus.

    Estudo foi comandado pelo pesquisador Robert Schiestl, da Universidade da Califórnia em Los Angeles (EUA). Foto: UCLA

    Estudo foi comandado pelo pesquisador Robert Schiestl, da Universidade da Califórnia em Los Angeles (EUA). Foto: UCLA

    Pesquisa anterior da UCLA já tinha apresentado a primeira evidência de uma relação entre a microbiota intestinal e o aparecimento de linfoma, um câncer que se origina no sistema imunológico. O novo estudo explica como essa microbiota poderia retardar o aparecimento de câncer, e sugere que os suplementos probióticos podem ajudar na prevenção.

    “Juntos, estes resultados dão credibilidade à noção de que a manipulação de composição microbiana poderia ser usado como uma estratégia eficaz para prevenir ou aliviar suscetibilidade ao câncer”, escrevem os pesquisadores.

  • Visão pessoal….
  • Os laticínios como leites fermentados e Yogurtes são as principais fontes de probióticos, e por serem derivados do próprio leite, explicamos que nesse caso, quando o fermentamos, o Ph do leite se modifica e as bactérias probióticas conseguem digerir parcialmente as enzimas da lactose, o que é um pouco menos maléfico para o nosso sistema, já que estamos tratando de leite. Esses probióticos que estão nos já tão conhecidos leites fermentados com “lactobacillus vivos”, ajudam muito na digestão, mas é necessário ler o rótulo desses produtos para se certificar sobre a presença dos probióticos! A dose “ideal” das bactérias adequadas para aumentar a quantidade de bactérias benéficas para o organismo é inatingível por meio desses produtos, e por isso mesmo o consumo de probióticos deve ser feito diáriamente e com muito cuidado e análise do que estamos ingerindo.Além desses, produtos derivados da soja (mas atenção: soja fermentada, não aquela transgênica produzida pela indústria e presente nos alimentos industrializados, essa soja fermentada inclusive é muito benéfica e deve ser consumida como alternativa, conhecemos ela como tofu) têm se revelado boas fontes de probióticos, assim como outros têm sido estudados, pois estão revelando o mesmo benefício, como  extratos de sementes vegetais ;  Entretanto, é importante destacar que é bom balancear o consumo desses alimentos, que são mais disponíveis e de fácil acesso. Conter probióticos pode prevenir uma doença, mas alguns desses alimentos podem não prevenir outras. Por isso a importância de um acompanhamento nutricional. Os leites fermentados fontes de probióticos podem ser ingeridos diariamente, mas é  aconselhável a escolha de outras fontes de probióticos, uma vez que sabemos todos os malefícios do leite (mesmo que o fermentado reduza um pouco-veja post sobre os perigos do leite), então procurem se aliar à soja e outro tão benéfico quanto, chamado de Kefir, que também é um probiótico produzido através da fermentação do leite e possui bactérias que os iogurtes não contém, como o Lactobacillus caucasus, leuconostoc e espécies de acetobacter e streptococcus, além de algumas leveduras benéficas que dominam, controlam e eliminam as leveduras prejudiciais presentes no organismo.Os benefícios do Kefir (que pode ser feito a partir de qualquer tipo de leite-Côco, amêndoa,arroz,cânhamo-se for de origem  animal prefira o de búfala ou cabra,menos comprometidos industrialmente com aditivos) são inúmeros: ele incrementa o valor biológico das proteínas do leite, uma vez que as suas próprias são parcialmente digeridas, e assim, mais facilmente utilizadas pelo organismo. O triptofano, um dos aminoácidos essenciais e muito presente no Kefir, atua benéficamente no sistema nervoso. Além disso, ele é capaz de sintetizar o ácido láctico, que diminui a intolerância a lactose e favorece a digestão do leite, mesmo para pessoas que sejam sensíveis a ele. O kefir também sintetiza vitaminas do complexo B, ativa o sistema imunológico, equilibra a flora intestinal e a regula, além de ter um efeito de “limpeza” no corpo todo, diminuir o risco de contrair câncer (principalmente o de cólon) e reduzir o LDL (colesterol ruim).Utilize o leite de côco, amêndoas, arroz ou proteína isolada de soja para fazer seus yogurtes fermentados evitando o consumo de leite de vaca.Veja nos posts relacionados o post sobre os perigos do leite.

Inspiração….

  • Grice EA and Segre JA. The skin microbiome. Nature Reviews Microbiology 9, 244-253 (2011).Grice EA et al. Topographical and temporal diversity of the human skin microbiome. Science 324, 1190–1192 (2009).

“Chemopreventive Metabolites Are Correlated with a Change in Intestinal Microbiota Measured in A-T Mice and Decreased Carcinogenesis.” Disponível em: http://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0151190

Monicavox

Recomendo….

Anúncios

Conhecendo a Terapia dos Florais

Quem trabalha com a terapia floral descobre a beleza e a maravilha de ver seres humanos transformados, reencontrados e mais auto-conscientes. Terapeutas florais bem formados e experientes têm ciência da ação notável das essências florais em seres humanos, animais e até em plantas.Os resultados efetivos da terapia floral têm sido comprovados não só pelos especialistas da área, como por uma ampla gama de profissionais, como médicos, dentistas, pedagogos, psicólogos, entre outros. Mesmo veterinários e criadores de animais têm utilizado, com muito sucesso, a terapia floral no tratamento de animais domésticos e selvagens.A Organização Mundial da Saúde (OMS), que é uma importante agência da ONU, declarou em 1978, na Conferência Internacional sobre Cuidados Primários de Saúde, que “Cada remédio trata uma determinada pessoa e uma condição particular. O uso de todos estes remédios (as essências florais) está amplamente distribuído pelo mundo em uma pequena escala. Eles são excelentes para o auto cuidado, sendo totalmente sem efeitos colaterais e não oferecem perigo caso um remédio errado seja prescrito”.Desde a descoberta das essências florais e a sistematização da terapia floral feita pelo Dr. Bach, na década de 1930, milhões de pessoas foram beneficiadas pelo seu uso. A terapia floral é hoje reconhecidamente uma forma terapêutica e uma ciência bem fundamentada e sistematizada, que proporciona reequilíbrio emocional, mental e comportamental para as pessoas, de forma simples, precisa e suave.

O uso da terapia floral

A terapia floral é indicada para o tratamento de desequilíbrios emocionais, afetivos, psíquicos e comportamentais. Por isso, é utilizada no tratamento de medos, pânico, traumas, TOC, compulsões, carências emocionais, irritabilidade, depressão, insegurança, autoritarismo, apatia, desatenção, dificuldade de aprendizado, humor instável e outros.Normalmente, os resultados mais efetivos são obtidos através da orientação de um terapeuta floral ou de outro profissional da área da saúde igualmente bem treinado em terapia floral. Porém, qualquer pessoa pode recorrer às essências florais para o seu uso pessoal, desde que tenha um conhecimento razoável sobre si mesma e sobre o uso das essências florais.

Dr Edward Bach

Edward BachCarreira médica – primeiros anos

Edward Bach estudou medicina primeiro em Birmingham e mais tarde no University College Hospital de Londres, onde se tornou cirurgião residente. Tabalhou também em sua clínica privada de Harley Street. Em seu trabalho como bacteriologista, fisiologista e patologista, Dr. Bach foi pioneiro com suas pesquisas de vacinas em seu laboratório.Em 1917, Dr. Bach trabalhava nas tendas dos hospitais de campanha tratando os soldados que regressavam de França, da I Grande Guerra Mundial. Um dia, de repente ele desmaiou e foi levado de emergência para o bloco operatório, vítima de uma grave hemorragia. Um tumor lhe foi retirado por seus colegas porém, seu prognóstico era pouco promissor. Quando recuperou, foi-lhe dito que lhe restavam escassos três meses de vida.Desse modo, assim que se recuperou de seu período de convalescença, Bach regressou ao seu laboratório e retomou seu trabalho de investigação. Ele ansiava avançar tudo o possível em seu trabalho de pesquisa, no pouco tempo que aparentemente lhe sobrava. Mas com o passar do tempo, ele se sentia cada vez mais forte. Passados 3 meses, Dr. Bach se sentia mais forte do que nunca. Ele estava convencido que seu sentido de missão o salvara: tinha ainda muito trabalho por fazer.

Pesquisas homeopáticas

Sua investigação estava sendo bastante bem sucedida, porém Dr. Bach se sentia insatisfeito com o fato de a medicina esperar dos médicos e investigadores que se focassem nas doenças, ignorando as pessoas em sua totalidade. Ele sonhava com uma abordagem mais holística da medicina. Talvez isso explique porque, não sendo homeopata, ele aceitou a oferta de um cargo no Royal London Homeopathic Hospital.Uma vez nessa instituição, ele se deu rapidamente conta das semelhanças entre seu trabalho de pesquisa com as vacinas e os princípios da homeopatia. Ele adaptou suas vacinas no sentido de produzir sete nosódios homeopáticos. Este trabalho e sua posterior publicação lhe trouxe alguma fama dentro dos círculos homeopáticos.

Os remédios florais

Até então seu trabalho de pesquisa esteve relacionado com as bactérias, no entanto Dr. Bach pretendia descobrir remédios mais puros e que não dependessem diretamente de doenças. Ele começou a recoletar plantas, em particular flores, na esperança de substituir seus nosódios por uma série de remédios mais suaves.Em 1930, o entusiasmo pela direção que seu trabalho estava tomando fez com que Dr. Bach deixasse seu lucrativo negócio de Harlem Street e a cidade de Londres. Ele estava determinado a dedicar sua vida a este novo sistema médico que ele estava certo de poder encontrar em plena natureza. Como sua assistente, ele tomou uma radiografista chamada Nora Weeks.Tal como abandonou a casa, o consultório e o emprego, Dr. Bach começou também a abandonar o método científico e a lógica reducionista. Ele permitiu, em vez disso, que seus dons naturais aflorassem, deixando gradualmente a intuição se apoderar do processo e lhe guiar às plantas certas.Ao longo de anos de tentativa e erro, preparando e testando milhares de plantas, Dr. Bach encontrou um a um e todos os remédios que procurava. Cada planta tencionando tratar um estado mental ou emocional específico. Desse modo ele descobriu que, tratando a personalidade e os sentimentos de seus pacientes, sua infelicidade e tensão física se poderiam aliviar naturalmente, à medida que o potencial curativo de seus corpos se ia desbloqueando e permitindo seu correto funcionamento.Sua vida se regeu pelas estações do ano entre 1930 e 34, em um padrão sazonal: durante a Primavera e o Verão, Dr. Bach preparava e procurava remédios; de Outono e de inverno, ele prestava conselho e ajuda a quem o viesse procurar. Seus invernos se passavam na cidade costeira de Cromer, foi aí onde ele fez amizade com o terapeuta e construtor local Victor Bullen.

O Bach Centre

Em 1934, Dr. Bach e Nora Weeks se mudaram para Mount Vernon, na pequena aldeia de Brighwell-cum-Sotwell em Oxforshire. Em os campos e veredas da aldeia ele encontrou as plantas que necessárias para completar seu sistema. Nessa época, seu corpo e sua alma estavam tão sincronizados com seu trabalho que Bach chegava a sofrer dos mesmos estados emocionais para os quais estava procurando cura, e experimentava plantas e flores até encontrar aquela que o ajudaria, cessando o efeito nefasto de dita emoção. Desse modo, com grande esforço e sacrifício pessoal ele pode completar o trabalho de sua vida.Um ano após ter dado por terminada sua pesquisa e seu sistema floral por completo, Dr. Bach faleceu pacificamente na noite de 26 de Novembro de 1936. Ele tinha apenas 50 anos, porém tinha superado seu prognóstico de vida em mais de 20 anos. Nos deixou o equivalente a várias vidas de investigação e esforço e um sistema médico utilizado em todo o mundo.O trabalho do Dr. Bach foi por ele entregue em mãos de seus colegas e amigos Nora Weeks, Victor Bullen e Mary Tabor, expressando seu desejo de que estes lhe dessem continuidade e se mantivessem fiéis à essência de simplicidade que ele alcançara.

A herança do Bach Centre

O Dr. Bach ensinou seus assistentes Nora Weeks e Victor Bullen tudo que precisavam saber sobre as plantas por ele utilizadas, também lhes ensinou como preparar remédios. Nora e Victor, por sua vez, ensinaram John Ramsell e Nickie Murray. Quando Nickie se aposentou do Bach Centre, John ensinou a sua filha Judy Ramsell Howard a arte de preparar essências mãe.Judy é a atual Diretora do Centro. Em conjunto, ela e seu marido Keith têm cinquenta anos de experiência preparando remédios.O Centro sempre esteve envolvido na preparação de tinturas mãe.

Os mecanismos de ação das essências florais

O sucesso da terapia floral no tratamento das nossas deficiências e desequilíbrios psicológicos está ligado à singularidade das essências florais.As essências florais são extraídas, em geral, de plantas silvestres específicas. Cada planta tem a capacidade de reequilibrar e reordenar um estado psíquico humano particular. Então, uma planta trata do estado de medo, uma outra da tristeza, outra da impaciência, e assim por diante.Por exemplo, a flor da planta Gentiana amarella (cuja essência floral chama-se Gentian) tem o mesmo padrão de ondas bio-eletromagnéticas que a mente humana emite quando um indivíduo está num estado de otimismo, confiança e perseverança. Então a essência floral Gentian é utilizada para tratar os quadros de  desânimo, pessimismo e falta de confiança.

Como outro exemplo, temos a flor da planta Mimulus guttatus (cuja essência floral chama-se Mimulus). Ela possui as mesmas configurações energéticas das ondas bio-eletromagnéticas emitidas por uma pessoa que se encontra num estado de coragem, desembaraço e valentia. Por isso, essa essência é indicada para tratar pessoas que sentem-se tímidas, ou que são medrosas, ou mesmo para os momentos em que nos sentimos amedrontados frente a alguma circunstância.

O motivo que torna o uso dessas plantas compatível com a mente humana, foi a descoberta de que certas flores silvestres têm o mesmo padrão de ondas (forma e frequência) que são emitidas pela mente humana saudável. Porém, como a energia de certos vegetais pode ter uma ressonância com os estados da mente humana?Muitos seres vivos compartilham de estados psíquicos semelhantes. Humanos, cães, gatos e praticamente todos os animais conhecidos manifestam emoções como o medo, a coragem, a tristeza, a raiva, a agressividade, o ciúmes e tantos outros. Hoje, depois das pesquisas iniciadas pelo cientista Cleve Backster, a ciência reconhece que as plantas e os vegetais também manifestam estados psíquicos muito semelhantes aos nossos, como a ansiedade, a alegria, o medo, a empatia, etc.

Então, dentro de uma perspectiva materialista, as essências florais obtidas a partir de plantas que possuem determinados padrões de ondas positivos, estáveis e perfeitamente coerentes com os estados da mente humana saudável, podem reordenar os padrões psíquicos alterados de seres humanos. Assim, quando uma pessoa toma uma essência floral, ela recebe um padrão de onda bioenergético, organizado e natural, que ressoa nas estruturas do seu próprio sistema nervoso, remodelando-o, e assim influenciando toda a sua psique e suas condições emocionais.

Já a partir de um ponto de vista espiritual, as essências florais carregam em si padrões de consciência espiritual. Estes padrões são positivos e estão em perfeita ressonância com as estruturas de consciência harmônica que formam o universo. Assim, quando ingeridas, as essências florais alcançam os núcleos de consciência espiritual básica do indivíduo, fazendo com que ele recobre os padrões de consciência universalmente coerentes e humanamente corretos.

Como são feitos os remédios

Existem dois métodos utilizados para preparar os remédios. A maioria das flores delicadas é preparada através do método solar. Trata-se de manter as sumidades floridas flutuando em água pura e expostas diretamente ao sol durante três horas.As plantas mais lenhosas e aquelas que geralmente florescem quando o sol está menos forte são geralmente preparadas pelo método de fervura. Ou seja, colocam-se para ferver as inflorescências da planta em água durante meia hora.Em ambos os casos, após o calor ter transferido a energia das flores para a água, a água energizada é misturada com uma quantia igual de brandy. A mistura resultante se chama tintura mãe.As tinturas mãe são posteriormente diluídas em brandy (numa proporção de duas gotas de remédio para 30 ml de brandy), dando origem aos frascos de florais, conhecidos por remédios de estoque, que você encontra à venda nas lojas

A preparação de remédios florais hoje

Até 1991, o Bach Centre preparava, diluía e engarrafava seus próprios remédios em Mount Vernon e os enviava para as lojas de todo o mundo.Porém, à medida que a procura mundial cresceu, o Centro não conseguiu continuar dando resposta, por essa razão entre 1991 e 1993, decidimos vender nosso negócio de produção de remédios para a Nelsons, uma pequena empresa familiar. Isso deixou o Bach Centre livre para se concentrar no ensino e em seu trabalho com os BFRPs (terapeutas registradas).Hoje em dia há várias companhias produzindo os 38 remédios. Todo remédio convenientemente preparado funcionará tão bem como qualquer outro. Por isso, escolha a marca em que você sentir maior confiança.

Como tomar remédios florais

Os remédios florais podem ser tomados de diferentes formas. As indicações que se seguem foram desenhadas para ser fáceis de lembrar. Tomar doses maiores não tem um efeito mais intenso, porém, se você está passando por uma crise pode sempre tomar doses mais frequentes para o ajudar a superar esse momento de crise.

O método do ‘copo d’água’

No caso de estados de humor temporários ou problemas passageiros coloque duas gotas de cada floral selecionado em um copo d’água. Vá bebendo em pequenos goles até que se sinta aliviado. Se estiver utilizando a fórmula de emergência pré-preparada, coloque quatro gotas no copo de água em vez de duas.Esse método pode também ser utilizado para problemas mais prolongados. Nesse caso, o conteúdo do copo deve ser bebido em pequenos e espaçados goles ao longo do dia – pelo menos 4 vezes. Mantenha o copo na geladeira ou faça um novo preparado cada dia.

Frascos de tratamento

Para problemas mais crônicos recomendamos preparar frascos de tratamento, pois é o modo mais barato de utiliza-los e fará seu precioso kit de remédios de estoque durar mais tempo. Simplesmente:

  • Arranje um frasco conta-gotas de 30ml (procure, por exemplo, numa farmácia local)
  • Junte 2 gotas de cada remédio selecionado no frasco (e/ou quatro gotas da fórmula de emergência pré-preparada)
  • Encha o frasco conta-gotas com água engarrafada de nascente
  • Desse frasco tome 4 gotas, pelo menos 4 vezes ao dia

Os frascos de tratamento lhe durarão duas ou três semanas se você os guardar em um lugar fresco, na geladeira, por exemplo. Caso isso não seja possível, caso viva em um lugar quente ou ande levando no bolso o seu frasco de remédio, junte-lhe uma colher de chá de brandy antes de encher o frasco de água. Isso ajudará a água a se manter salubre. Se você não quiser usar brandy, utilize antes vinagre de cidra ou glicerina.

Uso direto na língua

Pode também usar os remédios puros, sem dilui-los. Esta é a forma mais cara de tomar os remédios e também aquela com um sabor mais intenso a brandy (a menos que você esteja usando um remédio de estoque em glicerina) por isso é a menos recomendada, contudo ela é igualmente efetiva.Para tornar mais fácil memorizar, tome sempre o mesmo número de gotas, quer esteja tomando o floral puro do frasco de remédio de estoque direto na língua, quer esteja misturando florais em um frasco conta-gotas, ou tomando os remédios num copo de água: sempre duas gotas.Se estiver tomando a fórmula de emergência pré-preparada, a dose é de quatro gotas, seja direto na língua, num copo de água ou num preparado em frasco conta-gotas.Em qualquer dos casos, repita se necessário – no que respeita os tratamentos a longo prazo – pelo menos quatro vezes ao dia.

Guia de remédios

Cada um dos 38 remédios descobertos pelo Dr. Bach representam e servem para equilibrar uma determinada característica ou estado emocional específico. Para selecionar os remédios que você necessita, pense que tipo de pessoa você é e de que forma se está sentindo.Para mais informação sobre cada um dos remédios nessa lista, selecione o link correspondente.Pode também lhe ser útil ler alguns casos de estudo antes, para entender como funcionam os remédios do sistema floral de Bach.

Agrimony – tortura mental detrás de um rosto alegre

Aspen – medo de coisas desconhecidas

Beech – intolerância

Centaury – dificuldade em dizer não

Cerato – falta de confiança nas suas próprias decisões

Cherry Plum – medo de perder o controle

Chestnut Bud – incapacidade de aprender com seus próprios erros

Chicory – egoísmo e possessividade

Clematis – sonhar com o futuro sem trabalhar no presente

Crab Apple – remédio para limpeza e para o sentimento de auto-rejeição por desagrado

Elm – sensação de sobrecarga por excesso de responsabilidade

Gentian – desanimado à primeira vista,depois de uma contrariedade

Gorse – desespero

Heather – excesso de preocupação por si mesmo, personalidade egoísta

Holly – ódio, inveja e ciúme

Honeysuckle – viver no passado

Hornbeam – sentimento de cansaço só de pensar em fazer algo

Impatiens – impaciência

Larch – falta de confiança

Mimulus – medo de coisas conhecidas e timidez

Mustard – tristeza profunda e sem motivo aparente

Oak – para a pessoa impassível e persistente que avança e aguenta além do limite das suas capacidades

Olive – exaustão após esforço mental ou físico

Pine – culpa

Red Chestnut – excesso de preocupação pelo bem estar de seus seres queridos

Rock Rose – terror e medo paralisante

Rock Water – auto negação e repressão por rigidez

Scleranthus – dificuldade de optar entre várias possibilidades

Star of Bethlehem – choque

Sweet Chestnut – angustia mental extrema, quando todas as hipóteses parecem esgotadas e a pessoa não vê luz ao fundo do túnel

Vervain – excesso de entusiasmo

Vine – excesso de autoridade, despotismo

Walnut – proteção de influências indesejadas e em caso de mudança

Water Violet – para equilibrar personalidades reservadas e distantes

White Chestnut – pensamentos indesejados e incontroláveis, conflitos mentais

Wild Oat – dúvidas sobre que direção tomar na vida

Wild Rose – sensação de andar à deriva, apático e resignado

Willow – auto comiseração e ressentimento

O sistema original também inclui um remédio de emergência. Outras combinações previamente misturadas são oferecidas por alguns produtores de florais. Porém, elas tendem a ser ineficientes uma vez que representam misturas generalizadas que não são preparadas individualmente.

As características do tratamento com a terapia floral

Existem inúmeras essências florais sistematizadas e isso permite que, através da terapia floral, seja possível sanar muitos distúrbios emocionais, afetivos e psicológicos que se apresentam nos seres humanos.Uma vez que a pessoa entende que está com dificuldades emocionais ou psicológicas, ou quando uma mãe percebe comportamentos improdutivos ou nocivos em seu filho, ou quando alguém está passando por momentos difíceis ou está com uma doença grave, ou quando um animal demonstra medo, agressividade ou outras tendências negativas, o terapeuta floral ou outro profissional treinado em terapia floral pode ser procurado.O terapeuta floral ou o profissional habilitado em terapia floral vai escutar, observar, sentir e trocar informações com o seu paciente. Vai estabelecer um contato humano com ele, e, depois de ouvir suas queixas, observar suas reações, dificuldades e comportamentos, e compreender quais os estados mentais e emocionais que estão lhe afetando, prescreverá a essência ou a fórmula composta de essências florais para o seu tratamento.

Depois de tomar o composto floral por algum tempo, o paciente pode retornar e a reavaliação de sua condição inicial será feita pelo profissional. Se o tratamento ainda não alcançou a mudança de estado correta, ou seja, se a pessoa ainda não alcançou o padrão psicológico correto para lidar com seu problema ou com seus conflitos, então o tratamento continuará por um tempo até que uma mudança real e efetiva ocorra na pessoa, e esta seja capaz de lidar com a situação de forma equilibrada. E se o tratamento for bem feito, o padrão de consciência da pessoa mudará fundamentalmente, e ela terá amadurecido este seu aspecto emocional de forma duradoura.É preciso que se saiba que a terapia floral não trata de problemas físicos ou de doenças orgânicas. Não existe algo como uma essência floral para combater a gastrite, a obesidade, a dor de cabeça, o câncer, etc. O que é verdadeiro nesse aspecto, é que é possível tratar das causas emocionais ou psicológicas das doenças com a terapia floral. Então, se uma pessoa tem enxaquecas ou uma alergia de origem emocional, ou uma dor de estômago devido ao medo, à ansiedade ou à raiva, pode-se tratar a origem psicológica do distúrbio, e, em alguns casos, isso resultará na própria remissão dos sintomas e na cura efetiva do distúrbio, já que a origem psicológica do distúrbio foi sanada.

A terapia floral é compatível com qualquer tratamento, e pode ser utilizada em praticamente quaisquer circunstâncias da vida de uma pessoa. Além disso, não tem efeitos colaterais, toxicidade ou contraindicações, e pode ser usada durante a gravidez, a amamentação, em bebês, idosos, em casos de doenças severas ou terminais, em pacientes psiquiátricos, etc.

Essências mais usadas

O Rescue Remedy é o floral mais usado em todo o mundo. Mas outras essências podem ser indicadas de acordo com o tipo depersonalidade, bem como as emoções vivenciadas em determinado momento da vida. Para isso, elas são divididas emsete grupos, destacando-se entre eles os seguintes florais:

Red Chestnut: para os que sentem medo ou preocupação de que algo ruim possa acontecer com seus entes queridos.

Wild Oat: para aqueles que se sentem perdidos incertos quanto à própria direção da vida.

Mustard: para a tristeza profunda, sem causa conhecida.

Heather: para os que sofrem com a solidão, se sentem incompreendidos e, por isso, gostam de ser o centro das atenções.

Holly: para sentimentos de ódioinvejaciúmes vingativo revolta.

Larch: falta de confiança nas próprias capacidades.

Chicory: para quem vivencia possessividadeciúmesapego, faz tudo pelos outros, mas espera reciprocidade.

Visão pessoal…

Vamos ás 5 razões para tomar os florais

1. Embora não seja único, é o principal instrumento utilizado para o equilíbrio das emoções e doscomportamentos mentais. Pode ser usado de maneira complementar, integrando-se perfeitamente em todo tipo de tratamento (nutricional, homeopático etc.).

2. Não possuem contraindicações nem efeitos colaterais, pois não são remédios. Até mesmo mulheres grávidas podem usá-los. Indicados sem limite de idade e por tempo indeterminado.

3. Estimulam sentimentos como o amor, a fé, a esperança, a alegria, coragem e paz, além de outras qualidades necessárias para que cada pessoa possa enfrentar a vida e as doenças de forma mais equilibrada.

4. Despertam o potencial de autocura que toda pessoa possui. Também melhoram a fluência de energia física, mental e emocional.

5. São indicados para aqueles que não podem se tratar sozinhos, porque dependem dos cuidados de outras pessoas, como portadores de alguma necessidade especial ou doenças degenerativas como o Alzheimer. Por fim, possuem custo acessível.

Inspiração….

http://www.institutobach.com.br/site/

http://www.syntonia.com/textos/textossaude/textosflorais/manualdeleonardo.htm

http://www.floraisbach.com.br/sistema-florais/

Florais de Bach: uma medicina natural na
prática

http://www.ufjf.br/proplamed/files/2014/04/artigo-4.pdf

 

Monicavox

Recomendo….

Resultado de imagem para imagens sobre florais de bach[

 

 

Visualizando áudio-frequências

O QUE A GEOMETRIA PRESENTE NA NATUREZA, NA MÚSICA E NO CORPO HUMANO QUER NOS DIZER

Somos vibração. Tudo é vibração, e tudo é impermanente, pois tudo está o tempo todo em movimento. Nossa mente também é movimento, e movimento precisa de harmonia para criar eficiência. Harmonia é ritmo. Assim, afinamos nossa mente como afinamos um instrumento musical, até que ela funcione em harmonia e emita um “som afinado”.A natureza destes fenômenos nos leva a indagar sobre as possíveis forças vibratórias que agem na estruturação dos processos e formas da natureza. Somos levados, por analogias, a visualizar o mundo como um grande entretecer de vibrações e harmonias, consonantes e dissonantes, estruturando e dissolvendo a substância em ciclos de caos e ordem, regidos por uma vontade e matemática invisíveis.Nossa mente trabalha com as mais diversas faixas vibratórias (freqüências), até porque nosso corpo foi criado para captar e processar todas essas energias.

Uma onda é uma perturbação oscilante de alguma grandeza física no espaço e periódica no tempo. A propagação das perturbações no ambiente formam as ondas, que possuem algumas características que lhe identificam, como a frequência e a amplitude (energia).A frequência das ondas é a quantidade de oscilações que aconteceram num determinado intervalo de tempo. As oscilações que ocorrem dentro do intervalo de tempo de um segundo são medidas em Hertz (nome do cientista que estudou o fenômeno). Portanto, para 20 oscilações por segundo, diz-se 20 Hertz ou, abreviadamente, 20 Hz.A amplitude da oscilação revela a quantidade de energia que a onda transporta. Quando maior a perturbação, maior a amplitude da onda.
O melhor exemplo e o mais comum é o fenômeno que se produz quando jogamos uma pedra na água, gerando uma perturbação. A propagação desta perturbação forma ondas, normalmente concêntricas, que se espalham pela superfície da água até dissipar energia e não ser mais percebida.

Em 1787, o jurista, músico e físico Ernst Chladni publicou “Entdeckungen über die Theorie des Klangesor”,ou seja, ” As descobertas sobre a Teoria da Música”.Neste e em outros trabalhos pioneiros, Chladni lançou as bases para  a disciplina dentro da física que veio a ser chamado de acústica, a ciência do som.Entre as idéias de  Chladni, uma delas era encontrar uma maneira de tornar visível o que gerava as ondas sonoras. Com a ajuda de um arco de violino que ele colocou perpendicularmente ao longo da borda de placas planas cobertas com areia, ele produziu esses padrões e formas . Chladni demonstrou de uma vez por todas, que o som  realmente afeta a matéria física e que tem a propriedade de criar  padrões geométricos.

Em 1967, o falecido Hans Jenny, um médico suíço, artista e pesquisador, publicou o livro bilíngüe “Kymatik-Wellen und mit ihrer Struktur und Schwingungen Dynamik ‘/’ Cymatics – a estrutura e dinâmica de ondas e vibrações. Neste livro, Jenny, como Chladni duzentos anos antes, mostrou o que acontece quando se leva diversos materiais como areia, esporos, limalha de ferro, água e substâncias viscosas, e coloca-os em placas de metal vibrando, com membranas. O que então aparece, são as formas e padrões de movimento que variam entre os quase perfeitamente ordenados e estacionários objetos, e para aqueles que estão em movimento.
Quando Jenny experimentou com vários tipos de fluidos, ele produziu movimentos das ondas, espirais e padrões de onda em circulação contínua. Em sua pesquisa com esporos de plantas, ele encontrou uma enorme variedade e complexidade, mas mesmo assim, havia uma unidade na forma e evolução dinâmica que surgiu conforme a pesquisa avançava. Com a ajuda de limalha de ferro, mercúrio, líquidos viscosos, plástico- ou com substâncias e gases, que ele  investigou os aspectos tridimensionais dos efeitos da vibração.

O termo Cymatics  foi inventado pelo Dr. Hans Jenny, que é derivado da palavra grega “Kyma ‘significa’ onda ‘ou’ ta kymatica”, significando ” questões relacionadas com as ondas. 

Um fenômeno interessante apareceu quando ele usou uma placa vibratória coberta com líquido e inclinou-a. O líquido não cedeu à influência gravitacional e fugiu da placa vibratória, mas permaneceu na placa e passou a construir novas formas, como se nada tivesse acontecido. Se, no entanto, a oscilação fosse  desligada, o líquido começaria a cair. Segundo Jenny, este foi um exemplo de um efeito anti-gravitacional criado por vibrações.O que Hans Jenny quis ressaltar  é a semelhança entre as formas e padrões que vemos ao nosso redor, na realidade física e as formas e padrões que ele gerou em suas investigações. Jenny estava convencido de que a evolução biológica foi o resultado de vibrações, e que a sua natureza determinou o resultado final. Ele especulou que cada célula tinha a sua própria frequência e que um número de células com a mesma freqüência criou uma nova freqüência que estava em harmonia com a original, que por sua vez, possívelmente, formou um órgão que também criou uma nova frequência em harmonia com os dois anteriores.

A RESSONÂNCIA DO CORPO HUMANO

As células do nosso corpo ressoam automáticamente com as vibrações sonoras recebidas.As diversas partes do nosso corpo apresentam freqüências diversas e cada um dos seus órgãos tem o seu próprio tom de freqüência. 

O nosso corpo vibra. Cada vez que o nosso coração bate esta batida faz tremer o nosso corpo. Se colocarmos um pequeno sismógrafo ele detectará este fato. Quando o sangue é lançado no ventrículo esquerdo gera um pico neste gráfico, as porções entre estes picos são recortadas e irregulares. A razão desta ocorrência é a vibração de todo o corpo relacionada à ação do sangue na aorta, a sua maior artéria.Se pararmos de respirar, o gráfico até então irregular torna-se liso e regular, semelhante à uma onda senoidal. Qual foi o milagre? A transformação do sistema da aorta em sistema ressoante: e o comprimento da aorta formando meio comprimento de onda desse sistema. Uma das características: exigência de quantidade mínima de energia para ser mantido.

Todos nós mantemos uma certa freqüência vibracional, para não mencionar nos nossos corpos são estimados cerca de 70% de água … então podemos provávelmente esperar que as freqüências musicais podem alterar nosso próprio estado vibracional. Alguns podem chamar isso de “pseudociência”, no entanto, a ciência e os padrões acima não mentem. Toda expressão através do som, emoção ou pensamento tem uma freqüência específica que influencia tudo ao seu redor, muito parecido com o que uma única gota de água pode criar um efeito cascata maior em uma grande massa de água.

 Com esse conceito em mente, vamos trazer a nossa atenção para a frequência da música que ouvimos. A maioria das músicas em todo o mundo foi ajustada para A = 440 Hz desde a International Standards Organization (ISO) promoveu em 1953. No entanto, estudos sobre a natureza vibratória do universo indicam que este passo é desarmônico com a ressonância natural da natureza e pode gerar efeitos negativos sobre o comportamento humano e da consciência. Certas teorias sugerem mesmo que o regime nazista foi a favor da adoção deste passo como padrão, após a realização de pesquisas científicas para determinar qual faixa de freqüências melhores provocam o medo e a agressão. Então, a conspiração é factual, e estudos interessantes e observações apontam para os benefícios da música para afinação A = 432 Hz em seu lugar.

Quando os nossos átomos e DNA começam a ressoar em harmonia com o padrão espiral da natureza, o nosso senso de conexão com a natureza é ampliada. O número 432 também se reflete em índices do Sol, a Terra e a Lua, bem como a precessão dos equinócios, a Grande Pirâmide do Egito, Stonehenge, o Sri Yantra entre muitos outros locais sagrados.
“De minhas próprias observações, alguns dos parciais harmônicos de 12T5 A = 432hz aparecem para alinhar a padrões naturais e também a ressonância de Sólitons. Sólitons precisam de um intervalo específico para formar o reino da densidade e extensão do micro ao macro cosmos. Sólitons não só são encontrados em mecânica de água, mas também na respiração íon-acústica entre elétrons e prótons.O ouvido interno do ser humano é construído em C = 128 hz – Por esta razão, sugiro que cada um de nós façamos a nossa própria pesquisa sobre o assunto com uma mente aberta e ainda mais exigente, pois estamos procurando validação científica. No entanto, todos nós possuímos a intuição e a capacidade de observar sem julgamento-o que pode ser tão valioso (se não mais) como preencher nossas mentes com dados externos e até mesmo conceitos científicos. Assim, cabe a nós atenuar o impulso de saltar para conclusões e em vez de experimentar a diferença entre A = 440 Hz e A = 432 Hz. Para isso, é preciso ouvir com todo o nosso corpo e uma consciência neutra ao invés de com as nossas ideias mentais, julgamentos e preconceitos.

AS PALAVRAS E A VIBRAÇÃO DO SOM QUE EXPRESSAMOS Á TODO MOMENTO 

As palavras que pensamos em nossa mente, que dizemos em voz alta ou entoamos, têm uma vibração que pulsa como uma onda através do nosso corpo físico e em todos os nossos corpos energéticos. Estas palavras que são expressas têm uma influência poderosa em nosso ser.Nosso corpo e os corpos energéticos estão vibrando constantemente, e enquanto a luz entra em nós, a vibração do nosso corpo e dos corpos energéticos se acelera, tornando-se uma vibração mais pura, mais alinhada com  a Fonte/Criador. Se  produzimos palavras negativas em nossa mente, ou em voz alta, isto pode ter um efeito redutor em nossa vibração energética. Como trabalhadores da luz, podemos estar nos concentrando em nossa própria cura, ancorando mais luz e invocando a assistência divina para servir á nossa ascensão; mas,  expressamos palavras com uma vibração menos elevada, estaremos sempre encorajando uma vibração energética instável que não irá apoiar o nosso crescimento espiritual.

Nossas palavras têm uma influência poderosa em nosso ser, porque este aspecto do nosso ser está conectado à nossa habilidade de criar e de co-criar com  a Fonte/ Criador. As palavras têm a habilidade de moldar a nossa realidade e até o nosso corpo físico.A fim de adquirir uma vibração segura e constantemente intensificada, há uma necessidade de observar as palavras que  escolhemos usar em voz alta e em nossa mente momento á momento,diáriamente; não sómente as palavras, mas o tom e a maneira com que as expressamos com os outros.Estamos no momento de desintoxicar os nossos pensamentos e o nosso vocabulário, de modo que possamos trazer maiores volumes de luz e de amor ao nosso Ser, através do processo de pensar e de se expressar. É importante que cada expressão de qualquer forma do nosso Ser, seja profundamente amorosa para nós mesmos e para os outros.Vamos nos permitir  pensar em padrões de amor e a nos expressar não sómente com o imenso amor que flui do nosso coração, mas que cada palavra seja cuidadosamente escolhida por nós, para que seja da vibração/sintonia/ressonância de amor mais elevada.Assim, aquele que sabe manipular a vibração pode transformar as coisas ao seu redor. Toda oração é invocação ou chamado. Toda palavra/som, primeiramente influi no corpo de quem o emite, e só depois alcança seu objetivo externo. É por isso que tudo que desejamos (e pela palavra cristalizamos) para o próximo, á nós mesmos estamos desejando. De toda palavra inútil teremos que prestar contas. Nossa palavra é nossa lei e as palavras são pensamentos manifestados. Entretanto, palavras não manifestadas também carregam uma ressonância e nós as chamamos de “pensamentos.” Quando pensamos sobre alguma coisa, um tipo particular de vibração nos rodeia.

A TERAPIA DE CURA PELO SOM

O “arrastamento” é muito importante como princípio, para a compreensão de como o corpo humano reage aos sons. Há 300 anos um cientista holandês,Christian Huygens, notou o “arrastamento” pela primeira vez. A sua experiência foi a seguinte: colocou dois relógios de pêndulo pendurados juntos e em ritmo combinado. Observou que os dois pêndulos mantinham este ritmo combinado, com exatidão. Pareciam, segundo o cientista, manterem uma simpatia entre eles e o desejo de marcarem o tempo juntos: isto se chama hoje de ARRASTAMENTO. Técnicamente, é a combinação da fase mútua de dois osciladores. O arrastamento é um fenômeno universal. 
Os organismos vivos são osciladores e quando vibram aproximadamente na mesma freqüência, tendem a entrar num ritmo único , então, o relax pode ser definido como estar em harmonia consigo mesmo e com o mundo.

O Dr. Steven Halpern compôs uma música chamada SPECTRUM SUITE, um verdadeiro “banho de saúde”. Fácil e automáticamente, todo o corpo responde á ela, no mesmo  nível celular.A “Spectrum Suíte” foi testada por uma equipe da Califórnia e foi observada a mudança espetacular nas medidas do RCG e na imagem Kirlian nos indivíduos testados. Foram feitos outros testes: eletro-acupuntura, cinesiologia e cinesiosonia e a música mostrou-se eficiente corroborando os outros resultados

(Nota do Monicavoxblog;Quando quisermos relaxar ,e deveríamos fazê-lo diáriamente, usemos música tranqüilizadora. A música indiana, New Age,Celta,Chinesa são excelentes para o relax. Concentrar-se na música não é processo crítico ou analítico quando queremos relaxar: é um processo imaginativo. Pense que os sons se transformam em um regato refrescante que corre sobre o seu corpo. Ou que as ondas sonoras massageiam os seus músculos tensos ou doloridos, ombros tensos, têmporas latejantes; Que a música está respirando por você, que você está boiando em um mar de sons relaxantes, enfim USE A SUA IMAGINAÇÃO.Todos pensam que qualquer uma das músicas clássicas são um excelente relaxante: pode não ser… você pensa que está ficando calmo, mas a sua mente “mente” para você. E o seu corpo, o que ele lhe diz? No relax é ideal a união do corpo e da mente.)

O Spectrum Suíte favorece a saúde automática e fácilmente, sejam os ouvintes jovens, velhos, homens e mulheres. Seus corpos respondem afirmativamente e seu estímulo musical é apreendido e assimilado a nível celular.Há também outro fator importante na cura de uma pessoa: sua MENTE. É necessário o estudo do que o som da música provoca nas faculdades emocionais, intelectuais, imaginativas e associativas da mente humana. Neste caso entra a música clássica, que pode provocar reações psicológicas benéficas, muito úteis, no sentido da cura. Uma abordagem (a física) não exclui a outra (a mental). Ambas podem chegar a cumprir a sua finalidade agindo através de motivação diversa.Nosso meio ambiental não se adapta a nós. Precisamos aprender a nos adaptarmos á ele, ou mudá-lo. Está na hora de nós nos sintonizarmos em nós mesmos.

A MEDICINA DO FUTURO

Recentemente, algumas pessoas inteligentes e sensíveis insatisfeitas com os SISTEMAS VIGENTES na medicina, começaram a dar um brado de alerta:Afinal, o corpo humano é também um SISTEMA ELETROMAGNÉTICO, um sistema oscilador de vibrações. Neste sistema é que entra o SOM.A evidência de que campos elétricos aplicados a fraturas ósseas com recuperação lenta podem intensificar a cura e que a regeneração parcial de membros dos mamíferos é possível com a aplicação de campos elétricos ao coto do braço ou da perna amputados.

Gideon A. Fodan, Lizabeth Baurret e Louis Norton, da Faculdade de Medicina da Universidade de Connecticut – Farmington, fizeram o relato de que “campos elétricos oscilatórios provocaram a síntese do DNA em células cartilaginosas”. Eles usaram um campo elétrico externo de corrente direta pulsante, oscilando a 5 hertz e conseguiram estimular a incorporação da timidina na molécula do DNA.Este fato constatado é de importância capital na terapêutica, pois sugere que “a comunicação normal entre as células não é feita com a mediação das membranas celulares sómente, mas envolve também o fluxo de íons. Modulando o fluxo de íons através de certas freqüências elétricas oscilatórias pode-se, ao que parece, afetar a “informação” para as células e influenciar sua aparência.

O corpo humano é também um sistema oscilatório.Esta perspectiva é importante para a pesquisa da cura e da manutenção da saúde, quando são usados campos vibratórios como a luz, a eletricidade, o magnetismo, cor e som. Alguns pesquisadores já exploram essas possibilidades com pleno sucesso.Uma pessoa saudável emite uma radiação de 6.500 unidades angstrom. Os que fumam, ingerem álcool e grandes quantidades de carne, têm a sua radiação mais baixa.O sonho  é que a medicina do futuro utilize fones de ouvido para diagnosticar,sintonizando nas freqüências emitidas pelos órgãos fragilizados e então curar transmitindo vibrações mais saudáveis para esses órgãos.“O próximo grande salto no tratamento da saúde será dado quando as pessoas aprenderem a tomar conta de si mesmas”. Dr. John Knowles. Para este fim desejável, nada melhor do que seguir a “dieta saudável do som” do Dr. Steven Halpern e do Dr. Louis Savary.A principal molécula organizadora dos sistemas vivos, é a melanina (a que traz pigmento à pele, também).  A melanina e suas conexões compreendem os olhos da mente, mantém o controle de toda a atividade fisiológica e psicológica: “É feita de neurotransmissores capazes de converter energia luminosa em energia sonora e vice-versa. Dr. F. Barr.A melanina é um semicondutor elétrico e evidencia-se também como um supercondutor da temperatura ambiente. Como une e liberta outras moléculas essenciais, parece ser capaz de auto-síntese.A melanina converte energia de luz em som e vice-versa, oferece uma razão científica poderosa para curas e terapias que dependam da luz, cor, som, biofeedback, acupuntura, visualização e semelhantes, muito mais do que os medicamentos e a cirurgia.

O SOM E A GEOMETRIA DOS CROP CIRCLES

Fazendo uma breve retrospectiva,nas formações de agroglifos genuínas, as hastes das plantas não são quebradas, mas sim dobradas, normalmente á alguns centímetros do solo, próximo ao primeiro nódulo da planta.  Em casos especiais, as hastes são dobradas a 15 centímetros da “cabeça” da planta, onde estão as sementes.  Tais características derrotam os argumentos de que sejam ações humanas, já que uma tábua, ou um rolo de jardim, que seriam usados para achatar as plantas até o solo, resultaria em danos às mesmas.As plantas parecem estar sujeitas a uma curta, mas intensa explosão de calor, a qual amolece as hastes, deitando-as logo acima do solo a 90°, onde elas enrijecem novamente para sua nova e permanente posição, sem dano causado.  Biólogos estão intrigados por esta característica, e este é o único e melhor método de se identificar um fenômeno real.

Pesquisas e testes de laboratório sugerem que um infra-som (som abaixo de 20 Hz) é capaz de produzir tal efeito: Infra-som de alta pressão é capaz de ferver a água dentro das hastes das plantas em um nanosegundo, expandindo a água e deixando minúsculos buracos nos nódulos das plantas. 

 A pressão aplicada também causa a vaporização da água, e fazendeiros têm relatado que quando encontram um novo agroglifo, eles vêem vapor subindo de dentro dos mesmos.  Este processo torra a superfície ao longo das hastes.Uma grande aplicação de calor local é também responsável pela alteração da água no solo, já que milhões de litros de água da superfície e do subsolo é evaporada.Com o calor, associado às frequências eletromagnéticas aplicadas, foi científicamente documentado que as amostras do solo tiradas de dentro dos agroglifos mostram mudanças em suas características cristalinas e composição mineral.

Os agroglifos também mostram a existência de ultra-som (som acima da capacidade de audição humana) e tais frequências são encontradas em locais antigos, como círculos de pedra, túmulos pré-históricos, dólmens and menires. 

E como todo o local sagrado, templos e lugares de adoração, tais como catedrais góticas, os agroglifos aparecem em pontos de intercessão das rotas de energia magnética da Terra.  Assim, o tamanho e a forma de um agroglifo é típicamente determinada pela área desses pontos na hora de sua aparição.

Esta energia elétrica e magnética pode interagir com os padrões de ondas cerebrais, e devido ao fato do corpo humano ser eletromagnético, os agroglifos podem afetar os ritmos biofísicos das pessoas.

Nas formações genuínas há também a reorganização da estrutura cristalina da planta Outra evidência dos agroglifos, mostra como as plantas são colocadas em um redemoinho dentro de proporções matemáticas relativas ao vórtice fundamental usado pela natureza para criar organismos, tais como conchas, girassóis, galáxias e até mesmo a relação espacial dos ossos na mão humana.  O tapete formado em um agroglifo pode ter até cinco camadas entrelaçadas, todas contrárias umas às outras, com cada cabeça de semente intacta e colocada uma ao lado da outra, como se fossem organizadam em uma vitrina de museu.

Agroglifos genuínos não são círculo perfeitos, mas levemente elípticos (um agroglifo forjado, o qual requer uma corda fixada em um ponto central, não pode duplicar isso de forma adequada).

As arestas dos agroglifos genuínos são super definidas, como se fossem desenhadas com um compasso, mostrando uma precisão cirúrgica(geometria sagrada). Os forjados, como comparação, se parecem com tufos de cabelo engraxado e despenteado e, é claro, suas plantas são achatadas, quebradas e machucadas.

Fonte;Crop Circles secrets

O músico neozelandês Nigel Stanford lançou uma canção chamada “Cymatics”, nomeada em homenagem ao estudo das ondas, como vibrações sonoras (em português, “Cimática”).O videoclipe é uma verdadeira aula de ciência. Não só exibe a arte da visualização do som, como outros conceitos científicos.O videoclipe é uma verdadeira aula de ciência. Não só exibe a arte da visualização do som, como outros conceitos científicos, por exemplo ferrofluido, placas de Chladni, bobinas de Tesla e um tubo de Rubens.

ASSISTAM AO INCRÍVEL VÍDEO E OBSERVEM COM ATENÇÃO AS GEOMETRIAS E IMAGENS DO SOM-IMPERDÍVEL

http://nigelstanford.com/Cymatics/

Filmado em 4K com o uso de vários experimentos que mostram os efeitos do som na matéria, no fogo, no ar, na água e até mesmo na eletricidade (ou o contrário) o videoclipe Cymatics vai agradar tanto pela qualidade musical e visual como pelo aspecto científico ao reunir vários experimentos reais (sim, sem truques aqui) que devem inspirar muito acadêmico descolado por aí.Os making-of´s dos experimentos são explicados em detalhes, incluindo uma coleção de vídeos, e podem ser acessados aqui (em inglês).Está tudo lá: a placa de Chladni, água, fluido férrico,  bola de plasma, tubo de ruben, e a Bobina de Tesla . O grande diferencial desse videoclipe foi realizar todos esses experimentos associando à uma música e ainda registrar com uma cuidadosa produção.A cimática é quase uma ferramenta mágica. É como um espelho para um mundo escondido. E, através das inúmeras formas de aplicar a cimática, podemos de fato começar a desvelar a essência daquilo que não vemos. Aparelhos como “cimascópio”, tem sido usados científicamente para observar desenhos cimáticos. E a lista de aplicações científicas cresce a cada dia.Em oceanografia, por exemplo, está sendo criado um glossário da linguagem dos golfinhos básicamente pela visualização das ondas sonoras que os golfinhos emitem. E espera-se que no futuro sejamos capazes de entender mais profundamente como eles se comunicam. Também podemos utilizar a cimática para tratamentos e para a educação. Também podemos usar a cimática como uma linda forma de arte natural.

A FREQUÊNCIA DA CURA

A maior parte da música mundial é afinada em 440Hz, desde que a International Standards Organization (ISO) aprovou em 1953. As descobertas recentes da vibração – oscilação natural do universo, indica que essa afinação contemporânea pode gerar um efeito prejudicial à saúde ou um comportamento antissocial na consciência dos seres humanos.Não se trata de um protesto quanto ao estilo musical, seja heavy metal ou sertanejo. Esta afinação vale para todos os estilos que ouvimos atualmente. Até um Mozart ou um Verdi.Hoje, práticamente todos os instrumentos e todas as músicas que escutamos estão afinadas na frequência 440 Hz (vibrações por segundo – afinal, som é uma vibração). Mas não foi sempre assim. Na época de Mozart, Verdi e todos os outros compositores até o início do século XX, a frequência usada para afinação na música era de 432 Hz.

A escala musical de 432Hz vibra sobre os princípios do número Áureo PHI  e unifica as propriedades da luz, tempo, espaço, matéria, gravidade e magnetismo com a biologia, o código do DNA e da consciênciaEssa frequência de 432 Hz, está por trás de toda a criação. A sintonia natural de 432 Hz tem efeitos profundos sobre a consciência e também no nível celular de nossos corpos. É a frequência dos batimentos cardíacos. Estimula a produção de serotonina e o lado direito do cérebro.Essa é a frequência de afinação dos violinos Stradivarius que, não por acaso, soam muito melhor do que os violinos convencionais.Está de acordo com padrões matemáticos perfeitos. E, como convenção, utiliza-se o Lá como base de afinação, sendo que a afinação das outras notas são uma consequência.Há uma teoria que diz que a mudança de 432Hz para 440Hz foi ditada pelo ministro de propaganda nazista,Joseph Goebbels . Ele usou-a para fazer com que as pessoas pensassem e sentissem de uma certa maneira, e para fazê-los prisioneiros de uma certa consciência. Então, por volta de 1940, os Estados Unidos introduziram mundialmente o 440Hz, e finalmente em 1953, tornou-se o padrão pela ISO.440Hz é o padrão antinatural de afinação, removido da simetria das vibrações sagradas e harmônicos que tem declarado guerra ao subconsciente do homem do ocidental. E, por estar de acordo com o universo e suas leis, a frequência 432 Hz inspira paz, lógica, harmonia, perfeição e universalidade.

Em um manuscrito intitulado “Musical Cult Control” (Controle de culto musical),Dr. Leonard Horowitz  escreveu: “A indústria da música tem essa frequência imposta que conduz populações para uma maior agressividade, agitação psicossocial e sofrimento emocional que predispõe a doenças físicas”.

Os poderes da Elites estão, com sucesso, reduzindo as vibrações, não só das jovens gerações, mas também de todos nós também. Estas frequências destrutivas arrastam os pensamentos para a interrupção, desarmonia e desunião. Além disso, elas também estimulam o órgão controlador do corpo – o cérebro – para a ressonância desarmônica, que em última análise cria a doença e a guerra.Frequência e vibração detêm um poder extremamente importante, ainda escondido que afeta as nossas vidas, nossa saúde, nossa sociedade e nosso mundo. A ciência da Cymatics prova que frequência e vibração são as chaves mestras e fundação organizacional para a criação de toda a matéria e da vida neste planeta.Quando as ondas sonoras se movem através de um meio físico (areia, água, ar, etc), a frequência das ondas tem um efeito direto sobre as estruturas que são criadas pelas ondas sonoras que passam por esse meio particular.A música tem um poder oculto para afetar nossas mentes, nossos corpos, nossos pensamentos e nossa sociedade. Quando a música é baseada em um padrão de afinação propositadamente retirados dos harmônicos naturais encontrados na natureza, o resultado final só pode ser a intoxicação psíquica da mente em massa da humanidade.

Todos nós somos “transformadores vibratórios”. Os nossos corpos são bio-osciladores vivos, quase iguais aos conjuntos de cristais de recepção que captam os sons de rádio do ambiente.A terra possui e emana correntes vibratórias elétricas que nós todos compartilhamos. Todos nós temos também, uma relação harmônica semelhante com todo o universo, as bases destas relações são os “padrões genéticos vibratórios programados e codificados na nossa estrutura molecular.Bioquímicos, astrofísicos e antigos yogues concordam que, ao nível de realidade molecular, nossos corpos são sistemas de partículas atômicas vibratórias“.

Hoje em dia, há diversos músicos e institutos lançando movimentos para se voltar ao padrão de afinação de 432 Hz.
A nossa Biblioteca Virtual dispõem de programas para baixar e alterar a frequência de suas músicas.

Visão pessoal…

Uma das principais portas da percepção humana sem dúvida são os sentidos. Sentidos estes que nos permitem descobrir e perceber o mundo que esta á nossa volta. No entanto, mesmo sem nos darmos conta, eles acabam por vezes nos levando a vivenciar coisas que estão muito além da nossa compreensão.Podemos afirmar que possuímos ao todo cinco sentidos (para alguns cientistas seriam seis, com a intuição), e todos são de extrema importância, porem dentre eles temos um bastante essencial para a evolução e a sobrevivência: a audição e este é o sentido pelo qual percebemos o som.Então o que tudo isso significa? Considere por um momento que o som tenha forma. E já vimos que ele pode afetar a matéria e criar novas formas; então vamos dar um salto e pensar sobre a formação do universo. Pensemos sobre o enorme som da formação do universo e se pensarmos nisso,  a cimática tenha exercido influência sobre a formação do universo.A ciência está apenas agora começando a descobrir essas inter-relações do som e da matéria. O Dr. Masaru Emoto provou repetidas vezes, através de fotografar cristais de água, que existe uma correspondência entre o pensamento geométrico e as emoções humanas e a forma muito da matéria que nos rodeia.   Emoto demonstrou nas águas “tratadas” com o amor ou uma bela música, como sofrem mudança molecular em bonitas e harmoniosas formas geométricas. E o mesmo acontece no sentido inverso: o caótico ou “pensamento” negativo e emoção negativa causam alteração nos cristais de água, que tornam-se informes e desagradáveis.Essas idéias são reflexos dos princípios modernos intemporais conhecidos de todas as culturas antigas e indígenas.Como Yellow Billy, um xamã de medicina Navajo, resume: “Nossa tarefa é absorver e aprender o canto do mundo, cantar a beleza. O mundo é um reflexo do nosso canto.”A força oculta do som é exatamente o que tanto os cientistas quanto os metafísicos estão pesquisando atualmente. Descobrindo o real potencial do som, e principalmente da ressonância, poderemos transformar o mundo em torno de nós.Penetrar nas vibrações do som sob esses padrões, é uma chave para dar forma ao nosso mundo exterior. Uma vez feito isso, poderemos formar de novo o mundo, a partir de dentro.

Inspiração…

Mais dois vídeos para completar as informações

David Helpling – Sticks and Stones in 440 hzhttp://www.youtube.com/watch?v=PewsS9Y9pVo&feature=youtu.be

 David Helpling – Sticks and Stones in 432 hz:: http://www.youtube.com/watch?v=w8KEVikJMck&feature=youtu.be
1-Cymatics
 Hans Jenny
2-A cura pelo som
 Olivea Dewhurst Maddock
3-Taças Tibetanas- a cura pelo som
 Ingrid Ortelbach
4-Geometria Sagrada
 Stephen Skinner
5-Theta Healing
 Vianna Estibal
6-Frequência Vibracional
 Penney Pierce
7-Cura Esotérica
Alan Hopking
8-Cura Energética
Sílvio Camargo
9-Crop Circles
 Michael Glickman
Monicavox
Recomendo….

Conhecendo as Merkabas e como elas podem mudar sua vida

A Merkaba é o veículo de luz do ser humano, capaz de transportar o espírito (em estágios mais avançados até o corpo físico) para outras dimensões.

Mer Ka Ba são palavras egípcias que significam: MER (LUZ), KA (ESÍRITO), e BA (CORPO). Esta Estrela Tetraédrica de oito pontas é o nosso veículo pessoal de Luz , onde os dois triângulos separaram-se com o ponto de cada triângulo juntando-se no terceiro olho para criar um diamante: A MER-KA-BA é um campo de Luz que gira ao contrário e que afeta o Espírito e o corpo simultâneamente. Os dois triângulos fundidos representam a alma e o seu Eu do Raio Divino que recriam seu Corpo de Luz. Trata-se de um veículo de Luz interdimensional.

O MERKABA é um campo contra rotacional de luz, gerado pela rotação de formas geométricas específicas, que afetam positivamente e em simultâneo o nosso espírito e o nosso corpo. É um veículo que pode ajudar a mente, o corpo e o espírito á elevação e experimentar outros planos da realidade, outros potenciais de vida. Efetivamente, o MERKABA é muito mais do que isso. O MERKABA é uma ferramenta que ajuda os seres humanos a alcançar o seu pleno potencial. É um campo de energia cristalino que é composto de geometrias sagradas específicas, que alinham a mente ao corpo e ao coração. Este campo de energia criado a partir da Geometria Sagrada, estende ao redor do corpo até uma distância de cerca de 20 metros. Estes campos de energia geométricos giram normalmente ao redor do nosso corpo a uma velocidade próxima da velocidade da luz, mas para a maioria de nós eles tornaram-se mais lentos ou pararam de girar completamente, devido à falta de atenção e de uso.

Há círculos e outras formas aparecendo neste planeta em plantações de cereais, aparentemente inexplicáveis para nós. Estas impressões são freqüências, não um processo ou uma ação. Trata-se de uma melodia, uma história, que está sendo implantada na superfície da Terra com os símbolos de uma linguagem. Tais símbolos chegam para estabelecer determinada frequência e sua tendência é aumentar. Estão sendo abertos muitos portais na realidade da terceira dimensão para trazer evolução à Terra. Passaram-se muitos ciclos desde as últimas guerras, até os portais de energia poderem abrir-se novamente para deixar a luz entrar. Essa hora chegou. A luz está sendo orquestrada para voltar ao planeta e aumenta a cada dia. Para que a energia possa trabalhar a nossa consciência, ela precisa instalar-se aqui.

A inteligência penetra em forma de ondas, formando figuras geométricas na Terra. Chegará o tempo em que, literalmente, uma enorme onda de luz cobrirá toda a Terra. As formas e figuras geométricas são portadoras de inteligência e são ondas de frequência que podem ser moduladas e alteradas. Estas figuras que chegam à Terra assemelham-se a ondas de energia, ou faixas de energia. Elas contêm inteligência e estão sendo enviadas para, na seqüência, formar uma rede inteligente ao redor do planeta. Esta rede terá uma frequência que a humanidade poderá usar para evoluir.

COMO USAR AS MERKABAS

Ao utilizarem os Merkabas, Decretos e Orações, muitos aspectos negativos que estão inseridos dentro da nossa geometria são desativados, transmutados ou eliminados de forma a restabelecer a estrutura original. Quando  criamos um Merkaba geométrico e passamos a direcionar um fluxo de pensamentos e informações para essa geometria e o seu significado, permite que diversas energias possam ser liberados e trabalhadas dentro do nosso corpo Causal (que representa um grande arquivo eletromagnético dentro de todas as realidades existenciais que tenha se manifestado). Então, gradualmente os contratos de poder, os elementais negativos, os implantes de chips vão desacoplando, uma a um, até que possamos estar livres da matrix de controle. Aos poucos acabamos por gerar campos de proteção e de contenção dos controles e chips externos. Quando uma pessoa aprende a se libertar, as novas informações também são acopladas ao Corpo Causal e passa gradualmente a transmutar as informações contrárias já existentes dentro da estrutura. O Conselho Cármico utiliza o Corpo Causal, como foco de avaliação das atividades de cada alma que está manifestando o seu projeto na Terra ou nos outros planetas.

Aos poucos estão sendo revelados segredos dos Planos Etéricos para acelerar a nossa evolução, pois não temos muito tempo, e trabalhar com a geometria sagrada nos permite obter uma aceleração de todos os nossos corpos sutis, nossas vidas passadas e paralelas.  É o veículo de nossa ascensão e a mais destacada e importante iniciação que vamos atravessar. Este acontecimento é o começo de nossa ascensão para entrar na quinta dimensão, o mundo da Unidade. Este processo é uma ampliação de nosso estado de amor e a aplicação desta energia através do conhecimento de nossos padrões de geometria sagrada.As formas geométricas sagradas contêm códigos- chave que vão despertar em nós, os códigos Sagrados Ascensionais, códigos que estavam dormentes há séculos no campo do DNA humano. Ao meditar sobre essas formas sagradas que lhe são atraídas, seus códigos dormentes experimentarão um maciço despertar. Alguns de nós têm experimentado isso sem perceber conscientemente. Quantas vezes  já sentimos dores estranhas subindo pelo nosso corpo que desaparecem pouco tempo depois? Estes são alguns dos sinais do nosso despertar para os Códigos Ascensionais. Se sonharmos com formas geométricas, isso indica que elas estão trabalhando dentro de nós.

A ciência já provou à muito tempo que os nossos corpos são sistemas geométricamente desenhados. O nosso subconsciente reconhece os símbolos complexos da Geometria Sagrada que têm sido usados desde tempos imemoriais. Apesar das nossas mentes conscientes não os entenderem, e mesmo achá-los estranhos, a Geometria Sagrada tem um efeito poderoso no nosso estado mental e também no nosso corpo físico.As meditações para limpar os circuitos de energia do corpo, e ao combiná-las com a imaginação geométrica e a separação da respiração do ar e a “Força”, são uma ferramenta poderosa para modificar nossa freqüência celular e chegar a ter acesso aos aspectos mais elevados de nosso Ser. A medida que nos acostumamos ao nosso Merkaba, este fará parte de nós. Chegará o momento em que estaremos consciente todo o tempo, deste campo vivo que nos rodeia. Quando chegar a este ponto, sómente devemos permanecer conscientes de nosso Merkaba, do fluxo da “Força”, e da respiração, que assim floresce todo o processo que nps trouxe até aqui.

É como dizer um Mantra, até que você se transforme no Mantra, e o Mantra seja você. Com  intenção, intente que o Merkaba se ative e gire da cabeça aos pés. Se não puder ver o giro de seu Merkaba, não importa, confia que sua intenção já ativou seu Merkaba. Combinando o Merkaba com o padrão da Flor da Vida se abrirá a porta de ascensão fora deste mundo virtual.

FALANDO SOBRE A MALHA GEOMÉTRICA QUE ENVOLVE O PLANETA TERRA~Drunvalo Melchisedek

Para se ter uma forma de vida num planeta, ela não pode existir e evoluir nesse planeta a menos que haja uma rede geométrica e eletromagnética difundida por todo o planeta associada a esse nível de consciência. Essas coisas são ligadas. Então, todo bicho, toda planta, toda árvore de certa espécie tem sua própria rede e sua própria geometria. Os humanos têm três redes diferentes lá na Terra. Então, há três tipos diferentes de humanos no mundo, totalmente diferentes, que vêem as coisas de modo inteiramente diferente.Muito tempo atrás, estávamos numa rede muito específica, e quando caímos essa rede foi destruída. Caímos aqui, neste nível de consciência, e então reconstruímos outro nível para sobreviver e ficar aqui. Nos últimos 13 mil anos, a Grande Fraternidade Branca vem trabalhando em conjunto com as 72 ordens para restabelecer o primeiro nível dessa rede. Não se pode regressar ao topo. Não é possível fazer isso num único salto, é demais. O que eles estão invocando agora é a consciência Crística. É o primeiro passo. Há muitos níveis de consciência Crística. Não apenas um, há muitos níveis e interpretações dessa forma de ver. Então, eles têm trabalhado para reconstruir essa rede. Essa rede está agora concluída. Se restou algo para fazer não tenho certeza do que seria. De fato, o máximo que posso dizer e o que me disseram é que os níveis de rede planetária estão totalmente prontos para a ascensão da Terra. Podemos realizar este salto de consciência neste momento. Nada resta a fazer. Está tudo pronto. Ainda não conseguimos; e então é uma questão de tempo a esta altura. Então agora que a rede está concluída, é facílimo daqui em diante.

Esta é a estrutura básica externa da rede que circunda a Terra. É um dodecaedro estrelado com estas pontas em volta. Então, é uma combinação do icosaedro – dodecaedro. É nele que estamos entrando. Os russos conceberam isso por volta de 1950. A América foi um pouco mais lenta. Havia outra rede, uma que a maioria das pessoas está usando no mundo neste momento, baseada em triângulos e quadrados. Ela é interessante, pois se a mapearmos na superfície da Terra, por alguma razão todas as bases militares ficam nos pontos nodais. Durante a Guerra Fria, eles sabiam que quem quer que controlasse a rede controlaria a consciência humana e isso continuou por muito tempo. Os próprios militares estão atravessando uma imensa iluminação neste momento, e isso é realmente bom. Estão mudando rapidamente e de forma muito saudável. Tenho uma boa impressão do que ando sabendo deles neste momento.

Esses dois formatos, aliás, são a base do ADN humano. A molécula de ADN nada mais é que uma relação icosaedro-dodecaedro. Se quisermos, podemos vê-lo como um cubo giratório a rodar em ângulos de 72 graus.

Mas aquele do qual falo é mais preciso. O que na verdade temos agora ao redor da Terra é uma molécula de ADN. É interessante observar que a NASA acaba de descobrir que o âmago de ferro fundido da Terra, considerado antes uma grande esfera de ferro quente dentro da Terra, mudou de formato. É agora um dodecaedro pentagonal.

Se vocês quiserem estudar esses formatos e se quiserem estudar o DNA, consultem o I Ching. As 64 mudanças do I Ching são uma réplica exata e perfeita do DNA. É impecável.A MerKaBa pode ser utilizada como proteção, mas o que realmente devemos considerar é a intenção e a direção de nossos pensamentos, e para ativá-la precisamos sentir AMOR INCONDICIONAL. No momento em que ocorrer a transição e mudança dos Pólos Terrestres, será preciso que estejamos conectados com O AMOR, A BELEZA, A CONFIANÇA, A HARMONIA, A PAZ E A VERDADE.

Inspiração…

FLOR DA VIDA

UM SHOW DE GEOMETRIA SAGRADA PARA RELAXAMENTO E MEDITAÇÃO

http://www.light-weaver.com/slide2/a.html
Meditação para formar uma merkabah pessoal

Monicavox

 

Visão pessoal….

Drunvalo Melchisedek nos aconselha também, a trabalharmos nossos medos, pois na quarta dimensão tudo o que pensamos é manifestado na realidade externa. De acordo com ele, todo o nosso planeta ascensionará e todos que estiverem dispostos a despertar e colaborar, não vão ficar para trás, já que neste momento, podemos contar com a ajuda de inúmeros seres de luz e temos a atenção de todo o Universo.É como se toda a Criação estivesse interessada no processo da ascensão terrestre.O importante é sentir amor por toda a existência e reconhecer a presença do Plenum Cósmico/ Deus nos olhos de cada pessoa que encontrarmos. O amor move montanhas ,literalmente.

Recomendo….

A Polêmica Cannabis

Maconha. Marijuana. Erva. Você pode escolher como quer chamar a droga ilícita mais popular do mundo. Tão popular, na verdade, que não falta quem apoie a sua legalização, tanto para fins medicinais quanto” recreativos”. Mas o que ela realmente faz conosco?Veja aqui neste post, que faz parte da nossa série sobre o Cérebro Humano, um apanhado dos seus efeitos sobre a saúde e as preocupações potenciais sobre o seu uso.

CANNABIS -MARIJUANA-HAXIXE-Diferenças e Nomeclatura

“Cannabis” descreve qualquer uma das diferentes drogas que provêm do cânhamo indiano, incluindo marijuana e haxixe.

Marijuana é a palavra usada para descrever as flores secas, sementes e folhas da planta de cânhamo indiano. Na rua, é chamada por muitos outros nomes, tais como: marijuana, cânhamo, erva (Portugal), liamba (Angola), maconha (Brasil) e seruma (Moçambique).

Haxixe é uma forma relacionada da droga, feito das resinas da planta de cânhamo indiano. Também chamado “ganza”(Portugal), “hash”(EUA), ou “shit”(EUA), é uma média de 6 vezes mais forte que a marijuana.

OBS;Independentemente do nome, esta droga é um alucinógeno – sendo uma substância que altera a forma como a mente percebe o mundo em que vive.O elemento químico na cannabis que cria esta alteração é conhecido como THC. A quantidade de THC encontrada em qualquer quantidade de marijuana pode variar substancialmente, mas geralmente, a percentagem de THC tem aumentado em anos recentes.

Maconha não vicia? MITO: apesar de ser uma droga com baixa incidência de dependência, ela tem sim potencial para viciar seus usuários. Estima-se que 10% dos que experimentam maconha acabem se tornando dependentes; o número para quem experimenta heroína chega a 90%. “Em geral, quem começa mais cedo tem mais risco de se tornar dependente, assim como de desenvolver quadros psicóticos, de alucinações e delírios”.
Thiago Marques Fidalgo, psiquiatra do Hospital A.C.Camargo
Leia mais Luiz Eduardo Noriega/EFE
Maconha: uma substância controlada que precisa de pesquisa científica controlada

Antes de começar, devemos notar que muito mais pesquisas precisam ser feitas nesta área. Embora a maconha tenha sido usada por séculos como um medicamento e como inebriante (é até mesmo mencionada no Antigo Testamento várias vezes como “kaneh-bosem”), nós não sabemos muito sobre seus efeitos na saúde. Isso é porque não existem muitos estudos controlados a respeito dela, devido à forma como a maconha é classificada por governos do mundo todo.

A Administração de Drogas e Alimentos (FDA, na sigla em inglês) estadunidense, classifica a maconha como uma droga de Classe I, a mais perigosa de todas as classes de drogas, com a definição de “nenhum uso médico atualmente aceito e um elevado potencial para o abuso”. (Fato curioso: heroína, ecstasy e LSD também são drogas Classe I, mas a cocaína e metanfetamina são consideradas menos perigosas, entrando na Classe II;falaremos delas em posts posteriores da série).E o principal ingrediente ativo na maconha, responsável por muitos dos seus efeitos conhecidos. Quando a maconha é fumada, seus efeitos começam quase que imediatamente.O THC(ver fórmula no quadro acima) passa rápidamente os pulmões para a corrente sanguínea, o qual transporta o produto químico para órgãos de todo o corpo, incluindo o cérebro. Os efeitos da marijuana fumada pode durar de 1 a 3 horas. Se a maconha é consumida em alimentos ou bebidas, o efeito de aparecimento tardio, geralmente dentro de 30 minutos a 1 hora, mas pode durar até 4 horas. Fumar maconha proporciona muito mais THC na corrente sanguínea do que comer ou beber a droga.

COMO O THC AGE NO CÉREBRO

Os cientistas aprenderam muito sobre como o THC age no cérebro. O THC se liga a locais específicos chamados receptores dos canabinóides (CBRs) localizados na superfície de células nervosas. Estes receptores são encontrados em alta densidade em áreas do cérebro que produz o prazer da influência, a memória, o pensamento, a concentração, o movimento, a coordenação e a percepção sensorial e o tempo.CBRs fazem parte de uma vasta rede de comunicação conhecida como o sistema endocanabinóide, que desempenha um papel crucial no desenvolvimento e na função cerebral normal. Na verdade, os efeitos de THC são semelhantes aos produzidos por agentes químicos encontrados no cérebro (e corpo) chamado canabinóides endógenos que ocorrem naturalmente. Essas substâncias químicas ajudam a controlar muitas das mesmas funções mentais e físicas que podem ser interrompidas por uso de maconha.

AÇÃO DA MACONHA NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL- Como age a maconha no sistema nervoso central? O que explica que algumas pessoas experimentem uma sensação de paz e tranquilidade, enquanto outras se queixem de delírios ?

Falando baseado em depoimentos de usuários de vários tipos e idades,as viagens boas predominam sobre as alucinações, delírios persecutórios, medos avassaladores. Se não fosse assim, o uso da maconha não seria tão difundido.

Até 1964, quando foi encontrado e isolado o tetraidrocanabinol (THC), sequer se conhecia o princípio ativo dessa planta. Tal descoberta deu lugar a dois questionamentos.

Primeiro: se existe o THC, uma substância pura que age no cérebro, nele deve existir um receptor programado para recebê-la.

Segundo: se esse receptor existe, nós devemos produzir espontâneamente uma espécie de maconha interna para atuar sobre ele.

Terceiro; foi descobrir que todos os cérebros fabricam uma substância endógena, uma espécie de maconha interna que foi chamada de anandamida, palavra que em sânscrito quer dizer bem-aventurança. Disso resultou uma série enorme de cogitações científicas. Por exemplo: se todos têm um sistema canabinóide que age no cérebro, será que doenças mentais não poderiam resultar de alterações no funcionamento desse sistema?

A ESQUIZOFRENIA,O CÉREBRO E O USO DA MACONHA

Outro aspecto que está sendo muito discutido é a relação entre esquizofrenia e os grandes usuários de maconha. Muitos estudiosos levantam a hipótese de que não são as pessoas comuns que se tornam dependentes. Seriam as portadoras dessa doença que desenvolveriam extrema dependência da droga na tentativa de automedicar-se sem ter o conhecimento exato do que estão fazendo.Na esquizofrenia, existem algumas características chamadas de sintomas negativos. Os pacientes apresentam grande achatamento do afeto. Não vibram com nada. Morrer a mãe ou ganhar um prêmio na loteria dá no mesmo, pois são incapazes de serem tocados pelas emoções e isso faz falta para o ser humano que precisa estabelecer relacionamentos afetivos e experimentar alegrias e tristezas. Parece que a maconha estimula a evocação de sentimentos e sensações que essas pessoas desconheciam e disso decorreria enorme dependência. Com base nesses dados, está sendo estabelecida nova teoria sobre os efeitos da maconha.

Maconha causa infertilidade? Parcialmente verdade: pesquisas em laboratório mostraram que a maconha pode levar a uma queda na quantidade de espermatozóides e fazer com que eles se locomovam de maneira um pouco diferente, mais lentamente. “Na vida real, porém, não há nada comprovando que isso cause infertilidade entre os usuários”, explica o psiquiatra do Hospital da Clínicas de São Paulo Ivan Mario Braun, autor do livro “Drogas – perguntas e respostas” Leia mais

O QUE ACONTECE QUANDO A MACONHA É FUMADA

Quando alguém fuma maconha , o THC estimula os CBRs artificialmente ,INCLUSIVE INTERROMPENDO A FUNÇÃO DOS CANABINÓIDES NATURAIS OU ENDÓGENOS . Uma estimulação excessiva destes receptores em áreas chaves do cérebro produz a Marijuana ” alta“, bem como outros efeitos sobre processos mentais. Com o tempo, esta superestimulação pode alterar a função de CBRs , que , junto com outras mudanças no cérebro , pode levar à dependência e sintomas de abstinência quando para o uso de drogas.O teor de THC ou potência da maconha , como detectado em amostras apreendidas ao longo dos últimos 30 anos , está crescendo. Este aumento levanta preocupações de que as conseqüências do uso da maconha poderia ser pior do que no passado , especialmente entre os novos usuários, ou nos jovens, cujos cérebros ainda estão em desenvolvimento . Nós ainda não sabemos, porém, se os usuários de maconha ajustam para o aumento da potência, usando menos ou fumá-la de forma diferente. Também não sei todas as consequências para o cérebro e do corpo quando exposto a altas concentrações de THC 

 

COMO É O TRABALHO DOS CIENTISTAS DIANTE DA PROIBIÇÃO DA MACONHA

Como tal, para fazer pesquisas clínicas com a maconha, nos EUA é necessária uma licença da Divisão Estadual de Narcóticos e da aprovação do estudo pela FDA. Além disso, para obter a matéria-prima, é necessário passar pelo Instituto Nacional de Abuso de Drogas. Caso contrário, uma vez que é ilegal a nível nacional ter maconha (mesmo em estados que legalizaram a maconha), os cientistas que trabalham em hospitais, faculdades ou outras instituições que recebem financiamento federal correm o risco de perder seus fundos para esta pesquisa.“Não é uma novidade que a maconha tenha poderes medicinais,(FALAREMOS MAIS ADIANTE DISSO) mas todo embargo que foi feito sobre a ciência gerou uma represa, em escala mundial, que está vazando por todos os lados”, explica o neurocientista da Universidade de Brasília (UnB) Renato Malcher.

Cronologia;-O que a maconha faz para nossos cérebros nas primeiras duas horas

Mesmo com tais restrições, há quem consiga enfrentá-las para que saibamos o que acontece conosco ao consumir maconha. A cannabis contém pelo menos 60 tipos de canabinóides, compostos químicos que agem sobre os receptores em todo o nosso cérebro. O THC, ou tetrahidrocanabinol, é o produto químico responsável pela maior parte dos efeitos da erva, incluindo a euforia intensa. Ele se assemelha a outro canabinóide produzido naturalmente em nosso cérebro, a anandamida, que regula o nosso humor, sono, memória e apetite.Essencialmente, o efeito dos canabinóides em nosso cérebro é manter nossos neurônios disparando, ampliando nossos pensamentos e percepção e nos mantendo fixos neles (até que outro pensamento nos leve a uma tangente diferente). É por isso que quando o usuário está, como se diz na gíria,” chapado” não é uma boa hora para dirigir, estudar para um teste ou praticar esportes que exigem coordenação, como o tênis. Como o álcool, a cafeína e o açúcar, canabinóides também afetam os níveis de dopamina no nosso cérebro, muitas vezes resultando em uma sensação de relaxamento e euforia.Há, ainda, outras maneiras de como maconha interage com os nossos cérebros, por exemplo, prejudicando nossa capacidade de formar novas memórias e causando(na gíria popular) a clássica “larica” – a fome avassaladora que vem depois de um “baseado”(nota pessoal;usamos o “glossário” habitual dos usuários para maior esclarecimento).

OS EFEITOS

Os efeitos dependem da dose utilizada, bem como de quão potente é a preparação (a maconha comum contém de 2 a 5% de THC, enquanto a ganja pode conter até 15% de THC e o óleo de haxixe entre 15 e 60% de THC). Em altas doses – e se você não tomar cuidados ao consumi-la por via oral, como em bolos ou no brigadeiro -, a maconha pode produzir estados alucinatórios assustadores.Tal como acontece com outras drogas, os efeitos da maconha variam de acordo com o indivíduo. Nem todas as pessoas podem achar a experiência agradável ou relaxante; para aqueles que têm ansiedade ou são propensos a ataques de pânico, a maconha poderia agravar seus sintomas ao invés de trazer uma sensação de calma.

A POTÊNCIA DA MACONHA DE HOJE-Indução á procura de drogas mais potentes

A marijuana é com frequência mais potente hoje em dia do que costumava ser. As técnicas em expansão e o uso seletivo de sementes têm produzido uma droga mais poderosa. Como resultado disso, tem havido um aumento enorme do número de atendimentos de emergência aos jovens fumadores de marijuana.Por criar uma tolerância, a marijuana leva os seus consumidores a consumirem drogas mais fortes para terem a mesma euforia. Quando os efeitos começam a desvanecer-se, a pessoa pode optar por drogas mais potentes para se desfazer das condições indesejadas que a impulsionaram a consumir marijuana pela primeira vez. A marijuana em si não conduz a pessoa às outras drogas: as pessoas consomem drogas para saírem de situações e sentimentos indesejados. A droga (marijuana) mascara o problema durante algum tempo (quando o consumidor está eufórico). Quando a “viagem” se desvanece, o problema, a condição indesejada, a situação retorna mais intensamente do que antes. Então o dependente pode vir a consumir drogas mais fortes porque a marijuana já não “funciona”.

Maconha não parece ter um efeito de longo prazo sobre a memória e concentração

Os efeitos de curto prazo da maconha são geralmente sentidos dentro de alguns minutos. O pico ocorre em 30 minutos e se desgasta após cerca de duas ou três horas. A grande questão é: o que acontece se usarmos a maconha com mais regularidade, ou se fomos usuários ocasionais, mas em grandes quantidades? Existem mudanças permanentes de saúde cognitiva? Mais uma vez, nós não temos muitos estudos científicos rigorosos sobre isso, muito menos muitos estudos longitudinais. Em 2012, no entanto, foi feita uma revisão de pesquisas disponíveis, publicada no “Journal of Addiction Medicine”, que conclui que as deficiências imediatas sobre a memória e a concentração, pelo menos, não são provávelmente permanentes ou seja, quando um usuário resolve “dar um tempo” no uso da droga, sua memória se recupera.Mas, com o aumento da concentração nos últimos anos e o uso indiscriminado para qualquer coisa, seja, para aliviar tensões, seja para a tal “recreação”, seja para atingir estados alterados de consciência, estas afirmações começam a tomar um rumo completamente oposto.

A conclusão das pesquisas sobre a atenção e a concentração

A maconha prejudica a atenção e concentração dos usuários leves, mas não parece afetar os usuários regulares ou pesados seis horas após fumá-la ou ingeri-la. No longo prazo, os pesquisadores descobriram que, depois de 3 semanas ou mais desde a última “dose”, a atenção e concentração voltava ao normal. “Em cinco dos sete estudos, nenhuma deficiência de atenção ou concentração foi encontrada em indivíduos que tinham permanecido abstinentes de 28 dias a um ano”, garante os autores da revisão de bibliografia. Outros dois estudos encontraram diferenças na atenção e concentração entre não usuários e usuários pesados depois de 28 dias, mas os pesquisadores observam que as conclusões díspares podem se dever a medir diferentes tipos de habilidades de processamento.

Efeitos a curto prazo:

Perda da coordenação e distorções no sentido do tempo, visão e audição, sonolência, vermelhidão dos olhos, apetite aumentado e músculos relaxados. A frequência cardíaca pode acelerar. De fato, na primeira hora ao fumar marijuana, o risco de ataque cardíaco do fumador de marijuana pode aumentar cinco vezes. O desempenho escolar é reduzido devido à memória reduzida e capacidade diminuída para resolver problemas.

Efeitos a Longo Prazo:

A longo prazo pode provocar sintomas psicóticos. Pode danificar os pulmões e o coração, piora os sintomas de bronquite e causa tosse e asma. Pode reduzir a capacidade do corpo para combater infeções e doenças pulmonares.

A memória funcional

Do mesmo modo, vários estudos não encontraram nenhum efeito residual ou a longo prazo na memória funcional. Um estudo de 2002, por exemplo, testou 77 fumantes pesados ​​por dia após a abstenção de fumar maconha. O comprometimento da memória estava presente em usuários pesados ​​até 7 dias após o uso da maconha, mas no dia 28, seus resultados de teste de memória não diferiram significativamente do grupo de controle. Em outras palavras, mesmo que sua memória seja afetada quando você fuma, depois de parar, ela provávelmente vai voltar ao normal com o tempo.Estudos mais recentes indicam que ela bloqueia a memória de curto prazo, isto é, a memória de pequena duração da qual precisamos num determinado instante e da qual nos desfazemos em seguida. Por exemplo: ao ouvir os números de um telefone, se tivermos que procurar papel e lápis para anotá-los, eles se esvairão de nossa memória e seremos obrigados a pedir que sejam repetidos, o que não acontecerá se tomarmos nota imediatamente.

Esse efeito, que de fato existe, pode trazer grande prejuízo especialmente para os estudantes. Quem vive “chapado” o tempo todo não consolida a memória de longo prazo, uma vez que ela se solidifica pela repetição do que é registrado na memória de curto prazo. Trata-se, porém, de um efeito transitório que desaparece quando a pessoa se afasta da droga.Existe outro efeito curiosíssimo da maconha: ela diminui a taxa de testosterona circulante nos homens e reduz o número de espermatozoides, embora não os faça desaparecer completamente. Não interfere na libido, mas, se o homem quiser ter filhos, fumar maconha é mal negócio. Num congresso nos Estados Unidos, levantou-se até a possibilidade, não comprovada, de que seu uso constante pudesse representar o primeiro anticoncepcional masculino. Nesse caso, também, suspendendo-se o uso, a produção de espermatozoides volta ao normal.

 

A Administração de Serviços de Abuso de Substância e de Saúde Mental (SAMHSA, do inglês Substance Abuse and Mental Health Services Administration) tem um flyer sobre as possíveis consequências de curto e longo prazo do uso de maconha. Ele relata que não há nenhuma ligação forte entre a frequência do uso da maconha e da violência ou crime, nenhuma ligação clara ou distinta entre depressão e uso de maconha, e nenhuma ligação clara entre o uso de maconha e defeitos de nascimento.O uso pesado de maconha, no entanto, tem sido associado a um aumento da probabilidade de problemas respiratórios, desenvolvimento de esquizofrenia (alguns estudos sugerem que uma predisposição genética pode estar envolvida nestes casos) e, para os adolescentes que estão aumentando o uso de maconha, mais dificuldade de se ajustar à sociedade. Nós vamos tratar algumas dessas questões abaixo.

Maconha pode combater outros vícios, como do crack e da cocaína. PARCIALMENTE VERDADE: embora existam algumas experiências e até pesquisas científicas apontando nesse sentido, usar a maconha para se livrar de outros vícios é contestável sob o ponto de vista médico, diz o psiquiatra Ivan Mario Braun. Existem outros tratamentos melhores, mais aceitos. Não faz sentido você passar de uma droga para outra. Apesar de muitas pessoas a considerarem leve, esse é um conceito equivocado. A verdade é que o consumo de maconha é extremamente prejudicial à saúde. Leia mais

Em comparação com outras drogas, a maconha é menos viciante e prejudicial

O vício é um tema muito complexo. É possível que as pessoas fiquem viciadas em qualquer coisa que nos dá prazer. Enquanto a dependência da maconha é real, é um vício mais raro do que a outras substâncias (legais ou ilegais). As estatísticas dizem que 9% das pessoas que usam maconha tornam-se dependentes dela, em comparação com 32% dos usuários de tabaco, 20% dos usuários de cocaína, e 15% dos consumidores de álcool.Quando se trata de maconha e outras substâncias, alguns dizem que o mais importante pode não ser o quão viciante a substância é, mas quão prejudicial poderia ser. A ex-cirurgiã geral Jocelyn Elders disse que apoia a legalização da maconha, sustentando-se no argumento de que ela “não é fisicamente viciante”. Além disso, ela afirma que esta substância não é tóxica – ao contrário do álcool, heroína ou cocaína, a única forma de você ter uma overdose fatal de maconha é se um fardo gigante dela cair na sua cabeça.De um modo geral, a maconha tem se mostrado muito menos perigosa e viciante do que outras substâncias – mais de 100 vezes mais segura do que o álcool -, mas isso não quer dizer que ela é completamente inofensiva. Como a maconha é consumida e preparada pode fazer uma grande diferença em seus efeitos sobre a saúde, para melhor ou pior.A MACONHA É MAIS PERIGOSA PARA OS ADOLESCENTES

As chances de se viciar em maconha aumentam se você é um usuário diário ou se o hábito começou quando você era adolescente. De acordo com o Instituto Nacional de Abuso de Drogas dos EUA, o vício da maconha sobe cerca de 17% em quem começar a usar nesta época e cerca de 25 a 50% entre os usuários diários.“A maconha pode causar mudanças no cérebro que atrapalham o aprendizado, especialmente em adolescentes, já que seus cérebros ainda não terminaram de se desenvolver”, explica Damon Raskin, médico internista e diplomata do Conselho Americano de Medicina do Vício. “Os cérebros não estão totalmente desenvolvidos até a idade de 25 ou 26 anos. O uso crônico da maconha pode levar a alterações nas habilidades de personalidade, julgamento e raciocínio”.Ainda de acordo com ele, a maconha nessa fase causa danos no coração e pulmões, aumenta a incidência de ansiedade, depressão e esquizofrenia, e pode desencadear episódios psicóticos agudos. “Grande parte da maconha disponível hoje é mais potente do que era no passado, de modo que existe potencial para que ela tenha efeitos deletérios mais intensos sobre o usuário”, conta Raskin.

 Fumar não é tão eficiente

A CEO dos laboratórios G FarmaLabs, Ata Gonzalez, explica que os métodos tradicionais não são os mais eficientes e nem os mais “limpos”. Isso porque métodos baseados em papel podem ser prejudiciais para o tecido da garganta e do pulmão ao longo do tempo, podendo introduzir a possibilidade de inalação de esporos de mofo e ser cancerígenos, dependendo do material no qual a cannabis é enrolada.

(NOTA PESSOAL;Este texto é colocado aqui com a intenção de informar  de fontes especializadas, e não com o intuito de incentivar ou facilitar/dificultar o uso, já que cada um é dono de suas próprias escolhas e responsáveis por elas;por isso a exposição do tema sob vários ângulos, para que cada um use seu discernimento.Cada um de nós é responsável pela sua vida e de como quer levá-la).

PRODUTOS Á BASE DE MACONHA MEDICINAL

Tinturas e tônicos às vezes são classificados nesta categoria de consumo. Finalmente, temos soluções tópicas feitas com óleo de cannabis (por exemplo, pomadas, loções, pomadas) que são mais usadas ​​como anti-inflamatórios e analgésicos(estes últimos quando ingeridos , que agem sobre os neurotransmissores cerebrais).Nós tendemos a pensar na maconha como um movimento hippie e todo natural, mas hoje a maconha legal é a indústria que mais cresce nos EUA – uma indústria de bilhões de dólares – e a pureza e a qualidade da maconha pode significar muito para a sua saúde e o efeito dela sobre você.

(NOTA PESSOAL;SERÁ QUE  A MACONHA CONSUMIDA JÁ É TRANSGÊNICA?)

Há muitos usos médicos possíveis para a maconha

Finalmente, há os potenciais usos médicos da marijuana para uma ampla variedade de condições. 23 estados norte-americanos e o Distrito Federal já legalizaram o uso medicinal da maconha para tratar sintomas de câncer, AIDS, artrite, esclerose múltipla, enxaqueca, epilepsia, náuseas e outras condições. Nosso vizinho Uruguai também está fazendo a sua parte para a descriminalização da maconha.Nos Estados Unidos, 76% dos médicos disseram que iriam prescrever maconha para fins medicinais. E uma análise de 60 estudos revisados ​​por especialistas sobre a maconha medicinal descobriu que 68% das pesquisas demonstravam que os tratamentos concluídos foram positivos para as condições tratadas.

PARA MAIORES CONCLUSÕES NECESSITAMOS DE MAIS PESQUISAS

Tal como no caso dos efeitos adversos de marijuana, no entanto, nesta área também faltam pesquisas satisfatórias. Segundo Sanjay Gupta, médico que trabalha em parceira com a rede de televisão CNN, que questiona a categorização da maconha como uma droga de Classe I, diz que a maioria esmagadora dos trabalhos recentes sobre tema – cerca de 94% – são projetados para investigar os danos, enquanto apenas 6% investigam os benefícios da maconha medicinal.

(nota pessoal;Mas é importante deixar claro que a erva não faz só bem ao corpo, como alguns defensores da legalização defendem. Quando não é usada adequadamente ou com acompanhamento médico, a substância pode ser prejudicial à saúde em vários aspectos, como na perda de memória, no agravamento de sintomas da esquizofrenia, além de disfunção erétilesclerose múltipla e até mesmo encolhimento do cérebro.Esse post não pretende defender ou não a legalização da maconha ou fazer apologia ao uso da planta, apenas mostrar as propriedades medicinais que já foram descobertas. Abaixo, confira algumas das doenças que a maconha pode ajudar a combater)

1 – Câncer

A canabis não cura o câncer, mas alivia o sofrimento causado pela quimioterapia, diminuindo as crises de náusea e vômitos. Isso pode ser essencial no tratamento, já que muitos pacientes desistem dele por não aguentar as reações causadas no organismo. Em uma pesquisa feita em 1991 pela Universidade Harvard (EUA), 70% dos médicos que tratam câncer afirmaram que recomendariam o uso de maconha se ela fosse legalizada nos EUA. Nesse mesmo ano, a Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu a maconha como medicamento.

LEIA MAIS;Medicamentos baseados em cannabis podem aliviar a dor sem efeitos psicóticos

2 – Aids

A cura definitiva para a Aids ainda não foi encontrada. Mas os portadores da doença podem conseguir um efeito importante no corpo usando a erva natural: o aumento de apetite. Sim, isso que popularmente conhecemos como “larica”. Pacientes com Aids podem perder até quatro quilos por mês e morrer por desnutrição. Mas a maconha não é indispensável, já que existem outros medicamentos que produzem o mesmo efeito.

3 – Dor crônica

No início dos anos 90, foi descoberta uma substância na canabis que é muito eficiente no combate à dor. A erva natural é tão eficaz nisso que esse efeito já aparece em relatos chineses de mais de quatro mil anos. Um americano chamado Burton Aldrich, tetraplégico, afirmou que a maconha foi a única solução para o fim das dores insuportáveis que ele sentia. “Depois de cinco minutos fumando maconha, os espasmos foram embora e a dor neuropática desapareceu”, afirmou ele.

4 – Glaucoma

O glaucoma faz com que a pressão no olho aumente, o que torna a doença a maior causa de cegueira no Brasil.A maconha diminui essa pressão na órbita ocular, pois o THC – substância química que compõe a planta – controla a ação dos líquidos que correm na córnea e na íris.

5 – Ansiedade

Chocolate, cigarro, chicletes… muitas pessoas tentam combater a ansiedade com essas substâncias. A maconha é proibida, mas também pode ser usada para tentar diminuir a agitação. Algumas pessoas, principalmente as que não estão habituadas à erva, podem ter o efeito oposto, entretanto. A maconha é usada também para o tratamento da depressão e insônia – que podem surgir em decorrência da ansiedade em excesso.

 


  • Maconha pode causar câncer e problemas do coração? VERDADE: a maconha possuiu substâncias cancerígenas semelhantes às presentes no tabaco, muitas delas numa concentração bem superior às do cigarro. “A questão fica menos importante na maconha porque algumas pessoas chegam a fumar um maço de cigarro por dia, mas ninguém fuma tantos baseados”, explica o psiquiatra Ivan Mario Braun. Segundo o médico, outro efeito que aproxima a maconha do cigarro é, a longo prazo, provocar prejuízos ao sistema cardiovascular. Quem já tem alguma doença do coração corre ainda mais riscos, pois no momento do consumo a maconha acelera os batimentos.Leia mais

O QUE DIZEM OS ATIVISTAS PRÓ-MACONHA

Segundo Greta Carter, ativista pró-maconha, empresária e fundadora de uma cadeia de clínicas, já foram vistos benefícios claros de tratamentos com maconha sobre a síndrome de estresse pós-traumático. “Sabemos também que os pais que têm lutado diáriamente com crianças que sofrem de convulsões e distúrbios do movimento vão a extremos para mudar suas famílias para os estados que permitem o acesso ao medicamento”, conta. Ela ainda relata casos de pacientes com AIDS e câncer que encontram benefícios na cannabis.Além destes casos extremos, Greta acha que a cannabis é uma parte do bem-estar geral para muitos. Ela já atendeu 40 mil pacientes em suas clínicas especializadas e pôde concluir que a idade média dos pacientes aumenta cada vez mais. “A população mais idosa que vem aqui relata que toma mais de 14 tipos de medicamentos (e alguns deles são remédios para compensar os efeitos colaterais dos outros remédios). Em um ano após a incorporação da cannabis, eles voltam e estão em 2 ou 3 medicamentos, desfrutando de uma melhor qualidade de vida. Aqueles que têm sofrido com o vício em analgésicos usam cannabis para gerir a sua dor e param de tomar seus remédios. As histórias não acabam mais”, relata ela.(nota pessoal;aqui vemos o uso controlado medicinal,o que já está em estudo com efeitos positivos comprovados, mas em dosagens controladas e com uso restrito medicinal e não recreativo ou para induzir estados deeuforia/alegria/entusiasmo/desempenho etc).

OS ESTUDOS E PROFISSIONAIS CONTRÁRIOS AO USO DA MACONHA

Os opositores da maconha medicinal argumentam que ela é muito perigosa para ser utilizada (embora os argumentos pareçam estar mais associados aos efeitos do tabagismo em vez da maconha em geral ou de administrá-la de outras formas), que a maconha é viciante e que as “drogas legais”(cigarro, álcool e afetaminas) tornam a maconha desnecessária.Os profissionais de saúde, pesquisadores e legisladores em ambos os lados do debate continuam a discutir os prós e contras do uso da droga. Como sempre, “mais pesquisas são recomendadas”. No caso da maconha, contudo, nós realmente precisamos de mais pesquisas – e mais pesquisas de qualidade – para que essa discussão possa ser sustentada com mais do que dogmas.

 

MACONHA X ÁLCOOL

Wayne Hall, professor e diretor do Centro de Pesquisa em Abuso de Substâncias dos Jovens da Universidade de Queensland, na Austrália, publicou uma nova revisão bibliográfica analisando estudos feitos sobre os efeitos da maconha na saúde entre 1993 e 2013.Segundo o pesquisador, o uso da maconha traz alguns dos mesmos riscos que o uso de álcool, tais como aumento do risco de acidentes, dependência e psicose. Além disso, é provável que pessoas de meia-idade que fumam maconha tenham um risco aumentado de sofrer um ataque cardíaco. No entanto, “efeitos sobre a função respiratória e câncer respiratório ainda não estão claros, porque a maioria dos fumantes de maconha fumaram ou ainda fumam tabaco”.Os críticos argumentam que outras variáveis, ​​além do uso de maconha, podem influenciar e aumentar os riscos de tais problemas de saúde mental(FUNÇÕES CEREBRAIS ANORMAIS) e que, em primeiro lugar, é possível que as pessoas com problemas de saúde mental sejam mais propensas a usar maconha.Quanto aos efeitos do consumo de cannabis em mulheres grávidas, a droga pode reduzir um pouco o peso do bebê ao nascer, de acordo com Hall.

LEIA MAIS;Perguntas frequentes

CEBRID-Centro brasileiro de informações sobre drogas psicotrópicas da UNIFESP–ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA

  1. O que é a maconha?
  2. Como a maconha é utilizada?
  3. O que é hashishe (ou hachiche)? e skank (skunk)?
  4. Por que as pessoas usam Maconha?
  5. Quantas pessoas usam Maconha?
  6. O que a maconha faz no corpo após uma dose (efeitos físicos agudos)?
  7. O que a maconha faz no corpo com o uso contínuo (efeitos físicos crônicos)?
  8. O que a maconha faz com a mente após uma dose (efeitos psíquicos agudos)?
  9. O que a maconha faz com a mente depois de um período de uso crônico (efeitos psíquicos crônicos)?
  10. A maconha afeta o desempenho na escola?
  11. A maconha leva ao uso de outras drogas?
  12. É possível reconhecer alguém que usa Maconha ?
  13. A maconha pode ser usada como remédio?
  14. A pessoa pode usar maconha quando está grávida?
  15. A maconha causa dependência?
  16. As pessoas podem parar de usar maconha?
  17. A maconha causa tolerância?
  18. O que acontece se uma pessoa for surpreendida usando maconha?
  19. O que acontece se uma pessoa for surpreendida levando maconha para usar junto com amigos?
  20. A maconha afeta a memória?
  21. A maconha afeta o desempenho sexual?

Visão pessoal…

(Dados das pesquisas do Instituto de Neurociência da USP e Faculdade Paulista de Medicina UNIFESP)

O tetraidrocanabiol (THC), composto químico com propriedades psicoativas presente na maconha, tem a capacidade de matar neurônios em desenvolvimento. Mas seus efeitos não param por aí: a mesma substância pode salvar células neurais de adultos com a doença Alzheimer. Muitos pesquisadores trataram ratos recém-nascidos e ratos jovens com o THC. Em ambos os casos os neurônios das cobaias morreram. Os mesmos efeitos, porém, não foram notados em neurônios retirados de animais adultos.A maconha – assim como o tabaco e o ópio – causa fortes efeitos no cérebro, pois alguns de seus componentes apresentam semelhança química com substâncias que existem naturalmente no corpo humano, os endocanabinoides. Esses compostos são responsáveis por regular importantes funções cerebrais, controlando sinapses e circuitos neurais que processam o pensamento e a percepção. De acordo com alguns estudos, essas substâncias produzem efeitos no cérebro e também no sistema imune, como regulação do desenvolvimento e auxílio à sobrevivência de neurônios jovens, e ainda o controle da ligação neuronal em circuitos envolvidos nos processos cognitivos e de fixação de memórias. A pesquisadora suspeita que fumar maconha durante um período da vida em que os neurônios estão se desenvolvendo afeta sinais químicos críticos.O massacre de neurônios jovens causado pelo THC pode explicar os prejuízos na aprendizagem notados em crianças filhas de mulheres que fumaram maconha durante a gravidez. Além disso, pesquisas com adolescentes que abusam da droga mostram danos cerebrais nos circuitos neurais em desenvolvimento. Em cérebros mais velhos, entretanto, o THC parece ter um efeito protetor. As descobertas da pesquisadora indicam que a bioquímica dos neurônios muda com o amadurecimento das células. O papel dos endocanabinóides se altera em diferentes funções e passa a ajudar a sobrevivência de neurônios mais velhos. 
Em pacientes com a doença de Alzheimer, o THC pode proteger as células cerebrais contra a morte e reforçar os níveis perdidos do neurotransmissor acetilcolina que, quando reduzidos, contribuem para que a função mental de pacientes seja enfraquecida. A substância também suprime o efeito tóxico da proteína a-beta que, em casos de demência, pode matar neurônios e promover a secreção de um catalisador do crescimento neural, além de diminuir a liberação do glutamato (neurotransmissor excitatório) capaz de matar neurônios em casos de demência. O THC também possui ações antiinflamatórias e antioxidantes que protegem as células neurais do ataque do sistema imune. Apesar de tantos benefícios a substância pode causar efeitos colaterais indesejados no cérebro. A maior dificuldade para os cientistas é a de isolar os ingredientes benéficos da maconha e desenvolver drogas que possam ser aplicadas em doses apropriadas e específicas para a idade de cada paciente.Os estudos comprovam que  os efeitos positivos do THC são vistos quando a concentração do composto é menor do que a encontrada na própria planta. É uma questão de balancear baixas concentrações da substância com uma boa margem de segurança. Drogas sintéticas similares ao tetraidrocanabiol já estão disponíveis, como o Sativex, que contém THC e outros canabinóides e foi aprovada no Canadá para o tratamento de dores em esclerose múltipla e câncer. A maconha é uma mistura complexa de compostos químicos com propriedades psicoativas e contém cerca de 60 canabinóides distintos. O desafio é tentar separar quais são importantes para proteger os neurônios, ecoando a visão de outros pesquisadores para esse fato. Dependendo de como a planta é cultivada, a proporção relativa dos diferentes tipos de canabinóides se altera.Tentando fazer nosso papel de informar e disponibilizar pesquisas e dados comprovados de instituições sérias, com pesquisadores muito capacitados e bem amparados acadêmicamente, iniciamos o estudo das drogas e seus efeitos no cérebro humano;Não estamos aqui discutindo a legalização de drogas ou defendendo seu uso de qualquer forma ou para qualquer propósito;apenas informando científicamente, divulgando as pesquisa recentes e colocando as várias posições dos profissionais especializados no assunto.Cada um pode usar estas informações com o critério que melhor lhe aprouver e todas as escolhas e decisões pertencem á cada um,portanto a responsabilidade /Causa e Efeito, também; sempre aconselhamos a leitura com discernimento, análise e estudo,pois a matéria está bem documentada para que todos possam aprender mais e avaliar os efeitos e/ou benefícios com o cuidado que merecem, afinal, estamos falando de qualidade de vida,o que muito interfere nessa nova fase da Transição Planetária pela qual estamos passando.

 

Inspiração…

Efeitos cerebrais da maconha – resultados dos estudos de neuroimagem-(Brain effects of cannabis – neuroimaging findings)-PDF

http://br.drugfreeworld.org/home.html

[Live Science]

Volta Abuso de Maconha

(Agência BrasilLife Hacker)

[Enrironmental Graffiti/Super/HSW]

Por que fumar maconha dá fome?

Maconha ou álcool: o que é pior para a saúde?

Monicavox

Recomendo….

 

 

O TEMPO CIRCULAR DOS MAIAS-TZOLK’IN E HAAB

COMPREENDENDO O TEMPO PELO OLHAR DOS MAIAS

Os Maias possuíam um conceito de tempo diferente do nosso, para nossa sociedade o tempo é linear, ou seja, as coisas começaram a acontecer em um determinado marco e vão dando sequência a partir deste episódio caminhando em linha reta para o futuro. Os Maias viam o tempo como algo cíclico, semelhante à natureza e ás estações que se repetem á todo ano; O calendário maia obedecia a um ciclo de 52 anos e ao completar este trajeto retornava a seu ponto de partida recomeçando o ciclo.
Esta análise nos faz refletir o quanto esta civilização era sábia ao analisar  o tempo de uma forma tão complexa, pois os acontecimentos que presenciamos no decorrer de nossas vidas e os que as futuras gerações  presenciarão, estão todos interligados e obedecem a  ciclos biológicos e temporais evolutivos. Biológico, porque a estimativa de vida de um Maia era de cerca de 80 anos, sendo assim, um ciclo de 52 anos era algo presencial  por ele naquela sociedade, pois dentro deste ciclo estavam os acontecimentos de sua vida em conjunto dos que pertenciam à mesma geração. Logo, os feitos realizados neste ciclo dariam sequência aos feitos daqueles que estavam por nascer, gerando  um ciclo temporal evolutivo, pois caminha ciclicamente junto ao desenvolvimento do mundo, passando de geração em geração.
Deste modo entendemos que assim como a vida se repete e obedece uma continuidade biológica, nascer, crescer e morrer,  semelhantemente, o tempo também o faz. De acordo com os Maias, os ciclos são como “engrenagens” que movem o tempo,e essas engrenagens estão em constante rotação e regem o calendário; este registra o transcorrer  destas mudanças que ocorrem em nosso mundo.
Esta ideia possibilita entender qual o sentido de um tempo cíclico para os Maias, que não era por essência repetitivo, de forma que não caminhasse para evolução e apenas gira-se entorno de si mesmo rumo a lugar algum(como nós contamos o tempo, através do calendário gregoriano), mas pelo  contrário, o tempo caminha para uma evolução regida por um ciclo que é repetitivo devido a todo ser humano estar submetido a condições biológicas semelhantes, mas, nós somos  agentes transformadores do tempo e dentro de nosso ciclo de vida atuamos como uma pequena engrenagem que gira junto a uma maior, dando movimento ao tempo.

O LUGAR ONDE HOMENS SE TORNAM DEUSES

Teotihuacán é uma cidade situada a mais ou menos 20 milhas de distância da Cidade do México, fundada por volta do ano II A.C. Dentro da cultura deles, acreditava-se que foi lá que Quetzacoatlvoltaria para a Terra dos homens.Sua Pirâmide da Lua era como a entrada para os mortos. Em 1998 uma equipe internacional de pesquisadores escavaram túneis e encontraram vários corpos enterrados vivos, vitimas de sacrifícios e animais sepultados vivos.Esta cidade era importante, pois, segundo eles, era lá que nasceria o quinto Sol, ou ciclo. Os outros haveriam sido destruídos por desastres naturais e catástrofes. Suas pirâmides eram construídas pela mesma base aproximada de 200 metros.

Os avançados conhecimentos que os maias possuíam sobre astronomia, como eclipses solares e movimentos dos planetas, e sobre matemática, lhes permitiram criar um calendário cíclico de notável precisão. Na realidade são dois calendários sobrepostos: o tzolk’in, de 260 dias, e o haab de 365 dias. O haab era dividido em dezoito meses de vinte dias, mais cinco dias livres. Para datar os acontecimentos utilizavam a “conta curta”, de 256 anos, ou então a “conta longa”, que principiava no início da era maia. Eles determinaram com exatidão incrível o ano lunar, a trajetória de Vênus e o ano solar (365 dias, 5 horas, 48 minutos e 45 segundos) e inventaram um sistema de numeração com base 20 e tinham noção do número zero, ao qual atribuíram um símbolo.

Os maias utilizavam uma escrita hieroglífica que ainda não foi totalmente decifrada. Os cientistas, estudiosos da civilização maia, comprovaram que os antigos fizeram muitas observações do Sol, durante sua passagem pelo zênite, na praça cerimonial de Copán. Esta descoberta reafirma que os maias foram grandes astrônomos e que viveram seu período de esplendor entre os anos 250 a 900 d.C.. Durante os solstícios e os equinócios, a posição do Sol gera alinhamentos especiais entre os vários monumentos, altares e outras estruturas da principal praça do sítio arqueológico maia de Copán.Hoje, o vale de Copán, como outros sítios arqueológicos, é declarado Patrimônio da Humanidade, resguardando o centro dos cerimoniais da civilização maia, que floresceu na América Central no primeiro milênio da Era Cristã.

COMO OS MAIAS ENXERGAVAM O TEMPO

Os Maias, filosoficamente, pensavam e viviam sob a perspectiva circular e não retilínea; a questão do tempo era fundamental para essa civilização. Pensar o tempo, era buscar a consciência da vida e da morte, principalmente buscar a constante superação humana em relação ao fatalismo da matéria imposta pela vida cotidiana. A sociedade Maia possuía vários calendários lineares e circulares, sempre constituídos para atender necessidades sociais, políticas e principalmente religiosas. É importante ressaltar que os Maias se constituíram como uma civilização ritual, sendo assim é fundamental afirmar que o universo religioso era determinante em seu cotidiano; a vida para os Maias era a busca constante pelo Sagrado, através da matemática, astronomia, filosofia e seus ritos que iam ao encontro de sua Cosmogonia. Outra questão a ser registrada, é o fato de que o conceito de “mundo” para os Maias significava “ciclo”, portanto, o final do “mundo” significava “final de ciclo” e dentro da perspectiva de circularidade do tempo, todo ciclo ou mundo significava objetivamente final e início de um novo tempo. Desta forma podemos afirmar que 2012 foi o final de um ciclo e início de novo tempo.

Pensando desse modo, podemos analisar algumas questões de suma importância no contexto de 2012. Sabemos que os Maias enquanto civilização, colapsaram por volta do ano 900 de nossa era. Assim temos que avaliar alguns dos possíveis causadores desse fato:

1- Crises ambientais e climáticas;2- Superpopulação; 3- Crise na agricultura; 4- Guerras entre cidades estado; 5- Doenças e pestes; 6-Crise e ruptura de fé nas instituições religiosas.

(nota pessoal;Observemos que os possíveis eventos causadores do colapso da civilização são extremamente contemporâneos, nos levam a uma profunda reflexão sobre o momento que a nossa humanidade está vivendo, talvez um dos alertas que os Maias nos deixaram foi exatamente a necessidade de perceber para onde estamos caminhando com nossa civilização, e principalmente como estamos tratando o nosso planeta e os seres humanos).

Outra polêmica quanto às profecias, entre os especialistas, é o fato de que elas tenham uma referência direta aos eventos que desencadearam o colapso da civilização no final do período clássico, portanto, 900 de nossa era, e não á profecias que remetem ao nosso tempo ou especificamente pós 2012. Todas as teorias que hoje são discutidas quanto à estrutura física e mecânica de nosso planeta e sistema solar(segundo a ciência moderna) passam ainda por profundas divergências científicas, não nos dando subsídios concretos e consistentes que determinem uma visão apocalíptica de nosso planeta.(nota pessoal: Hoje, através de documentos, pesquisas, monumentos e a fabulosa escrita Maia, não foi encontrada nenhuma citação clara quanto ao fato dos Maias terem afirmado que o mundo acabaria em 2012, muito menos nos calendários cíclicos desse povo.)

O TZOLK’IN E O HAAB

Os maias possuíam dois tipos de calendários em forma de roda (engrenagem): O Tzolk’in era um calendário ritualístico, que tinha a função de organizar o  cotidiano religioso dos maias e  o Haab calendário terrestre (solar), tinha por característica a observação dos fenômenos físicos do Planeta, como por exemplo, a utilização da agricultura, o estudo das estações do ano e suas interações, bem como os fenômenos meteorológicos, ambos totalizando 18.980 dias, formando um ciclo de 52 anos.
O calendário possuía ciclos diferentes sendo caracterizado da seguinte forma; o Tzolk’in com sua engrenagem menor possuía um ciclo de 13 meses de 20 dias, completando um ano sagrado de 260 dias e o Haab possuía um ciclo que era dividido em 18 meses de 20 dias, mais um período de 5 dias, dando um total de 365 dias formando o ano civil. Por conseguinte, no prazo de 52 anos, a engrenagem Haab perfaz somente 52 revoluções enquanto o Tzolk’in necessita 73 revoluções. No entanto, dentro de 52 anos, ambas as engrenagens (calendário) completam os ciclos de 18.980 dias onde é acrescido no final de cada ciclo 13 dias para compensar os anos bissextos, pois a órbita da Terra ao redor do Sol não é exata exigindo uma correção no calendário.
Mediante essas informações percebemos o grande conhecimento matemático, físico e astronômico da Civilização Maia, nos levando a uma profunda reflexão sobre o passado histórico do Continente Americano.

Para uma melhor compreensão dessa contagem de tempo, seguem os principais ciclos que normatizavam toda a sociedade Maia:

Calendário Tsolk’in e Haab; Calendários Circulares 

Tzolk’in (sagrado): 13 meses x 20 dias
= 260 dias
Haab-18 meses x 20 dias = 360 + 5 dias
= 365 dias.
 Convergência dos Dois Ciclos 52 anos x 365 dias
=18.980 dias – ciclo de 52 anos
Tzolk’in necessita 73 revoluções/Haab perfaz sómente 52 revoluções
as duas engrenagens  completam clicos de =18.980 dias – ciclo de 52 anos+ 13 dias para cada final de ciclo para compensar os anos bissextos

ALGUNS CALENDÁRIOS PARA REFERÊNCIA

-Calendário Juliano (até 1582)                          365,250000 dias
-Calendário gregoriano (desde 1582)              365,242500 dias
-Calendário Maia                                                  365,242129 dias
-Calendário Astronômico Absoluto                    365,242198 dias

Diante disso afirmo, que a maior parte dos pesquisadores aceita o fato de que o calendário de longa duração , iniciou seu último ciclo em agosto de 3113 a.C para terminar 5125 anos e 132 dias depois, no solstício de inverno de 21 de dezembro de 2012, que compõe a data mais polêmica do tempo Maia, pois partindo dessa data, teríamos o início de um novo ciclo, tendo como o último katum (unidade de tempo que compõem 7200 dias), o período de maiores transformações para o Planeta. Essa data ocorreu do ano de 1992 até dezembro de 2012. Claro que se observamos a nossa civilização de 1992 para o momento atual, vamos encontrar vários subsídios quanto às problemáticas sociais, ambientais, políticas e humanas, que vivenciamos e experimentamos em nosso mundo globalizado;(nota pessoal:  Pensemos no que foi o século XX, definitivamente os 100 anos mais extremos que a humanidade passou(época que conhecemos a história, pois sabemos que o Planeta já passou por inúmeras fases críticas,inclusive com presenças alienígenas de todo o Orbe, vivenciando guerras, revoluções, golpes,quedas de civilizações, crises sociais, econômicas, políticas e ambientais, sem contar as grandes mudanças de paradigmas que estavam cristalizados há séculos). .

O SINCRONÁRIO DA PAZ

Esta ferramenta foi desenhada pelos sábios Maias com o objetivo de sincronizar o ser humano em sua verdadeira frequência das 13 luas de 28 dias. Conhecida como frequência 13:20 ( 13 tons galácticos e vinte tribos solares), esta vibração permite que o ser humano perceba a Noosfera, a rede do pensamento que une todas as consciências em um nível planetário de manifestação.Os conhecimentos dos ciclos da criação permitem que analisemos as energias do dia de acordo com o movimento do Sol e da Lua, criando o Tzolk’in, o tear sagrado dos maias, compostos de 260 unidades conhecidas como kins planetários. Cada kin é uma combinação da energia de uma das vinte tribos solares sincronizado com um dos treze tons galácticos da criação. Este tear 13:20 é a rede da vida, a conexão que existe entre todos os seres que habitam nosso amado planeta.

Calcule seu kin e veja sua assinatura galáctica aqui

As ondas encantadas são unidades do tempo que permitem que possamos identificar e potencializar nossos propósitos de vida, descobrir nossos desafios, ativar nosso serviço e definir a melhor forma de agirmos. Conhecer maneiras de utilizar este conhecimento é uma importante chave do autoconhecimento, com traços especiais que facilitam a rememoração da programação existencial.( nota pessoal;Este calendário é uma ferramenta cósmica para que possamos transcender a matriz tridimensional do ego que nos aprisiona a este plano físico. Através da dissolução desta energia tridimensional, entramos no formato do cubo consciencial, que transcende a matriz quadridimensional do tempo, quebrando as limitações do universo físico. Esta vivência do cubo da vida faz com que experimentemos o passado, presente e futuro simultaneamente, uma forma não linear de tempo e espaço. Neste estágio de expansão, o não tempo, nos tornamos totalmente despertos para a realidade da quinta dimensão).

Esta ferramenta evolutiva, engenhosamente desenhada pela Hierarquia da estação intermediária de Archturus, provê o conhecimento das modificações geofísicas, astrofísicas e espirituais que afetam o planeta durante as modificações evolutivas quânticas. Este ensinamento foi trazido diretamente aos seres humanos através das pirâmides das Américas que são formadas de calendários cronológicos sincrônicos. Estes conhecimentos promovem uma expansão da consciência humana que pode interagir com inteligências desde a quinta até a nona dimensão consciencial, e posteriormente estendidas à outras dimensões conscienciais. É através deste calendário que surgiram diversas teorias sobre o dia 21 de dezembro de 2012, quando  houve um alinhamento cósmico entre nosso sistema solar e o centro da galáxia. Neste calendário de longa contagem, nos sincronizamos com a contagem do tempo das Plêiades, que funcionam como uma chave para acessarmos as dimensões mais expandidas da percepção consciencial.

MANIFESTO DO SINCRONÁRIO DA PAZ PARA A MUDANÇA DO CALENDÁRIO

A quebra da ordem natural, ocasionada pela adoção de um calendário que não respeita os ciclos naturais, lunares/solares – o calendário gregoriano de 12 meses – imposto pelo Papa Gregório XIII em 16 de outubro de 1582, trouxe, como consequência, a separação do homem da informação natural, criando enfermidade mental e a perda de sua ressonância natural, precipitando-o para a dependência total e cega do materialismo. Essas consequências estamos vivendo atualmente e são causadas pela filosofia do calendário de 12 meses que diz que “tempo é dinheiro”. O calendário gregoriano de 12 meses distribui o décimo terceiro mês (a lunação) nos onze dos doze meses, escondendo entre eles uma lua.

É urgente que a humanidade volte a conectar-se com o entorno natural, para restabelecer-se a si mesma e restabelecer a ordem natural alterada. Culturas primitivas como a cultura Maia, nos legaram sistemas de calendários que seguem o ritmo cíclico natural e orientam o homem para que ele possa recuperar a sua ressonância. A vivência da comunhão com a ordem cíclica natural, nos leva a recuperar as faculdades perdidas, a viver em paz e harmonia interior, em saúde e crescimento, de acordo com o plano da inteligência universal.

Contrariando sistematicamente a sua própria natureza, o homem se submerge em um estado de incerteza e de violência interior que se projeta em seu ambiente externo. O medo, a insegurança, o temor, as preocupações de sobrevivência e o egoísmo se apoderam da sua psique. Aparece a guerra como a única alternativa de paz. Produz armas cada vez mais sofisticadas e poderosas. Faz-se necessário decretar um basta a tudo isto, para dar um espaço ao diálogo de paz.

O problema da ordem econômica que afeta a todos nós, tem a sua origem indiscutível na imposição do sistema Gregoriano: ninguém tem tempo nem dinheiro suficiente para viver. O calendário gregoriano de 12 meses, esconde em seu interior, um ciclo completo de 28 dias.Por outro lado, a legitimidade e urgência da mudança do calendário gregoriano, firma-se no descobrimento da LEI DO TEMPO. O tempo e o espaço são duas coisas diferentes. A matemática do espaço não pode ser usada para medir o tempo; só a matemática do tempo pode cumprir esta função.

Todos os sistemas atuais para calcular o tempo, estão baseados na proporção 12:60 (um ano de 12 meses e uma hora de 60 minutos). Esta proporção foi tomada dos 360° do círculo e não da rotação da Terra ao redor do Sol, já que um ano terrestre é composto por 13 meses (ou luas) de 28 dias, que são os que se sucedem durante o ano solar.

Regidos por um calendário mecânico, vivemos então numa frequência artificial. Isto nos tem levado a um desequilíbrio cada vez maior em relação à natureza e a um processo de destruição paulatina da biosfera. O objetivo principal do Movimento Mundial de Paz e de Mudança Para o Calendário de 13 Luas é redirecionar a humanidade para a frequência de tempo natural que é a frequência 13:20, a qual é representada por 13 luas de 28 dias e 20 frequências solares.

“O Sincronário de 13 luas, baseado no calendário Maia, é composto por 13 meses (ou luas) de 28 dias, o que dá um total de 364 dias por ano, mais um “dia fora do tempo”. Conserva a semana de 7 dias, com um total de 52 semanas por ano. Este calendário, é um calendário biológico, sincronizado com o Sol e em ressonância com a biosfera. E o mais importante é que está em ressonância com a frequência que unifica a ordem galáctica, a frequência da 4ª dimensão, que por sua vez, é a dimensão do tempo.”

O descobrimento da Lei do Tempo afeta cada pessoa no planeta, de três formas: 
1- Expõem o erro na percepção humana que tem sido institucionalizado em uma estrutura de civilização global. 
2- Apresenta um novo standard científico do tempo, o calendário de 13 luas, para substituir o atual calendário gregoriano de 12 meses. 
3- Estabelece as bases para uma nova ciência e uma nova etapa da civilização humana, a Ciência do Tempo e o advento de uma genuína Cultura de Paz sobre a Terra.

MUDE A SUA MENTE, MUDE O SEU CALENDÁRIO!

O seu apoio neste processo de reforma é de grande importância. Você é um agente de mudanças e pode ajudar muito. Informe-se mais sobre o tema dos Calendários e a importância do Tempo (como afeta a sua vida, a sociedade, etc). Realize qualquer ação criativa e pacífica para o restabelecimento do calendário natural. A mudança do calendário é o instrumento da liberação universal!Com muito amor, devemos aprender a utilizar estes conhecimentos ancestrais e assim estarmos sincronizados com a harmonia e plenitude da Mãe /Gaia, expressa nas criações e revoluções de nosso universo físico. Salve a harmonia da mente e da natureza. A cultura galáctica vem em paz.

MANIFESTO PELA NOOSFERA-CONCLUSÃO

“A Terra e Eu Somos uma Só Mente”. O Planeta fala….

“Durante mais de 5 mil de minhas órbitas ao redor do Sol, os humanos têm estado alterando a minha paisagem. Alguns deles maravilhosos, como as terras de cultivo de arroz na Distante Ásia Oriental ou do plantio de milho nos Andes da América do Sul. Canais, irrigação, diques para desviar água, pirâmides e templos, grandes muralhas sinuosas, e logo as cidades com seus sistemas de conexão de estradas, e ao longo da costa, grandes portos marítimos e barcos com velas ondulando em busca de novas terras a conquistar, novas mercadorias para comercializar e, sempre aqui e ali, grandes exércitos em guerra devastando a Terra. Estes eram os mais inteligentes, os ansiosos por riquezas e poder. Os inteligentes me traçaram com mapas e fizeram globos terrestres para imitar-me; elegeram viver no seu próprio tempo e deixaram de viver de acordo com os grandes ciclos que regem a ordem universal. Pelo dinheiro, dividiram seu tempo e dividiram a Terra. Já não se consideravam parte da Terra, senão que Eu, a Terra, me converti em sua escrava. Criaram todo tipo de máquinas e para suas máquinas necessitaram tudo o que puderam tirar da Terra: Destruíram meus bosques, desgarraram minhas montanhas, e escavaram a Terra e o Mar, profundamente, atrás do combustível que faz funcionar as máquinas. E vi que entre os inteligentes havia videntes e sonhadores, profetas e mensageiros, poetas e artistas que viram outro mundo, que lhes advertiram, que trataram de dominar sua ambição e sua luxúria para benefício de suas almas. E vi aqueles que optaram por não construir e edificar, aqueles que decidiram não alterar minha paisagem, aqueles que se contentaram com pequenas moradias de couro e pele, barro e adobe, os que pintaram na areia e desenharam nas rochas e nas paredes das cavernas, aqueles que seguiram os animais selvagens em suas trilhas e caminhos silvestres, aqueles que oravam com a lua, as estrelas e o sol, aqueles que cantaram o sonho da noite cósmica. Entre eles também estavam os videntes, a gente da medicina, os sábios, e são eles que falaram por mim:

“Eu sou um com a Terra. A Terra e eu somos uma só menteVocês não estão separados de mim, ainda que possam pensar que estão. Vocês são um comigo. Sua mente e a minha, a mente de Terra, são uma e a mesma mente. E esta mente única se chama Noosfera – a mente da Terra que envolve a totalidade de meu corpo como um manto invisível, penetrando em cada ser vivo, dotando a cada um, de um raio do espectro da consciência de vida que se estende desde o centro da galáxia, ao nosso sol, a mim e a todos os que habitam em minha superfícieNão são senão um só organismo planetário. Toda a vida é uma, assim como eu sou um todo indivisível.”

“Para àqueles com olhos para ver e ouvidos para ouvir e corações que conhecem desde dentro, chegou o momento para que possam escutar meu manifesto pela Noosfera. Escute de novo e recite comigo: Eu sou um com a Terra. A Terra e eu somos uma só mente. Olhem nossos mares cobertos de lixo e com petróleo ardendo. Olhem nossos vizinhos sem lar e que fogem em busca de refúgio. Olhem as nossas crianças empilhadas nas sarjetas mendigando e buscando alimento. Olhem os comerciantes e donos das máquinas e dos bancos, escondendo-se atrás das portas blindadas e dos guardas de segurança. Olhem os anciões sentados na margem do que alguma vez foi um bosque, chorando pela perda de uma antiga realidade. Eu sou a Terra. Eu sou a mente de todos vocês. Agora falo através de todos vocês. Escutem: Em um momento de meu tempo, tudo mudará. Eu me levantarei da terra do sonho e converterei a vestimenta da consciência envolta em torno da perfeição de minha forma giratória. O tempo do dinheiro e da máquina vai terminar e um novo tempo começará e vocês conhecerão de novo o que haviam esquecido. E, a partir desse momento se estabelecerão os novos códigos do ser e da realidade, os códigos da Noosfera. Não haverá mais nações nem mais dinheiro, nem mais verdades escondidas, nem mais pobreza, nem mais drogas, nem mais armas, nem mais bombas, senão um novo mundo de telepatia universal. Todos entenderão, como Um e, ao mesmo tempo, que só existe um tempo para a Terra, uma simultaneidade de dia e noite, uma sincronicidade contínua. Sua mente começará a transformar tudo o que se há posto a perder em uma obra de arte viva, a Terra inteira convertida em uma obra mestra, rodeada por um arco-íris de polo a polo – uma única forma de pensamento tornado visível. Cidadãos da Terra, vamos sentir uma presença galáctica, a Noosfera, nossa central telepática. Um desenho do destino escrito em um plano divino, seguindo uma medida comum de tempo universal que nos unifica em uma só mente. Aceitaremos os visitantes de outros mundos; receberemos qualquer conhecimento que nos chegue dos Anciãos das Estrelas que têm estado esperando que nós amadureçamos na Noosfera, convertendo-se em uma nova hierarquia da civilização cósmica. Nada nos impedirá de seguir o caminho infinito – durante três milênios realizaremos a forma de vida da Terra como uma obra de arte. Só assim vamos ampliar a Noosfera no panorama da mente cósmica, irradiando desde os centros de nosso cérebro, o novo órgão, que considera o inteiro universal como um círculo girando incessantemente, mas que jamais abandona a Terra, nosso lar cósmico.”

Visão pessoal…
Esta matéria veio trazer outra visão sobre o tempo e como ele influencia a mente humana e toda esta Matrix na qual estamos inseridos.A reforma do calendário é o ato final da história, e o primeiro passo, para a Regeneração da Terra no berço da cultura galáctica. Mudar o calendário agora é mudar o curso da história e revolucionar, completamente, o futuro da civilização na Terra.  Nós também devemos entender que o ajuste desta reforma do calendário é de natureza vital e representa uma oportunidade evolutiva para a humanidade, a qual não pode ser desperdiçada. O assunto sobre calendários e a reforma do calendário não é popular por uma simples razão;é que o calendário em uso, funciona como um dogma e, assim, pouco se questiona. A maioria das pessoas não tem a menor ideia de onde veio o calendário atual. Pessoas que vivem em sociedades, principalmente não ocidentais, trabalham com o que é chamado de calendário lunar, tanto quanto com o atual calendário Gregoriano. Os calendários lunares também dogmatizam o sentido do tempo.Deve ser compreendido, sem equívocos, que um padrão irregular de medida tem um efeito profundo na mente, especialmente um padrão irregular de medida de tempo. Isto é devido ao tempo ser um fenômeno mentalmente percebido, diferente do espaço que é percebido pelos sentidos. Um padrão de medida que é irregular e desigual é inerentemente problemático. Nosso sentido de tempo é uma percepção fundamental. Se o padrão de medida de tempo que usamos é irregular, então, temos que considerar profundamente e compreender o que isto provoca em nossa mente, pelo uso prolongado durante séculos.

Inspiração

1-PDF-A Lei do Tempo e a Reformulação da Mente Humana
2-A civilização Maia
Paul Gendrop
3-Calendário Maia
Diane de Assis
4-2012-Profecias Reveladas
Drunvalo Melchisedek
5-A Profecia Maia
David Douglas
6-La Profecia del fin del calendario Maya
David Gallon
7-2012-Las Profecias del fin del mundo
Laura Castellanos
8-Gaia- Alerta Final
James Lovelock
9-Sincronário da Paz 2015
10-Sonda de Arcturus
José Arguelles
11- Fator Maia-O guia definitivo
José Arguelles
12-Manifesto por la Noosfera
José Arguelles
13-The Time and the Tecnosphere
José Arguelles
14-The Maia Calendar
 José Arguelles
Monicavox
Recomendo….

A AYAHUASCA E O SANTO DAIME-DOUTRINA DA FLORESTA ,RELIGIÃO OU EXPANSÃO DE CONSCIÊNCIA?

As origens do uso da Ayahuasca na bacia Amazônica remontam à Pré-história. Não é possível afirmar quando tal prática teve origem, no entanto, há evidências arqueológicas através de potes e desenhos que levam a crer que o uso de plantas alucinógenas ocorra desde 2.000 a.C.No século XVI, há relatos de que os espanhóis e portugueses, detentores das florestas do Novo Mundo, observaram a utilização de bebidas na cultura indígena e recriminaram-na: “quando bêbados, perdem o sentido, porque a bebida é muito poderosa, por meio dela comunicam-se com o demônio, porque eles ficam sem julgamento, e apresentam várias alucinações que eles atribuem a um deus que vive dentro destas plantas”.

O uso destas plantas foi condenado pela Santa Inquisição em 1616, mas o cerimonial persistiu de forma escondida dos dominadores Europeus. Os padres jesuítas descreveram o uso de “poções diabólicas” pelos nativos do Peru no século XVII.
A história moderna da Ayahuasca começa em 1851 quando o botânico inglês R. Spruce noticia o uso de bebidas que intoxicam entre os índios Tukanoan, no Brasil. Estes convidaram-no a participar de uma cerimônia que incluía a infusão que eles chamavam “caapi”. Spruce apenas tomou uma pequena quantidade daquela “nauseous beverage”, mas não se deu conta dos profundos efeitos que ela teve sobre seus amigos. Os Tukanoans mostraram a Spruce a planta da qual caapi derivava, e ele coletou espécies da planta e das flores. Spruce chamou-a de Banisteria caapi, e estudo posteriores levaram-no a concluir que caapi, yage e ayahuasca eram nomes indígenas para a mesma poção feita daquela videira.A Banisteria caapi de Spruce foi reclassificada como Banisteriopsis caapi pelo taxonomista Morton em 1931.

Em 1858, Spruce encontrou a mesma planta sendo usada na tribo Guahibo, na margem superior do rio Orinoco, na Colômbia e Venezuela, e, no mesmo ano, entre os Záparos dos Andes Peruanos, que denominavam-na Ayahuasca.
Simson’s, em 1886 foi quem primeiro observou a mistura das plantas na confecção da Ayahuasca.Apesar da coleta e identificação da Ayahuasca datar de 1851, os alcaloides já eram conhecidos desde a primeira metade do século XIX, o que se deve à facilidade de extração dos mesmos, bem como aos possíveis usos clínicos.
O começo do século vinte foi marcado por mais confusão do que esclarecimentos acerca da Ayahuasca, muitos identificaram-na, equivocadamente, do ponto de vista da botânica. Até que, em 1939, Chen & Chen descobriu que tanto a caapi, yagé e ayahuasca eram a mesma bebida.

ANTROPOLOGIA E O USO DA AYAHUASCA

Plantas com propriedades alucinógenas vem sendo utilizadas com finalidades místicas e religiosas em diferentes culturas primitivas. Há relatos do uso das poções em toda a Amazônia, chegando à costa do Pacífico no Peru, Colômbia e Equador, bem como na costa do Panamá, sendo que foi reconhecida em pelo menos 72 tribos indígenas, com pelo menos 40 diferentes nomes.Entre as diversas tribos da bacia Amazônica, a Ayahuasca é percebida como uma poção mágica inebriante, de origem divina, que “facilita o desprendimento da alma de seu confinamento corpóreo”, voltando ao mesmo conforme a vontade e carregada de conhecimentos sagrados(?). Entre os nativos é usada para propósitos de cura, religião e para fornecer visões que são importantes no planejamento de caçadas, prevenção contra espíritos malévolos, bem como contra ataques de feras da floresta.Antes da colonização européia, postula-se que as plantas inebriantes eram amplamente usadas com fins de bruxaria, rituais religiosos, cura e contato com forças sobrenaturais.

Entre os Tukanoans, o yajé é responsável pela arquitetura da tribo, pois as imagens geométricas induzidas pelo efeito do chá desempenham um importante papel na estrutura da vida cultural desta tribo, sendo que as experiências relacionadas à Ayahuasca pertencem a uma realidade mais nobre que a ordinária .
Para os Cashinahua, o uso da Ayahuasca só deve ser feito em condições extremas pois é considerada uma experiência desagradável e amedrontadora. Os índios Jivaro do Equador, relatam que a experiência com Ayahuasca é a vida real, ao passo que a realidade cotidiana é apenas uma ilusão. As visões são guiadas e manipuladas pelos Xamãs, o que resulta em visões grupais sintônicas, que são incluídas dentro dos rituais religiosos próprios destas culturas.O uso da Ayahuasca sobreviveu aos ataques das culturas dominadoras e pouco a pouco espalhou-se para os mestiços chegando enfim às pequenas cidades da região Amazônica. Nestas cidades o uso da bebida foi redimensionado, sendo que os Xamãs da Amazônia Peruana referem-se a si mesmos como vegetalistas. Estes “plant-doctors” ajudam as pessoas das áreas rurais e as populações pobres da áreas suburbanas que geralmente não têm outras opções em situações críticas na esfera da saúde física, mental e em “problemas sobrenaturais”.

Tais vegetalistas apresentam a tendência a especializarem-se em algumas poucas plantas e usam estes “ensinamentos” em sua prática. Assim, há tabaqueiros que usam tabaco, “toeros” que usam várias espécies de Brugmansia species; “catahueros” que usam resinas da catahua (Hura crepitans), “perfumeros”, que usam diversas espécies de plantas com aromas fortes e por fim os “ayahuasqueros” que se utilizam da ayahuasca em seus rituais.Os Xamãs usam a bebida em um contexto de cura. Eles tomam a Ayahuasca para melhor diagnosticar a natureza da doença do paciente. Segundo a crença, Os Vegetalistas podem receber o dom da cura por meio de espíritos da floresta e seu papel é o de, muitas vezes, intermediar a transmissão do conhecimento médico para o mundo dos humanos, possibilitando assim a cura.Os espíritos “plant teachers” são responsáveis por ensinarem aos Xamãs algumas músicas sobrenaturais chamadas “icaros”, tanto dentro das sessões de Ayahuasca quanto durante os sonhos que se seguem. Os “plant teachers” dão estas canções mágicas aos Xamãs ou vegetalistas ;então, estes podem cantá-las ou sussurrá-las durante a sessão de cura.Segundo a explicação dos Xamãs, quando uma pessoa se torna doente, seu “padrão energético torna-se distorcido”. Sob a influência da Ayahuasca, o Xamã pode ver a distorção e corrigí-la através de massagens, sucção, plantas medicinais, hidroterapia e restauração da alma do doente.

A similaridade entre estes métodos Xamãs e as técnicas orientais podem ser notadas. De forma interessante, os Xamãs escolhem plantas medicinais baseados em características visuais, como formas e cores. Por exemplo, uma planta que produz flores de formas semelhantes a uma orelha podem e devem ser usadas para tratamento de doenças relacionadas à orelha e audição. Parte do treinamento dos Xamãs, logo, envolve a prática de reconhecer e aprender a respeito dos poderes das plantas e dos animais e suas “virtudes escondidas”.É digno de nota o fato de que muitos Xamãs não usam os ensinamentos da Ayahuasca com pessoas que estejam doentes mentalmente.Outra tentativa de uso curativo da Ayahuasca foi empreendido na província de San Martin, no Peru, na década de 80, por um grupo misto de médicos franceses e peruanos, na tentativa de facilitar o tratamento da dependência química à pasta de cocaína, sendo que não se conhece nenhum estudo científico controlado, que possa corroborar este resultado .

AYAHUASCA E A RELIGIÃO 

No século passado, além do consumo da mistura entre as populações indígenas, várias igrejas adotaram o uso da Ayahuasca em rituais sincréticos, especialmente no Brasil, onde os efeitos psicoativos são acoplados á conceitos das doutrinas Judaica, Cristã, Africana entre outras. As principais religiões deste módulo incluem a UDV (União do Vegetal),CEFLURIS (Santo Daime), Barquinha e o Alto Santo.
O uso da “hoasca”(corruptela do nome Ayahuasca) dentro de tais contextos religiosos foi oficialmente reconhecido e protegido pela lei no Brasil em 1987. Tais seitas incluíram a Ayahuasca em seus rituais de comunhão como um simbolismo comparável ao “pão e vinho”(nota pessoal;começa aqui  o sincretismo religioso, afim de criar uma religião institucionalizada, deixando de lado os conceitos xamânicos de uso da erva e começando uma doutrinação para comércio, dogmas e arregimentação de adeptos, tudo o que nós não podemos alimentar e nem dar continuidade, numa Era onde as religiões não vão mais existir, nem este tipo de exploração em cima do ser humano, com intenções de dominação, doutrinação, poder e comércio).Estas igrejas argumentam(?) que a poção ajuda a promover concentração pronunciada e contato direto com o plano espiritual(?). Segundo a União do Vegetal, a beberagem é o “veículo, meio” da ação religiosa e não o fim(?!).
Calcula-se que o número de pessoas que fazem uso regular da Hoasca ( 1 xícara aproximadamente por mês), na América do Sul, excluindo-se as populações indígenas, poderia chegar a 15.000, isto em 1997 .

O CRESCIMENTO DAS IGREJAS NO BRASIL

A primeira destas igrejas começou a ser formada na década de 1920 no Brasil, e hoje dois grupos, a União do Vegetal (UDV or ‘Herbal Union’) e o Santo Daime, continuam em amplo processo de crescimento. Estas igrejas neo-cristãs espalham-se pelas áreas urbanas das grandes cidades, em rituais que se repetem em geral uma vez por semana ou quinzena. Os membros da igreja cultivam as plantas necessárias ao feitio do chá, supervisionam seu preparo e estocagem.(?). Em algumas religiões não é incomum que membros da seita, dado a longa duração dos cultos, tomem várias doses durante o curso de uma noite.A UDV é a maior e mais organizada destas religiões e não permite o uso de Ayahuasca por pessoas que não sejam membros já efetivos da seita(?). 
Enquanto o uso regular da Ayahuasca ocorre raramente entre os indígenas- mesmo que a considerável porcentagem destes tenham-na experimentado em alguma fase de suas vidas- entre os membros das igrejas o consumo é estável numa base semanal ou quinzenal, dentro dos contextos cerimoniais(?).
Dentro da perspectiva religiosa, o potencial de expansão das seitas que usam Ayahuasca é largo(?). Através da incorporação de uma substância psicoativa de tal peso em cerimônias religiosas, podem ser alcançados efeitos nas práticas religiosas antes inexequíveis(!!).

ALGUNS POSTULADOS (DOGMAS) DA DOUTRINA DO SANTO DAIME -(SEGUNDO OS LÍDERES DO SANTO DAIME)

1-QUAL É A BASE DESSA DOUTRINA?

A Sagrada Família, sendo a Virgem Santa Mãe a grande inspiradora do nosso Mestre fundador Raimundo Irineu Serra; Jesus Cristo o modelo do verdadeiro homem e São José o Pai carinhoso que todos nós queremos ter.

(NOTA PESSOAL; Esta seita é inspirada em cultos católicos-judaicos-cristãos afim de arregimentar o maior número de adeptos possíveis, já que estamos em um país que faz parte de uma América notadamente católica por influência da colonização,principalmente a jesuíta.Aqui vemos os dogmas sendo perpetuados, coisa que estamos lutando para nos desvenciliar nesta mudança completa de paradigmas da Transição Planetária)

2-A BEBIDA DO SANTO DAIME É UMA DROGA?

Naturalmente que não, pois não vicia e não traz malefício algum para a saúde. Pelo contrário, tem sido um poderoso remédio, usado para vários tipos de enfermidade, principalmente para as comunidades ribeirinhas do Amazonas, onde os recursos médicos chegam a ser inacessíveis.

(NOTA PESSOAL;O chá de Santo Daime é um alucinógeno. Tal propriedade se deve à presença nas folhas da chacrona de uma substância alucinógena denominada N,N-dimetiltriptamina (DMT). O DMT é destruído pelo organismo por meio da enzima monoaminaoxidase (MAO). No entanto, o caapi possui uma substância capaz de bloquear os efeitos da MAO: a harmalina. Desse modo, o DMT tem sua ação alucinógena intensificada e prolongada.Pode haver sensação de medo e perda do controle, levando a reações de pânico. O consumo do chá pode desencadear quadros psicóticos permanentes em pessoas predispostas a essas doenças ou desencadear novas crises em indivíduos portadores de doenças psiquiátricas (transtorno bipolar, esquizofrenia).Esses dados são provenientes de estudos farmacológicos do Instituto de farmacologia da USP.Quanto á utilizar como remédio natural, alegando que existem populações carentes em nosso país que não tem atendimento médico e precisam da “droga” para curá-los,esse tipo de argumento tem suas controvérsias, já que quem vai administrar esta droga muitas vezes não é um médico e sim um curandeiro, sem qualquer conhecimento dos efeitos da droga á níveis científicos de estudo;temos que levar em consideração também, que muitas das doenças nestas regiões, são por falta de condições básicas de higiene e medicina preventiva, doenças tropicais e alimentação carente de nutrientes essenciais, seja pela distância desta população dos grandes centros e dificuldade de acesso, seja por fator cultural, onde a medicina dos povos da floresta tem maior credibilidade junto ás essas populações.)

 

3-QUANDO INGERIMOS A BEBIBA, FICAMOS COMO “DROGADOS”?

Não. A bebida situa-se no grupo dos enteógenos . Seu poder de ampliar nossos sentidos físicos e espirituais se deve ao fato de despertar a natural química interna, como a serotonina, no nosso organismo, semelhante ao atleta que libera endorfina original do seu próprio corpo.

(NOTA PESSOAL;O crescente número de indivíduos que vem experimentando a Ayahuasca de maneira descontextualizada, visitas á seitas com o único intuito de conhecer a bebida, e a atual possibilidade de se usar a “Pharmahuasca”, que é a combinação sintética dos ingredientes psicoativos da Ayahuasca, vem causando aumento no número de viciados na droga; Outra forma crescente de se usar a combinação de ingredientes ativos da Ayahuasca é por meio da “Anahuasca”, (Ayahuasca borealis), ou seja, combinação de plantas que produzem resultados semelhantes: esta possibilidade leva a incontáveis combinações de plantas que poderiam produzir, em diferentes graus, o “Efeito Ayahuasca”;Esses são dados do Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo e da Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (UNIAD) da Universidade Federal de São Paulo. O resto das afirmações baseadas em “dados científicos explicados á grosso modo”, tem um fim de convencer as pessoas mais leigas a consumir a droga e entrar para a seita, que tem seus “rendimentos” aumentados por ocasião destes aumentos de adeptos, como veremos adiante).

4-USA-SE OUTRA SUBSTÂNCIA JUNTO COM O CHÁ DO SANTO DAIME?

Com certeza não, nenhuma das legais, quanto mais das ilegais.

(NOTA PESSOAL;As diversas preparações geralmente contêm talos socados da Banisteriopsis caapi ou espécies correlatas mais as folhas da Psichotria viridis (chacrona).As plantas adicionadas à Ayahuasca ajudam a maximizar as experiências de estimulação visual e as sensações de “contato com forças e locais sobrenaturais e divinos.”-Fonte; Álcool e Drogas sem Distorção (www.einstein.br/alcooledrogas)/Programa Álcool e Drogas (PAD) do Hospital Israelita Albert Einstein)

5-COBRA-SE PARA  TOMAR O SANTO DAIME?

Ele é gratuito, entretanto, aceitamos quem queira colaborar de bom coração. O que deve ficar claro é que esse tipo de contribuição é voluntária, respeitando-se a possibilidade ou impossibilidade de cada um.

(NOTA PESSOAL;É crescente o uso da Ayahuasca, inclusive nas Américas e Europa , o que se deve a vários fatores: o volume de publicações literárias de impacto ,bem como a mídia do depoimento de pessoas famosas; os “Works” da seita Santo Daime em diferentes países; a facilidade de aquisição de pacotes de turismo, o que por muitos é conhecido por “drug tourism” onde os usuários, em busca de experiências novas, aventuram-se por expedições floresta adentro, onde são realizados rituais em que é convidado a beber a Ayahuasca, geralmente não inclusa no preço inicial(?). Tais pacotes podem girar por volta de U$1100 a 1300, o que não é tão caro se comparado a uma sessão de Ayahuasca que pode sair por U$800 no “underground” norte americano, conforme aferidos na internet. Alguns destes sites dizem que o pacote não inclui o uso da beberagem e que não se trata de “Ayahuasca tourism”, no entanto, recomendam, paradoxalmente, que as pessoas se abstenham de alimentos que possam levar a interações medicamentosas com a erva.Não achar que essas seitas não estejam levando vantagens financeiras nisso, seria sermos muito ingênuos)

6- QUANTO CUSTA O LITRO DO CHÁ DO SANTO DAIME

O Daime não tem preço, porque é uma dádiva de Deus. O que ele tem é um custo para ser feito. Só as Igrejas filiadas recebem Daime para uso específico ritualístico.

(NOTA PESSOAL;custa R$ 80,00 reais /litro)

7- O QUE É USADO PARA FAZER O DAIME?

Um cipó chamado Jagube (Banisteriopsis Caapi), uma folha chamada Rainha (Psychotriaviridis), água, fogo e conhecimento. 

(NOTA PESSOAL;A Ayahuasca é composta com o cipó jagube, ou mariri (Banisteriopsis caapi) e a planta arbustiva conhecida como chacrona (Psychotria viridis), duas plantas nativas da Floresta Amazônica e de uso dos xamãs da floresta. Unidas, as duas plantas rendem um chá também chamado de: vinho da alma, vinho novo, chicote de Deus, Iajé, caapi, o Vegetal, o Daime ou Oaska;O jagube, considerado o princípio masculino da bebida, é cortado em pedaços iguais. Assim, acredita-se que todos que tomarem a bebida receberão seus benefícios nas mesmas proporções(?). O arbusto chacrona é visto como o princípio feminino do chá e, por isso, suas folhas são separadas pelas mulheres.(?).Como vemos, são princípios segundo doutrinas primitivas indígenas, com sua sabedoria própria, que tem de ser avaliadas por cada um, individualmente e não impostas por doutrinas e mais religião)

8- QUAL A DIFERENÇA ENTRE O XAMANISMO E A DOUTRINA DO SANTO DAIME?

O Xamanismo cultua as forças da natureza. Reverencia Deus na forma do sol, da lua, nas estrelas, nos animas, nas plantas, nos minerais, etc. Através disso, consegue um razoável auto-conhecimento e poder de cura. Na doutrina, o culto não é específicamente às forças da natureza, mas ao próprio Deus, personificado em Jesus Cristo. A doutrina nos ensina que todo filho de Deus domina essas forças, pois não há nada que não seja Deus. Quem adora Deus verdadeiramente, recebe naturalmente esses poderes. A exemplo, o Mestre Irineu nunca se proclamou um xamã, mas um filho de Deus e dominava com perfeição todas essas forças da natureza.

(NOTA PESSOAL;Como podemos ver, é tudo religião, sincretismo religioso e mais doutrinação. Conceitos equivocados sobre o Plenum Cósmico /Deus, imputado por líderes que se auto-intitulam “mensageiros de deus e falam por ele através das induções alucinógenas do chá”.Consideremos o Xamanismo como o conhecimento sagrado do antigo indígena puro, em uma época onde o que existia era sómente a natureza e os conceitos que podiam ser alcançados por aquelas mentes mais primitivas, sábias no contexto da natureza em que viviam  porém, destituídos de “lucros financeiros”.)

9-COMO POSSO CONSEGUIR O SANTO DAIME?

Primeiramente, procurando uma Igreja e aprendendo tudo sobre a Doutrina do Santo Daime até ter merecimento. É importante entender que a bebida Santo Daime é o veículo, entretanto, a Doutrina é que é a estrada.

(NOTA PESSOAL;Novamente podemos ver que a base é a religião, coisa que sabemos que temos de suprimir para podermos avançar no caminho da expansão de consciência verdadeira, que não inclui ingerir nenhuma droga, chá, remédio ou coisa que o valha e sim, mudança de atitude diante da vida(eliminação de maus hábitos e cultivo dos bons)autoconhecimento, desbloqueio de crenças e informação atualizada sobre tudo o que está ocorrendo no mundo.A “Estrada” é única e sem atalhos, o Caminho é pessoal e a decisão de seguir ou não, também.)

10-OBSERVAÇÕES PESSOAIS

Poderíamos discorrer sobre a doutrina, pois existe vários postulados, como uma Bíblia, sobre os motivos, aparições, mensagens recebidas pelos  líderes do movimento vindos diretamente da Virgem Maria e de Jesus Cristo, mas não vamos fazê-lo, pois acreditamos que a religião tem de ser transcendida nesta época da Transição Planetária; e sobre a política brasileira de legalizar o Santo Daime, alegando que “o país tem muita influência indígena e é tudo feito com objetivos religiosos”, podemos notar que existe uma “rede ” de turismo entorno do evento na floresta e isso gera renda/receita para o nosso país, não importando a ética nem as consequências para as pessoas envolvidas. Nosso foco é justamente desmistificar mais essa Religião/Seita /Doutrina, que usa dogmas e “deus” para o emprego de uma droga alucinógena e viciante.

ALGUMAS OPINIÕES DOS ESPECIALISTAS

O dr. Eliseo de Araújo Carlini, médico e professor de psicofarmacologia da Escola Paulista de Medicina e Diretor do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), entidade financiada pela Organização Mundial de Saúde, acha que seria um erro proibir o uso ritual da huasca. Mesmo assim, ele considera necessário um estudo mas profundo sobre seus efeitos e uma atenção especial aos abusos e desvios. “O chá é um elemento da cultura indígena, aproveitado pelo seringueiro”, ressalta Carlini. “Até onde conheço, as organizações que o usam sabem controlá-lo muito bem. Os dirigentes conhecem seus discípulos, sabem as doses que cada um pode receber, extraem o que há de bom nessa experiência, direcionando o trabalho num sentido positivo.” Outro alucinógeno, como os cogumelos, por exemplo, não permitiria essa “dirigibilidade”.
Do ponto de vista antropológico, a liberdade de culto permitida aos usuários da huasca é vista como legítima pelo pesquisador Edward MacRae, membro do Conselho Estadual de Entorpecentes (Conen) de São Paulo e autor da tese “Controles Sociais do Uso da Ayahuasca no Culto do Santo Daime”. “Quem pretende se filiar a essas seitas deve se adaptar a rígidos padrões morais, que qualquer jovem urbano chamaria de caretíssimos”, diz ele. “Sem essa adaptação, não se consegue ter uma experiência confortável com o daime. Ela é uma substância muito peculiar porque permite ser dirigida nos seus efeitos. A doutrina transmitida é altamente controladora, o que é uma segurança de que o chá não será mal utilizado, pelo menos dentro das seitas.”

Para o Dr. Dennis McKenna, etnofarmacologista da Universidade de Stanford, Califórnia, autor de uma tese sobre alucinógenos amazônicos e uma das maiores autoridades mundiais no assunto, “não basta conhecer a atuação isolada das principais substâncias no organismo. Existem outras, presentes em pequenas quantidades no chá, que podem ter importância. Precisamos saber como agem todas elas juntas no organismo e como interagem entre si”.Conforme os estudos realizados com a huasca desde os anos 30, na Europa, nos Estados Unidos e no Brasil, seus princípios ativos são a DMT (N-dimetil-triptamina),presente na chacrona, e algumas substâncias dogrupo das betacarbolinas (hermina, harmalina e tetrahidroarmina), encontradas no cipó. Em sua estrutura molecular, a DMT é semelhante a uma substância encontrada no cérebro, um neurotransmissor chamado serotonina. Este é uma das 40 substâncias endógenas que têm a função de “ligar” um neurônio a outro, transmitindo impulsos eletroquímicos e provocando ondas – movimentos rapidíssimos numa determinada região cerebral, que podem ser um pensamento, uma sensação, uma visão etc.Ingerida isoladamente, por via oral, a DMT teria poucas chances de chegar ao cérebro, pois suas moléculas são rápidamente quebradas por uma enzima, a MAO (monoaminoxidades), presente em diversos tecidos humanos, especialmente o fígado. É aí que entram em ação as betacarbolinas do chá. Elas inibem a ação da MAO, ocupando-se das enzimas e permitindo que, por algumas horas, a DMT possa agir depois de chegar ao cérebro. Técnicamente,portanto, não há como negar que esse chá é uma mistura inteligente.”Hoje sabemos que existe DMT no próprio organismo, mas em quantidades muito inferiores àquelas presentes em uma dose do chá”, afirma o Dr. McKenna. “Se a natureza colocou isso ali, não deve ser gratuitamente. Para nós, cientistas, é possível explicar o que é o chá e descrever alguns dos seus efeitos, mas ainda estamos longe de conhecê-lo. Temos um grande mistério pela frente.

A AYAHUASCA EM TESTES CONTRA A DEPRESSÃO

Uma pesquisa inédita bem-sucedida da USP (Universidade de São Paulo) de Ribeirão Preto para tratar pacientes com depressão, executou um projeto-piloto que foi feito com duas mulheres com problemas crônicos de depressão, que tomaram uma dose do chá e relataram melhora imediata. A idéia agora é estender o estudo para 60 pacientes, com dosagens repetidas. Os pesquisadores querem descobrir se a Ayahuasca , pode substituir os antidepressivos.Depois de a Universidade Federal de Santa Catarina fazer pesquisas com camundongos, a USP testou o chá nas duas mulheres na faixa dos 50 anos que têm sintomas como perda de apetite, desânimo e choro.Elas tomaram 200 ml (um copo) da bebida e ficaram em observação por três dias. “No mesmo dia as pacientes já estava melhores, e no segundo dia diziam que não estavam mais depressivas, que as cores da vida tinham voltado”, disse Jaime Eduardo Hallak, professor do Departamento de Neurociência e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina da USP.

Após três dias, foi ministrado às pacientes antidepressivo comum, “porque ainda não há evidências do efeito permanente da Ayahuasca”. “Mas elas acharam a experiência positiva e disseram que gostariam de tomar mais.” O médico agora aguarda nova autorização do Comitê de Ética do HC de Ribeirão para ministrar o chá a 60 pacientes em doses repetidas e em intervalos pequenos.Na opinião de Hallak, é possível que o chá amazônico venha a se tornar uma arma contra a depressão. “Eu acredito que é possível formular um medicamento com o chá. Se não diretamente com a estrutura da molécula presente no Santo Daime, algo muito próximo.” O segredo do Santo Daime, diz Hallak, está na rapidez: o efeito é mais imediato, por exemplo, do que tomar um comprimido de antidepressivo.

Outro pesquisador de renome é o  neurocientista e pesquisador da Unifesp Eduardo Schenberg, que pretende iniciar uma pesquisa sobre o tema até o fim do ano, com 18 voluntários.Schenberg deve analisar as variações nos níveis de cortisol, o hormônio do estresse, após a ingestão da Ayahuasca. Além disso, quer observar como o organismo humano metaboliza – ou seja, aproveita – as substâncias contidas no chá.Para isso, será feita uma eletroencefalografia – exame que põe eletrodos no couro cabeludo e analisa as correntes elétricas do cérebro – após cada participante ingerir uma cápsula do chá desidratado ou de placebo, que não tem efeitos químicos sobre o corpo.”A bebida tem uma farmacologia bem complexa, que inclui pelo menos quatro substâncias importantes. Três delas atuam no sistema de transmissão da serotonina e a quarta, chamada de dimetiltriptamina ou DMT, causa uma ativação da atividade cerebral que induz a visões de caráter realista”, explica Schenberg.Segundo Schenberg, a bebida já foi “exportada” pelo Brasil para 38 países, onde funcionam unidades das igrejas do Santo Daime, da União do Vegetal e da Barquinha.(nota pessoal; $$$$$)

Um outro estudo brasileiro também mostrou que esta substância psicótica pode mudar ondas cerebrais alfa para teta. Algumas pessoas dizem que é possível desenvolver paranormalidade tomando este chá. Inclui-se entre os efeitos disso: clariaudiência, clarividência, inspiração, intuição e raciocínio do inconsciente. Você acredita?

A LEGALIZAÇÃO NO BRASIL

Essa regulamentação foi feita em 2006 pe­­lo Conselho Nacional Antidro­gas (Conad). Além de restringir o uso do chá à religião(?), o Conad não indica o consumo da substância con­­comitantemente a medicamentos antidepressivos, álcool, drogas ilícitas e para pessoas que tenham algumas doenças mentais como esquizofrenia, psicose e bipolaridade. “O chá atua em al­­gumas áreas cerebrais, o que pode agravar o problema dessas doenças ou do uso de drogas. Por isso, nesses casos, ele é contraindicado”, afirma o psiquiatra Dartiu Xavier da Silveira Filho, que fez parte do grupo do Conad que criou a regulamentação.(nota pessoal;não podemos afirmar, mas os interesses por trás destas resoluções não são totalmente desconhecidos de nós)

Como a expressão do culto religioso e da fé é um direito constitucional, mulheres grávidas e crianças são liberadas para tomar o chá(?), mas o psiquiatra não recomenda o uso justamente porque não existem estudos que comprovem se há ou não algum tipo de problema. “O feto tem uma estrutura muito delicada e o chá atua no cérebro, por isso não recomendo. Mas também não vamos proibir”;(nota pessoal;Em um contexto complicado, onde existem populações ainda sem nenhuma cultura científica, dificuldade de discernimento, sem informação de órgãos realmente responsáveis e ainda presas á crenças religiosas e costumes primitivos, nada é de se espantar quanto nos deparamos com essas declarações) .Sil­­veira fundou o primeiro grupo cien­­tífico brasileiro, na Univer­si­­dade Federal de São Paulo, que es­­tuda os efeitos do Ayahuasca, mas lembra que as poucas pesquisas desenvolvidas até agora só foram possíveis graças ao governo americano, que bancou os custos. “O or­­ça­­mento é reduzido e o governo bra­­sileiro não tem verbas para es­­sa área”, comenta. Os experimentos, até hoje, foram testados apenas em ratos. “Nos ratos, a ingestão de 50 vezes a dose tomada em um culto é letal. Mas isso também é relativo, porque a concentração da substância depende muito de como o chá foi preparado. Não há uma regulamentação sobre isso”.(nota pessoal; o Paradoxo da questão é impressionante;em se falando de vidas humanas, não há qualquer responsabilidade sobre esses efeitos, mas, em um país com leis bastante permeáveis, tudo é possível e admissível)

CARLOS CASTAÑEDA E A AYAHUASCA

Carlos Castañeda é bastante conhecido do público “alternativo”. Ele usou por bastante tempo o alucinógeno Peiote(huasca), guiado por seu Xamã, Don Juan.(nota pessoal; As pessoas descompromissadas com a espiritualidade lêem o que interessa e descartam o que não interessa, e assim justificam suas experiências “místicas” com drogas (lícitas ou não) como uma busca espiritual. E param na busca. Eterna busca, porque em algum ponto esquecem o que estão buscando (se é que algum dia souberam) e ficam apenas nas drogas). Mas, vejamos o que Castañeda (e Don Juan) pensam disso;

Carlos Castañeda fala;

“-Don Juan usou plantas psicotrópicas no período intermediário do meu aprendizado porque eu era muito estúpido, sofisticado e arrogante. Eu me agarrava à minha descrição do mundo como se ela fosse a única verdade. Os psicotrópicos criaram um vácuo no meu sistema de interpretações. Eles destruíram minha certeza dogmática. Mas eu paguei um enorme preço. Quando a cola que segurava meu mundo unido foi dissolvida, meu corpo estava fraco e eu demorei meses para me recuperar. Eu fiquei ansioso e funcionava a um nível muito baixo.Ele me disse que para mim, a tentativa de ver sem a ajuda das plantas seria inútil.
Mas se eu me comportasse como um guerreiro e assumisse a responsabilidade, não precisaria delas; elas apenas enfraqueceriam meu corpo.
 É este elemento de compromisso com o mundo que me mantém seguindo o caminho que Don Juan me mostrou. Não há necessidade de transcender o mundo. Tudo o que você precisa saber está aqui defronte nós, se prestarmos atenção. Se você entrar num estado de realidade extraordinária, como faz quando usa plantas psicotrópicas, está apenas usando a força que precisa para ver o caráter milagroso da realidade ordinária. Para mim o modo se viver o caminho com coração não é introspectivo ou de transcendência mística, mas a presença no mundo. Este mundo é o campo de caçada do guerreiro.” (nota pessoal;Aqui vemos a verdadeira expansão de consciência).

GRUPOS QUE SE REÚNEM PARA TOMAR AYAHUASCA SEM RELIGIÃO 

Mais de 50 pessoas se reúnem, todo domingo, na sede do Instituto Ayahuasca, no bairro do São Francisco, em Curitiba. Gente, básicamente, de classe média e formação universitária, mas de todas as idades. Descalços e sentados em cadeiras de plástico, os participantes ouvem compenetrados as orientações do palestrante/guru/organizador.

Durante a rápida palestra, ele explica os detalhes do ritual e descreve os benefícios trazidos pelo chá. Entre eles a possibilidade de curar dependentes químicos e viciados em geral. “A ayahuasca é uma professora. Ela vem para ensinar e libertar a pessoa de tudo o que a escraviza” diz. E enfatiza: “Vocês vão ter um encontro com vocês mesmos, com seus céus e infernos”.

Na seqüência, todos vão para o subsolo, equipado com colchonetes, cobertores e sacos plásticos (é comum vomitar ou ter diarréia durante o processo).Embalados por mantras e CDs com temas new age(?), os participantes enfim, tomam o chá, em copinhos de café. Seguirão deitados até às 21 horas, sob a supervisão do palestrante/organizador/guru e seus assistentes. Antes, todas as portas do instituto são trancadas .

A julgar pelos relatos(que não vão ser expostos aqui para preservar a identidade das pessoas envolvidas) essa interiorização, somada à independência de dogmas e sacerdotes, é o que tem atraído cada vez mais interessados aos grupos ayahuasqueiros. Mais do que isso, como dizem os ayahuasqueiros, “só tomando para saber”(Fonte; G1)

(NOTA PESSOAL; como é legalizado, é possível drogar-se e ter essas experiências de consciência “alterada” em grupo e compartilhar experiências-ou melhor -alucinações coletivas, ALEGANDO QUE SÃO “EXPERIÊNCIAS” ; TODOS EXCLUEM A PARTE ESPIRITUAL E PASSAM A TESTAR SEUS INCONSCIENTES, SUJEITOS Á REAÇÕES FÍSICAS VIOLENTAS.Creio que não podemos chamar isso de “expandir a consciência” e sim, colocar em xeque toda a problemática submersa no subconsciente, o que é bastante perigoso.Como compartilham as experiências sob uma égide de “normalidade paranóica”, todos dizem que saem dali mais aliviados e “compreendendo tudo que lhes acontece e os porquês”.Cada um dos leitores que avalie por si mesmo)

MAIS OPINIÕES PARA AVALIAÇÕES

A professora Maria Virgínia Cremasco, do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), é orientadora de um grupo de alunos que pesquisa o uso da Ayahuasca em centros urbanos. Ela explica porque a procura pela bebida tem aumentado.“O ayahuasca induz a estados alterados que proporcionam vivências diferenciadas. A pessoa tem acesso rápido a um material psiquíco que faz muito sentido para ela, porque não veio de fora para dentro”, diz a psicóloga, que revela já ter experimentado o chá.

De acordo com a professora, quem consome a bebida pode descobrir a razão de algum sofrimento ou angústia – e isso tem um resultado positivo. “Minha única crítica é quanto ao processo se limitar ao ritual. É preciso fazer um trabalho terapêutico em seguida, para encontrar instrumentos e ferramentas que possam dar significado ao que se descobriu. Do contrário, nada muda”.

Presidente da Sociedade Paranaense de Psiquiatria, Marco Antonio Bessa compara o Ayahuasca ao LSD e alerta para o risco do uso fora do contexto ritualístico. “É mais seguro quando há um controle social, no sentido de tomar o chá em datas e quantidades específicas”.Especialista em dependência química, ele não confirma a eficácia da bebida no tratamento de viciados, como prometem alguns grupos independentes. “Isso ainda é folclore. Na minha avaliação, só se substitui uma substância por outra”.

UMBANDAIME; A “NOVA RELIGIÃO”

Uma mistura de Umbanda com Santo Daime une descendentes de escravos, seringueiros e adeptos do Santo Daime

É a mais brasileira das religiões. Uma mistura de catolicismo com espiritismo, ritos africanos e misticismo dos povos da floresta Amazônica. É a Umbandaime, fusão da Umbanda dos antigos escravos negros com o Santo Daime, dos seringueiros do Acre.
Nasceu no Acre, tem adeptos se organizando em Porto Velho (Rondônia) e foi levada para a cidade de São Paulo, onde multidões de desesperançados parecem estar encontrando respostas do sobrenatural no sincretismo religioso afro-cristão-amazônico. A nova religião está atraindo multidões de devotos para o seu templo na rua Brazópolis, 200, bairro Saúde, na Capital paulista – o Templo Sagrado Jesus de Nazaré São João Batista, próximo à estação São Judas do metrô.
A fundadora e líder espiritual da Umbandaime, é Dona Maria Natalina, que tem o título eclesiástico de Madrinha, e descende de uma estirpe de umbandistas, sendo ela própria Mãe de Santo há mais de 20 anos. Ela é filha de Pai de Santo, neta de Mãe de Santo.

Ela disse ter recebido no início de 2010 um recado de Protetora das Florestas e Rainha do Mar N.S. da Conceição,Yemanjá, quando fazia uma Miração do Santo Daime, avisando que o Dia do Juízo Final está chegando “mesmo.” O Recado que a Madrinha da Umbandaime diz ter recebido de Iemanjá diz, em resumo que “Um Grande Estrondo se Ouvirá e será percebido por todos os seres vivos: humanos e animais irracionais”
A Umbanda é uma religião formada dentro da cultura religiosa brasileira que sincretiza elementos de outras religiões como o catolicismo, o espiritismo e as religiões afro-brasileiras.Todos os sábados a partir das 16 horas, a Madrinha atende “gratuitamente” no templo paulistano da rua Brazópolis pessoas interessadas “em limpeza e desobsessão” na linha da Umbanda. No templo se informa que além do trabalho de desobsessão, (“muito necessário nos dias de hoje”), a Madrinha da Umbandaime joga búzios, cartas, “ministra passes”, e “realiza desenvovimento mediúnico” – além dos trabalhos do Santo Daime. Sua doutrina se baseia no princípio cristão do amor ao próximo: “Para Deus nos atender(?), devemos rezar e pedir para todos os nossos irmãos, e não apenas para nós” Ela diz que na Umbandaime “não há preconceitos e julgamento, pois, dentro da luz, esta tudo dentro do poder, pode ser branco, negro, índio”. Acrescentando que “para Deus são todos seus filhos”(?), destaca que “o importante é sempre ter respeito, humildade e dedicação para estar sempre ao lado dos bons espíritos, recebendo suas orientações para seguirmos em nossa vida no caminho certo, cumprir nossa missão e aprender neste mundo a viver no próximo.” A liturgia de uma missa católica, de uma sessão de Umbanda e de uma sessão do Santo Daime se misturam nas celebrações da Umbandaime. Assim como o sacerdote católico consagra o vinho erguendo a taça, assim a Madrinha ergue uma taça com o chá sacramental do Daime diante da congregação. 
O sincretismo se completa com a adoção do hinário Ponto de Gira e o uso da farda do Daime, a roupa branca. Deus é constantemente invocado em meio a cantos, pregações e orações,  – e aqui entra a influência das sessões espíritas- com transe mediúnicos, o que caracteriza algumas seitas cristãs.A Umbandaime não pede dízimo mas, como a maioria, ou a totalidade das igrejas cristãs, pede também (mas, sem barulho) “uma contribuição mínima, para a manutençao e reforma do espaço e para o custeio da distribuição do Daime.” As recomendações que a Umbandaime faz aos participantes são semelhantes as do Santo Daime faz, a começar pela exigência de pontualidade para o início do trabalho. “Para aqueles que irão tomar o Daime pela primeira vez é imprescindível que cheguem com pelo menos uma hora de antecedência(?).

São três as recomendações básicas para quem quer participar de um trabalho do Santo Daime: 1- Conduta ética coerente com o que a Doutrina prescreve em seus hinos-2- Busca de uma reconciliação interna e com os irmãos,com os quais haja um desentendimento 3- Abstinência sexual 24hs antes e depois de cada trabalho
Outras recomendações são: Não consumir bebidas alcólicas. Não ir para o trabalho com roupas vermelhas ou pretas; as mulheres devem usar saia longa, e os homens calça comprida.  (Por Nelson Townes -Revista Momento Brasil)

(NOTA PESSOAL;Seria redundância retornarmos ás afirmações anteriores com relação á religião;Mas, diante das citações acima em comparação  ás novas energias superiores com novos conceitos e paradigmas da Nova Era da Liberdade sem algemas, baseada sómente no SER conectado com sua Fonte sem artifícios , cultos e proibições, apenas CONSCIÊNCIA, sempre é bom que cada um avalie segundo seu discernimento interior.Nós reafirmamos  nossa posição de respeitar todas as religiões, mas continuamos firmes em nossa posição de ser contra dogmatizações e sincretismos que nos remetam ás manipulações que temos sofrido ao longo dos séculos pelas religiões institucionalizadas; Nós consideramos isso um retrocesso, diante do evento da Transição Planetária)

O OUTRO LADO; “QUE TIPO DE UMBANDA É ESSA?”

Segundo Pai Paulo do Núcleo Umbandista São Sebastião, o motivo dele ser contra a utilização do  Santo Daime nos rituais, está no fato de que periódicamente tentam deturpar os rituais com a implantação de dogmas de outras religiões. O processo de deturpação propaga novos rituais, apetrechos, instrumentos musicais, roupas, etc. Existem relatos de templos que possuem até discos voadores no altar ou pintados nas paredes onde os médiuns desses templos afirmam incorporar ETS ou seres de outras galáxias.Segundo ele, a Umbanda tem sua origem e está fundamentada em quatro religiões, entre elas o catolicismo; pois bem, se levada a situação ao pé da letra o umbandista deveria então realizar missas, desenvolver o ritual de hóstia e confessionário durante seus cultos, mas isso não ocorre.Não ocorre porque Umbanda é Umbanda e Catolicismo é Catolicismo, não há como misturar as duas religiões.Se alguém pratica cultos de Umbanda e faz uso do Daime, essa pessoa não é mais umbandista e sim, seguidor do Daime.Alguns no meio umbandista e/ou adeptos do Santo Daime tomam o chá alegando que o mesmo dilata a mediunidade e a percepção espiritual.Se o chá é um alucinógeno, como poderá um usuário no meio umbandista saber onde é a linha divisória do que é conhecido como intercâmbio mediúnico (a comunicação de nossos guias) e o que é uma alucinação provocada pelo chá? 

Segundo Pai Paulo,”quem usa o chá (no meio umbandista) para entrar em contato com a espiritualidade não sabe o que faz em relação a própria mediunidade.Qualquer ser humano pode entrar em contato com a espiritualidade ou com nossos Guias, através das orações e da boa conduta como ser humano, sendo esses os procedimentos corretos aos que seguem princípios religiosos em que se exija a pratica mediúnica.Raciocinando de forma lógica, se o Santo Daime fosse algo bom para a Umbanda, os Guias da Umbanda já o teriam implantado há décadas.” E ele continua;-“Na minha opinião quem utiliza alucinógenos (de qualquer tipo) para entrar em contato com a espiritualidade ou com os próprios guias, assim o fazem por não confiarem na própria missão mediúnica, por não terem fé em si mesmos, não confiarem nas incorporações lúcidas que lhe ocorrem e por não acreditarem nas incorporações dos demais médiuns, desta forma, se valem de qualquer subterfúgio para obter a verdade, que precisam merecer conhecer, o que só se conquista pela fé!Muitos fazem de tudo (de errado) em locais de precária moralidade e dizem estar incorporando nossos Guias e praticando Umbanda.

(NOTA PESSOAL:A nossa ciência está começando a se voltar para a transcendental realidade na qual todos estamos mergulhados. Seu pragmatismo, metodologia e grandes mentes são um legado essencial, que agora vem sendo aplicado para desvendar questões mais fundamentais de nossa existência. Mas isso não é suficiente. É preciso que cada um de nós se torne cientista de suas próprias experiências. É preciso que cada um de nós encontre mais razão em meio a tantas abstrações e normas religiosas. Existem perguntas que não podem mais ser evitadas. Que devem ser investigadas e submetidas ao alto crivo da razão científica.Nós precisamos de mais fatos comprovados científicamente, e menos dogmas religiosos que não toleram porquês. A espiritualidade é real. A vida em nosso universo é real. A força da mente humana é real. Tudo isso é maravilhoso, beira o “sobrenatural”, mas deve ser estudado e novamente decodificado ao nível das coisas “naturais”. Nós acreditamos que com uma postura assim, nos emanciparemos enquanto civilização do universo e alcançaremos uma espiritualidade tangível, que provocará em nós a experiência da realidade integral, na qual todos existimos.)

Visão pessoal…

O que ocorre com a Ayahuasca é uma ampliação da percepção, provocada pelos componentes alucinógenos do chá, o que faz com que a pessoa veja nítidamente a sua imaginação (o que provoca as visões, que são como um sonho acordado e consciente) e outras percepções da realidade, estando sempre consciente do que acontece. Embora os efeitos da Ayahuasca sejam causados por alucinações no círculo religioso, tais fenômenos são atribuídos à clarividência, projeção da consciência ou contatos espirituais. Mas a realidade é que se trata mesmo da projeção das idéias do próprio usuário. Entre seus efeitos estão: dilatação das pupilas, suor excessivo, taquicardia, náusea e constantes relatos de vômitos, diarréias e sudorese em alto percentual dos que a experimentam, o que sugere tentativas do corpo em expelir a substância que o corpo entende como tóxica. O uso contínuo, entretanto, parece favorecer uma tolerância química ao princípio ativo(vício), com os sintomas diminuindo de intensidade e necessitando de doses maiores e mais freqüência na administração, que aparentemente é o efeito da dependência química e psicológica.Está demonstrado que na inocente roda de “chá-manismo” pode haver algum psicótico com potencial assassino e passagem na polícia por drogas, que está se enchendo de alucinógenos na sua frente, e que pode a qualquer momento se declarar Jesus e começar a atirar… Se por um lado muita gente boa procura essa bebida na esperança de um “atalho” consciencial(que no fundo não existe, é mera ilusão), ao mesmo tempo, práticamente TODOS os atuais ex- drogados também cultuam – por motivos óbvios – essa nova forma de religião “baseada” em cogumelos ou chás. Além de muitos psicóticos e borderlines que, claro, se sentem mais à vontade em um ambiente de fantasias e “mirações” – muitos suspendem medicamentos “trocando-os” pela “cura” do daime.O problema é o CONTEXTO. A Ayahuasca virou uma bebida urbana, tomada dentro de um contexto pseudo-xamânico. Como lidar com o inconsciente das pessoas quando a forma de entender a Divindade e expandir a consciência, não funciona com os “turistas” que querem “experimentar” uma forma rápida e alucinada desta expansão? Como assumir essa responsabilidade?Mais um tema polêmico, ajudando a esclarecer um assunto que é muito falado nas mídias e discutido na sociedade,que é o uso de drogas legalizadas e principalmente desta, que alega induzir um “aumento de consciência”.Não estamos aqui para discutir leis, nem política,muito menos se devemos apoiar a legalização de drogas.Mas podemos afirmar á todos os leitores , que somos radicalmente contra  qualquer substância que possa induzir estados de consciência alterados, alegando que com isso, iremos “evoluir” espiritualmente. Não discutiremos se a Ayahuasca tem efeitos medicinais, porque ainda estão em estudo e neste contexto, muitas coisas podem ser aplicadas,pois cada caso é um caso, mas que seja ESTRITAMENTE medicinal, pois a erva provém da natureza e ainda não conhecemos suas capacidades de cura.O restante das alegações, acreditamos ser uma forma legal de drogar-se e fazer experiências com o subconsciente apoiadas na religião.Nós da “Luz é Invencível” temos lutado ferrenhamente contra mantermos religiões nesta Era da Transição Planetária,basta ler os nossos posts sobre o tema “crenças limitantes”.Valorizamos a Espiritualidade e o “Religare” acima de tudo e apoiamos as terapias holísticas e alternativas, desde que não agridam o corpo humano e o corpo mental,nos alienando da realidade e nos mostrando, não um contato com o Plenum Cósmico/ Deus,mas com as áreas profundas do nosso subconsciente ainda desconhecido para nós, o que pode nos levar á conclusões equivocadas e parciais do que seja a Ligação Maior com a Fonte e todo o contexto cósmico em que o Homem está inserido.Deixamos á todos os leitores essas informações para que analisem e usem seu discernimento interior,pois existem sim, vários caminhos para a expansão de consciência que passam pela mudança de hábitos alimentares, de disciplina consigo, de aterramento com a Terra/Gaia, de consciência ambiental, de prática da meditação diária, o estudo do auto-conhecimento e o Amor incondicional para todos e com todos os seres vivos.Tomar o chá e ter visões/ alucinações sobre a consciência, não garante que ela se expanda,pois, para atingirmos essa condição, nós acreditamos que NÃO HÁ ATALHOS.Mas, praticando todas as alternativas anteriores , com certeza ela se expandirá, sem qualquer dano ao organismo e á mente, muito pelo contrário;melhorará todos os aspectos físicos/mentais e emocionais e , além disso, nos proporcionará uma ligação com a Fonte GENUÍNA, LEGÍTIMA E PERMANENTE, sem necessidade de usarmos absolutamente NADA,  apenas o nosso CORAÇÃO.

Inspiração…
1-O Fogo Interior
Carlos Castañeda
2-The Teachings of Don Juan
Carlos Castañeda
3-A Erva do Diabo
Carlos Castañeda
4-Uma realidade  á parte
Carlos Castañeda
5-As  Origens do Santo Daime
Sílvia Nowikow de Souza
6-Santo Daime revelado
Gideon dos Lakotas
7-Santo Daime
Andrew Dawson
8-Navegando sobre as Ondas do Santo Daime
Wladimir Sena Araújo
9-Evolução Elegante-A expansão da consciência
David Lapierre
10-Ayahuasca
Cláudio Naranjo
11-O uso ritual da Ayahuasca
 Wladimir Sena Araújo
12-The Xamã e Ayahuasca
 Dom José Campos
Monicavox
Recomendo….

MAS O QUE É O PÓLEN?

O pólen é o “GAMETA MASCULINO DAS PLANTAS”, ou seja, a substância masculina de fecundação de todas as plantas que dão flores. Conforme análises feitas por cientistas e biólogos, “É UMA DAS SUBSTÂNCIAS MAIS RICAS E COMPLETAS ENCONTRADAS NA NATUREZA.”

Contém todos os elementos essenciais à vida, tanto vegetal quanto animal. As abelhas o coletam para a sua alimentação sem a qual a colméia se extingue em pouco tempo.Seu emprego recomenda-se onde quer que seja necessário um NUTRIENTE CELULAR do mais alto valor, atuando em todos os níveis, principalmente no sistema glandular e no sistema nervoso central.Conforme pesquisas realizadas em hospitais e clínicas especializadas em vários países, sob orientação e supervisão de eminentes cientistas, as seguintes qualidades principais são encontradas no pólen:Retardador do envelhecimento E Regenerador das funções orgânicas e psíquicas;Catalisador de energia e saúde; Prevenção e tratamento de doenças degenerativas e infecciosas (possui propriedades antibióticas comprovadas); Excelentes para atletas, dançarinos, artistas e intelectuais de um modo geral;Promotor do desenvolvimento físico e mental de crianças e adolescentes; Útil na prevenção do Stress, cansaço físico e mental, perda de memória, e falta de concentração ;Melhora das condições psíquicas, proporciona maior interesse pela vida, melhor aproveitamento do sono e humor mais positivo; Prevenção da debilidade sexual, impotência, certos tipos de esterilidade masculina e feminina; (Foram observados diversos casos de cura de impotência masculina, bem como a melhoria acentuada no desempenho em pessoas normais); Prevenção de problemas de próstata e gênito – urinários, sendo usado na Rússia, França, Suécia e Japão como principal medicamento em problemas de próstato – vesiculites.

UM ALIMENTO E TANTO

O pólen é dos melhores alimentos, tônicos e bioenergéticos naturais conhecidos pela ciência, até os dias de hoje. Seu uso constante auxilia o organismo contra o envelhecimento precoce, mantendo-nos saudáveis e ativos até idades avançadas.O hábito de usá-lo constantemente, mesmo em quantidades pequenas, é extremamente salutar e aconselhável.Apresentamos abaixo alguns tópicos sobre o Pólen Coletado por Abelhas, extraídos da vastíssima bibliografia mundial sobre o assunto.

a) RUSSOS QUE VIVEM MAIS DE 100 ANOS

Quando o prof Nicolai Vasilievich Tsitsin, biólogo e botânico, associou-se ao Instituto de Longevidade da antiga URSS, fez um estudo das pessoas centenárias das montanhas do Cáucaso, na província russa da Geórgia, procurando alguns aspectos em comum entre muitos georgianos que viviam entre 100 a 150 anos.Assim, o Dr. Tsitsin descobriu que essas pessoas eram geralmente apicultores e os produtos da colméia eram sua principal alimentação: Geléia Real, Pólen e Mel.

b) USO DE PÓLEN POR ATLETAS

Depois das Olimpíadas de Monique em 1972, foi revelado que o finlandês Lasse Viren, vencedor das corridas de 5 mil e 10 mil metros, tinha tomado pólen regularmente por anos. Entre os treinamentos e competições, todos os dias ele tomava de 4 a 10 cápsulas de Pólen. Após essa constatação, o uso de Pólen entre os atletas finlandeses tornou-se comum. Muitos atletas americanos e de todo o 1º mundo também fazem uso do Pólen.

c) PROTEÇÃO CONTRA RADIAÇÃO E RADIOTERAPIA

Várias pesquisas científicas realizadas com animais em laboratório, comprovaram que após terem ingerido pólen,foram protegidos mesmo em exposição a altas doses de radiação. A Rutina, uma das substâncias do Pólen, também encontrada na Própolis, é um glucosídeo que aumenta a proteção contra radiações atômicas. Para pessoas que se utilizam de radioterapia anticâncer, a Rutina pode ajudar contra efeitos indesejáveis.

d) PÓLEN COMO ANTICANCERÍGENO E ANTITUMORES

O U.S. Department of Agriculture (USDA) pesquisou e concluiu que “a ingestão de Pólen retarda o desenvolvimento de tumores mamários”. Deste modo, o Pólen é útil para a prevenção do câncer e limita o desenvolvimento de tumores.Um relatório do USDA, publicado no Journal of the National Cancer Institute (outubro de 1948, p. 119 a 123) diz: “Estes resultados indicam que o desenvolvimento de tumores mamários em ratos podem ser influenciados pela ingestão de Pólen. Sugere-se que o uso padronizado dos princípios ativos do Pólen poderia produzir enormes retardamentos no desenvolvimento de tumores mamários. Esses experimentos foram baseados em postulações de que o Pólen contém um princípio anticancerígeno que pode ser adicionado à dieta.”

e) PÓLEN CONTRA AS ALERGIAS

O médico alergista Dr. William G. Petersen sustenta que mais de 22 mil de seus pacientes, nos Estados Unidos, estão tomando pólen junto com sua medicação costumeira para aliviar os sintomas da alergia. Muitas pessoas são alérgicas ao Pólen anemófilo ou pólens que são carregados pelo vento e ar. O Pólen coletado e processado por abelhas ajuda a imunizar o organismo contra a alergia ao pólen anemófilo.

f) PESQUISAS FRANCESAS

Cientistas franceses indicam que o pólen de abelhas, conhecido na França como popular ativador sexual, é também usado para curar desordens intestinais, psicoses, neurastenias, retardo no crescimento, hemorragia cerebral, perda de memória, debilidades gerais, disfunções cerebrais na criança e para reduzir o tempo de convalescença dos doentes. Médicos europeus iniciaram experiências com o Pólen como agente medicinal depois da Segunda Guerra Mundial. Eles descobriram que o Pólen é um forte estimulante biológico com altíssimas propriedades terapêuticas. O pólen ajuda na regeneração das células.Usado em experimentos com idosos, o pólen restaura o ânimo, recupera o bem-estar físico e mental, aumenta o vigor sexual e devolveu a saúde física para todos que estavam sendo examinados no laboratório durante aquelas experiências.

A ESTRELA PRINCIPAL;A ABELHA

O Dr. Naum Joirisch, autor do livro “Bees in the service of Humanity” (Abelhas a serviço da Humanidade), credita ao pólen de abelhas melhora na cura de colite crônica, distúrbios do sistema endócrino e algumas desordens do sistema nervoso. O pólen de abelhas tem pouquíssimas calorias e sódio, e sendo completamente de origem vegetal, não tem colesterol.

Visão pessoal…

Dois terços dos alimentos que nós ingerimos são cultivados com a ajuda das abelhas. Na busca de pólen, sua refeição, esses insetos polinizam plantações de frutas, legumes e grãos.Em tempos em que a escassez mundial de comida é pauta das autoridades no assunto – como a recomendação da ONU para consumir mais insetos – a perspectiva de ficar sem a ajuda desses seres no abastecimento alimentar seria alarmante. E é o que está acontecendo.Em 2006, apicultores nos Estados Unidos começaram a notar que suas colônias de abelhas estavam desaparecendo. Cientistas investigaram e comprovaram o fenômeno, que foi batizado de colony collapse disorder (síndrome do colapso da colônia, CCD)Sete anos depois, o sumiço continua: no inverno de 2012 para 2013, dado mais recente, 31% das abelhas norte americanas deixaram de existir.O fenômeno se repetiu na Europa, onde, segundo um levantamento do Coloss, rede de cientistas de mais de 60 países que estuda o sumiço das abelhas, algumas regiões perderam até 53% de suas colônias nos últimos anos. Japão, China e o Brasil também reportaram problemas – apicultores de Santa Catarina relataram que um terço das 300.000 abelhas do Estado bateu asas em 2012.No Brasil, segundo especialistas, a redução desses insetos POLINIZADORES afetou a plantação de maçãs, embora as perdas não tenham sido quantificadas. “Se o problema continuar, o modelo atual de fazendas vai se tornar insustentável. O custo de produção vai subir para o produtor e para o consumidor final, de modo que diversos fazendeiros podem acabar deixando a atividade”, afirma o físico brasileiro Paulo de Souza, estudioso do tema na Organização Nacional de Pesquisa Científica e Industrial da Austrália.A causa do sumiço é um mistério que intriga os pesquisadores, a começar pelo fato de os corpos dos insetos não serem encontrados nas colmeias ou arredores. Os animais desaparecem sem deixar rastros, e os especialistas acreditam que o motivo seja uma espécie de curto-circuito no sistema de localização das abelhas, fazendo com que elas se percam. A diversidade de espécies e as peculiaridades de cada país dificultam a investigação sobre o extermínio.Entre os principais motivos apontados está o uso de pesticidas, especialmente os neonicotinoides, uma das classes mais utilizadas por agricultores. “Os neonicotinoides têm uma segurança grande com relação aos mamíferos, principalmente o homem, por isso são bastante utilizados. O problema é que eles afetam não apenas os insetos que são considerados pragas, mas os polinizadores também”, explica Aroni Sattler, professor de agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, cujo trabalho envolve ajudar apicultores a descobrir a causa da perda de suas abelhas.Enquanto o sumiço das abelhas não é desvendado, a ciência falha em encontrar formas de substitui-las. A solução mais próxima é colocar o próprio homem para fazer o trabalho. “Em regiões da China onde a população de abelhas foi reduzida drasticamente, fazendeiros de maçã precisam de empregados para fazer a polinização manual”, afirma Rodolfo Jaffe, pós-doutorando do laboratório de abelhas da USP. A tarefa é realizada com auxílio de envelopes de pólen e um tipo de vareta com a qual os trabalhadores tocam as flores. Mas o processo é mais demorado e caro do que o das abelhas e menos eficiente.Para Lionel Gonçalves, professor aposentado da USP de Ribeirão Preto, o Brasil sofre com um uso indiscriminado de agrotóxicos, e não tem uma legislação de restrição efetiva. Lionel é um dos idealizadores do projeto Bee or not to be (abelhas ou não ser, em tradução livre, fazendo um trocadilho com a frase de Shakespeare), uma campanha de proteção das abelhas, lançada no ano passado. O objetivo é alertar a população e buscar apoio para proteção dos insetos no Brasil e no mundo. A campanha está recolhendo assinaturas para uma petição, que deve ser entregue ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e do Meio Ambiente em novembro deste ano, exigindo ações efetivas no combate ao CCD.

Inspiração….

Os benefícios do Pólen Apícola – Sinter-MG

MANUAL DE PRODUÇÃO DE PÓLEN E PROPOLIS 

Pólen apícola: O que é, como consumir+ 7 benefícios do pólen

Monicavox

Recomendo….

 

Voce conhece a vitamina B17?

VITAMINA “B17” ou LAETRILE ou MIGFALIN ou AMIGDALINA

Ajuda a aumentar a resistência ao câncer, revigora as células, desintoxica o organismo e melhora a oxigenação dos órgãos. Carência: problemas celulares. Principais fontes: hortaliças cruas verde escuras (germinados – clorofila), amêndoa de damasco, frutas em geral, maçã, nectarina, ameixa, trigo, broto de feijão, feijão.Existe uma vitamina nas sementes chamada B17. Um de seus componentes é cianeto, porém numa forma amena e segura. 

Nos EUA a tal vitamina teve sua venda proibida há alguns anos e isso causou grande bafafá na ocasião. Um grupo de cientistas declarou que a substância previne o aparecimento de câncer e pode até matar células cancerosas. 

Se  tiver paciência e visitar com calma a árvore Web dos “Apricots from God”, vai encontrar leitura para cerca de uma hora. Eles recomendam que se coma sementes de frutas: maçã, pêssego, cereja, laranja, nectarina e abricó, entre outras. Mencionam tribos e populações inteiras que têm esse hábito e que apresentam baixíssimas taxas de incidência de câncer. Segundo eles, sete sementes de abricó por dia bastam para prevenir a doença. Tapioca também teria muita B17. Tem tomado seu tacacá ultimamente?

É muito, muito importante saber a importância da dieta quando se trata de sensibilização e de prevenção. Câncer pode se manifestar (ou não) como resultado de ter sido o que você colocar no seu prato diário no: Para ser livre de câncer  é vital para ficar comprometida com uma dieta que serve como uma forma de prevenção. Naturalmente, aqueles que sofrem de câncer precisam de ser mais crítica para a sua dieta. 

 

Tipos de nutrição 

Lembre-se, todas as seguintes vitaminas sinergicamente trabalham umas com as outras. Foi dito que o mais potente anti-câncer é  a vitamina B-17, conhecida como laetrile, na sua forma mais pura. Esta é a principal fonte utilizada na alimentação dos metabólicos na terapia nutricional , que já foi demonstrado com sucesso para reverter a condição de câncer. Vitamina B-17 reage com uma enzima nas células cancerígenas, o que, na realidade, destrói o câncer. É encontrado em miolo de damasco e de outras sementes de suporte de frutas como morango e framboesa. Há outros exemplos, tais como, frutos de casca rija,  ervilhas, brócolis, favas, lentilhas e brotos de bambu.

Outras importantes fontes de vitamina incluem: Vitamina C, com o seu poderoso anti-oxidante, encontrado em gogi berries , cítricos, maçã e batata … Anti-oxidantes podem “varrem” os radicais livres que de outra forma seriam potencialmente nocivos ao organismo. São fundamentais esses alimentos porque eles contribuem para a construção de um bom sistema imunológico saudável.

 

Nesta abordagem sinérgica para matar as células cancerosas, vitamina A (retinol) é um aspecto essencial. Isso está presente nas cenouras, frutas vermelhas e laranja, gemas de ovos e lacticínios. Ele melhora a eficiência metabólica.

 

Se você tiver sido diagnosticado com câncer ou não, uma desintoxicação é sempre uma jogada inteligente na prevenção do processo. Vitamina B17 (ácido pangamic), presente em silymarin (que pode ser obtida como um complemento) pode ser usado para desintoxicação. Lembre-se de células cancerosas, não gostam de oxigênio e um bom-detox do corpo fabrica abundância de oxigênio nas células …

Além de silymarin, outros minerais como o zinco, que transporta vitamina B-17  é um complemento indispensável. Portanto, é o selênio, que impede a formação de radicais livres, e cálcio para manter o corpo para um estado alcalino, encontrada em cogumelos, cebolas, amêndoas, brócolis. sementes e grãos.

Damascos   Apricots

Os damascos são umas das maravilhas pouco conhecidas do reino das frutas. Apesar de serem essencialmente frutas de verão, eles são facilmente encontrados, enlatados ou secos, durante o ano inteiro. Os damascos secos apresentam uma grande quantidade de ferro e fibras.

 

Os damascos são uma das melhores fontes de vitamina A, devido à presença de beta-caroteno. A vitamina A protege e mantém saudáveis os olhos e a pele, fortifica o sistema imunológico, e é um poderoso anti-oxidante. Três damascos proporcionam 30% da quantidade recomendada por dia de vitamina A. Eles também são uma excelente fonte de vitamina E, B2 (riboflavina), vitamina C e licopeno.  O licopeno, encontrado também nos tomates, é um anti-oxidante poderoso que ajuda a prevenir o câncer, doenças do coração e enfartes.

 

Os damascos secos são ainda mais nutritivos, pois contêm todas estas vitaminas em doses concentradas.Entretanto, a parte mais interessante do damasco é seu próprio caroço.

Os melhores damascos do mundo vêm de Hunza, no Paquistão, onde os moradores têm uma boa saúde. A população de Hunza é considerada uma das mais saudáveis do mundo, com uma expectativa de vida de mais de 100 anos, e praticamente sem nenhum histórico de câncer. Seus habitantes mantêm uma boa forma sendo ágeis e ativos, física e mentalmente, e mesmo os mais idosos continuam praticando esportes, lado a lado, com pessoas bem mais jovens.

A dieta destes paquistaneses consiste, naturalmente, de muitos damascos, sejam eles frescos ou secos. Também utilizam seu óleo para cozinhar e em loções faciais, e costumam comer os caroços, picados ou moídos, misturados com mel. A longevidade e a boa forma da população de Hunza foram atribuídas às altas concentrações de vitamina B17, conhecida como amidalina ou laetrile na sua forma pura, encontradas dentro do caroço do damasco, e que ajudam na prevenção do câncer.

Os habitantes de Hunza consomem, por dia, entre 50-75mg  desta vitamina, e praticamente inexistem ocorrências de doenças do coração, pressão alta e colesterol. As sementes também são ricas em proteínas e gorduras. Outras fontes de amidalina são as amêndoas amargas, as sementes das maçãs, as sementes de uva, o painço (ou milho miúdo), as favas e outras sementes e grãos.

 

Uma curiosidade é que os Inuit (esquimós da região do Ártico) que ainda mantém uma dieta rica em vitamina B17 (de outras fontes que não o damasco) permanecem intocados pelo câncer, ao passo que aqueles que adotaram uma dieta mais ocidentalizada passaram a apresentar indícios da doença.

 

A vitamina B17 vem de algo totalmente natural, sementes de damasco. Sim, isso mesmo, vitamina B-17 é um produto natural, como a sua fonte é apenas uma forma regular, todos os dias, frutas comuns. Damasco sementes são o que compõem a vitamina B-17, e é isto. Esta vitamina é uma forma purificada da substância que é encontrada no interior das sementes de damasco. Esta substância é chamada amygdalin, e é aquilo que é usado para criar vitamina B-17.

 

Isso faz com que tomar vitamina B-17 para evitar câncer completamente natural. Quando você tomar estas vitaminas disponível em qualquer dos dois comprimidos-100mg ou 500mg em forma de pílulas, o que pode ser dividida em tamanhos mais pequenos, pode-se estar confiante em saber que se está tendo um produto natural. 


Sementes de damasco contêm amygdalin. Amygdalin tem cianeto trancado, pronto para esta batalha e só poderá ser destravada por um câncer, só porque essas células têm o desbloqueio das enzimas especiais. Uma vez desbloqueado, o cianeto mata as células cancerígenas. Perto de células normais, não são prejudicados porque um agente neutralizante é liberado com o cianeto para proteger essas células.

Após a leitura de uma grande quantidade de informações sobre a vitamina B17 e amygdaline e laetrile, você chegará a descobrir o que milhares de pessoas têm vindo a utilizar essas substâncias, quer através de vitamina B17 em comprimidos, através de sementes de damasco, ou ambos, para se manterem livres de câncer por muitos anos. Além disso, muitas mais pessoas têm afirmado que estes produtos têm ajudado a eles para curar seu câncer mais rapidamente ou a mantê-lo em remissão por muito mais tempo do que aquilo que tinha pensado médicos possíveis.

Através da leitura acerca de tudo isto na internet você também vai aprender que não é possível comprar vitamina B17 em qualquer local , farmácia, supermercado, ou loja de alimentos naturais. Também não se pode comprar matéria-prima sementes de damasco, exceto on-line. Você pode encontrar dezenas de sites online, com depoimentos sobre a forma como estes produtos podem, e têm sido utilizados como medidas de prevenção ;O motivo, a FDA não permitirá que armazene-se vitamina B17;A FDA considera que não há dados científicos que demonstram que a substância em vitamina B17 e de sementes de damasco pode ser efetivamente utilizado, quer para se curar um cancer ou uma medida para preveni-lo .

Visão pessoal….

A maioria das pessoas acreditam que existe um motivo oculto….dinheiro. Afinal, como pode alguém patentear  a cura do câncer com semente de damasco ?Não se ganha dinheiro  com este tipo de tratamento de câncer e, por isso, muitas pessoas acreditam que é a verdadeira razão por trás da FDA e sua  posição contra a vitamina B17 e sementes de damasco.Sim, a FDA é supostamente a proteção do público, no entanto, um recente relatório nos E.U.A.  mostrou que mais da metade dos membros  da FDA estão brigando em conflitos de interesse, o que significa que eles tem vínculos com as empresas farmacêuticas. Aprovando vitamina B17 significaria retirar os seus lucros……

Inspiração…..

 http://www.apricotsfromgod.com. 

http://www.plantasmedicinaisefitoterapia.com/vitamina-b17-amigdalina-cancer/

https://saude-info.info/quais-os-alimentos-que-contem-vitamina-b17.html

http://amigosdacura.ning.com/profiles/blogs/vitamina-b-17-previne-e

Monicavox

Recomendo….

 

 

Chlorella: Use Este Superalimento para Ajudar a Remover em Algumas Semanas o Mercúrio dos Seus Tecidos

Resultado de imagem para imagens sobre a chlorellaOs pesticidas cobrem grande parte do nosso abastecimento de alimentos frescos, subprodutos químicos de fabricação são descartados rotineiramente no nosso ar e água, e os preenchimentos de amálgama de mercúrio nos dentes podem estar liberando mercúrio no seu corpo a cada mordida que dá na comida!

Os frutos do mar nos nossos oceanos estão carregados de metais pesados e mercúrio e passam esses venenos na cadeia alimentar até que doses potencialmente massivas de ambos acabem na sua mesa disfarçadas como uma refeição saudável.Os suprimentos subterrâneos de água foram contaminados por produtos químicos e pesticidas provenientes de fazendas, fábricas e indústrias de alta tecnologia.

Na verdade, níveis aceitáveis de muitos venenos podem entrar na sua casa através da sua água de beber e de banho, incluindo flúor, cloro e baixos níveis de muitos metais pesados.

Você pode procurar proteger-se e combater esse risco comendo alimentos que estão livres de pesticidas e produtos químicos, mas você simplesmente não pode remover completamente todas as fontes de toxinas do seu ambiente.

O dano ao nosso mundo é muito disseminado e generalizado. Você precisa tomar medidas para proteger a si mesmo e a sua família desse mundo tóxico, e uma das melhores fontes naturais para mover esses materiais tóxicos para fora do seu corpo é uma alga verde baseada em alimentos integrais chamada chlorella.

Resultado de imagem para imagens sobre a chlorellaComo Você Pode Combater a Poluição Sistêmica?

Para tratar dos produtos químicos nocivos e indesejados que o seu corpo absorve dos alimentos que você come, do ar que você respira e da água que você bebe, é importante desenvolver um plano pró-ativo. Uma das partes mais poderosas deste plano é a desintoxicação das toxinas que você já tenha acumulado dentro do seu corpo.

Seu corpo é naturalmente capaz de remover muitos dos patógenos prejudiciais, produtos químicos e venenos com os quais você pode entrar em contato no meio ambiente.

Mas no século 21, estamos vendo uma explosão de doenças relacionadas a toxinas acumuladas como câncer, disfunção autoimune, distúrbios cerebrais como o autismo, doença de Alzheimer e Parkinson, distúrbios nervosos e doenças mais comuns como depressão, dificuldades de aprendizagem e fadiga. Pode tornar-se relativamente fácil sobrecarregar a capacidade do seu corpo de remover muitas dessas toxinas. Os sintomas de acumulação tóxica devido à exposição crônica de metal incluem:

  • Fadiga
  • Distúrbio digestivo e capacidade reduzida para assimilar e utilizar adequadamente as gorduras
  • Articulações doloridas
  • Depressão
  • Regulação comprometida do açúcar no sangue
  • Problemas reprodutivos femininos  

Resultado de imagem para imagens de sauna de infravermelhoSauna de Infravermelho

Há de dez a 100 vezes mais toxinas na sua gordura do que no seu sangue, então uma das melhores maneiras de remover as toxinas é diminuir a gordura corporal. Essa é realmente a sua primeira defesa. Escolher os alimentos e exercícios certos é fundamental aqui. Depois disso, uma das estratégias de desintoxicação mais eficazes que conheço é o uso de uma sauna de infravermelho.

Isso pode ser feito por aproximadamente uma hora por dia por um mês. Lembre-se, é importante hidratar-se bem antes e durante o tratamento da sauna para evitar a desidratação. Além disso, você pode se exercitar durante 30 a 60 minutos imediatamente antes para ajudar a liberar algumas das toxinas da sua gordura.

Alguns médicos também descobriram que o uso de niacina de liberação NÃO programada é útil, pois ajuda a liberar as toxinas da gordura. Contudo, são necessárias doses relativamente elevadas de 5.000 mg. Essas altas doses precisam ser administradas pouco a pouco, pois a niacina irá causar enrubescimento.

No entanto, cerca de um quarto das pessoas simplesmente não consegue tolerar o enrubescimento da niacina/então,evite a liberação programada de niacina, pois ela pode potencialmente levar à hepatite química.

Resultado de imagem para imagens sobre a chlorellaA Chlorella Como Uma Poderosa Ferramenta de Desintoxicação

Um dos recursos nutricionais mais interessantes disponíveis atualmente para ajudar seu corpo a lutar naturalmente contra a poluição ambiental é um suplemento à base de alimento integral, chamado chlorella. A chlorella é na verdade um dos suplementos mais utilizados no Japão, onde mais de 10 milhões de pessoas a usam regularmente. O uso japonês de chlorella é mais difundido do que o uso norte-americano da vitamina C, nosso suplemento mais popular.

Uma das razões pelas quais os japoneses valorizam tanto a chlorella é sua capacidade natural de desintoxicação. A chlorella é um “alimento verde”, uma microalga unicelular com cerca de dois a dez mícrons de tamanho. É seu pequeno tamanho combinado com suas propriedades únicas que a tornam uma ferramenta de desintoxicação tão útil. Sua estrutura molecular lhe permite ligar-se a metais, produtos químicos e alguns pesticidas. 

Quando a chlorella é levada para dentro do seu corpo, sua ação natural irá ligá-la aos metais pesados, produtos químicos e pesticidas que possam ter permanecido no seu trato digestivo, que é um dos caminhos do seu corpo que levam a sua corrente sanguínea onde essas toxinas nocivas são levadas e depositadas nas células do seu corpo.

A chlorella é projetada exclusivamente para não se ligar aos minerais dos quais seu corpo naturalmente precisa para funcionar de forma otimizada. Não se liga a minerais benéficos como cálcio, magnésio ou zinco. É quase como se a chlorella soubesse quais metais pertencem ao seu corpo e quais produtos químicos precisam ser removidos.

Fazer a suplementação com chlorella é como desencadear um pequeno exército dentro do seu corpo para travar a batalha necessária para remover as toxinas de seus tecidos e levá-las para fora do seu corpo, que é o lugar delas.

Resultado de imagem para imagens sobre a chlorellaA História da Chlorella

A chlorella é um dos suplementos alimentares mais amplamente estudados no mundo. Além de ser objeto de pesquisa médica nos EUA, na URSS, na Alemanha, no Japão, na França, na Inglaterra e em Israel, a chlorella tem sido amplamente estudada como fonte de alimento, uma vez que é composta por impressionantes 50 por cento de proteína e é considerada como um alimento baseado em aminoácidos completo.

Mesmo a NASA estudou usar a chlorella como um dos primeiros alimentos integrais no espaço na estação espacial internacional!

Estudos no Japão mostraram que a chlorella pode ajudar a reduzir a porcentagem de gordura corporal e pode ser útil na luta contra a obesidade e diabetes relacionada ao peso. Ela também pode ajudar a reduzir tanto o colesterol quanto a hipertensão. A ação de limpeza da chlorella no seu intestino e outros canais de eliminação, bem como a proteção que ela dá ao seu fígado, também ajuda a promover um sangue limpo. E um sangue limpo ajuda a garantir que os resíduos metabólicos sejam eficientemente afastados de seus tecidos.

A chlorella é um desintoxicante tão poderoso porque é rica em clorofila, que é conhecida por:

  • Ajudá-lo a processar mais oxigênio
  • Limpar os principais sistemas de eliminação como o intestino, o fígado e o sangue
  • Ajudá-lo a purificar seu sangue e limpar as toxinas
  • Ajudá-lo a promover uma pressão arterial otimizada
  • Ajudar a eliminação de mofo no seu corpo
  • Ajudá-lo a neutralizar o ar ruim que você possa respirar
  • Promover o crescimento e reparação de seus tecidos

A chlorella é realmente muito útil e vai além da desintoxicação, e seu conjunto de benefícios para a saúde incluem:

  • Melhora do seu sistema imunológico
  • Melhora da sua digestão, especialmente se a constipação for um problema para você
  • Fornece vitaminas B a partir de uma fonte animal
  • Melhora a sua capacidade de se focar e concentrar-se
  • Aumenta seus níveis de energia
  • Equilibra o pH do seu corpo
  • Normaliza o açúcar no sangue e a pressão sanguínea
  • Reduz seu risco de câncer
  • Refresca seu halito

Resultado de imagem para imagens sobre a chlorellaNem toda Chlorella é Criada da Mesma Forma

Ao contrário de muitos suplementos alimentares, a chlorella tem uma característica única que torna o seu processo de fabricação uma das principais preocupações quando se considera a fonte de suplementação. A chlorella é completamente indigerível para seres humanos. Nós simplesmente não temos as enzimas necessárias para quebrar sua parede celular.

Ao contrário de outros alimentos verdes, mascar e digerir a chlorella não liberará os poderosos benefícios para a saúde contidos nesta alga verde. Isso ocorre porque a parede celular externa resistente da chlorella, que também é quimicamente responsável pela ligação com as toxinas dentro de seu corpo, não pode ser decomposta por sua biologia.

Portanto, é imperativo que o processo de fabricação quebre por você a resistente parede celular externa, pois esta é a única maneira de fazer a chlorella se tornar biologicamente disponível para remover toxinas do seu corpo.É por isso que eu apenas recomendo fazer a suplementação com chlorella com a Parede Celular Quebrada, porque esta é a única forma que permite a seu corpo usar esse poderoso agente de desintoxicação. Outra preocupação ao escolher sua chlorella é ter a certeza de que as fontes de água onde ela foi cultivada e colhida estão livres de qualquer contaminação.

Você deve sempre iniciar qualquer desintoxicação com chlorella gradualmente, tomando apenas uma pequena quantidade primeiro para ver como seu corpo tolera essa poderosa ferramenta de desintoxicação.Algumas pessoas também relatam os benefícios de começar seu processo de desintoxicação ao primeiramente comer pequenas quantidades de coentro por alguns dias. O coentro também melhora a resposta de desintoxicação do seu corpo em um nível menos intenso – o que pode ajudar seu corpo a transitar para uma resposta de desintoxicação mais suave ao começar a usar chlorella.

Resultado de imagem para imagens sobre a chlorellaFerro em Excesso?

Outra coisa a se ter em conta quando se usa chlorella é que esta alga verde contém grandes concentrações de ferro. Os níveis de ferro nas mulheres não devem ser um problema por conta da perda de ferro relacionada ao ciclo menstrual, mas para homens ou mulheres pós-menopáusicas o excesso de ferro pode se tornar um problema.

Então, os homens que usam chlorella devem fazer com que seus níveis de ferro no sangue sejam verificados regularmente para garantir que o ferro em seu sangue permaneça dentro dos níveis saudáveis. O melhor exame é a ferritina. Idealmente, deve estar entre 20 e 80 ng / ml. Níveis superiores a 150 ou mais se tornam problemáticos e devem ser tratados com doações de sangue ou flebotomias terapêuticas.

Resultado de imagem para imagens sobre veganosChlorella para Vegetarianos e Veganos

A chlorella também é uma ótima fonte de proteína completa de aminoácidos e é constituída por 50 por cento de proteína. Portanto, os veganos e os vegetarianos podem se beneficiar não só das propriedades de desintoxicação da chlorella, mas também podem aumentar a sua ingestão de vitamina B e proteínas através da suplementação de chlorella.

Muitos afirmam que ela também pode ser uma fonte útil de vitamina B12. Embora a chlorella contenha essa vitamina, a maioria das pessoas desenvolve deficiências porque eles perdem a capacidade de absorvê-la. Então, engoli-la não proporcionará o mesmo benefício que injetá-la ou usá-la em uma gota ou spray sublingual.

Até onde sei, a chlorella não é uma alternativa eficaz para fontes de origem animal de vitamina B12 que podem ser um problema para os veganos.

Resultado de imagem para imagens sobre a chlorellaVisão pessoal….

Às vezes, viver no mundo moderno pode fazer você se sentir como se estivesse em guerra com o ambiente ao seu redor, e as fontes de poluição geralmente são silenciosas e inevitáveis. Você pode fazer o seu melhor para evitar a poluição e as toxinas, comer apenas os alimentos orgânicos mais saudáveis, beber apenas água filtrada, evitar a exposição a produtos químicos artificiais agressivos, e ainda assim se ver exposto diariamente a enormes quantidades de poluentes nocivos que estão totalmente fora de seu controle.Ao implementar um programa de desintoxicação agora você pode ajudar seu corpo a remover naturalmente os metais pesados indesejados e nocivos, produtos químicos e pesticidas que você inconscientemente carrega no seu corpo. E diminuir a sua carga tóxica tem demonstrado melhorar muitas doenças comuns da saúde, da falta de energia e insônia, até a digestão lenta, falta de resposta imune e fadiga mental.Na verdade, quase tudo dentro do seu corpo, incluindo todos os seus órgãos, funciona melhor com cargas reduzidas de toxinas sistêmicas.E, ao remover as toxinas agora e não deixá-las se acumularem a níveis perigosos, você pode estar ajudando seu corpo a evitar doenças fatais como o câncer, diabetes e hipertensão, juntamente com todos os distúrbios neurológicos agora muito comuns que podem não se manifestar por décadas.Lembre-se de começar devagar, talvez usando o coentro primeiro e, gradualmente, aumente a sua ingestão de chlorella a um ritmo que o seu corpo possa tolerar.Eu tomo meu  suco verde pela manhã em jejum com coentro e chlorella há quase cinco anos todos os dias e me sinto ótima,com meus exames todos perfeitos.Vai aqui o incentivo para começar….

Inspiração….

Efeitos da alga Chlorella vulgaris sobre a resposta … – Teses USP

Monicavox 
Recomendo…
Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre algas culinarias
Resultado de imagem para imagens sobre livros sobre algas